Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.169.063.500.891 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barbosa, Egberto Reis
Texto completo
Id: biblio-828639
Autor: Dias, Alice Estevo; Limongi, João Carlos Papaterra; Hsing, Wu Tu; Barbosa, Egberto Reis.
Título: Telerehabilitation in Parkinson's disease: Influence of cognitive status / Telerehabilitação na doença de Parkinson: influência do estado cognitivo
Fonte: Dement. neuropsychol;10(4):327-332, Oct.-Dec. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: The need for efficacy in voice rehabilitation in patients with Parkinson's disease is well established. Given difficulties traveling from home to treatment centers, the use of telerehabilitation may represent an invaluable tool for many patients. Objective: To analyze the influence of cognitive performance on acceptance of telerehabilitation. Methods: Fifty patients at stages 2-4 on the Hoehn-Yahr scale, aged 45-87 years old, with cognitive scores of19-30 on the Mini-Mental State Examination, and 4-17 years of education were enrolled. All patients were submitted to evaluation of voice intensity pre and post in-person treatment with the Lee Silverman Voice Treatment (LSVT) and were asked to fill out a questionnaire regarding their preferences between two options of treatment and evaluating basic technological competence. Results: Comparisons between pre and post-treatment values showed a mean increase of 14dBSPL in vocal intensity. When asked about potential acceptance to participate in future telerehabilitation, 38 subjects agreed to take part and 12 did not. For these two groups, 26% and 17% self-reported technological competence, respectively. Agreement to engage in remote therapy was positively associated with years of education and cognitive status. Conclusion: Responses to the questionnaire submitted after completion of traditional in-person LSVT showed that the majority of patients (76%) were willing to participate in future telerehabilitation. Age, gender, disease stage and self-reported basic technological skills appeared to have no influence on the decision, whereas other factors such as cognitive status and higher school education were positively associated with acceptance of the new therapy approach.

RESUMO Embasamento: A eficácia na reabilitação da voz em pacientes com doença de Parkinson está bem estabelecida. Tendo em vista as dificuldades de lidar com a locomoção de casa para centros de tratamento, o uso da telerreabilitação pode representar uma ferramenta inestimável para muitos pacientes. Objetivo: Analisar a influência do desempenho cognitivo na aceitação da telerreabilitação. Métodos: Participaram cinquenta pacientes em estágios 2-4 de acordo com a escala de Hoehn-Yahr, com idade entre 45 e 87 anos, escores cognitivos de 19 a 30 no Mini-Exame do Estado Mental e escolaridade entre 4-17 anos. Todos foram submetidos à avaliação da intensidade da voz antes e depois do tratamento pelo Lee Silverman Voice Treatment (LSVT) e foram convidados a responder um questionário sobre suas preferências entre duas opções de tratamento. Resultados: O tratamento resultou em aumento médio de 14dBNPS. Quando questionados sobre a possibilidade de aceitação para participar de um futuro programa de telerreabilitação, 38 indivíduos concordaram e 12 não. Em relação a estes dois grupos, a competência tecnológica foi referida em 26% e 17%, respectivamente. A aceitação à telerreabilitação foi positivamente relacionada com anos de estudo e estado cognitivo. Conclusão: As respostas ao Questionário após a conclusão do LSVT tradicional mostraram que a maioria dos pacientes (76%) concordaria em participar de uma futura telerreabilitação. Idade, sexo, estágio da doença ou competência tecnológica não pareceu influenciar na adesão à telerreabilitação enquanto que outros fatores, como estado cognitivo e anos de escolaridade foram positivamente relacionados com a aceitação da nova forma de terapia.
Descritores: Doença de Parkinson
Cognição
Telerreabilitação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-954107
Autor: Cristo, Danieli de; Nascimento, Natan Pinto do; Dias, Alexandre Simões; Sachetti, Amanda.
Título: Telerehabilitation for Cardiac Patients: Systematic Review / Telerreabilitação em Pacientes Cardiopatas: Revisão Sistemática
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);31(4):443-450, jul.-ago. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Cardiovascular rehabilitation is one nonpharmacological intervention used to treat cardiovascular diseases. Despite the proven benefits of cardiovascular rehabilitation, the adherence of patients with heart disease is low. Thus, the alternative of telerehabilitation has gained importance, and many studies are being carried out to verify its efficacy. To review the literature and assess the efficacy of telerehabilitation for the cardiac population. This is a systematic review of the literature. The search was conducted in the electronic databases MEDLINE/PubMed (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online), PubMed Central® (PMC), Cochrane Library, and Physiotherapy Evidence Database (PEDro), using the combination of descriptors, including terms of the Medical Subject Headings (MeSH) and its entry terms. The MeSH terms used in combination were: "telerehabilitation" AND "cardiac rehabilitation" (Table 1). Then, a manual search by use of the articles selected, as well as a search in the gray literature, was conducted. The search strategy collected 154 studies, of which 109 were excluded because of duplication in the databases and 29 for not being clinical studies. Sixteen clinical studies were included for full analysis, of which 2 were excluded for being prospective, 2 for being duplicate and 5 for not including any outcome. Thus, 7 studies were included. Cardiac rehabilitation using telerehabilitation is a feasible and safe alternative to conventional rehabilitation, and has high adherence of patients with heart disease. It can be added to conventional cardiovascular rehabilitation programs or used in isolation

Dentre as intervenções não farmacológicas utilizadas no tratamento das doenças cardiovasculares encontra-se a reabilitação cardiovascular. Apesar dos benefícios comprovados da reabilitação cardiovascular, verifica-se um baixo índice de adesão dos pacientes cardiopatas; para tanto, uma alternativa vem sendo realizada, a telerreabilitação tem ganhado espaço e muitos estudos estão sendo realizados para verificar sua eficácia. Revisar a literatura e verificar a eficácia da telerreabilitação na população cardíaca. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura, com busca realizada nas fontes de dados eletrônicas MEDLINE/PubMed (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online), PubMed Central® (PMC), Cochrane Library, Physiotherapy Evidence Database (PEDro), utilizando a combinação de descritores, incluindo termos do Medical Subject Headings (MeSH) e seus entry terms. Os termos MeSH utilizados em conjunto foram: "telerehabilitation" AND "cardiac rehabilitation". Posteriormente, foi realizada busca manual por meio de artigos selecionados, e busca na literatura cinza. A estratégia de busca reuniu 154 estudos, dos quais 109 foram excluídos por estarem duplicados nas bases de dados e 29 por não serem estudos clínicos. Foram incluídos 16 estudos clínicos para análise na íntegra, dos quais 2 foram excluídos por serem prospectivos, 2 por duplicidade de amostras e 5 por não contemplarem desfecho. Ao final, foram incluídos 7 estudos. A reabilitação cardíaca utilizando telerreabilitação é uma alternativa viável e segura, apresenta alta adesão dos pacientes cardiopatas e pode ser utilizada em adição aos programas de reabilitação cardiovascular convencionais ou ainda de maneira isolada
Descritores: Telerreabilitação/métodos
Cardiomiopatias
-Brasil
Literatura de Revisão como Assunto
Doenças Cardiovasculares
Análise Quantitativa/métodos
Coleta de Dados
Fisioterapia
Reabilitação Cardíaca
Insuficiência Cardíaca
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-910669
Autor: Cristo, Danieli de; Nascimento, Natan Pinto do; Dias, Alexandre Simões; Sachetti, Amanda.
Título: Telerreabilitação em pacientes cardiopatas: revisão sistemáti / Telerehabilitation for cardiac patients: systematic review
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);31(4), jul.-ago. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Dentre as intervenções não farmacológicas utilizadas no tratamento das doenças cardiovasculares encontra-se a reabilitação cardiovascular. Apesar dos benefícios comprovados da reabilitação cardiovascular, verifica-se um baixo índice de adesão dos pacientes cardiopatas; para tanto, uma alternativa vem sendo realizada, a telerreabilitação tem ganhado espaço e muitos estudos estão sendo realizados para verificar sua eficácia. Revisar a literatura e verificar a eficácia da telerreabilitação na população cardíaca. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura, com busca realizada nas fontes de dados eletrônicas MEDLINE/PubMed (Medical Literature Analysis and Retrieval System online), PubMed Central(PMC), Cochrane Library, Physiotherapy Evidence Database (PEDro), utilizando a combinação de descritores, incluindo termos do Medical Subject Headings (MeSH) e seus entry terms. Os termos MeSH utilizados em conjunto foram: "telerehabilitation" AND "cardiac rehabilitation". Posteriormente, foi realizada busca manual por meio de artigos selecionados, e busca na literatura cinza. A estratégia de busca reuniu 154 estudos, dos quais 109 foram excluídos por estarem duplicados nas bases de dados e 29 por não serem estudos clínicos. Foram incluídos 16 estudos clínicos para análise na íntegra, dos quais 2 foram excluídos por serem prospectivos, 2 por duplicidade de amostras e 5 por não contemplarem desfecho. Ao final, foram incluídos 7 estudos.A reabilitação cardíaca utilizando telerreabilitação é uma alternativa viável e segura, apresenta alta adesão dos pacientes cardiopatas e pode ser utilizada em adição aos programas de reabilitação cardiovascular convencionais ou ainda de maneira isolada
Descritores: Cardiomiopatias
Telerreabilitação/métodos
-Brasil
Reabilitação Cardíaca
Doenças Cardiovasculares
Coleta de Dados
Insuficiência Cardíaca
Fisioterapia
Análise Qualitativa/métodos
Revisão
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-721515
Autor: Kairy, Dahlia; Lehoux, Pascale; Vincent, Claude.
Título: Exploring routine use of telemedicine through a case study in rehabilitation / Exploración del uso habitual de la telemedicina mediante un estudio de casos en el ámbito de la rehabilitación
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;35(5/6):337-344, may.-jun. 2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: This study examines how telerehabilitation becomes part of existing and new clinical routines and identifies factors that enable or constrain its routine use. METHODS: An in-depth case study of a telemedicine program in rehabilitation implemented between an urban specialized rehabilitation center and a rural regional rehabilitation center was conducted. Using a conceptual framework based on Giddens' theory of structuration, a qualitative analysis was carried out using four data sources: focus groups and phone interviews (with health professionals, managers, and patients and their family members); telerehabilitation video recordings; and project documents (e.g., proposals, requests for funding, summaries, agendas of meetings, operating procedures, patient handouts, and tools for clinicians). RESULTS: In two rehabilitation programs for 1) patients who sustained a traumatic brain injury and 2) those who sustained a spinal cord injury, telerehabilitation was successfully incorporated into routine clinical practices for activities such as interdisciplinary care plans. However, for specialized clinical consultations or long-term patient follow-up, telerehabilitation was not successfully incorporated. Factors that facilitated or prevented the integration of telerehabilitation in routine practices stemmed from both the structure (norms, rules, resources, and values) and the agent (e.g., users of telerehabilitation, including clinicians, managers, and patients and their families) and include 1) shared beliefs and assumptions held by patient care team members regarding the nature of the clinical activities, and the perceptions of patients and their family members; 2) clinical and organizational leadership; 3) extent and type of telerehabilitation use; 4) available resources; and 5) collaborations already in place or needing to be developed. CONCLUSIONS: This study provides empirical evidence of how telerehabilitation activities may become integrated into routine day-to-day clinical activities.

OBJETIVO: En este estudio se analiza cómo la telerrehabilitación se convierte en parte de las rutinas clínicas nuevas y las ya existentes, y se determinan los factores que facilitan o limitan su uso habitual. MÉTODOS: Se llevó a cabo un estudio exhaustivo de casos de un programa de telemedicina en el ámbito de la rehabilitación puesto en marcha entre un centro urbano especializado en rehabilitación y un centro regional de rehabilitación en una zona rural. Mediante el empleo de un marco conceptual basado en la teoría de la estructuración de Giddens, se realizó un análisis cualitativo a partir de cuatro fuentes de datos: grupos de discusión y entrevistas por teléfono (dirigidas a profesionales de la salud, gerentes, y pacientes y sus familiares); grabaciones de video de sesiones de telerrehabilitación; y documentos del proyecto (por ejemplo, propuestas, solicitudes de financiamiento, resúmenes, programas de reuniones, procedimientos operativos, folletos dirigidos a los pacientes y herramientas destinadas a los médicos). RESULTADOS: En dos programas de rehabilitación dirigidos a pacientes que habían sufrido un traumatismo cerebral y a pacientes con una lesión de la médula espinal, la telerrehabilitación fue incorporada exitosamente a las prácticas clínicas corrientes de actividades como los planes de atención interdisciplinaria. Sin embargo, cuando se trataba de consultas clínicas especializadas o seguimiento de pacientes a largo plazo, la incorporación de la telerrehabilitación no resultó exitosa. Los factores que facilitaron o impidieron la integración de la telerrehabilitación en las prácticas corrientes provinieron tanto de la estructura (normas, reglas, recursos y valores) como de los agentes (es decir, los usuarios de la telerrehabilitación, incluidos los médicos, los gerentes, y los pacientes y sus familias) e incluyeron: 1) las creencias y suposiciones compartidas por los miembros del equipo asistencial del paciente con respecto a la naturaleza de las actividades clínicas, y las percepciones de los pacientes y sus familiares; 2) el liderazgo clínico y organizativo; 3) el grado y tipo de uso de la telerrehabilitación; 4) los recursos disponibles; y 5) las colaboraciones ya implantadas o que aún debían lograrse. CONCLUSIONES: Este estudio aporta evidencia empírica de cómo las actividades de telerrehabilitación pueden integrarse en las actividades clínicas habituales.
Descritores: Telerreabilitação
-Telemedicina
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde