Base de dados : LILACS
Pesquisa : E01.370.370.380.170 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 107 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 11 ir para página                         

  1 / 107 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1254572
Autor: Briozzo Colombo, Leonel; Alonso Tellechea, Justo G; Martínez Soares, Alma E.
Título: Computerized analysis of fetal heart rate variability as predictor of perinatal acidosis during labor
Fonte: In: Voto, Liliana S; Margulies, Miguel; Cosmi, Ermelando V. 4th World congress of perinatal medicine. Bologna, Monduzzi, c1999. p.923-923, tab.
Idioma: en.
Descritores: Acidose/diagnóstico
Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
-Trabalho de Parto
Cardiotocografia
Estudos Prospectivos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina
UY1.1; 1R.25C, INT; UY1.1; WQ210, INT


  2 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-156994
Autor: Huaman Elera, José; Lam Figueroa, Nelly.
Título: Embarazo prolongado. Características cardiotocográficas / Prolonged pregnancy
Fonte: Ginecol. & obstet;39(16):33-43, sept. 1993. tab.
Idioma: es.
Descritores: Gravidez Prolongada/fisiologia
Cardiotocografia/tendências
Cardiotocografia
-Frequência Cardíaca Fetal
Oligo-Hidrâmnio/complicações
Oligo-Hidrâmnio/etiologia
Idade Gestacional
Monitorização Fetal/instrumentação
Monitorização Fetal/tendências
Monitorização Fetal
Macrossomia Fetal/complicações
Macrossomia Fetal/etiologia
Limites: Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-317270
Autor: Mariani Neto, Corintio; Faúndes, Anibal.
Título: Cardiotocografia anteparto: do início aos tempos atuais / Antepartum cardiotocography: from the start in the current time
Fonte: Femina;30(2):127-131, mar. 2002. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Cardiotocografia
Mortalidade Infantil
Fluxometria por Laser-Doppler
Gravidez de Alto Risco
Feto
Obstetrícia
Contração Uterina
Frequência Cardíaca Fetal
-Risco
Idade Gestacional
Parto
Sofrimento Fetal
Índice de Apgar
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  4 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-899915
Autor: P. Salas, Sofía.
Título: Resultados negativos del estudio INFANT y la importancia del diseño metodológico / Negative results of the INFANT study and the importance of methodological design
Fonte: Rev. chil. obstet. ginecol. (En línea);82(3):345-347, jun. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
Cardiotocografia/métodos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Carta
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  5 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1006057
Autor: Salazar Torres, Zoila Katherine; Castro, Boris.
Título: CESÁREA POR MONITORIZACIÓN CARDIOTOCOGRÁFICA FETAL NO SATISFACTORIA / Caesarean section due to unsatisfactory fetal cardiotocographic monitoring
Fonte: Rev. Fac. Cienc. Méd. Univ. Cuenca;31(2):62-67, Julio 2013. tab.
Idioma: es.
Resumo: El estudio tiene como finalidad establecer la sensibilidad, la especificidad, el valor predictivo positivo, y el valor predictivo negativo de la monitorización cardiotocográfica fetal, para diagnóstico de Sufrimiento Fetal Agudo y que llevan a la terminación de la gestación por cesárea de emergencia, comparado con el test de Apgar del recién nacido tomado como GOLD STANDARD. El universo de estudio consistió en 880 pacientes embarazadas a quienes se les realizó cesárea, se obtuvo una muestra de 110 recién nacidos. De ellos 46 fueron diagnosticados de Sufrimiento Fetal Agudo con la prueba de oro, Apgar al minuto < de 7, y 64 como normales, Apgar al minuto ≥ a 7. En el estudio se encontró que la sensibilidad de la Monitorización cardiotocográfica fetal fue del 21,7% (IC 95% 12.26, 35.57¹). Y la especificidad de la Monitorización cardiotocográfica fetal fue del 84.4% (IC 95% 73.57, 91.29¹). Se concluyó que la Monitorización cardiotocográfica fetal, nos ayuda más como prueba para valorar bienestar fetal, sobre todo en embarazos de alto riesgo obstétrico, pero en sí es poco sensible para detectar que un feto se encuentra con Sufrimiento Fetal Agudo.

This study is attained to establish the sensibility, specificity, positive predictive value, and negative predictive value, of the fetal cardiotocographic monitoring for the diagnosis of acute fetal suffering wich leads to the termination of the gestation with in an emergency cesarean surgery, compared to the APGAR test of the new born as a Gold Standard. The universe of the study consisted in 880 pregnant women to whom a cesarean surgery was made. A 110 new born sample was obtained. 46 of them were diagnosed with acute fetal suffering with Gold Standard test; with an Apgar test < 7 at the first minute, 64 were normal with an Apgar test ≥ 7. This study found that the sensibility of the fetal cardiotocographic monitoring was 21.7% (IC 95% 12.26, 35.57¹).), and the specificity was 84.4% (IC 95% 73.57, 91.29¹). The conclusion was that the fetal cardiotocographic monitoring helps more as a test to value fetal well-being, above everything in high obstetrics risk pregnancies, the test is pretty less sensitive to detect that a fetus is coursing acute fetal suffering.
Descritores: Cardiotocografia
Cesárea
Monitorização Fetal
-Valor Preditivo dos Testes
Diagnóstico
Sofrimento Fetal
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: EC3.1 - Biblioteca


  6 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-843886
Autor: Di Tommaso, Mariarosaria; Martello, Giulia; Kanninen, Tomi; Perelli, Federica; Iannuzzi, Laura; Sisti, Giovanni.
Título: Computerized Cardiotocography Analysis: Comparison among Several Parental Ethnic Origins / Análise de cardiotocografia computadorizada: comparação entre diversas origens étnicas
Fonte: Rev. bras. ginecol. obstet;38(12):589-592, Dec. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: We speculate that genetic racial disparity exists in fetal life and can be detected by modern computerized cardiotocography (cCTG) . Methods: This is a retrospective study comparing the results of the cCTG of pregnant patients at 37-42 weeks according to the parental ethnicity (black versus white). A cCTG was performed to analyze the variables of fetal heart rate (FHR). The cCTG variables analyzed were: percentage of signal loss; number of contractions; basal FHR; number of accelerations; number of decelerations; length of high variation episodes; short-term variability (STV); total trace duration time; and number of fetal active movements. Non-stress test (NST) parameters in the two groups were compared using the Mann-Whitney test for continuous data, and the Chi-square test for categorical variables. Results: We found a significantly lower number of active fetal movements (p 1/4 0.007) and longer periods of low variation (p 1/4 0.047) in the cCTG of black patients when compared with white patients. Conclusions: In conclusion, identifying the factors responsible for the variance in the objective analysis of CTG results is important to improve the outcomes of patients. Our study lends further evidence as to the importance of ethnicity in clinical cCTG interpretation.

RESUMO Objetivo: Especulamos que disparidade genética racial exist ana vida do feto, e que possa ser detectada por moderna cardiotocografia computadorizada (cCTG). Métodos: Estudo retrospective comparando resultados do cCTG de gestantes entre 37-42 semanas de gestação de acordo com etnicidade dos pais (negro vs. brancos). cCTG foi usado para analisar as variáveis a frequência cardíaca do feto (FHR). As variáveis abalizadas do cCTG foram o % de perda de sinal, número de contrações, basal FHR, número de acelerações, número de desacelerações, comprimento dos episódios de alta variação, viabilidade de curto prazo, tempo total de duração do rastreamento, e número de movimentos de atividade fetal. Os parâmetros do teste de não estresse (NST) em dois grupos foram comparados usando o teste de Mann-Whitney para dados contínuos e teste qui-square para variáveis categóricas. Resultados: Encontramos números significativamente mais baixos de movimentos de atividade fetal (p 1/4 0,007) e períodos mais longos de baixa variação (p 1/4 0,047) no cCTG de pacientes negros se comparados a pacientes brancos. Conclusões: Identificar fatores responsáveis pela variação na análise objetiva dos resultados de CTG é importante em resultados de pacientes que apresentam melhora. Nosso estudo fornece evidências adicionais à importância de estudos clínicos da etnicidade interpretada pelo cCTG.
Descritores: Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Cardiotocografia/métodos
Diagnóstico por Computador
Grupo com Ancestrais do Continente Europeu
Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
-Distribuição de Qui-Quadrado
Movimento Fetal
Estudos Retrospectivos
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Miyadahira, Seizo
Texto completo
Id: lil-713063
Autor: Lauletta, Ana Luisa Fernandes; Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Miyadahira, Seizo; Francisco, Rossana Pulcineli Vieira; Zugaib, Marcelo.
Título: Transient accelerations of fetal heart rate analyzed by computerized cardiotocography in the third trimester of pregnancy / Acelerações transitórias da frequência cardíaca fetal analisada pela cardiotocografia computadorizada no terceiro trimestre da gestação
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);60(3):270-275, May-Jun/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: São Paulo State Research Foundation.
Resumo: Objective: the aim of this study was to investigate the patterns of transient FHR accelerations (10 bpm and 15 bpm) in the third trimester of pregnancy, comparing the occurrence of this event before and after the 32nd gestational week. Methods: This is a prospective study comparing the results of the computerized cardiotocography of 46 low-risk women with singleton pregnancies, maternal age between 18 and 40 years, gestational age between 28 and 40 weeks, absence of maternal morbidity and adequate fetal growth according to ultrasound. Computed Cardiotocography (8002 Sonicaid System and Fetal Care System) was performed for 30 minutes to analyze the variables of FHR. Results: twenty-three pregnant women underwent cardiotocography before 32 weeks (mean = 29.9 weeks, SD = 1.4 weeks) and were compared with 23 pregnant women who were examined after 32 weeks (mean = 36.3 weeks, SD = 2.5 weeks). Regarding the characteristics of FHR, fetuses evaluated between 32 1/7 weeks and 40 weeks showed a significantly greater number of accelerations above 15 bpm (median = 5, variation 0-18) than the group of pregnant women from 28 to 32 weeks (median = 4, variation 0 to 10; P = 0.048). There was a significant positive correlation between the number of accelerations above 15 bpm and the gestational age at examination (rho = 0.33; P = 0.026). Conclusion: computerized cardiotocography showed an association regarding the number of transient accelerations greater than 15 bpm in the assessment of both periods before and after 32 weeks of gestational age, suggesting the influence of the maturation of the fetal autonomic nervous system with pregnancy progression. .

Objetivo: o objetivo deste estudo foi investigar os padrões das acelerações transitórias da FCF (de 10 e 15 bpm) no terceiro trimestre da gestação, comparando a ocorrência desse evento antes e após a 32ª semana gestacional. Métodos: trata-se de estudo prospectivo comparando os resultados do exame de cardiotocografia computadorizada de 46 gestantes de baixo risco, com feto único, idade materna entre 18 e 40 anos, idade gestacional entre 28 e 40 semanas, ausência de morbidades maternas e crescimento fetal adequado pela ultrassonografia. Foi realizada a cardiotocografia computadorizada (Sonicaid System 8002 e Fetal Care System) por 30 minutos para análise das variáveis da FCF. Resultados: vinte e três gestantes que realizaram a cardiotocografia antes da 32ª semana (média = 29,9 semanas, DP = 1,4 semanas) foram comparadas com 23 que realizaram o exame após a 32ª semana (média = 36,3 semanas, DP = 2,5 semanas). Quanto às características da FCF, os fetos avaliados entre 32 1/7 semanas e 40 semanas apresentaram número significativamente maior de acelerações acima de 15 bpm (mediana = 5, variação 0 a 18) que o grupo de gestantes de 28 a 32 semanas (mediana = 4, variação 0 a 10; P = 0,048). Houve correlação significativa e positiva entre o número de acelerações transitórias acima de 15 bpm e a idade gestacional no momento do exame (rho = 0,33; P = 0,026). Conclusão: a cardiotocografia computadorizada revelou associação entre o número de acelerações transitórias acima de 15 bpm quando avaliados os períodos antes e após 32 semanas de idade gestacional, sugerindo influência da maturação do sistema nervoso autônomo fetal com a progressão da gestação. .
Descritores: Cardiotocografia/instrumentação
Movimento Fetal/fisiologia
Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
-Idade Gestacional
Terceiro Trimestre da Gravidez
Estudos Prospectivos
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Humanos
Gravidez
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Costa, Fernando Ferreira
Sonati, Maria de Fátima
Texto completo
Id: lil-676321
Autor: Pereira, Julio Abayuba da Luz; López, Pablo; Costa, Fernando Ferreira; Sans, Mónica; Sonati, Maria de Fatima.
Título: Hb Southampton B106 G8 Leu PRO, CTG CCG in a Uruguayan woman
Fonte: Rev. bras. hematol. hemoter;35(2):146-147, 2013.
Idioma: en.
Resumo: Hemoglobin Southampton (also known as hemoglobin Casper) is a rare hemoglobin structural variant resulting from a substitution of a leucine residue for proline at codon beta106 [beta106(G8)Leu→Pro, CTG→CCG]. It is very unstable and associated with severe hemolytic anemia. We detected this mutation in a 37-year-old Uruguayan woman with a history of severe chronic hemolytic anemia since her childhood. According to our knowledge this is the first time that this variant has been found in the Uruguayan population.
Descritores: Anemia Hemolítica Congênita
Cardiotocografia
Hemoglobinopatias
Hemoglobinas
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  9 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-641398
Autor: Cordoba, Ana Maria Gaviria Cordoba(org); Oliveira, Cristiane Alves de Oliveira(edt); Braga, Antônio Braga(edt); França, Bartholomeu da Camara França(edt); Sa, Renato Augusto Moreira(edt).
Título: Métodos de vigilância fetal intraparto / Methods of intrapartum fetal surveillance
Fonte: Femina;39(12), dezembro.
Idioma: pt.
Resumo: A avaliação do bem-estar fetal durante assistência ao trabalho de parto é um dos principais objetivos da Obstetrícia. O método mais utilizado para essa avaliação é a monitorização eletrônica fetal contínua. Em razão de sua limitada capacidade diagnóstica, outros métodos complementares têm sido investigados para esse fim, como a ausculta intermitente, a estimulação digital no escalpe fetal, a oximetria de pulso, o eletrocardiograma fetal e a coleta de amostras de sangue do couro cabeludo fetal. Após revisão da literatura, foi concluído que são necessários mais estudos para determinar a verdadeira utilidade, na prática clínica, dos métodos complementares à monitorização eletrônica fetal contínua para avaliação fetal intraparto.

The evaluation of intrapartum fetal well-being is one of the main objectives of Obstetrics. The most used method for this assessment is the continuous electronic fetal monitoring. Because of their limited diagnostic capabilities, other complementary methods have been investigated for evaluation of intrapartum surveillance, as intermittent auscultation, digital fetal scalp stimulation, pulse oximetry, fetal electrocardiogram and fetal scalp blood sample. After a review of articles, we concluded that more studies are needed to determine the true usefulness in clinical practice of complementary methods to continuous electronic fetal monitoring for intrapartum fetal monitoring.
Descritores: Cardiotocografia
Couro Cabeludo/irrigação sanguínea
Eletrocardiografia
Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
Trabalho de Parto
Monitorização Fetal/métodos
Monitorização Fetal
Sofrimento Fetal/diagnóstico
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  10 / 107 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-613324
Autor: Melo, Adriana Suely de Oliveira; Souza, Alex Sandro Rolland; Amorim, Melania Maria Ramos.
Título: Avaliação biofísica complementar da vitalidade fetal / Additional biophysical evaluation of fetal surveillance
Fonte: Femina;39(6):303-312, jun. 2011. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O nascimento de um feto saudável sempre constituiu um dos principais objetivos da Obstetrícia. Nos dias atuais, vários procedimentos têm sido utilizados com esta finalidade, porém, apesar da evolução dos métodos diagnósticos e da melhor compreensão da fisiopatologia do sofrimento fetal, ainda existem lacunas no conhecimento sobre o comportamento do feto frente à hipóxia. Outro fator complicador na avaliação do sofrimento fetal é o grande número de doenças maternas com diferentes fisiopatologias que podem interferir no bem-estar fetal. Esta revisão tem como objetivo descrever os principais métodos de avaliação biofísica da vitalidade fetal, com base nas melhores evidências científicas correntemente disponíveis na literatura, e incluindo níveis de evidências e graus de recomendação. Será abordada a avaliação da vitalidade fetal nos casos de insuficiência placentária, não sendo estudadas as situações especiais, como diabetes e gestação múltipla. Evidencia-se uma falta de consenso sobre qual procedimento deve ser utilizado na avaliação da vitalidade fetal, na prática clínica diária. As sociedades internacionais recomendam a realização da doplervelocimetria, da cardiotocografia e do perfil biofísico fetal apenas em gestantes de alto risco, com suspeita de insuficiência placentária ou com restrição de crescimento intrauterino

The birth of a healthy baby has always been an important goal of Obstetrics. Nowadays, many procedures have been used for this purpose, but despite great development in diagnostic methods and better understanding of pathophysiology of fetal distress, there are still gaps in knowledge about fetal behavior in situations of hypoxia. Another complicating factor in the assessment of fetal distress is the large number of maternal diseases with different pathophysiology, which can compromise fetal well-being. This review aims at describing the main methods for fetal assessment, based on the best scientific evidence currently available, including levels of evidence and grades of recommendation. Only fetal evaluation in cases of placental insufficiency will be addressed, and special situations such as diabetes and multiple pregnancies will not be studied. Current evidences show a lack of consensus on what is the best procedure to assess fetal well-being in clinical practice. International societies recommend the performance of Doppler velocimetry, cardiotocography, and fetal biophysical profile only in high-risk pregnancies with suspected placental insufficiency or restricted intrauterine growth
Descritores: Cardiotocografia
Desenvolvimento Fetal
Monitorização Fetal/métodos
Sofrimento Fetal/diagnóstico
Sofrimento Fetal/fisiopatologia
Ultrassonografia Doppler/métodos
-Frequência Cardíaca Fetal/fisiologia
Hipóxia Fetal/prevenção & controle
Insuficiência Placentária/diagnóstico
Gravidez de Alto Risco
Fenômenos Biofísicos/fisiologia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A



página 1 de 11 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde