Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.570.500.062.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 152 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 152 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-882691
Autor: Aguiar, Priscilla Vasconcelos; Gomes, Eduardo Tavares; dos Santos, Iraneide Nascimento; e Cavalcanti, Aracele Tenório de Almeida.
Título: Pacientes submetidos a cirurgias bariátricas: fatores associados a complicações pós-operatórias de sítio cirúrgico / Patients undergoing bariatric surgeries: factors associated with post-operative complications from the surgical site / Pacientes sometidos a cirugías bariátricas: factores asociados con complicaciones postoperatorias del sitio quirúrgico
Fonte: Rev. SOBECC;23(1):28-35, jan.-mar.2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Verificar a prevalência e os fatores associados às complicações pós-operatórias de sítio cirúrgico em pacientes submetidos a cirurgias bariátricas. Método: Estudo transversal, retrospectivo, analítico, com abordagem quantitativa. Foram analisados 197 casos de pacientes obesos submetidos à cirurgia bariátrica entre janeiro de 2013 e janeiro de 2016 em Pernambuco, Brasil. As variáveis relacionadas dicotomizadas foram analisadas por teste do χ2. O risco de complicações foi estimado pela odds ratio (OR). Assumiu-se significância de p<0,05. Resultados: Entre os 30 pacientes que compuseram a amostra, foram observadas 45 complicações pós-operatórias de sítio cirúrgico. Houve maior incidência nos indivíduos acima de 45 anos (70,0%). Dos fatores que poderiam estar associados aos desfechos, destacaram-se abordagem cirúrgica aberta (OR=5,35), inserção de drenos (OR=4,48) e período de tempo de pós-operatório superior a 3 dias de internação (OR=5,03). Conclusão: Comprovou-se maior prevalência de seroma como complicação de sítio cirúrgico, além da técnica cirúrgica (bypass em Y de Roux), faixa etária maior de 45 anos, tipo de abordagem cirúrgica convencional/aberta, presença de inserção de dreno cavitário e tempo de internação superior a 3 dias como predisponentes a um maior desenvolvimento de complicações.

Objective: To verify the prevalence and the factors associated with postoperative surgical site complications in patients undergoing bariatric surgeries. Method: A cross-sectional, retrospective, analytical study with a quantitative approach. 197 cases of obese patients undergoing bariatric surgery were analyzed between January 2013 and January 2016 in Pernambuco, Brazil. Dichotomized variables were analyzed using the χ2 test. The risk of complications was estimated by the odds ratio (OR). A significance of p <0.05 was assumed. Results: Among the 30 patients that made up the sample, 45 postoperative surgical site complications were observed. There was a higher incidence in individuals over 45 years of age (70.0%). The factors that stood out as possibly being associated with the outcomes were: an open surgical approach (OR = 5.35), the insertion of drains (OR = 4.48), and a postoperative period longer than 3 days of hospitalization (OR = 5.03). Conclusion: The following showed a high disposition for the development of complications from the surgical site: a high prevalence of seroma, the Roux-en-Y bypass surgical technique, the patient's age over 45 years old, a conventional/ open surgical approach, the insertion of cavitary drainage, and a hospitalization stay longer than 3 days.

Objetivo: Verificar la prevalencia y los factores asociados con las complicaciones del sitio quirúrgico postoperatorio em pacientes sometidos a cirugías bariátricas. Método: Estudio transversal, retrospectivo y analítico con enfoque cuantitativo. Se analizaron 197 casos de pacientes obesos sometidos a cirugía bariátrica entre enero de 2013 y enero de 2016, em Pernambuco, Brasil. Las variables dicotomizadas se analizaron usando la prueba χ2. Le riesgo de complicaciones es estimó mediante la odds ratio (OR). Se asumió una significancia de p<0,05. Resultados: entre los 30 pacientes em la muestra, 45 complicaciones postoperatorias fueran observadas en el sitio quirúrgico. Hubo una mayor incidencia em individuos mayores de 45 años (70,0%). Los factores que se destacaron como posiblemente asociados con los resultados fueron: un abordaje quirúrgico abierto (OR = 5,35), la inserción de drenajes (OR = 4,48), y un periodo postoperatorio mayor a 3 días de hospitalización (OR = 5,03). Conclusión: Los siguientes mostraron una alta disposición para el desarrollo de complicaciones del sitio quirúrgico: alta prevalencia de seroma, técnica quirúrgica de derivación Roux-em-Y, edad del paciente mayor de 45 años, abordaje quirúrgico convencional/abierto, inserción de denaje cavitario y hospitalización por más de 3 días.
Descritores: Período Pós-Operatório
Gastroplastia
Obesidade
-Cicatrização
Derivação Gástrica
Seroma
Fístula
Limites: Seres Humanos
Meia-Idade
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499


  2 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047920
Autor: Albuquerque, Francisco Mendonça De; Pizarro, Patrícia Pimentel; Saldanha, Osvaldo Ribeiro; Shimizu, Sérgio Mitiake; Rasera Junior, Irineu.
Título: Lipoabdominoplastia em âncora / Anchor lipoabdominoplasty
Fonte: Rev. bras. cir. plást;34(4):524-530, oct.-dec. 2019. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: A obesidade mórbida se caracteriza por acúmulo de tecido adiposo que se distribui de maneira heterogênea em todo o organismo, tendo a gastroplastia como o mais recente método de tratamento cirúrgico. Após perda considerável de peso, o doente apresenta sobras cutâneas, sob essas sobras acumulam-se secreções que favorecem a instalação de infecções cutâneas que podem ser minimizadas com a execução de dermolipectomias. Os autores descrevem a técnica de lipoabdominoplastia em âncora, adaptando os princípios de descolamento reduzido do retalho, lipoaspiração de abdome e flancos, e preservação da fáscia de Scarpa infraumbilical associado à marcação pré-cirúrgica em "Fleur-de-Lis". A técnica foi realizada em 17 pacientes em pós-operatório tardio de gastroplastia, entre janeiro de 2018 e junho de 2019, com idade entre 35 a 66 anos, sendo 16 pacientes do sexo feminino e 1 do sexo masculino. Todos os pacientes foram operados com exames pré-operatórios dentro da normalidade, condições clínicas satisfatórias e IMC<30. Na presente série de casos, um paciente apresentou epidermólise de coto umbilical; todos os pacientes apresentaram edema e equimoses, e um paciente apresentou seroma no 13º dia de pós-operatório. Hematoma, necrose, infecção, deiscência de ferida operatória ou eventos tromboembólicos não foram observados em nenhum paciente. A técnica demostrou ser segura e eficaz no tratamento de pacientes com excedente cutâneo abdominal, com melhora do contorno corporal, porém há necessidade de maior tempo de acompanhamento pós-operatório e maior número de casos operados para melhor mensurar os resultados, bem como a incidência de complicações.

Morbid obesity is characterized by the accumulation of adipose tissues distributed heterogeneously throughout the body, and gastroplasty is the latest method of surgical treatment. After considerable weight loss, patients present with excess skin under which secretions accumulate, increasing susceptibility for skin infections, which can be minimized with dermolipectomy. Herein, we describe the anchor lipoabdominoplasty technique, adapting the principles of reduced flap detachment, abdominal and flank liposuctions, and preservation of the infraumbilical Scarpa's fascia associated with the preoperative fleurde- lis marking. The technique was used for seventeen patients, including sixteen women and one man, with late postoperative gastroplasty, aged 35­66 years in the period from January 2018 to June 2019. The patients presented with normal preoperative testing, satisfactory clinical conditions, and body mass index scores less than 30 kg/m2. In the present case series, one patient had umbilical cord remnant epidermolysis; all patients had edema and ecchymosis; and one patient had seroma on postoperative day 13. Hematoma, necrosis, infection, wound dehiscence, or thromboembolic events were not observed in any patient. The technique is safe and effective in the treatment of patients with abdominal excess skin, improving their body contour. However, longer postoperative follow-up periods and more cases are necessary to better measure the results and incidence of complications.
Descritores: Obesidade Mórbida
Gastroplastia
Abdome
Inovação
Abdominoplastia
FOLLICLE STIMULATING HORMONEABDOMEN
-Obesidade Mórbida/cirurgia
Obesidade Mórbida/fisiopatologia
Gastroplastia/métodos
Gastroplastia/estatística & dados numéricos
Abdominoplastia/métodos
/métodos
FOLLICLE STIMULATING HORMONEABDOMEN/métodos
/estatística & dados numéricos
FOLLICLE STIMULATING HORMONEABDOMEN/estatística & dados numéricos
Abdome/cirurgia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
História do Século XXI
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Estudos de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  3 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047007
Autor: Navarini, Daniel; Albuquerque, Antônio Benincá; Rovani, André Luca Boeira; Rohden, Thiago Beltrame; Reffatti, Daniel; Oliveira, André Emanuel Lunkes de; Naher, Christopher; Baldus, Felipe; Lima, Lais Antunes de; Moura, Virgínia de Carli de; Santos, Felipe Thome dos; Perin, Ramir Luan; Madalosso, Carlos Augusto Scussel.
Título: Treatment of posterior gastric wall gastrointestinal stromal tumor with gastric sleeve: a case report
Fonte: Clin. biomed. res;38(3):297-300, 2018.
Idioma: en.
Resumo: Gastrointestinal stromal tumors (GISTs) are the most common non-epithelial tumors of the gastrointestinal tract. The most usual location is the stomach, followed by the small intestine, where it may cause digestive bleeding and anemia. Surgical resection of the tumor is the gold standard treatment, and definitive diagnosis is based on immunohistochemical analysis of the surgical specimen. We report the case of a 53-year-old man with gastric GIST presenting with endophytic and exophytic growth, located at the posterior wall of the stomach, in the antrum-body transitional zone, treated with gastric sleeve. (AU)
Descritores: Tumores do Estroma Gastrointestinal
Neoplasias Gastrointestinais
-Gastroplastia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  4 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965543
Autor: Rosa, Simone Corrêa; Macedo, Jefferson Lessa Soares de; Freitas, Flávio Gondim; Ferreira, João Luiz Darques; Canedo, Lucas Ribeiro; Casulari, Luiz Augusto.
Título: Abdominoplastia em pacientes pós-bariátricos: perfil antropométrico, comorbidades e complicações / Abdominoplasty in gastric bypass patients: anthropometric profile, comorbidities, and complications
Fonte: Rev. bras. cir. plást;33(3):333-342, jul.-set. 2018. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Introdução: Os pacientes submetidos à gastroplastia apresentam importante perda de peso e a cirurgia plástica representa um importante meio de tratamento do excesso de pele. Método: Estudo prospectivo foi realizado em pacientes submetidos à abdominoplastia pós-gastroplastia no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2016 em hospital público. As variáveis analisadas foram: IMC (Índice de Massa Corporal) antes da gastroplastia e antes da cirurgia plástica, perda de peso, peso do retalho retirado, comorbidades e complicações. Resultados: 107 pacientes que realizaram abdominoplastia foram incluídos. Média de idade foi 41 anos. O IMC médio antes da cirurgia plástica foi 27,6 ± 3,7 Kg/m2. Perda de peso médio foi 47,7 ± 17,3 Kg. O IMC máximo antes da gastroplastia foi 45,5 ± 7,5 Kg/m2 e o IMC foi 18,6 ± 9,3 Kg/m2. Comorbidades presentes antes da plástica foram: hipertensão arterial (11,1%), artropatia (4,6%), diabete melito (5,6%) e síndrome metabólica (5,6%). Catorze (13,1%) pacientes realizaram herniorrafia durante a abdominoplastia. A taxa de complicações foi 31,5%. O peso antes da gastroplastia, IMC antes da gastroplastia, perda de peso médio, comorbidades, peso do retalho do abdome e IMC > 20Kg/m2 foram fatores associados significativamente a complicações pós-operatórias. Conclusões: A gastroplastia em Y de Roux foi uma terapêutica efetiva na resolução de comorbidades em obesos. Comorbidades, peso antes da gastroplastia, perda de peso médio, quantidade de tecido retirado do abdome e IMC > 20Kg/m2 levaram significativamente a mais complicações em pacientes pósbariátricos submetidos à abdominoplastia. A cirurgia plástica é importante no cuidado integral ao paciente obeso e otimizou os resultados alcançados com a cirurgia bariátrica.

Introduction: Patients who undergo vertical-banded gastroplasty- Roux-en-Y gastric bypass (VBG-RYGB) have significant weight loss, and abdominoplasty (AP) is an effective corrective surgery for removing excess skin. Methods: A prospective study conducted from January 2011 to December 2016 in a public hospital evaluated patients who underwent AP after VBG-RYGB. The analyzed variables were body mass index (BMI) before VBG-RYGB, BMI before AP, weight loss, weight of the excised abdominal flap, comorbidities, and complications. Results: For this study, 107 patients who underwent AP were included. The patients' mean age was 41 years; BMI before AP, 27.6 ± 3.7 kg/m2; and mean weight loss, 47.7 ± 17.3 kg. The maximum BMI before bariatric surgery was 45.5 ± 7.5 kg/m2, and the difference between the maximum BMI before VBG-RYGB and before corrective surgery was 18.6 ± 9.3 kg/m2. The comorbidities observed before VBG-RYGB were arterial hypertension (11.1%), arthropathy (4.6%), diabetes mellitus (5.6%), and metabolic syndrome (5.6%). Fourteen patients (13.1%) underwent herniorrhaphy during AP. The overall complication rate was 31.5%. Weight before VBGRYGB, BMI before VBG-RYGB, mean weight loss, comorbidities, abdominal flap weight, and BMI of >20 kg/m2 were significantly associated with postoperative complications. Conclusions: VBGRYGB was an effective approach to reduce comorbidities in obese patients. Comorbidities, weight before VBG-RYGB, mean weight loss, amount of tissue removed from the abdomen, and BMI of >20 kg/m2 significantly increased the complication rate in the gastric bypass patients who underwent AP. Furthermore, AP is fundamental for the comprehensive care of obese patients and has optimized the results achieved with VBG-RYGB.
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/métodos
Gastroplastia/métodos
Antropometria/métodos
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos
Cirurgia Bariátrica/métodos
Cirurgia Bariátrica/estatística & dados numéricos
Abdominoplastia/métodos
-Pacientes
Cuidados Pós-Operatórios
Complicações Pós-Operatórias
Obesidade Mórbida
Gastroplastia
Perda de Peso
Comorbidade
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
Cirurgia Bariátrica
Abdominoplastia
Obesidade
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Ensaio Clínico
Estudos de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  5 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-831970
Autor: Quesada, Karina; Detregiachi, Cláudia Rucco Penteado; Barbalho, Sandra Maria; Oliveira , Maria Rita Marques; Rasera, Irineu; Vaz, Eliege Carolina; Goulart, Ricardo de Alvares.
Título: Perfil socioeconômico e antropométrico de candidatas a cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde / Socio-economic and anthropometric profile of candidates for bariatric surgery by the National Health Service
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);8(3):431-438, set-dez 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A cirurgia bariátrica é considerada eficaz no controle e tratamento da obesidade grave, tendo como principais benefícios a melhora no perfil das comorbidades e consequente melhora na qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil socioeconômico e antropométrico de obesas candidatas a cirurgia bariátrica. Foram estudadas cem pacientes do sexo feminino, com idade entre 20 e 45 anos, cadastradas pelo Sistema Único de Saúde. Entrevista individual foi realizada para a coleta dos dados. O índice de massa corporal foi calculado e classificado segundo a Sociedade Americana de Cirurgia Bariátrica. A classificação econômica foi estabelecida de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. A amostra apresentou média de idade de 33,3±6,0 anos. Os dados antropométricos apresentaram valores médios±DP de índice de massa corporal de 45,75±6,05Kg/m², prevalecendo o diagnóstico de obesidade mórbida (68%). Segundo a classificação econômica, a maioria das mulheres pertence à classe C. Das entrevistadas, 45% são casadas e 66% têm escolaridade igual ou superior ao ensino médio completo, sendo que os trabalhos domésticos representam a atividade de maior frequência (28%). Quanto ao início da obesidade, 38% desenvolveram na infância. A hipertensão arterial foi a comorbidade de maior predomínio (48%). Conclui-se que, a maioria das candidatas à cirurgia bariátrica, encontra-se casadas, sua principal atividade é cuidado doméstico, estão com IMC entre 40 e 50 kg/m2, tiveram o início da obesidade ainda na infância, apresenta o segundo grau completo e pertence à classe econômica C.

Bariatric surgery is efficient in the control and treatment of serious obesity. Its great assets are the essening of co-morbidities and improvement in life quality. Current analysis evaluates the socioeconomical and anthropometric profile of obese candidates for bariatric surgery. One hundred female patients, aged between 20 and 45 years, were selected by the National Health Service and an individual interview was undertaken for data collection. Body mass index was calculated and classified according to the American Society of Bariatric Surgery. Economic classification was established according to the Brazilian Association of Research Firms. Results showed a mean age of 33.3±6.0 years; mean rates±SD of body mass index of 45.75±6.05Kg/m², predominantly diagnosis for morbid obesity (68%). According to economic classification, most females belong to class C, corresponding to a mean family earning of R$ 927.00. Further, 45% are married and 66% have a high school diploma, with house chores as their main activity (28%). Obesity started during childhood in 38% of the interviewed, with arterial hypertension as the predominant co-morbidity (48%). Results showed that, although most females were within surgery standards, a certain percentage decided early for such an alternative without reaching higher BMI. In some cases, surgery was done without the previous conservative treatments.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Antropometria
Cirurgia Bariátrica
Obesidade
-Gastroplastia
Limites: Feminino
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  6 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-987152
Autor: Gonçalves, Ligia Ferreira.
Título: Concepções de obesidade sobre pacientes gastroplastizados em periódicos biomédicos / Obesity concepts about gastroplasty patients in biomedic journals.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2015. 95 f p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho se propõe a analisar a abordagem biomédica sobre a recidiva de engorda, após a gastroplastia para tratamento da obesidade. Foram realizadas, na plataforma PubMed, buscas dos seguintes termos: "weight regain AND bariatric surgery OR gastroplasty NOT diabetes". Juntamente com a seleção dos seguintes filtros: artigos sobre humanos, disponibilidade do texto completo, disponibilidade do resumo. Somente publicações entre 2010 e 2014 foram selecionadas. Estas foram analisadas com um questionário auxiliar de 46 perguntas sobre os seguintes temas: a alimentação dos pacientes, a abordagem da re-educação alimentar, o acompanhamento do pós-operado pelos profissionais de saúde, e as hipóteses para o "sucesso" da cirurgia. Como resultados, percebemos que não conseguir emagrecer o suficiente ou não manter o emagrecimento são consideradas algumas das complicações da gastroplastia, atingindo um grande número de pacientes. Estas complicações evidenciam que o método considerado mais eficaz no tratamento da obesidade mórbida também é falho e, em cerca de 8 anos, uma nova intervenção é necessária. O paciente pode voltar a se enquadrar na categoria de obeso, havendo casos de peso pós-cirúrgico maior que o pré-cirúrgico

This essay aims to analyse the biomedic approach concerning weight regain after obesity surgery. Several searches were made in the PubMed database, including the following terms: "weight regain AND bariatric surgery OR gastroplasty NOT diabetes". Also some filters were selected: human species, full text availability and abstract avaibility. Only publications between 2010 and 2014 were selected. These were analysed using an questionnaire within 46 questions including themes as: patient nutrition, nutritional reeducation, medical follow-up after surgery, and surgery "success" hypothesis. Considering the articles, we are able to perceive that insufficient weight loss and overweight relapse are some of gastroplasty's complications, and they reach many patients. Among the objects are cases in which the patients are heavier after the surgery than they were before. Those complications show that the now considered most effective obesity treatment is also capable of failure, the post-surgery patient can regain weight and even become obese again. Around eight years after the first gastroplasty, a new counter obesity intervention will be necessary
Descritores: Literatura de Revisão como Assunto
Gastroplastia/tendências
Cirurgia Bariátrica/tendências
Medicalização/tendências
Obesidade/complicações
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 616-056.2, G635, T1538


  7 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-908844
Autor: Coelho, Tayane da Rocha Costa; Cury, Patricia Ramos.
Título: Efeito da cirurgia bariátrica em obesos na condição periodontal: uma revisão sistemática de literatura / Periodontal status in obeses submitted to bariatric surgery: a systematic literature review
Fonte: Periodontia;28(2):19-23, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A cirurgia bariátrica é o procedimento de eleição para tratamento da obesidade mórbida. Além da satisfatória perda de peso, indivíduos submetidos a essa cirurgia também apresentam modificações da saúde sistêmica, incluindo a bucal. O objetivo desse estudo foi avaliar, através de uma revisão sistemática de literatura, os efeitos da cirurgia bariátrica na condição periodontal. Metodologia: Essa revisão utilizou como critérios de inclusão: artigos recentes (últimos 06 anos), redigidos no idioma inglês e publicados em revistas internacionais indexadas ao PUBMED. Seis artigos foram elegíveis para síntese qualitativa. Discussão: A cirurgia bariátrica teve impactos negativos na saúde periodontal, com aumento da profundidade de sondagem, do índice de sangramento e da severidade da doença periodontal. Muitos fatores como o desenvolvimento de problemas ósseos, vômitos, medicações, alterações psicológicas, entre outros foram considerados associados ao agravamento da doença periodontal. Conclusão: A análise desses estudos permite concluir que os indivíduos submetidos à cirurgia bariátrica apresentaram uma piora das condições periodontais nos primeiros meses após a cirurgia. O cirurgião-dentista deve ser inserido no grupo de abordagem ao paciente obeso e acompanhá-lo durante o pré e todas as fases do pós-operatório, com o objetivo de reduzir os possíveis danos ao periodonto. (AU)

Introduction: Bariatric surgery is the procedure of choice for patients with morbid obesity. In addition to satisfactory weight loss, individuals undergoing this surgery also present changes in systemic health, including oral modifications. The purpose of this study was to evaluate, through a systematic literature review, the effects of bariatric surgery on the periodontal condition. Methodology: This review used as inclusion criteria recent articles (last 06 years), written in English and published in international journals indexed to PUBMED. Six articles were eligible for qualitative synthesis. Discussion: Bariatric surgery had negative impacts on periodontal health, with increased probing depth, bleeding index and severity of periodontal disease. Many factors such as the development of bone problems, vomiting, medications and psychological changes, among others were considered causal for the worsening of periodontal disease. Conclusion: The analysis of these studies allows concluding that the individuals submitted to bariatric surgery presented periodontal compromise. The dentist should be included in the obese patient approach group and accompany him before and all phases after the postoperative period, in order to reduce possible damages to the periodontal and all oral health. (AU)
Descritores: Processo Alveolar
Cirurgia Bariátrica
Cemento Dentário
Gastroplastia
Gengiva
Obesidade
Condições Patológicas, Sinais e Sintomas
Patologia Bucal
Ligamento Periodontal
Periodonto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  8 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-874514
Autor: Lacerda, Raimundo Alexandre da Silveira Vidigal; Groisman, Sonia; Oliveira, Simone Gomes de; Ritto, Fernanda Pitta; Cruz, Rebecca; Prado, Natalia Araújo Silva; Gonzalez, Mariana Rodrigues; Sampaio Filho, Hélio Rodrigues.
Título: Doença do refluxo gastroesofágico e erosão dentária / Gastroesophageal reflux disease and dental erosion
Fonte: Perionews;5(6):669-675, nov.-dez. 2011. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: 0 objetivo do presente estudo foi abordar a erosão dentária (ED) decorrente da doença do refluxo gastroesofágico (DRCE) nas diferentes faixas etárias e sua associação com outras doenças, com particular atenção para diagnóstico, prevenção e potenciais perspectivas de tratamento. A elevada prevalência da DRGE, tanto em adulto quanto em criança, observada nas últimas duas décadas, tem sido responsável por tornar esta afecção um problema de saúde pública. Esta doença pode ainda comprometer sítios extradigestórios, como pulmão e ouvido. Ou estar associada com doenças sistêmicas, tal como a diabetes, desordens alimentares, como a bulimia, ou o consumo abusivo de álcool de forma regular. A associação entre a DRCE e o processo de ED, decorrente da acidificação do meio bucal, fragiliza os tecidos mineralizados acarretando a perda destes tecidos. Cabe ressaltar que a ED não está relacionada com o envolvimento bacteriano. Ela é um processo irreversível, que altera aparência, funcionalidade e pode levar à perda do elemento dentário
Descritores: Refluxo Gastroesofágico
Gastroplastia
Saúde Pública
Qualidade de Vida
Erosão Dentária
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Responsável: BR510.1 - Biblioteca Central


  9 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-871450
Autor: Rasera Junior, Irineu.
Título: Efeitos da utilização do anel silastic em cirurgias de derivação gástrica em "Y de Roux" para tratamento das obesidades graus II e III análise comparativa / Effects of the use of silastic ring on the Roux-en-y gastric Bypan for the treatment of morbid obesity: comparative analysis.
Fonte: Botucatu; s.n; 2014. 84 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Faculdade de Medicina de Botucatu para obtenção do grau de Doutor.
Descritores: Cirurgia Bariátrica
Gastroplastia
Obesidade Mórbida
Perda de Peso
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação
BR33.1


  10 / 152 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-837208
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.
Título: Cirurgia bariátrica por laparoscopia / Laparoscopic bariatric surgery.
Fonte: Brasília; CONITEC; jan. 2017. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O Brasil e o mundo passaram por um processo de transição demográfica e epidemiológica com o envelhecimento populacional e uma maior incidência das doenças crônicas em detrimento às infecciosas. A obesidade é considerada uma doença crônica e um importante fator de risco para agravos como diabetes mellitus, hipertensão, problemas cardiovasculares e pulmonares e ainda de doenças das articulações. A obesidade é mensurada por índice de massa corpórea, de forma que são consideradas obesas as pessoas com IMC acima de 30 Kg/m2 e obesos mórbidos aqueles com IMC acima de 40 Kg/m. O tratamento mais eficaz para o manejo da obesidade mórbida atualmente é a cirurgia bariátrica, procedimento que consiste na modificação do trato gastrintestinal para que os alimentos sejam ingeridos em menor quantidade ou menos absorvidos e também capaz de modificar o padrão de secreção de hormônios que controlam a fome e a saciedade. O Sistema Único de Saúde oferece hoje toda uma linha de cuidado ao obeso que está organizada e estruturada na rede de atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas e inclui ações de promoção, prevenção e assistência à saúde coordenada pela atenção básica e articuladas com atendimento de alta complexidade. A cirurgia bariátrica é oferecida como serviço de alta complexidade em hospitais credenciados no SUS, que atualmente chegam ao número de 74 em 21 estados. Os indivíduos com indicação para o tratamento cirúrgico da obesidade são aqueles com obesidade grau III e obesidade grau II com comorbidades, conforme os critérios estabelecidos por meio da Portaria GM/MS nº 425/2013 - diretrizes gerais para a cirurgia bariátrica. Na Tabela do SUS encontram-se hoje várias modalidades de cirurgia bariátrica pela via laparotômica (aberta) entre as quais a mais frequentemente realizada é a gastroplastia com derivação em Y de Roux, técnica considerada padrão-ouro para o tratamento de obesidade mórbida em função de apresentar uma razão entre riscos e benefícios muito favorável. Atualmente as cirurgias bariátricas são conduzidas em sua maioria pela via laparoscópica, que apesar do maior custo, é menos invasiva e proporciona um pós-operatório menos complicado e com recuperação mais rápida das atividades de rotina. Pergunta: "A gastroplastia com derivação intestinal em Y-de-Roux por laparoscopia é mais ou tão eficaz e segura quando comparada à gastroplastia com derivação intestinal em Y-de-Roux por laparotomia para o tratamento de obesidade grave?" Evidências científicas: Conduziu-se uma busca estruturada na literatura a fim de avaliar de forma comparativa a eficácia e a segurança das formas aberta e laparoscópica da cirurgia bariátrica em Y de Roux. Foram encontradas seis revisões sistemáticas, cinco estudos controlados e randomizados e sete estudos observacionais e séries de casos. De maneira geral, tanto os resultados provenientes de revisões sistemáticas quanto de estudos observacionais convergem para as conclusões de que os procedimentos cirúrgicos por laparoscopia estão relacionados a um menor tempo de permanência hospitalar, menor volume de sangue necessário durante a cirurgia, menor dor no pós-operatório, menor tempo de afastamento das atividades laborais, menor necessidade de UTI, menor incidência de hérnias incisionais, menor incidência de infecção na ferida cirúrgica e vazamento de anastomoses (pontos no trato gastrintestinal), menor incidência de complicações pulmonares. As taxas de mortalidade são baixas para ambos os procedimentos e sistematicamente mais baixas nos braços dos estudos que se submeteram à forma laparoscópica. Avaliação econômica: O elemento de maior custo no procedimento laparoscópico é o material cujos preços brasileiros e os internacionais apresentam grande discrepância, chegando a variações de até 390% a mais para os preços captados no mercado nacional e dessa forma há uma grande margem para a variação de preços. O Ministério da Saúde mantém outras formas de financiamento para os hospitais públicos e privados sem fins lucrativos além do ressarcimento por procedimento realizado, podendo -se manter o mesmo valor de procedimento ressarcido para a forma aberta. Avaliação de Impacto Orçamentário: A proposta é que se mantenha o mesmo valor de procedimento (ressarcimento) para a forma aberta. A previsão é que a maioria dos procedimentos que antes eram conduzidos pela forma laparotômica passe a ser conduzida pela via laparoscópica gerando impacto mínimo ao sistema. Deliberação final: Os membros da CONITEC presentes na 4ª reunião extraordinária do plenário do dia 12/01/2017 deliberaram, por unanimidade, recomendar a incorporação da gastroplastia com derivação intestinal em Y-de-Roux por laparoscopia para obesidade moderada com cormorbidades e obesidade grave ou obesidade grau III e obesidade grau II com comorbidades. Foi assinado o Registro de Deliberação nº 231/2017. A Portaria Nº5, de 31 de janeiro de 2017 - Torna pública a decisão de incorporar o procedimento de cirurgia bariátrica por videolaparoscopia no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Cirurgia Bariátrica/métodos
Derivação Gástrica/métodos
Gastroplastia/métodos
Laparoscopia/métodos
-Brasil
Análise Custo-Benefício/economia
Obesidade Mórbida/terapia
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde