Base de dados : LILACS
Pesquisa : E01.370.225.812.735.060 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 359 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 36 ir para página                         

  1 / 359 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890509
Autor: Oliveira, Maria Inês Couto de; Silva, Katia Silveira da; Gomes, Daniela Marcondes.
Título: Fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV na assistência ao parto / Factors associated with submission to HIV rapid test in childbirth care
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(2):575-584, Fev. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os testes rápidos anti-HIV vêm sendo empregados nas maternidades com vistas à prevenção da transmissão vertical. O objetivo do estudo foi analisar os fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV (desfecho). Estudo transversal, conduzido em 2009, em 15 hospitais do SUS do Rio de Janeiro/RJ, mediante entrevista a amostra representativa de 835 parturientes internadas e consulta a prontuários. Razões de prevalência ajustadas foram obtidas por regressão de Poisson, segundo modelo hierarquizado, permanecendo no modelo final as variáveis associadas ao desfecho (p ≤ 0,05). Segundo os prontuários (SP), 79,6% das mães foram submetidas ao teste rápido anti-HIV e, segundo as entrevistas (SE), 55,7%. No nível distal, a ausência de companheiro (SP), ter ≥ 6 moradores na residência (SP) e a cor da pele não branca (SE) se associaram a uma maior prevalência do desfecho. No nível intermediário, não dispor de sorologia negativa para o HIV do pré-natal (SP e SE) se associou a uma maior prevalência do desfecho, bem como a realização de pré-natal na rede básica (SP) e a não realização de pré-natal (SE). No nível proximal, o parto em hospital não certificado como amigo da criança se associou a uma maior prevalência do desfecho (SP e SE).

Abstract Rapid HIV tests are used in maternity hospitals to prevent mother-to-child transmission. This study aimed to analyze factors associated with submission to the rapid HIV test (outcome). This is a cross-sectional study conducted in 2009 in 15 hospitals from the Rio de Janeiro's Unified Health System (SUS) by interviewing a representative sample of 835 pregnant women hospitalized for birth and by verifying medical records. Adjusted prevalence ratios were obtained by Poisson regression according to a hierarchical model, and variables associated with the outcome (p ≤ 0.05) remained in the final model. According to medical records (MR), 79.6% of mothers were submitted to rapid HIV test and, according to interviews (INT), 55.7%. At the distal level, the lack of a partner (MR), having ≥ 6 residents at home (MR) and non-white skin color (INT) were associated with a higher prevalence of the outcome. At the intermediate level, not having a negative HIV serology from prenatal care (MR and INT) was associated with a higher prevalence of the outcome, as well as PHC prenatal care (MR) and lack of prenatal care (INT). At the proximal level, delivery in a hospital not certified as Baby-Friendly was associated with a higher prevalence of outcome (MR and INT).
Descritores: Complicações Infecciosas na Gravidez/diagnóstico
Cuidado Pré-Natal/métodos
Infecções por HIV/diagnóstico
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa/prevenção & controle
-Complicações Infecciosas na Gravidez/epidemiologia
Complicações Infecciosas na Gravidez/virologia
Brasil/epidemiologia
Sorodiagnóstico da AIDS/métodos
Infecções por HIV/transmissão
Infecções por HIV/epidemiologia
Distribuição de Poisson
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Maternidades
Pessoa de Meia-Idade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1090247
Autor: Castro, Sybelle de Souza; Scatena, Lúcia Marina; Miranzi, Alfredo; Miranzi Neto, Almir; Nunes, Altacílio Aparecido.
Título: Tendência temporal dos casos de HIV/aids no estado de Minas Gerais, 2007 a 2016 / Tendencia temporal de los casos de VIH/sida en el estado de Minas Gerais, Brasil, 2007-2016 / Temporal trend of HIV/AIDS cases in the state of Minas Gerais, Brazil, 2007-2016
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;29(1):e2018387, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar a tendência temporal dos coeficientes de incidência, detecção e mortalidade pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) e síndrome da imunodeficiência adquirida (aids) no estado de Minas Gerais, de 2007 a 2016. Métodos: estudo de séries temporais, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), por regressão de Prais-Winsten. Resultados: no período estudado, foram notificados 35.349 casos,entre os quais predominou a transmissão por via sexual (81,7%); destes, 50,3% foram entre heterossexuais e 22,8% entre homossexuais. Houve aumento da taxa de incidência de aids (variação anual 1,6%; IC95%0,0;3,3) e de detecção de HIV+ (variação anual 60,3%; IC95%22,9;109,0). A taxa de mortalidade foi estacionária. O percentual de notificações pelo critério HIV+ aumentou de 3,8% em 2007 para 65,1% em 2016. Conclusão: a tendência de crescimento da detecção de HIV coincide com a estratégia para identificação dos casos; a incidência de aids foi crescente.

Objetivo: analizar la tendencia temporal de los coeficientes de incidencia, detección y mortalidad por el Virus de la Inmunodeficiencia Humana (VIH) y Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida (Sida) en el estado de Minas Gerais, entre 2007-2016. Métodos: estudio de las series temporales de casos notificados del Sistema de Información de Agravamientos de Notificación (Sinan) por la regresión de Prais-Winsten. Se utilizó estadística descriptiva y análisis de series temporales. Resultados: había 35.349 casos y predominio de contaminación por vía sexual (81,7%), en heterosexuales (50,3%) y homosexuales (22,8%). Aumentó la tendencia de la incidencia de sida y detección de VIH +, con variación anual del 1,6% y del 60,3% (p <0,05), respectivamente. La mortalidad fue estacionaria. Aumentaron las notificaciones por el criterio de VIH +. Conclusión: el aumento de la tendencia de detección de VIH +, indica que la estrategia para identificación de portadores se ha mostrado apropiada, pero la incidencia de sida continua creciente.

Objective: to analyze the temporal trend of Human Immunodeficiency Virus (HIV) and Acquired Immune Deficiency Syndrome (AIDS) incidence, detection and mortality coefficients in the state of Minas Gerais between 2007 and 2016. Methods: this was a time series study of data held on the Notifiable Health Conditions Information System (Sinan) using Prais-Winsten regression. Results: in the period studied, 35,349 cases were notified, with predominance of sexually transmitted cases (81.7%), 50.3% of which were heterosexual cases and 22.8% were homosexual cases. AIDS incidence increased (annual change 1.6%; 95%CI 0.0;3.3) as did HIV detection (annual change 60.3%; 95%CI 22.9;109.0). The mortality rate was stationary; HIV+ notifications increased from 3.8% in 2007 to 65.1% in 2016. Conclusion: the growing trend of HIV+ detection coincided with the government strategy to identify cases. AIDS incidence increased.
Descritores: Infecções por HIV/mortalidade
Infecções por HIV/epidemiologia
Soroprevalência de HIV/tendências
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/mortalidade
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Sorodiagnóstico da AIDS/tendências
Estudos de Séries Temporais
Incidência
Notificação de Doenças/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  3 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1090268
Autor: Lima, Paula Barreto Silva Xenofonte Costa; Araújo, Maria Alix Leite; Melo, Anna Karynne; Leite, João Marcos de Araújo.
Título: Percepção dos profissionais de saúde e dos usuários sobre o aconselhamento no teste rápido para HIV / Percepción de los profesionales de salud y usuarios acerca del conseñado en el contexto de la prueba rápida para VIH / Perception of health professionals and users about counseling in the context of rapid HIV testing
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(2):e20190171, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Analisar a percepção acerca do aconselhamento no contexto do teste rápido para o HIV. Método Pesquisa com abordagem qualitativa realizada no Centro de Testagem e Aconselhamento com profissionais de saúde e com usuários do Centro de Testagem e Aconselhamento. A análise seguiu os passos propostos na fenomenologia empírica de Giorgi articulando-a com a literatura. Resultados Identificaram-se cinco categorias: a experiência anterior à realização do Teste Rápido; Intencionalidade de sentimentos; Percepção do aconselhamento pelo usuário; Percepção do aconselhamento individual no pós-teste e; Percepção de profissionais sobre o aconselhamento. O aconselhamento coletivo é percebido pelos usuários como palestra sobre HIV/Aids com ênfase em consequências negativas; e o aconselhamento individual, como mais confortável e como possibilidade para exposição de dúvidas. Discussão Considera-se que, mesmo sabendo da importância do aconselhamento, este é realizado de forma empírica, reduzindo o ato ao repasse de informações com teor educativo, visando apenas à aprendizagem cognitiva como meio de disseminar o conhecimento, tentando, assim, reduzir a cadeia de transmissão da HIV/Aids.

RESUMEN Objetivo Analizar la percepción acerca del asesoramiento en el contexto de la prueba rápida para el VIH. Método Investigación con enfoque cualitativo realizada en el Centro de Pruebas y Asesoramiento con profesionales de salud y de los usuarios del Centro de Pruebas y Asesoramiento. El análisis siguió los pasos propuestos en la fenomenología empírica de Giorgi, articulando con la literatura. Resultados Se identificaron cinco categorías: la experiencia anterior a la realización de la prueba rápida; Intencionalidad de sentimientos; Percepción del asesoramiento por el usuario; Percepción del asesoramiento individual en el post-test y; Percepción de profesionales sobre el asesoramiento. El asesoramiento colectivo es percibido por los usuarios como conferencia sobre HIV / SIDA con énfasis en consecuencias negativas y el asesoramiento individual como más cómodo y posibilidad para la exposición de dudas. Discusión: Se considera que, aunque se sabe de la importancia del asesoramiento, éste se realiza de forma empírica, reduciendo el acto al traspaso de informaciones con contenido educativo, visando que el sólo el aprendizaje cognoscitivo y como medio de diseminar el conocimiento, intentando así reducir la cadena de transmisión de la HIV / SIDA.

ABSTRACT Objective To recognize the perception of counseling by professionals and users of the Testing and Counseling Center to perform the Rapid Test for the diagnosis of HIV. Method Qualitative research conducted at the Testing and Counseling Center. We interviewed users and professionals who performed the rapid test. The analysis followed the steps proposed in the empirical phenomenology of Giorgi, articulating with the literature. Results Five categories were identified: Prepredicative experience when performing The rapid test; Intent of feelings; Perception of user advice; Perception of individual counseling in the post-test and; Perception of professionals about counseling. Collective counseling is perceived by the users as a talk about STI / Aids with an emphasis on negative consequences and individual counseling as more comfortable and possibility for exposing doubts. Discussion It is considered that even knowing the importance of counseling, this is done in an empirical way, reducing the act to the transfer of information with educational content, aiming at only cognitive learning and as a means of disseminating knowledge, thus trying to reduce the HIV/ Aids transmission chain.
Descritores: Percepção
Sorodiagnóstico da AIDS
Pessoal de Saúde
Aconselhamento
-Doenças Sexualmente Transmissíveis
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
HIV
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  4 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-971929
Autor: Sousa, Renata Mota Rodrigues Bitu.
Título: Não sei assim direito como é, eu só sei que é AIDS: incentivos e barreiras ao teste de HIV/AIDS entre profissionais do sexo / I don't really know how it is, I just know it's AIDS: incentives and barriers to HIV / AIDS testing among sex workers.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2013. 156 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O diagnóstico precoce do HIV no Brasil ainda se configura como um desafio. Estima-se quecerca de 30% das pessoas que vivem com o vírus não conhecem sua sorologia; 43% dapopulação chega aos serviços de saúde com diagnóstico tardio, em condições clínicas já relacionadas à aids. Neste cenário, mulheres profissionais do sexo – PS - são consideradas mais vulneráveis com taxa de prevalência do HIV de 4,8%, enquanto que entre mulheres na população em geral, a prevalência é de 0,4%. Deste modo, objetivou-se compreender os incentivos e as barreiras que envolvem a realização do teste de diagnóstico do HIV entre mulheres profissionais do sexo na cidade de Fortaleza, Ceará, Brasil. Foi construída umaanálise de suas realidades que buscou contribuir para redução das vulnerabilidades associadas à infecção pelo HIV/Aids. Utilizou-se abordagem qualitativa por meio da metodologia “Rapid Assessment” (RA), a partir dos pressupostos antropológicos. Realizaram-se entrevistas junto a36 mulheres PS, observação do campo e análise de documentos. A decisão de realizar o teste de HIV é determinada pelo cruzamento de fatores individuais, sociais, programáticos, ligados às desigualdades sociais. A desconexão entre senso comum e conhecimento científico,atrelada à influência de crenças religiosas, se constituiu como barreira à realização do teste. O pré-natal se configurou como processo que possibilita a realização do teste, mas não incentiva a sua regularidade fora do período gestacional. A maioria das entrevistadas afirmou o uso contínuo do preservativo com seus clientes, no entanto, não utilizava com seus parceiros fixos. Em geral, as mulheres desejam realizar o teste, no entanto a principal barreira tem sido a dificuldade de acesso aos serviços. A integração das populações mais vulneráveis ao HIV nos serviços de saúde depende do modo de organização do sistema de saúde. Faz-se necessário considerar suas demandas e necessidades, de forma estratégica e coletiva com as próprias usuárias.

Early diagnosis of HIV in Brazil still represents a challenge. It is estimated that about 30% of people living with HIV do not know their HIV status. 43% of the population comes to health services with late diagnosis in clinical conditions as AIDS-related. In this scenario, female sex workers - SW, are considered the most vulnerable, with HIV prevalence rate of 4.8%, whileamong women in the general population, the prevalence is 0.4%. Thus, the aim of this workwas to understand what incentives and barriers that involve performing diagnostic testing of HIV among female sex workers in the city of Fortaleza, Ceará. It built an analysis of theirrealities which tried to contribute to the reduction of vulnerabilities associated with HIV/AIDS infection. We used a qualitative approach using the methodology "Rapid Assessment" (RA) from the anthropological presuppositions. We conducted interviews with36 SW women, field observation, and document analysis. The decision to perform an HIVtest is determined by the intersection of individual, social, programmatic factors, linked tosocial inequalities. The disconnection between common sense and scientific knowledge,linked to the influence of religious beliefs, constituted as a barrier to testing. The prenatal wasconfigured as a process that enables the test but does not encourage its regularity in nonpregnanttime. Most respondents spoke of continued use of condom with their clients,however, do not use it with their steady partners. Women often want to do the test, howeverthe main barrier is the difficulty of access to services. The integration of the populations mostvulnerable to HIV in health care depends on the mode of organization of the health system. Itis necessary to consider their demands and needs, strategically and collectively with theirusers.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Trabalho Sexual
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1


  5 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001498
Autor: Bay, Monica Baumgardt; Freitas, Marise Reis de; Lucas, Marcia Cavalcante Vinhas; Souza, Elizabeth Cristina Fagundes de; Roncalli, Angelo Giuseppe.
Título: HIV testing and HIV knowledge among men who have sex with men in Natal, Northeast Brazil
Fonte: Braz. j. infect. dis;23(1):2-7, Jan.-Feb. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Men who have sex with men (MSM) account for the highest prevalence of HIV in Brazil. HIV testing allows to implement preventive measures, reduces transmission, morbidity, and mortality. Methods: We conducted a cross-sectional study to evaluate HIV testing during lifetime, factors associated with the decision to test, knowledge about HIV transmission, and use of condoms between MSM from the city of Natal, northeast Brazil. Results: Out of 99 participants, 62.6% had been tested for HIV during lifetime, 46.2% in the last year. The most frequent reported reason to be tested for HIV infection was curiosity (35.5%). Correct knowledge about HIV was observed in only 9.2% of participants. In multivariate analysis, age (PR 0.95; 95%CI, 0.91-0.99; p = 0.041) and previous syphilis test (PR 4.21; 95%CI, 1.52-11.70; p = 0.006) were associated with HIV testing. Conclusions: The frequency of HIV testing among MSM from Natal is rather low, especially in younger MSM, and knowledge about HIV transmission is inappropriate.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS/estatística & dados numéricos
Infecções por HIV/epidemiologia
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Homossexualidade Masculina/estatística & dados numéricos
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Infecções por HIV/diagnóstico
Infecções por HIV/transmissão
Estudos Transversais
Análise Multivariada
Inquéritos e Questionários
Análise de Regressão
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-561502
Autor: Freitas, Hilda Maria Barbosa de; Backes, Dirce Stein; Pereira, Adriana Dall' Asta; Ferreira, Carla Lizandra de Lima; Marchiori, Mara Regina Caino; Souza, Martha H. Teixeira de; Erdmann, Alacoque Lorenzini.
Título: Significados que os profissionais de enfermagem atribuem ao cuidado de crianças institucionalizadas com aids / Meanings of caring for hiv/aids institutionalized children attributed by nursing professionals / El significado que los profesionales de enfermería le atribuyen al cuidado de niños institucionalizados con sida
Fonte: Texto & contexto enferm;19(3):511-517, jul.-set. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se compreender o significado que os profissionais de enfermagem atribuem ao cuidado de crianças com aids institucionalizadas. Trata-se de uma pesquisa qualitativo-exploratória. Os dados foram coletados entre abril e junho de 2007, por meio de entrevista com seis profissionais de enfermagem que atuam em uma instituição que abriga crianças com aids, localizada na região central do Rio Grande do Sul. O significado das falas codificadas resultou em dois temas convergentes: vivenciando o cuidado de ser mãe e/ou cuidador; compreendendo a aids como possibilidade interativa. Os resultados evidenciaram que, mesmo diante de um aparente fracasso ou desordem, os profissionais de enfermagem, na condição de cuidadores do indivíduo como um ser integral, são capazes de auxiliar e facilitar o processo adaptativo e o viver saudável da criança institucionalizada com aids. Conclui-se, que compreender o significado de ser cuidador de criança com aids implica em acolher a experiência singular que integra o processo saúde-doença.

This paper aimed to better understand the meaning of caring for HIV/AIDS institutionalized children attributed by nursing professionals. It is an exploratory, qualitative study. The data was collected from April to June, 2007 through interviewing six nursing professionals who work at an institution housing HIV/AIDS children in southern Brazil. The meanings of the coded speech resulted in two convergent themes: experiencing the role of being mother or caregiver; understanding AIDS as an interactive possibility. The findings showed that even in the face of apparent failure or disorder, nursing professionals in the condition of care-givers of individuals as integral people are able to help and to facilitate de adaptation process and healthy living of institutionalized HIV/AIDS children. The study concluded that understanding the meaning of being a caregiver to a child with AIDS implies embracing the unique experience that integrates the health-disease process.

El estudio tuvo como objetivo comprender el significado que los profesionales de enfermería le atribuyen al cuidado de niños institucionalizados con SIDA. Se trata de una investigación cualitativa y exploratoria. La recolección de los datos se hizo entre abril y junio de 2007, por medio de entrevistas con seis profesionales de enfermería que trabajan en una institución que alberga niños con SIDA, situada en la región central de Rio Grande do Sul, Brazil. El significado de las respuestas codificadas dio lugar a dos temas convergentes: vivir el rol de ser madre y/o cuidador; comprender el SIDA como posibilidad interactiva. Los resultados mostraron que incluso ante un aparente fracaso o desorden, los profesionales de enfermería, en la condición de cuidadores del individuo como un ser integral, son capaces de auxiliar y facilitar el proceso de adaptación y ofrecer una vida saludable al niño institucionalizado con SIDA. Se concluye que la comprensión del significado de ser un cuidador de un niño con SIDA consiste en acoger la experiencia única que integra el proceso salud-enfermedad.
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Sorodiagnóstico da AIDS
Cuidado da Criança
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  7 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-794084
Autor: Hoyos-Hernández, Paula A; Duarte-Alarcón, Carolina.
Título: Roles y desafíos de mujeres jefas de hogar con VIH/Sida / Roles and challenges of female heads of household with HIV/AIDS
Fonte: Rev. salud pública;18(4):1-1, jul.-ago. 2016. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo Caracterizar los roles y desafíos que enfrentan las mujeres con VIH, líderes de hogar, del Valle del Cauca, Colombia. Método Cualitativo exploratorio, basado en la Teoría Fundada. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas en profundidad a 13 mujeres con VIH, jefas de hogar con edades entre los 19 y los 46 años que viven en las ciudades de Cali y Buenaventura. Resultados Los principales roles asumidos por las mujeres son el cuidado de sus hijos, el sostenimiento del hogar, las expresiones de afecto, el apoyo frente a diferentes situaciones de la vida y los procedimientos administrativos relacionados con el acceso a los servicios de salud. Entre los desafíos se mencionan aquellos aspectos relacionados con la crianza, ser modelo de autocuidado, acompañar y liderar el diagnóstico y la adherencia al tratamiento de quienes tienen menores VIH positivos, dar a conocer el diagnóstico, proveer las mejores condiciones de vida, y el proveer acceso a bienes y servicios. Conclusiones Los resultados del estudio resaltan los desafíos y roles que enfrentan las mujeres al vivir con una enfermedad crónica y que aún sigue estando cargados de estigma y discriminación. Se evidencian los aspectos sociales, económicos, culturales y en salud relacionados con las inequidades y desigualdades en salud, asociadas al género y al acceso a los servicios en salud, al trabajo decente y educación.(AU)

Objective To characterize the roles and challenges that female heads of households with HIV in Valle del Cauca, Colombia assume. Method A qualitative exploratory method, based on Grounded Theory was conducted. Data were collected through in depth interviews to 13 women with HIV, heads of household with ages between 19 and 46,who live in the cities of Cali and Buenaventura. Results The main roles assumed by women are taking care of their children and their homes, expressing affection, providing support during different life events and administrative procedures related to health care services access. The challenges expressed by these women include aspects related to parenting, being a self-care role model, accompanying and leading the diagnosis and adherence to the treatment children with HIV, revealing the diagnosis, providing the best living conditions, and providing access to goods and services. Conclusions The results of the study highlight the challenges that women living with a chronic illness, that is still loaded with stigma and discrimination, have to face. The social, economic, cultural and health aspects related to the inequities and inequalities in health, to gender and access to health services, to decent work and to education are made clear in this work.(AU)
Descritores: Apoio Social
Mulheres/psicologia
Sorodiagnóstico da AIDS/tendências
HIV
-Colômbia/epidemiologia
Pesquisa Qualitativa
Teoria Fundamentada
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-568493
Autor: Damle, S. G; Jetpurwala, A. K; Saini, S; Gupta, P.
Título: Avaliação da condição de saúde bucal como um indicador de progressão da doença em crianças HIV positivas / Evaluation of oral health status as an indicator of disease progression in HIV positive children
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;10(2):151-156, maio-ago. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a condicao de saude bucal (condicao gengival, carie dentaria, lesoes na mucosa oral) em um grupo de criancas HIV positivas em relacao a contagem de CD4. Metodo: Um total de 234 criancas HIV positivas com idades entre 2 e 15 anos foram examinadas. A carie dentaria foi avaliada segundo os criterios da OMS. Os tecidos gengivais foram analisados sendo empregado o indice de sangramento gengival. Para a presenca de biofilme dental empregou-se o indice de Sillness e Loe. As criancas encontravam-se sob terapia anti viral e a contagem de CD4 de cada um dos pacientes foi obtida por meio dos prontuarios hospitalares. Resultados: Os escores maximos ceo-d/ceo-s foram observados nas criancas cuja contagem de CD4 estava entre 200 - 500. Entretanto, as medias mais altas do cpo-d/cpo-s foram vistas nas criancas com contagem de CD4 menor de 200. As medias de placa, sangramento gengival foram mais elevados nos individuos com contagem de CD4 menor que 200, sem diferenca estatisticamente significante. Candidiase pseudomembranosa foi a lesao oral mais observada. A lingua foi o local mais comum de ocorrencia de lesoes bucais em todos os grupos. Conclusao: A condicao de saude bucal em criancas HIV positivas deteriora-se com o declinio da contagem de celulas CD4.

Objective: To evaluate the oral health status i.e., gingival condition, dental caries, oral mucosal lesions progression in a group of HIV positive children in relation to CD4 count. Method: A total of 234 HIV positive children in the age group of 2-15 years were included in the present study. Dental caries status was evaluated as per the criteria devised by WHO. Gingival condition index was used to assess and criteria given by Muhlemann was used for Papillary Bleeding scores. Plaque was assessed using the Sillness and Loe Index. The children were under active anti retroviral therapy the CD4 count of each patient was available from the hospital records. Results: Maximum dmft /defs, score was observed in individuals with CD4 count 200 - 500. Whereas highest mean DMFT/DMFS score was seen in children with CD4 count less than 200. The mean plaque, gingival and papillary bleeding score were highest in individuals with CD4 count less than 200 but the difference was statistically insignificant. Pseudomembranous candidiasis was the most observed oral lesion. Tongue was the most common site of occurrence of oral lesions in all groups. Conclusion: The study confirms that the oral health status in HIV positive children deteriorates with the decline in CD4 count.
Descritores: HIV
CONTAGEM DE LINFOCITO CDABBREVIATIONS AS TOPIC
Saúde Bucal
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Sorodiagnóstico da AIDS
-Análise Estatística
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1019842
Autor: Barbosa, Keila Furbino; Batista, Aline Priscila; Nacife, Maria Beatriz Pena Silva Leite; Vianna, Valeska Natiely; Oliveira, Wandeir Wagner de; Machado, Elaine Leandro; Marinho, Carolina Coimbra; Machado-Coelho, George Luiz Lins.
Título: Fatores associados ao não uso de preservativo e prevalência de HIV, hepatites virais B e C e sífilis: estudo transversal em comunidades rurais de Ouro Preto, Minas Gerais, entre 2014 e 2016 / Factores asociados al hábito de no uso del preservativo y prevalencia del VIH, hepatitis virales B y C y sífilis: estudio transversal en comunidades rurales de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil, 2014-2016 / Factors associated with non-use of condoms and prevalence of HIV, viral hepatitis B and C and syphilis: a cross-sectional study in rural communities in Ouro Preto, Minas Gerais, Brazil, 2014-2016
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;28(2):e2018408, 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Objetivo: analisar os fatores sociodemográficos relacionados ao não uso do preservativo nas relações sexuais e a prevalência de infecções sexualmente transmissíveis (IST) em comunidades rurais de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil, entre 2014 e 2016. Métodos: foram coletados dados de entrevista individual e realizados testes rápidos; as associações foram testadas pelo modelo de regressão de Poisson, com intervalo de confiança de 95% (IC95%). Resultados: foram detectados 3,8 casos/10 mil habitantes de hepatite B e sífilis, e 1,3/10 mil hab. de hepatite C; não foram detectados casos de HIV; na análise multivariada, foram encontradas maiores prevalências de não uso de preservativos entre indivíduos casados/em união estável/viúvos (RP=1,20 - IC95% 1,06;1,36). Conclusão: o grupo com maior prevalência de não uso de preservativo é o de pessoas com relacionamento fixo; novos casos de sífilis e de hepatites virais foram detectados pelo teste rápido, aplicado no inquérito.

Objetivo: investigar el perfil sociodemográfico asociado al no uso del preservativo en las relaciones sexuales y describir la prevalencia de infecciones de transmisión sexual (ITS) en comunidades rurales de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil, entre 2014 y 2016. Métodos: se recolectaron datos en entrevista individual y se realizaron pruebas rápidas; las asociaciones fueron analizadas por la regresión de Poisson, con intervalo de confianza de 95% (IC95%). Resultados: se detectaron 3,8 casos/10 mil habitantes de hepatitis B y sífilis, y 1,3/10 mil habitantes de hepatitis C; no se detectaron casos de VIH; el análisis multivariado mostró mayor prevalencia de no uso del preservativo para personas casadas /en unión estable/viudos (RP=1,20 - IC95% 1,06;1,36). Conclusión: se detectaron nuevos casos de sífilis y hepatitis virales por las pruebas rápidas en esta investigación; el grupo de mayor riesgo de no usar preservativo fue de personas casadas/con relación fija.

Objective: to investigate socio-demographic factors associated with non-use of condoms, and to describe the prevalence of sexually transmitted infections (STI) in rural communities of Ouro Preto, Minas Gerais, Brazil, 2014 to 2016. Methods: data were gathered from individual interviews and rapid tests were performed; associations were tested using Poisson regression, with a 95% confidence interval (95%CI). Results: we detected 3.8 cases/10,000 inhabitants for hepatitis B and syphilis, and 1.3 cases/10,000 inhabitants for hepatitis C; no HIV cases were detected; in the multivariate analysis we found higher prevalence rates of condom non-use among the group of individuals who were married, had common law partners or were widowed (PR=1.20 - 95%CI 1.06;1.36). Conclusion: individuals in a stable relationship formed the group with the highest prevalence rate of condom non-use; new syphilis and viral hepatitis cases were detected using rapid tests during the survey.
Descritores: Sorodiagnóstico da Sífilis
Sorodiagnóstico da AIDS
Sífilis/epidemiologia
Doenças Sexualmente Transmissíveis/epidemiologia
Infecções por HIV/epidemiologia
Hepatite C/diagnóstico
Hepatite C/epidemiologia
Hepatite B/diagnóstico
Hepatite B/epidemiologia
-Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Testes Sorológicos/métodos
Saúde da População Rural/estatística & dados numéricos
Prevalência
Estudos Transversais
Preservativos/tendências
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  10 / 359 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-898602
Autor: Barros, Claudia Renata dos Santos; Zucchi, Eliana Miura; Schraiber, Lilia Blima; França Junior, Ivan.
Título: Individual- and contextual-level factors associated with client-initiated HIV testing / Fatores individuais e contextuais associados à realização do teste anti-HIV por busca espontânea
Fonte: Rev. bras. epidemiol;20(3):394-407, Jul.-Set. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT: Background: Knowing the reasons for seeking HIV testing is central for HIV prevention. Despite the availability of free HIV counseling and testing in Brazil, coverage remains lacking. Methods: Survey of 4,760 respondents from urban areas was analyzed. Individual-level variables included sociodemographic characteristics; sexual and reproductive health; HIV/AIDS treatment knowledge and beliefs; being personally acquainted with a person with HIV/AIDS; and holding discriminatory ideas about people living with HIV. Contextual-level variables included the Human Development Index (HDI) of the municipality; prevalence of HIV/AIDS; and availability of local HIV counseling and testing (CT) services. The dependent variable was client-initiated testing. Multilevel Poisson regression models with random intercepts were used to assess associated factors. Results: Common individual-level variables among men and women included being personally acquainted with a person with HIV/AIDS and age; whereas discordant variables included those related to sexual and reproductive health and experiencing sexual violence. Among contextual-level factors, availability of CT services was variable associated with client-initiated testing among women only. The contextual-level variable "HDI of the municipality" was associated with client-initiated testing among women. Conclusion: Thus, marked gender differences in HIV testing were found, with a lack of HIV testing among married women and heterosexual men, groups that do not spontaneously seek testing.

RESUMO: Introdução: O motivo da busca pelo teste anti-HIV é questão central para a prevenção do HIV. Apesar da realização do teste e aconselhamento ser gratuito no Brasil há lacunas na cobertura do teste. Esse estudo analisou a associação entre os fatores individuais e contextuais e a realização do teste anti-HIV na população brasileira. Métodos: Inquérito populacional, com 4.760 residentes em áreas urbanas. As variáveis do nível individual foram sociodemográficas; saúde sexual e reprodutiva; conhecimento sobre HIV/AIDS; conhecer pessoas com HIV/AIDS; ideias discriminatórias sobre pessoas vivendo com HIV. As variáveis contextuais: índice de desenvolvimento humano (IDH) do município de moradia; prevalência municipal de HIV/AIDS e presença de Centro de Testagem e Aconselhamento no município de moradia (CTA). A variável dependente foi realização do teste por busca espontânea. Na análise dos fatores associados utilizou-se modelo multinível de Poisson com intercepto aleatório. Resultados: Foram observadas variáveis individuais comuns e discordantes associadas ao teste entre homens e mulheres. As variáveis individuais comuns foram o conhecimento de alguém com HIV/AIDS e idade; as discordantes incluíram as relativas à saúde sexual e reprodutiva e violência sexual. Entre os fatores do nível contextual, a presença de CTA e o IDH alto foram associados positivamente com a busca espontânea do teste somente entre as mulheres. Conclusão: A busca espontânea pelo teste anti-HIV é marcada pelas diferenças de gênero, com lacunas de testagem entre mulheres casadas e homens heterossexuais.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS/estatística & dados numéricos
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
-Autorrelato
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 36 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde