Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.190.888.124 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 139 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 139 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1292660
Autor: Farre, Anny Giselly Milhome da Costa.
Título: Promoção da saúde do adolescente baseada na arte/educação e centrada na comunidade / Adolescent health promotion based on art education and community-centered.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2014. 147 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O adolescente é público prioritário nas áreas de promoção, prevenção e proteção à saúde nos grandes centros urbanos brasileiros, em virtude de fatores socioeconômicos que ampliam seus riscos e vulnerabilidades. Algumas propostas educativas incluem a arte/educação como abordagem atrativa para estes adolescentes, no entanto, permanecem desvinculadas do setor saúde. Neste sentido, a presente tese teve como objetivo avaliar as contribuições da arte/educação para a promoção da saúde de adolescentes em situação de vulnerabilidade social urbana, por meio do processo de conscientização e empowerment. Trata-se de uma pesquisa avaliativa, participativa, com abordagem predominantemente qualitativa. O referencial teórico metodológico utilizado foi a Avaliação Empowerment de Fetterman articulado à Conscientização de Freire. A pesquisa foi desenvolvida com um grupo de 21 adolescentes e 5 arte/educadores em uma das unidades do Programa Cidadania em Rede, na Cidade de Fortaleza, Brasil. As informações foram coletadas no período de julho a novembro de 2013, por meio de cinco etapas: 1) Missão; 2) Balanço; 3) Planejamento; 4) Implementação e Monitoramento e; 5) Reavaliação. Os dados foram categorizados a partir da análise dos produtos artísticos produzidos, registros em diário de campo, gravações das sessões grupais em áudio ou vídeo e painéis avaliativos. A pesquisa foi aprovada no Comitê de Ética em Pesquisa da UFC, sob o número de parecer 369.359. Os resultados descreveram as necessidades e prioridades de saúde do adolescente em dois focos principais: 1) Comunidade, com as categorias: atendimento médico, doenças, trânsito, violência, drogas, lazer e; 2) Adolescente: corpo, mente, amizades, namoro/sexo e diversão. Os participantes identificaram atividades de arte/educação desenvolvidas pelo Programa que possuem dimensionalidades na saúde dos adolescentes nas linguagens de artes visuais, audiovisual e dança. Foram implementadas metas e estratégias para promoção da saúde nas atividades de desenho, grafite, fotografia e alongamento com evidências colaborativas. Algumas mudanças foram observadas após reavaliação do processo e envolveram a tríade: indivíduo, comunidade e programa. Uma visão predominantemente negativa do bairro foi transformando-se numa visão repleta de possibilidades, exemplos e fortalecimento pessoal. A tese propôs um modelo de Promoção da Saúde do Adolescente baseado na Arte/educação e Centrada na Comunidade. O grupo caminhou no sentido da consciência intransitiva, para a transitivo/ingênua e para a crítica, caracterizando um processo de conscientização que iniciou com apreensão de uma realidade de saúde inicialmente considerada fatídica e imutável, passou pela vivência de situações que favoreceram o questionamento desta realidade e culminou com a percepção das possibilidades de mudança e autodeterminação para mudar.(AU)
Descritores: Arteterapia
Saúde do Adolescente
-Promoção da Saúde
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1279024
Autor: Franco, Julia Helena Machado; Evangelista, Carla Braz; Rodrigues, Mariana de Sousa Dantas; Cruz, Ronny Anderson de Oliveira; Franco, Indaya da Silva Machado Freire; Freire, Mayara Limeira.
Título: A musicoterapia em oncologia: percepções de crianças e adolescentes em cuidados paliativos / Musicoterapia en oncología: percepciones de niños y adolescentes en cuidados paliativos / Music therapy in oncology: perceptions of children and adolescents in palliative care
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(5):e20210012, 2021. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo analisar as percepções de crianças e adolescentes com câncer em cuidados paliativos sobre a musicoterapia. Método pesquisa de campo, com abordagem qualitativa, realizada com sete crianças e adolescentes hospitalizadas. A técnica de desenho-estória foi realizada inicialmente a partir do desenho sobre os sentimentos diante da hospitalização e a estória do desenho. Em seguida, houve a interação musical, desenho sobre o significado da música diante do processo de hospitalização, e a estória do desenho. Para análise, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Resultados antes da musicoterapia, crianças e adolescentes expressaram sentimentos de tristeza, medo e saudade relacionados ao rompimento do vínculo familiar durante o processo de hospitalização. Após receberem a musicoterapia, elas expressaram as sensações de prazer e bem-estar que essa vivência pode proporcionar, permitindo-lhes a expressão dos sentimentos mais profundos. Conclusão a musicoterapia pode beneficiar a criança e o adolescente com câncer uma vez que permite a expressão de sentimentos, possibilita o resgate de lembranças e proporciona esperança diante da situação vivenciada, além do alívio da dor. Implicações para a prática a musicoterapia contribui no processo paliativista, podendo conferir uma melhor qualidade de vida às crianças e adolescentes com câncer.

Resumen Objetivo analizar las percepciones de niños y adolescentes con cáncer en cuidados paliativos sobre la musicoterapia. Método investigación de campo con enfoque cualitativo, realizada con siete niños y adolescentes. La técnica del dibujo-cuento se llevó a cabo inicialmente basándose en el dibujo de los sentimientos sobre la hospitalización y en el cuento del dibujo. Luego hubo interacción musical, con dibujo sobre el significado de la música durante el proceso de hospitalización y el cuento del dibujo. Para el análisis, se utilizó la técnica de análisis de contenido. Resultados antes de la musicoterapia, los niños y adolescentes expresaron sentimientos de tristeza, miedo y anhelo relacionados con la ruptura del vínculo familiar durante el proceso de hospitalización. Después de recibir musicoterapia, manifestaron las sensaciones de placer y bienestar que esta experiencia les puede brindar, permitiéndoles expresar sus sentimientos más profundos. Conclusión la musicoterapia puede beneficiar a niños y adolescentes con cáncer ya que permite la expresión de sentimientos, posibilita el rescate de recuerdos es fuente de esperanza ante la situación vivida, además de aliviar el dolor. Implicaciones para la práctica la musicoterapia contribuye al proceso paliativo y puede brindar una mejor calidad de vida a los niños y adolescentes con cáncer.

Abstract Objective to analyze the perceptions of children and adolescents with cancer in palliative care about music therapy. Method field research with a qualitative approach, conducted with seven children and adolescents. The drawing-story technique was initially carried out based on drawings on feelings about hospitalization and the drawing story. Then there was the musical interaction, drawing on the meaning of music in the face of the hospitalization process, and the story of the drawing. For analysis, the content analysis technique was used. Results before music therapy, the children and adolescents expressed feelings of sadness, fear and longing related to the breaking of the family bond during the hospitalization process. After receiving music therapy, they expressed feelings of pleasure and well-being that this experience can provide them, allowing them to express their deepest feelings. Conclusion music therapy can benefit children and adolescents with cancer as it allows for the expression of feelings, enables the rescue of memories and provides hope in the face of the situation experienced, in addition to pain relief. Implications for the practice music therapy contributes to the palliative process and can offer better quality of life to children and adolescents with cancer.
Descritores: Cuidados Paliativos/psicologia
Musicoterapia
Neoplasias/psicologia
-Dor
Arteterapia
Qualidade de Vida/psicologia
Pesquisa Qualitativa
Tristeza/psicologia
Hospitalização
Neoplasias/diagnóstico
Neoplasias/terapia
Apego ao Objeto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  3 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-500172
Autor: Resende, Catarina.
Título: O que pode um corpo? O método Angel Vianna de conscientização do movimento como um instrumento terapêutico / What can a body do? The Angel Vianna method of awareness of movement as a therapeutic instrument
Fonte: Physis (Rio J.);18(3):563-574, set. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: Contrapondo-se à educação tradicional da dança, quando esta trabalhava corpo e movimento padronizados, o método Angel Vianna de Conscientização do Movimento começou a ser desenvolvido no ensino do balé clássico - e posteriormente da expressão corporal - que considerasse o corpo e o movimento na sua singularidade. Esse modo original e autêntico de lidar com o corpo acabou direcionando a Conscientização do Movimento para uma utilidade também terapêutica, sendo aplicada em diversas áreas de atuação no campo da saúde. Porém, apesar de a Conscientização do Movimento ter demonstrado consistência e eficácia, sua aplicação terapêutica ainda se dá na primazia da experiência, carecendo de uma formalização dos fundamentos teórico-conceituais que a sustente enquanto método de trabalho terapêutico para a área da saúde. O objetivo principal deste artigo foi propor uma possível formalização dos fundamentos teórico-conceituais que orientam a Conscientização do Movimento no campo da saúde. A pesquisa parte de nossa própria experiência, além da utilização do método filosófico-conceitual que nos permite desconstruir crenças cristalizadas e propor uma concepção mais ampliada do processo saúde-doença. Consideramos que uma terapêutica como o método Angel Vianna de Conscientização do Movimento pode, via corpo, contribuir para a integração do psicossoma, ampliando a saúde do indivíduo enquanto capacidade normativa e criativa. Entretanto, mesmo sendo uma prática corporal que se faz potente em vários âmbitos por sua própria experiência, percebemos que o fato de ser formalizada sem cair em reducionismos ou cristalizações pôde trazer ainda mais vitalidade à sua aplicação terapêutica.

In contrast with the traditional dance teaching, in which dance held together standardized body and movement, the Angel Vianna method of Awareness of Movement began its development for the teaching of classical ballet - and afterwards of body expression - that considered body and movement in its singularity. This original and authentic method of dealing with the body turned the Awareness of Movement also useful from a therapeutic viewpoint, applied to several areas in the health field. However, despite the fact that over the years the Awareness of Movement showed consistency and efficacy, its therapeutic application still occurs only through experience, lacking formalization of the theoretical-conceptual foundations that could give support to it as a therapeutic method in the health area. So our main objective in this paper was to propose a possible formalization of the theoretical-conceptual foundations that guide the Awareness of Movement in the health field. The research starts with our own experience, and uses the philosophical-conceptual method that allows us to demolish crystallized beliefs and propose a broader conception of the process health-illness. We believe that a therapeutic like the Angel Vianna method of Awareness of Movement can, through the body, help integrate the psycho-soma, amplifying the individual's health in its normative and creative capacity. Although this method is a body practice that makes itself powerful in several aspects from its own experience, we found that its formalization, without falling in reductionisms or crystallizations, could bring an even greater vitality to its therapeutic application.
Descritores: Arteterapia
Processo Saúde-Doença
Criatividade
Terapia através da Dança
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  4 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-715249
Autor: de Morais, Aquiléia Helena; Roecker, Simone; Jodas Salvagioni, Denise Albieri; Jacklin Eler, Gabrielle.
Título: Significance of clay art therapy for psychiatric patients admitted in a day hospital / Significado de la arteterapia con arcilla para los pacientes psiquiátricos en un hospital de día / Significado da arteterapia com argila para os pacientes psiquiátricos num hospital de dia
Fonte: Invest. educ. enferm;32(1):128-138, Jan.-Apr. 2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective. To understand the significance of clay art therapy for psychiatric patients admitted in a day hospital. Methodology. Qualitative, descriptive and exploratory research, undertaken with 16 patients in a day hospital in Londrina, in the state of Parana, Brazil, who participated in seven clay therapy sessions. Data collection took place from January to July 2012 through interviews guided by a semi structured questionnaire and the data were submitted to content analysis. Results. Three themes emerged: Becoming familiar with clay art therapy; Feeling clay therapy; and Realizing the effect of clay therapy. Conclusion. The use of clay as a therapeutic method by psychiatric patients promoted creativity, self-consciousness, and benefited those who sought anxiety relief.

Objetivo. Comprender el significado de la arteterapia con arcilla para pacientes psiquiátricos en un hospital de día. Metodología. Estudio descriptivo y exploratorio, cualitativo, realizado con 16 pacientes en un hospital de día en Londrina - PR, Brasil, quienes asistieron a 7 sesiones de arteterapia con arcilla. Los datos fueron recolectados de enero a julio de 2012 mediante entrevistas guiadas por cuestionario semiestructurado cuyos datos fueron sometidos a análisis de contenido. Resultados. Emergieron tres temas: acercarse a la arte-terapia con arcilla, sintiendo la terapia con arcilla y percibir el efecto del tratamiento con arcilla. Conclusión. El uso de la arcilla como medio terapéutico en estos pacientes psiquiátricos promovió la creatividad y la conciencia de sí mismo; también brindó beneficios a aquellos que buscaban alivio de la ansiedad.

Objetivo. Compreender o significado da arteterapia com argila para pacientes psiquiátricos num hospital de dia. Metodologia. Estudo descritivo e exploratório, qualitativo, realizado com 16 pacientes num hospital de dia em Londrina - PR, Brasil, que assistiram a 7 sessões de arteterapia com argila. Os dados foram coletados de janeiro a julho de 2012 através de entrevistas guiadas por questionário semiestruturado e os dados foram submetidos a análises de conteúdo. Resultados. Emergiram três temas: acercar-se à arte-terapia com argila, sentindo a terapia com argila, e perceber o efeito do tratamento com argila. Conclusão. O uso da argila como meio terapêutico nestes pacientes psiquiátricos promoveu a criatividade, a consciência de si mesmo e teve benefício naqueles que procuravam alívio da ansiedade.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/terapia
Arteterapia/métodos
Transtornos Mentais/terapia
-Silicatos de Alumínio
Brasil
Hospital Dia
Entrevista Psicológica
Inquéritos e Questionários
Limites: Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  5 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655371
Autor: Mota, Gabriela Maia; Mota, Daniel Magalhães Coutinho; Machado, Márcia Maria Tavares; Arrais, Rebecca Holanda; Oliveira, Carla Pires Vieira de; Salgado, Melissa do Santos; Souza, Miliany Michelly Barreto de; William, Lorena de Holanda.
Título: A percepção dos estudantes de graduação sobre a atuação do "doutor palhaço" em um hospital universitário / Ungraduate students view on the presence of clown-doctors at the University Hospital
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;25(2 Supl):25-32, jun. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Compreender como os estudantes percebem a humanização da saúde, bem como as contribuições do Projeto Y doutores-palhaços na formação acadêmica e na rotina hospitalar, identificando a relevância do grupo neste meio na construção de novos paradigmas. Métodos: Estudo envolveu dimensão qualitativa, com participação de acadêmicos de medicina/psicologia e estagiários da enfermaria pediátrica de um Hospital Universitário, Fortaleza CE, Brasil. Foram realizadas, no período de março a julho de 2009, dez entrevistas individuais gravadas e transcritas na íntegra que foram analisadas por rede interpretativa, composta pelas categorias: conhecendo o Projeto Y: diferentes formas percebidas; atuação do Projeto Y no ambiente hospitalar: a percepção dessa estratégia na visão dos espectadores; a humanização na saúde: o olhar do futuro profissional. O referencial interpretativo contempla concepções relativas a atividades de promoção à saúde, embasadas na humanização da assistência, desempenhadas por estudantes de graduação em formação. Resultados: Os estudantes conheceram o Projeto Y a partir da observação das atividades realizadas nas enfermarias e ao perceberem os sorrisos das crianças durante a integração com os palhaços. Relatam que as visitas diminuem o estresse das crianças, dos acompanhantes e auxiliam na recuperação dos doentes, atua também na formação humanizada do profissional de saúde, considerada essencial, e contribui para a prática da multidisciplinaridade. Conclusões: Os entrevistados acreditam que o Projeto Y pode influenciar positivamente na formação do profissional de saúde, ampliando a prática interdisciplinar e proporcionando alívio à dor integral do paciente. Dessa forma, aprimora a comunicação daqueles que partilham o ambiente hospitalar e alivia o sofrimento humano.

Objectives: To understand how students perceive the humanization of health, as well as the contributions of Project Y clown doctors in academic and hospital routine, identifying the relevance of this group through the construction of new paradigms. Methods: The study involved qualitative dimension, with the participation of medical students / interns in psychology and pediatric ward from a university hospital in Fortaleza - CE, Brazil. From March to July 2009, ten interviews were performed, recorded and fully transcribed and analyzed by interpretative network, comprising the categories: knowing the Project Y: different forms cognizable; role of Project Y in the hospital environment: the perception of this strategy in view of the spectators; humanization in health: the look of the future professional. The interpretive framework includes concepts related to health promotion activities, basedin the humanization of care performed by graduate students in training. Results: Students have known Project Y from the observation of the activities performed in the infirmaries and to realize the smiles of children during the integration with the clowns. Reported that the visits, as well as diminishing the stress of children, caregivers and assist in the recovery of patients, also act in humane training of health professionals and contributes to the practice of multidisciplinarity. Conclusions: The respondents believe that Project Y can positively influence the training of health professionals, expanding interdisciplinary practice and providing complete pain relief of the patient. Thus, enhances communication of those who share the hospital environment and relieve human suffering.
Descritores: Arteterapia
Comunicação
Educação Médica
Humanização da Assistência
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  6 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ribeiro, Circéa Amália
Texto completo
Id: biblio-1039819
Autor: Depret, Oneide Regina; Maia, Edmara Bazoni Soares; Borba, Regina Issuzu Hirooka de; Ribeiro, Circéa Amália.
Título: Health and well-being: art therapy for health professionals working in outpatient care settings / Salud y bienestar: el arteterapia para profesionales de salud actuantes en escenarios de atención ambulatoria / Saúde e bem-estar: a arteterapia para profissionais de saúde atuantes em cenários de cuidado ambulatorial
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(1):e20190177, 2020.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: To enable health professionals, in an outpatient care setting, to experience the group process of art therapy and to understand the meaning given by him/her to this experience. Method: A qualitative study, using Symbolic Interactionism and Qualitative Conventional Content Analysis as theoretical and methodological frameworks, respectively. Eight health professionals working in the outpatient clinic of a philanthropic institution participated in the art therapy process and later in semi-structured interviews. Results: For the professionals, art therapeutic workshop was an amazing and rewarding experience, a space of interaction that allowed them to know each other better, to respect and learn from their colleagues, to relax, relieve stress and express their emotions. It was defined as a therapeutic experience, promoter of health and well-being, prompting professionals to want the workshops to continue. Conclusions and implications for practice: The study contributes to the reflection and discussion about workers' health and to the need to create therapeutic resources, such as art therapy, as a support tool for their mental health and well-being. Innovative and creative interventions must be incorporated into health services to address the global clamor, emphasizing the need to promote mental health, especially for health professionals, which calls for urgent measures.

Resumen Objetivos: Posibilitar al profesional de salud, en escenario de atención ambulatoria, la experiencia de proceso grupal de arteterapia y comprender el significado atribuido por él/ella a esta vivencia. Método: Estudio cualitativo, teniendo el Interacionismo Simbólico como referencial teórico y el Análisis Cualitativo de Contenido Convencional, como metodológico. Ocho profesionales de salud actuantes en el ambulatorio de una institución filantrópica participaron del proceso arteterapéutico y posterior entrevista semiestructurada. Resultados: Para los profesionales, el taller arteterapéutico constituyó una vivencia sorprendente y gratificante, espacio de interacción que les permitió conocerse mejor, respetar y aprender con los colegas, relajar, aliviar el estrés y expresar sus emociones. Se definió como una experiencia terapéutica, promotora de salud y bienestar, lo que hizo emerger el deseo de su continuación. Conclusiones e Implicaciones para la práctica: El estudio contribuye a la reflexión y discusión sobre la salud del trabajador y la necesidad de crear recursos terapéuticos, como la arteterapia, como soporte a su salud mental y bienestar. Intervenciones innovadoras y creativas deben ser incorporadas en los servicios de salud para atender al clamor mundial, que enfatiza la necesidad de promover la salud mental, en especial, de los profesionales de salud, lo que demanda medidas urgentes.

Resumo Objetivos: Possibilitar ao profissional de saúde, em cenário de cuidado ambulatorial, a experiência de processo grupal de arteterapia e compreender o significado atribuído por ele a esta vivência. Método: Estudo qualitativo, tendo o Interacionismo Simbólico como referencial teórico e a Análise Qualitativa de Conteúdo Convencional, como metodológico. Oito profissionais de saúde atuantes no ambulatório de uma instituição filantrópica participaram do processo arteterapêutico e posterior entrevista semiestruturada. Resultados: Para os profissionais, a oficina arteterapêutica constituiu-se em vivência surpreendente e gratificante, espaço de interação que lhes possibilitou conhecer-se melhor, respeitar e aprender com os colegas, relaxar, aliviar o estresse e expressar suas emoções. Foi definida como uma experiência terapêutica, promotora de saúde e bem estar, o que fez emergir o desejo de sua continuação. Conclusões e implicações para a prática: O estudo contribui para a reflexão e discussão sobre a saúde do trabalhador e a necessidade de criação de recursos terapêuticos, como a arteterapia, como suporte à sua saúde mental e bem estar. Intervenções inovadoras e criativas devem ser incorporadas nos serviços de saúde para atender ao clamor mundial, que enfatiza a necessidade de promover a saúde mental, em especial, dos profissionais de saúde, o que demanda medidas urgentes.
Descritores: Arteterapia
Pessoal de Saúde/psicologia
-Saúde do Trabalhador
Pesquisa Qualitativa
Estresse Ocupacional/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  7 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097176
Autor: Oliveira, Evelyn Denisse Felix de; Grubits, Sonia.
Título: O Desenho na Gestalt-Terapia: A Versatilidade dos Traços em Interface com a Prática Clínica / The Drawing in Gestalt-Therapy: The Versatility of the Lines Interfacing the Clinical Practice / El Dibujo en Terapia Gestalt: La Versatilidad de los Trazos en Interfaz con la Práctica Clínica
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;19(4):1036-1050, mar. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Por meio de revisão integrativa de literatura, objetivou-se discutir a utilização do desenho na prática clínica em Gestalt-terapia. Consta do final dos anos de 1800 o primeiro estudo sobre os desenhos infantis. As teorias clássicas descrevem o desenvolvimento do grafismo por meio de estágios que são superados à medida que a criança se desenvolve. Na ciência psicológica, inicialmente, o desenho foi utilizado em testes psicológicos para medir aspectos cognitivos e, posteriormente, como técnica projetiva. Atualmente, ele também é utilizado como um meio para a investigação diagnóstica em diversas abordagens teóricas. Na Gestalt-terapia, o desenho pode ser utilizado como técnica, experimento e instrumento para o estabelecimento de vínculo, fundamentado no método fenomenológico. O desenho é uma importante ferramenta terapêutica que ao ser utilizada dentro de um processo psicoterapêutico consistente, fundamentado no vínculo de confiança e pautado no arcabouço teórico da Gestalt-terapia, é capaz de contribuir para o processo de atualização e de crescimento do cliente. (AU)

Through an integrative literature review, the goal is to discuss the use of drawings on the clinical practice of Gestalt-therapy. The first study regarding children's drawings refers to the ending of the 1800's. The classical theories describe the development of the graphism through stages that are overcome as the child develops. In psychological science, initially, the drawing was used in psychological tests to measure cognitive aspects, and, further on, as a projective technique. Currently, it is also used as a manner of investigations for diagnosis in various theories. In Gestalt-therapy the drawing can be used as a technique, an experiment and an instrument to establish bonding, based on the phenomenological method. The drawing is an important therapeutic tool that, when used within a consistent psychotherapeutic process, founded on a tie of trust and based on the theoretical background of Gestalt-therapy, is capable of contributing to the update and growth process of the client. (AU)

Por medio de una revisión integradora de literatura, se objetivó discutir la utilización del dibujo en la práctica en clínica en terapia Gestalt. Se pudo encontrar el primer estudio cerca los dibujos infantiles al final de los 1800. Las teorías clásicas describen el desarrollo del grafismo a través de etapas que son rebasadas con el desarrollo de los niños. En la ciencia psicológica, inicialmente, el dibujo fue utilizado en pruebas psicológicas, para medir aspectos cognitivos y, después, como una técnica de proyección. Actualmente, también se pone como una forma de investigación diagnóstica en las teorías diversas. En la terapia Gestalt, el dibujo puede ser usado como técnica, para experimentación y instrumento de formación de vínculo, fundamentado por el método fenomenológico. El dibujo es una herramienta significativa que, cuando utilizada en un proceso psicoterápico consistente, fundamentado en un vínculo de confianza y basado en la teoría de la terapia Gestalt, puede contribuir con el proceso de actualización y crecimiento del cliente. (AU)
Descritores: Desenvolvimento Infantil
Terapia Gestalt
-Arteterapia
Testes Psicológicos
Criança
Processos Psicoterapêuticos
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  8 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147881
Autor: Biosca, Irene A.
Título: La vocación de curar a través del arte / The vocation of healing through art
Fonte: Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004);36(1):29-34, mar. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La humanización del ejercicio de la medicina considera la vivencia de enfermar del paciente, así como el verdadero sentido del curar, aliviar, sanar y acompañar a la persona. Esa vivencia pone en juego la sensibilidad. La experiencia sensible y afectiva es motor de la capacidad simbólica del género humano, y el símbolo es lazo afectivo-representativo y acuerdo imaginario entre la persona y su mundo. Las imágenes, como símbolos, no pueden ser reducidas al lenguaje verbal racional. El Arte Terapia, a través de esas imágenes, acompaña a la persona en la prevención o tratamiento de enfermedades. Es una disciplina del campo de la salud en desarrollo en todo el mundo, con un creciente número de estudios que sustentan sus efectos positivos. Sus herramientas terapéuticas son la estimulación de la sensibilidad, el uso de la imagen como lenguaje, el juego creativo, la simbolización y la experiencia grupal. Su inclusión en el ámbito hospitalario tiene una fuerte razón de ser: el Arte siempre ha acompañado al hombre y a la Medicina, como otra forma de la vocación de curar. (AU)

Humanization of medical practice takes into account the patient's experience of illness, as well as the true sense to cure, to alleviate, to heal and to care about the person. Sensitiveness comes into play in that experience. The sensitive and emotional experience is the engine of the symbolic capacity of humankind; and the symbol is the representative-affective tie and the imaginary agreement between the person and his world. Images, as symbols, cannot be reduced to the rational verbal language. Art Therapy, through those images, takes care about the person in the prevention or treatment of different diseases. Art Therapy is a health-related discipline in development around the world with an increasing number of studies supporting its positive effects. Its therapeutic tools are the stimulation of the sensitivity, the use of the image as a language, the creative play, the symbolization, and the group experience. Art Therapy incorporation in the hospital setting has a strong rationale: Art has always been along with humankind and Medicine as another vocational way to heal. (AU)
Descritores: Arteterapia/instrumentação
Arteterapia/métodos
-Arte
Doença/psicologia
Desenho
Criatividade
Emoções
Humanização da Assistência
Imaginação
Medicina
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  9 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-902279
Autor: González López, Irelis; Sierra Benítez, Enrique Marcos; León Pérez, Mairiannys Quianella; Mirabal Battamorde, Yamirka; Vega Somonte, María Victoria; Perovani Cuesta, Félix Lázaro.
Título: Desórdenes conativos en la enfermedad de Alzheimer. Presentación de un caso / Conative disorders in Alzheimer's disease. Case report
Fonte: Rev. medica electron;40(1):183-191, ene.-feb. 2018. ilus.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Se presenta el caso de una paciente femenina de 76 años, estudiada por demencia tipo Alzheimer con trastornos en la esfera conativa y agresividad. El contexto personal y social del paciente, por las características de su enfermedad, especialmente trastornos de conducta, comportamiento agresivo, agitación, irritabilidad, hiperactividad, desinhibición sexual, deambulación errática y reacciones catastróficas, hacen interesante el conocimiento de esta patología, sus implicaciones y el abordaje terapéutico. Por lo expuesto anteriormente se decide realizar esta investigación con el objetivo de describir los desórdenes conativos en la enfermedad de Alzheimer (AU).

ABSTRACT The case of a 76-years-old female patient, studied for Alzheimer-type dementia with disorders in the conative sphere and aggressiveness is presented. The patient´s personal and social context makes it interesting knowing this pathology, its implications and therapeutic approach due to the nature of the illness, especially the behavior disorder, aggressive behavior, agitation, irritability, hyperactivity, sexual disinhibition, erratic wandering and catastrophic reactions. For all the before said, it was decided to make this research with the aim of describing the conative disorders in Alzheimer's disease (AU).
Descritores: Arteterapia
Tomografia Computadorizada por Raios X
Fatores de Risco
Manifestações Neurocomportamentais
Doença de Alzheimer/diagnóstico
Doença de Alzheimer/tratamento farmacológico
Doença de Alzheimer/epidemiologia
-Psicoterapia
Condições Patológicas, Sinais e Sintomas
Sintomas Comportamentais
Transtorno de Comunicação Social
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem
Musicoterapia
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas


  10 / 139 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-902265
Autor: Ríos García, Marilia; Solís de la Paz, Dayma; Oviedo Bravo, Ariel; Ríos García, Marialva.
Título: Terapias artísticas en la rehabilitación de los pacientes tras un ictus / Art therapies in the rehabilitation of patients after ictus
Fonte: Rev. medica electron;40(1):25-34, ene.-feb. 2018. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: las enfermedades cerebrovasculares son un problema de salud mundial. Objetivo: evaluar la utilidad de las terapias artísticas en la rehabilitación de los pacientes tras un ictus. Materiales y Métodos: se realizó un estudio experimental, longitudinal y prospectivo en el Hospital Militar de Matanzas. El universo estuvo constituido por los pacientes con hemiplejia secundaria a un ictus que cumplieron con los criterios de la investigación. Los 62 pacientes se dividieron en dos grupos que recibieron el tratamiento rehabilitador habitual y al grupo estudio se le adicionaron las terapias artísticas. Se aplicó la escala de Yesavage para valorar la depresión en los pacientes y el índice de Barthel para evaluar la independencia para realizar las actividades de la vida diaria. Resultados: se logró disminuir la depresión y la dependencia para las actividades de la vida diaria en la mayor parte de los pacientes tratados con terapias artísticas, existiendo diferencias significativas con respecto al grupo control. El 70,9 % de los pacientes tratados con terapias artísticas obtuvieron evaluación final de bien, en el grupo control solo el 38,7 % de los pacientes obtuvo esta evaluación. Conclusiones: las terapias artísticas resultaron muy útiles en la rehabilitación de los pacientes tras un ictus (AU).

Introduction: cerebrovascular diseases are a worldwide health problem. Objective: to appraise the usefulness of the art therapies in the rehabilitation of patients after ictus. Materials and methods: A prospective, longitudinal and retrospective study was carried out in the Military Hospital of Matanzas. The universe was formed by the patients with ictus-secondary hemiplegia fulfilling the research criteria. The 62 patients were divided into two groups that received the usual treatment and the ones in the study group also received art therapies. The Yesavage scale was applied to assess depression in the patients and the Barthel index to assess the independency in performing daily activities. Results: depression and dependency in performing daily life activities decreased in most of the patients treated with art therapies, showing significant differences with the control group. 70,9 % of the patients treated with art therapies got a final evaluation of good; in the control group only 38,7 % of the patients got this evaluation. Conclusions: art therapies were very useful in the rehabilitation of patients after ictus (AU).
Descritores: Arteterapia
Pessoas com Deficiência
Doença Cerebrovascular dos Gânglios da Base/reabilitação
-Estudos Prospectivos
Estudos Longitudinais
Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto
Limites: Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde