Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.365.839 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 188 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 188 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-977978
Autor: Li, Ho Yeh; Mendes, Pedro Vitale; Melro, Livia Maria Garcia; Joelsons, Daniel; Besen, Bruno Adler Maccagnan Pinheiro; Costa, Eduardo Leite Viera; Hirota, Adriana Sayuri; Barbosa, Edzangela Vasconcelos Santos; Foronda, Flavia Krepel; Azevedo, Luciano Cesar Pontes; Romano, Thiago Gomes; Park, Marcelo.
Título: Caracterização de pacientes transportados com suporte respiratório e/ou cardiovascular extracorpóreo no Estado de São Paulo - Brasil / Characterization of patients transported with extracorporeal respiratory and/or cardiovascular support in the State of São Paulo, Brazil
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;30(3):317-326, jul.-set. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Caracterizar pacientes graves transportados em suporte respiratório ou cardiovascular extracorpóreo. Métodos: Descrição de uma série de 18 casos registrados no Estado de São Paulo. Todos os pacientes foram consecutivamente avaliados por uma equipe multidisciplinar no hospital de origem. Os pacientes foram resgatados, sendo a oxigenação por membrana extracorpórea instalada in loco. Os pacientes foram, então, transportados para os hospitais referenciados já em oxigenação por membrana extracorpórea. Os dados foram recuperados de um banco de dados prospectivamente coletado. Resultados: De 2011 até 2017, 18 pacientes com 29 (25 - 31) anos, SAPS3 de 84 (68 - 92), com principais diagnósticos de leptospirose e influenza A (H1N1) foram transportados no Estado de São Paulo para três hospitais referenciados. Uma distância mediana de 39 (15 - 82) km foi percorrida em cada missão, em um tempo de 360 (308 - 431) minutos. As medianas de um (0 - 2) enfermeiro, três (2 - 3) médicos e um (0 - 1) fisioterapeuta foram necessárias por missão. Dezessete transportes foram realizados por ambulância e um por helicóptero. Existiram intercorrências: em duas ocasiões (11%), houve falha de fornecimento de energia para a bomba e, em duas ocasiões, queda da saturação de oxigênio < 70%. Treze pacientes (72%) sobreviveram para a alta hospitalar. Dos pacientes não sobreviventes, dois tiveram morte encefálica; dois, disfunção de múltiplos órgãos; e um, fibrose pulmonar considerada irreversível. Conclusões: O transporte com suporte extracorpóreo ocorreu sem intercorrências maiores, com uma sobrevida hospitalar alta dos pacientes.

ABSTRACT Objective: To characterize the transport of severely ill patients with extracorporeal respiratory or cardiovascular support. Methods: A series of 18 patients in the state of São Paulo, Brazil is described. All patients were consecutively evaluated by a multidisciplinary team at the hospital of origin. The patients were rescued, and extracorporeal membrane oxygenation support was provided on site. The patients were then transported to referral hospitals for extracorporeal membrane oxygenation support. Data were retrieved from a prospectively collected database. Results: From 2011 to 2017, 18 patients aged 29 (25 - 31) years with a SAPS 3 of 84 (68 - 92) and main primary diagnosis of leptospirosis and influenza A (H1N1) virus were transported to three referral hospitals in São Paulo. A median distance of 39 (15 - 82) km was traveled on each rescue mission during a period of 360 (308 - 431) min. A median of one (0 - 2) nurse, three (2 - 3) physicians, and one (0 - 1) physical therapist was present per rescue. Seventeen rescues were made by ambulance, and one rescue was made by helicopter. The observed complications were interruption in the energy supply to the pump in two cases (11%) and oxygen saturation < 70% in two cases. Thirteen patients (72%) survived and were discharged from the hospital. Among the nonsurvivors, there were two cases of brain death, two cases of multiple organ dysfunction syndrome, and one case of irreversible pulmonary fibrosis. Conclusions: Transportation with extracorporeal support occurred without serious complications, and the hospital survival rate was high.
Descritores: Oxigenação por Membrana Extracorpórea/métodos
Ambulâncias
Transporte de Pacientes/métodos
Resgate Aéreo
-Equipe de Assistência ao Paciente
Índice de Gravidade de Doença
Brasil
Estudos Prospectivos
Bases de Dados Factuais
Influenza Humana/terapia
Influenza Humana/epidemiologia
Leptospirose/terapia
Leptospirose/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003626
Autor: Veiga, Viviane Cordeiro; Postalli, Natalia Fioravanti; Alvarisa, Thais Kawagoe; Travassos, Phillipe Pereira; Vale, Raquel Telles da Silva; Oliveira, Cleyton Zanardo de; Rojas, Salomón Soriano Ordinola.
Título: Eventos adversos durante transporte intra-hospitalar de pacientes críticos em hospital de grande porte / Adverse events during intrahospital transport of critically ill patients in a large hospital
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;31(1):15-20, jan.-mar. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Descrever a incidência de eventos clínicos e não clínicos durante o transporte intra-hospitalar de pacientes críticos e analisar os fatores de risco associados. Métodos: Estudo de coorte, com coleta retrospectiva, no período de outubro de 2016 a outubro de 2017, tendo sido analisados todos os transportes intra-hospitalares para fins diagnósticos e terapêuticos em hospital de grande porte, que contava com seis unidades de terapia intensiva adulto, sendo avaliados os eventos adversos e os fatores de risco relacionados. Resultados: No período, foram realizados 1.559 transportes intra-hospitalares, em 1.348 pacientes, com média de idade de 66 ± 17 anos, tempo médio de transporte de 43 ± 34 minutos. Durante o transporte, 19,8% dos pacientes estavam em uso de drogas vasoativas; 13,7% em uso de sedativos e 10,6% estavam sob ventilação mecânica. Eventos clínicos ocorreram em 117 transportes (7,5%) e não clínicos em 125 transportes (8,0%). Falhas de comunicação foram prevalentes, no entanto, aplicando-se análise multivariada, uso de sedativos, noradrenalina e nitroprussiato, e o tempo de transporte maior que 36,5 minutos estiveram associados a eventos adversos clínicos. Uso de dobutamina e tempo de transporte superior a 36,5 minutos estiveram associados a eventos não clínicos. Ao final do transporte, 98,1% dos pacientes apresentaram condições clínicas inalteradas em relação ao seu estado basal. Conclusão: Transportes intra-hospitalares estão relacionados à alta incidência de eventos adversos; o tempo de transporte e a utilização de sedativos e drogas vasoativas estiveram relacionados a esses eventos.

ABSTRACT Objective: To describe the incidence of clinical and non-clinical events during intrahospital transport of critically ill patients and to analyze the associated risk factors. Methods: Cohort study with retrospective data collected from October 2016 to October 2017. All cases of intrahospital transport for diagnostic and therapeutic purposes in a large hospital with six adult intensive care units were analyzed, and the adverse events and related risk factors were evaluated. Results: During the study period, 1,559 intrahospital transports were performed with 1,348 patients, with a mean age of 66 ± 17 years and a mean transport time of 43 ± 34 minutes. During transport, 19.8% of the patients were using vasoactive drugs; 13.7% were under sedation; and 10.6% were under mechanical ventilation. Clinical events occurred in 117 transports (7.5%), and non-clinical events occurred in 125 (8.0%) transports. Communication failures were prevalent; however, the multivariate analysis showed that the use of sedatives, noradrenaline and nitroprusside and a transport time greater than 36.5 minutes were associated with adverse clinical events. The use of dobutamine and a transport time greater than 36.5 minutes were associated with non-clinical events. At the end of transport, 98.1% of the patients presented unchanged clinical conditions compared with baseline. Conclusion: Intrahospital transport is related to a high incidence of adverse events, and transport time and the use of sedatives and vasoactive drugs were related to these events.
Descritores: Transporte de Pacientes/métodos
Estado Terminal
Unidades de Terapia Intensiva
-Respiração Artificial/efeitos adversos
Respiração Artificial/estatística & dados numéricos
Fatores de Tempo
Nitroprussiato/administração & dosagem
Nitroprussiato/efeitos adversos
Norepinefrina/administração & dosagem
Norepinefrina/efeitos adversos
Análise Multivariada
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Estudos de Coortes
Hospitais
Hipnóticos e Sedativos/administração & dosagem
Hipnóticos e Sedativos/efeitos adversos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1073048
Autor: São Paulo(Estado). Secretaria da Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária.
Título: Veículos para transporte de pacientes: roteiro de inspeção / Vehicles to transport patients: inspection route
Fonte: In: São Paulo(Estado). Secretaria da Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária. Curso de vigilância sanitária: unidade didático pedagógica V-v.2. São Paulo, s.n, set. 1999. p.[87]-[95], tab.
Idioma: pt.
Descritores: Ambulâncias/normas
Fiscalização e Controle de Instalações
Formulário
Transporte de Pacientes
Veículos Farmacêuticos
Tipo de Publ: Aula
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA19, S239cvs, 1999; BR1763.1


  4 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004106
Autor: Hemesath, Melissa Prade; Kovalski, AlineVieira; Echer, Isabel Cristina; Lucena, Amalia de Fátima; Rosa, Ninon Girardon da.
Título: Comunicação eficaz nas transferências temporárias do cuidado de pacientes hospitalizados / Comunicación eficaz en las transferencias temporales del cuidado de pacientes hospitalizados / Effective communication on temporary transfers of inpatient care
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40(spe):e20180325, 2019. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Descrever a implantação de um processo padronizado de comunicação eficaz para transferência temporária do cuidado de pacientes hospitalizados. MÉTODO Relato de experiência da implantação de processo de transferência temporária do cuidado entre profissionais1 das unidades de internação e áreas de procedimentos diagnóstico-terapêuticos de um hospital universitário do sul do Brasil. O processo iniciou em 2015 envolvendo unidades de internação adulto e radiologia, sendo expandido para demais áreas do hospital em 2017. A construção do formulário se deu por meio de reuniões e capacitações com os profissionais envolvidos, visando contemplar as especificidades do cuidado. RESULTADO O formulário elaborado contempla aspectos relevantes sobre o paciente, subsidiando os profissionais durante as transições do cuidado, o transporte e realização de procedimentos. CONSIDERAÇÕES FINAIS Sua implantação agregou segurança e fortaleceu o processo de comunicação eficaz e estruturada entre profissionais de enfermagem.

Resumen OBJETIVO Describir la implementación de un proceso estandarizado de comunicación eficaz para la transferencia temporal del cuidado de pacientes hospitalizados. MÉTODO Relato de experiencia de la implementación del proceso de transferencia temporal del cuidado entre profesionales de las unidades de internación y las áreas de procedimientos diagnóstico-terapéuticos de un hospital universitario del sur de Brasil. El proceso inició en 2015 involucrando unidades de internación de adulto y radiología, siendo ampliado a otras áreas del hospital en 2017. La construcción del formulario se dio por medio de reuniones y capacitaciones con los profesionales involucrados con el objetivo de contemplar las especificidades del cuidado. RESULTADO El formulario elaborado contempla aspectos relevantes sobre el paciente subsidiando a los profesionales durante las transiciones del cuidado, el transporte y la realización de procedimientos. CONSIDERACIONES FINALES Su implementación agregó seguridad y fortaleció el proceso de comunicación eficaz y estructurada entre profesionales de enfermería.

Abstract OBJECTIVE To describe the implementation of a standardized process of effective communication for the temporary transfer of inpatient care. METHOD Experience report of the implantation of a process of temporary transfer of care between professionals of the hospital wards and areas of diagnostic-therapeutic procedures of a university hospital in the south of Brazil. The process began in 2015 involving adult wards and radiology, being expanded to other areas of the hospital in 2017. The construction of the form was done through meetings and training with the professionals involved in order to contemplate the specificities of care. RESULT The elaborated form contemplates relevant aspects about the patient, subsidizing the professionals during the transitions of the care, transportation and accomplishment of procedures. FINAL CONSIDERATIONS Its implementation added security and strengthened the process of effective and structured communication among nursing professionals.
Descritores: Transferência de Pacientes/normas
Comunicação Interdisciplinar
-Equipe de Assistência ao Paciente
Registros Hospitalares
Transporte de Pacientes
Transferência de Pacientes/organização & administração
Segurança do Paciente
Controle de Formulários e Registros
Unidades Hospitalares
Pacientes Internados
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-621505
Autor: Figueiredo Junior, Israel; Carvalho, Mauricio Vidal de; Lima, Glaucia Macedo de.
Título: Pediatric trauma due to motor vehicle accidents on high traffic roadway / Trauma pediátrico devido a acidente veicular em via de grande tráfego
Fonte: Einstein (Säo Paulo);10(1):29-32, jan.-mar. 2012.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To outline a profile of pediatric trauma victims and verify the likelihood of trauma in children on a high traffic roadway. Methods: A descriptive cohort study of the records of emergency medical service activations on the Rio-Niterói Bridge, a high traffic roadway in Rio de Janeiro, Brazil. Descriptive statistics were expressed as absolute and relative frequencies. The estimated risk of trauma in children aged < 12 years was calculated by means of odds ratios, with a 95% confidence interval. Results: Trauma accounted for 514 of 1,244 activations (41.31%) of the Rio-Niterói Bridge emergency medical service between March 2002 and March 2003. Response to incidents involving children aged < 12 years accounted for 52 of these (4.18%). Half of victims were between the ages of 6 and 12 years (n = 26), and 55.76% were male (n = 29). Of the 52 victims, 37 (71.15%) were involved in motor vehicle accidents (OR: 3.70; 95%CI: 1.94-7.13; p < 0.0001). Of these, 28 were vehicle?vehicle collisions (75.67%). The most common sites of injury were the extremities (n = 12; 32.43%), face (n = 10; 27.02%), and head (n = 9; 24.32%). Pre-hospital procedures were performed on 23 of the 37 patients (62.16%), and 44.23% (n = 23/52) required hospital transportation. There were no deaths during the study period. Conclusions: In this study, children were at significantly higher odds of being treated for trauma while on a highway with heavy traffic flow. The most common sites of injury in this sample were the lower extremities and the head, face, and neck complex.

Objetivo: Caracterizar o perfil dos atendimentos pediátricos por trauma e verificar a chance de ocorrência de trauma em uma rodovia de alto fluxo de veículos. Métodos: Estudo de coorte descritivo dos dados armazenados nos boletins de atendimentos realizados por grupo de resgate pré-hospitalar da Ponte Rio-Niterói, uma via de grande tráfego, no Rio de Janeiro. Estatística descritiva foi aplicada utilizando-se a frequência simples e percentual, verificando-se o risco estimado de "trauma" em crianças < 12 anos, por meio de odds ratio, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Em 1.244 atendimentos, entre março de 2002 e março de 2003, trauma representou 41,31% (n = 514), 76% do sexo masculino dos casos. O atendimento a crianças de até 12 anos correspondeu a 4,18% (n = 52) e metade das vítimas tinha entre 6 e 12 anos (n = 26), sendo 29 (55,76%) do sexo masculino. Entre as 52 vítimas, 71,15% (n = 37) estavam envolvidas em acidente de trânsito (OR: 3,70; IC95%: 1,94-7,13; p < 0,0001), sendo 28 (75,67%) colisões. Os locais mais frequentes de lesões foram extremidades (n = 12; 32,43%), face (n = 10; 27,02%) e cabeça (n = 9; 24,32%). Os procedimentos pré-hospitalares foram realizados em 23 dos 37 pacientes (62,16%) e 44,23% (n = 23/52) necessitaram de remoção hospitalar. Não houve óbito pediátrico durante o período analisado. Conclusões: Neste estudo as crianças apresentaram maior probabilidade de serem tratadas para traumatismo nessa rodovia de intenso fluxo de veículos. Os locais mais frequentes de lesões foram membros inferiores e o complexo cabeça, face e pescoço.
Descritores: Acidentes de Trânsito/estatística & dados numéricos
Ferimentos e Lesões/epidemiologia
-Sistemas de Proteção para Crianças
Estudos de Coortes
Traumatismos Craniocerebrais/epidemiologia
Estudos Transversais
Serviços Médicos de Emergência
Traumatismos da Perna/epidemiologia
Risco
Cintos de Segurança
Transporte de Pacientes
População Urbana/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-360992
Autor: Moreira, Luzimar Rangel; Coelho, Adriana Keller; Reis, Daniel Augusto dos.
Título: A inclusão pelo cuidado: manual teórico-prático para o cuidado de portadores de deficiência física / Inclusion by care: physical disabled people´s care handbook.
Fonte: Belo Horizonte; PUC Minas; 2001. 111 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Pessoas com Deficiência
Planejamento de Assistência ao Paciente
Traumatismos da Medula Espinal/enfermagem
-Adaptação Fisiológica
Paraplegia/enfermagem
Quadriplegia/enfermagem
Sistema Urogenital/fisiopatologia
Transporte de Pacientes
Trato Gastrointestinal/fisiopatologia
Traumatismos da Medula Espinal/complicações
Traumatismos da Medula Espinal/fisiopatologia
Lesão por Pressão
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3772.00; BR526.1; 305.908, M838i


  7 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026826
Autor: Ribeiro, Renata Vitalino.
Título: Simulação realística no transporte intra-hospitalar do recém-nascido: estratégia educativa / Realistic simulation of in-hospital transport of newborns: educational strategy.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 20180000. 89 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente trabalho aborda o transporte intra-hospitalar de recém-nascidos com estado de gravidade do Centro Cirúrgico Obstétrico (CCO) para os cuidados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). O objetivo geral foi a elaboração de uma intervenção educativa voltada para a equipe de enfermagem do Centro Obstétrico (CO), na modalidade de simulação realística, baseada nas necessidades frente à transferência intra-hospitalar de recém-nascidos com estado de gravidade. Justificou-se o estudo mediante a incidência de intercorrências durante o transporte de recém-nascidos (RN) gravemente enfermos que gira em torno de 20%, sendo os mais frequentes a perda do acesso venoso, extubação acidental, obstrução da cânula endotraqueal, alteração da temperatura corporal e deterioração clínica com necessidade de maior aporte de oxigênio, que podem ser minimizados pela educação permanente. Intercorrências essas, presentes no cenário da pesquisa, apontando a relevância do estudo. Metodologicamente é uma pesquisa descritiva, exploratória, com abordagem qualitativa. O cenário da pesquisa foi uma Maternidade pública, de médio porte, localizado no Estado do Rio de Janeiro. Foi aplicada a técnica de observação não participante (checklist) e um diário de campo, com 18 oportunidades de transporte intra-hospitalar, no período de outubro e dezembro de 2017. Os participantes da pesquisa foram os profissionais de enfermagem que trabalham diretamente na assistência do RN no CCO e que atuam no setor há no mínimo 03 meses, nos plantões diurnos, e os profissionais que aceitaram participar do estudo. Não participaram da pesquisa aqueles que estavam de folga, férias ou afastamentos. A pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética sob o parecer nº2.265.963. Foi utilizada a metodologia de análise administrativa de Cury (2012), para o diagnóstico do problema. Nesta fase aplicou-se a Matriz de SWOT e GUT aos resultados, a fim de priorizar as ações educativas, parte integrante do produto de intervenção, identificando as oportunidades, fragilidades e ameaças para a assistência segura. Nos resultados, foram identificados 3 maiores problemas, apresentados em um Ranking e foram considerando em nível 4 e nível 5, compatíveis aos danos graves e gravíssimos para o transporte intra-hospitalar do RN do CCO até a UTIN. Foi realizada a construção de uma estratégia educativa, em forma de simulação realística, mediante a identificação e análise de como ocorre o transporte intra-hospitalar do RN do CCO até a UTIN

The present study deals with the intra-hospital transport of newborns with severity status of the Obstetric Surgical Center (CCO) for care in the Neonatal Intensive Care Unit (NICU). The general objective was the elaboration of an educational intervention directed to the nursing team of the Obstetric Center (CO), in the simulation modality realistic, based on the needs in front of the intra-hospital transfer of newborns with a serious state. The study was justified by the incidence of complications during the transport of severely ill neonates (RN), which is around 20%, with the most frequent being loss of venous access, accidental extubation, obstruction of the endotracheal tube, body temperature and clinical deterioration with a need for greater oxygen supply, which can be minimized by permanent education. These intercurrences, present in the research scenario, pointing out the relevance of the study. Methodologically, it is a descriptive, exploratory research with a qualitative approach. The research scenario was a medium-sized maternity hospital, located in the State of Rio de Janeiro. The non-participant observation technique (checklist) and a field diary with 18 intrahospital transportation opportunities were applied in the period of October and December of 2017. The participants of the research were the nursing professionals who work directly in the care of the newborn in the CCO and that have worked in the sector for at least 03 months, in the daytime shifts, and the professionals who accepted to participate in the study. Those who were on leave, vacation or leave were not included in the survey. The research was approved by the ethics committee under opinion nº2,265,963. The methodology of administrative analysis of Cury (2012) was used to diagnose the problem. At this stage, the SWOT and GUT Matrix was applied to the results, in order to prioritize the educational actions, an integral part of the intervention product, identifying the opportunities, fragilities and threats for the safe attendance. In the results, 3 major problems were identified, presented in a Ranking and were considered in level 4 and level 5, compatible with the serious and serious damages for the inhospital transport of the NB from the CCO to the NICU. The construction of an educational strategy, in the form of a realistic simulation, was carried out through the identification and analysis of how intra-hospital transport of the newborn from the CCO to the NICU occurs
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Transporte de Pacientes
Cuidados Críticos
-Simulação de Paciente
Enfermagem Neonatal
Limites: Humanos
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  8 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-963403
Autor: Faria, Sílvia; Lomba, Lurdes; Carvalhais, Maribel; Apóstolo, Jorge.
Título: Transporte de crianças em ambulâncias terrestres: segurança e conhecimentos dos profissionais / Transporte de niños en ambulancias terrestres: seguridad y conocimiento de los profesionales / Transportation of children on land ambulances: safety and professional knowledge
Fonte: rev. cuid. (Bucaramanga. 2010);8(1):1433-1448, ene.-abr. 2017. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: INTRODUÇÃO: O transporte de crianças em ambulâncias terrestres é uma problemática ainda insuficientemente investigada em todo o mundo. Neste contexto pretende-se conhecer as medidas de segurança usadas no transporte de crianças em ambulâncias terrestres e identificar o conhecimento dos profissionais acerca das medidas a adotar para este tipo de transporte. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo quantitativo, exploratório descritivo. A análise das medidas de segurança usadas no transporte de crianças tem por base as recomendações da National Highway Traffic Safety Administration. Aplicado um questionário a 135 enfermeiros e bombeiros/tripulantes de ambulâncias portuguesas baseado em 4 possíveis situações de transporte e abrangendo 5 faixas etárias pediátricas. RESULTADOS: Os profissionais adotam uma grande variedade de medidas de segurança na prática havendo uma diferença significativa entre a forma como transportam as crianças e o modo que consideram ser o ideal. Os resultados da avaliação do transporte situam-se mais próximos dos níveis de segurança aceitáveis do que dos níveis recomendados como ideais. Verifica-se que mulheres, profissionais graduados e enfermeiros de pediatria transportam as crianças em ambulâncias com mais segurança. DISCUSSÃO E CONCLUSÕES: Muitos profissionais desconhecem as possibilidades de transporte seguro para as crianças nem conhecem recomendações para este tipo de transporte. A dispersão apurada na forma como o transporte é efetuado e os resultados obtidos sugerem a necessidade de regulamentação deste transporte, de investimento na formação dos profissionais e de sensibilização das instituições de saúde para a importância do uso de sistemas de retenção para crianças durante o seu transporte

INTRODUCCIÓN: El transporte de niños en ambulancia terrestre es un problema poco investigado en todo el mundo. En este contexto se pretende conocer las medidas de seguridad usadas en el transporte de niños en ambulancias terrestres e identificar el conocimiento de los profesionales acerca de las medidas que se deben adoptar para este tipo de transporte. MATERIALES Y MÉTODOS: Estudio cuantitativo exploratorio y descriptivo. El análisis de las medidas de seguridad usadas en el transporte de niños es basado en las recomendaciones de la National Highway Traffic Administration. Se aplicó un cuestionario a 135 enfermeros y bomberos/tripulación de ambulancias portuguesas basado en 4 posibles situaciones de transporte y abarcando 5 rangos de edad pediátricas. RESULTADOS: Los profesionales adoptan una amplia variedad de medidas de seguridad en la práctica existiendo una diferencia significativa entre la forma como transportan los niños y la forma que consideran ideal. Los resultados de la evaluación del transporte están situados más cerca de los niveles de seguridad aceptables que de los niveles recomendados como ideales. Se verificó que mujeres, profesionales graduados y enfermeros de pediatría transportan los niños en ambulancias con más seguridad. DISCUSIÓN Y CONCLUSIONES: Muchos profesionales desconocen las posibilidades de transporte seguro para los niños y ni conocen las recomendaciones para este tipo de transporte. La difusión exacta en la forma como el transporte es realizado y los resultados obtenidos sugieren la necesidad de normas para este transporte, invertir en la formación de los profesionales y sensibilización de las instituciones de salud para la importancia del uso de sistemas de retención para niños durante el transporte

INTRODUCTION: Transportation of children on land ambulances is still a problem not sufficiently researched throughout the world. Within this context, we aim to know the safety measures used in the transport of children in terrestrial ambulances and identify the knowledge of professionals on the measures to be adopted for this type of transportation. MATERIALS AND METHODS: This was a quantitative, exploratory descriptive study. The analysis of the safety measures used when transporting children is based on the recommendations of the U.S. National Highway Traffic Safety Administration. A questionnaire was applied to 135 nurses and Portuguese ambulance firefighters / crew based on four possible transport situations and covering five pediatric age groups. RESULTS: Professionals adopt a wide variety of safety measures in practice, with a significant difference between the way they transport children and the way they consider it as ideal. The results of the transport assessment are closer to acceptable levels of safety than levels recommended as ideal. It is verified that women, professional graduates, and pediatric nurses transport children in ambulances more safely. DISCUSSION AND CONCLUSIONS: Many professionals are unaware of the possibilities of safe transportation for children and do not know of any recommendations for this type of transport. The accurate dispersion on how the transport is carried out and the results obtained suggest the need to regulate this transport, invest on the formation of the professionals, and raise awareness of health institutions on the importance of using restraint systems for children during their transport
Descritores: Acidentes
Ambulâncias
Transporte de Pacientes
Limites: Humanos
Criança
Responsável: CO646.9 - UDES - Universidad de Santander


  9 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016171
Autor: Balbino, Aldiania Carlos; Cardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão; Queiroz, Maria Veraci Oliveira.
Título: Planejamento do transporte neonatal: percepção das equipes do serviço de atendimento móvel de urgência / Planning of neonatal transport: perception of mobile emergency care service teams
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(2):76-82, abr. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever o planejamento do transporte inter-hospitalar de recém-nascido crítico em ambulância sob o olhar dos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Medologia: estudo descritivo, qualitativo, realizado em um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de um município do interior do Ceará, de novembro a dezembro de 2014. Foram entrevistados 17 trabalhadores (médicos, enfermeiros e condutores de veículos) e as informações submetidas à análise temática de conteúdo. Resultados: a categoria Estrutura para execução do transporte neonatal discorre sobre os equipamentos, materiais e veículo e a intitulada Planejamento da segurança na execução do transporte neonatal destaca a comunicação entre as equipes, checagem dos materiais e veículo, o aquecimento da incubadora, o planejamento do deslocamento e a qualificação dos profissionais. Conclusão: para otimizar o planejamento do transporte neonatal em ambulância há necessidade de ampliação de ações e recursos estruturais para se dispensar um transporte seguro e eficaz. (AU)

Objective: to describe the planning of inter-hospital transportation of critically ill newborns in ambulance in the perspective of the professionals of the Mobile Emergency Care Service. Methodology: it was a descriptive qualitative study conducted in a Mobile Emergency Care Service of a municipality in the interior of Ceará, Brazil, from November to December 2014. Seventeen workers (physicians, nurses, and drivers) were interviewed and data was submitted to thematic content analysis. Results: the category Structure for performing neonatal transportation addresses the equipment, materials, and vehicle and the one entitled Safety planning in performing neonatal transportation highlights the communication among the teams, verification of materials and vehicle, heating the incubator, planning the displacement, and qualification of professionals. Conclusion: to optimize the planning of neonatal transportation by ambulance, it is necessary to expand the actions and structural resources to ensure a safe and effective transportation. (AU)

Objetivo: describir la planificación del transporte inter-hospitalario de recién nacido crítico en ambulancia bajo la mirada de los profesionales del Servicio de Atención Móvil de Urgencia. Metodología: estudio descriptivo, cualitativo, realizado en un Servicio de Atención Móvil de Urgencia de un municipio del interior del Ceará, de noviembre a diciembre de 2014. Fueron entrevistados 17 trabajadores (médicos, enfermeros y conductores de vehículos), cuyas informaciones fueron sometidas al análisis temático de contenidos. Resultados: la categoría Estructura para ejecución del transporte neonatal discurre sobre los equipos, materiales y vehículos; y Planificación de la seguridad en la ejecución del transporte neonatal destaca la comunicación entre los equipos, el chequeo de los materiales y vehículo, calentamiento de la incubadora, planificación del desplazamiento y la cualificación de los profesionales. Conclusión: para optimizar la planificación del transporte neonatal en ambulancia, hay necesidad de ampliación de acciones y recursos estructurales para dispensarse un transporte seguro y eficaz. (AU)
Descritores: Recém-Nascido
-Ambulâncias
Transporte de Pacientes
Pesquisa Qualitativa
Serviços Médicos de Emergência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  10 / 188 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007919
Autor: BOMFATI, Maressa1: Hospital Pequeno Príncipe (HPP), Curitiba, PR, Brasil p:BR c:Curitiba r:aut SANTOS, Etiene Bento do1: Hospital Pequeno Príncipe (HPP), Curitiba, PR, Brasil p:BR c:Curitiba r:aut KANTOVISCKI, Andréia Lara Lopatko1: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil p:BR c:Rio de Janeiro r:aut MAKUCH, Débora Maria Vargas1: Faculdades Pequeno Príncipe (FPP), Curitiba, PR, Brasil p:BR c:Curitiba r:aut(edt).
Título: Transporte intra/extra-hospitalar de crianças: implicações da equipe de enfermagem / Intra-extrahospital transport of children:implications for the nursing team
Fonte: Revista Espaço para a Saúde;20(1):[40-47], jun.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Para a efetivação de um cuidado seguro, é fundamental padronizar ações nas instituições de saúde; a necessidade de transporte do paciente durante o seu internamento, demanda da equipe um bom planejamento para minimizar os riscos. Objetivo: identificar como é realizado o transporte intra/extra-hospitalar de crianças/adolescentes de um hospital pediátrico de Curitiba. Método: estudo observacional descritivo, de abordagem quantitativa. Aplicou-se um check-list ara cada transporte pediátrico observado, totalizando 100 transportes. O estudo evidenciou que 18% dos transportes foram realizados de forma segura, 93% foram planejados e classificados pelo(a) enfermeiro(a) do setor, a equipe de transporte foi definida pelo(a) enfermeiro(a) em 94% dos transportes, e 99% estavam com os equipamentos adequados e com boas condições técnicas. Conclui-se que, abordando a segurança do paciente em prol de uma assistência segura e de qualidade, propõe-se a elaboração de um protocolo institucional de transporte de paciente pediátrico.
Descritores: Transporte de Pacientes
Enfermeiras Pediátricas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR2497.1 - Biblioteca



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde