Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.169.063.500.200.609.668 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 139 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 139 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Avila, Lazslo Antonio
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1293321
Autor: Camargos, Gláucio Silva(edt); Ávila, Lazslo Antônio(edt).
Título: Análise de processos de formação de quadros psíquicos de surdos congênitos em psicoterapia / Analysis of processes of formation of psychic pictures of congenital deaf people in psychotherapy
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);v. 12(n. 2):56-74, 20210701.
Idioma: pt.
Resumo: A fala é um dos principais instrumentos de psicoterapia. Isso representa um obstáculo para o tratamento de pacientes surdos congênitos que não utilizam a língua oral. Aqui objetivamos analisar processos de construção psíquica em pacientes surdos usuários da língua de sinais, sua relação com a modalidade linguística e indicar possíveis considerações para a psicoterapia com essa população. Realizamos um estudo de caso múltiplo por meio de um programa de psicoterapia, planejado para atender três sujeitos surdos congênitos da comunidade surda de São José do Rio Preto-SP, selecionados por sorteio, de cadastro clínico particular. O programa foi estruturado em 26 sessões, desenvolvidas por psicanalista versado na língua brasileira de sinais. As sessões ocorreram em caráter individual e sistemático, visando observar os padrões no desenvolvimento dos processos mentais, realizadas uma vez por semana, com duração de 50 minutos. Para a análise de dados utilizamos os Mapas e as Árvores de Associação de Spink (2010). Os resultados indicam que diferenças no sistema semiótico da linguagem em surdos congênitos determinam adaptações no desenvolvimento psíquico desses pacientes em razão da natureza da língua de sinais. Conclui-se que o tratamento psicoterápico para surdos deve acontecer em seu sistema semiótico próprio, sua organização simbólica e sua cultura

Speech is one of the main tools of psychotherapy. This represent an obstacle to the treatment of congenital deaf patients who do not use the oral language. Here we aim to analyze processes of psychic construction in deaf patients who use sign language, its relationship with the linguistic modality and indicate possible considerations for psychotherapy whit this population. We carried out a mutiple case study through a psychotherapy program, planned to attend three congenital deaf subjects fron the deal community of São José do Rio Preto ­SP, selected by lot, from a private clinical record. The program was structured in 26 sessions, developed by a psychoanalyst versed in the Brazilian Sign Language. The sessions tool place an individual and systematic basis, aiming to observe the patterns in the development of mental processes, held once a week, lasting 50 minutes. For data analysis we used Spink's Association Maps and Trees (2010). The results indicate that differences in the semiotic system of language in congenital deaf people determine adaptations in the psychic development of these patients due the psychotherapeutic treatment for deaf people must take place in their own semiotic system, symbolic organization and culture
Descritores: Psicoterapia
-Línguas de Sinais
Surdez
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  2 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1133549
Autor: Thomaz, Manuela Maschendorf; Milbrath, Viviane Marten; Gabatz, Ruth Irmgard Bärtschi; Freitag, Vera Lúcia; Vaz, Jéssica Cardoso.
Título: Interação entre a família e a criança/adolescente com deficiência auditiva / Interaction betwenn family and child/adolescent with hearing deficiency
Fonte: CoDAS;32(6):e20190147, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: conhecer como ocorre a interação da família com a criança/adolescente com deficiência auditiva. Método: pesquisa qualitativa de caráter descritivo e exploratório desenvolvida em uma escola especial no Sul do Brasil. Os participantes foram 10 cuidadores principais de crianças/adolescentes surdas entre 10 e 19 anos. A coleta ocorreu no mês de novembro de 2017, por meio de entrevista semiestruturada contendo questões acerca do processo de comunicação de crianças/adolescentes surdos com suas famílias. As informações foram analisadas por meio de análise temática. O estudo foi encaminhado e aprovado pelo Comitê de Ética sob o parecer número 2.333.560. Resultados: desvelou-se como temática principal do estudo "Interação entre a família e a criança/adolescente com deficiência auditiva", que contempla dois subtemas: potencialidades e fragilidades na comunicação da família com a criança/adolescente com deficiência auditiva e aprendendo no cuidado da criança/adolescente com deficiência auditiva. Conclusão: identificou-se que a interação do surdo com a família e a sociedade é prejudicada pelo desconhecimento das pessoas acerca da comunidade surda e da Língua Brasileira de Sinais, o que gera preocupação nos cuidadores que, muitas vezes, superprotegem a criança/adolescente, podendo limitar o pleno desenvolvimento de suas habilidades e autonomia.

ABSTRACT Purpose: to know the family interaction with the hearing impaired child/adolescent. Methods: descriptive and exploratory qualitative research developed at a Special School in Southern Brazil. Participants were 10 primary caregivers of deaf children/adolescents between 10 and 19 years old. The collection took place in November 2017, through semi-structured interviews containing questions about the communication process of deaf children/adolescents with their families. The information was analyzed through thematic analysis. The study was submitted and approved by the Ethics Committee under opinion number 2.333.560. Results: as the main theme of the study "Interaction between the family and the child/adolescent with hearing impairment", it addresses two sub-themes: potentialities and weaknesses in the communication of the family with the child/adolescent with hearing impairment and learning in the care of the child/adolescent with hearing impairment. Conclusion: it was identified that the interaction of the deaf with the family and society is impaired by people's lack of knowledge about the deaf community and the Brazilian Sign Language, which raises concern in caregivers who often overprotect the child/adolescent which may limit the full development of their skills and autonomy.
Descritores: Surdez
-Línguas de Sinais
Brasil
Família
Audição
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1133512
Autor: Pereira, Adriano de Souza; Berberian, Ana Paula; Iachinski, Luci Teixeira; Lisboa, Tânia Rodrigues; Tonocchi, Rita; Massi, Giselle; Bortolozzi, Kyrlian Bartira; Guarinello, Ana Cristina.
Título: O conhecimento da Guarda Municipal de Curitiba a respeito da Língua Brasileira de Sinais (Libras), da surdez e do surdo / The knowledge of the Municipal Guard of Curitiba about the Brazilian Sign Language (Libras), deafness and deaf people
Fonte: CoDAS;32(4):e20190039, 2020. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: RESUMO Introdução: No Brasil, há um número considerável de pessoas com surdez, usuárias de língua de sinais, as quais deveriam ter acesso à igualdade de oportunidades. Apesar disso, a língua de sinais ainda é desconhecida por parte da população brasileira, especialmente os que trabalham em órgãos públicos, negando seus direitos de igualdade. Assim, em geral, vários profissionais, entre esses os guardas municipais, não estão preparados para a diversidade. Objetivo: Investigar o conhecimento dos membros da guarda municipal (GM) de Curitiba a respeito dos surdos, da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e das práticas de atendimento diante da necessidade de interagir com cidadãos surdos. Método: Trata-se de um estudo transversal de natureza mista, cuja coleta de dados se deu por meio da aplicação de um questionário semiestruturado, respondido por 50 policiais da GM, com perguntas a respeito do conhecimento deles sobre os surdos e a língua de sinais e das práticas de atendimento realizadas por membros da corporação com pessoas surdas. Os dados foram tabulados e analisados em percentuais quantitativos e eixos de análise qualitativa, sob a Análise do Conteúdo de Bardin. Resultados: Os resultados demonstram que os participantes possuem conhecimento limitado da surdez e da Libras. Conclusão: A maioria dos integrantes da GM da cidade possui uma visão de surdos e da Língua Brasileira de Sinais baseada em uma perspectiva orgânica da surdez. Além disso, foi possível observar que, durante as práticas de atendimento desses servidores públicos com um cidadão surdo, muitos não conseguiram interagir nem se comunicar.

ABSTRACT Introduction: In Brazil, there is a considerable number of deaf people, sign language users, who should have access to equal opportunities. However, sign language is unknown by the most Brazilian population, especially those who work in public institutions, and deny the deaf their rights to equality. Therefore, several professionals, among them, the municipal guards, are not prepared for the diversity. Purpose: to investigate the knowledge of the Municipal Guards (MG) from Curitiba about the deaf, Brazilian Sign Language (Libras),and their service practices when they need to interact with deaf citizens. Method: It´s a mixed crosscut study; data were collected by the application of a semi-structured questionnaire answered by 50 municipal guards, with questions on their knowledge about the deaf, the sign language and the service practices conducted by their corporation towards deaf people. Data were analyzed quantitatively and qualitatively by means of Bardin's Content Analysis. Results: The results demonstrate that participants have a limited knowledge of deafness and Libras. Conclusion: Most members of the Municipal Guard have a view of deaf people and the Brazilian Sign Language based on an organic perspective of deafness, and it was also observed that during their service practices towards deaf people, many of them could not either interact or communicate with them.
Descritores: Línguas de Sinais
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Surdez
-Brasil
Entrevistas como Assunto
Inquéritos e Questionários
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1249596
Autor: Moura, Maria Cecília de; Begrow, Desirée De Vit; Chaves, Adriana Di Donato; Azoni, Cíntia Alves Salgado.
Título: Fonoaudiologia, língua de sinais e bilinguismo para surdos / Language therapy, sign language and bilingualism for the deaf
Fonte: CoDAS;33(1):e20200248, 2021.
Idioma: pt.
Descritores: Multilinguismo
Pessoas com Deficiência Auditiva
Surdez
-Línguas de Sinais
Terapia da Linguagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1287871
Autor: Programa de Pós-Graduação em Ciências FonoaudiológicasRezende, Regiane Ferreira; Programa de Pós-Graduação em Ciências FonoaudiológicasGuerra, Leonor Bezerra; Programa de Pós-Graduação em Ciências FonoaudiológicasCarvalho, Sirley Alves da Silva.
Título: The perspective of deaf patients on health care / A perspectiva do paciente surdo acerca do atendimento à saúde
Fonte: Rev. CEFAC;23(2):e0620, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: to learn the deaf people's perspective on the improvements needed in this population's health care. Methods: an observational, cross-sectional study conducted with 124 deaf people who answered a semi-structured questionnaire to characterize the sample (age, sex, and means of communication) and collect answers to the open question: "Do you have any suggestion to improve the health care for the deaf?" - which was answered either in writing or in the Brazilian Sign Language (Libras). A descriptive analysis was conducted to characterize the sample, as well as a quantitative and qualitative content analysis (thematic-categorical), to identify categories and occurrence frequency of the content in the answers to the open question. Results: the sample's mean age was 44 years (standard deviation 15, minimum 18, and maximum 70 years), 65% were women, and 78% used Libras to communicate. Most of the participants (83%) answered the open question in writing. Six theme categories were identified: 1) Needed improvements; 2) Communication barriers); 3) Health promotion; 4) Autonomy; 5) Achievements; and 6) Law. Conclusion: the results reveal a need for improvements in the health care of deaf people. The perspective of the studied deaf population is based on their desire to gain autonomy, overcome communication barriers, and have access to information, aiming at health promotion.

RESUMO Objetivo: conhecer a perspectiva do surdo quanto às melhorias necessárias no atendimento à saúde para essa população. Métodos: estudo observacional transversal realizado com 124 surdos que responderam a questionário semiestruturado, visando caracterizar amostra (idade, sexo e tipo de comunicação) e coletar resposta à questão aberta: "Você tem alguma sugestão para melhorar o atendimento de saúde ao surdo?, respondida nas modalidades escrita ou Língua Brasileira de Sinais (Libras). Realizou-se análise descritiva para caracterização da amostra e análise quanti-qualitativa de conteúdo (temático-categorial), para identificação de categorias e frequência de ocorrência dos conteúdos das respostas à questão aberta. Resultados: amostra apresentou média de idade de 44 anos (desvio padrão: 15, mínima de 18 e máxima de 70 anos), sendo 65% mulheres e 78% usuários de Libras. A maioria dos participantes (83%) respondeu à questão aberta na modalidade escrita. Foram identificadas seis categorias temáticas: 1) Necessidade de melhorias; 2) Barreiras de comunicação); 3) Promoção da saúde; 4) Autonomia; 5) Conquistas; e 6) Legislação. Conclusão: os resultados evidenciaram necessidade de melhorias no atendimento à saúde do usuário surdo. A perspectiva da população surda estudada é pautada no desejo de autonomia, de superação das barreiras de comunicação e de acesso à informação visando promoção da saúde.
Descritores: Línguas de Sinais
Barreiras de Comunicação
Pessoas com Deficiência Auditiva/estatística & dados numéricos
Acesso aos Serviços de Saúde
-Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Marcon, Sônia Silva
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146352
Autor: Marquete, Verônica Francisqueti; Reis, Pamela dos; Silva, Eraldo Schunk; Marchini, Kauana Borges; Costa, Maria Antonia Ramos; Marcon, Sonia Silva.
Título: Influência da habilidade comunicacional dos pais nas orientações de saúde ao filho surdo / Influence of parents' communication skills on health guidelines for deaf children / Influencia de las habilidades de comunicación de los padres en las pautas de salud para niños sordos
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e52265, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: verificar a influência da comunicação dos pais no recebimento de informações e comportamento de saúde de filhos surdos. Método: estudo transversal realizado com 110 pessoas surdas, selecionadas com a técnica snowball sampling, em municípios no Noroeste do estado do Paraná. Os dados foram coletados de fevereiro a agosto de 2019, mediante aplicação de instrumento estruturado. Na análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva e inferencial. Resultados: a maioria dos surdos (95,4%) recebeu alguma orientação de saúde no núcleo familiar; ser orientado sobre a importância de consultas de rotina mostrou-se associado à realização da mesma pelos filhos no último ano (OR= 3,40). O pai que sabe se comunicar em Libras constituiu fator de proteção, pois, nestes casos, ocorreram mais orientações sobre o uso de drogas e consumo abusivo de açúcar. Conclusão: a habilidade comunicacional dos pais possibilita que eles realizem mais orientações relacionadas à saúde e isto influencia o comportamento em saúde de filhos surdos.

Objective: to ascertain the influence of parents' communication on deaf children's reception of health information, and health behavior. Method: in this cross-sectional study of 110 deaf people selected by snowball sampling in municipalities in northwest Paraná state, data were collected from February to August 2019 using a structured instrument. Descriptive and inferential statistics were used in the data analysis. Results: most deaf people (95.4%) received some health guidance in the family; being guided about the importance of routine appointments was found to be associated with the children's attending such appointments in the prior year (OR = 3.40). The parent able to communicate in Libras was a protective factor, because in these cases, more guidance on drug use and sugar abuse occurred. Conclusion: the parents' communication skills enabled them to provide more health-related guidance, and this influenced their deaf children's health behavior.

Objetivo: determinar la influencia de la comunicación de los padres en la recepción de la información sanitaria y el comportamiento sanitario de los niños sordos. Método: en este estudio transversal de 110 personas sordas seleccionadas por muestreo de bola de nieve en municipios del noroeste del estado de Paraná, los datos se recolectaron de febrero a agosto de 2019 mediante un instrumento estructurado. Se utilizó estadística descriptiva e inferencial en el análisis de datos. Resultados: la mayoría de las personas sordas (95,4%) recibió alguna orientación sanitaria en la familia; Se descubrió que el hecho de recibir orientación sobre la importancia de las citas de rutina estaba asociado con la asistencia de los niños a dichas citas el año anterior (OR = 3,40). El padre capaz de comunicarse en Libra fue un factor de protección, porque en estos casos, hubo más orientación sobre el uso de drogas y el abuso de azúcar. Conclusión: las habilidades de comunicación de los padres les permitieron brindar más orientación relacionada con la salud, y esto influyó en el comportamiento de salud de sus hijos sordos.
Descritores: Relações Pais-Filho
Comportamentos Relacionados com a Saúde
Comunicação
Surdez/epidemiologia
-Línguas de Sinais
Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Leitura Labial
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  7 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1089021
Autor: Tonin, Rosângela Prescendo; Fukuda, Cláudia Cristina.
Título: Adaptação para Libras da Escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Adolescentes / Adaptation of the Multidimensional Scale of Life Satisfaction for Adolescents to Brazilian Sign Language / Adaptación de la Escala Multidimensional de Satisfacción con la Vida para la Lengua Brasileña de Señales para Adolescentes
Fonte: Aval. psicol;19(1):38-47, jan.-abr. 2020. il, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo da pesquisa foi adaptar para Libras, a Língua Brasileira de Sinais, a Escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Adolescentes (EMSVA). A adaptação foi realizada em seis etapas: 1. adaptação semântica e tradução para Libras; 2. síntese das versões traduzidas; 3. avaliação da síntese por juízes; 4. análise semântica da escala em Libras; 5. retrotradução e 6. análise empírica. Nas três primeiras etapas e na retrotradução, os participantes surdos e ouvintes eram adultos, proficientes em Libras e em português, com formação universitária. A análise semântica foi desenvolvida por meio de grupo focal com adolescentes surdos. Na última etapa, 50 adolescentes surdos, estudantes de escolas públicas do Distrito Federal responderam ao instrumento. A versão adaptada da EMSVA demonstrou boa consistência interna (λ2=0,89) na amostra de adolescentes surdos.(AU)

The aim of this study was to adapt the Multidimensional Life Satisfaction Scale for Adolescents (EMSVA) to Brazilian Sign Language (LIBRAS). The adaptation was carried out in six steps: 1. semantic adaptation and translation into LIBRAS; 2. synthesis of the translated versions; 3. evaluation of the synthesis by judges; 4. semantic analysis of the scale in LIBRAS; 5. back translation and 6. empirical analysis. In the first three stages and in the back-translation the deaf and hearing participants were adults, proficient in LIBRAS and the Portuguese language, with university level education. Semantic analysis was developed through a focus group with deaf adolescents. In the final stage, 50 deaf adolescents, students of public schools in the Federal District answered the instrument. The adapted version of the EMSVA presented good internal consistency (λ2=0.89) in the sample of deaf adolescents.(AU)

El objetivo de la investigación fue adaptar la Escala Multidimensional de Satisfacción con la Vida para Adolescentes (EMSVA) para Libras, la Lengua Brasileña de Señales. La adaptación se realizó en seis etapas: 1. adaptación semántica y traducción para Libras; 2. síntesis de las versiones traducidas; 3. evaluación de la síntesis por jueces; 4. análisis semántico de la escala en Libras; 5. retrotraducción y 6. análisis empírico. En las primeras tres etapas y en la traducción inversa, los participantes sordos y oyentes eran adultos, especializados en libras y en portugués, con formación universitaria. El análisis semántico fue desarrollado por medio de un grupo focal con adolescentes sordos. En la última etapa, 50 adolescentes sordos, estudiantes de escuelas públicas del Distrito Federal contestaron al instrumento. La versión adaptada de EMSVA demostró buena consistencia interna (λ2=0,89) en la muestra de adolescentes sordos.(AU)
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Línguas de Sinais
Pessoas com Deficiência Auditiva/psicologia
-Tradução
Reprodutibilidade dos Testes
Pesquisa Empírica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  8 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151871
Autor: Walz, Lucas A; Cutri, Adrián M; Torres, Fernando A; Riquelme, Claudio C; Gatto Bellora, Verónica; Ferrero, Fernando C.
Título: Conocimiento del derecho al servicio de interpretación de Lengua de Señas Argentina por pediatras que ejercen en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires / Awareness of the right to Argentine Sign Language interpretation services among pediatricians practicing in the Autonomous City of Buenos Aires
Fonte: Arch. argent. pediatr;119(2):123-128, abril 2021. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Introducción. Los obstáculos en la comunicación entre médicos y personas sordas/hipoacúsicas pueden comportarse como factores de riesgo para la salud. El servicio de un intérprete profesional de Lengua de Señas Argentina (IPLSA), según la Ley N.º 26378, podría mitigar esto.Objetivo. Estimar la proporción de pediatras que conocen la Ley N.º 26378 y explorar si se asocia a recomendar a un IPLSA.Población y métodos. Estudio transversal con cuestionario electrónico autoadministrado a pediatras registrados en la Sociedad Argentina de Pediatría, que ejercían en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires.Resultados. Se evaluaron 381 respuestas. El 15,1 % conocía la Ley, y esto se asoció con recomendar a un IPLSA (OR: 3,7; IC 95 %: 1,1-12,9; p < 0,05).Conclusiones. La proporción de pediatras de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires que conocía la ley fue el 15,1 %. Esto se asoció significativamente con recomendar a un IPLSA

Introduction. Barriers in communication between physicians and Deaf or hard of hearing people may be risk factors for health. The services of a professional Argentine Sign Language interpreter (PASLI), by virtue of Act No. 26378, may mitigate this.Objective. To estimate the proportion of pediatricians who have knowledge of Act No. 26378 and whether this is associated with the recommendation of a PASLI.Population and methods. Cross-sectional study with a self-administered electronic questionnaire among pediatricians members of the Sociedad Argentina de Pediatría who practiced in the Autonomous City of Buenos Aires (CABA).Results. A total of 381 surveys were assessed. Of these, 15.1 % knew the Act, and this was associated with the recommendation of a PASLI (OR: 3.7; 95 % CI: 1.1-12.9; p < 0.05).Conclusions. The proportion of pediatricians working in CABA who knew the Act was 15.1 %. This was significantly associated with the recommendation of a PASLL.
Descritores: Línguas de Sinais
Comunicação
Direito Sanitário
-Argentina
Relações Médico-Paciente
Conscientização
Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Perda Auditiva
Limites: Humanos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  9 / 139 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149310
Autor: Bernardo, Lucas Andreolli; Tholl, Adriana Dutra; Nitschke, Rosane Gonçalves; Viegas, Selma Maria da Fonseca; Schoeller, Soraia Dornelles; Bellaguarda, Maria Ligia dos Reis; Tafner, Daniela Priscila Oliveira do Vale.
Título: Potências e limites no cotidiano da formação acadêmica no cuidado à saúde da pessoa surda / Potencias y límites en el curso diario de la formación académica en la atención médica para personas sordas / Potentialities and limits in the everyday life of undergraduate training in health care for deaf people
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(3):e20200341, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo compreender as potências e os limites no cotidiano da formação dos estudantes de graduação no cuidado à saúde da pessoa surda. Método trata-se de um estudo qualitativo e interpretativo, fundamentado na Sociologia Compreensiva e do Cotidiano, envolvendo 18 estudantes de uma universidade federal do Sul do Brasil dos cursos de graduação em Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia e Psicologia. As fontes de evidências foram entrevistas individuais desenvolvidas no período de outubro a novembro de 2019. A análise dos dados envolveu a análise preliminar, a ordenação, as ligações-chave, a codificação e a categorização. Resultados as potências no cotidiano da formação dos estudantes no cuidado à saúde da pessoa surda mostram-se na comunicação instituinte, na tecnossocialidade no cuidado e no falar Libras e poder integrar-se à comunidade surda. Os limites mostram-se nos modelos e nas práticas formativas não inclusivas, na impessoalidade da interpretação e na falta de especificidade técnica na disciplina de Libras. Conclusão e implicações para a prática conclui-se que há a necessidade de se refletir sobre os currículos dos cursos da área da saúde, proporcionado a inclusão do cuidado à saúde da pessoa surda, a fim de capacitar os estudantes para a atuação nos diferentes níveis de complexidade.

Resumen Objetivo comprender las potencias y límites en la formación diaria de estudiantes de pregrado en atención a la salud de personas sordas. Método se trata de un estudio cualitativo e interpretativo, basado en Sociología Integral y Cotidiana, que involucró a 18 estudiantes de una universidad federal del Sur de Brasil, de cursos de licenciatura en Enfermería; Farmacia; Terapia del lenguaje; Medicina; Nutrición; Odontología y Psicología. Las fuentes de evidencia fueron entrevistas individuales, desarrolladas de octubre a noviembre de 2019. El análisis de datos ha involucrado el análisis preliminar, el ordenamiento, las llamadas clave, la codificación y la categorización. Resultados las potencias en la formación diaria de los estudiantes en la atención de la salud de los sordos se manifiestan en la instauración de la comunicación, en la tecnosocialidad en la atención y en hablar Libras y la capacidad de integrarse con la comunidad sorda. Los límites se muestran en los modelos y en las prácticas de entrenamiento no inclusivo, en la impersonalidad de la interpretación y en la falta de especificidad técnica en la asignatura de Libra. Conclusión e implicaciones para la práctica se concluye que existe la necesidad de reflexionar sobre los planes de estudio de los cursos de salud, proporcionando la inclusión de la atención de la salud a las personas sordas, con el fin de capacitar a los estudiantes para trabajar en los diferentes niveles de complejidad.

Abstract Objective to understand the potencialities and the limits in the daily training of undergraduate students in the health care of the deaf person. Method it is a qualitative and interpretative study, based on Comprehensive and Daily Sociology, involving 18 students from a federal university in the South of Brazil of the undergraduate courses in Nursing, Pharmacy, Speech Therapy, Medicine, Nutrition, Dentistry and Psychology. The sources of evidence were individual interviews developed from October to November 2019. The data analysis involved preliminary analysis, ordering, key links, coding and categorization. Results the potencialities in the daily training of students in health care of the deaf person are shown in the communication institute, the techno-sociality in care and the communicating in Libras and being able to integrate with the deaf community. The limits are shown in the models and training practices not inclusive, the impersonality of interpretation and lack of technical specificity in the Libras (Brazilian sign language) discipline. Conclusion and implications for practice it is concluded that there is a need to reflect on the curricula of health courses, providing the inclusion of health care for deaf people in order to enable students to act at different levels of complexity.
Descritores: Pessoas com Deficiência Auditiva
Educação Superior
Atenção à Saúde
-Línguas de Sinais
Estudantes de Ciências da Saúde
Pessoal de Saúde
Comunicação
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  10 / 139 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-956329
Autor: Machado, Wiliam César Alves; Pereira, Juarez de Sousa; Prado, Athaynne Ramos de Aguiar; Silva, Rafael André da; Silva, Vera Maria da; Figueiredo, Nébia Maria Almeida de.
Título: Comunicação de profissionais de unidade de reabilitação física com clientes surdos / Comunicación de profesionales de unidad de rehabilitación física con clientes sordos / Communication between professionals from physical rehabilitation unit and deaf clients
Fonte: Rev Rene (Online);16(5):649-655, Set.-Out. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo identificar como profissionais de unidade pública municipal de reabilitação física se comunicam com pessoas surdas que buscam atendimento especializado. Métodos estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com 32 profissionais que atuam em reabilitação física, através de instrumento autoaplicável. Resultados da análise dos dados, emergiram duas categorias temáticas: Usando a Língua de Sinais Brasileira; e Improvisando estratégias de comunicação para interagir com clientes surdos. A improvisação de estratégias utilizadas pelos profissionais para se comunicar com surdos podem ocasionar barreiras que repercutem negativamente na qualidade dos serviços prestados a essa clientela. Conclusão a comunicação é deficitária, e iniciativas efetivas focadas na habilitação dos profissionais que atuam na esfera da reabilitação, podem contribuir para que eles possam dominar a Língua de Sinais Brasileira, assegurando aos clientes surdos atendimentos adequados, como os prestados às pessoas sem deficiência auditiva.

Objetivo identificar cómo profesionales de la unidad municipal de rehabilitación física se comunican con personas sordas que buscan atención especializada. Métodos estudio exploratorio, descriptivo, de enfoque cualitativo, realizado con 32 profesionales que trabajan en rehabilitación física a través de instrumento auto aplicable. Resultados del análisis de datos, surgieron dos categorías temáticas: Usando el Lenguaje Brasileño de Signos; Improvisación de Estrategias de comunicación para interactuar con clientes sordos. Improvisación de estrategias utilizadas por los profesionales para comunicarse con personas sordas pueden causar barreras que inciden negativamente en la calidad de los servicios prestados a esta población. Conclusión la comunicación es deficiente, e iniciativas eficaces centradas en la cualificación de los profesionales que trabajan en el ámbito de la rehabilitación, pueden contribuir para que puedan dominar el Lenguaje Brasileño de Signos, garantizándose a los clientes sordos la atención adecuada, conforme a lo dispuestos para personas sin discapacidad auditiva.

Objective to identify how professionals from the local public physical rehabilitation unit communicate with deaf people seeking specialized care. Methods exploratory descriptive study with qualitative approach conducted with 32 professionals working in physical rehabilitation through self-reporting instrument. Results two thematic categories emerged from data analysis: Using the Brazilian Sign Language, and Improvising communication strategies to interact with deaf patients. When professionals improvise strategies to communicate with the deaf, it might create barriers that negatively affect the quality of services provided to this population. Conclusion communication is inefficient, and effective initiatives focused on the qualification of professionals working in rehabilitation can contribute for them to master the Brazilian Sign Language, ensuring adequate care to deaf clients/patients, in the same way as those provided to people without hearing impairment.
Descritores: Línguas de Sinais
Barreiras de Comunicação
Surdez
Serviços de Reabilitação
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde