Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.888.569 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 104 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 11 ir para página                         

  1 / 104 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-968957
Autor: Pestana, Jeferson Rodrigo; Morais, Tâmara Prado de; Nogueira, Ana Paula Oliveira; Juliatti, Fernando Cezar.
Título: Reaction of brazilian cotton genotypes to white mold depends on pathogen aggressiveness and incubation conditions / Reação de genótipos brasileiros de algodoeiro ao mofo branco depende da agressividade do patógeno e das condições de incubação
Fonte: Biosci. j. (Online);34(6):1555-1574, nov./dec. 2018. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The expansion of cotton crop into irrigated and high lands of Brazilian Cerrado, despite the possibility of increasing fiber yield, led to the occurrence of diseases previously considered secondary, such as white mold [Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary]. Host genetic resistance is of extreme importance in integrated strategies to manage this disease. Resistance of Brazilian cotton genotypes, challenged with different strains of S. sclerotiorum, under two incubation conditions for disease progress was evaluated. In addition, possible correlation between oxalic acid and straw test methods to rank the genotypes was evaluated. Artificial inoculation was done when cotton plants reached the V2phenological stage with fungi isolated from naturally infected soybean (ScS) or cotton (ScC) commercial crops. Control plants were inoculated with culture medium. After inoculation, plants were kept for one week either in a growth chamber or in greenhouse and evaluated for disease symptoms and severity. The oxalic acid test consisted of stem submersion of rootless cotton plants in a 2-cm layer of 20 or 40 mM solutions for 20, 44 or 68 h. A wilting scale was used to distinguish genotype's sensibility to the acid. The data were submitted to individual, joint, and multivariate analysis, grouping cotton genotypes by the Scott-Knott's test (p < 0.05), the hierarchical UPGMA and the non-hierarchical Tocher methods. Difference in aggressiveness between strains was identified, in which ScC led to greater disease severity. This result suggests a possible physiological specialization ofS. sclerotiorum to different hosts. It was observed that the growth chamber environment provided more adequate conditions for S. sclerotiorum infection, thus allowing better selection of resistant cotton genotypes. UPGMA and Tocher grouping methods further confirmed that the evaluated genotypes differ from each other in resistance to white mold. No correlation between oxalic acid and straw test methods was observed.

A expansão da cultura do algodoeiro para terras altas e irrigadas do Cerrado brasileiro, apesar da possibilidade de aumentar a produção de fibras, levou à ocorrência de doenças antes consideradas secundárias, como o mofo branco [Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary]. A resistência genética do hospedeiro é de extrema importância nas estratégias de manejo integrado dessa doença. Avaliou-se a resistência de genótipos brasileiros de algodão, desafiados com diferentes isolados de S. sclerotiorum, sob duas condições de incubação para o progresso da doença. Além disso, foi avaliada a possível correlação entre os métodos do ácido oxálico e do straw test para ranquear os genótipos. A inoculação artificial foi realizada quando as plantas de algodoeiro atingiram o estágio fenológico V2, com fungos isolados de culturas comerciais de soja (ScS) ou de algodão (ScC) naturalmente infectadas. O controle consistiu de plantas inoculadas somente com meio de cultura. Após a inoculação, as plantas foram mantidas em câmara de crescimento ou em casa de vegetação durante uma semana e avaliadas quanto aos sintomas e severidade da doença. O teste do ácido oxálico consistiu na submersão da haste das plantas de algodão, após remoção das raízes, em uma solução de 20 ou 40 mM por 20, 44 ou 68 h. Uma escala visual de murcha foi usada para distinguir a sensibilidade dos genótipos ao ácido. Os dados foram submetidos à análise individual, conjunta e multivariada, agrupando os genótipos de algodoeiro pelo teste de Scott-Knott (p < 0,05) e pelos métodos UPGMA e de Tocher. Diferença na agressividade entre os isolados foi identificada, na qual ScC resultou em maior severidade da doença. Isto sugere possível especialização fisiológica de S. sclerotiorum para diferentes hospedeiros. Observou-se que o ambiente da câmara de crescimento proporcionou condições mais adequadas para infecção por S. sclerotiorum comparativamente à casa de vegetação, permitindo melhor seleção de genótipos resistentes. Os métodos de agrupamento UPGMA e Tocher confirmaram que os genótipos avaliados diferem entre si na resistência ao mofo branco. Não foi observada correlação entre o ácido oxálico e o straw test.
Descritores: Ascomicetos
Variação Genética
Gossypium
-Ácido Oxálico
Pradaria
Noxas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1005796
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Instituto Nacional de Salud.
Título: Norma técnica de salud sobre preparación, embalaje y documentación para el transporte seguro de sustancias infecciosas / Technical health standard on preparation, packaging and documentation for the safe transport of infectious substances.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20190500. 56 p. graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene la finalidad, objetivos, ámbito de aplicación, base legal, consideraciones generales y específicas sobre la preparación, embalaje y documentación para el transporte seguro de sustancias infecciosas.
Descritores: Transporte Biológico Ativo
Classificação e Identificação por Risco de Substâncias, Produtos e Materiais
Normas Técnicas
-Armazenamento de Substâncias e Resíduos Perigosos
Noxas
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  3 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1045985
Autor: Rodrigues, Lucas Mateus Rivero; Destéfano, Suzete Aparecida Lanza; Almeida, Irene Maria Gatti de; Beriam, Luís Otávio Saggion; Braghini, Masako Toma; Guerreiro Filho, Oliveiro.
Título: Multiple resistance to bacterial halo blight and bacterial leaf spot in Coffea spp / Resistência múltipla à mancha aureolada e à mancha foliar bacteriana em Coffea spp
Fonte: Arq. Inst. Biol;86:e0632018, 2019. ilus, tab.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Breeding for genetic resistance is an important method of crop disease management, due to the numerous benefits and low cost of establishment. In this study, progenies of 11 Coffea species and 16 wild C. arabica accessions were tested for their response to Pseudomonas syringae pv. garcae, the causal agent of bacterial halo blight, a widespread disease in the main coffee-producing regions of Brazil and considered a limiting factor for cultivation in pathogen-favorable areas; and also to P. syringae pv. tabaci, causal agent of bacterial leaf spot, a highly aggressive disease recently detected in Brazil. Separate experiments for each disease were carried out in a greenhouse, with artificial pathogen inoculations and ideal moisture conditions for disease development. The results showed that C. canephora, C. congensis, C. eugenioides, C. stenophylla, and C. salvatrix progenies, the wild C. arabica accessions Dilla & Alghe and Palido Viridis, and cultivar IPR 102 contain satisfactory levels of simultaneous resistance against bacterial halo blight and bacterial leaf spot. These results are useful in breeding programs for durable resistance to multiple biotic agents, providing new combinations of resistance alleles by hybridization, as well as for phytopathological studies, to identify infraspecific variability of the pathogens.(AU)

O melhoramento de plantas para resistência genética é um método importante para o manejo de doenças, pelos inúmeros benefícios e baixo custo de implementação. No presente estudo, progênies de 11 espécies de Coffea e 16 acessos selvagens de C. arabica foram testados quanto à resposta a Pseudomonas syringae pv. garcae, agente causal da mancha aureolada, doença disseminada nas principais regiões produtoras de café do Brasil e considerada fator limitante para o cultivo em áreas favoráveis a patógenos; e também para P. syringae pv. tabaci, agente causal da mancha foliar bacteriana, doença altamente agressiva detectada recentemente no Brasil. Experimentos separados para cada doença foram realizados em estufa, por meio da inoculação artificial dos patógenos em condições ideais de umidade para o desenvolvimento das doenças. Os resultados mostraram que as progênies Coffea canephora, C. congensis, C. eugenioides, C. stenophylla e C. salvatrix, além dos acessos selvagens de C. arabica Dilla & Alghe e Palido Viridis e da cultivar IPR 102, possuem níveis satisfatórios de resistência simultânea contra mancha aureolada e mancha foliar bacteriana. Os resultados descritos são úteis em programas de melhoramento para resistência duradoura a múltiplos agentes bióticos, fornecendo novas combinações de alelos de resistência por hibridização, bem como para estudos fitopatológicos, para identificar a variabilidade infraespecífica dos patógenos.(AU)
Descritores: Coffea
Pseudomonas syringae
Melhoramento Vegetal
-Noxas
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  4 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048822
Autor: Campos, Gabriela Zampieri.
Título: Avaliação microbiológica de queijos minas artesanais provenientes da Serra da Canastra durante e após o período de maturação / Microbiological evaluation of artisanal minas cheeses from Serra da Canastra during and after the ripening period.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 89 p. graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O queijo minas artesanal da Canastra é produzido na região da Serra da Canastra por pequenos produtores, sendo que alguns são cadastrados no Programa Queijo Minas Artesanal (PQMA) do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Por ser fabricado com leite cru, é importante que os patógenos que podem ser veiculados sejam controlados durante e após o período mínimo de maturação do queijo de 22 dias. Este trabalho avaliou as características microbiológicas de queijos obtidos de 78 produtores rurais da região da Canastra após a maturação e de três produtores rurais durante maturação. As contagens de coliformes totais, Escherichia coli e Staphylococcus coagulase positiva foram realizadas em placas Petrifilm® (3M). A detecção de Salmonella spp. foi realizada utilizando o método ISO 6579: 2002 e por PCR convencional e Listeria monocytogenes foi investigada de acordo com o método ISO 11290-1:1996/(A) 1: 2004 e PCR convencional. A contagem de Enterobacteriaceae foi determinada pelo método APHA 9.62: 2015. As mensurações de pH foram realizadas de acordo com o método IAL 017/IV em pHmetro digital BEL engineering e aferidas diretamente com pHmetro Hanna Instruments e a atividade de água (aw) em analisador Aqua Lab. No estudo realizado ao longo da maturação, as análises indicaram que as amostras, todas provenientes de produtores cadastrados no PQMA, atingiram os limites estabelecidos pela legislação antes dos 22 dias de maturação. Houve diferença significativa (p<0,05) no pH das amostras ao longo da maturação, embora este parâmetro não tenha correlação com as contagens analisadas. Já no estudo pós maturação, os resultados mostraram que 54% das amostras dos produtores cadastradas e 65% das amostras dos produtores não cadastradas no PQMA não atenderam a pelo menos um parâmetro microbiológico exigido pela legislação. As contagens obtidas para Enterobacteriaceae variaram de <1 a 6,6 log UFC/g, para coliformes totais de <1 a 6,4 log UFC/g, E. coli de <1 a 5,8 log UFC/g e Staphylococcus coagulase positiva de <1 a 7,6 log UFC/g. Em nenhuma amostra foi encontrada Salmonella spp e L. monocytogenes foi detectada e confirmada por PCR em uma amostra analisada. Os valores obtidos de pH e aw estratificados em grupos que atendem e não atendem a legislação não mostraram diferença significativa, sugerindo que esses parâmetros não são bons indicadores de qualidade microbiológica do produto. O elevado número de não-conformidades indica que são necessários esforços para melhoria das condições higiênico-sanitárias refletidas por meio dos indicadores microbiológicos. O registro no PQMA mostrou-se efetivo durante o estudo da maturação, mas não teve o mesmo resultado no estudo mais abrangente realizado pós maturação. São necessários mais esforços dos produtores (cadastrados e não cadastrados) bem como dos órgãos reguladores para melhoria dos indicadores microbiológicos

Canastra artisanal minas cheese is produced in the Serra da Canastra region by small farmers who may or may not be registered in the Artisanal Minas Cheese Program (PQMA) of the Agricultural Institute of Minas Gerais (IMA). Since this cheese is made from raw milk, it is important that the pathogens that may be carried in this product are controlled during the 22 days of ripening. This work evaluated the microbiological characteristics of cheese samples from 78 rural properties in the Canastra region after the ripening period and during ripening in three rural properties. Total coliform counts, Escherichia coli and Staphylococcus coagulase positive were performed on Petrifilm® plates (3M). The detection of Salmonella spp. was performed using the ISO 6579: 2002 method and conventional PCR and Listeria monocytogenes was investigated according to ISO 11290-1: 1996/(A) 1: 2004 and conventional PCR. The Enterobacteriaceae count was determined by the APHA method 9.62: 2015. The pH analyzes were performed according to the IAL 017/IV method on a BEL engineering digital pHmeter and measuring directly with Hanna Instruments pHmeter and the water activity (aw) in Aqua Lab analyzer. In the study carried out during ripening, the analyzes indicated that the samples, all from properties registered in the PQMA, reached the limits established by the legislation before the 22 days of ripening. There was a significant difference (p <0.05) in the pH of the samples during ripening, even though this parameter did no correlate with the microbiological counts. In the post-ripening study, the results showed that 54% of samples from PQMA registered properties and 65% of samples from non-registered properties did not comply with at least one microbiological parameter required by the legislation. Enterobacteriaceae counts ranged from <1 to 6.6 log CFU/g, for total coliforms from <1 to 6.4 log CFU/g, E. coli from <1 to 5.8 log CFU/g and Staphylococcus coagulase positive from <1 to 7.6 log CFU/g. Salmonella spp was not detected and L. monocytogenes was detected and confirmed by conventional methodology and by PCR in one analyzed sample. The pH and aw values stratified in groups that complied and did not comply with the legislation showed no significant difference, suggesting that these parameters are not good indicators of microbiological safety of the product. The high number of nonconformities indicates that efforts are needed to improve the hygiene and sanitary conditions reflected through the microbiological indicators. The PQMA registration was effective during the ripening study but did not have the same result in the larger post-ripening study. More efforts are needed from producers (registered and non-registered) as well as regulators to improve microbiological indicators of this cheese
Descritores: Análise Microbiológica/análise
Queijo/análise
Noxas/toxicidade
-Higiene dos Alimentos
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T576.163, C198a. 30100022646-F


  5 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623788
Autor: Feldmann, Marc.
Título: Induction of autoimmunity: is there a role for infectious agents?
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;82(supl.1):274-286, Nov. 1987.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Meeting on Immunopathology and Pathogenesis of Chagas' Disease, Leishmaniasis and Leprosy, s.l, Nov. 7-8, 1987.
Descritores: Autoimunidade/efeitos dos fármacos
Autoimunidade/imunologia
-Noxas/imunologia
Noxas/farmacologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955420
Autor: Blume, Guilherme R; Silva, Lorena F; Borges, José R. J; Nakazato, Luciano; Terra, Juliano P; Rabelo, Rogério E; Vulcani, Valcinir A. S; Sant'Ana, Fabiano J. F.
Título: Caracterização etiológica, epidemiológica e clínico-patológica da meningoencefalite por herpesvírus bovino em bovinos no Estado de Goiás / Etiological, epidemiological, clinical and pathological characterization of meningoencephalitis in cattle by bovine herpesvirus in the State of Goiás, Brazil
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(5):902-912, May 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq.
Resumo: Foram estudados 26 casos de meningoencefalite por herpesvírus bovino (BoHV) diagnosticados entre 2010-2016, no Estado de Goiás (GO). A doença acometeu principalmente bovinos jovens, entre 60 dias a 18 meses de idade. Não houve associação entre os casos e o sexo dos bovinos e a sazonalidade. A doença foi observada em todas as cinco Mesorregiões do Estado, com uma frequência maior nas Mesorregiões Sul e Centro. Os sinais clínicos mais frequentemente observados incluíram cegueira, incoordenação, sialorreia e ataxia. As principais alterações macroscópicas observadas incluíram congestão com tumefação e achatamento das circunvoluções, amolecimento e amarelamento do córtex telencefálico e focos de hemorragia. Em cinco encéfalos, não foram observadas alterações macroscópicas e em quatro as alterações não foram informadas. As principais alterações histológicas ocorreram no córtex telencefálico, principalmente o córtex frontal e parietal, mas em alguns casos, lesões de menor intensidade foram também observadas no tálamo, núcleos basais, mesencéfalo, ponte, bulbo, cerebelo e hipocampo. Todos os casos apresentaram meningoencefalite linfoplasmocítica e corpúsculos de inclusão intranucleares basofílicos em astrócitos e, eventualmente, em neurônios. Outras lesões frequentes incluíram necrose neuronal laminar segmentar (neurônio vermelho), espongiose, tumefação do núcleo das células endoteliais, gliose focal ou difusa, hipertrofia de astrócitos, infiltração por células gitter, congestão e hemorragia. Lesões menos comuns incluíram astrócitos Alzheimer tipo II, lesão residual e neuronofagia. A necrose neuronal e o edema (espongiose) foram mais acentuados nas camadas granular externa, molecular, de células piramidais e granular interna dos telencéfalos. Tanto os giros quanto os sulcos foram afetados igualmente. Dos 26 casos, o DNA de BoHV-5 foi amplificado em dois (7,69%) casos, enquanto que o de BoHV-1 foi identificado em um caso (3,84%). Nos casos positivos para BoHV-5 foram usadas amostras fixadas em formol a 10% e incluídas em parafina e amostras congeladas foram utilizadas no caso positivo para BoHV-1.(AU)

Twenty six cases of bovine herpetic meningoencephalitis diagnosed from 2010-2016 in Goiás state, Brazil, were studied. Affected cattle were mainly 60-day to 18-month-old. There was no association of the disease with sex and seasonality. The disease was found in all five mesoregions with a higher prevalence in southern and central state of Goiás. Clinical signs more frequently observed included blindness, incoordination, circling, excessive salivation, and ataxia. Main gross findings in the brain were congestion with swelling and flattening of gyri, softening and yellow discoloration of cerebral cortex and hemorrhagic foci. In five cases no gross changes were observed in the brain and in four cases there is no information. The main histopathological changes were in the cortex of telencephalic lobes, especially the frontal and parietal; however less prominent and less frequently found lesions occurred in the thalamus, basal nuclei, midbrain, pons, medulla oblongata, cerebellum, and hippocampus. All cases presented lymphoplasmocytic meningoencephalitis and intranuclear basophilic inclusion bodies in astrocytes, less commonly in neurons. Other frequent lesions included segmental laminar neuronal necrosis (red neurons), spongiosis, swollen vascular endothelial nuclei, gliosis (focal and diffuse), hypertrophy of astrocytes, infiltration of gitter cells, congestion, and hemorrhage. Lesions less frequently observed were Alzheimer type II astrocytes, residual lesion and neuronophagia. The most frequently affected cortical layers by neuronal necrosis and edema were external and internal granular, molecular, and pyramidal cell layers. Gyri and sulci were equally affected. Of the 26 cases, in 2 (7.69%) the DNA of BoHV-5 was amplified with samples fixed in 10% formalin and paraffin-embedded. DNA of BoHV-1 was identified in another case (3.84%) where, positive to BoHV-1, fresh samples were used.(AU)
Descritores: Bovinos/anormalidades
Bovinos/lesões
Encefalite por Herpes Simples/veterinária
Encefalite por Herpes Simples/epidemiologia
Noxas
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-967186
Autor: Matias, Jaqueline; Koller, Wilson Werner; Garcia, Marcos Valerio; Barros, Jacqueline Cavalcante; Esteve-Gassent, Maria Dolores; Aguirre, André de Abreu Rangel; Higa, Leandro de Oliveira Souza; Zimmermann, Namor Pinheiro; Andreotti, Renato.
Título: Free-living ticks in a cerrado fragment, state of Mato Grosso do Sul, Brazil / Carrapatos de vida livre em fragmento de cerrado, no Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil
Fonte: Biosci. j. (Online);34(4):979-984, july/aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The fatal cases of spotted fever reported in some Brazilian municipalities are generally associated with the presence of ticks and capybaras (Hydrochoerus hydrochaeris). The urban forest fragments where this rodent is present are of great concern. We investigated the diversity of free ticks as well as the occurrence of ticks infected by Rickettsia in one of these fragments, in Campo Grande city, Mato Grosso do Sul state, Brazil. From winter 2012 until the autumn of 2015, using CO2 traps, we collect 1219 ticks, of which 1045 belonged to the species Amblyomma sculptum and 174 belonged to A. dubitatum. Both species were more abundant in spring (September to December) and summer (December to March). Rickettsial DNA was not detected in any of the specimens collected; however, one of the species found, A. sculptum is considered the main vector of Brazilian Spotted Fever, thus deserving constant vigilance by the public health organs.

Casos fatais de febre maculosa que foram relatados em alguns municípios brasileiros geralmente estão associados à presença de carrapatos e capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris). Os fragmentos florestais urbanos onde este roedor está presente são de grande preocupação. Investigou-se aqui a diversidade de carrapatos livres e a ocorrência de carrapatos infectados por riquétsias em um desses fragmentos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Desde o inverno de 2012 até o outono de 2015, usando armadilhas de CO2, foram coletados 1219 carrapatos, dos quais 1045 pertenciam à espécie Amblyomma sculptum e 174 pertenciam a A. dubitatum. Ambas as espécies foram mais abundantes na primavera (Setembro a Dezembro) e no verão (Dezembro a Março) . O DNA riquetsial não foi detectado em nenhum dos espécimes coletados; entretanto, uma das espécies encontradas, o A. sculptum é considerado o principal vetor da Febre Maculosa Brasileira, merecendo assim vigilância constante pelos Orgãos de Saúde Pública.
Descritores: Rickettsia
Carrapatos
Noxas
-Roedores
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Pradaria
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  8 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-967163
Autor: Morais, Tâmara Prado de; Asmar, Simone Abreu; Silva, Herick Fernando de Jesus; Luz, José Magno Queiroz; Melo, Berildo de.
Título: Application of tissue culture techniques in potato / Aplicação da cultura de tecidos vegetais em batata
Fonte: Biosci. j. (Online);34(4):952-969, july/aug. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Potato is the world's most important non-cereal food crop, and therefore, it is considered one of the major food sources for humankind. Its conventional propagation is asexual, by using the tuber, which allows the accumulation and dissemination of pathogens to new cultivation areas. This fact not only impairs the yield of this solanaceous plant, but also threatens the maintenance of genotypes for commercial or breeding purposes. Due to the impossibility of using botanical seed, conservation and exchange of germplasm of this species by means of conventional methods are not feasible. In all potato-producing regions, the demand for high-quality tubers has been paramount to ensure crops production. Thus, biotechnological techniques based on tissue culture are very important. Plant tissue culture offers alternative methods of propagation by in vitro techniques that provide production and multiplication of material with high sanity. Thus, this literature review summarizes the history and current situation of tissue culture techniques applied to potato crop. Besides clonal multiplication, this biotechnological tool makes available initial indexed material to breeding programs and certified seed potato, and facilitates the exchange and conservation of germplasm. For all these reasons, the use of these techniques in potato production chain directly benefits producers by providing high-quality propagules.

A batata é a cultura não-cereal mais importante do mundo e, portanto, uma das principais fontes de alimento para a humanidade. Sua multiplicação convencional é assexuada utilizando o próprio tubérculo, o que permite o acúmulo e a difusão de patógenos para novas áreas de cultivo, comprometendo a produtividade desta solanácea e ameaçando a manutenção de genótipos de interesse comercial ou para fins de melhoramento. Devido à inviabilidade de utilização das sementes botânicas, a conservação e o intercâmbio de germoplasma dessa espécie por meio de métodos convencionais torna-se inviável. Em todas as regiões produtoras de batata, a demanda por tubérculos de alta qualidade tem sido primordial para garantir a produção das lavouras. Dessa forma, técnicas biotecnológicas baseadas na cultura de tecidos são de suma importância. A cultura de tecidos vegetais oferece métodos alternativos de propagação através das técnicas in vitro que proporcionam a produção e multiplicação de material com alta sanidade. Dessa maneira, esta revisão visa sumarizar o histórico e panorama atual das aplicações da cultura de tecidos em batata. Além da multiplicação clonal, essa ferramenta biotecnológica fornece material inicial indexado para programas de melhoramento e de produção certificada de batata-semente e facilita o intercâmbio e a conservação de germoplasma. Por tudo isso, o emprego destas técnicas na cadeia produtiva da batata proporciona benefícios diretos aos produtores, uma vez que fornece material propagativo com elevada qualidade genética e fitossanitária.
Descritores: Técnicas In Vitro
Solanum tuberosum
Técnicas de Cultura de Tecidos
-Biotecnologia
Noxas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  9 / 104 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026848
Autor: Ratnikova, Irina Alexandrovna; Sadanov, Amankeldi Kurbanovich; Gavrilova, Nina Nicolaevna; Emilkyzy, Orazymbet Saltanat; Belikova, Olga Andreevna.
Título: The effect of the lactic acid bacteria culturing conditions on their antagonistic activity to pathogens of tuberculosis
Fonte: Prensa méd. argent;105(4):192-196, jun 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: It has been found that the antagonistic activity of lactic acid bacteria depends on the composition of the nutrient medium and the temperature of culturing. It has been shown that the best antimicrobial effect to mycobacteria is achieved by the cultivation of lactic acid bacteria on the MRS nutrient media and a combined nutrient medium with the use of lactulose or glucose as a source of carbon. The optimum temperature for culturing an association of lactic acid bacteria for achieving high antagonistic activity to mycobacteria is 300C, and the duration of cultivation is 24 hours.
Descritores: Tuberculose/etiologia
Ácido Láctico/antagonistas & inibidores
Probióticos/uso terapêutico
Meios de Cultura
Farmacorresistência Bacteriana/imunologia
Antibacterianos/uso terapêutico
Noxas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  10 / 104 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Timm, Claudio Dias
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1026529
Autor: Tavares, Alana Borges; Cereser, Natacha Deboni; Timm, Cláudio Dias.
Título: Ocorrência de Aeromonas spp. em alimentos de origem animal e sua importância em saúde pública / Occurence of Aeromonas spp. in foods of animal origin and its importance in public health
Fonte: Arq. Inst. Biol;82:1-8, 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Aeromonas spp. são bactérias Gram negativas, oportunistas, de natureza ubíqua, isoladas principalmente de amostras de água. Até o presente momento foram reconhecidas 31 espécies, sendo as de maior importância médica Aeromonas hydrophila, Aeromonas caviae e Aeromonas veronii. A patogenicidade do gênero é considerada multifatorial, sendo este produtor de diversos tipos de toxinas e com envolvimento de outros fatores capazes de facilitar a penetração e o estabelecimento do agente no hospedeiro, causando doença. O objetivo desta revisão é elucidar o papel dos alimentos de origem animal como fontes de contaminação de bactérias do gênero Aeromonas para o ser humano. Isolamentos de aeromonas de diversos produtos de origem animal têm sido relatados, como carne, leite e seus derivados, além de frutos do mar, e em ambientes de processamento, como abatedouros, frigorífcos e laticínios. Tem-se buscado determinar fontes de contaminação dos alimentos, e a água foi definida como o principal disseminador. Aeromonas já foi definida como sendo a causadora de diversas enfermidades, desde afecções gastrointestinais até casos de meningite e morte. Considerando os alimentos de origem animal como importantes veículos de transmissão para o ser humano e o reconhecimento da água como fonte de disseminação do agente, torna-se imprescindível o tratamento adequado da água utilizada nos estabelecimentos processadores de alimentos para a segurança alimentar.(AU)

Aeromonas spp. are opportunistic, ubiquitous Gram negative bacteria, mostly isolated from water samples. Until the present time, 31 species have been recognized, and the most medically important are Aeromonas hydrophila, Aeromonas caviae and Aeromonas veronii. The pathogenicity of the genus is considered to be multifactorial, and it can produce several types of toxins, with the involvement of other factors that facilitate the penetration and the establishment of the agent in the host, thus causing the disease. Te objective of this review is to elucidate the role of foods of animal origin as sources of contamination of aeromonas to humans. Aeromonas have been reported in various animal products such as meat, milk, dairy products, and seafood, and also in processing environments such as slaughterhouses, meat and dairy plants. There has been the attempt to determine sources of food contamination, being the water defined as the main disseminator. Aeromonas has been defined as the cause of many diseases, from gastrointestinal affections to cases of meningitis and even death. Considering that animal foods are an important source of contamination for humans and because of the recognition of water as a source of dissemination, it is essential for food security to provide the proper treatment of water used in food processing establishments.(AU)
Descritores: Virulência
Contaminação de Alimentos
Aeromonas/patogenicidade
Alimentos de Origem Animal
Bactérias Gram-Negativas
-Diarreia
Microbiologia de Alimentos
Noxas
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação



página 1 de 11 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde