Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.095.301.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-969646
Autor: Ferreira, Reginaldo; Gouvêa, Cibele Marli Cação Paiva.
Título: Recentes avanços no tratamento da anemia falciforme / Recent advances in the sickle cell anemia treatment
Fonte: Rev. méd. Minas Gerais;28:[1-6], jan.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A anemia falciforme é a doença monogênica de maior ocorrência mundial e é causada pela presença de hemoglobina S (HbS), uma variante estrutural decorrente da substituição de um aminoácido na cadeia ß globina. Essa mutação altera as propriedades bioquímicas e fisiológicas da hemoglobina, que tem a tendência de formar agregados fibrilares, no estado desoxigenado, o que produz alterações morfológicas (falcização) e funcionais da hemácia. Assim, todas as manifestações clínicas observadas na doença decorrem da presença da HbS e têm início com a hemólise e a vaso-oclusão, desencadeando os demais eventos da doença, que podem afetar os órgãos e sistemas orgânicos. O tratamento baseia-se no controle dos sintomas. O único medicamento aprovado que altera o curso da doença é o antineoplásico hidroxiureia e, apesar de seu sucesso clínico, não é curativo e pode desencadear muitos efeitos adversos. O único tratamento curativo é o transplante de células tronco hematopoéticas. A terapia gênica vem sendo estudada há mais de 30 anos e alguns estudos clínicos estão sendo realizados. Novas abordagens moleculares como a edição do genoma, uso de RNA terapêutico e manipulação genética para indução da síntese de hemoglobina fetal emergem como possibilidades para a cura da doença. (AU)

Sickle cell anemia is the most common monogenic disease worldwide and it is caused by the presence of sickle hemoglobin (HbS), structural variant hemoglobin with one amino acid substitution in the ß globin chain. This mutation changes the biochemical and physiological properties of hemoglobin, which has the tendency, in the de-oxygenated state, to form fibrous aggregates, which produces morphological (sickling) and functional changes in red blood cells. Thus, all the observed disease clinical manifestations arise from the presence of HbS and begin with hemolysis of the red blood cell and vaso-occlusion, triggering other disease events, which can affect the body organs and systems as a whole. Nowadays, treatment is based mainly in symptoms control. The only drug approved that changes the course of the disease is the antineoplastic Hydroxyurea and, despite its clinical success, it is not curative and can trigger many adverse effects. The only curative treatment is the hematopoietic stem cells transplantation. Gene therapy has been studied for more than 30 years and some clinical studies are being in course. New molecular approaches as the genome editing, therapeutic RNA and genetic manipulation to stimulate fetal hemoglobin synthesis emerge as possible curative options for the disease. (AU)
Descritores: Terapêutica
Anemia Falciforme
-Hemoglobina Falciforme
Terapia Genética
Terapia de Alvo Molecular
Terapêutica com RNAi
Hidroxiureia
SETIMMEDIATE$0.METALLIC WASTESLUMINESCENT MEASUREMENTSPROGERIAACCREDITATION$ABORTION, CRIMINAL
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde