Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.319.490 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 77 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 77 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Brenol, Joao Carlos T
Texto completo
Id: biblio-899453
Autor: Chakr, Rafael Mendonça da Silva; Brenol, Claiton; Ranzolin, Aline; Bernardes, Amanda; Dalosto, Ana Paula; Ferrari, Giovani; Scalco, Stephanie; Olszewski, Vanessa; Kohem, Charles; Monticielo, Odirlei; Brenol, João Carlos T; Xavier, Ricardo M.
Título: Rheumatoid arthritis seems to have DMARD treatment decision influenced by fibromyalgia / As decisões de tratamento com DMARD na artrite reumatoide parecem ser influenciadas pela fibromialgia
Fonte: Rev. bras. reumatol;57(5):403-411, Sept.-Oct. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: To compare DMARD use in patients with and without FM over time, including overtreatment and undertreatment rates in both groups. Methods: A prospective cohort study with patients attending an RA outpatient clinic was conducted. Participants were consecutively recruited between March 2006 and June 2007 and were followed through December 2013. Data on DMARD use (prevalences, doses and escalation rates), DAS28, HAQ and radiographic progression were compared among RA patients with FM and without FM. Mistreatment clinical scenarios were allegedly identified and compared between groups. Results: 256 RA patients (32 with FM) were followed for 6.2 ± 2.0 (mean ± SD) years comprising 2986 visits. At baseline, RA duration was 11.1 ± 7.4 years. DAS28 and HAQ were greater in RA with FM group, and were closer to RA without FM group towards the end. RA patients with FM used higher doses of tricyclic antidepressants, leflunomide and prednisone, and lower doses of methotrexate. When compared to RA patients without FM, participants with RA and FM used more often tricyclic antidepressants, leflunomide, prednisone, continuous analgesics and less often methotrexate. Groups presented similar 7-year biologic-free survival, and radiographic progression-free survival in Cox regression. RA patients with FM had greater proportions of visits in mistreatment scenarios when compared to RA patients without FM (28.4 vs. 19.8%, p < 0.001). Conclusions: RA patients with FM used more leflunomide and prednisone, and RA mistreatment was more frequent in FM patients. Certainly, RA patients with FM will benefit from a personalized T2T strategy, including ultrasound (when suitable) and proper FM treatment.

Resumo Objetivo: Comparar o uso de fármacos antirreumáticos modificadores da doença (DMARD) em pacientes com e sem fibromialgia (FM) ao longo do tempo, incluindo as taxas de tratamento excessivo e subtratamento em ambos os grupos. Métodos: Estudo de coorte prospectiva com pacientes atendidos em um ambulatório de artrite reumatoide (AR). Os participantes foram recrutados consecutivamente entre março de 2006 e junho de 2007 e foram seguidos até dezembro de 2013. Compararam-se os dados de uso de DMARD (prevalências, doses e taxas de escalonamento), 28-Joint Disease Activity Score (DAS28), Health Assessment Questionnaire (HAQ) e progressão radiográfica entre pacientes com e sem FM. Os cenários clínicos de tratamento supostamente incorreto foram identificados e comparados entre os grupos. Resultados: Seguiram-se 256 pacientes com AR (32 com FM) por 6,2 ± 2,0 (média ± DP) anos, período que abrangeu 2.986 consultas. No início do estudo, a duração da AR era de 11,1 ± 7,4 anos. O DAS28 e o HAQ foram maiores no grupo AR com FM e estavam mais próximos do grupo AR sem FM no fim do estudo. Os pacientes com AR com FM usaram doses mais altas de antidepressivos tricíclicos, leflunomida e prednisona e doses mais baixas de metotrexato. Quando comparados com os pacientes com AR sem FM, os participantes com AR e FM usaram mais frequentemente antidepressivos tricíclicos, leflunomida, prednisona e analgésicos contínuos e menos frequentemente metotrexato. Os grupos apresentaram sobrevida em sete anos sem agentes biológicos e livres de progressão radiográfica semelhantes na regressão Cox. Os pacientes com AR com FM apresentaram uma maior proporção de consultas em cenários de tratamento supostamente incorreto quando comparados com os pacientes com AR sem FM (28,4 vs. 19,8%, p < 0,001). Conclusões: Os pacientes com AR e FM usaram mais leflunomida e prednisona e o tratamento supostamente incorreto na AR foi mais frequente em pacientes com FM. Os pacientes com AR com FM certamente se beneficiarão de uma estratégia personalizada de tratamento por metas (T2 T), incluindo ultrassonografia (quando apropriado) e controle da FM.
Descritores: Artrite Reumatoide/tratamento farmacológico
Padrões de Prática Médica/estatística & dados numéricos
Fibromialgia/complicações
Antirreumáticos/uso terapêutico
Prescrição Inadequada/estatística & dados numéricos
Tomada de Decisão Clínica
-Artrite Reumatoide/complicações
Índice de Gravidade de Doença
Brasil
Esquema de Medicação
Estudos de Casos e Controles
Modelos de Riscos Proporcionais
Estudos Prospectivos
Seguimentos
Progressão da Doença
Estimativa de Kaplan-Meier
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831891
Autor: Bertol, Eduardo; Fabbro, Amaury Lelis Dal.
Título: Estudo indireto sobre as práticas de prescrição de médicos de Curitiba, Paraná / Indirect study about the prescription practices of physicians from Curitiba, Paraná
Fonte: Rev. APS;19(3):412-422, jul 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Os medicamentos são um recurso terapêutico que vem ganhando cada vez mais importância no tratamento dos pacientes, o que tem feito várias instituições nacionais e internacionais implementarem esforços no sentido do estímulo a boas práticas de prescrição. Entretanto, várias influências têm levado médicos a adotarem práticas irracionais de prescrição, elevando custos cada vez mais e oferecendo riscos para a saúde dos doentes. Este estudo teve por objetivos descrever as práticas de prescrição de uma amostra de médicos de Curitiba, Paraná, a partir de respostas dadas a um questionário autoaplicado, bem como investigar se médicos atuando na Estratégia Saúde da Família (ESF) prescrevem de forma diferente dos que atuam em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em outros serviços e explorar o uso de um questionário autoaplicado para esse fim. Trata-se de um estudo transversal, com uma amostra de conveniência. Foram entrevistados 17 indivíduos em unidades da ESF, 22 em UBS, 5 em Hospital Universitário e 5 em Centro Clínico por meio de um questionário sobre dados demográficos e com 20 questões em uma escala Likert de 5 pontos que explorava ideias a respeito da prescrição de fármacos. O escore resultante foi comparado aos dados demográficos e foi constatado que médicos sem especialidade, médicos de família e comunidade, médicos da ESF, que atuam em apenas um local de trabalho, que se encontram nas faixas etárias entre 25 e 34 anos e entre 40 e 59 anos de idade e que se formaram entre os anos de 1985 a 1994 e entre 2005 e 2012 obtiveram escores maiores.

Medicines are therapeutic options which are gaining more and more importance in the treatment of patients, leading several national and international institutions to efforts in order to stimulate good prescribing practices. However, many influences have led physicians around the world to adopt irrational prescribing practices, leading to increasingly high costs and risks to patients' health. This study aimed to describe the prescribing practices of a sample of doctors from Curitiba, Paraná, from responses to a self-applied questionnaire as well as to investigate if doctors working in the Family Health Strategy may prescribe differently of those working in Basic Health Units and in other services and to explore the use of a self-applied questionnaire for this purpose. This is a cross-sectional study with a convenience sample. 17 individuals were interviewed in Family Health Units, 22 in Basic Health Units, 5 in the University Hospital and 5 in the Clinical Center through a questionnaire on demographic data and 20 questions in a 5-point Likert scale that explored ideas concerning drug prescription. The resulting score from these questions was compared to demographic data and it was found that doctors with no medical specialty, family and community physicians, those working in Family Health Units, those working in just one workplace, who are in the age groups between 25 and 34 years and between 40 and 59 years of age and who graduated between the years 1985 to 1994 and between 2005 and 2012 had higher scores.
Descritores: Prescrições de Medicamentos
Padrões de Prática Médica
-Centros de Saúde
Estratégia Saúde da Família
Prescrição Inadequada
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  3 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831858
Autor: Bueno, Denise; Almeida, Taiana Trindade de; Rocha, Bruno Simas.
Título: Prevalência de prescrição de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos em uma unidade de saúde da família de Porto Alegre/RS / Prevalence of potentially inappropriate drug prescription for elderly of family health unit in Porto Alegre/RS
Fonte: Rev. APS;19(3):370-375, jul 2016.
Idioma: pt.
Resumo: O crescimento da população idosa no Brasil acarreta aumento de problemas relacionados a medicamentos nessa população. O objetivo deste trabalho foi avaliar a prevalência de prescrições de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos, por meio dos critérios de Beers e STOPP/START, em uma Unidade de Saúde da Família (USF) do município de Porto Alegre. Foi realizado um estudo transversal retrospectivo com dados coletados a partir de banco de dados, correspondente ao ano de 2010, do prontuário de família da Unidade de Saúde. O estudo selecionou pacientes com 60 anos ou mais, com prescrição de psicofármacos e estes foram classificados conforme os Critérios de Beers e STOPP/START. Foram incluídos no estudo 126 pacientes que apresentavam prescrições com psicofármacos, havendo maior prevalência do sexo feminino (74,60% da amostra), média de idade de 71,25 (DP 9,46), com idade mínima de 60 anos e máxima de 101 anos. A prevalência de pacientes com prescrição de algum psicofármaco potencialmente inapropriado foi de 95,24%, considerando os dois critérios. Entre esses pacientes, 115 (91,27%) apresentavam prescrições com psicofármacos inapropriados pela classificação STOPP/ START e 112 (88,89%), pelos critérios de Beers. A maior prevalência de classe de psicofármacos inapropriados foi de antidepressivos (50,54%), ansiolíticos (20,43%), antiepiléticos (16,13%) e antipsicóticos (21,37%). A Fluoxetina foi o psicofármaco com maior prevalência de prescrição (29,37%), seguido pela Amitriptilina (24,60%), Diazepam (11,11%) e Clonazepam (10,32%). No estudo, foi observada uma grande prevalência do uso de psicofármacos pelos idosos da Unidade de Saúde da Família pesquisada, principalmente dos antidepressivos, o que sugere a necessidade de trabalhar a prescrição de medicamentos para idosos com a equipe de saúde na Atenção Primária em Saúde.

The growth of the elderly population in Brazil leads to increased drug-related problems in this population. The objective of this study was to evaluate the prevalence of potentially inappropriate drug prescriptions for the elderly, through the Beers Criteria and STOPP / START in a Family Health Unit (USF) in the city of Porto Alegre. A retrospective cross-sectional study with data collected from the database, corresponding to the year 2010 and the family records of the Health Unit was conducted. The study selected patients 60 years or older, with psychotropic prescription and these were classified as inappropriate by Beers Criteria and STOPP / START. The study included 126 patients who had prescriptions with psychotropic drugs, with higher prevalence of females (74.60% of the sample), average age of 71.25 (SD 9.46), minimum age 60 and maximum of 101 years. The prevalence of patients with prescription of any potentially inappropriate psychotropic drug was 95.24%, considering the two criteria. Among these patients, 115 (91.27%) had prescriptions with psychotropic drugs inappropriate for classification STOPP / START and 112 (88.89%) by Beers criteria. The highest prevalence of inappropriate psychotropics class was Antidepressants (50.54%), anxiolytics (20.43%), antiepileptics (16.13%) and antipsychotics (21,37%). Fluoxetine was the most prevalent psychotropic drug prescription (29.37%), followed by Amitriptyline (24.60%), Diazepam (11.11%), and clonazepam (10.32%). In the study, we observed a high prevalence of the use of psychotropic drugs by the elderly in the Family Health Unit researched, especially antidepressants, suggesting the need to work to prescription drugs for the elderly with health staff in primary health care.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Prescrições de Medicamentos
-Atenção Primária à Saúde
Psicotrópicos
Idoso
Estratégia Saúde da Família
Prescrição Inadequada
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  4 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1085383
Autor: Araújo, Bruna Carolina de; Melo, Roberta Crevelário de.
Título: Assistência Farmacêutica de Franco da Rocha, SP: qualidade da prescrição, dispensa de medicamentos, adesão a tratamento e ações judiciais / Pharmaceutical Assistance of Franco da Rocha, SP: quality of prescription, dispensation of medication, adherence to treatment and lawsuits.
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 68 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Instituto de Saúde para obtenção do grau de Aprimoramento.
Resumo: A partir da nova gestão da Secretaria Municipal de Saúde de Franco da Rocha (SMS-FR), em 2017, definiu-se com o Instituto de Saúde (IS), da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, como proposta de trabalho a elaboração de guias para a prática nos serviços de saúde em diversas áreas temáticas, entre as quais a assistência farmacêutica, sendo os temas levantados em reuniões da Câmara Técnica: qualidade da prescrição farmacológica, fluxos divergentes na dispensa de medicamentos, falta de conhecimento quanto à adesão de pacientes aos tratamentos farmacológicos e necessidade de estabelecer um fluxo para as ações judiciais de saúde. Na elaboração do guia e visitas aos principais equipamentos municipais de saúde que fazem a dispensa de medicamentos observou-se- os fluxos e a rotina de trabalho, e colheu-se informações de uma amostra de receitas médicas. Além disso, foram capacitados os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Unidade Básica de Saúde (UBS) de maior abrangência do município para aplicação de instrumentos que avaliam a adesão ao tratamento farmacológico na população. Por fim, fizeram um levantamento de ações judiciais em saúde para a análise dos medicamentos requeridos conforme Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) 2017 e Relação Municipal de Medicamentos Essenciais de Franco da Rocha (REMUME-FR). Na análise de receitas foram encontrados diversos erros em todas as receitas (erros na receita, de prescrição e de dispensa); a partir das observações notou-se que não há fluxo estabelecido e foram elaborados dois fluxos de dispensa de medicamentos; os ACS aceitaram o instrumento de adesão ao tratamento farmacológico na rotina de trabalho e o instrumento mostrou que a maioria da população não adere ao tratamento farmacológico prescrito; o IPJS do Município exibiu-se maior...
Descritores: Assistência Farmacêutica
Judicialização da Saúde/legislação & jurisprudência
Prescrição Inadequada
Tratamento Farmacológico
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA20, A658a


  5 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-547051
Autor: Guanche Garcell, Humberto; Mir Narbona, Ioana; Fiterre Lancis, Irene; Enseñat Sanchez, Raimy; Pisonero Sosias, José; García Arzola, Belkis.
Título: Calidad de la prescripción de antimicrobianos en los servicios quirúrgicos / Quality of antimicrobial prescription in surgical services
Fonte: Rev. cuba. cir;48(4), sept.-dic. 2009. tab.
Idioma: es.
Resumo: INTRODUCCIÓN. El uso inadecuado de antimicrobianos constituye un factor fundamental relacionado con la resistencia antimicrobiana. Evidencias del incremento de ésta en el Hospital «Joaquín Albarrán¼ constituyeron la motivación para evaluar la calidad de la prescripción de antimicrobianos en los servicios quirúrgicos. MÉTODOS. Se realizó un estudio descriptivo entre mayo y diciembre de 2008. Se estudió la prevalencia puntual mediante la evaluación de los pacientes ingresados durante un día de cada uno de los meses del período estudiado. Se confeccionó un instrumento de evaluación de la calidad de la prescripción y fue aplicado por dos investigadores. En una segunda etapa, expertos en el uso de antibióticos analizaron los resultados y determinaron las prescripciones inadecuadas. Se calculó la proporción de uso correcto de antimicrobianos y de prescripción inadecuada. RESULTADOS. Fueron evaluados 511 pacientes, 229 (44,7 por ciento) de los cuales utilizaron antimicrobianos. Los servicios de otorrinolaringología y proctología tuvieron las frecuencias de uso superiores (66,7 por ciento), y la menor frecuencia se encontró en cirugía general (36,6 por ciento). La frecuencia de uso inadecuado fue en general del 50 por ciento, superior en los servicios de urología (66,7 por ciento), angiología (60 por ciento) y proctología (50 por ciento). La causa fundamental de prescripción inadecuada fue el uso cuando no estaba indicado o no era necesario (35 pacientes) y el uso profiláctico incorrecto o la duración impropia del tratamiento (31 pacientes). CONCLUSIONES. El uso inadecuado de antimicrobianos constituye un problema en los servicios quirúrgicos, evidencia deficiencias en la adherencia a las políticas de uso, y resalta la necesidad de fortalecer los controles de la calidad de su prescripción(AU)

INTRODUCTION: Inappropriate use of antimicrobials is a fundamental factor related to antimicrobial resistance. The evidence of its increase in Joaquín Albarrán Hospital was the reason to assess the quality of antimicrobial prescription in surgical services. METHODS: Between May and December, 2008 a descriptive study was conducted. Point prevalence was studied by means of evaluation of patients admitted during a day of each month of the study period. A tool to evaluate the prescription quality was designed and it was applied by two researchers. In a second stage, experts in antibiotics use analyzed the results and determined the inappropriate prescriptions. Ratio of proper use of antimicrobials and of inappropriate prescription was estimated. RESULTS: A total of 511 patients was evaluated, in 229 (44,7 percent) of them antimicrobials were used. Otorhinolaryngology and proctology services had the higher frequencies in its use (66,7 percent) and in Surgery service it was lower (36,6 percent). Frequency of inappropriate use was generally of 50 percent, higher in Urology services (66,7 percent), Angiology (60 percent), and Proctology (50 percent). The main reason of a inappropriate prescription was when its use was not prescribed or was not necessary (35 patients), and the incorrect prophylactic use or improper length of treatment (31 patients). CONCLUSIONS: Inappropriate use of antimicrobials is a problem in surgical services evidencing deficiencies in adherence to use policies and emphasize the need of a strengthening of the quality control of its prescription(AU)
Descritores: Antibacterianos/efeitos adversos
Farmacorresistência Bacteriana
-Epidemiologia Descritiva
Prescrição Inadequada/prevenção & controle
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  6 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-584315
Autor: Fiterre Lancis, Irene; Guanche Garcell, Humberto; Mir Narbona, Ioanna; Enseñat Sánchez, Raimy; Pisonero Sosias, Juan; Pardo Gómez, Gilberto; García Arzola, Belkis; Gómez Calá, Adolfo.
Título: Factores asociados al uso inadecuado de cefalosporinas en pacientes hospitalizados / Factors associated with an inappropriate use of cephalosporins in admitted patients
Fonte: Rev. cuba. cir;49(3), jul.-sep. 2010.
Idioma: es.
Resumo: Las cefalosporinas se han convertido en un recurso terapéutico valioso, pero su uso inadecuado ha estado asociado al desarrollo de resistencia antimicrobiana, problema de significativa importancia en la práctica clínica diaria. No existen informes sobre el tema en la literatura médica cubana, por lo que se realizó este estudio para identificar la frecuencia y los factores asociados al uso inadecuado de cefalosporinas en pacientes hospitalizados. Se realizó un estudio descriptivo, mediante prevalencias puntuales seriadas, de las prescripciones de cefalosporinas en los pacientes admitidos en el Hospital Joaquín Albarrán (mayo de 2008 a abril de 2009). De los pacientes se obtuvieron las características generales y de la prescripción de las cefalosporinas, y esta información fue analizada por expertos para identificar casos de prescripción inadecuada. Mediante regresión logística se determinó el grado de asociación de la inadecuación con las variables independientes. Se realizó análisis discriminante para identificar las variables que discriminaran los grupos de pacientes en función de la calidad de la prescripción. Se observaron inadecuaciones en el 18,4 por ciento de los 711 pacientes evaluados, y éstas fueron superiores en los pacientes de menor edad (p < 0,001), localización no respiratoria de infección (p < 0,001), de servicio quirúrgico (p < 0,001), antecedente de cirugía reciente (p < 0,05) e insuficiencia renal crónica (p < 0,05). El antecedente de insuficiencia respiratoria crónica se asoció a prescripción adecuada (p < 0,05). Las variables anteriores discriminaron los grupos de pacientes en función de la adecuación de la prescripción. Se identifica la frecuencia de inadecuación y se definen como factores relacionados la edad, la localización no respiratoria de infección, el antecedente de insuficiencia renal crónica, la cirugía reciente y el ser atendido en servicios quirúrgicos(AU)

The cephalosporins become a valuable therapeutical resort but its inappropriate use has been associated with the development of antimicrobial resistance a very significant problem in the daily clinical practice. There are available reports on this subject in the Cuban medical literature, thus a study was made to identify the frequency and the factors associated with the inappropriate use of cephalosporins in admitted patients. A descriptive study was conducted using the serial detailed prevalences of cephalosporins prescriptions in patients admitted in Joaquín Albarrán Hospital (from May, 2008 to April, 2009). From patients we get the general features and of the cephalosporin prescription and this information was analyzed by experts to identify the cases of inappropriate prescription. Using the logistic regression it was determined the unsuitable association degree with the independent variables. A discriminant analysis was carried out to identify the variables to differentiate the patient groups to determine the prescription quality. RESULTS. There was inadequacy in the 18,4 percent of the 711 assessed patients ant these were higher in younger patients (p < 0,001), non-respiratory localization of infection (p < 0,001), of surgical service (p < 0,001), a history of recent surgery (p < 0,005) and chronic renal failure (< 0.05). The history of chronic respiratory failure was associated with a suitable prescription (p < 0,05). The above variables discriminate the patient groups to adapt the prescription. Inadequacy frequency is identified defining as factors related to age, the infection non-respiratory localization, the chronic renal failure background, the recent surgery and being served in surgical services(AU)
Descritores: Cefalosporinas/administração & dosagem
Cefalosporinas
Cefalosporinas/uso terapêutico
-Epidemiologia Descritiva
Prescrição Inadequada/estatística & dados numéricos
Hospitalização
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-621431
Autor: Oliveira, Márcio Galvão; Amorim, Welma Wildes; Rodrigues, Victor Alves; Passos, Luiz Carlos.
Título: Acesso a medicamentos potencialmente inapropriados em idosos no Brasil / Access of Brazilian elders to potentially inappropriate medications
Fonte: Rev. APS;14(3), jul.-set. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: analisar o acesso a medicamentos potencialmenteinapropriados para idosos no sistema de saúde brasileiro,de acordo com os Critérios de Beers. Métodos: Foi realizadauma análise da lista da Relação Nacional de MedicamentosEssenciais (RENAME) de 2010 e da lista de medicamentoscontidos no componente básico da assistência farmacêutica.Estas duas relações foram comparadas com os medicamentospresentes na atualização dos critérios de Beers de 2003.Os dados foram analisados por medicamento específico ougrupo farmacológico. Resultados: 9% dos medicamentoscontidos na RENAME 2010 e 19,7% da relação de medicamentosda Assistência Farmacêutica Básica (AFB) foramconsiderados potencialmente inapropriados para idosos, deacordo com os critérios de Beers. Conclusão: A RENAME2010 e a relação de medicamentos da AFB apresentam umaproporção significativa de medicamentos potencialmenteinapropriados para idosos.
Descritores: Saúde do Idoso
Uso de Medicamentos
-Atenção Primária à Saúde
Prescrição Inadequada
Uso Indevido de Medicamentos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  8 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1039073
Autor: Pereira, Thayná Ferreira Furtado; Soares, Alessandra de Sá; Trevisol, Daisson José; Schuelter-Trevisol, Fabiana.
Título: Assessing the overall medication use by elderly people in a Brazilian hospital using the start/stopp criteria version 2
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);55:e17739, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: To estimate the frequency of the use of medicines listed in the Screening Tool to Alert Doctors to the Right Treatment (START) and Screening Tool of Older Person's Prescriptions (STOPP) criteria version 2 among the elderly. A cross-sectional study was conducted on elderly who were attended in medical clinic and cardiology sectors in a hospital in southern Brazil attended at a hospital from February through September 2016. A data-collection tool was used to obtain information on variables, such as demographic and clinical data, and medications used before and during the hospitalization period. The adequacy of the medicines taken was examined with regard to omission (START) or inappropriate use (STOPP). This study was approved by the Research Ethics Committee of the University of Southern Santa Catarina. A total of 307 subjects were included in the final sample. The mean age was 75.2 years (SD = 8; range 65-102). Of the total, 93.5% had had at least one potential prescribing omission (PPO) listed in the START criteria, whereas 95.4% used at least one medicine of the STOPP criteria. PPO was significantly associated with lower mean age (74.9 years, SD = 7.9 versus 79.0 years, SD = 8.8) among the elderly who did not have PPOs detected by the START criteria (p-value=0.03). Furthermore, PPO was associated with longer hospital stay (18 versus 9 days; p-value=0.03). This study revealed inadequate prescription affecting 99.3% of the participating patients. To the best of our knowledge, this was the first to use the START and STOPP criteria, version 2, in Brazil.
Descritores: Idoso
Avaliação de Medicamentos/instrumentação
Lista de Medicamentos Potencialmente Inapropriados/normas
Hospitais/classificação
-Sistema Único de Saúde/classificação
Polimedicação
Prescrição Inadequada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  9 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-621513
Autor: Miranda, Talita Muniz Maloni; Petriccione, Sandra; Ferracini, Fabio Teixeira; Borges Filho, Wladimir Mendes.
Título: Interventions performed by the clinical pharmacist in the emergency department / Interveções realizadas pelo farmacêutico clínico na unidade de primeiro atendimento
Fonte: Einstein (Säo Paulo);10(1):74-78, jan.-mar. 2012. graf, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To demonstrate the role and importance of the clinical pharmacist in the Emergency Department by means of identification, classification, and assessment of the number of interventions performed by this professional. Methods: This was a retrospective study conducted during the period of January 1st, 2010 to December 31st, 2010, at the Morumbi Emergency Department of Hospital Israelita Albert Einstein. The interventions were performed by the clinical pharmacists by means of his/her role along with the interdisciplinary team and active search in clinical charts, with daily analysis of medical prescriptions during the period of eight hours (10:00 to 19:00) from Monday to Friday. Results: A total of 3,542 medical prescriptions were written and there were 1,238 interventions. Classifications and quantities of interventions were as follows: administration route: 105 (8.48%); frequency: 73 (5.89%); dosage: 431 (35%); renal function: 14 (1.13%); compatibility: 50 (4%); dilution: 121 (9.77%); legibility: 39 (3.15%); pharmacovigilance: 7 (0.56%); adverse reaction to medications: 7 (0.56%); allergy: 35 (2.82%); infusion time: 76 (6.13%); indication: 52 (4.20%); medication reconciliation: 2 (0.16%); enteral medication administration: 38 (3%); scheduling: 7 (0.56%); specific anticoagulant protocol: 44 (3.55%); specific hypoglycemic agent protocol: 42 (3.99%). Conclusion: The study allowed the demonstration of the importance of the clinical pharmacist active in the Emergency Department. By the classification and by the number of interventions carried out, it was possible to observe that the Clinical Pharmacy Service had a great impact on the increased safety for the patient and prevention of adverse events.

Objetivo: Demonstrar a atuação e a importância do farmacêutico clínico na Unidade de Primeiro Atendimento por meio da identificação, classificação e do levantamento do número de intervenções realizadas pelo farmacêutico clínico. Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo no período de 1o de janeiro de 2010 a 31 de dezembro de 2010, na Unidade de Primeiro Atendimento Morumbi do Hospital Israelita Albert Einstein. As intervenções foram realizadas pelo farmacêutico clínico por meio da atuação junto à equipe interdisciplinar e busca ativa nos prontuários, com a análise diária da prescrição médica no período de oito horas (10h00 e 19h00) de segunda à sexta-feira. Resultados: Foi avaliado o total de 3.542 prescrições médicas e ocorreram 1.238 intervenções. As classificações e as quantidades das intervenções foram: via de administração: 105 (8,48%); frequência: 73 (5,89%); dose: 431 (35%); função renal: 14 (1,13%); compatibilidade: 50 (4%); diluição: 121 (9,77%); legibilidade: 39 (3,15%); farmacovigilância: 7 (0,56%); reação adversa a medicamentos: 7 (0,56%); alergia: 35 (2,82%); tempo de infusão: 76 (6,13%); indicação: 52 (4,20%); reconciliação medicamentosa: 2 (0,16%); medicamentos via sonda: 38 (3%); aprazamento: 7 (0,56%); protocolo específico de anticoagulantes: 44 (3,55%); protocolo específico de hipoglicemiantes: 42 (3,99%). Conclusão: O estudo permitiu demonstrar a importância do farmacêutico clínico atuando na Unidade de Primeiro Atendimento. Pela classificação e pelo número das intervenções realizadas, foi possível observar que o Serviço de Farmácia Clínica teve grande impacto no aumento da segurança ao paciente e prevenção de eventos adversos.
Descritores: Serviço Hospitalar de Emergência
Farmacêuticos
-Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/prevenção & controle
Vias de Administração de Medicamentos
Esquema de Medicação
Hipersensibilidade a Drogas/prevenção & controle
Interações Medicamentosas
Prescrições de Medicamentos
Substituição de Medicamentos
Prescrição Inadequada
Reconciliação de Medicamentos
Equipe de Assistência ao Paciente
Serviço de Farmácia Hospitalar
Papel Profissional
Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 77 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796973
Autor: Farias, Tatiane Fernandes; Aguiar, Karina da Silva; Rotta, Inajara; Belletti, Klezia Morais da Silva; Carlotto, Juliane.
Título: Implementing a clinical pharmacy service in hematology / Implementação de um serviço farmacêutico clínico em hematologia
Fonte: Einstein (Säo Paulo);14(3):384-390, July-Sept. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To implement a clinical pharmacy service focused on the comprehensive review of antineoplastic drugs used in therapy of hematological diseases. Methods: An interventional study was conducted in a Brazilian tertiary teaching hospital in two different periods, with and without a clinical pharmacy service, respectively. This service consisted of an antineoplastic prescription validation (analysis of patients' characteristics, laboratory tests, compliance with the therapeutic protocol and with pharmacotechnical parameters). When problems were detected, the pharmacist intervened with the physician or another health professional responsible for the patient. Inpatients and outpatients with hematological diseases were included. Results: We found an increased detection of drug-related problem by 106.5% after implementing the service. Comparing the two periods, an increase in patients' age (26.7 years versus 17.6 years), a predominance of outpatients (54% versus 38%), and an increase in multiple myeloma (13% versus 4%) and non-Hodgkin lymphoma (16% versus 3%) was noted. The most commonly found problems were related to dose (33% versus 25%) and cycle day (14% versus 30%). With regard to clinical impact, the majority had a significant impact (71% versus 58%), and in one patient from the second period could have been fatal. The main pharmaceutical interventions were dose adjustment (35% versus 25%) and drug withdrawal (33% versus 40%). Conclusion: The pharmacy service contributed to increase the detection and resolution of drug-related problems, and it was an effective method to promote the safe and rational use of antineoplastic drugs.

RESUMO Objetivo: Implementar um serviço farmacêutico clínico centrado na revisão completa dos antineoplásicos utilizados no tratamento de doenças hematológicas. Métodos: Estudo intervencional conduzido em um hospital universitário terciário brasileiro em dois períodos distintos, com base na ausência e na presença do serviço farmacêutico clínico, respectivamente. O referido serviço consistiu na validação farmacêutica de prescrição de medicamentos antineoplásicos (análise de características do paciente, exames laboratoriais, conformidade com o protocolo terapêutico e parâmetros farmacotécnicos). Após a detecção dos problemas, o farmacêutico interveio junto ao médico ou outro profissional de saúde responsável pelo paciente. Foram incluídos pacientes internados e ambulatoriais com doenças hematológicas. Resultados: Observou-se um aumento de 106,5% na detecção de problemas relacionados com medicamentos após a implementação do serviço. Comparando-se os dois períodos, verificou-se aumento na idade dos pacientes (26,7 anos versus 17,6 anos), predomínio de pacientes ambulatoriais (54% versus 38%) e aumento de mieloma múltiplo (13% versus 4%) e linfoma não Hodgkin (16% versus 3%). Os problemas mais comumente encontrados foram relacionados à dose (33% versus 25%) e ao dia do ciclo (14% versus 30%). Quanto ao impacto clínico, a maioria apresentou impacto significante (71% versus 58%) e um poderia ter sido fatal no segundo período. As principais intervenções farmacêuticas realizadas foram ajuste de dose (35% versus 25%) e suspensão de medicamento (33% versus 40%). Conclusão: O serviço farmacêutico contribuiu para o aumento da detecção e resolução de problemas relacionados com medicamentos, tratando-se de um método efetivo para promover o uso seguro e racional de medicamentos antineoplásicos.
Descritores: Serviço de Farmácia Hospitalar/organização & administração
Prescrições de Medicamentos/normas
Neoplasias Hematológicas/tratamento farmacológico
Antineoplásicos/administração & dosagem
-Organização e Administração
Prescrições de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde/organização & administração
Prescrição Inadequada/prevenção & controle
Antineoplásicos/normas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde