Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.319.307 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 983 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 99 ir para página                         

  1 / 983 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo
Id: lil-485457
Autor: Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de(coord); Stempliuk, Valeska de Andrade(coord); Santi, Leandro Queiroz(coord); Sallas, Janaína(coord).
Título: Uso racional de antimicrobianos para prescritores / Racional use of antimicrobial to prescribers.
Fonte: São Paulo; Organização Pan-Americana da Saúde;Agência Nacional de Vigilância Sanitária;Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública;Universidade Federal de São Paulo; 2008. 262 p. CD.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Curso Uso Racional de Antimicrobianos para Prescritores, São Paulo, 18 fev.-18 abr. 2008.
Descritores: Anti-Infecciosos
Educação Médica
Educação em Odontologia
Infecções Bacterianas/tratamento farmacológico
Prescrições de Medicamentos/normas
-Antibioticoprofilaxia
Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle
Infecções Comunitárias Adquiridas
Resistência Microbiana a Medicamentos
Saúde de Grupos Específicos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3987.00; BR1.2; QV250 U86 2008 (BSP)


  2 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Barros, José Augusto Cabral de
Id: lil-165338
Autor: Barros, José Augusto Cabral de.
Título: Propaganda de medicamentos: atentado à saúde? / Drugs propaganda: attempt against health?.
Fonte: Säo Paulo; Hucitec; 1995. 222 p. ilus, tab, graf. (Saúde em Debate, 89).
Idioma: pt.
Descritores: Publicidade de Medicamentos
Indústria Farmacêutica
Propagandista de Laboratório
-Automedicação
Indústria Farmacêutica/economia
Indústria Farmacêutica/história
Indústria Farmacêutica/normas
Prescrições de Medicamentos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/2659.00; BR59.2; 615.012, B278p. 1014


  3 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-609156
Autor: Galato, Dayani; Ottersbach, Fabiane; Pereira, Daiani C; Medeiros, Fabrício de; Schuelter-Trevisol, Fabiana.
Título: Prescrições pediátricas em uma Unidade Básica de Saúde do Sul de Santa Catarina: avaliação do uso de antibacterianos / Pediatric prescriptions in a Basic Health Unit in southern Santa Catarina: evaluation of the use of antibacterial drugs
Fonte: Pediatr. mod;47(6), nov.-dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Determinar o perfil de prescrição de medicamentos direcionados a pacientes pediátricos em uma Unidade Básica de Saúde, com vistas a analisar o uso de antibacterianos. Métodos: Adotou-se um estudo transversal baseado em entrevista com os responsáveis pelas crianças com até 12 anos de idade, no momento da saída do consultório médico. Resultados: Foram coletadas informações de 277 crianças, com média de idade de 4,4 anos (±3,61). Em 91,3% dos casos a procura de atendimento ocorreu por problemas de saúde. Do total de crianças, 83,8% receberam prescrições médicas, sendo que o fato de ter procurado o Serviço por problemas de saúde interfere significativamente (p=0,0158) na prescrição. As classes farmacológicas prevalentes foram os antibacterianos e os medicamentos que atuam no sistema respiratório, sendo que os primeiros estavam presentes em 39,7% das prescrições. Apenas em 37,3% das prescrições a dose do antibacteriano conferiu com a recomendação da literatura. Crianças mais jovens (0,0204) e com menor peso (0,0253) estão mais propensas a receber sobredoses. Conclusões: A procura pelo Serviço de saúde foi, em especial, por problemas relacionados ao aparelho respiratório, resultando em prescrições na maioria das situações. Os antibacterianos são bastante prescritos em doses que, em grande parte, não estão de acordo com a literatura. Estes dados sugerem a necessidade de ações que promovam o uso racional de medicamentos, em especial dos antibacterianos.

Objective: To determine the profile of drug prescription directed to pediatric patients in a Basic Health Unit, aiming at examining the use of antibacterials. Methods: A cross-sectional study was adopted, based on interviews with the guardians of children under 12 years of age, at the moment they were leaving the doctor's office. Results: Information was collected from 277 children, the mean age was 4.4 years (± 3.61). In 91.3% of the cases, a demand for care occurred because of health problems. Of the total, 83.8% of the children received medical prescriptions; the fact of seeking health services because of health problems interfered significantly (p = 0.0158) with the prescription. The most prevalent drugs were antibacterials and those that act on the respiratory system; the former were present in 39.7% of the prescriptions. Only 37.3% of antibacterial prescriptions were in accordance with the doses recommended in the literature. Younger children (0.0204) with lower weight (0.0253) were more likely to receive overdoses. Conclusion: The demand for health services is due, in particular, to health problems related to the respiratory tract, resulting in drug prescription in most cases. Prescribed antibacterial doses, in most cases, are not in accordance with the literature. The data suggest the need for actions to promote the rational use of medicines, especially antibacterials.
Descritores: Pediatria
Prescrições de Medicamentos
Uso de Medicamentos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-709321
Autor: Wang, Ricardo; Neuenschwander, Fernando Carvalho; Lima Filho, Augusto; Moreira, Celsa Maria; Santos, Elizabete Silva dos; Reis, Helder Jose Lima; Romano, Edson Renato; Mattos, Luiz Alberto Piva e; Berwanger, Otávio; Andrade, Jadelson Pinheiro de.
Título: Uso de Intervenções Baseadas em Evidências na Síndrome Coronária Aguda – Subanálise do Registro ACCEPT / Use of Evidence-Based Interventions in Acute Coronary Syndrome - Subanalysis of the ACCEPT Registry
Fonte: Arq. bras. cardiol;102(4):319-326, abr. 2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Fundamento: As diretrizes baseiam-se em evidências para pautar suas recomendações; apesar disso, há uma lacuna entre o recomendado e a prática clínica. Objetivo: Descrever a prática de prescrição de tratamentos com indicação baseada em diretrizes para pacientes com síndrome coronariana aguda no Brasil. Métodos: Foi realizada uma subanálise do registro ACCEPT, na qual foram avaliados os dados epidemiológicos e a taxa de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas. Além disso, avaliou-se a qualidade da reperfusão coronariana no infarto com supradesnivelamento do segmento ST. Resultados: Foram avaliados 2.453 pacientes. As taxas de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores de P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas foram, respectivamente, de 97,6%, 89,5%, 89,1, 80,2%, 67,9%, 90,6%, em 24 horas, e, respectivamente, de 89,3%, 53,6, 0%, 74,4%, 57,6%, 85,4%, em 6 meses. Com relação ao infarto com supradesnivelamento do segmento ST, somente 35,9% e 25,3% dos pacientes foram submetidos a angioplastia primária e trombólise, respectivamente, nos tempos recomendados. Conclusão: Este registro mostrou altas taxas de prescrição inicial de antiplaquetários, antitrombóticos e estatina, bem como taxas mais baixas de betabloqueadores e de inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1. Independentemente da classe, todos apresentaram queda do uso aos 6 meses. A maioria dos pacientes com infarto com supradesnivelamento do segmento ST não foi submetida a reperfusão coronariana no tempo recomendado. .

Background: The recommendations in guidelines are based on evidence; however, there is a gap between recommendations and clinical practice. Objective: To describe the practice of prescribing evidence-based treatments for patients with acute coronary syndrome in Brazil. Methods: This study carried out a subanalysis of the ACCEPT registry, assessing epidemiological data and the prescription rate of acetylsalicylic acid, p2y12 inhibitors, antithrombotic drugs, beta-blockers, angiotensin-converting enzyme inhibitors/angiotensin-receptor blockers (IAT1RB), and statins. In addition, the quality of myocardial reperfusion in ST-segment elevation myocardial infarction was evaluated. Results: This study assessed 2,453 patients. The prescription rates of acetylsalicylic acid, p2y12 inhibitors, antithrombotic drugs, beta-blockers, angiotensin-converting enzyme inhibitors/IAT1RB, and statins were as follows: in 24 hours - 97.6%, 89.5%, 89.1%, 80.2%, 67.9% and 90.6%; and at six months - 89.3%, 53.6%, 0%, 74.4%, 57.6% and 85.4%, respectively. Regarding ST-segment elevation myocardial infarction, only 35.9% and 25.3% of the patients underwent primary angioplasty and thrombolysis, respectively, within the recommended times. Conclusion: This registry showed high initial prescription rates of antiplatelet drugs, antithrombotic drugs, and statins, and lower prescription rates of beta-blockers and angiotensin-converting enzyme inhibitors/IAT1RB. Independently of the class, the use of all drugs decreased by six months. Most patients with ST-segment elevation myocardial infarction did not undergo myocardial reperfusion within the time recommended. .
Descritores: Síndrome Coronariana Aguda/tratamento farmacológico
Prescrições de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Medicina Baseada em Evidências/normas
Guias de Prática Clínica como Assunto/normas
-Antagonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico
Análise de Variância
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Aspirina/uso terapêutico
Brasil
Fibrinolíticos/uso terapêutico
Inibidores de Hidroximetilglutaril-CoA Redutases/uso terapêutico
Infarto do Miocárdio/tratamento farmacológico
Reperfusão Miocárdica
Inibidores da Agregação de Plaquetas/uso terapêutico
/uso terapêutico
PURINERGIC PTEMEFOSY RECEPTOR ANTAGONISTS/uso terapêutico
Fatores de Tempo
Resultado do Tratamento
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-978627
Autor: Nascimento, Wezila Gonçalves do; Uchôa, Severina Alice da Costa; Coêlho, Ardigleusa Alves; Clementino, Francisco de Sales; Cosme, Maria Valéria Beserra; Rosa, Rayone Bastos; Brandão, Isabel Cristina Araújo; Martiniano, Claudia Santos.
Título: Medication and test prescription by nurses: contributions to advanced practice and transformation of care / Prescrição de medicamentos e exames por enfermeiros: contribuições à prática avançada e transformação do cuidado / Prescripción de medicamentos y exámenes por enfermeros: contribuciones a la práctica avanzada y transformación del cuidado
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);26:e3062, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To carry out a documentary study on the rules, guidelines, policies and institutional support for the nurse to prescribe medicines and request tests with a view to the advanced practice in the scope of Primary Health Care. Methods: Documentary research using open-access institutional documents - Federal Nursing Council (COFEN), its regional representations in the respective Brazilian states (COREN) and the Brazilian Nursing Association (ABEN). Results: Most of the news/notices were issued by the Regional Nursing Councils in the different Federative Units. The argumentation regarding the prescription of medicines and request for tests by nurses is based on three categories: Autonomy and competencies for the prescription of medicines and/or request of tests; Corporate policies that undermine the full exercise of nursing; and Transformation of health and nursing care in Primary Health Care. Conclusion: The prescriptive practice by nurses integrates health care and has been defended by the institutions that represent the category. It emerges as an important element of advanced practice and in the transformation of care in the context of health teams.

RESUMO Objetivo: realizar um estudo documental sobre as normativas, diretrizes, políticas e respaldo institucional do enfermeiro para a prescrição de medicamentos e solicitação de exames com vistas à prática avançada no âmbito da Atenção Primária à Saúde. Métodos: pesquisa documental utilizando-se de documentos de autoria institucional - Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), suas representações regionais nos respectivos estados do Brasil (COREN) e Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN), de acesso aberto. Resultados: a maioria das notícias/notas foi veiculada pelos Conselhos Regionais de Enfermagem nas distintas Unidades Federadas. A argumentação de convencimento das entidades representativas a respeito da prescrição de medicamentos e solicitação de exames por enfermeiros sustenta-se em três categorias: A autonomia e competências para a prescrição de medicamentos e ou solicitação de exames; Políticas corporativas que prejudicam o exercício da enfermagem de forma plena; e A transformação do cuidado em saúde e da enfermagem no âmbito da Atenção Primária à Saúde. Conclusão: a prática prescritiva do enfermeiro integra o cuidado em saúde e vem sendo defendida pelas entidades representativas da categoria. A prescrição de medicamentos por enfermeiros na Atenção Primária à Saúde (APS) desponta como importante elemento da prática avançada e na transformação do cuidado no contexto das equipes de saúde.

RESUMEN Objetivo: realizar un estudio documental sobre las normativas, directrices, políticas y respaldo institucional del enfermero para la prescripción de medicamentos y solicitación de exámenes buscando la práctica avanzada en el ámbito de Atención Primaria a la Salud. Métodos: investigación documental que utiliza documentos de autoría institucional - Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), sus representaciones regionales en los respectivos estados de Brasil (COREN) y Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN), de accesso abierto. Resultados: la mayoría de las noticias/notas fue vehiculada por los Consejos Regionales de Enfermería en las distintas Unidades Federadas. El argumento de convencimiento de las entidades representativas con respecto a la prescripción de medicamentos y solicitación de exámenes por enfermeros se sustentan en tres categorías: La autonomía y competencias para la prescripción de medicamentos y/o solicitación de exámenes; Políticas corporativas que perjudican el ejercicio de la enfermería de forma plena y La transformación del cuidado en salud y de la enfermería en el ámbito de la Atención Primaria a la Salud. Conclusión: la práctica prescriptiva del enfermero integra el cuidado en salud y viene siendo defendida por las entidades representativas de la categoría. La prescripción de medicamentos por enfermeros en la Atención Primaria a la Salud (APS) despunta como importante elemento de la práctica avanzada y en la transformación del cuidado en el contexto de los equipos de salud.
Descritores: Prescrições de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Prática Avançada de Enfermagem/organização & administração
-Enfermagem/organização & administração
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-906071
Autor: David, Renata Boscaini; Bello, Gabriela Brenner.
Título: Prescrição de fitoterapia por nutricionistas em farmácias magistrais / Prescription of herbal medicine by nutritionist in drugstores
Fonte: Braspen J;32(3):288-292, jul-set. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O emprego da fitoterapia por parte dos profissionais de saúde e o aceite destes fármacos pela população aumenta gradativamente. A prescrição de fitoterápicos por nutricionistas é regulamentada há algum tempo no Brasil, porém existe a necessidade de se avançar nas pesquisas sobre fitoterapia, além de observar quais fitoterápicos têm seu uso mais frequente para entendimento da necessidade atual e para a devida capacitação profissional. O presente estudo tem por finalidade compilar informações sobre a prescrição de fitoterápicos por nutricionistas em farmácias magistrais, observando quais são as formulações prevalentes. Foi realizado um levantamento bibliográfico nas bases de dados e referências clássicas. Há relatos de que o fato de as plantas medicinais, drogas vegetais e fitoterápicos serem de origem vegetal pode levar ao entendimento de que seu uso é irrestrito e sem efeitos adversos. Porém, é necessário entendimento farmacológico e interações. Observa-se a preferência de prescrição por algumas plantas pelo nutricionista, destacando-se a Camellia sinensis, citada pela maioria dos estudos, e com o objetivo principal de controle de peso. Além disso, fitoterápicos com efeito ansiolítico estão dentre as plantas de escolha dos profissionais. Contudo, são escassos os estudos e metodologias que avaliem o perfil atual e as necessidades pontuais dos prescritores.(AU)

The use of herbal medicine by health care professionals and the acceptance of these drugs by the population is increasing gradually. The prescription of herbal medicines by nutritionists has been regulated for some time in Brazil. However, it is necessary to advance in the research on herbal medicine, as well as to identify which herbal medicine are more frequently used in order to understand the current needs and to provide proper professional training. This study aims to compile information on the prescription of herbal medicines by nutritionists in pharmacies, observing which are the prevalent formulations. A bibliographic search was performed in databases and classical references. There are reports that the fact that the plant-based drugs and medicines are of vegetable origin may lead to the understanding that their use is unrestricted and have no adverse effects. But it is necessary pharmacological interactions and understanding. We found that nutritionists are more likely to prescribe some plants, such as Camellia sinensis, which is cited in most of the studies, mainly for weight control. In addition, herbal medicines with anxiolytic effects are among the plants chosen by the professionals. However, there are few studies and methodologies to assess the current profile and the specific needs of the prescribers.(AU)
Descritores: Prescrições de Medicamentos
Camellia sinensis
Nutricionistas
Fitoterapia/instrumentação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022616
Autor: Scarpin, Tamires Baptista; Oliveira, Luciana Butini; Bergamaschi, Cristiane de Cássia; Ramacciato, Juliana Cama; Motta, Rogério Heládio Lopes.
Título: Comparação de estratégias para aprimoramento de graduandos de Odontologia na prescrição medicamentosa / Comparison of different teaching strategies to improve the knowledge of Dental students about prescribing standards
Fonte: Rev. ABENO;19(1):66-72, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar diferentes estratégias para o aprimoramento de graduandos de Odontologia sobre normas de prescrição medicamentosa. Foram avaliados 72 estudantes, os quais foram divididos aleatoriamente em 3 grupos (n=24): Grupo 1 ­ em cada etapa de avaliação foi apresentado um vídeo explicativo sobre normas de prescrição com duração de 15 minutos; Grupo 2 ­ o mesmo vídeo foi disponibilizado em uma plataforma virtual (com acesso ilimitado); Grupo 3 ­ controle: os estudantes não tiveram atividades adicionais sobre o tema. Foram realizadas 4 avaliações e os voluntários receberam um caso clínico diferente em cada avaliação, realizando uma prescrição para a situação clínica proposta. Para cada prescrição realizada foi atribuída uma pontuação considerando diferentes itens: identificação do profissional e do paciente, concentração, dose e quantidade do medicamento, instruções, dentre outros. Os resultados obtidos foram submetidos à análise estatística, com nível de significância de 5%. Não foram observadas diferenças significativas na avaliação basal entre os grupos (p>0,05). Após o uso das diferentes estratégias foram observados melhores resultados para G1 quando comparados a G2 e G3 (p<0,05). Concluiuse que o uso do vídeo presencial foi o que proporcionou melhores resultados em relação às normas de prescrição de medicamentos (AU).

The aim of this study was to evaluate different teaching strategies to improve the knowledge of dental students about prescribing standards. We evaluated 72 students who were randomly separated into 3 groups (n = 24): Group 1 - at each evaluation stage, an explanatory video about prescription rules was presented; Group 2 - the same video was made available on a virtual platform (with unlimited access); Group 3 - control: the students did not have additional activities on the subject. During the study period 4 evaluations were performed, and all participants received a different clinical case to carry out a prescription for the proposed clinical situation. For each prescription performed, a score was given to different items: identification of professional and patient, concentration, dosage and quantity of the medicine, instructions, among others. The results were submitted to statistical analysis and the level of significance was set at 5%. No significant differences were observed at baseline between groups (p> 0.05). However, after using the strategies better results were observed for G1 when compared with G2 and G3 (p<0.05). It could be concluded that among the strategies used, the use of video was the one that provided an improvement in knowledge of dental students in relation to prescribing standards (AU).
Descritores: Prescrições de Medicamentos/normas
Recursos Audiovisuais
Estudantes de Odontologia
Educação em Odontologia
-Brasil
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  8 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1002219
Autor: Souza-Silva, Maíra Viana Rego; Passos, Priscilla Fortes de Oliveira; Lemos, Thais Ribeiro; Marino, Bárbara Campos Abreu; Dias, Thatiane Dantas; Machado, Geisiane Sousa Braga; Carvalho, Edson Alexandre Silva; Rocha, Gabriel Almeida Silqueira; Ribeiro, Antonio Luiz; Marcolino, Milena Soriano.
Título: Implementation of an Acute Coronary Syndrome Simulation Training Strategy for Emergency Healthcare Professionals
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);32(3):227-237, May-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . FINEP.
Resumo: The knowledge on the management of patients with acute coronary syndrome (ACS) is essential to reduce the gap between evidence and practice. Objective: To describe a simulation training strategy for emergency healthcare professionals and provide preliminary data on knowledge acquisition, learners' confidence and prescription of medications after training. Methods: The training was part of the implementation of two myocardial infarction systems of care. It comprehended lectures and simulation-based learning using high and low-fidelity mannequins and actors. It was tested in two phases: the first one in Belo Horizonte and the second one in Montes Claros, both in the state of Minas Gerais. A test was applied before and after training to assess knowledge acquisition. Confidence to perform thrombolysis in ST-elevation myocardial infarction (STEMI) patients was assessed using a questionnaire, and the impact on medication prescription analyzed STEMI patients admitted to hospitals in Montes Claros. Results: In the first phase, 156 professionals answered both tests: 70% of them improved their results and the median number of right answers increased (6, interquartile range [IQR] 5-7; vs 7 ([IQR] 6-9; p < 0.05). In the second phase, 242 professionals answered both tests: 58% of the physicians and 83% of the nurses obtained better test scores. Participants referred a positive impact on their clinical practice, 95% reported feeling very secure when perform fibrinolysis after the training, and there was also an impact on medication prescription. Conclusions: There was an impact on the learners' knowledge acquisition and confidence using our two-phase training model, with evidence of impact on performance
Descritores: Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
Serviço Hospitalar de Emergência/tendências
Síndrome Coronariana Aguda/mortalidade
-Prescrições de Medicamentos
Heparina/uso terapêutico
Reperfusão Miocárdica/métodos
Análise Estatística
Telemedicina/métodos
Assistência Centrada no Paciente/métodos
Educação Médica Continuada/métodos
Eletrocardiografia/métodos
Serviços Médicos de Emergência
Infarto do Miocárdio
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  9 / 983 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-988442
Autor: Zanetti, Maria Olívia Barboza Zanetti; Moraes, Jaqueline Lessa de; Marchetti, Juliana Maldonado; Andrade, Regina Célia Garcia de.
Título: Description of the complexity of prescribed medication regimens in primary health care of Ribeirão Preto - SP
Fonte: Clin. biomed. res;38(1):1-7, 2018.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Pharmacotherapy is the main therapeutic resource for the management of diseases. However, the number of drugs prescribed, dose frequency, and mode of administration can make the treatment more complex and influence treatment outcomes. The aim of this study was to measure the complexity of prescribed medication regimens in primary health care (PHC) services in Ribeirão Preto, Brazil. Methods: This cross-sectional study included 1,009 participants: 889 from primary health units and 120 from family health units in Ribeirão Preto, Brazil. Treatment complexity was assessed using the Medication Regimen Complexity Index (MRCI). Results: MRCI mean scores were 12.5 points (SD = 9.3) and dose frequency was the major contributor to increase the score. The complexity of pharmacotherapy showed a significant correlation with the number of prescribed medications (r = 0.93, p < 0.01), but not with patients' age (r = 0.28, p < 0.01). There is also no difference in complexity between the sexes (p = 0.83) and the types of primary health care service (p = 0.31). An analysis of variance revealed that patients with lower levels of education receive more complex prescriptions (p < 0.01). Conclusions: The pharmacotherapy prescribed in PHC services from Ribeirão Preto, Brazil is complex, and there is a need to concentrate efforts and adopt strategies to simplify drug prescription without compromising patient's clinical status.
Descritores: Prescrições de Medicamentos
Atenção Primária à Saúde
-Tratamento Farmacológico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  10 / 983 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-440825
Autor: Fagundes, Maria José Delgado; Soares, Magnely Gomes Alves; Diniz, Nilza Maria; Pires, Jansen Ribeiro; Garrafa, Volnei.
Título: Análise bioética da propaganda e publicidade de medicamentos / Bioethical analysis of drugs advertisement and publicity
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;12(1):221-229, jan.-mar. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: Sob a perspectiva da "ética da proteção" e da "bioética de intervenção", a pesquisa analisa a influência das peças publicitárias de medicamentos veiculadas à classe médica na prescrição de medicamentos. Estuda, ainda, a qualidade das informações nas propagandas de medicamentos de venda sob prescrição, antes e depois da Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa - RDC 102/2000, que regulamenta a propaganda de medicamentos no país, bem como discute o papel regulador do Estado na área. Primeiramente, foram entrevistados 50 médicos de Brasília, a fim de examinar como percebem os efeitos da propaganda sobre sua atividade profissional. Em seguida, foram avaliadas 10 peças publicitárias, 5 veiculadas antes e 5 depois da RDC 102/2000. Os resultados permitiram concluir que: a) 98 por cento dos médicos recebem visitas regulares de representantes comerciais; b) 86 por cento recebem brindes; c) 68 por cento crêem na influência direta da propaganda sobre a prescrição; d) 14 por cento disseram prescrever medicamentos em função do recebimento de prêmios; e) 68 por cento acreditam existir inverdades nas informações das peças publicitárias; f) antes da RDC, as informações (contra-indicações, indicações, precauções, cuidados e advertência) nas propagandas representava 28 por cento dos casos; após a RDC, foram encontradas informações em 79 por cento dos casos.

This study investigates how advertising campaigns for drugs influence drug prescription practices among physicians from a point of view of "protection ethics" and of "intervention bioethics". It also analyzes information quality in advertisements for prescription drugs before and after the ANVISA (National Agency for Sanitary Protection) RDC 102/200 Resolution wich regulates drugs advertising as well as discusses the regulating role of the state in this area. A first approach was to interview 50 physicians in Brasília/DF (25 general physicians and 25 surgeons) in order to examine how they perceive the effects of advertisement on their professional activities. A second approach was to study 10 publicity pieces, five from before and five from after the RDC Resolution. The results showed that: a) 98 percent of phsicians are visited by sales representatives on a regular basis; b) 86 percent of physicians receive gifts during these visits; c) 68 percent beleive that advertising strongly influences prescription practices; d) 14 percent related prescription practices to the receival of rewards; e) 68 percent beleive that information contained in advertisements is unreliable; f) before the RDC Resolution, 28 percent of advertisements had adequate information content (counter-indications, indications precautions, warnings, and adverse reactions); after the RDC Resolution, that number grew to 79 percent.
Descritores: Bioética
Padrões de Prática Médica
Legislação de Medicamentos
Prescrições de Medicamentos
Publicidade de Medicamentos
-Entrevistas como Assunto
Controle da Publicidade de Produtos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 99 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde