Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.169.063.500.387.875 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 296 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 30 ir para página                         

  1 / 296 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002694
Autor: Jaimes, Diego A. R; Contreras, Dennis; Jimenez, Alejandra M. F; Orcioli-Silva, Diego; Barbieri, Fabio A; Gobbi, Lilian T. B.
Título: Effects of linear and undulating periodization of strength training in the acceleration of skater children
Fonte: Motriz (Online);25(1):e101995, 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Aim: This study aimed to compare the effects of linear periodization (LP) and undulating periodization (UP) of strength training on acceleration in skater children. Methods: Twenty-nine girls (9.67±1.29 years-old, 34.47±8.06kg, 1.39±0.13m) were distributed into two groups: linear periodization group (LPG, n=14) and undulating periodization group (UPG, n=15). Six levels of progressive training were designed based on activities such as multi-jumps, plyometrics, sled towing, and facilitated exercises. The training lasted 16 weeks, with a 1-h session on three non-consecutive days per week. The acceleration was recorded by digital videography following the major trochanter of the femur, at four moments and under two conditions: static (SS) and dynamic start (DS) in a rectilinear path. Statistical significance was set at 5%. Results: ANOVA indicated group*moment interaction in SS and DS for velocity (F3,81=7.883; p<0.001; pη2=0.226; F3,81=2.36; p=0.078; pη2=0.08-trend, respectively) and acceleration (F3,81=3.96; p=0.011; pη2=0.128; F3,81=2.92; p=0.039; pη2=0.098, respectively). Both groups increased velocity in SS and DS (UPG/SS: 1st=4.07, 2nd=9.75, 3rd=8.91, 4th=9.25m/s; LPG/SS: 1st=4.27, 2nd=7.13, 3rd=7.61, 4th=7.99m/s; UPG/DS: 1st=8.30, 2nd=8.73, 3rd=8.12, 4th=9.27m/s; LPG/DS: 1st=8.20, 2nd=8.31, 3rd=7.90, 4th=8.96m/s) and acceleration (UPG/SS: 1st=2.00, 2nd=8.69, 3rd=4.71, 4th=5.02m/s2; LPG/SS: 1st=2.37, 2nd=3.39, 3rd=3.68, 4th=4.12m/s2; UPG/DS: 1st=1.78, 2nd=1.97, 3rd=1.65, 4th=2.46m/s2; LPG/DS: 1st=1.67, 2nd=1.70, 3rd=1.48, 4th=1.93m/s2). Conclusion: Both strength training periodization protocols were effective in developing acceleration and velocity in girl skaters over 16 weeks; however, UP was more efficient than LP for improving acceleration.(AU)
Descritores: Patinação/fisiologia
Força Muscular/fisiologia
Treinamento de Resistência/métodos
-Movimento/fisiologia
Limites: Humanos
Feminino
Criança
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  2 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tufik, Sérgio
Texto completo
Registro de Ensaios Clínicos
Id: biblio-985364
Autor: D'Aurea, Carolina V. R; Poyares, Dalva; Passos, Giselle S; Santana, Marcos G; Youngstedt, Shawn D; Souza, Altay A; Bicudo, Juliana; Tufik, Sergio; de Mello, Marco T.
Título: Effects of resistance exercise training and stretching on chronic insomnia
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;41(1):51-57, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Reg. de E.C: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT01571115
Resumo: Objective: The aim of this study was to assess the effects of resistance exercise and stretching on sleep, mood, and quality of life in chronic insomnia patients. Methods: Three 4-month treatments included: resistance exercise (n=10), stretching (n=10), and control (n=8). Sleep was evaluated with polysomnography, actigraphy, and questionnaires. Mood and quality of life were assessed with the Profile of Mood States (POMS) and the Medical Outcomes Study Short-Form 36-Item Health Survey (SF-36), respectively. Results: There were no significant treatment differences between resistance exercise and stretching. However, compared with the control treatment, resistance exercise and stretching led to significantly greater improvements in Insomnia Severity Index scores (-10.5±2.3, -8.1±2.0 vs. 2.3±1.8, respectively), and actigraphic measures of sleep latency (-7.1±4.6, -5.2±1.9 vs. 2.2±2.1 min), wake after sleep onset (-9.3±2.8, -7.1±3.0 vs. 3.6±4.2 min), and sleep efficiency (4.4±1.8, 5.0±0.8 vs. -2.3±2%). Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI) global scores (-5.3±0.8, -3.9±1.5 vs. -0.1±0.8) and sleep duration (1.2±0.3, 1.6±0.6 vs. -0.1±0.2 h) also improved following both experimental treatments compared with control. PSQI-Sleep efficiency increased after resistance exercise compared with control (19.5±3.9 vs. 2.1±4.3%). No significant differences were observed in polysomnography or quality of life measures. Tension-anxiety was lower in the stretching group than the control group. Conclusion: Moderate-intensity resistance exercise and stretching led to similar improvements in objective and subjective sleep in patients with chronic insomnia. Clinical trial registration: NCT01571115
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Afeto
Terapia por Exercício/métodos
Treinamento de Resistência/métodos
Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/reabilitação
-Índice de Gravidade de Doença
Doença Crônica
Polissonografia
Actigrafia
Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/psicologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012546
Autor: Castro, Antônio Paulo André de; Barbosa, Sergio Ribeiro; Mansur, Henrique Novais; Ezequiel, Danielle Guedes Andrade; Costa, Mônica Barros; Paula, Rogério Baumgratz de.
Título: Intradialytic resistance training: an effective and easy-to-execute strategy / Treinamento resistido intradialítico: uma estratégia eficaz e de fácil execução
Fonte: J. bras. nefrol;41(2):215-223, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.
Resumo: Abstract Chronic kidney disease (CKD) alters the morphology and function of skeletal muscles, thereby decreasing patient physical capacity (PC) and quality of life (QoL). Intradialytic resistance training (IRT) is a pragmatic tool used to attenuate these complications. However, IRT has not been strongly adopted in nephrology care centers. This study aimed to assess the efficacy and safety of a low-cost, easy-to-use IRT protocol. Methods: The study enrolled 43 patients (52.8 ± 13.85 years) on HD for five to 300 months followed from April 2014 to July 2017. The efficacy of IRT was assessed based on PC - derived from muscle strength (MS) and preferred walking speed (PWS) - and QoL. The occurrence of adverse events was used as a measure of safety. The IRT protocol consisted of exercises of moderate to high intensity for the main muscle groups performed three times a week. Results: The mean follow-up time was 9.3 ± 3.24 months, for a total of 4,374 sessions of IRT. Compliance to the protocol was 96.5 ± 2.90%, and patients presented significant improvements in MS (from 27.3 ± 11.58 Kgf to 34.8 ± 10.77 Kgf) and PWS (from 0.99 ± 0.29 m/s to 1.26 ± 0.22 m/s). Physical and emotional components of QoL also increased significantly. Conclusion: IRT led to significant increases in PC and higher scores in all domains of QoL. Important adverse events were not observed during intradialytic resistance training.

Resumo A doença renal crônica (DRC) promove alterações morfofuncionais dos músculos esqueléticos, gerando redução da capacidade físico-funcional (CF) e pior qualidade de vida (QV). O treinamento resistido intradialítico (TRI) é considerado uma ação pragmática para atenuar tais complicações. Contudo, nota-se baixa inserção do TRI nos centros de tratamento em nefrologia. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia e a segurança de uma proposta metodológica de TRI de fácil execução e de baixo custo. Métodos: 43 pacientes (52,8±13,85 anos), com tempo em HD entre cinco e 300 meses, foram acompanhados entre abril de 2014 e julho de 2017. A eficácia do TRI foi mensurada pela CF, avaliada pela força muscular (FM) e pela velocidade de caminhada usual (VCU) e pela QV. Como critério de segurança adotou-se a ocorrência de intercorrências clínicas. O protocolo de TRI consistiu em exercícios de moderada a alta intensidade para os principais grupos musculares, realizados três vezes por semana. Resultados: o tempo médio de acompanhamento foi de 9,3 ± 3,24 meses, totalizando 4.374 sessões de TRI. A aderência ao protocolo foi de 96,5 ± 2,90, e os pacientes apresentaram melhora significativa da FM (de 27,3±11,58 Kgf para 34,8±10,77 Kgf) e da VCU (de 0,99 ± 0,29 m/s para 1,26 ± 0,22 m/s). Quanto à QV, tanto os domínios do componente físico quanto do emocional aumentaram significativamente. Conclusão: o TRI promoveu aumento significativo da CF e melhora de todos os domínios da QV, e não foram observadas intercorrências importantes com a realização dos exercícios intradialíticos.
Descritores: Diálise Renal
Insuficiência Renal Crônica/terapia
Treinamento de Resistência/métodos
-Fatores de Tempo
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Treinamento de Resistência/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1053321
Autor: Souza, Mateus T. Soares; Drummond, Lucas Rios; Salgado, José Vítor Vieira.
Título: Procura pelo treinamento personalizado e fidelização: um estudo com clientes de personal trainer nas academias de Divinópolis-MG / Pursuit for customized training and loyalty: a study with clients of personal trainer in the gyms of Divinópolis-MG
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;27(4):199-206, jul.-set. 2019. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A procura por uma vida saudável tem aumentado no Brasil, consequentemente, o número de adeptos a prática de exercícios físicos cresce significativamente, o que fomenta a profissão de personal trainer, um serviço oferecido na área da educação física. O estudo teve como objetivo identificar quais dimensões motivacionais estimulam esses clientes a buscar por este serviço de personal trainer e o que os levam à fidelização. A ferramenta de análise do estudo foi o inventário IMPRAFE- 54, com perguntas relacionadas à motivação da prática regular de exercício físico, adaptando para a prática regular de exercício físico orientado pelo personal trainer. A amostra foi composta por 30 indivíduos de ambos os sexos, com 33 anos ±15,02, praticantes de exercício físico regularmente, por pelo ao menos duas vezes por semana e com orientação de um personal trainer, por um período superior a seis meses nas academias da cidade de Divinópolis-MG. Os resultados foram analisados através do software estatístico SPSS 20.0 for Windows Release. O tempo de prática de exercício físico anterior à realização do acompanhamento dos treinamentos personalizado foi de 6,3 ± 5,8 anos entre os entrevistados, já o tempo médio de prática orientado por um personal trainer foi de 2,7 ± 2,3 anos e com uma frequência semanal de treinamentos de 3,7 ± 1,1. Os resultados mostraram que Saúde é um fator determinante tanto para prática de exercício físico, quanto para buscar o treinamento com o personal trainer, fatores como prazer e beleza também se mostram relevantes para realizar exercício físico orientado, no entanto, o que mais demonstrou motivar a fidelização dos clientes foi a atenção dada pelo personal trainer...(AU)

The demand for a healthy life has been increased in Brazil; therefore, the number of people who practice physical activity has also increased significantly at the gym, because of this increase the profession of personal trainer became a new service offered in the area of physical education. The aim of this study is discovery which motivational dimension makes clients to pursuit a custom training and what makes this people to loyalty this kind of service. The research was developed using the method IMPRAFE - 54 with questions related to the motivation of regular physical exercises practices, adjusted for the regular physical exercise's practices orientated by a personal trainer. The sample was composed of thirty people of both genders between eighteen and ninety-one years old, who practice exercises for six months or more at least twice a week followed by a professional in the city of Divinópolis - MG. The results analyze was done in the statistic software package SPSS 20.0 for Windows Release. The time of physical practice before the custom training was 6,3 ± 5,8 years among the interviewed, in addiction the medium time of training conducted by a personal trainer was 2,7 ± 2,3 years with weekly frequency of 3,7 ± 1,1 per week. The results have shown that health is the main factor for the practice of exercise, consequently for the choice of a Personal Trainer, factors as pleasure and beauty are also relevant motivation issues to practice orientated physical exercises. Then, the main point to retain clients is the attention given by the professional...(AU)
Descritores: Educação Física e Treinamento
Qualidade de Vida
Exercício Físico
Academias de Ginástica
Treinamento de Resistência
Estilo de Vida Saudável
Motivação
-Atenção
Perda de Peso
Saúde
Saúde Mental
Equilíbrio Postural
Estética
Exercícios de Alongamento Muscular
Categorias de Trabalhadores
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Entrevista
Estudo de Avaliação
Conjunto de Dados
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  5 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1012651
Autor: Alemán Ramírez, Carolina.
Título: Revisión bibliográfica: Efectos del ejercicio en la presión intraocular / Literature Review: Effects of Exercise on Intraocular Pressure / Revisão da literatura: efeitos do exercício na pressão intra-ocular
Fonte: MHSalud;16(2):1-16, jul.-dic. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción: La relación entre la presión intraocular (PIO) y el ejercicio agudo se ha venido estudiando en los últimos años. Se ha encontrado que el ejercicio agudo tiene un efecto positivo en la PIO; sin embargo, el ejercicio aeróbico y el ejercicio contra resistencia presentan resultados diferentes. En cuanto al ejercicio aeróbico agudo, brinda un efecto positivo en la PIO, ya que esta disminuye. Mientras que el ejercicio contra resistencia presenta una variabilidad en los resultados obtenidos de acuerdo con las investigaciones consultadas. Propósito: Mostrar los resultados obtenidos de las investigaciones relacionadas con el ejercicio aeróbico y el ejercicio contra resistencia de forma aguda en la presión intraocular, para así poder brindar recomendaciones a poblaciones sanas y con glaucoma. Método: Revisión de bibliografía, búsqueda de artículos científicos en las siguientes bases de datos: SportDiscus con texto completo, psycINFO, Psychology and Behavioral Sciences Collection, Rehabilitation & Sports Medicine Source, Google Académico, Research Gate, PubMed. Resultados: El ejercicio aeróbico agudo pareciera tener un efecto significativo sobre la presión intraocular, pues la disminuye. Este resultado se presenta en personas sedentarias y con glaucoma. Para personas físicamente activas o atletas, para lograr reducir la PIO es necesario realizar ejercicio a intensidades más altas, comparado con personas sedentarias. Con respecto a la duración de ejercicio aeróbico agudo, parece que con solo cinco minutos se produce una disminución sobre la PIO. Al finalizar el ejercicio, el efecto agudo del ejercicio aeróbico se mantiene por un corto tiempo sobre la PIO. Son necesarias más investigaciones de efecto crónico. Igualmente, se necesitan más estudios que involucren variables como sexo y edad dentro de los análisis y no como estadística descriptiva, para así conocer el efecto del ejercicio sobre estas mismas. Con respecto a los ejercicios de contra resistencia, la parte superior del cuerpo aumenta más la PIO, al compararlos con ejercicios de laparte inferior. Los ejercicios de contra resistencia de alta intensidad aumentan la PIO. Conclusiones: Los resultados demuestran que las personas con condición visual normal y con glaucoma pueden realizar ejercicio aeróbico y logran un efecto positivo en su salud visual. Por otro lado, debido a la falta de investigación en ejercicio de contra resistencia, se recomienda que se realicen estudios con intensidades bajas, según los datos obtenidos en esta revisión. Con respecto a la calidad de los estudios encontrados podrían mejorarse los diseños en las investigaciones: la mayoría no contó con grupos controles,tampoco especificaron la intensidad del ejercicio e incluso les faltó incluir aspectos descriptivos necesarios para poder contar con información más clara.

Abstract Introduction: The relationship between intraocular pressure (IOP) and acute exercise has been studied in recent years. It has been found that acute exercise has a positive effect on IOP; however, aerobic exercise and strength exercise present different results.As for acute aerobic exercise, it can be mentioned that it provides a positive effect on the intraocular pressure since it decreases, while the strength exercise gives variability in the results obtained according to the research studies consulted. Purpose: Show the results obtained from the investigation related to the aerobic exercise and strength exercise and intraocular pressure in order to provide recommendations to healthy populations with glaucoma. Methods: The literature review searched for articles in the following databases: SportDiscus with complete text, PsycINFO, Psychology and Behavioral Sciences Collection, Rehabilitation & Sports Medicine Source, Google academics, Research Gate, PubMed. Results: Acute aerobic exercise seems to have a significant effect on intraocular pressure: it decreases it.This result occurs in sedentary people with glaucoma. For physically active people or athletes, in order to reduce IOP, it is necessary to exercise at higher intensities compared to sedentary people.Regarding the length of acute aerobic exercise, it seems that, with only 5 minutes, there is a decrease in IOP. At the end of the exercise, the acute effect of aerobic exercise seems to be maintained for a short time in the IOP; more research on the chronic effect is necessary. Also, more research is needed and should involve variables, such as sex and age, within the study analyses and not as descriptive statistics, in order to know the effect of exercise on them.Regarding the strength exercises, the IOPincreasesin the upper part of the body when compared with exercises in the lower part. High-intensity strength exercises increase the IOP. Conclusions: The results show that people with normal visual condition and glaucoma can perform aerobic exercise, achieving a positive effect on their visual health. On the other hand, there is a lack of research in strength exercise; it is recommended that these studies be conductedat low intensities, according to the data obtained in this review.Regarding the quality of the studies found, the designs could be improved in the investigations.Most of these studies did not have control groups, nor did they specify the intensity; besides, they missed including descriptive aspects needed to be able to have more accurate information.

Resumo Introdução A relação entre a pressão intraocular (PIO) e o exercício agudo foi estudada nos últimos anos. Descobrindo que o exercício agudo tem um efeito positivo na PIO, no entanto, o exercício aeróbico e o exercício de resistência têm resultados diferentes. No que diz respeito ao exercício aeróbico agudo, pode mencionar-se que tem um efeito positivo na PIO, uma vez que esta diminui. Enquanto o exercício de resistência dá uma variabilidade nos resultados obtidos de acordo com as pesquisas consultadas. Objetivo: Mostrar os resultados obtidos em pesquisas relacionadas ao exercício aeróbio e ao exercício de resistência aguda na pressão intraocular, a fim de fornecer recomendações para populações saudáveis e com glaucoma. Métodos: revisão de literatura, busca de artigos científicos nas seguintes bases de dados: SportDiscus com texto completo, psycINFO, Psychology and Behavioral Sciences Collection, Rehabilitation & Sports Medicine Source, Google Academic, Research Gate, PubMed. Resultados: O exercício aeróbio agudo parece ter um efeito significativo em diminuir a pressão intraocular, este resultado ocorre em pessoas sedentárias com glaucoma. Para pessoas fisicamente ativas ou atletas parece que, para reduzir a PIO é necessário se exercitar em maiores intensidades, em comparação com pessoas sedentárias. Com relação à duração do exercício aeróbico agudo, parece que, com apenas cinco minutos, há uma diminuição da PIO. No final do exercício, o efeito agudo do exercício aeróbico parece ser mantido por um curto período de tempo na PIO, sendo necessária mais pesquisa de efeitos crônicos. Da mesma forma, são necessárias mais pesquisas envolvendo variáveis como sexo e idade dentro da análise do estudo e não como estatística descritiva, com o fim de conhecer o efeito do exercício sobre essas variáveis. Com relação aos exercícios de resistência, a parte superior do corpo aumenta mais a PIO comparada aos exercícios da parte inferior do corpo. Exercícios de resistência de alta intensidade aumentam a PIO. Conclusões: Os resultados mostram que pessoas com visão normal e glaucoma podem realizar exercícios aeróbicos, obtendo um efeito positivo na sua saúde visual. Por outro lado, há uma falta de pesquisas sobre o exercício de resistência, sendo recomendável que esses estudos sejam realizados com baixas intensidades, de acordo com os dados obtidos nesta revisão. Com relação à qualidade dos estudos encontrados, os desenhos de pesquisa puderam ser melhorados, a maioria não possuía grupos controle, nem especificavam a intensidade do exercício, e ainda faltavam os aspectos descritivos necessários para poder ter informações mais claras.
Descritores: Exercício Físico
Glaucoma
Saúde Ocular
Treinamento de Resistência
Pressão Intraocular
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  6 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1078325
Autor: Santos, Marcelo de Melo dos; Mazi, Priscilla.
Título: Comparação entre treinamento do método Mat Pilates e de exercícios resistidos em cardiopatas treinados do Programa de Reabilitação Cardiovascular do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia / Comparação entre treinamento do método Mat Pilates e de exercícios resistidos em cardiopatas treinados do Programa de Reabilitação Cardiovascular do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.
Fonte: São Paulo; IDPC; 2011. 56 p.
Idioma: pt.
Resumo: O objeivo deste trabalho foi analisar o efeito na força da musculatura inspiratória e expiratória, na postura, no equilíbrio e na flexibilidade, em pacientes cardiopatas treinados participantes regulares do Programa de Reabilitação Cardiovascular (PRCV) do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC), através da comparação de dois métodos de aula: exercício aeróbico e Mat Pilates (MP) (A) versus execício aeróbico e exercício resistido (ER) (B)...
Descritores: Cardiopatias
Reabilitação
Treinamento de Resistência
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
Br79.1


  7 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-910664
Autor: Pinto, Sayonara Carla dos Santos; Gomes, Ivan Marcelo; Almeida, Felipe Quintão de.
Título: Ao ar livre: um estudo na academia popular de Santo Antônio em Vitória-ES / In the open air: a study at Santo Antonio's popular gym in Vitória-ES
Fonte: Licere (Online);21(2):i:281-f:300, junho2018.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo tem como objetivo principal compreender os elementos que caracterizam o processo de promoção da saúde no espaço público da Academia Popular de Santo Antônio em Vitória-ES, evidenciando a questão da sociabilidade nesta Academia Popular. A investigação se caracterizou como uma pesquisa de natureza etnográfica, e foram realizadas 53 visitas à Academia e 10 entrevistas. O processo de inserção na Academia Popular ocorreu no período entre outubro de 2013 a janeiro de 2015. A sociabilidade, elemento que requer atenção na dinâmica da Academia, nos mostra que a musculação pode funcionar como ponte entre as relações dos diversos sujeitos no processo de promoção de saúde nesse projeto.

This study has as its main goal to comprehend the elements that characterize the process of health promotion in the public space of Santo Antonio's Popular Gym in Vitória-ES, highlighting the matter of sociability at this Popular Gym. The investigation was characterized as a research of ethnographic nature, in which 53 visits to the gym and 10 interviews were done. The process of insertion at the Popular Gym occurred from October of 2013 to January of 2015. Sociability, an element that demands attention at the Gym's dynamic, shows us that weight training may act as a bridge between the various subjects' relationships in the process of health promotion in this project.
Descritores: Socialização
Exercício Físico
Área Urbana
Academias de Ginástica
Prevenção de Doenças
Treinamento de Resistência
Promoção da Saúde
Atividades de Lazer
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  8 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barbieri, Marcia
Texto completo
Id: biblio-1043025
Autor: Cavalcanti, Ana Carolina Varandas; Henrique, Angelita José; Brasil, Camila Moreira; Gabrielloni, Maria Cristina; Barbieri, Márcia.
Título: Terapias complementares no trabalho de parto: ensaio clínico randomizado / Terapias complementarias en el trabajo de parto: ensayo clínico randomizado / Complementary therapies in labor: randomized clinical trial
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40:e20190026, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO: Avaliar o efeito do banho quente de chuveiro e exercício perineal com bola suíça isolados e de forma combinada, sobre a percepção da dor, ansiedade e progressão do trabalho de parto. MÉTODO: Ensaio clínico randomizado e controlado com 128 parturientes alocadas em três grupos de terapias, banho, bola, isolados e combinados. A percepção da dor e ansiedade foi avaliada antes e trinta minutos após a intervenção terapêutica por meio de escala visual analógica (EVA). RESULTADOS: Houve aumento no escore de dor e redução da ansiedade em todos os grupos, sobretudo quando utilizaram banho de chuveiro. A dilatação cervical, aumentou em todos os grupos de intervenção (p<,001) bem como o número de contrações uterinas, principalmente quem utilizou banho e bola associados como também mostrou menor duração do tempo de trabalho de parto. CONCLUSÃO: As terapias estudadas contribuem para adaptação e bem-estar materno e favorecem a evolução do trabalho de parto.

Resumen OBJETIVO: Evaluar el efecto de la ducha caliente y del ejercicio perineal con pelota suiza, separadamente y de forma combinada, sobre la percepción del dolor, la ansiedad y la progresión del trabajo de parto. MÉTODO: Ensayo clínico aleatorizado y controlado junto a 128 parturientes asignadas en tres grupos de terapias, ducha caliente, pelota suiza separadamente y de forma combinada. La percepción de dolor y de ansiedad se evaluó antes y treinta minutos después de la intervención terapéutica por medio de escala visual analógica. RESULTADOS: Hubo un incremento en la puntuación de dolor y una reducción de la ansiedad en todos los grupos, sobre todo cuando se utilizó la ducha. La dilatación cervical aumentó en todos los grupos de intervención (p<,001) así como el número de contracciones uterinas, principalmente en el grupo que utilizó las dos terapias combinadas, ducha caliente con pelota suiza. Asimismo se constató menor duración del tiempo de trabajo de parto. CONCLUSIÓN: Las terapias estudiadas contribuyen a la adaptación y el bienestar materno y favorecen la evolución del trabajo de parto.

Abstract OBJECTIVE: To evaluate the effect of isolated and combined warm shower bath and perineal exercise with Swiss ball, on perception of pain, anxiety and labor progression. METHOD: Randomized, controlled clinical trial with 128 patients allocated into three groups of therapies: isolated and combined bath and ball. Pain and anxiety perception was evaluated before and thirty minutes after therapeutic intervention through visual analogic scales (VAS). RESULTS: Pain perception score increased, and anxiety decreased in all groups, mainly when using a shower bath. The cervical dilation increased in all groups (p<.001), as well as the number of uterine contractions increased, mainly in the group that used combined bath and ball and also showed shorter labor time. CONCLUSION: The studied therapies contribute to maternal adaptation and well-being and favor labor's evolution.
Descritores: Banhos
Terapias Complementares/métodos
Trabalho de Parto/fisiologia
Treinamento de Resistência/métodos
-Ansiedade/diagnóstico
Ansiedade/terapia
Períneo
Contração Uterina/fisiologia
Primeira Fase do Trabalho de Parto/fisiologia
Terapia Combinada/instrumentação
Terapia Combinada/métodos
Dor do Parto/diagnóstico
Dor do Parto/terapia
Treinamento de Resistência/instrumentação
Temperatura Alta
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 296 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051126
Autor: Pereira, Eduardo Henrique Germano; Massahud, Anderson Ranieri; Ribeiro, João Marcelo de Sousa; Silva, Giuliano Roberto da.
Título: A influência das repetições parciais, após a falha concêntrica momentânea, no aumento de força e resistência muscular em indivíduos fisicamente ativos / The influence of partial range of motion repetitions, following momentary concentric failure, on increased strength and muscular resistance in physically active individuals
Fonte: Rev. Salusvita (Online);38(2):345-359, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: é crescente a utilização dos vários métodos no treinamento resistido. Um dos métodos que vem despertando interesse científico é o método das repetições parciais. Neste tipo de treinamento, após atingir a falha voluntária concêntrica, os indivíduos realizam repetições com menor amplitude articular. Objetivo: avaliar a influência do presente método no aumento de força e resistência muscular localizada. Métodos: estudo clínico randomizado controlado de cegamento duplo, de finalidade comparativa sobre aspectos quantitativos baseados nos resultados de dois testes. A amostra foi composta por 20 indivíduos fisicamente ativos, sorteados em 2 grupos, (A e B) contendo 10 indivíduos cada, que foram submetidos a 4 semanas de treinamento resistido. O grupo B utilizou o método de repetições parciais, enquanto o grupo A utilizou os movimentos com amplitude total cessadas após a falha concêntrica. Os dados foram coletados através de 2 testes, o teste de resistência muscular localizada para membros superiores (flexão de braço) e arremesso de Medicine Ball antes e após as 4 semanas de treinamento, sendo analisados estatisticamente pelo teste T de Student após esse período. Resultados: houve diferença significativa para arremesso de Medicine Ball, porém não houve melhora em resistência muscular. Conclusão: o método de repetições parciais promoveu melhora no arremesso de Medicine Ball, podendo ser associado à força, mas não em resistência muscular para membros superiores.

Introduction: the use of various methods in weathered training is increasing. One of the methods that has aroused scientific interest is the method of partial repetitions. In this type of training, after reaching concentric voluntary failure, individuals perform repetitions with less joint amplitude. Objective: to evaluate the influence of the present method on the increase of strength and localized muscular resistance. Methods: randomized controlled double blind, comparative study on quantitative aspects based on the results of two tests. The sample consisted of 20 physically active individuals, drawn in 2 groups, (A and B) containing 10 individuals each, who were submitted to 4 weeks of resistance training. Group B used the partial repeats method, while group A used the fullamplitude movements after the concentric failure. The data were collected through 2 tests, the test of muscular resistance located for upper limbs (arm flexion) and throwing of Medicine Ballantes and after the 4 weeks of training, being analyzed statistically by Student's T test after this period. Results: there was a significant difference for throwing Medicine Ball, but there was no improvement in muscular endurance. Conclusion: the partial repetition method promoted improvement in the throwing of Medicine Ball, being able to be associated with strength, but not in muscle resistance for upper limbs.
Descritores: Resistência Física
-Treinamento de Resistência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  10 / 296 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-792717
Autor: Sperling, Milena P. R; Simões, Rodrigo P; Caruso, Flávia C. R; Mendes, Renata G; Arena, Ross; Borghi-Silva, Audrey.
Título: Is heart rate variability a feasible method to determine anaerobic threshold in progressive resistance exercise in coronary artery disease?
Fonte: Braz. j. phys. ther. (Impr.) = Rev. bras. fisioter;20(4):289-297, July-Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CAPES; . FAPESP.
Resumo: ABSTRACT Background Recent studies have shown that the magnitude of the metabolic and autonomic responses during progressive resistance exercise (PRE) is associated with the determination of the anaerobic threshold (AT). AT is an important parameter to determine intensity in dynamic exercise. Objectives To investigate the metabolic and cardiac autonomic responses during dynamic resistance exercise in patients with Coronary Artery Disease (CAD). Method Twenty men (age = 63±7 years) with CAD [Left Ventricular Ejection Fraction (LVEF) = 60±10%] underwent a PRE protocol on a leg press until maximal exertion. The protocol began at 10% of One Repetition Maximum Test (1-RM), with subsequent increases of 10% until maximal exhaustion. Heart Rate Variability (HRV) indices from Poincaré plots (SD1, SD2, SD1/SD2) and time domain (rMSSD and RMSM), and blood lactate were determined at rest and during PRE. Results Significant alterations in HRV and blood lactate were observed starting at 30% of 1-RM (p<0.05). Bland-Altman plots revealed a consistent agreement between blood lactate threshold (LT) and rMSSD threshold (rMSSDT) and between LT and SD1 threshold (SD1T). Relative values of 1-RM in all LT, rMSSDT and SD1T did not differ (29%±5 vs 28%±5 vs 29%±5 Kg, respectively). Conclusion HRV during PRE could be a feasible noninvasive method of determining AT in CAD patients to plan intensities during cardiac rehabilitation.
Descritores: Doença da Artéria Coronariana/fisiopatologia
Limiar Anaeróbio
Exercício Físico/fisiologia
Ácido Láctico/química
Treinamento de Resistência/métodos
Frequência Cardíaca/fisiologia
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 30 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde