Base de dados : LILACS
Pesquisa : E01.370.225.812.505 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 17 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 17 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-869459
Autor: Fierro C., Juan Alberto.
Título: Monitoreo inmunológico: el comienzo de una nueva era en trasplantes / Inmune monitoring: the start of a new age in transplantation
Fonte: Rev. Méd. Clín. Condes;21(2):227-237, mar. 2010. graf, tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: La necesidad de ajustar la inmunosupresión en forma individualizada ha estimulado la emergencia de técnicas que permiten predecir eventos clínicos como rechazo agudo o tolerancia. Esta revisión analiza, considerando principalmente el trasplante renal, las limitantes actuales de la inmunosupresión para concluir que una terapia individualizada permitiría mejorar la sobrevida de pacientes y órganos trasplantados en el largo plazo. En segundo lugar describe los métodos diagnósticos que en forma más consistente han demostrado tener valor predictivo con importancia clínica. Entre ellos se cuentan ensayos funcionales, determinación de anticuerpos específicos y linfocitos reactivos contra el donante, así como el análisis de marcadores a nivel de proteínas o genómicos. Los avances logrados auguran el comienzo de una nueva eraen trasplantes.

Organ transplantation is often related to higher survival and lower morbidity than conservative treatments. Nevertheless, survival and morbidity could be optimized tailoring the immunosupression to the particular needs of each individual patient. The requirement to optimize immunosupression makes necessary to improve the immunologic assessment and therefore has promoted the development of new immunological diagnostic tools. This review addresses first the need to tailor immunosupression, and then focuses in the value of anti HLA antibodies, alloreactive T cells, phenotypic analysis of lymphocytes and cytokines, repertoire analysis and genetic approaches, as well as in vivo studies. Further validation and standardization of these tests are needed in order to enter the routine clinical practice. Accomplishment of these goals would signal the beginning of a new era in transplantation.
Descritores: Anticorpos/imunologia
Monitorização Imunológica
Transplante de Rim/métodos
-Imunossupressão
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL37.1 - Biblioteca


  2 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761958
Autor: Cormanique, Thayse Fachin; Almeida, Lirane Elize Defante Ferreto de; Rech, Cynthia Alba; Rech, Daniel; Herrera, Ana Cristina da Silva do Amaral; Panis, Carolina.
Título: Chronic psychological stress and its impact on the development of aggressive breast cancer / Estresse psicológico crônico e seu impacto no desenvolvimento de neoplasia mamária agressiva
Fonte: Einstein (Säo Paulo);13(3):352-356, July-Sep. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective To investigate the clinicopathological findings of women diagnosed with breast cancer and study the impact of chronic psychological stress on the pathological characteristics of these tumors.Methods We investigated a cohort composed of women diagnosed with breast cancer and divided into two groups. One group was categorized as presenting with chronic psychological stress (by using the Self-Reporting Questionnaire − SRQ-20). Another group of women with breast cancer, but with no previous history of chronic psychological stress, comprised the Control Group. Clinical and pathological data were assessed.Results Women presenting with a history of chronic distress were significantly overweight when compared to the Control Group. Furthermore, it was observed that these stressed women also had a significant percentage of aggressive breast cancer subtype, the HER2 amplified tumor, which could be putatively associated with the loss of immunosurveillance.Conclusion Our findings suggested an interaction among chronic psychological stress, overweight, and the development of more aggressive breast tumors.

Objetivo Investigar os achados clínico-patológicos de mulheres diagnosticadas com câncer de mama e estudar o impacto do estresse psicológico crônico nas características patológicas desses tumores.Métodos Investigamos uma coorte composta por mulheres diagnosticadas com câncer de mama divididas em dois grupos. O primeiro foi classificado pela apresentação de estresse psicológico crônico (por meio do Self-Reporting Questionnaire− SRQ-20). Outro grupo de mulheres com câncer de mama, mas sem história prévia de estresse psicológico crônico, foi denominado Grupo Controle. Os dados clínicos e patológicos foram avaliados.Resultados As mulheres com histórico de estresse crônico apresentaram-se significativamente acima do peso quando comparadas com o Grupo Controle. Além disso, verificou-se que estas mulheres estressadas apresentaram um porcentual significativo de um subtipo de câncer de mama agressivo, o HER2, o que poderia estar associado à possível perda da imunovigilância.Conclusão Nossos resultados sugeriram uma ligação entre o estresse psicológico crônico, o excesso de peso e o desenvolvimento de tumores de mama com maior agressividade.
Descritores: Neoplasias da Mama/patologia
Carcinoma Ductal de Mama/patologia
/metabolismo
RECEPTOR, ERBB-TEMEFOS/metabolismo
Estresse Psicológico/complicações
-Índice de Massa Corporal
Neoplasias da Mama/complicações
Neoplasias da Mama/psicologia
Doença Crônica
Estudos de Coortes
Carcinoma Ductal de Mama/complicações
Carcinoma Ductal de Mama/psicologia
Monitorização Imunológica
Sobrepeso/complicações
Inquéritos e Questionários
Limites: Feminino
Seres Humanos
Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-745879
Autor: Requião-Moura, Lúcio Roberto; Matos, Ana Cristina Carvalho de; Pacheco-Silva, Alvaro.
Título: Cytomegalovirus infection in renal transplantation: clinical aspects, management and the perspectives / Infecção pelo citomegalovírus no transplante de rim: aspectos clínicos, manejo e perspectivas
Fonte: Einstein (Säo Paulo);13(1):142-148, Jan-Mar/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Cytomegalovirus infection is one of most frequent infectious complications after renal transplantation, and can be classified as primo-infection, when the transmission occurs through the graft, or reactivation, when the recipient is cytomegalovirus seropositive. After transplantation, cytomegalovirus can appear as an infection, when the patient presents with evidence of viral replication without symptoms or disease, which has two clinical spectra: typical viral syndrome or invasive disease, which is a less common form. Their effects can be classified as direct, while the disease is developed, or indirect, with an increase of acute rejection and chronic allograft dysfunction risks. Diagnosis must be made based on viremia by one of the standardized methods: antigenemia or PCR, which is more sensitive. The risk factors related to infection after transplantation are the serologic matching (positive donor and negative recipient) and anti-lymphocyte antibody drugs. One of the strategies to reduce risk of disease should be chosen for patients at high risk: preemptive treatment or universal prophylaxis. Recent clinical research has described ganciclovir resistance as an emergent problem in management of cytomegalovirus infection. Two types of mutation that cause resistance were described: UL97 (most frequent) and UL54. Today, sophisticated methods of immunologic monitoring to detect specific T-cell clones against cytomegalovirus are used in clinical practice to improve the management of high-risk patients after renal transplantation.

A infecção pelo citomegalovírus é uma das principais complicações após o transplante de rim, podendo ser classificada em primoinfecção, quando a transmissão ocorre por meio do enxerto, ou em reativação, quando o receptor é soropositivo. Do ponto de vista clínico, pode se apresentar como infecção, na ausência de sintomas, ou como doença, com dois diferentes espectros: a síndrome viral típica ou, menos comumente, a doença invasiva. Os efeitos podem ser diretos, que é o desenvolvimento da doença, ou indiretos, como aumento no risco de rejeição aguda e de disfunção crônica do enxerto. O diagnóstico deve ser feito por pesquisa de viremia por meio de um dos dois métodos padronizados: antigenemia ou PCR − sendo essa última a mais sensível. Os fatores de risco relacionados com a infecção após o transplante são o match sorológico (doador positivo e receptor negativo) e o uso de anticorpos antilinfócitos. Uma das estratégias de redução de risco de doença deve ser escolhida após o transplante nos pacientes de alto risco: tratamento preemptivo ou profilaxia. Recentemente, linhas de pesquisa clínica têm apontado a resistência ao ganciclovir como um problema emergente no manejo da infecção pelo citomegalovírus. Duas formas de mutação que causam resistência são descritas: UL97, que é a mais frequente, e a UL54. Atualmente, sofisticados métodos de monitorização imunológica, como a detecção de clones específicos de células T contra o citomegalovírus podem ser utilizados na prática clínica para o melhor manejo após o transplante renal dos pacientes de alto risco.
Descritores: Infecções por Citomegalovirus/virologia
Transplante de Rim
Complicações Pós-Operatórias/virologia
-Infecções por Citomegalovirus/prevenção & controle
Citomegalovirus/patogenicidade
Rejeição de Enxerto/virologia
Monitorização Imunológica
Reação em Cadeia da Polimerase
Estudos Prospectivos
Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle
Fatores de Risco
Ativação Viral
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Ademar
Chammas, Roger
Id: lil-691982
Autor: Onuchic, Ana Cláudia; Machado, Camila Maria Longo.
Título: Inflamação, imunidade e câncer / Inflammation, immunity and cancer
Fonte: In: Lopes, Ademar; Chammas, Roger; Iyeyasu, Hirofumi. Oncologia para a graduação. São Paulo, Lemar, 2013. p.76-88. (Oncologia para a graduação).
Idioma: pt.
Descritores: Imunidade
Inflamação
Neoplasias
-Tolerância Imunológica
Monitorização Imunológica
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  5 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-668824
Autor: Bernardi, Daniela M.; Ribeiro, Antonio F.; Mazzola, Tais N.; Vilela, Maria M.S.; Sgarbieri, Valdemiro C..
Título: O impacto da fibrose cística no perfil imunológico de pacientes pediátricos / The impact of cystic fibrosis on the immunologic profile of pediatric patients
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);89(1):40-47, jan.-fev. 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Comparar o estado imunológico de 44 pacientes pediátricos com fibrose cística (FC)a umgrupo-controle formado por 16 indivíduos saudáveis. MÉTODOS: Foram selecionados para o estudo pacientes com FC com idade entre 3 e 12 anos, apresentando um escore clínico moderado e bom. Foram avaliados a glutationa eritrocitária, a produção de espécies reativas de oxigênio, citocinas (TNF-α, IFN-γ, IL-8, IL-6, IL-10) em culturas de células mononucleares do sangue periférico em condições espontâneas e estimuladas por BCG ou PHA, a concentração sérica de TGF-β2, IgA, IgG, IgM, IgE e IgA salivar. RESULTADOS :A produção espontânea de TNF-α, IL-6 e IL-10, a produção de IL-6 estimulada por PHA e TGF-β2, IgA e IgG séricas aumentaram em amostras de pacientes com FC. Indivíduos saudáveis tiveram uma produção mais elevada de TNF-α em resposta a BCG. CONCLUSÃO: Apesar de os pacientes com FC parecerem clinicamente estáveis, os resultados de seus exames de sangue periférico mostraram que houve um impacto sobre o sistema imunológico.

OBJECTIVE: To compare the immunologic state of 44 pediatric patients with cystic fibrosis (CF) with a control group consisting of 16 healthy individuals. METHODS: CF patients aged 3 to 12 years with moderate to good clinical score were selected for the study. Erythrocytic glutathione, production of reactive oxygen species, cytokines (TNF-α, IFN-γ, IL-8, IL-6, IL-10) in peripheral blood mononuclear cells cultures under spontaneous and BCG- or PHA-stimulated conditions, serum concentrations of TGF-β2, IgA, IgG, IgM, IgE, and salivary IgA were evaluated. RESULTS: The spontaneous production of TNF-α, IL-6, and IL-10, the PHA-stimulated production of IL-6, and the serum TGF-β2, IgA, and IgG were increased in samples from CF patients. Healthy subjects had a higher production of TNF-α in response to BCG. CONCLUSION: Although CF patients appearedclinically stable, the results of their peripheral blood examinations demonstrated an impact on the immune system.
Descritores: Fibrose Cística/imunologia
Citocinas/biossíntese
Glutationa/biossíntese
Imunoglobulinas/sangue
-Estudos de Casos e Controles
Técnicas de Cultura de Células
Estudos Transversais
Fibrose Cística/sangue
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Mediadores da Inflamação/sangue
Leucócitos Mononucleares/química
Monitorização Imunológica
Espécies Reativas de Oxigênio/sangue
Saliva/imunologia
/sangue
TRANSFORMING GROWTH FACTOR BETATEMEFOS/sangue
Limites: Criança
Pré-Escolar
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-654047
Autor: Torrenzini, Thaissa; Athanazio, Daniel Abensur.
Título: Imunovigilância e imunoedição de neoplasias: implicações clínicas e potencial terapêutico: [revisão] / Cancer immunosurveillance and immunoediting: clinical implications and therapeutic potential: [review]
Fonte: Rev. bras. cancerol;54(1):63-77, jan.-mar. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neoplasias representam uma das três principais causas de morte no mundo. A compreensão dos mecanismos de transformação e progressão tumorais é fundamental para o desenvolvimento de novas estratégias de tratamento, especialmente no contexto de neoplasias em estágios avançados cujos tratamentos atuais são ineficientes. O conceito de imunovigilância foi originalmente proposto como a capacidade do sistema imune de reconhecer e inibir o processo neoplásico. Recentes avanços no campo da Imunologia básica acrescentam o conceito complementar da imunoedição, no qual a pressão seletiva do sistema imune molda o perfil antigênico dos tumores. Uma complexa rede de vias de sinalização de células, incluindo linfócitos NK, NKT, T e macrófagos, está envolvida neste processo.As hipóteses da imunovigilância e imunoedição são demonstradas em diversos modelos experimentais; no entanto,sua comprovação em humanos é complicada por uma série de limitações metodológicas. Assim, o presente trabalho revisa o histórico e as principais observações experimentais, assim como discute os achados em humanos mais relevantes sobre o tema.
Descritores: Inflamação
Monitorização Imunológica
Neoplasias/diagnóstico
Neoplasias/imunologia
Neoplasias/terapia
Regressão Neoplásica Espontânea/imunologia
Limites: Seres Humanos
Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  7 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-521995
Autor: González, Fernanda; Cañizal, Ana María; Fernández Giuliano, Silvina; Bouzas, María Belén.
Título: Evaluación comparativa de COBAS TaqMan HIV-1 y COBAS AMPLICOR HIV-1 para la cuantificación de carga viral plasmática de HIV-1 / Comparative evaluation of the COBAS TaqMan HIV-1 assay and the COBAS AMPLICOR HIV-1 for the quantitation of HIV-1 viral load
Fonte: Actual. SIDA;17(64):60-65, jun. 2009. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: La determinación de carga viral plasmática es utilizada para el seguimiento y monitoreo de pacientes infectados por el HIV-1. El objetivo del trabajo es evaluar la performance de PCR en tiempo real COBAS TaqMan 48 HIV-1 RNA en comparación con COBAS AMPLICOR HIV-1 MONITOR versión 1.5 para la cuantificación de RNA viral.

The quantification of HIV-1 viral load in plasma is a useful tool for the manafement of infected patients. Objective: to evaluate the performance of the COBAS TaquMan 48 HIV-1 real-time PCR in comparasion with the COBAS AMPLICOR HIV-1 MONITOR version 1.5 assay for quantification of viral load.
Descritores: HIV
Monitorização Imunológica
Plasma
Reação em Cadeia da Polimerase
RNA
Coleta de Amostras Sanguíneas/métodos
Técnicas de Amplificação de Ácido Nucleico/métodos
Estudos de Validação como Assunto
Carga Viral
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  8 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-427491
Autor: Santos, Branca Maria de Oliveira.
Título: Monitoramento da colonização pelo Staphylococcus aureus em alunos de um curso de auxiliar de enfermagem durante a formação profissional / Monitoring the colonization by Staphylococcus aureus in students from a nursing auxiliary program during the professional formation
Fonte: Rev. latinoam. enferm;8(1):67-73, jan. 2000. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Tendo em vista o nosso objetivo de conhecer o quadro de colonização pelo Staphylococcus aureus em alunos de um curso de Auxiliar de Enfermagem, durante a formação profissional, realizamos a coleta de material da cavidade nasal (N) e mãos direita (Md) e esquerda (Me) de 42 alunos, em diferentes momentos da formação, relacionando as taxas com as atividades desenvolvidas durante a programação do curso. Os resultados evidenciaram uma oscilação nas taxas de colonização nos diferentes momentos e a possibilidade de transmissão recíproca do agente entre os alunos e os receptores dos cuidados prestados, considerando o tipo de contato mantido entre eles.
Descritores: Monitorização Imunológica
Auxiliares de Enfermagem
Staphylococcus aureus
Estudantes de Enfermagem
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  9 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-319862
Autor: Pereira, Raul Scott; Helbert, Matthew Reginald.
Título: Laboratory indicators for monitoring HIV disease
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;91(3):359-362, May-Jun. 1996.
Idioma: en.
Resumo: Immunological monitoring of disease progression following HIV infection and seroconversion illness, latency and AIDS, not only helps in the basic investigation of the natural history of the viral infection in man, but also can assist in prognosis and treatment of AIDS-defining illnesses. However, outside clinical trials, these tests should be selected and used in clinical practice only if they are validated as relevant and effective. The absolute CD4+ T-helper lymphocyte count, measured by flow cytometry, has emerged as the best available investigation, but needs care in sampling due to diurnal and circadian rhythms, effects of age, pregnancy, therapy, intercurrent infections and technique. Sampling should provide a baseline and trends-monthly intervals initially, then quarterly in uncomplicated cases. Thresholds may be given for counts (e.g. 200/microliter) below which prophylaxis against pneumocystis pneumonia should be administered, and repeating persistently low counts (e.g. below 50/microliter) is seldom helpful in practice. Serum levels of beta-2 microglobulin, neopterin and immunoglobulins rarely add information. Physicians and laboratories should have testing guidelines based on clinical audit of best practice, based in turn on scientific understanding of the immunological processes involved.
Descritores: Monitorização Imunológica
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/imunologia
-Microglobulina-2 beta
CONTAGEM DE LINFOCITO CDABBREVIATIONS AS TOPIC
Citometria de Fluxo
Biomarcadores/sangue
Microscopia de Fluorescência
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/sangue
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 17 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-316229
Autor: Anon.
Título: Noticias / News
Fonte: Acta bioquím. clín. latinoam;36(2):287-291, jun. 2002.
Idioma: es.
Descritores: Neoplasias da Mama
Rejeição de Enxerto
Metástase Linfática/diagnóstico
Monitorização Imunológica/métodos
Neoplasias
Síndromes de Imunodeficiência/diagnóstico
-Neoplasias do Colo
Neoplasias Colorretais
Doença de Graves
Neoplasias Ovarianas
Neoplasias Retais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde