Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.169.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 565 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 57 ir para página                         

  1 / 565 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barbosa, Dulce Aparecida
Texto completo
Id: biblio-1050630
Autor: Alves, Renata Camargo; Lima, Luciane Soares de; Barbosa, Dulce Aparecida; Lima, Silvana Andrea Molina; Bettencourt, Ana Rita de Cássia.
Título: Impacto de uma intervenção educacional de enfermagem em pacientes portadores de DPOC / Impact of an educational nursing intervention in patients with COPD / Impacto de una intervención educativa de enfermería en pacientes con EPOC
Fonte: Rev. enferm. UERJ;27:e30338, jan.-dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: avaliar os efeitos imediatos da orientação do plano de alta hospitalar aos pacientes com DPOC. Método: estudo prospectivo, comparativo, realizado num hospital privado de São Paulo, com pacientes com DPOC. Na primeira etapa foi aplicado questionário "Plano educacional para pacientes com DPOC" para avaliar conhecimento do paciente sobre sua doença. Na segunda etapa foi realizada intervenção educacional e na terceira, reaplicação do questionário. A comparação do resultado do pré e pós-teste foram feitas pelo teste T pareado. Projeto de pesquisa aprovado em comitê de ética, parecer no 003/12. Resultados: dos 50 pacientes participantes do estudo, 68% responderam não conhecer bem sua doença antes da orientação e apenas 22% após intervenção educacional. Todas seções do questionário apresentaram aumento na média de acertos após intervenção educacional. Conclusão: orientação do plano de alta hospitalar mostrou-se efetiva resultando em melhora imediata do conhecimento.

Objective: to evaluate the immediate effects of the orientation of the hospital discharge plan for patients with COPD. Method: prospective and comparative study performed in a private hospital in São Paulo, with patients with COPD. In first step it was used the questionnaire "Educational Plan for COPD patients" to assess patient knowledge about their disease. In second step, educational intervention was carried out and in the third, again the of the questionnaire was used. The comparison between pre and post-test results was done by paired T-test. The project was approved by the research ethics committee. Result: from the 50 patients who participated in study, 68% reported not knowing their disease well before orientation and only 22% after educational intervention. In all sections of questionnaire there was an increase in correct answers after educational intervention. Conclusion: the orientation of the hospital discharge plan was effective resulting in an immediate improvement of knowledge.

Objetivo: evaluar los efectos inmediatos de la orientación del plan de alta para pacientes con EPOC. Métodos: estudio prospectivo, comparativo, realizado en hospital privado de São Paulo, con pacientes con EPOC. En la primera etapa se aplicó el cuestionario "Plan de Educación para los pacientes con EPOC" para evaluar el conocimiento del paciente sobre su enfermedad. En la segunda etapa fué realizada intervención educativa, en la tercera se realizó reaplicación del cuestionario. La comparación del resultado del pre y post-test fue hecha por la prueba T pareado. Proyecto de investigación aprobado por comité de ética, protocolo no 003/12. Resultados: de los 50 pacientes participantes, 68% dijeron desconocer su enfermedad antes de la orientación, sólo 22% después de la intervención educativa. Todas secciones del cuestionario se produjo aumento en promedio de aciertos después de la intervención. Conclusión: la orientación del plan de alta fué eficaz, resultando mejora inmediata del conocimiento.
Descritores: Alta do Paciente
Educação em Saúde
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica/complicações
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica/enfermagem
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica/prevenção & controle
Educação em Enfermagem
-Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1096086
Autor: Costa, Eliana Auxiliadora Magalhães; Moreira, Lícia Lígia; Gusmão, Maria Enoy Neves.
Título: Incidência de infecção de sítio cirúrgico em hospital dia: coorte de 74213 pacientes monitorados / Incidence of infection of surgical site in hospital day: cohort of 74213 patients monitored / Incidencia de la infección del sitio quirúrgico en el día de hospital: cohorte de 74213 pacientes monitoreados
Fonte: Rev. SOBECC;24(4):211-216, 30-12-2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Descrever a incidência de infecção do sítio cirúrgico (ISC) em seguimento após alta em hospital dia (HD) e comparar esses indicadores com dados de hospitais convencionais. Método: Estudo de coorte histórica composto de 74.213 pacientes operados e monitorados num HD de Salvador (BA), entre 2012 e 2017. Resultados: No período estudado, o sistema de vigilância do HD monitorou 85,1% dos pacientes após a alta e foi identificada incidência total de ISC de 0,3%, com variação de 0,2 a 0,4% entre os anos, taxas estatisticamente menores do que as reportadas para ISC em regime de internação hospitalar. Conclusão: Os indicadores de ISC revelados neste estudo ratificam que a modalidade da assistência cirúrgica ambulatorial porta menor risco de aquisição de infecção para os pacientes operados, quando comparados com os dados de infecção cirúrgica de pacientes em hospitais convencionais. Entretanto, torna-se indispensável um sistema de seguimento dos pacientes após a alta, no sentido de evitar a subnotificação e os sub-registros dos dados de ISC, pois na ausência de ambos se podem ocultar riscos e identificar taxas irreais

Objectives: To describe the incidence of surgical site infection (SSI) after discharge from a Daycare Unit (DU) and to compare these indicators with data from conventional hospitals. Method: This is a historical cohort study including 74,213 patients who underwent surgery and were monitored at a DU in Salvador (Bahia State, Brazil), between 2012 and 2017. Results: During the studied period, the DU surveillance system monitored 85.1% of patients after discharge. We found a total SSI incidence of 0.3%, varying between 0.2 and 0.4% in those years. These rates were statistically lower than those reported for SSI in hospitalized patients. Conclusion: The SSI indicators revealed in this study confirm that outpatient surgical care poses lower risks of infection acquisition for the operated patients, when compared with surgical infection data of patients from conventional hospitals. However, a follow-up system for patients after discharge is essential to avoid sub-reporting and sub-records regarding SSI data, considering that risks can be hidden and unrealistic rates can be identified in their absence.

Objetivos: Describir la incidencia de la infección del sitio quirúrgico (ISQ), después del alta del centro de día (CD) y comparar esos indicadores con los datos de hospitales convencionales. Método: Estudio de cohorte histórico con 74,213 pacientes operados y monitoreados en un CD en Salvador (Bahia, Brasil), entre 2012 y 2017. Resultados: Durante el período estudiado, el sistema de vigilancia del CD monitorizó el 85,1% de los pacientes después del alta, y se identificó una incidencia total de la ISQ del 0,3%, que varía desde el 0,2% hasta el 0,4% entre los años. Esas tasas son estadísticamente más bajas que las reportadas para ISQ bajo el régimen de hospitalización integral. Conclusión: Los indicadores de la ISQ revelados en este estudio confirman que la modalidad de atención quirúrgica ambulatoria conlleva un menor riesgo de adquisición de infección para los pacientes operados, en comparación con los datos de infección quirúrgica de pacientes en hospitales convencionales. Sin embargo, es indispensable un sistema de seguimiento para los pacientes después del alta hospitalaria, para evitar el sub-reporto y los subregistros de los datos de la ISQ, ya que en ausencia de ambos se pueden ocultar riesgos y se pueden identificar tasas poco realistas.
Descritores: Próteses e Implantes
Pele
Infecção da Ferida Cirúrgica
-Alta do Paciente
Cirurgia Geral
Infecções
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499


  3 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003628
Autor: Pereira, Camila Santos; Carvalho, Alexandra Torres de; Bosco, Adriane Dal; Forgiarini Júnior, Luiz Alberto.
Título: Escala Perme como preditor de funcionalidade e complicações após a alta da unidade de terapia intensiva em pacientes submetidos a transplante hepático / The Perme scale score as a predictor of functional status and complications after discharge from the intensive care unit in patients undergoing liver transplantation
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;31(1):57-62, jan.-mar. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Avaliar a pontuação da escala Perme de mobilidade como preditor de funcionalidade e complicações no pós-operatório de pacientes submetidos a transplante hepático. Métodos: A amostra foi composta por 30 pacientes que realizaram transplante hepático. Os pacientes foram avaliados em dois momentos, a fim de verificar a percepção da dor, o grau de dispneia, a força muscular periférica e a funcionalidade do paciente de acordo com a escala Perme. Os dados coletados foram analisados por estatística descritiva e inferencial. Para comparar médias entre as avaliações, foi aplicado o teste t de Student para amostras pareadas. Em caso de assimetria, o teste de Wilcoxon foi utilizado. Na avaliação da associação entre as variáveis quantitativas, os testes de correlação de Pearson ou Spearman foram aplicados. Resultados: Foram incluídos 30 indivíduos que realizaram transplante hepático. Houve predomínio de pacientes do sexo masculino, e a média de idade foi 58,4 ± 9,9 anos. A patologia de base mais prevalente foi a cirrose por vírus C (23,3%). Foram registradas associações significativas entre o tempo de ventilação mecânica e a escala Perme na alta da unidade de terapia intensiva (r = -0,374; p = 0,042) e entre o número de atendimentos fisioterapêuticos (r = -0,578; p = 0,001). Quando comparados os resultados da avaliação inicial e na alta hospitalar, houve significativa melhora da funcionalidade (p < 0,001). Conclusão: Mobilidade funcional, força muscular periférica, percepção da dor e dispneia melhoram significativamente no momento da alta hospitalar em relação à admissão na unidade de internação.

ABSTRACT Objective: To assess the Perme mobility scale score as a predictor of functional status and complications in the postoperative period in patients undergoing liver transplantation. Methods: The sample consisted of 30 patients who underwent liver transplantation. The patients were evaluated at two time points to determine their perception of pain, degree of dyspnea, peripheral muscle strength, and functional status according to the Perme scale. The collected data were analyzed by descriptive and inferential statistics. To compare the means between the evaluations, Student's t test for paired samples was applied. In case of asymmetry, the Wilcoxon test was used. In the evaluation of the association between the quantitative variables, the Pearson or Spearman correlation tests were applied. Results: A total of 30 individuals who underwent liver transplantation were included. The patients were predominantly male, and the mean age was 58.4 ± 9.9 years. The most prevalent underlying pathology was cirrhosis C virus (23.3%). Significant associations of the time on mechanical ventilation with the Perme scale score at discharge from the intensive care unit (r = -0.374; p = 0.042) and the number of physical therapy treatments (r = -0.578; p = 0.001) were recorded. When comparing the results of the initial evaluation and the evaluation at hospital discharge, there was a significant improvement in functional status (p < 0.001). Conclusion: Functional mobility, peripheral muscle strength, pain perception, and dyspnea are significantly improved at hospital discharge compared with those at inpatient unit admission.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Transplante de Fígado/métodos
Modalidades de Fisioterapia/estatística & dados numéricos
Recuperação de Função Fisiológica/fisiologia
-Alta do Paciente
Respiração Artificial/estatística & dados numéricos
Fatores de Tempo
Estudos Prospectivos
Dispneia/epidemiologia
Limitação da Mobilidade
Força Muscular/fisiologia
Percepção da Dor/fisiologia
Unidades de Terapia Intensiva
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003627
Autor: Melo, Thiago Araújo de; Duarte, Antonio Carlos Magalhães; Bezerra, Thaysa Samanta; França, Fabrícia; Soares, Neila Silva; Brito, Debora.
Título: Teste de Sentar-Levantar Cinco Vezes: segurança e confiabilidade em pacientes idosos na alta da unidade de terapia intensiva / The Five Times Sit-to-Stand Test: safety and reliability with older intensive care unit patients at discharge
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;31(1):27-33, jan.-mar. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Avaliar a segurança e as propriedades clinimétricas do Teste de Sentar-Levantar Cinco Vezes em pacientes mais velhos internados em unidade de terapia intensiva. Métodos: A segurança do teste foi avaliada segundo a incidência de eventos adversos e pela análise dos dados hemodinâmicos e respiratórios. Além disto, a confiabilidade de suas propriedades foi investigada por meio de avaliação de coeficientes de correlação intraclasses, mensuração do erro padrão da média, porcentagem de alteração do erro padrão da média, gráficos de Altman-Bland e de concordância-sobrevivência. Resultados: A adequabilidade do Teste de Sentar-Levantar Cinco Vezes foi identificada como baixa, já que apenas 29,8% dos potenciais participantes cumpriam os critérios de inclusão. Apenas 44% dos pacientes hospitalizados que cumpriam os critérios de inclusão realizaram o teste, sem necessidade de cessação para qualquer dos pacientes. A frequência cardíaca (79,7 ± 10,2bpm/86,6 ± 9,7bpm; p = 0,001) e a pressão arterial sistólica (118 ± 21,4mmHg/129 ± 21,5mmHg; p = 0,031) foram as únicas variáveis com aumento estatisticamente significante, sem evidência de resposta exacerbada ao teste. Além disto, não se relataram eventos adversos, e a confiabilidade tanto entre teste e reteste quanto entre avaliadores foi elevada (coeficiente de correlação entre classes ≥ 0,99). Conclusão: O Teste de Sentar-Levantar Cinco Vezes se comprovou seguro e com excelente confiabilidade. Seu uso clínico no ambiente hospitalar, contudo, pode ser restrito a pacientes adultos mais velhos com elevada funcionalidade.

ABSTRACT Objective: Assess the Five Times Sit-to-Stand Test safety and clinimetric properties in older patients hospitalized in an intensive care unit. Methods: Test safety was assessed according to the incidence of adverse events and through hemodynamic and respiratory data. Additionally, reliability properties were investigated using the intraclass correlation coefficients, standard error of measurement, standard error percentage change, Altman-Bland plot and a survival agreement plot. Results: The overall suitability of the Five Times Sit-to-Stand Test was found to be low, with 29.8% meeting the inclusion criteria. Only 44% of the hospitalized patients who met the inclusion criteria performed the test, with no need for discontinuation in any patient. Heart rate (79.7 ± 10.2bpm/86.6 ± 9.7bpm; p = 0.001) and systolic blood pressure (118 ± 21.4mmHg/129 ± 21.5mmHg; p = 0.031) were the only variables that presented a significant statistical increase, with no evidence of exacerbated response to the test. Additionally, no adverse events were reported from participating and both test-retest and interrater reliability were high (intraclass correlation coefficient ≥ 0.99). Conclusion: The Five Times Sit-to-Stand Test was proven to be safe and to have excellent reliability. Its clinical use, however, may be restricted to high-functioning older adults in hospital settings.
Descritores: Alta do Paciente
Exame Físico/métodos
Unidades de Terapia Intensiva
Movimento/fisiologia
-Estudos Transversais
Reprodutibilidade dos Testes
Equilíbrio Postural/fisiologia
Frequência Cardíaca/fisiologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-901585
Autor: Veronez, Marly; Borghesan, Nataly Alves Barbosa; Corrêa, Darci Aparecida Martins; Higarashi, Ieda Harumi.
Título: Vivência de mães de bebês prematuros do nascimento a alta: notas de diários de campo / Experiencia de madres de bebés prematuros del nacimiento al alta: notas de diarios de campo / Experience of mothers of premature babies from birth to discharge: notes of field journals
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(2):e60911, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Descrever o processo de construção do cuidar materno mediado pelo enfermeiro durante o período de internação e alta de bebês prematuros. Método Estudo descritivo, exploratório e qualitativo utilizando o referencial metodológico da pesquisa convergente assistencial, envolvendo sete mães de prematuros internados em um hospital do Sul do Brasil, no período de outubro a dezembro de 2011. Os dados oriundos dos registros maternos em diários foram submetidos à análise de conteúdo. Resultados Da análise emergiram três categorias que retratam a trajetória e o processo de adaptação da mãe aos cuidados de seu bebê prematuro, desde a preparação para a alta, até a superação de seus medos e insegurança para o cuidar no domicílio. Conclusão Conclui-se pela importância de assistir adequadamente à mãe nesta fase inicial e crítica do bebê hospitalizado, enfatizando o acolhimento e a orientação permanente para o cuidado como estratégias promotoras da autonomia materna e da adaptação domiciliar.

RESUMEN Objetivo Describir el proceso de construcción del cuidado materno mediado por el enfermero, durante la hospitalización y la alta de bebés prematuros. Método Estudio descriptivo, exploratorio y cualitativo, utilizando el marco metodológico de la investigación convergente asistencial, con siete madres de prematuros hospitalizados en un hospital en el sur de Brasil, entre octubre y diciembre 2011. Los datos originarios de los registros maternos en diarios fueron sometidos al análisis de contenido. Resultados El análisis originó tres categorías que retratan la trayectoria y el proceso de adaptación de la madre al cuidado de su bebé prematuro, desde la preparación para el alta hasta la superación de sus miedos e inseguridad para el cuidado domiciliario. Conclusión se concluye que es importante atender adecuadamente a la madre en esta fase temprana y crítica del bebé hospitalizado, subrayando la acogida y la orientación permanente para el cuidado, como estrategias promotoras de autonomía materna y adaptación domiciliaria.

ABSTRACT Objective To describe the maternal care process mediated by nurses during the period of hospitalisation and discharge of premature babies. Method This is a descriptive, exploratory, and qualitative study, using the methodological framework of convergent care research, with seven mothers of premature babies admitted to a hospital in southern Brazil, from October to December 2011. Data from the mother's daily journals were submitted to content analysis. Results Analysis resulted in three categories portraying the path and the adaptation process of the mothers to the care of their premature babies, from preparation for discharge to overcoming her fears and insecurities concerning home care. Conclusion It is important for mothers in this initial and critical stage of hospitalisation of preterm infants to receive assistance, especially in terms of receptiveness and ongoing care, as a strategy to promote maternal autonomy and home adaptation.
Descritores: Nascimento Prematuro/enfermagem
Diários como Assunto
Mães/psicologia
-Alta do Paciente
Recém-Nascido Prematuro
Terapia Intensiva Neonatal/psicologia
Criança Hospitalizada
Estudos Prospectivos
Pesquisa Qualitativa
Nascimento Prematuro/psicologia
Medo
Cuidado do Lactente
Comportamento Materno/psicologia
Relações Mãe-Filho
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-893889
Autor: Garcia, Thaís; Andrade, Sílvia Aline dos Santos; Biral, Angélica Teresa; Bertani, André Luiz; Caram, Laura Miranda de Oliveira; Cezare, Talita Jacon; Godoy, Irma; Tanni, Suzana Erico.
Título: Evaluation of smoking cessation treatment initiated during hospitalization in patients with heart disease or respiratory disease / Avaliação de um tratamento para cessação do tabagismo iniciado durante a hospitalização em pacientes com doença cardíaca ou doença respiratória
Fonte: J. bras. pneumol;44(1):42-48, Jan.-Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: ABSTRACT Objective: To evaluate the effectiveness of a smoking cessation program, delivered by trained health care professionals, in patients hospitalized for acute respiratory disease (RD) or heart disease (HD). Methods: Of a total of 393 patients evaluated, we included 227 (146 and 81 active smokers hospitalized for HD and RD, respectively). All participants received smoking cessation treatment during hospitalization and were followed in a cognitive-behavioral smoking cessation program for six months after hospital discharge. Results: There were significant differences between the HD group and the RD group regarding participation in the cognitive-behavioral program after hospital discharge (13.0% vs. 35.8%; p = 0.003); smoking cessation at the end of follow-up (29% vs. 31%; p < 0.001); and the use of nicotine replacement therapy (3.4% vs. 33.3%; p < 0.001). No differences were found between the HD group and the RD group regarding the use of bupropion (11.0% vs. 12.3%; p = 0.92). Varenicline was used by only 0.7% of the patients in the HD group. Conclusions: In our sample, smoking cessation rates at six months after hospital discharge were higher among the patients with RD than among those with HD, as were treatment adherence rates. The implementation of smoking cessation programs for hospitalized patients with different diseases, delivered by the health care teams that treat these patients, is necessary for greater effectiveness in smoking cessation.

RESUMO Objetivo: Avaliar a eficácia de um programa de cessação de tabagismo, oferecido por profissionais da saúde treinados, para pacientes hospitalizados por doença cardíaca (DC) ou doença respiratória (DR). Métodos: Foram avaliados 393 pacientes, sendo incluídos 227 (146 e 81 pacientes tabagistas ativos hospitalizados com DC e DR, respectivamente) que receberam intervenção para cessação tabágica durante a internação com seguimento de seis meses após a alta hospitalar. Resultados: Houve diferenças significativas entre os grupos DC e DR em relação à participação na intervenção cognitivo-comportamental após a alta hospitalar (13,0% vs. 35,8%; p = 0,003); cessação do tabagismo ao final do seguimento (29% vs. 31%; p < 0,001); e uso de terapia de reposição de nicotina (3,4% vs. 33,3%; p < 0,001). Em relação ao uso da bupropiona, não houve diferença entre os grupos DC e DR (11,0% vs. 12,3%; p = 0,92). A vareniclina foi usada em apenas 0,7% dos pacientes do grupo DC. Conclusões: Nesta amostra, os pacientes com DR apresentaram maior taxa de cessação tabágica após seis meses da alta hospitalar e maior adesão ao tratamento. A incorporação de programas de cessação do tabagismo para pacientes hospitalizados com patologias diversas, promovidos pelas equipes que os atendem, é necessária para que ocorra uma maior efetividade na cessação tabágica.
Descritores: Doenças Respiratórias/terapia
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Abandono do Hábito de Fumar/métodos
Cardiopatias/terapia
Hospitalização
-Alta do Paciente
Fatores de Tempo
Reprodutibilidade dos Testes
Seguimentos
Resultado do Tratamento
Estatísticas não Paramétricas
Cooperação e Adesão ao Tratamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-954559
Autor: Campos, Antonio Carlos Ferreira; Nani, Angela Santos Ferreira; Fonseca, Vilma Aparecida da Silva; Silva, Eduardo Nani; Castro, Marcos César Santos de; Martins, Wolney de Andrade.
Título: Comparison of two smoking cessation interventions for inpatients / Comparação de duas intervenções de cessação do tabagismo em pacientes internados
Fonte: J. bras. pneumol;44(3):195-201, May-June 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: This study aimed to compare the effectiveness of two cognitive behavioral therapy-based smoking cessation interventions initiated during hospitalization and to evaluate the factors related to relapse after discharge. Methods: This was a prospective randomized study involving 90 smokers hospitalized in a university hospital. We collected data related to sociodemographic characteristics, reasons for admission, smoking-related diseases, smoking history, the degree of nicotine dependence (ND), and the level of craving. Patients were divided into two treatment groups: brief intervention (BrInter, n = 45); and intensive intervention with presentation of an educational video (InInterV, n=45). To assess relapse, all patients were assessed by telephone interview in the first, third, and sixth months after discharge. Abstinence was confirmed by measurement of exhaled carbon monoxide (eCO). Results: Of the 90 patients evaluated, 55 (61.1%) were male. The mean age was 51.1 ± 12.2 years. The degree of ND was elevated in 39 (43.4%), and withdrawal symptoms were present in 53 (58.9%). The mean eCO at baseline was 4.8 ± 4.5 ppm. The eCO correlated positively with the degree of ND (r = 0.244; p = 0.02) and negatively with the number of smoke-free days (r = −0.284; p = 0.006). There were no differences between the groups in terms of the variables related to socioeconomic status, smoking history, or hospitalization. Of the 81 patients evaluated at 6 months, 33 (40.7%) remained abstinent (9 and 24 BrInter and InInterV group patients, respectively; p = 0.001), and 48 (59.3%) had relapsed (31 and 17 BrInter and InInterV group patients, respectively; p= 0.001). Moderate or intense craving was a significant independent risk factor for relapse, with a relative risk of 4.0 (95% CI: 1.5-10.7; p < 0.00001). Conclusions: The inclusion of an educational video proved effective in reducing relapse rates. Craving is a significant risk factor for relapse.

RESUMO Objetivo: Comparar a eficácia de duas intervenções de cessação de tabagismo baseadas na terapia cognitivo-comportamental em pacientes internados e avaliar os fatores relacionados à recaída após a alta hospitalar. Métodos: Estudo prospectivo, randomizado, com 90 tabagistas internados em um hospital universitário. Foram coletados dados relacionados a características sociodemográficas, motivo da internação, doenças relacionadas ao tabagismo, carga tabágica, grau de dependência de nicotina (DN) e grau de fissura. Os pacientes foram distribuídos em dois grupos de tratamento: intervenção breve (InB; n = 45) e intervenção intensiva com apresentação de um vídeo educativo (InIV; n = 45). Para avaliar recaídas, todos os pacientes foram entrevistados por contato telefônico no primeiro, terceiro e sexto mês após a alta. A abstinência foi confirmada pela medida de monóxido de carbono no ar expirado (COex). Resultados: Dos 90 pacientes avaliados, 55 (61,1%) eram homens. A média de idade foi de 51,1 ± 12,2 anos. O grau de DN foi elevado em 39 (43,4%), e sintomas de abstinência estavam presentes em 53 (58,9%). A média de COex inicial foi de 4,8 ± 4,5 ppm. O COex se correlacionou positivamente com o grau de DN (r = 0,244; p = 0,02) e negativamente com o número de dias sem fumar (r = −0,284; p = 0,006). Não houve diferenças entre os grupos quanto a variáveis relacionadas com nível socioeconômico, carga tabágica ou internação. Dos 81 pacientes avaliados após 6 meses de segmento, 33 (40,7%) continuaram abstinentes (9 e 24 nos grupos InB e InIV, respectivamente; p = 0,001) e 48 (59,3%) recaíram (31 e 17 nos grupos InB e InIV, respectivamente; p = 0,001). O grau de fissura (moderado ou intenso) foi um fator de risco independente significativo para a recaída, com um risco relativo de 4,0 (IC95%: 1,5-10,7; p < 0,00001). Conclusões: A inclusão de um vídeo educativo provou ser eficaz na redução das taxas de recaída. O grau de fissura foi um fator de risco significativo para a recaída.
Descritores: Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos
Abandono do Hábito de Fumar/métodos
Prevenção do Hábito de Fumar/métodos
Pacientes Internados/psicologia
-Alta do Paciente
Recidiva
Fatores Socioeconômicos
Síndrome de Abstinência a Substâncias
Fatores de Tempo
Modelos Logísticos
Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
Curva ROC
Abandono do Hábito de Fumar/psicologia
Estatísticas não Paramétricas
Estimativa de Kaplan-Meier
Hospitalização
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831864
Autor: Figueiredo, Tacita Pires de; Carmo Junior, Nelson Machado do; Groia, Ronara Camila de Souza; Pereira, Rachel Cristina Cardoso; Silveira, Rafaela Ranielle; Malta, Jessica Soares; Costa, Josiane Moreira.
Título: Análise das intervenções realizadas na alta hospitalar de idosos acompanhados em serviço / Analysis of interventions at hospital discharge of elderly seen in guidance service and referencing pharmacotherapeutic
Fonte: Rev. APS;19(3):376-383, jul 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A alta hospitalar é um período de transição do cuidado e de responsabilidades em nível de rede e, também, em relação ao indivíduo e à família que retomam o cuidado.8 Algumas experiências em projetos na transição do cuidado abordam a reconciliação medicamentosa, a orientação do paciente e familiares e o contato por telefone.2 Farmacêuticos vinculados a um programa de residência multiprofissional propuseram a realização do referenciamento farmacoterapêutico de idosos na rede, com o intuito de contribuir para a segurança da farmacoterapia durante a transição do cuidado e a realização de contato pós-alta por telefone. Este trabalho destinouse à análise das orientações realizadas durante a alta e descritas nos encaminhamentos farmacoterapêuticos e ao perfil desses indivíduos no contato pós-alta. Materiais e métodos: Trata-se de estudo de coorte retrospectivo, desenvolvido em um hospital público geral de ensino de Belo Horizonte, Minas Gerais, que realiza atividades de ensino, pesquisa e assistência, sendo referência para a rede em urgência e emergência, integrado ao SUS. A amostra estudada foi a de prontuários dos pacientes acompanhados pelos farmacêuticos residentes nas equipes multiprofissionais da instituição em estudo que receberam alta de 17 de janeiro de 2014 a 3 de dezembro de 2014, que possuíssem o encaminhamento farmacoterapêutico elaborado e com os quais foi realizado o contato pós-alta. Foram excluídos os pacientes que não preenchessem um dos critérios de inclusão. Resultados: Foram realizados encaminhamentos farmacoterapêuticos para 135 pacientes, entretanto o contato pós-alta foi realizado com 63 desses. Sobre as principais orientações realizadas na alta e descritas nos encaminhamentos farmacoterapêuticos, observamos que a orientação verbal sobre o uso dos medicamentos foi realizada com 133 (93,66 %) pacientes, a orientação para acesso com 130 (91,55%) e o alerta sobre reações adversas e registro das ocorrências ocorreu com 71 (71,13%). A maioria dos entrevistados precisava de ajuda para administrar os medicamentos: 50 (79,37%). Os principais cuidadores eram as filhas, em 22 (34,92%) pacientes, e as esposas, 12 (19,05%); apenas 38 (58,46%) pacientes relataram que fizeram consulta com médico da atenção primária após internação. Conclusão: A orientação farmacêutica na alta e o contato pós-alta são estratégias adotadas na transição do cuidado que podem contribuir para melhoria da educação em saúde, segurança e acessibilidade no uso dos medicamentos.

Introduction: Hospital care is a period of transition and network-level responsibilities and also in relation to the individual and the family which take care.8 Some experience in projects in the care transition approach the medication reconciliation, patient counseling and family and contact by phone.2 Pharmaceutical linked to a multi-residency program proposed carrying out the pharmacotherapeutic referencing elderly on the network in order to contribute to security of pharmacotherapy during the transition from care and conducting postdischarge telephone contact. This study was aimed at analyzing the instructions given during the high and described in pharmacotherapeutic referrals and profile of these indivíuos in postdischarge contact. Methods: It is retrospective cohort study, developed in a general public hospital in Belo Horizonte teaching, Minas Gerais, which conducts teaching, research and care, with reference to the network in emergency care, integrated into the SUS . The sample was the medical records of patients followed by pharmaceutical residents in multidisciplinary teams of the institution under study who were discharged on 17 January 2014 to December 3, 2014 and possessing pharmacotherapeutic forwarding drafted and which was carried out contact High post. Patients who did not meet one of the inclusion criteria were excluded. Results: Pharmacotherapeutic referrals were made to 135 patients, however, the postdischarge contact was made with 63 of these. On the main orientations held high and described in pharmacotherapeutic referrals observed that the verbal guidance on the use of medicines was carried out with 133 (93.66%) patients, the guidance for access in 130 (91.55%) and the alert on adverse events and record the reactions occurred in 71 (71.13%). Most respondents needed help to administer medicines 50 (79.37%). The main caregivers were the daughters in 22 (34.92%) patients and wives 12 (19.05%), only 38 (58.46%) of the patients reported that they did consult with primary care physician after admission. Conclusion: The pharmaceutical guidance in high and postdischarge contact are strategies adopted in the transition of care that can contribute to improved health education, safety and accessibility in the use of medicines.
Descritores: Alta do Paciente
Saúde do Idoso
-Atenção Primária à Saúde
Continuidade da Assistência ao Paciente
Cuidado Transicional
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  9 / 565 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cabral, Ivone Evangelista
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947336
Autor: Góes, Fernanda Garcia Bezerra; Cabral, Ivone Evangelista.
Título: A alta hospitalar de crianças com necessidades especiais de saúde e suas diferentes dimensões / Hospital discharge in children with special health care needs and its different dimensions / Alta hospitalaria de niños con necesidades especiales de salud y sus diferentes dimensiones
Fonte: Rev. enferm. UERJ;25:[e18684], jan.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: desvelar as práticas discursivas e sociais de profissionais de saúde e de familiares cuidadores sobre a alta hospitalar de crianças com necessidades especiais de saúde. Método: pesquisa qualitativa, realizada em 2013, junto a seis profissionais de saúde e 11 familiares cuidadores, na unidade de pacientes internos de um Hospital Universitário Federal Pediátrico no município do Rio de Janeiro, após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição (CAAE: 01504512.2.0000.5264; Parecer n.º 39272). Conjugaram-se as técnicas de entrevista semiestruturada com Dinâmicas de Criatividade e Sensibilidade do Método Criativo e Sensível. Aplicou-se a Análise Crítica de Discurso. Resultados: revelaram-se três tipos de alta: a clínico-administrativa, a procedimental e a social. Há uma fragmentação dos papéis de cada profissional na alta. Conclusão: para a continuidade do cuidado em casa com autonomia, segurança e qualidade, faz-se necessária a construção de um processo de alta interdisciplinar, dialógico e pautado na integralidade do cuidado.

Objectives: to unveil discursive and social practices of health professionals and family caregivers about hospital discharge of children with special health care needs. Method: qualitative study in 2013, with six health professionals and eleven family caregivers, at the inpatient unit of a federal pediatric hospital in Rio de Janeiro, after approval by the institution's research ethics committee (CAAE: 01504512.2.0000.5264; Report No. 39272). Semi-structured interviews were used together with dynamics of the Creative-Sensitive Method. Critical discourse analysis was applied. Results: discharge was revealed to comprise three types: clinical-administrative, procedural and social. There was found to be fragmentation among professionals' role in discharge. Conclusion: in order for there to be continuity in care at home with autonomy, security and quality, it is necessary to construct an discharge process that is interdisciplinary, dialogic and guided by the need for comprehensive care.

Objetivo: revelar las prácticas discursivas y sociales de los profesionales de salud y los familiares cuidadores sobre el alta hospitalaria de niños con necesidades especiales de salud. Método: Investigación cualitativa, llevada a cabo en 2103, junto a seis profesionales salud y once familiares cuidadores, en la unidad de pacientes internos de un Hospital Universitario Federal Pediátrico en Río de Janeiro, tras la aprobación del Comité de Ética en Investigación de la institución (CAAE: 01504512.2.0000.5264; Dictamen n.º 39272). Se conjugaron las técnicas de entrevista semiestructurada con dinámicas de creatividad y sensibilidad del Método Creativo y Sensible. Se aplicó el Análisis Crítico del Discurso. Resultados: se revelaron tres tipos de alta: la clínico-administrativa, la de procedimiento y la social. Hay una fragmentación de las funciones de cada profesional en el alta. Conclusión: Para la continuidad de la atención en casa con autonomía, seguridad y calidad, es necesaria la construcción de un proceso de alta interdisciplinario, dialógico y guiado por la atención integral.
Descritores: Alta do Paciente
Criança
Cuidado da Criança
Saúde da Criança
Enfermagem
Assistência Integral à Saúde
-Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Pessoas com Deficiência
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  10 / 565 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1091968
Autor: Pagamisse, Amandha Fernandes; Tanner, Judith; Poveda, Vanessa De Brito.
Título: Post-discharge surveillance of surgical site infections in teaching hospitals in Brazil / Vigilância pós-alta hospitalar das infecções do sítio cirúrgico em hospitais universitários do Brasil / Vigilancia post alta hospitalaria de las infecciones del sitio quirúrgico en hospitales universitarios de Brasil
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;54:e03542, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: Understanding the reality of surgical site infections post-discharge surveillance in Brazilian teaching hospitals. Method: A cross-sectional study conducted by sending an online questionnaire to nurses from the Hospital Infection Control Committee of Brazilian teaching hospitals registered in the National Registry of Health Establishments. Results: Of the 193 teaching hospitals in Brazil, eight declined to take part as they did not conduct post-discharge surveillance and 36 did not respond. Twenty five of the remaining 149 hospitals provided detailed responses and 96% of responding institutions performed surgical site infection surveillance during hospitalization; active search (29.3%) was the main method, while 84% reported performing post-discharge surveillance mainly by telephone (42.8%). Both surveillance actions have nurses as the main responsible professionals. Conclusion: Nurses play a prominent role in surgical site infection identification/screening actions, and active search during hospitalization allied with post-discharge surveillance by telephone were the preferred methods.

Resumo Objetivo: Compreender a realidade da vigilância pós-alta hospitalar das infecções do sítio cirúrgico em hospitais universitários brasileiros. Método: Estudo transversal conduzido por envio de um questionário on-line para enfermeiros do Comitê de Controle de Infecção Hospitalar dos hospitais universitários brasileiros registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. Resultados: Dos 193 hospitais universitários do Brasil, oito declinaram participar, já que não fazem vigilância pós-alta, e 36 não responderam. Vinte e cinco dos 149 hospitais restantes forneceram respostas detalhadas e 96% das instituições que responderam realizavam vigilância das infecções do sítio cirúrgico durante a hospitalização; a busca ativa (29,3%) foi o método principal, ao passo que 84% relataram realizar vigilância pós-alta basicamente por telefone (42,8%). Ambas as ações de vigilância tiveram os enfermeiros como os principais profissionais responsáveis. Conclusão: Os enfermeiros têm um papel proeminente nas ações de identificação/triagem das infecções do sítio cirúrgico, e a busca ativa durante a hospitalização aliada à vigilância por telefone pós-alta foram os métodos preferenciais.

Resumen Objetivo: Comprender la realidad de la vigilancia post alta hospitalaria de las infecciones del sitio quirúrgico en hospitales universitarios brasileños. Método: Estudio transversal realizado mediante el envío de un cuestionario en línea a los enfermeros del Comité de Control de Infección Hospitalaria de los hospitales universitarios brasileños inscritos en el Registro Nacional de Establecimientos Sanitarios. Resultados: De los 193 hospitales universitarios de Brasil, ocho declinaron participar, puesto que no hacen vigilancia post alta, y 36 no respondieron. Veinticinco de los 149 hospitales restantes proporcionaron respuestas detalladas y el 96% de los centros que respondieron realizaban vigilancia de las infecciones del sitio quirúrgico durante la hospitalización; la búsqueda activa (29,3%) fue el método principal, mientras que el 84% relataron llevar a cabo vigilancia post alta básicamente por teléfono (42,8%). Ambas acciones de vigilancia tuvieron a los enfermeros como los principales profesionales responsables. Conclusión: Los enfermeros juegan un rol prominente en las acciones de identificación/cribado de las infecciones del sitio quirúrgico, y la búsqueda activa durante la hospitalización aliada a la vigilancia por teléfono fueron los métodos preferentes.
Descritores: Alta do Paciente
Infecção da Ferida Cirúrgica/enfermagem
Vigilância
-Estudos Transversais
Entrevistas como Assunto
Hospitais de Ensino
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta



página 1 de 57 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde