Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.169.063.500.387 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 966 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 97 ir para página                         

  1 / 966 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1098071
Autor: Mota, Renata de Sousa; Macêdo, Maíra Carvalho; Corradini, Sandra; Patricío, Naiane Araújo; Baptista, Abrahão Fontes; Sá, Katia Nunes.
Título: The effect of home exercise on the posture and mobility of people with HAM/TSP: a randomized clinical trial / Efeitos de exercícios domiciliares sobre a postura e mobilidade de pessoas com HAM/TSP: ensaio clínico randomizado
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;78(3):149-157, Mar. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Physical therapy has positive results in people with tropical spastic paraparesis (TSP). However, mobility and distance from rehabilitation centers limit the participation in outpatient programs. Objective: To evaluate the impact of a home exercise program on the posture and functional mobility of people with TSP. Methods: A randomized controlled trial comparing three groups of people who performed guided exercises from a guidebook for six months: supervised (SG), unsupervised (WG), and control (CG). Primary outcomes: postural angles (SAPO®) and functional mobility (TUG). Secondary outcomes: gait parameters (CVMob®). Results: The protocol described in the guidebook improved postural angles and functional mobility. There were also positive gait parameter effects (p<0.05). SG presented better responses than WG did, but both were preferable to CG. Conclusion: Home exercises oriented by a guidebook may benefit posture, functional mobility and gait parameters in people with TSP, and physiotherapist supervision can ensure better results.

Resumo Introdução: A fisioterapia apresenta resultados positivos em pessoas com paraparesia espástica tropical (PET). Entretanto, a dificuldade de locomoção e a distância dos centros de reabilitação limitam a participação em programas ambulatoriais. Objetivo: Avaliar o impacto de um programa de exercícios domiciliares na postura e mobilidade funcional de pessoas com PET. Métodos: Um ensaio clínico randomizado comparou três grupos de pessoas que realizaram exercícios guiados por cartilha: com supervisão (GS), sem supervisão (GN) e controle (GC) durante seis meses. Desfechos primários: ângulos posturais (SAPO®) e mobilidade funcional (TUG). Desfechos secundários: parâmetros da marcha (CVMob®). Resultados: O protocolo descrito na cartilha melhorou os ângulos posturais e a mobilidade funcional. Os resultados também foram positivos para os parâmetros da marcha (p<0,05). O GS apresentou melhores respostas que o GN, porém ambos foram preferíveis ao GC. Conclusão: Exercícios domiciliares orientados por cartilha podem ser úteis para beneficiar a postura, mobilidade funcional e parâmetros de marcha em pessoas com PET, e a supervisão do fisioterapeuta possibilita garantir melhores resultados.
Descritores: Postura/fisiologia
Paraparesia Espástica Tropical/reabilitação
Terapia por Exercício/métodos
-Exercício Físico
Resultado do Tratamento
Marcha
Serviços de Assistência Domiciliar
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1088990
Autor: Tillman, Ana Cristina; Swarowsky, Alessandra; Corrêa, Clynton Lourenço; Andrade, Alexandro; Moratelli, Jéssica; Boing, Leonessa; Vieira, Melissa de Carvalho Souza; Araujo, Camila da Cruz Ramos de; Guimarães, Adriana Coutinho de Azevedo.
Título: Feasibility of a Brazilian samba protocol for patients with Parkinson's disease: a clinical non-randomized study / Viabilidade de um protocolo de samba brasileiro em pacientes com doença de Parkinson: ensaio clínico não-randomizado
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;78(1):13-20, Jan. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: New protocols applied in the rehabilitation of Parkinson's disease enable different action strategies for health professionals, as well as a new range of activities for these individuals. However, no valid samba protocol with activity prescription for this population was found in the literature. Objective: To investigate the feasibility of a Brazilian samba protocol in individuals with Parkinson's disease. Methods: Twenty participants, mean age of 66.4±10.7 years, diagnosed with idiopathic Parkinson 's disease, divided into: experimental group that received the intervention of Brazilian samba dance classes (10 individuals); and control group that maintained their routine activities (10 individuals). For data collection, a divided questionnaire was used: General Information; Disability stages scale; Balance and Quality of Life. Results: During class implementation, there were no falls, as all dance activities adhered to the details of the protocol steps without any changes. On average, patients completed 82.7% of activities. After 12 weeks, the experimental group had improvements in the UPDRS global score, in daily activities, and on motor examination. There was also improvement in balance scores and in the mobility domain of the quality of life in the experimental group. Conclusion: The samba protocol seems to be feasible and safe for patients with PD. Moreover, it has pleasant characteristics and offers sufficient physical benefits for combination with drug treatment. There were also benefits in social relationships and as a possible rehabilitation tool in individuals with Parkinson's disease.

Resumo Fundamentos: Novos protocolos aplicados na reabilitação da doença de Parkinson possibilitam diferentes estratégias de atuação para profissionais de saúde, além de um novo leque de atividades para estes indivíduos. Entretanto, não se encontrou na literatura qualquer protocolo de samba com prescrição de atividades validado para esta população. Objetivo: O objetivo foi verificar a viabilidade de um protocolo de samba brasileiro em indivíduos com doença de Parkinson. Métodos: Vinte participantes, com idade média de 66,4±10,7 anos, com diagnóstico de doença de Parkinson idiopática divididos em: grupo experimental que recebeu a intervenção das aulas de dança - samba brasileiro (10 indivíduos); e grupo controle que manteve as suas atividades rotineiras (10 indivíduos). Para a coleta dos dados foi utilizado um questionário dividido: Informações Gerais; Escala de estágios de Incapacidade; Equilíbrio e Qualidade de Vida. Resultados: Durante a realização das aulas, não houve quedas, todas as atividades de dança aderiram aos detalhes das etapas do protocolo, sem quaisquer alterações, e os pacientes completaram, em média, 82,7% das atividades. Após 12 semanas, o grupo experimental apresentou melhoras no escore global da escala UPDRS, em atividades de vida diária e no exame motor. Houve também melhora nos escores de equilíbrio e no domínio de mobilidade da qualidade de vida do grupo experimental. Conclusão: A utilização de um protocolo de samba para indivíduos com doença de Parkinson mostrou-se viável, por sua característica segura e prazerosa, e por apresentar benefícios físicos suficientes para combinação com o tratamento medicamentoso. Houve também benefícios nas relações sociais e como uma possível ferramenta de reabilitação em indivíduos com a doença de Parkinson.
Descritores: Doença de Parkinson/reabilitação
Terapia por Exercício/métodos
Musicoterapia/métodos
-Qualidade de Vida
Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Brasil
Atividades Cotidianas
Estudos de Viabilidade
Resultado do Tratamento
Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1152222
Autor: Malagodi, Bruno Marson; Greguol, Márcia; Carraro, Attilio; Cavazzotto, Timothy Gustavo; Serassuelo Junior, Helio.
Título: Effects of a multimodal physical exercise program on physical and mental health indicators in males with substance use disorder / Efeitos de um programa multimodal de exercícios físicos na saúde física e mental em homens com dependência química
Fonte: ABCS health sci;46:e021208, 09 fev. 2021. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Substance use disorder (SUD) is seen as a serious and growing public safety and health problem worldwide. Long-term sequelae may involve permanent damage to physical fitness, body balance, and coordination skills, with a severe motor, functional, and emotional consequences. OBJECTIVE: To verify the effect of 16 sessions of a multimodal physical exercise program on physical fitness, body balance, and internalized stigma of inpatients for the treatment of Substance use disorder. METHODS: Forty-three males with Substance use disorder (aged 33.9±12.4 years) were divided into an Intervention Group (IG, n=21) and Control Group (CG, n=22). The IG was submitted to eight weeks of training with physical exercises. Participants were submitted to the evaluation of internalized stigma, body balance, agility, and flexibility, before and after the intervention period. RESULTS: Positive results were observed in physical fitness (agility, p=0.001) and body balance variables (center of pressure path with closed eyes, p=0.050, and ellipse area with closed eyes, p=0.031). The time of substance use correlated with lower performance in agility and body balance tests. CONCLUSION: The data seem to support the potential benefit of physical exercise as an adjunct in Substance use disorder rehabilitation process, particularly for physical fitness and body balance variables.

INTRODUÇÃO: A dependência química (DQ) é vista como um problema grave e crescente de saúde e segurança pública ao redor do mundo. As sequelas a longo prazo podem envolver prejuízos à aptidão física, equilíbrio corporal e capacidades coordenativas, com consequências motoras, funcionais e emocionais severas. OBJETIVO: Verificar o efeito de 16 sessões de um programa multimodal de exercícios físicos na aptidão física, equilíbrio corporal e estigma internalizado em pacientes internados para o tratamento de dependência química. MÉTODOS: Foram avaliados 43 homens com dependência química (idade 33,9±12,4 anos), divididos em Grupo Intervenção (GI, n=21) e Grupo Controle (GC, n=22). O GI foi submetido a oito semanas de treinamento com exercícios físicos. Os participantes foram submetidos à avaliação do estigma internalizado, equilíbrio corporal, agilidade e flexibilidade, antes e após o período de intervenção. RESULTADOS: Resultados positivos foram observados na aptidão física (agilidade, p=0,001) e variáveis do equilíbrio corporal (centro de pressão com os olhos fechados, p=0,050, e área da elipse com os olhos fechados, p=0,031). O tempo de uso de substância correlacionou-se com os piores desempenhos nos testes de agilidade e equilíbrio corporal. CONCLUSÃO: Os dados parecem corroborar os potenciais benefícios do exercício físico como um adjuvante no processo de reabilitação da dependência química, particularmente para as variáveis da aptidão física e equilíbrio corporal.
Descritores: Exercício Físico
Aptidão Física
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Equilíbrio Postural
Terapia por Exercício
Estigma Social
-Saúde Mental
Saúde do Homem
Pacientes Internados
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  4 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1152108
Autor: Cytryn, Denise.
Título: La aplicación intraarticular de corticoides antes del ejercicio no mostró beneficios en pacientes con artrosis de rodilla / Intraarticular corticosteroid injection before exercise did not show benefits in patients with osteoarthritis of the knee
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;19(3):81-81, 2016. tab.
Idioma: es.
Descritores: Corticosteroides/uso terapêutico
Terapia por Exercício
-Metilprednisolona/análogos & derivados
Metilprednisolona/uso terapêutico
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Falha de Tratamento
Osteoartrite do Joelho/tratamento farmacológico
Acetato de Metilprednilosona
Injeções Intra-Articulares
Anti-Inflamatórios/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  5 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151929
Autor: Libório, Ana Mary Lima; Santana, Genildes de Oliveira; Macêdo, Maira Carvalho; Gomes Neto, Mansueto; Baptista, Abrahão Fontes; Sá, Katia Nunes.
Título: Programas de exercícios domiciliares para incapacidades da atividade de caminhar causadas por distúrbios neurológicos: Revisão sistemática com metanálise / Home-based exercise programs for disabilities of walking activity caused by neurological disorders: Systematic Review with Meta-Analysis
Fonte: Rev. Pesqui. Fisioter;9(4):539-555, Nov. 2019. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: Na medida em que a expectativa de vida aumenta, também são necessárias soluções para melhorar a independência funcional em condições cronicamente alteradas, comuns nas disfunções neurológicas. OBJETIVO: Avaliar o efeito de programas de exercícios domiciliares (PED) sobre prejuízos na atividade de caminhar devido a acidente vascular cerebral (AVC), doença de Parkinson (DP), esclerose múltipla (EM) e mielopatia associada ao HTLV-1 ou paraparesia espástica tropical (HAM/TSP). MÉTODOS: As fontes de dados incluíram PubMed, SciELO, Pedro e Cochrane Library e artigos disponíveis em inglês, português, espanhol, alemão ou francês. Nenhuma restrição de tempo foi aplicada e a seleção foi feita por dois pesquisadores independentes em três etapas. Ensaios clínicos com intervenções dos programas PED para adultos com dificuldades de marcha ou equilíbrio decorrentes das condições neurológicas acima foram incluídos. As variáveis foram velocidade ou distância da marcha, força, equilíbrio, mobilidade, funcionalidade e independência funcional. A qualidade metodológica foi avaliada com a escala PEDro, e uma estratégia PICOS orientou extração de dados. Diferenças das médias ponderadas (DMP), intervalos de confiança de 95% (IC) e heterogeneidade foram avaliadas pelo teste I2 com o programa RevMan 5.3. A GRADE foi aplicada na avaliação da qualidade da evidência. RESULTADOS: O PED foi eficaz na melhora do equilíbrio (DMP 2,8;IC 1,5; 4,1) e da capacidade cardiorrespiratória (DMP 29,3m; IC 8,3; 50,2) para pessoas com AVC. Para pessoas com EM, o PED levou a uma melhora no perfil fisiológico (DMP -1,3; IC -0,5; 2,0) e mobilidade (DMP -3,3; IC -5,1; -1,4). CONCLUSÕES: O PED é eficaz na melhora da atividade de caminhada, desempenho e mobilidade funcional das deficiências neurológicas. Sugerimos a aplicação do PED na saúde pública e o uso de escalas funcionais para comparar a mesma incapacidade em diferentes distúrbios neurológicos.

INTRODUCTION: As increase life expectancy, the searches for conducts to improve functional independence in chronically altered conditions as is common in the neurological dysfunction. OBJECTIVES: To evaluate the effect of therapeutic home based exercise programs (HBE) on impairment of walking activity due to stroke, Parkinson's disease (PD), multiple sclerosis and HTLV-1 associated myelopathy or tropical spastic paraparesis (HAM/TSP). METHODS: data sources PubMed, Scielo, Pedro, Cochrane Library; available in English, Portuguese, Spanish, German or French languages; no time restrictions; selection made by two independent researchers, in three stages; included Clinical Trials with interventions of HBE Programs for adults with gait or balance disabilities arising from the above neurological conditions; gait speed or distance, strength, balance, mobility, functionality and functional independence were the variables; methodological quality with PEDro scale; PICOS strategy guided the extraction date. Weighted mean differences (WMD), 95% confidence intervals (CI), and the heterogeneity assessed by the I2 test with RevMan 5.3 program. RESULTS: In balance (WMD 2.8; CI 1.5; 4.1) and in cardiorespiratory capacity (WMD 29.3m; IC 8.3; 50.2) for people with stroke are effectiveness. For people with Multiple Scleroses there is improvement in physiological profile (WMD -1.3; CI -0.5; 2.0) and mobility (WMD -3.3; CI -5.1; -1,4). CONCLUSIONS: The HBE is effective on walking activity, improve performance and functional mobility in neurological impairments. Is suggested HBE on public health to includ elements for management of disabilities on the programs and the use of functional scales such as WHODAS to compare the same disability in different neurological disorders.
Descritores: Terapia por Exercício
-Exercício Físico
Equilíbrio Postural
Doenças do Sistema Nervoso
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  6 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780793
Autor: Izeli, Nataly Lino; Santos, Aurélia Juliana dos; Crescêncio, Júlio César; Gonçalves, Ana Clara Campagnolo Real; Papa, Valéria; Marques, Fabiana; Pazin-Filho, Antônio; Gallo-Júnior, Lourenço; Schmidt, André.
Título: Aerobic Training after Myocardial Infarction: Remodeling Evaluated by Cardiac Magnetic Resonance / Exercício Aeróbio após Infarto do Miocárdio: Remodelamento Avaliado por Ressonância Magnética Cardíaca
Fonte: Arq. bras. cardiol;106(4):311-318, Apr. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Numerous studies show the benefits of exercise training after myocardial infarction (MI). Nevertheless, the effects on function and remodeling are still controversial. Objectives: To evaluate, in patients after (MI), the effects of aerobic exercise of moderate intensity on ventricular remodeling by cardiac magnetic resonance imaging (CMR). Methods: 26 male patients, 52.9 ± 7.9 years, after a first MI, were assigned to groups: trained group (TG), 18; and control group (CG), 8. The TG performed supervised aerobic exercise on treadmill twice a week, and unsupervised sessions on 2 additional days per week, for at least 3 months. Laboratory tests, anthropometric measurements, resting heart rate (HR), exercise test, and CMR were conducted at baseline and follow-up. Results: The TG showed a 10.8% reduction in fasting blood glucose (p = 0.01), and a 7.3-bpm reduction in resting HR in both sitting and supine positions (p < 0.0001). There was an increase in oxygen uptake only in the TG (35.4 ± 8.1 to 49.1 ± 9.6 mL/kg/min, p < 0.0001). There was a statistically significant decrease in the TG left ventricular mass (LVmass) (128.7 ± 38.9 to 117.2 ± 27.2 g, p = 0.0032). There were no statistically significant changes in the values of left ventricular end-diastolic volume (LVEDV) and ejection fraction in the groups. The LVmass/EDV ratio demonstrated a statistically significant positive remodeling in the TG (p = 0.015). Conclusions: Aerobic exercise of moderate intensity improved physical capacity and other cardiovascular variables. A positive remodeling was identified in the TG, where a left ventricular diastolic dimension increase was associated with LVmass reduction.

Resumo Fundamento: Vários estudos mostraram os benefícios da prática de exercício após infarto do miocárdio (IM). No entanto, os efeitos na função e no remodelamento são controversos. Objetivos: Avaliar os efeitos do exercício aeróbio de intensidade moderada no remodelamento ventricular em pacientes após IM através de ressonância magnética cardíaca (RMC). Métodos: 26 pacientes do sexo masculino (52,9 ± 7,9 anos), após um primeiro IM, foram designados para dois grupos: grupo treinado (GT), 18; e grupo controle (GC), 8. O GT realizou exercício aeróbio supervisionado em esteira duas vezes por semana, e não supervisionado em 2 dias adicionais por semana, por no mínimo 3 meses. Exames laboratoriais, medidas antropométricas, frequência cardíaca (FC) de repouso, teste de esforço e RMC foram realizados na condição basal e no seguimento. Resultados: O GT apresentou redução de 10,8% na glicemia de jejum (p = 0,01), e de 7,3 bpm na FC de repouso nas posições sentada e supina (p < 0,0001). Houve aumento no consumo de oxigênio apenas no GT (de 35,4 ± 8,1 para 49,1 ± 9,6 ml/kg/min, p < 0,0001) e diminuição estatisticamente significativa na massa ventricular esquerda (MVE) no GT (de 128,7 ± 38,9 para 117,2 ± 27,2 g, p = 0,0032). Não houve alterações estatisticamente significativas no volume diastólico final ventricular esquerdo (VDFVE) nem na fração de ejeção nos grupos. A relação MVE/VDFVE demonstrou remodelamento positivo estatisticamente significativo no GT (p = 0,015). Conclusões: Observou-se remodelamento positivo no GT, onde o aumento da dimensão diastólica ventricular esquerda associou-se com redução da MVE. O exercício aeróbio de intensidade moderada melhorou a capacidade física e outras variáveis cardiovasculares.
Descritores: Exercício Físico/fisiologia
Remodelação Ventricular/fisiologia
Terapia por Exercício/métodos
Infarto do Miocárdio/fisiopatologia
Infarto do Miocárdio/reabilitação
-Valores de Referência
Volume Sistólico/fisiologia
Fatores de Tempo
Triglicerídeos/sangue
Imagem por Ressonância Magnética
Índice de Massa Corporal
Reprodutibilidade dos Testes
Função Ventricular Esquerda/fisiologia
Resultado do Tratamento
Estatísticas não Paramétricas
Teste de Esforço
Frequência Cardíaca/fisiologia
HDL-Colesterol/sangue
LDL-Colesterol/sangue
Infarto do Miocárdio/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1150900
Autor: Gardenghi, Giulliano; Kushida, Celina Lumi; Dias, Abissay Francisco; Cruz, Jessyka Bueno; Lima, Kassiely Ribeiro de; Souza, Artur Henrique de.
Título: Estudo piloto da viabilidade no uso de cicloergômetro para membros superiores no primeiro dia pós-operatório de cirurgia cardíaca / Pilot study of viability in the use of cycle ergometer for upper limbs on the first postoperative day of cardiac surgery
Fonte: Rev. Pesqui. Fisioter;9(2):179-186, Maio 2019. tab, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: O uso do cicloergômetro para os membros superiores pode contribuir para manter a capacidade funcional em pacientes após cirurgia cardíaca (CC). OBJETIVOS: Investigar as respostas cardiorrespiratórias de pacientes após CC recebendo ou não drogas vasoativas (DVAs) durante a realização de cicloergômetro para membros superiores, verificando a incidência de perda de cateter arterial radial ou de fraturas de fios de aço no esterno. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo piloto envolvendo 26 pacientes divididos em 2 grupos. Grupo CO: sem uso de DVAs (13 pacientes, idade: 57 ± 12 anos, 09 homens) e grupo DVA: (13 pacientes, idade: 61 ± 10 anos, 07 homens), submetidos à CC, que no 1ºPO realizaram o cicloergômetro para membros superiores. Os parâmetros avaliados durante o exercício foram frequência cardíaca (FC), saturação de oxigênio (SpO2), dispneia, fadiga de membros superiores e pressão arterial média (PAM). A incidência de perdas do cateter da artéria radial ou de fraturas de fios de aço no esterno foi avaliada. A análise estatística adotou análise de variância de um ou dois caminhos, com post hoc de Newman Kauls ou Scheffé, quando necessário. O valor de significância foi 0,05%. RESULTADOS: a FC aumentou nos dois grupos ao final do exercício (p = 0,00), sem diferença (p = 0,97); SpO2, dispneia e PAM não se alteraram do repouso para o final do exercício (p = 0,49; p = 0,78 e p = 0,25, respectivamente); A fadiga nos membros superiores aumentou em ambos os grupos (p = 0,04); Não houve eventos de perda do cateter de artéria radial ou de fraturas de fios de aço no esterno. CONCLUSÃO: A adoção do cicloergômetro para membros superiores mostrou-se segura no 1ºPO de CC, mesmo nos indivíduos que utilizaram DVAs. Não houve relação entre o uso do cicloergômetro dos membros superiores e a perda de cateteres arteriais ou de fraturas de fios de aço no esterno.

INTRODUCTION: The use of a cycle ergometer for the upper limbs may contribute to maintain the functional capacity in patients after heart surgery (HS). OBJECTIVES: To investigate the cardiorespiratory responses of HS patients receiving or not vasoactive drugs (VADs) during the realizations of cycle ergometer for upper limbs, verifying the incidence of loss of radial arterial catheter or of steel wire fractures in the sternum. MATERIAL AND METHODS: A pilot study involving 26 patients divided in 2 groups. Group CO: no use of VADs (13 patients, age: 57±12 years, 09 male) and VAD group: (13 patients, age: 61±10 years, 07 male), submitted to HS, which on the first postoperative day (1stPO) performed the cycle ergometer for upper limbs. The parameters evaluated during the exercise were heart rate (HR), oxygen saturation (SpO2), dyspnea, fatigue of upper limbs and mean arterial pressure (MAP). The incidence of losses of the radial artery catheter and of steel wire fractures in the sternum was calculated. Statistical analysis adopted one-way or two-way analysis of variance, with post hoc from Newman Kauls or Scheffé, when necessary. The significance level was 0.05%. RESULTS: HR increased in both groups at the end of the exercise (p = 0.00), with no difference (p=0.97); SpO2, dyspnea and MAP did not change from rest to the end of exercise (p=0.49; p=0.78 and p=0.25, respectively); The fatigue in the upper limbs increased in both groups (p=0.04), without difference between groups (p=0.79); There was no event of loss of radial artery catheter or steel wire fractures in the sternum. CONCLUSION: The adoption of the cycle ergometer for upper limbs was safe in sthe 1stPO of HS, even in the individuals using VADs. There was no relationship between the use of the upper limbs cycle ergometer and losses of arterial catheters or steel wire fractures in the sternum.
Descritores: Cirurgia Torácica
-Terapia por Exercício
Revascularização Miocárdica
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  8 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bodanese, Luiz Carlos
Texto completo
Id: biblio-838677
Autor: Saboya, Patrícia Pozas; Bodanese, Luiz Carlos; Zimmermann, Paulo Roberto; Gustavo, Andreia da Silva; Macagnan, Fabricio Edler; Feoli, Ana Pandolfo; Oliveira, Margareth da Silva.
Título: Lifestyle Intervention on Metabolic Syndrome and its Impact on Quality of Life: A Randomized Controlled Trial / Intervenção de Estilo de Vida na Síndrome Metabólica e seu Impacto na Qualidade de Vida: Um Estudo Controlado Randomizado
Fonte: Arq. bras. cardiol;108(1):60-69, Jan. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Lifestyle intervention programs can reduce the prevalence of metabolic syndrome (MetS) and, therefore, reduce the risk for cardiac disease, one of the main public health problems nowadays. Objective: The aim of this study was to compare the effects of three types of approach for lifestyle change programs in the reduction of metabolic parameters, and to identify its impact on the quality of life (QOL) of individuals with MetS. Methods: A randomized controlled trial included 72 individuals with MetS aged 30-59 years. Individuals were randomized into three groups of multidisciplinary intervention [Standard Intervention (SI) - control group; Group Intervention (GI); and Individual Intervention (II)] during 12 weeks. The primary outcome was change in the metabolic parameters, and secondarily, the improvement in QOL measures at three moments: baseline, 3 and 9 months. Results: Group and individual interventions resulted in a significant reduction in body mass index, waist circumference, systolic blood pressure at 3 months and the improvement of QOL, although it was significantly associated with the physical functioning domain. However, these changes did not remain 6 months after the end of intervention. Depression and anxiety were significantly associated with worse QOL, although they showed no effect on the response to intervention. Conclusion: Multidisciplinary intervention, especially in a group, might be an effective and economically feasible strategy in the control of metabolic parameters of MetS and improvement of QOL compared to SI, even in a dose-effect relationship.

Resumo Fundamento: Programas de intervenção em estilo de vida podem reduzir a prevalência de síndrome metabólica (SM) e, portanto, diminuir o risco de doença cardíaca, um dos principais problemas de saúde pública da atualidade. Objetivo: Comparar os efeitos de três tipos de abordagem para programas de mudança no estilo de vida visando à redução dos parâmetros metabólicos, assim como identificar seu impacto na qualidade de vida (QV) de indivíduos com SM. Métodos: Estudo randomizado controlado incluindo 72 indivíduos com SM com idade de 30 a 59 anos, que foram randomizados em três grupos de intervenção multidisciplinar [Intervenção Padrão (IP) - grupo controle; Intervenção em Grupo (IG); e Intervenção Individual (II)] por 12 semanas. O desfecho primário foi a mudança nos parâmetros metabólicos, e o secundário, a melhora nas medidas de QV em três momentos: condição basal, aos 3 e aos 9 meses. Resultados: As intervenções IG e II resultaram em uma significativa redução em índice de massa corporal, circunferência abdominal e pressão arterial sistólica, e em melhoras da QV aos 3 meses, embora significativamente associadas com o domínio 'capacidade funcional'. Tais mudanças, entretanto, não permaneceram 6 meses após o final da intervenção. Depressão e ansiedade associaram-se significativamente com pior QV, embora sem efeito na resposta à intervenção. Conclusão: A intervenção multidisciplinar, em especial em grupo, pode ser uma estratégia efetiva e economicamente possível para controlar os parâmetros metabólicos de SM e melhorar a QV quando comparada à IP, mesmo em uma relação de dose-efeito.
Descritores: Qualidade de Vida
Comportamento de Redução do Risco
Estilo de Vida
-Ansiedade/fisiopatologia
Equipe de Assistência ao Paciente
Fatores de Tempo
Pressão Sanguínea/fisiologia
Antropometria
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Risco
Resultado do Tratamento
Estado Civil
Síndrome Metabólica/psicologia
Síndrome Metabólica/terapia
Depressão/fisiopatologia
Dietoterapia/métodos
Escolaridade
Terapia por Exercício/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 966 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838680
Autor: Okoshi, Marina Politi; Capalbo, Rafael Verardino; Romeiro, Fernando G; Okoshi, Katashi.
Título: Cardiac Cachexia: Perspectives for Prevention and Treatment / Caquexia Cardíaca: Perspectivas para a Prevenção e Tratamento
Fonte: Arq. bras. cardiol;108(1):74-80, Jan. 2017. tab.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . FAPESP.
Resumo: Abstract Cachexia is a prevalent pathological condition associated with chronic heart failure. Its occurrence predicts increased morbidity and mortality independent of important clinical variables such as age, ventricular function, or heart failure functional class. The clinical consequences of cachexia are dependent on both weight loss and systemic inflammation, which accompany cachexia development. Skeletal muscle wasting is an important component of cachexia; it often precedes cachexia development and predicts poor outcome in heart failure. Cachexia clinically affects several organs and systems. It is a multifactorial condition where underlying pathophysiological mechanisms are not completely understood making it difficult to develop specific prevention and treatment therapies. Preventive strategies have largely focused on muscle mass preservation. Different treatment options have been described, mostly in small clinical studies or experimental settings. These include nutritional support, neurohormonal blockade, reducing intestinal bacterial translocation, anemia and iron deficiency treatment, appetite stimulants, immunomodulatory agents, anabolic hormones, and physical exercise regimens. Currently, nonpharmacological therapy such as nutritional support and physical exercise are considered central to cachexia prevention and treatment.

Resumo Caquexia é condição patológica prevalente em pacientes com insuficiência cardíaca (IC) associada. Sua ocorrência constitui marcador de gravidade da doença e está associada a aumento da morbidade e mortalidade independentemente de variáveis clínicas importantes como idade, função ventricular ou classe funcional da IC. As consequências clínicas da caquexia dependem tanto da perda de peso como da inflamação sistêmica que acompanha seu desenvolvimento. Perda da musculatura esquelética é importante componente da caquexia; ela frequentemente precede o desenvolvimento desta condição e está associada a mau prognóstico da IC. A caquexia afeta vários órgãos e sistemas. Sua origem é multifatorial; como os mecanismos fisiopatológicos envolvidos em seu desenvolvimento não estão completamente entendidos, há grande dificuldade no desenvolvimento de terapia específica para a prevenção e tratamento. Estratégias para a prevenção visam, principalmente, a preservação da massa muscular. Diferentes opções de tratamento têm sido descritas, a maioria delas avaliada em estudos experimentais ou pequenos estudos clínicos. Estas incluem suporte nutricional, bloqueio de sistemas neuro-hormonais, redução de translocação bacteriana intestinal, tratamento da anemia e ferrodeficiência, estimulantes de apetite, agentes imunomodulatórios, hormônios anabólicos, e diferentes programas de exercícios físicos. Atualmente, a terapia não farmacológica como o suporte nutricional e exercícios físicos tem sido considerada de grande importância na prevenção e tratamento da caquexia associada à IC.
Descritores: Caquexia/terapia
Insuficiência Cardíaca/terapia
-Caquexia/fisiopatologia
Perda de Peso/fisiologia
Apoio Nutricional
Músculo Esquelético/fisiopatologia
Terapia por Exercício
Insuficiência Cardíaca/fisiopatologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 966 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999180
Autor: Moscoso G, Gustavo D.
Título: Actualización en kinesiología respiratoria en pacientes con fibrosis quística / Update of chest physiotherapy in cystic fibrosis patients
Fonte: Neumol. pediátr. (En línea);12(4):182-186, oct. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Chest physiotherapy is an essential component of cystic fibrosis treatment. Its aim is to delay lung deterioration and preserve physical function, improving quality of life and long-term results. It is possible to proceed early, even when the child is asymptomatic.The therapist must be a competent professional, able to participate in a health care team and to make therapeutic decisions. Currently, the therapist is responsible for optimizing mucociliary clearance, but in, addition, their work has extended to education, aerosol therapy, physical activity recommendations, non-invasive ventilatory support, oxygen therapy.This article provides a general description of the chest therapist proceedings related to the integral management of cystic fibrosis

La kinesioterapia respiratoria es parte del tratamiento integral de la Fibrosis Quística. Con ella, apuntamos a retrasar el deterioro pulmonar y preservar la función física, mejorando la calidad de vida y los resultados a largo plazo. Es posible actuar de manera precoz, incluso cuando el niño es asintomático.Es de importancia que el kinesiólogo que trate a pacientes con Fibrosis Quística sea un profesional competente, con capacidad de formar parte de un equipo de salud y participar activamente en las decisiones terapéuticas requeridas, ya que en la actualidad, el kinesiólogo ha ampliado su labor, ya no solo circunscribiéndose a las técnicas manuales e instrumentales para optimizar el drenaje bronquial. Este articulo entrega una descripción general del actuar del kinesiólogo en el manejo integral del paciente con Fibrosis Quística
Descritores: Modalidades de Fisioterapia
Fibrose Cística/reabilitação
-Terapia Respiratória
Exercícios Respiratórios
Broncodilatadores/administração & dosagem
Drenagem Postural
Respiração com Pressão Positiva
Fibrose Cística/terapia
Fisioterapia/métodos
Terapia por Exercício
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 97 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde