Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.190.088 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 65 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 65 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-602465
Autor: Vale, Maria do Carmo Conte; Gamonal, Aloísio Carlos Couri; Cividini, Patrícia dos Reis; Barros, Fernanda Castro.
Título: Perfil dos usuários do ambulatório de dermatologia antroposófica - HU/CAS- UFJF, Juiz de Fora - MG / The patient´s profile of the anthroposophic dermatology service - HU/CAS - UFJF, Juiz de Fora - MG
Fonte: HU rev;37(1):77-85, jan.-mar. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho busca demonstrar o perfil do usuário da Medicina Antroposófica (MA) no Ambulatório de Dermatologia do Hospital Universitário ? Centro de Atenção à Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU/CAS-UFJF), assim como avaliar sua aceitação pela comunidade.O ambulatório surgiu dentro de uma visão mais abrangente da Medicina, em conformidade com a Organização Mundial de Saúde, que vem estimulando o uso da Medicina Tradicional e Complementar/Alternativa nos Sistemas de Saúde de forma integrada às técnicas modernas da medicina ocidental; e visa difundir a prática Médica Antroposófica em Juiz de Fora demonstrando sua eficácia e qualidade.Para tal feito, foi realizado um estudo retrospectivo, quali-quantitativo, através da coleta de dados, a partir de prontuários de 2008 e 2009 do HU/CAS-UFJF, seguida da análise das informações.O resultado demonstrou que a MA foi eficaz em mais de 75% dos tratamentos propostos, com média de cura/melhora completa em 40% dos casos analisados. Discute-se então, sobre os resultados encontrados e percebe-se que têm semelhanças com os da literatura em relação à frequência das doenças dermatológicas. As conclusões são positivas e contribuem para a legitimidade da Medicina Antroposófica.

This paper seeks to demonstrate the patients' profile of the Anthroposophical Medicine (AM) in the Dermatology Clinic of the Hospital Undergraduate / Secondary Service Center, Federal University of Juiz de Fora - MG (HU / CAS-UFJF) as well as evaluate its acceptance by the community. This Clinic of AM emerged within a more comprehensive vision of medicine in accordance with the World Health Organization which has encouraged the use of Traditional Medicine and Complementary / Alternative Systems in an integrated manner with the modern Western medicine techniques, and aims to spread the Anthroposophical Medicine experience in Juiz de Fora and demonstrate its effectiveness and quality. For this, it was performed a retrospective study and quali-quantitative data collection made in the period of June- December 2009 from medical files of the HU/ CAS - UFJF, followed by analysis of the collected data. The findings were that the AM was effective in more than 75% of the proposed treatments, with healing / improvement average of 100% in 40% of cases. It is argued then about the results and perceives that has similarities with the literature in relation to frequency. The conclusions are positive and contribute to the legitimacy of Medicine Antroposófica.
Descritores: Dermatologia
Antroposofia
-Dermatopatias
Terapias Complementares
Cura em Homeopatia
Gestão da Qualidade
Atenção à Saúde
Medicina
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-424944
Autor: Pinho, Mariana Carvalho Caribé de.
Título: Musicoterapia e o cuidado ao cuidador: uma experiência junto aos agentes comunitários de saúde na favela Monte Azul / Music therapy and taking care of caregiver: an experience with the community health agents in the Monte Azul slum.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 102 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do Programa de Saúde da Família (PSF) da Favela Monte Azul/SP, são pessoas que além de terem de cuidar de sí próprios e de suas famílias, passam a cuidar profissionalmente de sua comunidade. A relação estabelecida entre os ACS e as famílias ultrapassa a mera orientação sobre questões desaúde. Os laços criados com as famílias configuram uma intrincada relação de cuidados, amizade, cumplicidade, confiança, confidência e solidariedade, que vão além da dimensão profissional. Por um lado, existe uma enorme satisfação em atuar como ACS na sua comunidade, por outro, este envolvimento traz a sensação de estaremsobrecarregadas, impotentes e confusas diante de tantas demandas gerando um desgaste psíquico, sendo o estresse uma queixa recorrente. O presente estudo “Musicoterapia e o cuidado ao cuidador”, teve como objetivo conhecer a realidade de trabalho das ACS do PSF ,da Favela Monte Azul e compreender as razões que as levam a manifestaro que chamam de estresse. Os objetivos específicos foram: pensar como a musicoterapia poderia contribuir como instrumento terapêutico e de intervenção nessa realidade, bem como produzir subsídios que auxiliem na elaboração de novas estratégias de atuação no campo da saúde mental, com essa população. O grupo de ACS que se tornouobjeto de investigação foi constituído de 7 mulheres entre 22 e 45 anos. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, que se situa metodologicamente no campo da pesquisa – ação, caracterizando-se como um estudo que tanto investiga quanto busca intervir na realidadeinvestigada. Em relação a musicoterapia, as ACS foram unânimes em reconhecer o quanto essa experiência tinha sido importante para elas, o quanto foram ajudadas, e o desejo de que o trabalho tivesse continuidade. Isto aponta para uma questão muito importante: o cuidadorprecisa ser cuidado
Descritores: Agentes Comunitários de Saúde
Cuidadores
Esgotamento Profissional/terapia
Musicoterapia
Saúde Mental
Serviços de Saúde Comunitária
-Antroposofia
Pesquisa Qualitativa
Pessoal de Saúde
Áreas de Pobreza
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, P654m, 2005


  3 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-933135
Autor: Pinho, Mariana Carvalho Caribé de.
Título: Musicoterapia e o cuidado ao cuidador: uma experiência junto aos agentes comunitários de saúde na favela Monte Azul.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 102 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do Programa de Saúde da Família (PSF) da Favela Monte Azul/SP, são pessoas que além de terem de cuidar de sí próprios e de suas famílias, passam a cuidar profissionalmente de sua comunidade. A relação estabelecida entre os ACS e as famílias ultrapassa a mera orientação sobre questões desaúde. Os laços criados com as famílias configuram uma intrincada relação de cuidados, amizade, cumplicidade, confiança, confidência e solidariedade, que vão além da dimensão profissional. Por um lado, existe uma enorme satisfação em atuar como ACS na sua comunidade, por outro, este envolvimento traz a sensação de estaremsobrecarregadas, impotentes e confusas diante de tantas demandas gerando um desgaste psíquico, sendo o estresse uma queixa recorrente. O presente estudo “Musicoterapia e o cuidado ao cuidador”, teve como objetivo conhecer a realidade de trabalho das ACS do PSF ,da Favela Monte Azul e compreender as razões que as levam a manifestaro que chamam de estresse. Os objetivos específicos foram: pensar como a musicoterapia poderia contribuir como instrumento terapêutico e de intervenção nessa realidade, bem como produzir subsídios que auxiliem na elaboração de novas estratégias de atuação no campo da saúde mental, com essa população. O grupo de ACS que se tornouobjeto de investigação foi constituído de 7 mulheres entre 22 e 45 anos. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, que se situa metodologicamente no campo da pesquisa – ação, caracterizando-se como um estudo que tanto investiga quanto busca intervir na realidadeinvestigada. Em relação a musicoterapia, as ACS foram unânimes em reconhecer o quanto essa experiência tinha sido importante para elas, o quanto foram ajudadas, e o desejo de que o trabalho tivesse continuidade. Isto aponta para uma questão muito importante: o cuidadorprecisa ser cuidado
Descritores: Esgotamento Profissional/terapia
Cuidadores
Serviços de Saúde Comunitária
Saúde Mental
Musicoterapia
-Antroposofia
Pessoal de Saúde
Áreas de Pobreza
Pesquisa Qualitativa
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, P654m, 2005


  4 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1102791
Autor: Nuñez, Helena Maria Fekete.
Título: Enfermagem antroposófica: uma visão histórica, ético-legal e fenomenológica / Anthroposophical nursing: an historical, ethical, legal and phenomenological vision.
Fonte: São Paulo; s.n; 2008. 301 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: As teorias do filósofo Rudolf Steiner, no início do século XX, aplicadas em várias áreas das ciências humanas, biológicas e exatas, trouxeram ao mundo ocidental uma nova cosmovisão do Ser Humano, a Antroposofia, que não trata apenas de antropologia, mas de uma ciência do Cosmo, tendo por centro e ponto de apoio, o homem. O cuidar antroposófico está embasado em teorias de enfermagem, como de Martha Rogers, que abordam o aspecto holístico do ser humano. O interesse de enfermeiros pela Antroposofia começou, no Brasil, na década de 1970, buscando fazer dela o fundamento para as formas complementares de terapia em enfermagem. A crescente influência da enfermagem antroposófica no desenvolvimento das ações integrais à saúde motivou este estudo. Objetivos: caracterizar enfermeiros que realizam atividades na enfermagem antroposófica; conhecer e compreender o significado e a vivência profissional de enfermeiros antroposóficos no Brasil; analisar atos normativos éticos e legais para a sua prática; desvelar o que os enfermeiros vislumbram para o futuro da enfermagem antroposófica; e, identificar dificuldades para o seu exercício. Metodologia: Estudo de natureza descritiva, exploratória, qualitativa e prospectiva com base nos conteúdos de entrevistas de nove enfermeiras. Referencial teórico: a fenomenologia social, de Alfred Schütz, fundamentou as categorias sobre os motivos porque e motivos para que. Resultados e discussão: Entre os motivos porque, quatrocategorias condensam o interesse de enfermeiros pela antroposofia: 1) busca de novas perspectivas profissionais: algo diferente que oferecesse mais satisfação profissional; assistência de enfermagem espiritual; insatisfação com o paradigma alopático. 2) encontro com a antroposofia através da Filosofia, Medicina, Pedagogia e Enfermagem; 3) Metamorfoses decorrentes dos novos conhecimentos adquiridos: mudanças pessoais e profissionais na perspectiva do cuidar ) antroposófico; diferenças vivenciadas nos tratamentos - alopático e antroposófico; vivências e relatos de experiências; 4) dilemas éticos e legais. As quatro categorias relacionadas aos motivos para que foram: 1) perspectivas para a enfermagem antroposófica no Brasil; 2) necessidade de incluir antroposofia na formação do enfermeiro generalista; 3) necessidade de cursos de especialização e pesquisa; 4) anseio de superação de dificuldades na prática antroposófica pelas enfermeiras. Considerações finais: este estudo demonstrou que a enfermagem antroposófica amplia o cuidar, aguça o olhar e ajuda o profissional a se tornar mais consciente na percepção do outro, a cuidar respeitando a individualidade do paciente, a direcionar a ação a todo e qualquer ser humano. Observa-se que pacientes graves, crônicos e oncológicos se beneficiam mais, talvez porque o olhar do enfermeiro antroposófico é mais holístico e individualizado. A Enfermagem Antroposófica atua também em situações do nascimento e da morte. Após ofechamento da Clínica Tobias, na década de 1990, profissionais ficaram sem referência, mas enfermeiros continuaram cultivando e praticando seus conhecimentos individualmente, embora almejassem criar uma organização formal, como associação, para discutirem problemas comuns e unirem forças; ter a Sistematização da Assistência de Enfermagem Antroposófica implantada em seus locais de trabalho; possibilitar que conceitos básicos de enfermagem antroposófica fossem inseridos nos programas dos cursos de graduação, e criados cursos de especialização.

Background: The philosopher Rudolf Steiner theories, in the beginning of the XX Century, applied to various areas of the human, biological and exact sciences, have brought to the occidental world a new Cosmo vision of the human being, the Anthroposophy which is not only just anthropology, but a Cosmo science, having man as the center and supporting point. The Anthroposophical care is based on nursing theories, such as by Martha Rogers which has approached the holistic aspect of the human being. Nurses' interest on Anthroposophy has started in Brazil, in the 1970's trying to make it the foundation for complementary therapies in nursing. The growing influence of Anthroposophical nursing for development of integral actions for health has motivated this study. Objectives: to characterize nurses who carry out anthropological nursing activities; to know and understand the meaning and professional experiences of anthropological nurses' in Brazil; to analyze legal and ethical enactments for practicing it; to disclose what nurses see in relation to the future of the anthropological nursing; and to identify difficulties for its practice. Methodology: it is a descriptive, exploratory, qualitative and prospective study, based on contents of interviews given by nine nurses. Theoretical reference: the Alfred Schütz social phenomenology has founded the construction of the main categories on reasons why and reasons for what for. Results and discussion: Among reasons why, fourcategories have identified the nurses' interest on anthroposophy: 1) search for new professional perspectives: something different that would offer better professional satisfaction, search for a nursing spiritual care; dissatisfaction with allopathic paradigm: 2) meeting Anthroposophy through philosophy, medicine, pedagogy and nursing. 3) Metamorphosis as a result of new knowledge: personal and professional changes within Anthroposophical care perspective; difficulties faced during treatments - allopathic and Anthroposophical ones; reporting experiences lived by Anthroposophical nurses; 4) ethical and legal dilemmas. The four categories found within reasons for what for were: 1) perspectives for Anthroposophical nursing in Brazil; 2) need for inclusion of anthroposophy in nursing education programs at undergraduate level; 3) need of a specialization and research; 4) wish to overcome difficulties in the Anthroposophical practice by nurses. Final considerations: this study has showed that Anthroposophical nursing amplifies caring, sharpen the look and help professional to become more assertive to perceiving others, to care with more respect the patient's individuality; and to guide actions toward any human being. It is observed that chronic, oncology or grave patients are better benefited, perhaps because the Anthroposophical nurse's look is more holistic and individualized. Anthroposophical nursing is also active on birth and death situations. After closingdown of the Tobias Clinic in the 1990's many professionals turned off reference, but nurses individually continued to cultivating and practicing their knowledge, even wishing to create a formal organization as an association to discuss common problems and unite forces; having Anthroposophical nursing care systematization implemented at their working places; making possible that basic concepts of Anthroposophical nursing be inserted at the undergraduate programs and specialty courses be created.
Descritores: Enfermagem
Saúde Holística
Antroposofia
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  5 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981898
Autor: Reis, Bárbara Oliveira; Esteves, Larissa Rodrigues; Greco, Rosangela Maria.
Título: Avanços e desafios para a implementação das práticas integrativas e complementares no Brasil / Advances and challenges for the implementation of integrative and complementary practices in Brazil
Fonte: Rev. APS;21(3):355-364, 01/07/2018.
Idioma: pt.
Resumo: Analisou-se a conjuntura da produção científica, os avanços e os desafios para a implementação das Práticas Integrativas e Complementares (PIC) no Brasil. O estudo se deu por meio de Revisão Integrativa dos artigos indexados nas bases de dados bibliográficas da Rede Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), selecionando-se 68 artigos. Notou-se que a região Sudeste permanece como polo científico e a maior parte dos estudos não possui nível de evidência significativo. No decorrer dos anos, houve pequeno aumento no número de estudos e maior comprovação da eficácia e eficiência das PIC em diversas áreas, porém entraves relacionados a pouca formação profissional, má gestão do Sistema e concepções enraizadas na medicina alopática permanecem e dificultam a ampliação das PIC no país.

We analyzed the scientific production, the advances, and the challenges for the implementation of Integrative and Complementary Practices (ICP) in Brazil. The study was done through an integrative review in the Virtual Health Library, selecting 68 articles. It was noted that the Southeast region continues as a scientific hub, and that most of the studies do not have a significant level of evidence. Over the years, there has been a small increase in the number of studies and greater evidence of the effectiveness and efficiency of ICP in several areas. However, problems related to poor professional training, bad management of the system, and concepts rooted in allopathic medicine remain, and hinder the expansion of ICP in Brazil.
Descritores: Terapias Complementares
Antroposofia
-Assistência Integral à Saúde
Capacitação Profissional
Homeopatia
Medicina Tradicional Chinesa
Fitoterapia
Tipo de Publ: Revisão de Integridade Científica
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783287
Autor: Marques, Robelma Frande de Oliveira; Carvalho, Ana Cecília Bezerra; Costa, Marco Antonio.
Título: Characterization of Potentized (Homeopathic, Anthroposophical and Antihomotoxic) Medicines Registered and Notified In Brazil
Fonte: Int. j. high dilution res;14(3):20-35, 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Potentized medicines include, according to the Brazilian legislation, homeopathic, anthroposophic, and antihomotoxic medicine and are regulated by the Brazilian Health Surveillance Agency (ANVISA). Aim: This study aims to analyze and describe a profile of potentized medicines manufactured in Brazil, either registered or notified. Methodology: Information was obtained by data analysis related to ANVISA's electronic medicine registration system. Results: The results, obtained as of September 2012, showed that 106 potentized medicines were registered and 519 were notified. Among the registered medicines, 92.0% were combined and 100.0% of the notified were simple medicines. For registered medicines, there were equivalent manufacturing scales among them, whereas for notified medicines, there was a predominance of centesimal scales. Active pharmaceutical ingredients (API's) of vegetal origin were the most commonly used for potentized medicine manufacturing processes; the oral route was the most common form of administration. Potentized medicines manufacturing units are more often located in southeast region of Brazil. In addition, homeopathic medicines prevail as registered or notified medicines, followed by anthroposophic medicines. Conclusions: The results of the study are expected to be useful as reference material for ANVISA to improve its regulatory activity as well the industry sector and other stakeholders...
Descritores: Antroposofia
Homeopatia
Legislação como Assunto
Registro de Produtos
-Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Brasil
Terapias Complementares
Limites: Humanos
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho


  7 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-910141
Autor: Steiner, Rudolf.
Título: A ciência oculta / The hidden science.
Fonte: São Paulo; Antroposófica; 1987. 232 p.
Idioma: pt.
Descritores: Terapias Espirituais
-Antroposofia/história
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho
BR926.1; WB960, S822co, 1987


  8 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-910136
Autor: Lanz, Rudolf.
Título: Noções básicas de antroposofia / Basics of anthroposophy.
Fonte: São Paulo; Antroposófica; 1988. 77 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antroposofia
Espiritualidade
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho
BR926.1; WB960, L297n, 1988. 532


  9 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-910000
Autor: Heide, Paul von der.
Título: Terapia artística / Artistic therapy.
Fonte: São Paulo; Antroposófica; 1987. 47 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antroposofia
Medicina Psicossomática/história
Terapias Sensoriais através das Artes
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho
BR926.1; WB960, H465t, 1987. 542


  10 / 65 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-909997
Autor: Johannes, Hemleben.
Título: Rudolf Steiner: monografia ilustrada / Rudolf Steiner: illustrated monograph.
Fonte: São Paulo; Antroposófica; 1984. 185 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antroposofia/história
Filosofia/história
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho
BR926.1; WB960,, H487r, 1984. 561



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde