Base de dados : LILACS
Pesquisa : E01.370.225.812.735.060 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 364 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 37 ir para página                         

  1 / 364 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1124796
Autor: Guedes, Haline Costa dos Santos; Silva Júnior, José Nildo de Barros; Silva, Glaydes Nely Sousa da; Trigueiro, Débora Raquel Soares Guedes; Nogueira, Jordana de Almeida; Barrêto, Anne Jaquelyne Roque.
Título: Integralidade na Atenção Primária: análise do discurso acerca da organização da oferta do teste rápido anti-HIV / Integralidad en Atención Primaria: análisis del discurso sobre la organización de la oferta de la prueba rápida del VIH / The integrality in Primary Healthcare: discourse analysis about the organization of the provision of the rapid anti-HIV test
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(1):e20190386, 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Analisar o discurso dos gerentes saúde relacionado à organização da oferta do teste rápido anti-HIV, na perspectiva do atributo integralidade. Método Pesquisa exploratória de natureza qualitativa realizada em um distrito sanitário do município de João Pessoa/PB. A coleta de dados foi realizada em setembro de 2017, utilizando-se um roteiro de entrevista semiestruturado, o qual foi aplicado a treze gerentes de saúde de serviços de Atenção Primária à Saúde. O material empírico foi analisado à luz do dispositivo teórico-metodológico de Análise de Discurso, identificando-se o bloco discursivo: Organização dos serviços para a realização do teste rápido anti-HIV. Resultados Os discursos apontam a filiação ideológica que compreende a fragmentação da assistência, normatização da demanda com enfoque em agendamentos, estigmatização e desresponsabilização do cuidado, dificultando a realização da integralidade na perspectiva da descentralização da oferta do teste rápido anti-HIV. Conclusão e implicações para a prática O discurso dos gerentes de saúde aponta fragilidades na qualidade do serviço e organização da oferta do teste rápido anti-HIV. Executar as políticas para reverter a situação atual e a educação permanente dos profissionais podem potencializar a integralidade do serviço.

RESUMEN Objetivo Analizar el discurso de los gerentes de la salud relacionados con la organización de la oferta de pruebas rápidas anti-VIH, desde la perspectiva del atributo de integralidad. Método Investigación exploratoria de naturaleza cualitativa, realizada en un distrito sanitario del municipio de João Pessoa/PB. La recogida de datos se llevó a cabo en septiembre de 2017, utilizando un plan de entrevista semiestructurada, que se aplicó a trece gerentes de la salud de servicios de Atención Primaria de la Salud. El material empírico se analizó a la luz del dispositivo metodológico teórico del Análisis del Discurso, identificando el bloqueo discursivo: Organización de servicios para realizar la prueba rápida anti-VIH. Resultados Los discursos señalan la afiliación ideológica que incluye la fragmentación de la asistencia, la normatización de la demanda con enfoque en los horarios, la estigmatización y la irresponsabilidad de la atención, lo que dificulta alcanzar la integralidad desde la perspectiva de la descentralización la oferta de prueba rápida anti-VIH. Conclusión e implicaciones para la práctica El discurso de los gerentes de la salud señala las deficiencias en la calidad del servicio y la organización de la oferta de pruebas rápidas anti -VIH. La implementación de políticas para revertir la situación actual y la educación permanente de los profesionales puede potenciar la integralidad del servicio.

ABSTRACT Objective Analyze health managers discourse related to the organization of the rapid anti-HIV test provision, from the perspective of the integrality attribute. Method Exploratory research of qualitative nature, undertaken in a health district of the municipality of João Pessoa, Paraíba. Data collection was carried out in September 2017, using a semi-structured interview script for a semi-structured interview, which was applied to thirteen health care service managers from Primary Health Care services. The empirical material was analyzed in the light of the theoretical-methodological Discourse Analysis device, identifying the discursive block: Organization of services for conducting the rapid anti-HIV test. Results The speeches point out to the ideological affiliation that comprises the fragmentation of the assistance, standardization of the demand with focus on schedules, stigmatization and unaccountability of the care, making it difficult to achieve comprehensiveness in the perspective of the decentralization of the offer of rapid anti-HIV test. Conclusion and implications for practice The discourse of health managers points out weaknesses in the quality of service and organization of the rapid anti- HIV test provision. Implementing policies to reverse the current situation and continuing education for professionals can enhance the integrality of the service.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Sorodiagnóstico da AIDS
Integralidade em Saúde
-Estereotipagem
Infecções por HIV/diagnóstico
Pesquisa Qualitativa
Diagnóstico Precoce
Gestor de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  2 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1152209
Autor: Ketrine Lustosa de Souza, Brisa; Fonseca Alves, Ana Virgínia; Eduardo Calheiros, Lucas; Alexandra Alves, Waneska; Silvestre Verner, Francielle; Nascimento de Aquino, Sibele.
Título: Pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana: percepção sobre atendimento odontológico / People living with the human immunodeficiency virus: perception of dental care / Personas que viven con el virus de la inmunodeficiencia humana: percepción de la atención odontológica
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;34(1):1-9, 17/02/2021.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a percepção da pessoa vivendo com o vírus da imunodeficiência humana sobre a ocorrência de atitudes discriminatórias em atendimento odontológico. Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo, realizado com pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana e em tratamento em um centro de referência, na cidade de Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil, no período de janeiro a julho de 2019. Foram incluídos 25 participantes no estudo, tendo sido realizadas entrevistas semiestruturadas. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo temática e, a partir daí, as categorias que emergiram incluíram o receio da informação do diagnóstico ao profissional de saúde e a recusa de atendimento por profissionais da saúde. Resultados: Entre os entrevistados, houve percepção de confiança para informação de sua condição sorológica ao profissional, embora também tenha ocorrido omissão dela. Foi percebida certa insegurança relacionada ao cirurgião-dentista na realização do tratamento odontológico, incluindo atitudes discriminatórias no consultório e até recusa de atendimento. Conclusão: Entre as pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana investigadas no presente estudo, houve percepção de condutas discriminatórias e dificuldades para conseguirem atendimento odontológico, além do receio de informar seu diagnóstico ao cirurgião-dentista, omitindo-o.

Objective: To assess the perception people living with the human immunodeficiency virus have in relation to the occurrence of discriminatory attitudes during dental care. Methods: This is a qualitative study conducted with people living with the human immunodeficiency virus undergoing treatment in a reference center in the city of Governador Valadares, Minas Gerais, Brazil, from January to July 2019. The study included 25 participants, and semi-structured interviews were carried out. The collected data were subjected to Thematic Content Analysis and the categories that emerged included fear of disclosing the diagnosis to the health care professional and health care professionals' refusal to provide care. Results: Among the interviewees, there was a perception of trust in disclosing serological status to the professional, but there were also some who hid it. Certain insecurity was noted in dentists while delivering dental treatment, and there were some discriminatory attitudes in the office and even refusal to deliver care. Conclusion: There was a perception of discriminatory behavior and difficulties in obtaining dental care among the people living with the human immunodeficiency virus analyzed in the present study. In addition, there was fear of disclosing the diagnosis to the dentist, and some hid it.

Objetivo: Evaluar la percepción de la persona que vive con el virus de la inmunodeficiencia humana sobre la ocurrencia de actitudes de discriminación durante la atención odontológica. Métodos: Se trata de un estudio cualitativo realizado con personas que viven con el virus de la inmunodeficiencia humana y en tratamiento en un centro de referencia de la ciudad de Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil, en el periodo entre enero y julio de 2019. Se ha incluido 25 participantes en el estudio utilizándose de entrevistas semiestructuradas. Se ha realizado el análisis de contenido temático de los datos recogidos de los cuales emergieron las categorías que han incluido el miedo de la información del diagnóstico para el profesional sanitario y el rechazo de la atención de parte de los profesionales sanitarios. Resultados: Entre los entrevistados, hubo la percepción de confianza para dar la información de su condición serológica al profesional aunque también haya ocurrido la omisión de información. Se ha percibido cierta inseguridad relacionada al cirujano-odontólogo para la realización del tratamiento lo que incluye las actitudes de discriminación en el consultorio hasta el rechazo de la atención. Conclusión: Entre las personas que viven con el virus de la inmunodeficiencia humana investigadas en el estudio, hubo la percepción de conductas de discriminación y dificultades para conseguir la atención odontológica además del miedo para informar su diagnóstico al cirujano-odontólogo, omitiéndolo.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS
Odontologia
Discriminação Social
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1249807
Autor: Lima, Morgana Cristina Lêoncio de; Pinho, Clarissa Mourão; Silva, Mônica Alice Santos da; Dourado, Cynthia Angelica Ramos de Oliveira; Brandão, Brígida Maria Gonçalves de Melo; Andrade, Maria Sandra.
Título: Percepção dos enfermeiros acerca do processo de descentralização do atendimento ao HIV/Aids: testagem rápida / Percepción de los enfermeros sobre el proceso de descentralización de la atención al VIH/SIDA: prueba rápida / Perception of nurses about the decentralization process of HIV/Aids care: rapid test
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(4):e20200428, 2021. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo descrever a percepção do enfermeiro acerca do processo de descentralização do atendimento ao HIV/Aids voltado à realização da testagem rápida. Método trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa, no qual participaram 32 enfermeiros da atenção básica. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, utilizou-se roteiro semiestruturado, os quais foram processados pelo software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ) com a técnica de análise da nuvem de palavras. Resultados destaca-se nas falas maior frequência das palavras "unidade de saúde" e "teste rápido". Dentre os obstáculos na concretização da descentralização, merecem realce a oferta ampliada e o acesso ao diagnóstico precoce. Conclusão e implicações para a prática o estudo reforça a importância da atuação do enfermeiro como sujeito ativo no cuidado às pessoas vivendo com HIV e na execução de ações individuais e coletivas para fortalecer o processo de descentralização entre os níveis de atenção à saúde.

Resumen Objetivo describir la percepción del enfermero sobre el proceso de descentralización de la atención al VIH / SIDA orientado a la realización de pruebas rápidas. Método se trata de un estudio descriptivo con abordaje cualitativo, en el que participaron 32 enfermeros de atención básica. Los datos se obtuvieron a través de entrevista, se utilizó un guión semiestructurado, los cuales fueron procesados por el software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ) utilizando la técnica de análisis de la nube de palabras. Resultados en los enunciados destacan las palabras "unidad de salud" y "prueba rápida". Entre los obstáculos para lograr la descentralización, cabe mencionar la ampliación de la oferta y el acceso al diagnóstico precoz. Conclusión e implicaciones para la práctica el estudio refuerza la importancia del rol del enfermero como sujeto activo en el cuidado de las personas que viven con el VIH y en la realización de acciones individuales y colectivas para fortalecer el proceso de descentralización entre los niveles de atención en salud.

Abstract Objective to describe the nurses' perception of the decentralization process of HIV/Aids care focused on rapid testing. Method this is a descriptive study with a qualitative approach, in which 32 primary care nurses participated. The data were obtained through interviews using a semi-structured script, which were processed by the software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ) with the word cloud analysis technique. Results the words "health unit" and "rapid test" stand out in the speeches. Among the obstacles to the implementation of decentralization, the expanded supply and access to early diagnosis are worth mentioning. Conclusion and implications for the practice the study reinforces the importance of nurses as active subjects in the care of people living with HIV and in the execution of individual and collective actions to strengthen the decentralization process among the levels of health care.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Sorodiagnóstico da AIDS
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
HIV
Modelos de Assistência à Saúde
Enfermeiras e Enfermeiros
-Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  4 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1247650
Autor: Santos, Mariana O; Costa, Filipe Aníbal C; Matins, Liline Maria S; Almeida, Silvia Maria de; Saad, Maria Helena Féres.
Título: Piauí Central Laboratory of Public Health: frequency of mycobacterial species and epidemiological aspects, 2014-2015 / Laboratorio Central de Salud Pública de Piauí: frecuencia de especies micobacterianas y aspectos epidemiológicos, 2014-2015 / Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí: frequência de espécies de micobactérias e aspectos epidemiológicos, 2014-2015
Fonte: Rev. epidemiol. controle infecç;10(3):1-12, jul.-set. 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Background and Objectives: Knowledge about species diversity of non-tuberculous mycobacteria (NTM) and the frequency of tuberculosis (TB) is an important issue in rural-urban regions such as Piauí (northeast of Brazil), of low incidence rate of TB , can help to improve diagnosis and prevention strategies. The aim of this study is to examine some epidemiological aspects and the frequency of Mycobacterium tuberculosis (Mtb) and NTM isolated at the central public health reference laboratory, Dr. Costa Alvarenga, Piauí (LACEN-PI). Methods: Data records of all mycobacterosis and tuberculosis cases from January 2014 to March 2015 were analyzed. Results : Of the 20% (142/706) positive growths, 70% (99) were Mtb and 10% NTM. The remainde was of inadequate clinical samples, not allowing the identification of even the suspected NTM. The most frequent clinical form was pulmonary with TB patients younger than those infected with NTM (p = 0.001), the majority living in Teresina (52%). NTMs identified were M. abscessus (36%), M. avium, M. intracellulare, Mycobacterium sp. (14% each) and M. asiaticum, M. szulgai, M. kansasii 7% (each). Mtb drug resistance (7.8%) and TB co-infection with the human immunodeficiency virus (HIV-TB) found to be high (49%, 19/39). Conclusion: The frequencies of Mtb infection, drug resistance and HIV-TB co-infection are still underestimated and failures in the identification of NTM may decrease the actual frequency of these infections. Therefore, there is a need for improvements in TB control and in the diagnosis of NTMs in Piauí.(AU)

Justificativa e Objetivos: O conhecimento da diversidade de espécies de micobactérias não tuberculosas (MNT ) e a frequência da tuberculose (TB) é uma questão importante em regiões rurais-urbanas como o Piauí (nordeste do Brasil), com baixa incidência de TB, pode ajudar a melhorar o diagnóstico e estratégias de prevenção. O objetivo deste estudo é examinar alguns aspectos epidemiológicos e a frequência de Mycobacterium tuberculosis (Mtb) e MNT isolados, no Laboratório Central de Referência em Saúde Pública, Dr. Costa Alvarenga, Piauí (LACEN-PI). Métodos: Dados de todo s os casos de micobacterioses e tuberculose de janeiro de 2014 a março de 2015 foram analisados. Resultados: Dos 20% (142/706), de amostras com crescimento positivo 70% (99) foram Mtb e 10% MNT . O restante era de amostras clínicas inadequadas, não permitindo a identificação inclusive de MNT suspeitos. A forma clínica mais frequente foi pulmonar com pacientes TB mais jovens do que os infectados com MNT (p = 0,001), a maioria morando em Teresina (52%). As MNT s identificadas foram M. abscessus (36%), M. avium , M. intracellulare , M. sp. (14%, cada) e M. asiaticum, M. szulgai , M. kansasii 7% (cada). A droga resistência de Mtb (7,8%) e a co-infecção TB e vírus da imunodeficiência humana (HIV-TB) mostraram-se altas (49%, 19/39).Conclusão: As frequências de infecção por Mtb, de resistência a medicamentos e co-infecção HIV-TB ainda são subestimadas e as falhas na identificação de MNT podem diminuir a real frequência destas infecções . Portanto, há necessidade de melhorias no controle da TB e no diagnóstico de MNT s no Piauí.(AU)

Justificacion y objetivos: Conocer la diversidad de especies de micobacterias no tuberculosas (MNT) y la frecuencia de tuberculosis (TB) es tema importante en regiones rurales-urbanas como Piauí (noreste de Brasil) con baja tasa de incidencia de TB, y puede ayudar a mejorar el diagnóstico y las estrategias de prevenció. El objetivo de este estudio es examinar algunos aspectos epidemiológicos y la frecuencia de Mycobacterium tuberculosis (Mtb) y MNT aislado, en el laboratorio central de referencia de salud pública, Dr. Costa Alvarenga, Piauí (LACEN-PI). Métodos: Se analizaron los datos de todos los casos de micobacteriosis de enero de 2014 a marzo de 2015. Resultados: Del 20% (142/706), de las muestras con crecimiento positivo el 70% (99) fueron Mtb y el 10% MNT. El resto fue de muestras clínicas inadecuadas, no permitiendo la identificación de MNT incluso sospechosas. La forma clínica más frecuente fue la pulmonar y los pacientes con TB eran más jóvenes que los infectados con MNT (p = 0.001), la mayoría viviendo en Teresina (52%).Los MNT identificados fueron M.abscessus (36%), M.avium, M.intracellulare, Mycobacterium sp. (14% cada) y M.asiaticum, M.szulgai, M.kansasii 7% (cada ). La resistencia a los medicamentos de Mtb (7,8%) y la coinfección de TB y el virus de la inmunodeficiencia humana (VIH-TB) fueron altas (49%, 19/39 )Conclusión: Las frecuencias aún subestimadas de resistencia a los medicamentos, coinfección por VIH-TB y fallas de identificaciónidentificación de MNT pueden disminuir la frecuencia real de estas infecciones. Consecuentemente, es necesario mejorar el control y diagnóstico de TB y MNT en Piauí.(AU)
Descritores: Epidemiologia
Mycobacterium
Micobactérias não Tuberculosas
Mycobacterium tuberculosis
-Resistência a Medicamentos
Sorodiagnóstico da AIDS
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central


  5 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-690120
Autor: Soares, Priscilla da Silva; Brandão, Elaine Reis.
Título: Não retorno de usuários a um Centro de Testagem e Aconselhamento do Estado do Rio de Janeiro: fatores estruturais e subjetivos / The non-return of individuals to know their HIV status at a Voluntary Counseling and Testing Service in the state of Rio de Janeiro
Fonte: Physis (Rio J.);23(3):703-721, jul.-set. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Investigou-se o não retorno de usuários para conhecimento da sorologia para HIV em um Centro de Testagem e Aconselhamento do Estado do Rio de Janeiro em 2009. Trata-se de estudo socioantropológico que integra a Pesquisa CTA-RJ, a qual analisou motivações e repercussões da testagem para prevenção de DST/Aids. Utilizaram-se quatro fontes de dados: a etnografia das sessões de aconselhamento pré-teste; 384 questionários aplicados aleatoriamente em usuários que procuraram o serviço para fazer o teste em 2009; o banco de dados SI-CTA no período entre 2008-2009; e 14 entrevistas semiestruturadas com jovens usuários (18 a 28 anos) de diferentes perfis (escolaridade, sexo, orientação sexual, sorologia, raça/cor). Entre 2008-2009, 62% dos usuários, excluindo-se as gestantes, não resgataram resultados de seus testes nesse CTA. As circunstâncias que determinam o não retorno referem-se à dinâmica de funcionamento do serviço (acolhimento precário ao usuário e não garantia de direitos como anonimato e confidencialidade, por exemplo), às dificuldades operacionais (como atraso na entrega de resultados) e também perpassam a trajetória pessoal do usuário (medo, ansiedade, representações negativas da testagem, discriminação). As propostas no âmbito do Ministério da Saúde para reduzir as taxas de "falha no retorno" apontam testes rápidos e aconselhamento pré-teste facultativo. A observação etnográfica do CTA indica que a qualidade da interação entre profissional de saúde e usuário influencia sobremaneira a adesão ao serviço.

This paper investigated the non-return of users to know their HIV test results in a HIV Testing and Counseling Center of the state of Rio de Janeiro in 2009. A socio-anthropological study integrated to RJ-CTA Research, which analyzed the motivations and implications of testing for STD / AIDS, using four data sources: ethnography of counseling sessions, questionnaires applied to 384 users who reached for the test in 2009, database SI-CTA from 2008 to 2009; 14 interviews with young users (18-28 years old). Between 2008 and 2009, the rate of users who did not receive their test results in CTA was 62%, except for pregnant women. Issues were relate to the dynamics of the service, such as reception, coverage of rights such as anonymity and confidentiality, operational difficulties such as delay in test results, but also cut across the life trajectory of the user: fear, anxiety, negative representations of testing and discrimination. Proposals of the Health Ministry to reduce the non-return mark rapid tests and pre-test counseling as optional. Against what have been pointed out, institutional responses, solely, do not ensure the return of most users to get HIV test results.
Descritores: Pacientes/estatística & dados numéricos
Atitude Frente a Saúde
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Aconselhamento
-Percepção
Brasil
Testes Sorológicos
Sorodiagnóstico da AIDS
Atitude do Pessoal de Saúde
Centros de Saúde
Saúde Pública
HIV
Cooperação do Paciente
Antropologia Cultural
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890509
Autor: Oliveira, Maria Inês Couto de; Silva, Katia Silveira da; Gomes, Daniela Marcondes.
Título: Fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV na assistência ao parto / Factors associated with submission to HIV rapid test in childbirth care
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(2):575-584, Fev. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os testes rápidos anti-HIV vêm sendo empregados nas maternidades com vistas à prevenção da transmissão vertical. O objetivo do estudo foi analisar os fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV (desfecho). Estudo transversal, conduzido em 2009, em 15 hospitais do SUS do Rio de Janeiro/RJ, mediante entrevista a amostra representativa de 835 parturientes internadas e consulta a prontuários. Razões de prevalência ajustadas foram obtidas por regressão de Poisson, segundo modelo hierarquizado, permanecendo no modelo final as variáveis associadas ao desfecho (p ≤ 0,05). Segundo os prontuários (SP), 79,6% das mães foram submetidas ao teste rápido anti-HIV e, segundo as entrevistas (SE), 55,7%. No nível distal, a ausência de companheiro (SP), ter ≥ 6 moradores na residência (SP) e a cor da pele não branca (SE) se associaram a uma maior prevalência do desfecho. No nível intermediário, não dispor de sorologia negativa para o HIV do pré-natal (SP e SE) se associou a uma maior prevalência do desfecho, bem como a realização de pré-natal na rede básica (SP) e a não realização de pré-natal (SE). No nível proximal, o parto em hospital não certificado como amigo da criança se associou a uma maior prevalência do desfecho (SP e SE).

Abstract Rapid HIV tests are used in maternity hospitals to prevent mother-to-child transmission. This study aimed to analyze factors associated with submission to the rapid HIV test (outcome). This is a cross-sectional study conducted in 2009 in 15 hospitals from the Rio de Janeiro's Unified Health System (SUS) by interviewing a representative sample of 835 pregnant women hospitalized for birth and by verifying medical records. Adjusted prevalence ratios were obtained by Poisson regression according to a hierarchical model, and variables associated with the outcome (p ≤ 0.05) remained in the final model. According to medical records (MR), 79.6% of mothers were submitted to rapid HIV test and, according to interviews (INT), 55.7%. At the distal level, the lack of a partner (MR), having ≥ 6 residents at home (MR) and non-white skin color (INT) were associated with a higher prevalence of the outcome. At the intermediate level, not having a negative HIV serology from prenatal care (MR and INT) was associated with a higher prevalence of the outcome, as well as PHC prenatal care (MR) and lack of prenatal care (INT). At the proximal level, delivery in a hospital not certified as Baby-Friendly was associated with a higher prevalence of outcome (MR and INT).
Descritores: Complicações Infecciosas na Gravidez/diagnóstico
Cuidado Pré-Natal/métodos
Infecções por HIV/diagnóstico
Transmissão Vertical de Doenças Infecciosas/prevenção & controle
-Complicações Infecciosas na Gravidez/epidemiologia
Complicações Infecciosas na Gravidez/virologia
Brasil/epidemiologia
Sorodiagnóstico da AIDS/métodos
Infecções por HIV/transmissão
Infecções por HIV/epidemiologia
Distribuição de Poisson
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Maternidades
Pessoa de Meia-Idade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1090247
Autor: Castro, Sybelle de Souza; Scatena, Lúcia Marina; Miranzi, Alfredo; Miranzi Neto, Almir; Nunes, Altacílio Aparecido.
Título: Tendência temporal dos casos de HIV/aids no estado de Minas Gerais, 2007 a 2016 / Tendencia temporal de los casos de VIH/sida en el estado de Minas Gerais, Brasil, 2007-2016 / Temporal trend of HIV/AIDS cases in the state of Minas Gerais, Brazil, 2007-2016
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;29(1):e2018387, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar a tendência temporal dos coeficientes de incidência, detecção e mortalidade pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) e síndrome da imunodeficiência adquirida (aids) no estado de Minas Gerais, de 2007 a 2016. Métodos: estudo de séries temporais, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), por regressão de Prais-Winsten. Resultados: no período estudado, foram notificados 35.349 casos,entre os quais predominou a transmissão por via sexual (81,7%); destes, 50,3% foram entre heterossexuais e 22,8% entre homossexuais. Houve aumento da taxa de incidência de aids (variação anual 1,6%; IC95%0,0;3,3) e de detecção de HIV+ (variação anual 60,3%; IC95%22,9;109,0). A taxa de mortalidade foi estacionária. O percentual de notificações pelo critério HIV+ aumentou de 3,8% em 2007 para 65,1% em 2016. Conclusão: a tendência de crescimento da detecção de HIV coincide com a estratégia para identificação dos casos; a incidência de aids foi crescente.

Objetivo: analizar la tendencia temporal de los coeficientes de incidencia, detección y mortalidad por el Virus de la Inmunodeficiencia Humana (VIH) y Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida (Sida) en el estado de Minas Gerais, entre 2007-2016. Métodos: estudio de las series temporales de casos notificados del Sistema de Información de Agravamientos de Notificación (Sinan) por la regresión de Prais-Winsten. Se utilizó estadística descriptiva y análisis de series temporales. Resultados: había 35.349 casos y predominio de contaminación por vía sexual (81,7%), en heterosexuales (50,3%) y homosexuales (22,8%). Aumentó la tendencia de la incidencia de sida y detección de VIH +, con variación anual del 1,6% y del 60,3% (p <0,05), respectivamente. La mortalidad fue estacionaria. Aumentaron las notificaciones por el criterio de VIH +. Conclusión: el aumento de la tendencia de detección de VIH +, indica que la estrategia para identificación de portadores se ha mostrado apropiada, pero la incidencia de sida continua creciente.

Objective: to analyze the temporal trend of Human Immunodeficiency Virus (HIV) and Acquired Immune Deficiency Syndrome (AIDS) incidence, detection and mortality coefficients in the state of Minas Gerais between 2007 and 2016. Methods: this was a time series study of data held on the Notifiable Health Conditions Information System (Sinan) using Prais-Winsten regression. Results: in the period studied, 35,349 cases were notified, with predominance of sexually transmitted cases (81.7%), 50.3% of which were heterosexual cases and 22.8% were homosexual cases. AIDS incidence increased (annual change 1.6%; 95%CI 0.0;3.3) as did HIV detection (annual change 60.3%; 95%CI 22.9;109.0). The mortality rate was stationary; HIV+ notifications increased from 3.8% in 2007 to 65.1% in 2016. Conclusion: the growing trend of HIV+ detection coincided with the government strategy to identify cases. AIDS incidence increased.
Descritores: Infecções por HIV/mortalidade
Infecções por HIV/epidemiologia
Soroprevalência de HIV/tendências
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/mortalidade
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Sorodiagnóstico da AIDS/tendências
Estudos de Séries Temporais
Incidência
Notificação de Doenças/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  8 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1090268
Autor: Lima, Paula Barreto Silva Xenofonte Costa; Araújo, Maria Alix Leite; Melo, Anna Karynne; Leite, João Marcos de Araújo.
Título: Percepção dos profissionais de saúde e dos usuários sobre o aconselhamento no teste rápido para HIV / Percepción de los profesionales de salud y usuarios acerca del conseñado en el contexto de la prueba rápida para VIH / Perception of health professionals and users about counseling in the context of rapid HIV testing
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(2):e20190171, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Analisar a percepção acerca do aconselhamento no contexto do teste rápido para o HIV. Método Pesquisa com abordagem qualitativa realizada no Centro de Testagem e Aconselhamento com profissionais de saúde e com usuários do Centro de Testagem e Aconselhamento. A análise seguiu os passos propostos na fenomenologia empírica de Giorgi articulando-a com a literatura. Resultados Identificaram-se cinco categorias: a experiência anterior à realização do Teste Rápido; Intencionalidade de sentimentos; Percepção do aconselhamento pelo usuário; Percepção do aconselhamento individual no pós-teste e; Percepção de profissionais sobre o aconselhamento. O aconselhamento coletivo é percebido pelos usuários como palestra sobre HIV/Aids com ênfase em consequências negativas; e o aconselhamento individual, como mais confortável e como possibilidade para exposição de dúvidas. Discussão Considera-se que, mesmo sabendo da importância do aconselhamento, este é realizado de forma empírica, reduzindo o ato ao repasse de informações com teor educativo, visando apenas à aprendizagem cognitiva como meio de disseminar o conhecimento, tentando, assim, reduzir a cadeia de transmissão da HIV/Aids.

RESUMEN Objetivo Analizar la percepción acerca del asesoramiento en el contexto de la prueba rápida para el VIH. Método Investigación con enfoque cualitativo realizada en el Centro de Pruebas y Asesoramiento con profesionales de salud y de los usuarios del Centro de Pruebas y Asesoramiento. El análisis siguió los pasos propuestos en la fenomenología empírica de Giorgi, articulando con la literatura. Resultados Se identificaron cinco categorías: la experiencia anterior a la realización de la prueba rápida; Intencionalidad de sentimientos; Percepción del asesoramiento por el usuario; Percepción del asesoramiento individual en el post-test y; Percepción de profesionales sobre el asesoramiento. El asesoramiento colectivo es percibido por los usuarios como conferencia sobre HIV / SIDA con énfasis en consecuencias negativas y el asesoramiento individual como más cómodo y posibilidad para la exposición de dudas. Discusión: Se considera que, aunque se sabe de la importancia del asesoramiento, éste se realiza de forma empírica, reduciendo el acto al traspaso de informaciones con contenido educativo, visando que el sólo el aprendizaje cognoscitivo y como medio de diseminar el conocimiento, intentando así reducir la cadena de transmisión de la HIV / SIDA.

ABSTRACT Objective To recognize the perception of counseling by professionals and users of the Testing and Counseling Center to perform the Rapid Test for the diagnosis of HIV. Method Qualitative research conducted at the Testing and Counseling Center. We interviewed users and professionals who performed the rapid test. The analysis followed the steps proposed in the empirical phenomenology of Giorgi, articulating with the literature. Results Five categories were identified: Prepredicative experience when performing The rapid test; Intent of feelings; Perception of user advice; Perception of individual counseling in the post-test and; Perception of professionals about counseling. Collective counseling is perceived by the users as a talk about STI / Aids with an emphasis on negative consequences and individual counseling as more comfortable and possibility for exposing doubts. Discussion It is considered that even knowing the importance of counseling, this is done in an empirical way, reducing the act to the transfer of information with educational content, aiming at only cognitive learning and as a means of disseminating knowledge, thus trying to reduce the HIV/ Aids transmission chain.
Descritores: Percepção
Sorodiagnóstico da AIDS
Pessoal de Saúde
Aconselhamento
-Doenças Sexualmente Transmissíveis
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
HIV
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  9 / 364 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-971929
Autor: Sousa, Renata Mota Rodrigues Bitu.
Título: Não sei assim direito como é, eu só sei que é AIDS: incentivos e barreiras ao teste de HIV/AIDS entre profissionais do sexo / I don't really know how it is, I just know it's AIDS: incentives and barriers to HIV / AIDS testing among sex workers.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2013. 156 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O diagnóstico precoce do HIV no Brasil ainda se configura como um desafio. Estima-se quecerca de 30% das pessoas que vivem com o vírus não conhecem sua sorologia; 43% dapopulação chega aos serviços de saúde com diagnóstico tardio, em condições clínicas já relacionadas à aids. Neste cenário, mulheres profissionais do sexo – PS - são consideradas mais vulneráveis com taxa de prevalência do HIV de 4,8%, enquanto que entre mulheres na população em geral, a prevalência é de 0,4%. Deste modo, objetivou-se compreender os incentivos e as barreiras que envolvem a realização do teste de diagnóstico do HIV entre mulheres profissionais do sexo na cidade de Fortaleza, Ceará, Brasil. Foi construída umaanálise de suas realidades que buscou contribuir para redução das vulnerabilidades associadas à infecção pelo HIV/Aids. Utilizou-se abordagem qualitativa por meio da metodologia “Rapid Assessment” (RA), a partir dos pressupostos antropológicos. Realizaram-se entrevistas junto a36 mulheres PS, observação do campo e análise de documentos. A decisão de realizar o teste de HIV é determinada pelo cruzamento de fatores individuais, sociais, programáticos, ligados às desigualdades sociais. A desconexão entre senso comum e conhecimento científico,atrelada à influência de crenças religiosas, se constituiu como barreira à realização do teste. O pré-natal se configurou como processo que possibilita a realização do teste, mas não incentiva a sua regularidade fora do período gestacional. A maioria das entrevistadas afirmou o uso contínuo do preservativo com seus clientes, no entanto, não utilizava com seus parceiros fixos. Em geral, as mulheres desejam realizar o teste, no entanto a principal barreira tem sido a dificuldade de acesso aos serviços. A integração das populações mais vulneráveis ao HIV nos serviços de saúde depende do modo de organização do sistema de saúde. Faz-se necessário considerar suas demandas e necessidades, de forma estratégica e coletiva com as próprias usuárias.

Early diagnosis of HIV in Brazil still represents a challenge. It is estimated that about 30% of people living with HIV do not know their HIV status. 43% of the population comes to health services with late diagnosis in clinical conditions as AIDS-related. In this scenario, female sex workers - SW, are considered the most vulnerable, with HIV prevalence rate of 4.8%, whileamong women in the general population, the prevalence is 0.4%. Thus, the aim of this workwas to understand what incentives and barriers that involve performing diagnostic testing of HIV among female sex workers in the city of Fortaleza, Ceará. It built an analysis of theirrealities which tried to contribute to the reduction of vulnerabilities associated with HIV/AIDS infection. We used a qualitative approach using the methodology "Rapid Assessment" (RA) from the anthropological presuppositions. We conducted interviews with36 SW women, field observation, and document analysis. The decision to perform an HIVtest is determined by the intersection of individual, social, programmatic factors, linked tosocial inequalities. The disconnection between common sense and scientific knowledge,linked to the influence of religious beliefs, constituted as a barrier to testing. The prenatal wasconfigured as a process that enables the test but does not encourage its regularity in nonpregnanttime. Most respondents spoke of continued use of condom with their clients,however, do not use it with their steady partners. Women often want to do the test, howeverthe main barrier is the difficulty of access to services. The integration of the populations mostvulnerable to HIV in health care depends on the mode of organization of the health system. Itis necessary to consider their demands and needs, strategically and collectively with theirusers.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Trabalho Sexual
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1


  10 / 364 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001498
Autor: Bay, Monica Baumgardt; Freitas, Marise Reis de; Lucas, Marcia Cavalcante Vinhas; Souza, Elizabeth Cristina Fagundes de; Roncalli, Angelo Giuseppe.
Título: HIV testing and HIV knowledge among men who have sex with men in Natal, Northeast Brazil
Fonte: Braz. j. infect. dis;23(1):2-7, Jan.-Feb. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Men who have sex with men (MSM) account for the highest prevalence of HIV in Brazil. HIV testing allows to implement preventive measures, reduces transmission, morbidity, and mortality. Methods: We conducted a cross-sectional study to evaluate HIV testing during lifetime, factors associated with the decision to test, knowledge about HIV transmission, and use of condoms between MSM from the city of Natal, northeast Brazil. Results: Out of 99 participants, 62.6% had been tested for HIV during lifetime, 46.2% in the last year. The most frequent reported reason to be tested for HIV infection was curiosity (35.5%). Correct knowledge about HIV was observed in only 9.2% of participants. In multivariate analysis, age (PR 0.95; 95%CI, 0.91-0.99; p = 0.041) and previous syphilis test (PR 4.21; 95%CI, 1.52-11.70; p = 0.006) were associated with HIV testing. Conclusions: The frequency of HIV testing among MSM from Natal is rather low, especially in younger MSM, and knowledge about HIV transmission is inappropriate.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS/estatística & dados numéricos
Infecções por HIV/epidemiologia
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Homossexualidade Masculina/estatística & dados numéricos
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Infecções por HIV/diagnóstico
Infecções por HIV/transmissão
Estudos Transversais
Análise Multivariada
Inquéritos e Questionários
Análise de Regressão
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 37 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde