Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.095.147 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 135 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 135 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049588
Autor: Cardoso, Liana Monteiro da Fonseca.
Título: Transplante Hepatocitário: uma alternativa terapêutica para a insuficiência hepática aguda / Hepatocyte Transplantation: a therapeutic alternative for acute liver failure.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 116 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Dentre as doenças hepáticas que acometem o fígado, a insuficiência hepática aguda (IHA) destaca-se pela rápida perda da função hepática, com um alto índice de mortalidade que, em alguns estudos clínicos, pode chegar a 80%. A causa mais comum de IHA no Brasil é a hepatite viral, seguida pela hepatite medicamentosa e intoxicação exógena. Embora existam terapias visando o tratamento de IHA, o transplante hepático ainda é a única opção terapêutica definitiva para pacientes com doença hepática terminal. No entanto, a escassez de órgãos para o transplante impõe limitação ao número de pacientes beneficiados. Consequentemente, um grande número de pacientes permanece nas filas de espera, contribuindo para elevar o índice de mortalidade. Alguns procedimentos para estender o número de pacientes beneficiados com transplantes têm sido realizados, dentre eles podemos citar o transplante inter-vivo e o transplante hepático dominó. Vale ressaltar que, tais alternativas ainda são insatisfatórias quando relacionadas com o número de pacientes que precisam do transplante. Assim, a proposta do transplante hepatocitário pode melhorar a qualidade de vida até o transplante ou mesmo levar à recuperação espontânea do paciente. Contudo, o maior desafio para a ampla aplicação clínica desse método é a disponibilidade de quantidade, com qualidade suficiente das células do fígado para o transplante

Uma possível solução seria a utilização de fígados rejeitados para o transplante, associado à otimização dos processos de isolamento, e de criopreservação de hepatócitos provenientes desses órgãos. Nesse contexto, o presente trabalho propõe uma caracterização geral, em modelo experimental, de protocolo para terapia celular baseada na coleta de populações de células hepáticas de órgãos rejeitados para o transplante ortotópico, associado à otimização da criopreservação para a criação de bancos de células com vistas ao futuro tratamento de IHA. Para isso, neste trabalho, desenvolvemos um modelo químico de IHA utilizando uma dose única de 400 mg/Kg de acetaminofeno i.p. E um modelo de macroesteatose, doadores de células submetidos a uma dieta deficiente em metionina e colina. Nossos resultados demonstraram que é possível realizar a separação entre os hepatócitos com altos níveis de esteatose das células com pouca ou nenhuma vesícula lipídica utilizando dois processos de centrifugação. Além disso, a terapia celular com a infusão de hepatócitos, apresentaram um leve aumento na sobrevida, com diminuição das enzimas hepáticas AST e ALT além do aumento da produção de albumina quando comparado ao grupo dos animais que não foram submetidos à terapia celular. Para a otimização da criopreservação, utilizamos algoritmos de machine learning como ferramenta de previsão às melhores condições de congelamento para hepatócitos murinos. (AU)
Descritores: Criopreservação
Transplante de Fígado
Hepatócitos
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos
Fígado
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  2 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976422
Autor: Pinto Filho, Saulo T. L; Pillat, Micheli M; Rosa, Matheus P; Dalmolin, Fabíola; Ulrich, Henning; Pippi, Ney L.
Título: Expression patterns of mesenchymal stem cell-specific proteins in adipose tissue-derived cells: possible immunosuppressing agent in partial allograft for restoring the urinary bladder in rabbits / Padrão de expressão de proteínas específicas das células-tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo: possível agente imunossupressor em aloenxerto parcial para restauração de vesícula urinária de coelhos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(12):2183-2189, dez. 2018. ilus.
Idioma: en.
Projeto: CAPES; . Fapesp; . CNPq; . Fapesp.
Resumo: Adipose tissue-derived stem cells (ADSCs) are an attractive source of mesenchymal stem cells (MSCs) for use in tissue engineering and clinical applications. This paper focuses on the characterization of ADSCs used as immunosuppressive agent in rabbits undergoing partial allograft for urine bladder restorage. For this study highlighted the characterization of the ADSCs used as immunosuppressive agents in rabbits submitted to partial allograft for restoration of the urinary vesicle, using 25 animals, six months old, New Zealand. ADSCs at the third peal were characterized by the MSC-specific CD105, CD73 and CD90 expression and by the absence of the hematopoietic marker CD45, as revealed by flow cytometry analysis. Moreover, ADSCs were efficient in preventing allograft rejection from the urinary bladder, as judged by biochemical, clinical and ultrasonography analysis. Together, these results compose characterization of protein expression profiles and immunosuppressive functionality of ADSCs in rabbits, which had undergone partial allografts of the urinary bladder, foreseeing future applications in clinical practice.(AU)

As células mesenquimais derivadas de tecido adiposo (ADSCs) são uma fonte atraente de células-tronco mesenquimais (MSCs) para uso na engenharia de tecidos e suas aplicações clínicas. Este trabalho destacou a caracterização das ADSCs utilizadas como agentes imunossupressores em coelhos submetidos a aloenxerto parcial para restauração da vesícula urinária, sendo utilizados 25 animais, de seis meses de idade, Nova Zelândia. As ADSCs, após o terceiro repique, foram caracterizadas pela expressão específica de MSC CD105, CD73 e CD90 e pela ausência do marcador hematopoiético CD45, tal como revelado por análise de citometria de fluxo. Além disso, os ADSCs foram eficientes na prevenção da rejeição de aloenxertos da vesícula urinária, conforme avaliado por análises clínica, bioquímica e ultrassonográfica. Juntos, esses resultados compõem a caracterização dos perfis de expressão proteica e a funcionalidade imunossupressora de ADSCs em coelhos, que sofreram aloenxertos parciais da bexiga, prevendo futuras aplicações na prática clínica.(AU)
Descritores: Coelhos
Bexiga Urinária/transplante
Aloenxertos/citologia
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/veterinária
Imunossupressores
-Citometria de Fluxo/veterinária
Limites: Animais
Coelhos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
AMBROSIO, Carlos Eduardo
Texto completo
Id: biblio-895345
Autor: Gomes, Ingrid S; Oliveira, Vanessa C. de; Pinheiro, Alessandra O; Roballo, Kelly C. S; Araujo, Giuliano S. M. de; Veronezi, Jessica C; Martins, Daniele S; Ambrósio, Carlos Eduardo.
Título: Bone marrow stem cell applied in the canine veterinary clinics / Células tronco de medula óssea utilizadas na clínica veterinária canina
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(10):1139-1145, out. 2017. ilus.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Cell therapy represents an old therapeutic practice initiated with the transfusion of whole blood in different clinical situations. There is now a breakthrough in the study of multipotent stem cell therapy because of its functionality in regeneration of tissues, which promotes attention of the scientific community. Bone marrow is one of the main sources of multipotent stem cells, composed by hematopoietic stem cells responsible for the renewal of the cellular components of the blood, and mesenchymal stem cells that aid in the regeneration of tissues. These cells have a strong potential for the treatment of several diseases, due their main characteristics such as high plasticity, capacity for self-renewal and immunomodulation. Although, there are many studies that show good results with the use of cell therapy as a form of treatment for several diseases, some studies still show inconclusive or unsatisfactory results. Therefore, the objective of this study was to review the application of bone marrow stem cells in the canine model since improvements on the knowledge of the technique are necessary to enable its applicability with safety and efficacy.(AU)

A terapia celular representa uma antiga prática terapêutica iniciada com a transfusão de sangue total em diferentes situações clínicas. Atualmente há um avanço no estudo da terapia com células-tronco mesenquimais por conta de sua funcionalidade na regeneração de tecidos, o que promove uma crescente atenção do meio científico. A medula óssea é uma das principais fontes de células-tronco multipotentes, no qual se encontram as células-tronco hematopoiéticas, responsável pela renovação dos componentes celulares do sangue, e as células-tronco mesenquimais que auxiliam na regeneração de tecidos. Essas células têm um forte potencial para o tratamento de diversas enfermidades, uma vez que possuem como principais características alta plasticidade, capacidade de auto renovação e imunomodulação. Apesar de haver muitos trabalhos que apresentam bons resultados com a utilização da terapia celular como forma de tratamento para diversas enfermidades, alguns estudos ainda demonstram resultados inconclusivos ou não satisfatórios, por isso, objetivou-se com este trabalho revisar a aplicação das células-tronco derivadas da medula óssea no modelo canino uma vez que é necessário melhorias sobre o conhecimento da técnica para que possibilite a sua aplicabilidade com segurança e eficácia.(AU)
Descritores: Células-Tronco
Medula Óssea
Células-Tronco Hematopoéticas
Cães
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/veterinária
-Modelos Animais
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-728464
Autor: Felisa, Veitia Cabarrocas; Arce González, Manuel Antonio; Hernández Moreno, Vicente José.
Título: La terapia celular en la enfermedad periimplantaria. Primera experiencia en Villa Clara / Cellular therapy in periimplantary disease. First experience in Villa Clara
Fonte: Medicentro (Villa Clara);17(4):166-168, oct.-dic. 2013.
Idioma: es.
Descritores: Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos
Responsável: CU425.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Villa Clara


  5 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-728459
Autor: Arce González, Manuel Antonio; Hernández Moreno, Vicente José; Peñate Gaspar, Arelys de la Caridad.
Título: Pertinencia del enfoque bioético en los protocolos de actuación para la terapia celular / Pertinence of bioethical approach in performance protocols for cellular therapy
Fonte: Medicentro (Villa Clara);17(3):138-140, jul.-set. 2013.
Idioma: es.
Descritores: Temas Bioéticos
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos
Responsável: CU425.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Villa Clara


  6 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-778362
Autor: Marques, Ana Paula L; Botteon, Rita de Cássia C. M; Cordeiro, Matheus D; Machado, Carlos H; Botteon, Paulo de Tarso L; Barros, Janne P. N. de; Spíndola, Bruno F.
Título: Padronização de técnica manual para obtenção de plasma rico em plaquetas de bovino / Standardization of manual technique for obtaining platelet-rich plasma in cattle
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;34(supl.1):1-6, dez. 2014. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Para padronização de uma técnica manual para a obtenção de plasma rico em plaquetas (PRP) autólogo em bovinos com custo reduzido (método manual) e de boa qualidade (capacidade de concentrar plaquetas, alta concentração de fatores de crescimento e contaminação reduzida com leucócitos e eritrócitos), que poderá ser utilizado como um agente modulador da resposta imune de vacas com diferentes enfermidades, 450 ml de sangue total de nove vacas clinicamente saudáveis e com perfil hematológico normal foi coletado em bolsas de sangue CPDA-1 e processado dentro de quatro horas após a coleta. O sangue foi separado em alíquotas para avaliar 8 protocolos (P) de centrifugação dupla que variaram quanto a velocidade e o tempo de centrifugação. A contagem de plaquetas, eritrócitos e leucócitos na suspensão obtida (PRP) foi realizada pelo método manual em câmara de Neubauer: P5 (400g e 800g ambos durante 10 min) foi o protocolo com maior número de plaquetas, seguido por P3 (120g e 473g ambos durante 10 min), P4 (300g e 640g durante 10 min cada), P6 (640g durante 10 min e 640g durante 5 min), P8 (640g durante 5 min e 120g durante 10 min) e P7 (720g e 720g durante 5 min) e diferentes (p<0,05) dos menores valores encontrados em P1 (120g e 240g, ambos por 5 minutos) e P2 (120g e 473g ambos por 5 min). Em relação aos eritrócitos, P8, P7, P6, P5 e P4 apresentaram menores concentrações e maiores valores (p<0,05) foram observados em P3 e P2. Menores quantidades de leucócitos foram observadas em P5, P6, P8 e P7 com o maior valor obtido em P2 (p<0,05). Todos os protocolos (P1 a P8) foram eficientes em concentrar plaquetas sendo o valor mais baixo (3,65±0,79) observado em P1. Em relação aos fatores de crescimento ao se mensurar TGF- 1, os protocolos P1 e P8 evidenciaram valores mais elevados. De acordo com os resultados obtidos os protocolos P5 e P8 apresentaram os melhores resultados para confecção de PRP bovino.(AU)

For standardization of manual technique to obtain autologous platelet-rich plasma (PRP) in cattle with reduced cost (manual method) and good quality (ability to concentrate platelets, high level of growth factors and reduced contamination with leukocytes and erythrocytes), that may be used as a modulating agent of the immune response of cows chronically infected with various diseases, 450ml of whole blood from nine clinically and hematologically healthy cattle were collected in CPDA-1 bags and processed within four hours after collection. The blood was divided in aliquots to evaluate 8 protocols (P) of double centrifugation which varied as the speed and time of centrifugation. Platelet, erythrocytes and leukocytes counts in PRP were performed by manual method in a Neubauer chamber. The highest concentration of platelets was obtained in P5 (400g and 800g both for 10 min), followed by (p>0.05) P3 (120g e 473g ambos durante 10 min), P4 (300g e 640g durante 10 min cada), P6 (640g durante 10 min e 640g durante 5 min), P8 (640g durante 5 min e 120g durante 10 min) and P7 (720g and 720g both for 5 min) and different (p <0.05) than the protocols that had lower rates at P1 (120g to 240g, both for 5 minutes) and P2 (both 120g and 473g for 5 min). As for erythrocytes, P8, P7, P6, P5, P4 showed lower concentrations with higher values (p <0.05) observed in P3 and P2. Lesser values of leukocytes were found in P5, P6, P7 and P8 with the biggest value (p <0.05) obtained in P2. All protocols (P1 to P8) were efficient to concentrate platelets and the lowest value (3.65±0.79) was found in P1. Regarding TGF-ß1, the P1 and P8 protocols demonstrated the highest values. According to results, P5 and P8 protocols showed the best results for production of PRP in bovine.(AU)
Descritores: Técnicas e Procedimentos Diagnósticos/veterinária
Plasma Rico em Plaquetas
Fator de Crescimento Transformador beta1
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/veterinária
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cassali, G. D
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038657
Autor: Garbin, L. C; Soares, A. S; Mendes, H. M. F; Cassali, G. D; Vasconcelos, A. C; Faleiros, R. R.
Título: Histological and immunohistochemical evaluation of two cell therapy protocols in equine suspensory ligament repair / Avaliação histológica e imunoistoquímica do reparo do ligamento suspensório equino tratado com dois protocolos de terapia celular
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(5):1469-1476, set.-out. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to histologically evaluate the quality of tissue repair in equine suspensory ligament treated with two cell therapy protocols. All four limbs of six animals were operated simultaneously to remove a fragment in each ligament using a skin biopsy punch. Two days later, intralesional injections were performed using bone marrow mononuclear fraction (BM group), cultivated cells derived from adipose tissue (AT group), saline (positive control group), or no treatment (negative control group), in such way that each horse received all treatments. After sixty days biopsies were performed for histological analysis (H & E, Masson's trichrome and picrosirius red) and immunohistochemistry analysis (collagen type III). Histological findings (H & E and Masson's trichrome), birefringence intensity (through picrosirius) and collagen type III expression (through immunohistochemistry) were analyzed. Samples from treated groups had better birefringence intensity (P=0.007) and fiber alignment scores were superior compared to controls, though not statistically significant (P=0.08). Presence of inflammatory cells and intense staining for collagen type III occurred in all groups demonstrating an active healing process. In conclusion, both protocols resulted in improvement of tissue repair indicating their potential to be used as an adjuvant treatment of equine suspensory ligament disorders.(AU)

Este estudo teve como objetivo a avaliação histológica e imunoistoquímica do reparo do ligamento suspensório equino tratado com dois protocolos de terapia celular. Os quatro membros dos seis animais do experimento foram submetidos a procedimento cirúrgico em que um fragmento de cada ligamento foi retirado, utilizando-se punch de biópsia. Dois dias após o procedimento, aplicações intralesionais foram realizadas, por meio de aspirado de medula óssea (bone marrow-BM), células mesenquimais derivadas de tecido adiposo (adipose tissue-AT), solução salina (positive control group-PC) ou controle (negative control-NC). Após 60 dias, biópsias foram retiradas da região de reparo dos ligamentos e foram submetidas à análise histológica (HE, tricrômio de Masson, picrosírius red) e imunoistoquímica (colágeno tipo III). Diferentes variáveis histológicas (HE e tricrômio de Masson), a intensidade de birrefringência das fibras colágenas (picrosírius red) e a expressão de colágeno tipo III foram avaliadas. Os grupos tratados apresentaram maior birrefringência (P=0,007) e alinhamento de fibras (P=0,08) comparados ao controle, para o qual o resultado não se mostrou estatisticamente significativo. Achados histológicos e imunoistoquímicos demonstraram um processo ativo de reparo tecidual em todos os grupos. Concluiu-se que os dois protocolos de terapia celular apresentaram melhora no reparo tecidual, demonstrando potencial terapêutico adjuvante no tratamento de afecções do ligamento suspensório equino.(AU)
Descritores: Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/métodos
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/veterinária
Cavalos/anatomia & histologia
Ligamentos/anatomia & histologia
Ligamentos/química
-Imuno-Histoquímica/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rezende, C. M. F
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038624
Autor: Alves, E. G. L; Serakides, R; Rosado, I. R; Machado, F. N; Fukushima, F. B; Pereira, M. M; Góes, A. M; Rezende, C. M. F.
Título: Matriz porosa do BV60S associada a células osteoprogenitoras alógenas no tratamento de defeitos ósseos críticos em rádios de cães / Porous matrix of BG60S associated with allogenic osteoprogenitor cells in the treatment of critical bone defects in the radius of dogs
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(4):1121-1130, jul.-ago. 2019. graf, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da matriz porosa do biovidro 60S (BV60S) associada a células osteoprogenitoras (CO) alógenas no tratamento de defeitos ósseos críticos de cães. Foram utilizados 20 cães, machos, sem raça definida, com dois anos de idade e massa corporal média de 25kg. Com os cães sob anestesia geral, foram criados defeitos ósseos críticos no terço médio dos ossos rádios. Procedeu-se à fixação óssea com uma placa em ponte, e os defeitos foram tratados de acordo com cada grupo experimental. Constituíram-se três grupos experimentais, em que os defeitos ósseos foram preenchidos com: BV60S associado a CO alógenas (grupo BV60S+CO), osso autógeno (grupo C+), ou não preenchidos (grupo C-). A regeneração óssea foi avaliada por meio de exames radiográficos, densitométricos e histomorfométricos ao longo de 90 dias. Os grupos C- e BV60S+CO mostraram preenchimento ósseo parcial do defeito de, no máximo, 56,68% e 35,23%, respectivamente, sem a formação de ponte óssea entre as extremidades, e o controle positivo (C+) mostrou regeneração óssea completa. Conclui-se que a matriz porosa do BV60S associada às células osteoprogenitoras não é eficiente no tratamento de defeitos ósseos críticos em rádios de cães.(AU)

The objective of this study was to evaluate the effect of the porous matrix of bioglass 60S (BV60S) associated with allogenic osteoprogenitor cells (CO) in the treatment of critical bone defects of dogs. 20 male mongrel dogs at two years old and mean weight of 25kg were used. Dogs were anesthetized and critical bone defects were created in the middle third of the radios bones. With dogs under general anesthesia, critical bone defects were created in the middle third of bone radios. Bone fixation was done with a bridge plate and defects treated according to each experimental group. Three experimental groups were formed according to the treatment. The defects filled with BV60S associated with allogenic CO (Group-BV60S+CO), autogenous bone (Group-C+) or unfilled (Group-C-). Bone regeneration was evaluated by radiography, bone densitometry and histomorphometry over 90 days. The BV60S+CO and C- groups showed partial bone filling of the defect of at most 56.68% and 35.23%, respectively. No bone bridge formation was observed between the extremities in the BV60S+CO and C- groups. Positive control showed complete bone regeneration at 90 days. It was concluded that the porous matrix of BV60S associated with osteoprogenitor cells was not effective in the treatment of critical bone defects in the radius of dogs.(AU)
Descritores: Rádio (Anatomia)/lesões
Materiais Biocompatíveis/uso terapêutico
Regeneração Óssea
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/métodos
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos/veterinária
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828644
Autor: Haddad, Mônica Santoro; Wenceslau, Cristiane Valverde; Pompeia, Celine; Kerkis, Irina.
Título: Cell-based technologies for Huntington's disease / Tecnologias celulares no doença de Huntington
Fonte: Dement. neuropsychol;10(4):287-295, Oct.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Huntington's disease (HD) is a fatal genetic disorder, which causes the progressive breakdown of neurons in the human brain. HD deteriorates human physical and mental abilities over time and has no cure. Stem cell-based technologies are promising novel treatments, and in HD, they aim to replace lost neurons and/or to prevent neural cell death. Herein we discuss the use of human fetal tissue (hFT), neural stem cells (NSCs) of hFT origin or embryonic stem cells (ESCs) and induced pluripotent stem cells (IPSCs), in clinical and pre-clinical studies. The in vivo use of mesenchymal stem cells (MSCs), which are derived from non-neural tissues, will also be discussed. All these studies prove the potential of stem cells for transplantation therapy in HD, demonstrating cell grafting and the ability to differentiate into mature neurons, resulting in behavioral improvements. We claim that there are still many problems to overcome before these technologies become available for HD patient treatment, such as: a) safety regarding the use of NSCs and pluripotent stem cells, which are potentially teratogenic; b) safety regarding the transplantation procedure itself, which represents a risk and needs to be better studied; and finally c) technical and ethical issues regarding cells of fetal and embryonic origin.

RESUMO A doença de Huntington (DH) é uma desordem genética que provoca a destruição progressiva dos neurônios no cérebro humano. A DH deteriora progressivamente as habilidades físicas e mentais humanas, e é incurável. Tecnologias terapêuticas baseadas em células representam novas alternativas para diversas doenças neurodegenerativas, pois visam substituir neurônios e/ou prevenir a morte neuronal. Nesta revisão discutirmos o uso de tecido fetal humano, células tronco neurais (CTN) de origem fetal ou de células tronco embrionárias ou células tronco pluripotentes induzidas, em estudos pré-clínicos e clínicos. Além disso, o uso terapêutico de células derivadas de tecidos não-neurais, como células tronco mesenquimais, também será discutido. Todos estes estudos provam o potencial do transplante celular na DH, demonstrando a sua habilidade em enxertar no encéfalo e diferenciar em neurônios in vivo, resultando em melhorias comportamentais e motoras em modelos animais da DH. Nós também discutimos que há muitos problemas a serem resolvidos quanto à terapia celular na DH, tais como: a) questões associadas à segurança do uso de CTNs, as quais são consideradas potencialmente teratogênicas; b) segurança do procedimento de transplante intracerebral, que representa um risco ao paciente; c) e, finalmente, questões técnicas e éticas associadas ao uso de células de origem fetal e embrionária.
Descritores: Células-Tronco
Doença de Huntington
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  10 / 135 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bydlowski, Sergio Paulo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-640875
Autor: Sekiya, Elíseo Joji; Forte, Andresa; Kühn, Telma Ingrid Borges de Bellis; Janz, Felipe; Bydlowski, Sérgio Paulo; Alves, Adelson.
Título: Establishing a stem cell culture laboratory for clinical trials
Fonte: Rev. bras. hematol. hemoter;34(3):236-241, 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: Adult stem/progenitor cells are found in different human tissues. An in vitro cell culture is needed for their isolation or for their expansion when they are not available in a sufficient quantity to regenerate damaged organs and tissues. The level of complexity of these new technologies requires adequate facilities, qualified personnel with experience in cell culture techniques, assessment of quality and clear protocols for cell production. The rules for the implementation of cell therapy centers involve national and international standards of good manufacturing practices. However, such standards are not uniform, reflecting the diversity of technical and scientific development. Here standards from the United States, the European Union and Brazil are analyzed. Moreover, practical solutions encountered for the implementation of a cell therapy center appropriate for the preparation and supply of cultured cells for clinical studies are described. Development stages involved the planning and preparation of the project, the construction of the facility, standardization of laboratory procedures and development of systems to prevent cross contamination. Combining the theoretical knowledge of research centers involved in the study of cells with the practical experience of blood therapy services that manage structures for cell transplantation is presented as the best potential for synergy to meet the demands to implement cell therapy centers.
Descritores: Células-Tronco
Técnicas de Cultura de Células
Boas Práticas de Fabricação
Células-Tronco Adultas
Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde