Base de dados : LILACS
Pesquisa : E01.370.600.875.249 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1990 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 199 ir para página                         

  1 / 1990 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890226
Autor: Bernardi, Luana; França, Mauricila de Campos; Xavier, Audineia Martins; Novello, Daiana.
Título: A interdisciplinaridade como estratégia na prevenção da hipertensão arterial sistêmica em crianças: uma revisão sistemática / Interdisciplinarity as a strategy for the prevention of systemic arterial hypertension in children: a systematic review
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(12):3987-4000, Dez. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Foram avaliadas, sistematicamente, pesquisas que desenvolveram ações interdisciplinares em escolas, visando modificar os níveis de pressão arterial ou o consumo de sal e/ou sódio por crianças. Foram incluídos estudos disponíveis nas bases de dados PubMed, ScienceDirect e Lilacs, associando-se as palavras-chave: intervention study, nutrition intervention, school children, school health, blood pressure, sodium e salt. A busca incluiu artigos em português, inglês e espanhol dos últimos 15 anos que tiveram como participantes crianças pré-escolares ou escolares. Com relação à mudança nos níveis de pressão arterial, foram identificados sete trabalhos com resultados positivos e significativos e seis que não apresentaram alteração. Quanto à modificação na ingestão de alimentos com alto teor de sal e/ou sódio, quatro trabalhos apresentaram resultados positivos e significativos e um sem sucesso. Concluiu-se que as intervenções que utilizam educação nutricional combinadas com atividade física predominam na literatura. Sendo que estas ações demonstraramse mais efetivas quando realizadas por um período longo de tempo.

Abstract Researches that developed interdisciplinary actions in schools seeking to modify the arteial pressure levels or salt and/or sodium consumption by children were analyzed. Studies available on the PubMed, ScienceDirect and Lilacs databases, associating the keywords: intervention study, nutrition intervention, schoolchildren, school health, blood pressure, sodium and salt were included. The research included articles from the last 15 years, in Portuguese, English and Spanish, which had preschool or school children as participants. With respect to the change of the blood pressure levels, 7 studies with positive and significant results and 6 without variation were identified. In terms of modification of the ingestion of food with high salt and/or sodium content, 4 studies revealed positive and significant results, and only one was unsuccessful. The conclusions drawn are that the interventions that use nutritional education combined with physical activities prevail in the literature. However, these actions proved to be more effective when implemented over a long period of time.
Descritores: Serviços de Saúde Escolar
Educação em Saúde/métodos
Hipertensão/prevenção & controle
-Instituições Acadêmicas
Pressão Sanguínea
Exercício Físico
Cloreto de Sódio na Dieta
Limites: Humanos
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890231
Autor: Coledam, Diogo Henrique Constantino; Ferraiol, Philippe Fanelli; Pires Júnior, Raymundo; Greca, João Paulo de Aguiar; Oliveira, Arli Ramos de.
Título: O sobrepeso e a obesidade não estão associados com a pressão arterial elevada em jovens praticantes de esportes / Overweight and obesity are not associated to high blood pressure in young people sport practitioners
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(12):4051-4060, Dez. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo do estudo foi analisar a associação entre o sobrepeso e a obesidade com a pressão arterial elevada (PAE), de acordo com a prática esportiva de jovens. Participaram do estudo 636 jovens de 10 a 17 anos da cidade de Londrina-PR. Foram analisadas as variáveis sexo, idade, escolaridade paterna, comportamento sedentário, prática esportiva, estado nutricional e pressão arterial. A regressão de Poisson foi utilizada para estimar a razão de prevalência (RP) e os intervalos de confiança de 95%. Jovens com sobrepeso e obesidade apresentaram maiores prevalências de PAE, comparados aos eutróficos, quando analisadas a amostra total (25,7 e 29,5 vs 15,2%) e os não praticantes de esportes (29,7 e 33,3 vs 15,1%), o mesmo não ocorrendo com os praticantes de esportes (17,1 e 18,2 vs 15,5%). Foram encontradas associações positivas entre o sobrepeso e a obesidade com a PAE na amostra total (RP = 1,60, 1,02-2,52 e 1,93, 1,15-3,25) e nos jovens não praticantes de esportes (RP = 1,80, 1,05-3,14 e 2,15, 1,10-4,16). Para os jovens praticantes de esportes não foram encontradas associações entre sobrepeso e obesidade com a PAE (RP = 1,01, 0,36-2,82 e 1,09, 0,48-2,48). O excesso de peso não se associou com a PAE em jovens praticantes de esportes, sugerindo proteção cardiovascular nos jovens com sobrepeso e obesidade.

Abstract The aim of this study was to analyze the association between overweight and obesity with high blood pressure (HBP) according to sports practice in young people. Took part in this study 636 young people aged 10 to 17 years of Londrina, Parana State, Brazil. Sex, age, parental education, sedentary behavior, sports practice, nutritional status and blood pressure were analysed. Poisson regression was used to estimate the prevalence ratio (PR) and 95% confidence intervals. Overweight and obesity young people showed higher prevalence of HBP compared to eutrophics when analysed the total sample (25,7 e 29,5 vs 15,2%) and non sport practitioners (29,7 e 33,3 vs 15,1%), which did not occur with sports practitioners (17,1 e 18,2 vs 15,5%). Positive associations were found between overweight and obesity with HBP in total sample (PR = 1,60, 1,02-2,52 and 1,93, 1,15-3,25) and on non sport practitioners (RP = 1,80, 1,05-3,14 and 2,15, 1,10-4,16). For young people sports practitioners were not found associations between overweight and obesity with HBP (PR = 1,01, 0,36-2,82 and 1,09, 0,48-2,48). Weight excess was not associated with HBP in young people sports practitioners, suggesting cardiovascular protection in young people with overweight and obesity.
Descritores: Esportes
Sobrepeso/epidemiologia
Hipertensão/epidemiologia
Obesidade/epidemiologia
-Pressão Sanguínea
Brasil/epidemiologia
Distribuição de Poisson
Estado Nutricional
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Comportamento Sedentário
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177346
Autor: Peters, Barbara Santarosa Emo.
Título: Vitamina D em adolescentes: ingestão, nível sérico e associação com adiposidade e pressão arterial / Vitamin D in adolescents: dietary intake, serum levels and association with adiposity and blood pressure.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 116 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução - Atualmente, vários estudos epidemiológicos têm se direcionado à população de adolescentes, devido aos seus hábitos alimentares que, quando inadequados, podem favorecer o aparecimento de diversas doenças crônicas não transmissíveis na vida adulta. A vitamina D é um nutriente de fundamental importância durante os diversos ciclos de vida, porém sua determinação é inadequada através dos questionários/recordatórios alimentares. Níveis séricos reduzidos de vitamina D estão relacionados à patogênese de diversas doenças crônicas não transmissíveis. Objetivo - Objetivou-se investigar a ingestão e os níveis séricos de vitamina D em adolescentes saudáveis, assim como quais fatores influenciam a adequação da vitamina D e a associação entre o estado nutricional da vitamina D com a adiposidade e a pressão arterial. Métodos - Trata-se de estudo transversal, onde foram avaliados 205 adolescentes, sendo 106 meninos e 99 meninas, com média de idade de 18,25 (0,07). Avaliou-se a ingestão alimentar (diário alimentar de 3 dias), o estado nutricional (peso, altura, IMC, gordura corporal e massa magra pela bioimpedância elétrica), o nível de atividade física (questionário de atividade física, desenvolvido e validado para adolescentes), pressão arterial (de acordo com as recomendações das V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial) e marcadores bioquímicos (níveis séricos de calcidiol e calcitriol, cálcio sérico total, paratormônio sérico e adiponectina). Resultados - O nível sérico médio de calcidiol foi 29,2(0,8) ng/ml, e 62,1% dos adolescentes apresentaram insuficiência de vitamina D. A média de ingestão de cálcio e vitamina D foi de 682,2 (14,2) mg/dia e 3,1 (0,1) g/dia, respectivamente. Apenas 3,8% dos adolescentes ingeriram o recomendado para cálcio e nenhum adolescente apresentou ingestão próxima ao recomendado para vitamina D. Houve correlação positiva entre o consumo de produtos lácteos com a ingestão de cálcio e vitamina D (r=0,597 e r=0,561, respectivamente; p=0,000). Adolescentes que apresentavam o hábito de realizar o café da manhã apresentaram ingestão significativamente maior de cálcio, vitamina D e produtos lácteos do que aqueles adolescentes que não realizavam esta refeição. Quanto aos níveis de pressão arterial, 12,19% dos adolescentes apresentaram-na elevada. Não foi encontrada correlação significante entre a pressão arterial sistólica e diastólica com o calcidiol e o calcitriol. Tanto a pressão arterial sistólica quanto a diastólica apresentaram correlação positiva com a circunferência da cintura em ambos os sexos. A gordura corporal não apresentou correlação com os níveis séricos de calcidiol. Conclusões - A prevalência de insuficiência de vitamina D foi elevada nesta amostra de adolescentes. Não houve relação entre os níveis séricos de vitamina D e pressão arterial. A maioria dos adolescentes não ingere o recomendado para cálcio e vitamina D. E o hábito de realizar o café da manhã regularmente assim como a ingestão de produtos lácteos são importantes estratégias para aumentar a ingestão destes nutrientes.

Introduction - Several epidemiologic studies have been developed in adolescent population, due to alimentary habits that when inadequate can contribute to development of non-communicable chronic diseases in the adult life. The vitamin D status is of fundamental importance during life cycles. Reduced serum levels of vitamin D have been related to many non-communicable chronic diseases pathogenesis. Purpose - The purpose of this study was to evaluate the vitamin D intake and the serum 25(OH)D concentration in healthy adolescents, as well to investigate factors that could influence the vitamin D status, and the relationships between the nutritional status of vitamin D, adiposity and blood pressure. Methods - This is a cross-sectional study, including two hundred and five adolescents, 106 boys and 99 girls, mean age 18.25 (0.07) years old. Dietary intake (three-day dietary records), nutritional status (weight, height, BMI, fat mass and lean mass by bioelectrical impedance), physical activity (validated physical activity evaluation questionnaire for adolescents), blood pressure (in accordance with V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial recommendations), and biochemical markers (blood levels of calcidiol, calcitriol, serum total calcium, intact parathormone and adiponectin) was evaluated. Results - The mean serum of calcidiol was 29.2 (0.8) ng/ml, and the vitamin D insufficiency was observed in 62.1% of the adolescents. Mean dietary calcium and vitamin D intake was 682.2 (14.2) mg/day and 3.1 (0.1) g/day, respectively. Only 3.8% of adolescents met the daily adequate intake recommendation for calcium, and none of adolescents met the adequate intake recommendation for vitamin D. There was a positive correlation between dairy products and both calcium and vitamin D intake (r=0.597 e r=0.561, respectively; p=0.000). Adolescents who ate breakfast had a significant higher mean calcium, vitamin D and dairy products intake than adolescents who did not eat. Elevated blood pressure was observed in 12.19% of the adolescents. There were no correlations between systolic and diastolic blood pressure with calcidiol and calcitriol. A positive significant correlation was observed between waist circumference with systolic and diastolic blood pressure in both boys and in girls. There was no correlation between fat mass and blood levels of calcidiol. Conclusions - The prevalence of vitamin D insufficiency was elevated in this group of adolescents. No relationships between serum vitamin D levels and blood pressure were observed. The majority of adolescents were not consuming recommended levels of calcium and vitamin D. The regular breakfast habit and consumption of dairy products are important strategies in improving calcium and vitamin D intake in the diet.
Descritores: Vitamina D/sangue
Pressão Sanguínea
Composição Corporal
Avaliação Nutricional
Adolescente
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131690
Autor: ROCHA, Eva; ROUANET, Carolina; REGES, Danyelle; GAGLIARDI, Vivian; SINGHAL, Aneesh Bhim; SILVA, Gisele Sampaio.
Título: Intracerebral hemorrhage: update and future directions / Hemorragia intracerebral: atualização e direções futuras
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;78(10):651-659, Oct. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Capes Foundation, Ministry of Education, Brazil.
Resumo: ABSTRACT Intracerebral hemorrhage (ICH), defined as bleeding into the brain parenchyma, is a significant public health issue. Although it accounts for only 10 to 15% of strokes, it is associated with the highest morbidity and mortality rates. Despite advances in the field of stroke and neurocritical care, the principles of acute management have fundamentally remained the same over many years. The main treatment strategies include aggressive blood pressure control, early hemostasis, reversal of coagulopathies, clot evacuation through open surgical or minimally invasive surgical techniques, and the management of raised intracranial pressure.

RESUMO A hemorragia cerebral é definida como um sangramento no parênquima cerebral e representa um importante problema de saúde pública. Ela corresponde a 10 a 15% das causas de AVC e está associada a altas taxas de morbimortalidade. Apesar dos avanços no campo do AVC e dos cuidados neurocríticos, os princípios do manejo agudo permaneceram fundamentalmente os mesmos por muitos anos. As principais estratégias de tratamento incluem controle agressivo da pressão arterial, hemostasia precoce, reversão de coagulopatias, evacuação do coágulo por meio de técnicas cirúrgicas abertas ou cirúrgicas minimamente invasivas e gerenciamento da pressão intracraniana elevada.
Descritores: Hemorragia Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
-Pressão Sanguínea/fisiologia
Encéfalo
Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos/métodos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Marcon, Sônia Silva
Texto completo
Id: biblio-890538
Autor: Barreto, Mayckel da Silva; Mendonça, Raquel de Deus; Pimenta, Adriano Marçal; Garcia-Vivar, Cristina; Marcon, Sonia Silva.
Título: Não utilização de consultas de rotina na Atenção Básica por pessoas com hipertensão arterial / Non-use of primary care routine consultations for individuals with hypertension
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(3):795-804, Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os objetivos deste estudo foram identificar, entre pessoas com hipertensão arterial, os fatores sociodemográficos associados a não utilização de consultas médicas de rotina disponíveis na Atenção Básica e verificar se a não utilização das consultas interfere na não adesão à farmacoterapia, no descontrole pressórico e na hospitalização. Estudo transversal analítico com amostragem aleatória e estratificada. Foram entrevistadas 422 pessoas residentes no município de Maringá-PR. Realizaram-se análises brutas e ajustadas por meio de Regressão Logística, estimando-se Odds Ratio e intervalos de confiança de 95%. Constatou-se que, nos seis meses anteriores a entrevista, 47 pessoas não utilizaram consultas de rotina. Sexo masculino, cor da pele não branca e utilização apenas de serviços públicos de saúde se associaram a não utilização das consultas. A maioria que não utilizou as consultas, também não aderiu à farmacoterapia e apresentou descontrole pressórico. Profissionais de saúde necessitam desenvolver estratégias para aumentar a procura dos hipertensos às consultas médicas, priorizando grupos populacionais de homens, pessoas não brancas e que utilizam serviços públicos de saúde. A maior utilização das consultas poderá auxiliar no controle pressórico e reduzir complicações.

Abstract The objectives of this study were to identify, among individuals with hypertension, sociodemographic factors associated with non-use of routine medical appointments available in primary care and check if non-use of consultations interferes with noncompliance with pharmacotherapy, uncontrolled blood pressure and hospitalization. This is a cross-sectional study with random and stratified sampling. A total of 422 individuals living in the city of Maringá, Paraná, were interviewed. There were crude and adjusted analyses using logistic regression, estimating odds ratios and 95% confidence intervals. It was found that, in the six months preceding the interview, 47 (11.1%) individuals did not use routine appointments. Being male, nonwhite and using only public health services were associated with non-use of consultations. Most of those who did not use consultations also failed to comply with pharmacotherapy and presented dysregulated blood pressure. Healthcare professionals need to develop strategies in order to increase attendance of hypertensive individuals to medical appointments, giving priority to population groups of men, nonwhite individuals and those who use public health services. Greater use of consultations can assist in blood pressure control and reduce complications.
Descritores: Agendamento de Consultas
Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos
Cooperação do Paciente/estatística & dados numéricos
Hipertensão/terapia
-Pressão Sanguínea
Brasil
Modelos Logísticos
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Adesão à Medicação/estatística & dados numéricos
Hospitalização/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890569
Autor: Géa-Horta, Tatiane; Beinner, Mark Anthony; Gazzinelli, Andrea; Mendes, Mariana Santos Felisbino; Velasquez-Melendez, Gustavo.
Título: Anthropometric changes and their effects on cardiometabolic risk factors in rural populations in Brazil / Mudanças antropométricas e seus efeitos sobre os fatores de risco cardiometabólicos em populações rurais do Brasil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(5):1415-1423, Mai. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This article aims to evaluate associations between anthropometric changes in five years with lipid and blood pressure levels in Brazilian rural population. This longitudinal study evaluated 387 individuals aged 18 to 75 residents of two rural communities. Demographic, lifestyle, anthropometric, biochemical and hemodynamic characteristics were assessed in 2004 and repeated in 2009. Multivariate linear regression was used. Positive change in BMI was associated with increased diastolic blood pressure (DBP) (β = 0.07; 95%CI: 0.03-0.11), low-density lipoprotein (LDL-C) (increase of 0.01% to 10%: β = 0.08; 95%CI: 0.02-0.14, more than 10% increase: β = 0.09; 95%CI: 0.01-0.16) and low density lipoprotein/high density lipoprotein cholesterol ratio (LDL-C/HDL-C) (increase of 0.01% to 10%: β = 0.15; 95%CI: 0.06-0.25, more than 10% increase: β = 0.14; 95%CI: 0.02-0.25). Our results showed no association between positive changes in WC and lipid levels increase, only with blood pressure levels increase (SBP: β = 0.06; CI95%:0.02-0.10; DBP: β = 0.09; CI95%: 0.04;0.13). Positive changes in BMI are independent predictors of increased lipid and blood pressure levels and positive changes in WC of increased blood pressure.

Resumo O objetivo deste artigo foi avaliar associação entre as mudanças antropométricas, em cinco anos de estudo, com os níveis lipídicos e pressóricos em populações rurais brasileiras. Estudo longitudinal, que avaliou 387 indivíduos, entre 18 e 75 anos, residentes em duas comunidades rurais. Características demográficas, de estilo de vida, antropométricas, bioquímicas e hemodinâmicas foram coletadas em 2004 e repetidas em 2009. Utilizou-se a regressão linear. Mudanças positivas do IMC foram associadas com aumento da pressão arterial diastólica (PAD) (β = 0,07; IC95%: 0,03-0,11), lipoproteína de baixa densidade (LDL-C) (aumento de 0,01% a 10%: β = 0,08; IC95%: 0,02-0,14; aumento de mais de 10%: β = 0,09; IC95%: 0,01-0,16) e razão lipoproteína de baixa densidade/lipoproteína de alta densidade (LDL-C/HDL-C) (aumento de 0,01 a 10%: β = 0,15; IC95%: 0,06-0,25; aumento de mais de 10% β = 0,14; IC95%: 0,02-0,25). Não se observou associação entre mudanças positivas na CC e aumento de níveis lipídicos, apenas com aumento da pressão arterial (PAS: β = 0,06; IC95%: 0,02-0,10; PAD: β = 0,09; IC95%: 0,04-0,13). Mudanças positivas no IMC são preditoras independentes para aumento de níveis lipídicos e pressóricos e mudanças positivas na CC para aumento de níveis pressóricos.
Descritores: População Rural
Pressão Sanguínea/fisiologia
Doenças Cardiovasculares/epidemiologia
Lipídeos/sangue
-Brasil/epidemiologia
Índice de Massa Corporal
Modelos Lineares
Antropometria
Análise Multivariada
Fatores de Risco
Estudos Longitudinais
Circunferência da Cintura/fisiologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952619
Autor: Mussi, Ricardo Franklin de Freitas; Queiroz, Bruno Morbeck de; Petróski, Edio Luiz.
Título: Excesso de peso e fatores associados em quilomboras do médio São Francisco baiano, Brasil / Overweight and associated factors in Quilombolas from the middle San Francisco, Bahia, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(4):1193-1200, abr. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é analisar a prevalência do excesso de peso e os fatores associados em adultos de comunidade quilombola do médio São Francisco baiano. Estudo transversal com amostra de 112 adultos. O excesso de peso foi avaliado pelo índice de massa corporal (IMC). A regressão linear foi usada para testar as associações, conforme modelo hierárquico de análise. A prevalência de excesso de peso foi de 27,7% (Intervalo de Confiança de 95% - IC95%: 19,3;36,1), com IMC médio de 23,1(± 3,8) Kg/m2, na análise múltipla permaneceram associados (p < 0,05) o sexo feminino, autoavaliação negativa de saúde e aumento da pressão arterial média (R2 ajustado 0,326). O aumento do IMC entre os quilombolas se associou com sexo feminino, autoavaliação negativa de saúde e maiores níveis pressóricos médios.

Abstract The aim of this article was to analyze the prevalence of overweight and associated factors in adult quilombolas (inhabitants of black communities) from the Middle San Francisco, Bahia. Cross-sectional study with a sample of 112 adults. Overweight was evaluated by body mass index (BMI). Linear regression was used to test associations. The mean age of the participants was 42.1 (standard deviation 18.5) years and there was a predominance of females (55.4%). The prevalence of overweight was 27.7% (95% confidence interval: 19.3;36.1), with a mean BMI of 23.1 (± 3.8) kg/m2. Factors that remained associated in multiple linear regression analysis (p < 0.05) were female gender, negative self-assessment of health, and increased mean arterial pressure (adjusted R2 0.326). The increase in BMI among quilombolas was associated with female gender, negative self-assessment of health and higher mean blood pressure levels.
Descritores: Nível de Saúde
Grupo com Ancestrais do Continente Africano/estatística & dados numéricos
Sobrepeso/epidemiologia
-Autoavaliação
Pressão Sanguínea
Brasil/epidemiologia
Índice de Massa Corporal
Modelos Lineares
Fatores Sexuais
Prevalência
Estudos Transversais
Sobrepeso/etnologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1020654
Autor: Carrillo, Daniela; González, Claudia; Ceballos, María Luisa; Salas, Paulina; Bolte, Lillian; Alarcón, Claudia; Peredo, Soledad.
Título: Monitorización ambulatoria de presión arterial (MAPA): recomendaciones de la rama de nefrología pediátrica / Ambulatory blood pressure monitoring (ABPM): statement from chilean pediatric nephrology committee
Fonte: Rev. chil. pediatr;90(4):448-455, ago. 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: La monitorización ambulatoria de la presión arterial (MAPA) es una herramienta clínica útil para el diagnóstico y confirmación de hipertensión arterial en pediatría y permite igualmente el diagnóstico de condiciones especiales como la hipertensión de delantal blanco e hipertensión enmascarada. Exis ten recomendaciones internacionales para su realización e interpretación, sin embargo, aún quedan interrogantes por resolver. En esta guía se resume la bibliografía disponible y se intenta estandarizar, a través de consenso de especialistas nacionales, la aplicación de esta técnica. Se necesitan más estudios de investigación en niños que aporten nuevos valores de referencia y que determinen la relación de alteraciones en MAPA con resultados clínicos a largo plazo.

Abstract: Ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) is a useful clinical tool for the diagnosis and confir mation of arterial hypertension in pediatrics, and also allows the diagnosis of special conditions such as white coat hypertension and masked hypertension. There are international recommendations for its implementation and interpretation, however, there are still unresolved questions. This guide summarizes the available literature and attempts to standardize, through consensus of national specia lists, the application of this technique. More research studies are needed that provide new reference values and determine the relationship of alterations in ABPM with long-term clinical results.
Descritores: Guias de Prática Clínica como Assunto
Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial/métodos
Hipertensão/diagnóstico
-Pediatria
Valores de Referência
Pressão Sanguínea/fisiologia
Chile
Limites: Humanos
Criança
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 1990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1170960
Autor: Seropian Ignacio M; Perez Soriano María L; Kriemer Hernán; Valdizan Marcia; Seijo Mariana; Cohen Arazi Hernán.
Título: El déficit de vitamina D se asocia a factores de riesgo en personas sin antecedentes cardiovasculares / [Vitamin D deficiency is associated with cardiovascular risk factors in a healthy population].
Fonte: Rev. Fac. Cienc. Méd. (Córdoba);70(4):207-16, 2013.
Idioma: es.
Resumo: Vitamin D (VitD) deficiency is associated with increased morbidity and mortality. We evaluated the association of VitD deficiency (<50 mmol/l) and cardiovascular risk factors in a healthy population, from July-November 2012, in a private center at Buenos Aires province. 333 people were included, aged 41.6±12.4 years (58.6

with systolic blood pressure (SBP) >140 mmHg and 6

diastolic blood pressure (DBP) >90 mmHg. VitD deficiency was observed in 29.1

women, p=0.3), more frequent with obesity (OR 1.85, IC95:1.05-3.25, p=0.02), HDL-cholesterol (HDL-C)150 mg/dl (OR 1.77, IC95:1.02-3.06, p=0.03). A trend towards VitD deficiency and SBP>140 mmHg (OR 1.88, IC95:0.93-3.77, p=0.07) or DBP>90 mmHg (OR 1.39, IC95:0.5-3.65, p=0.5) was observed. Lineal correlation between VitD and HDL-C (p<0.001) or triglycerides (p<0.001) was observed. Multiple logistic regression showed that VitD deficiency association with low HDL-C was independent of age, female sex, obesity and physical activity. Association of VitD deficiency with hypetriglyceridemia was independent of age, female sex and obesity. This study shows an association between VitD deficiency and cardiovascular risk factors like obesity, low HDL <50 mg/dl and hypertriglyceridemia. A trend toward higher SBP was also observed. Experimental studies are granted in order to establish a cause-effect relationship.
Descritores: Deficiência de Vitamina D/complicações
Doenças Cardiovasculares/complicações
-Adulto
Atividade Motora/fisiologia
Deficiência de Vitamina D/epidemiologia
Deficiência de Vitamina D/sangue
Estudos Prospectivos
Fatores Etários
Fatores Sexuais
Fatores de Risco
Feminino
HDL-Colesterol/sangue
Hipertrigliceridemia/sangue
Humanos
Masculino
Obesidade/sangue
Pessoa de Meia-Idade
Pressão Sanguínea/fisiologia
Tipo de Publ: Resumo em Inglês
Artigo de Revista
Responsável: AR5.1 - Centro de Gestión del Conocimiento y las Comunicaciónes


  10 / 1990 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1159570
Autor: Montes Juan Pablo; Robi Marcelo.
Título: "Relación entre la dispersión de la onda P, el índice de masa ventricular izquierda y la tensión arterial" / [In Process Citation].
Fonte: Arch. argent. pediatr;111(6):564-6, dic. 2013.
Idioma: es.
Descritores: Eletrocardiografia
Hipertensão/fisiopatologia
Pressão Sanguínea/fisiologia
Ventrículos do Coração/anatomia & histologia
Ventrículos do Coração/fisiopatologia
-Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: AR5.1 - Centro de Gestión del Conocimiento y las Comunicaciónes



página 1 de 199 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde