Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.703 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 553 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 56 ir para página                         

  1 / 553 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1133830
Autor: Ferreira Júnior, Antonio Rodrigues; Brandão, Luciana Camila dos Santos; Teixeira, Ana Carolina de Melo Farias; Cardoso, Alexandrina Maria Ramos.
Título: Potencialidades e limitações da atuação do enfermeiro no Centro Parto Normal / Potencialidades y limitaciones del desempeño de las enfermeras en el Centro Parto Normal / Potentialities and limitations of nurses performance in the Normal Birth Center
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(2):e20200080, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Conhecer as potencialidades e limitações da atuação do enfermeiro no Centro de Parto Normal (CPN). Método abordagem qualitativa, do tipo exploratório e descritivo, realizado em 2018, com seis enfermeiras atuantes em CPN intra-hospitalar público na região metropolitana de Fortaleza, Ceará, Brasil. A coleta das informações ocorreu por meio de entrevista individual, com análise a partir dos pressupostos da sociologia das profissões, com foco nos temas: conhecimento e autonomia; credencialismo; divisão do trabalho; mercado de trabalho e quadro de valores. Resultado A atuação do enfermeiro no CPN potencializa as boas práticas para o parto e nascimento, bem como amplia a importância e visibilidade deste profissional no cuidado materno-infantil. O cuidado clínico e a gestão emergem como foco da ação do enfermeiro no CPN. No entanto, mesmo com a indução do Estado para essa atuação, ainda há a necessidade de reconhecimento das competências e autonomia do enfermeiro no cuidado obstétrico por outros profissionais. Conclusão e implicações para a prática Há desafios que precisam ser superados como a ampliação da autonomia e do respeito ao credenciamento do enfermeiro para atuação no CPN e a harmonização entre a gestão do processo de trabalho e gestão do cuidado clínico por este profissional.

RESUMEN Objetivo Conocer las potencialidades y limitaciones del desempeño de la enfermera en el Centro de Parto Normal (CPN). Método Enfoque cualitativo, del tipo exploratorio-descriptivo, realizado en 2018, con seis enfermeras que trabajan en el CPN intrahospitalario público en la región metropolitana de Fortaleza, Ceará, Brasil. La recopilación de información se realizó mediante una entrevista individual, con análisis basado en los supuestos de la sociología de las profesiones, centrándose en los temas: conocimiento y autonomía; credencialismo; división del trabajo; mercado de trabajo y tabla de valores. Resultado El desempeño de la enfermera en la CPN mejora las buenas prácticas para el parto y el nacimiento, así como aumenta la importancia y la visibilidad de este profesional en el cuidado de la madre y el niño. El cuidado clínico y la gestión surgen como el foco de la acción de la enfermera en la CPN. Sin embargo, incluso con la inducción del Estado a esta acción, sigue siendo necesario que otros profesionales reconozcan las aptitudes y la autonomía de la enfermera en la atención obstétrica por otros profesionales. Conclusión e implicaciones para la práctica Hay desafíos que deben superarse, como el aumento de la autonomía y el respeto de la acreditación de las enfermeras para trabajar en la CPN y la armonización de la gestión del proceso de trabajo y la gestión de la atención clínica por parte de este profesional.

ABSTRACT Objective To know the potentialities and limitations of the nurse's performance in the Center for Normal Birth (CPN). Method Qualitative approach, exploratory-descriptive type, carried out in 2018, with six nurses working in public intra-hospital CPN in the metropolitan region of Fortaleza, Ceará, Brazil. The collection of information occurred through individual interview, with analysis from the assumptions of the sociology of professions, focusing on the themes: knowledge and autonomy; credentialism; division of labor; labor market and value chart. Result The nurse's performance in the Center for Normal Birth (CPN)enhances good practices for childbirth and birth, as well as increases the importance and visibility of this professional in maternal and child care. Clinical care and management emerge as the focus of the nurse's action in the CPN. However, even with the induction of the State to this action, there is still the need for recognition of the competencies and autonomy of the nurse in obstetric care by other professionals. Conclusion and implications for practice There are challenges that need to be overcome such as the expansion of autonomy and respect for the accreditation of the nurse to work in the CPN and the harmonization between the management of the work process and management of clinical care by this professional.
Descritores: Autonomia Profissional
Assistência Perinatal
Papel do Profissional de Enfermagem
Humanização da Assistência
Enfermeiras Obstétricas
-Condições de Trabalho
Parto Humanizado
Pesquisa Qualitativa
Enfermagem Baseada em Evidências
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  2 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1177229
Autor: Malgarin, Camila; Malgarin, Manoella; Naujorks, Alexandre Antonio; Sousa, Francisca Georgina Macedo de; Hämel, Kerstin; Backes, Dirce Stein.
Título: Contribuições da Estratégia Mãe-Bebê São-Borjense para a qualificação da rede de atenção à saúde materno-infantil / Contribuciones de la Estrategia Madre-Bebé São-Borjense a la calificación de la red de atención maternoinfantil / Contributions of the São-Borjense Mother-Baby Strategy to qualify the maternal and child health care network
Fonte: Rev. enferm. UFSM;10:e94, 2020. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever as contribuições da Estratégia Mãe-Bebê São-Borjense para a qualificação da rede de atenção à saúde materno-infantil local. Método: trata-se de pesquisa-ação desenvolvida no Município de São Borja, Rio Grande do Sul, entre março/2018 e outubro/2019, após um ano de implementação da Estratégia no referido local. Dados coletados por meio de dez grupos focais e categorizados pela Análise Focal Estratégica, com a participação de gestores locais, profissionais de saúde e gestantes, totalizando 55 participantes. Resultados: os dados, organizados e categorizados, resultaram em duas categorias: Contribuições que transcendem o fazer técnico-profissional e Contribuições com vistas à qualificação da Estratégia Mãe-Bebê São-Borjense. Conclusão: a Estratégia Mãe-Bebê São-Borjense contribuiu, de forma afirmativa e prospectiva, para a qualificação da rede de atenção à saúde materno-infantil local, especialmente no que se refere às relações e interações entre profissionais e gestantes e a (re)organização dos fluxos e processos de intervenção na rede.

Objective: to describe the contributions of the São-Borjense Mother-Baby Strategy to qualify the local maternal and child health care network. Method: this is an action research carried out in the municipality of São Borja, Rio Grande do Sul, between March/2018 and October/2019, after one year of implementation of the Strategy in that location. Data collected through ten focus groups and categorized by Strategic Focal Analysis, with the participation of local managers, health professionals and pregnant women, totaling 55 participants. Results: the data, organized and categorized, resulted in two categories: Contributions that transcend technical and professional practice and Contributions aimed at qualifying the São-Borjense Mother-Baby Strategy. Conclusion: the São-Borjense Mother-Baby Strategy contributed, in an affirmative and prospective way, to qualify the local maternal and child health care network, especially with regard to the relationships and interactions between professionals and pregnant women and (re)organization of flows and intervention processes in the network.

Objetivo: describir los aportes de la Estrategia Madre-Bebé São-Borjense a la calificación de la red local de atención maternoinfantil. Método: se trata de una investigación-acción realizada en el municipio de São Borja, Rio Grande do Sul, entre marzo/2018 y octubre/2019, luego de un año de implementación de la Estrategia en ese lugar. Datos recolectados a través de diez grupos focales y categorizados por Análisis Focal Estratégico, con la participación de gerentes locales, profesionales de la salud y embarazadas, totalizando 55 participantes. Resultados: los datos, organizados y categorizados, resultaron en dos categorías: Aportes que trascienden la práctica técnica y profesional y Aportes orientados a calificar la Estrategia Madre-Bebé São-Borjense. Conclusión: la Estrategia Madre-Bebé São-Borjense contribuyó, de manera afirmativa y prospectiva, a la calificación de la red local de atención maternoinfantil, especialmente en lo que se refiere a las relaciones e interacciones entre profesionales y gestantes y (re)organización de flujos y procesos de intervención en la red.
Descritores: Indicadores Básicos de Saúde
Assistência Perinatal
Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
Pesquisa Qualitativa
Mortalidade Perinatal
Limites: Humanos
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  3 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1177226
Autor: Souza, Hanna Louyse Ribeiro e; Fernandes, Flávia Emília Cavalcante Valença; Pereira, Rejane Cristiany Lins de França; Melo, Rosana Alves de.
Título: Compreensão da enfermagem sobre o contato pele a pele entre mãe/bebê na sala de parto / Comprensión de la enfermería sobre el contacto piel con piel entre la madre/bebé en la sala de parto / Understanding of nursing about skin-to-skin contact between mother/baby in the delivery room
Fonte: Rev. enferm. UFSM;10:e93, 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever a compreensão da equipe de enfermagem da sala de parto sobre o contato pele a pele entre a mãe e bebê na primeira hora de vida. Método: estudo descriti­vo, qualitativo, com profissionais de enfermagem da sala de parto. Os dados foram coletados de agosto a novembro de 2018, por meio de entrevista semiestru­turada e analisados pelo método de análise de conteúdo temática. Resultados: foram extraídas três categorias temáticas: Conhecimento da equipe de enfermagem sobre o contato pele a pele na primeira hora de vida; Benefícios e importância do contato pele a pele no pós-parto imediato na visão dos profissionais; Práticas realizadas no pós-parto imediato na sala de parto. Conclusão: os profissionais de enfermagem possuem o conhecimento sobre o contato pele a pele, mesmo que apresentando algumas fragilidades, e ver-se a importância deste conhecimento para o que esse estímulo seja amplamente efetivado nos cuidados à mãe e ao recém-nascido.

Objective: to describe the understanding of the nursing team in the delivery room about skin-to-skin contact between mother and baby in the first hour of life. Method: descriptive, qualitative study with nursing professionals in the delivery room. Data were collected from August to November 2018, through semi-structured interviews and analyzed by the thematic content analysis method. Results: three thematic categories were extracted: Knowledge of the nursing team about skin-to-skin contact in the first hour of life; Benefits and importance of skin-to-skin contact in the immediate postpartum period in the professionals' view; Practices performed in the immediate postpartum in the delivery room. Conclusion: nursing professionals have knowledge about skin-to-skin contact, even if some weaknesses, and see the importance of this knowledge for this stimulus to be widely actualized in the care of the mother and newborn.

Objetive: describir la comprensión del equipo de enfermería en la sala de partos sobre el contacto piel con piel entre la madre y el bebé en la primera hora de la vida. Método: estudio descriptivo y cualitativo con profesionales de enfermería en la sala de partos. Los datos fueron recogidos de agosto a noviembre de 2018, a través de entrevistas semiestructuradas y analizados por el método de análisis de contenido temático. Resultados: se extrajeron tres categorías temáticas: Conocimiento del equipo de enfermería sobre el contacto piel con piel en la primera hora de la vida; Beneficios e importancia del contacto piel con piel en el período posparto inmediato de acuerdo con los profesionales; Prácticas realizadas en el posparto inmediato en la sala de partos. Conclusión: los profesionales de enfermería tienen conocimientos sobre el contacto piel con piel, incluso si presentan algunas debilidades, y ven la importancia de este conocimiento para el cual este estímulo se ve ampliamente realizado en el cuidado de la madre y el recién nacido.
Descritores: Recém-Nascido
Assistência Perinatal
Relações Mãe-Filho
Equipe de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  4 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-975225 LILACS-Express
Autor: Canuto, Indianara Maria de Barros; Alves, Fábia Alexandra Pottes; Oliveira, Conceição Maria de; Frias, Paulo Germano de; Macêdo, Vilma Costa de; Bonfim, Cristine Vieira do.
Título: Intraurban differentials of perinatal mortality: modeling for identifying priority areas / Aspectos intraurbanos de la mortalidad perinatal: modelo para identificación de áreas prioritárias / Diferenciais intraurbanos da mortalidade perinatal: modelagem para identificação de áreas prioritárias
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;23(1):e20180166, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: To analyze the intraurban spatial distribution of perinatal mortality, its avoidability, and relationship with socioeconomic indicators in Recife, Pernambuco, Brazil, in the period from 2013 to 2015. Method: An ecological study with data from the Information Systems on Mortality and Live Births and the Brazilian Institute of Geography and Statistics, using neighborhoods as the analysis unit. We elaborated an indicator of social deprivation formed by variables from the demographic census. We estimated the Kernel density of the deaths and calculated the Moran index of the perinatal mortality coefficients in the spatial analysis. We elaborated thematic maps of avoidable perinatal mortality and social deprivation. Results: The global statistical analysis of the mortality distribution indicated evidence of spatial aggregation. Moran's index was 0.18. We found clusters of perinatal mortality in neighborhoods of the Central, North, Northwest, and South Regions. In the North, Northwest, Southwest, and South Regions we identified neighborhoods with greater social deprivation and avoidable mortality coefficients. The primary cause of death was of fetuses and newborns affected by hypertensive maternal disorders. Conclusion: We demonstrated intraurban differentials in perinatal mortality among neighborhoods. The stratification of the urban space according to the social deprivation indicator presented a relation with the perinatal mortality and its avoidability.

Resumen Objetivo: Analizar la distribución espacial intra urbana de la mortalidad perinatal, la capacidad de su prevención yla relación con indicadores socioeconómicos en la ciudad de Recife, estado de Pernambuco, en el período entre 2013 y 2015. Método: Estudio ecológico con datos de losSistemas de Información sobre Mortalidad y Nacidos Vivos, y del Instituto Brasileño de Geografía y Estadística, utilizando barrios como unidad de análisis. Se elaboró un indicador de carencia social formado por variables del censo demográfico. Se estimó la densidad de Kernel de muertes yse calculó el índice de Moran de los coeficientes de mortalidad perinatal en el análisis espacial. Se elaboraron mapas temáticos de la mortalidad perinatal evitableyde la carencia social. Resultados: El análisis estadístico global de la distribuciónde la mortalidad mostró evidencias de agregación espacial. El índice de Moran fue de 0,18. Se encontraron clústers de mortalidad perinatal en barrios de las Regiones Centro, Norte, Noroeste y Sur. En las Regiones Norte, Noroeste, Sudoeste y Sur se identificaron barrios con mayor carencia social y coeficiente de mortalidad evitable. La principal causa de muerte fue feto y recién nacido afectados por trastornos hipertensivos durante el embarazo. Conclusión: Se observaron diferentes aspectos intraurbanos en la mortalidad perinatal entre barrios. La estratificación del espacio urbano de acuerdo con el indicador de carencia social presentó relación con la mortalidad perinatal y la capacidad de su prevención.

Resumo Objetivo: Analisar a distribuição espacial intraurbana da mortalidade perinatal, sua evitabilidade e a relação com indicadores socioeconômicos no Recife, Pernambuco, no período entre 2013 e 2015. Método: Estudo ecológico com dados dos Sistemas de Informações sobre Mortalidade e Nascidos Vivos e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, utilizando bairros como unidade de análise. Elaborou-se um indicador de carência social formado por variáveis do censo demográfico. Estimou-se densidade de kernel dos óbitos, e calculou-se o índice de Moran dos coeficientes de mortalidade perinatal na análise espacial. Elaboraram-se mapas temáticos da mortalidade perinatal evitável e da carência social. Resultados: A análise estatística global da distribuição da mortalidade apontou evidências de agregação espacial. O índice de Moran foi 0,18. Verificaram-se clusters da mortalidade perinatal em bairros das regiões Centro, Norte, Noroeste, Sudoeste e Sul. Com exceção do Centro, identificaram-se bairros com maior carência social e coeficiente de mortalidade evitável em todas as regiões. A principal causa de morte foi feto e recém-nascido afetados por transtornos maternos hipertensivos. Conclusão: Mostraram-se diferenciais intraurbanos na mortalidade perinatal entre bairros. A estratificação do espaço urbano, de acordo com o Indicador de carência social, apresentou relação com a mortalidade perinatal e sua evitabilidade.
Descritores: Pobreza
Fatores Socioeconômicos
Mortalidade
Iniquidade Social
Mortalidade Perinatal
Morte Perinatal
-Cuidado Pré-Natal
Qualidade da Assistência à Saúde
Condições Sociais
Saúde Materno-Infantil
Fatores de Risco
Assistência Perinatal
Assistência Integral à Saúde
Indicadores Sociais
Acesso Universal aos Serviços de Saúde
Pesquisa Qualitativa
Diagnóstico Precoce
Políticas Públicas de Saúde
Atenção à Saúde
Serviços de Saúde Materno-Infantil
Estudos Ecológicos
Análise Espacial
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  5 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Rattner, Daphne
Texto completo
Id: biblio-974725
Autor: Theophilo, Rebecca Lucena; Rattner, Daphne; Pereira, Éverton Luís.
Título: Vulnerabilidade de mulheres negras na atenção ao pré-natal e ao parto no SUS: análise da pesquisa da Ouvidoria Ativa / The vulnerability of Afro-Brazilian women in perinatal care in the Unified Health System: analysis of the Active Ombudsman survey
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(11):3505-3516, Oct. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Com princípios de respeito à proteção e à implementação dos direitos humanos, à diversidade cultural, étnica e racial e à promoção da equidade, a Rede Cegonha assegura direitos ao planejamento reprodutivo e provimento contínuo das ações de atenção à saúde materna e infantil. Este trabalho objetivou analisar diferenças na atenção ao pré-natal e ao parto no SUS segundo raça/cor a partir de dados da Pesquisa da Ouvidoria Ativa da Rede Cegonha em 2012. Este estudo descritivo utilizou o banco de dados secundários da pesquisa da Ouvidoria Geral do SUS. Constituíram o universo desta investigação 253.647 mulheres, sendo que 50,8% se autodeclararam pardas, 35,4% brancas, 10,6% pretas, 2,1% amarelas, 0,6% indígenas e de 0,5% sem informações sobre raça/cor. As mulheres de raça/cor preta/parda aparecem em piores condições nas características socioeconômicas, na assistência ao pré-natal e ao parto, em todas as variáveis estudadas, menos para agressão no parto e pagamento suplementar. Esse conhecimento sobre iniquidades e vulnerabilidades deve servir de alerta para a sociedade e para o poder público como diretriz para a elaboração de políticas e ações destinadas a reduzir desigualdades em saúde.

Abstract With principles of respect to the protection and implementation of human rights, cultural, ethnic and racial diversity and also the promotion of equity, the Stork Network ensures the right to reproductive planning and continued provision of care in maternal and child health. This study sought to evaluate the Active Ombudsman Survey of the Stork Network conducted with women who had their births assisted by the Unified Health System (SUS) in 2012, in order to analyze ethnic/racial differences in prenatal and childbirth care. This descriptive study used the secondary database from the survey conducted by the SUS Ombudsman. The universe of this investigation was constituted by 253,647 women, and 50.8% self-declared themselves as brown, 35.4% white, 10.6% black 2.1% yellow, 0.6% Indians and for 0.5% race/color was not informed. Women of black/brown race appear to be worse off in socioeconomic characteristics, prenatal and childbirth care, in all variables studied, except concerning aggression and supplementary payment. Knowledge about inequalities and vulnerability of this group may serve to alert society and the government, and as a guideline for the development of policies and actions to reduce health inequalities.
Descritores: Assistência Perinatal/normas
Populações Vulneráveis
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Programas Nacionais de Saúde/normas
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Inquéritos e Questionários
Assistência Perinatal/organização & administração
Parto Obstétrico/normas
Direitos Sexuais e Reprodutivos
Disparidades em Assistência à Saúde/etnologia
Determinantes Sociais da Saúde
Direitos Humanos
Programas Nacionais de Saúde/organização & administração
Limites: Humanos
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-974726
Autor: Pereira, Ricardo Motta; Fonseca, Giovanna de Oliveira; Pereira, Ana Célia Cirino Costa; Gonçalves, Gabrielly Antunes; Mafra, Roberta Amaral.
Título: Novas práticas de atenção ao parto e os desafios para a humanização da assistência nas regiões sul e sudeste do Brasil / New childbirth practices and the challenges for the humanization of health care in southern and southeastern Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(11):3517-3524, Oct. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os diferentes modelos de assistência ao parto e a escolha pela realização de cesáreas ou parto vaginal há tempos são debatidos no Brasil e no mundo. A complexidade dos fatores que cercam o tipo de parto escolhido e sua assistência tem suscitado questionamentos que vão desde a qualidade da atenção obstétrica até o significado da parturição para as mulheres. Assim, a nova proposta do Ministério da Saúde (MS), de humanização na atenção ao parto estabelecendo mudanças em relação ao acesso, assistência, qualidade e resolutividade, tem por objetivo tornar a experiência da gestação mais humanizada e menos tecnicista. O Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte (MG), é tido como referência pelas boas práticas nessa área, de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar. Para que a humanização do cuidado gestacional se torne uma realidade nacional ainda existem muitos desafios a serem superados dentro dos sistemas de saúde, como problemas, sobretudo quanto ao sistema de formação educacional, o qual continua a preparar profissionais de saúde dentro do modelo intervencionista, focado na figura do médico. O presente estudo tem por objetivo fornecer um panorama acerca das diferentes práticas assistenciais humanizadas, voltadas à gestação e ao parto, realizadas nas regiões sul e sudeste do Brasil.

Abstract The humanization of care in childbirth and the choice of performing cesarean or vaginal delivery have long been discussed in Brazil and worldwide. The complexities of the factors surrounding this issue range from the quality of obstetric care through to the significance of childbirth for women. A new proposal for humanization of delivery was introduced by the Brazilian Ministry of Health, the objectives of which were to make changes to the current system of delivery practices regarding, access, care, quality and resolution, in order to make it a more human and less technical experience. The Sofia Feldman Hospital, in Belo Horizonte - MG, is a benchmark in the adoption of best practices in care during childbirth, according to the Brazilian National Health Agency. However, for the humanization to become a national reality, there are still many challenges to be overcome within the public health system and the private partnerships. The most important problems are related with the current education system that continues to prepare health professionals to act in an interventional way, focused on the physician figure. This study aims to provide an overview about the different humanized care practices focused on pregnancy and childbirth, conducted in southern and southeastern Brazil.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Parto Obstétrico/métodos
Assistência à Saúde/organização & administração
Programas Nacionais de Saúde/organização & administração
-Médicos/organização & administração
Brasil
Cesárea
Saúde Pública
Pessoal de Saúde/educação
Assistência Perinatal/normas
Assistência Perinatal/organização & administração
Parto Obstétrico/normas
Assistência à Saúde/normas
Parto
Parcerias Público-Privadas
Acesso aos Serviços de Saúde
Programas Nacionais de Saúde/normas
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146353
Autor: Ledo, Beatriz Cabral; Góes, Fernanda Garcia Bezerra; Santos, Andressa Silva Torres dos; Pereira-Ávila, Fernanda Maria Vieira; Silva, Aline Cerqueira Santos Santana da; Bastos, Mayara Pacheco da Conceição.
Título: Fatores associados ao uso de complemento lácteo entre recém-nascidos no ambiente hospitalar / Factors associated with the use of milk complement among newborns in the hospital environment / Factores asociados al uso de complemento de leche entre recién nacidos en el entorno del hospital
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e51503, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: identificar os fatores associados ao uso de complemento lácteo entre recém-nascidos no ambiente hospitalar. Método: estudo transversal desenvolvido em instituição pública no interior do estado do Rio de Janeiro, a partir da coleta de dados em prontuários de nascidos vivos. Foram realizadas associações entre variáveis utilizando-se o teste de Qui-quadrado e a Regressão Logística Binária. Resultados: entre os 351 prontuários consultados, 43 (12,0%) recém-nascidos fizeram uso de complemento lácteo durante a internação na maternidade. O contato pele a pele precoce na sala de parto (OR: 0,286; IC: 0,086- 0,954; p: 0,042) constituiu-se como fator que diminuiu as chances do recém-nascido necessitar desse tipo de complemento. Conclusão: colocar o recém-nascido despido em contato direto com a pele do tórax ou abdome da mãe na sala de parto contribui para a redução do uso de complemento lácteo durante a internação na maternidade, o que pode favorecer o início precoce do aleitamento materno exclusivo.

Objective: to identify factors associated with the use of milk supplement among newborns in the hospital environment. Method: this cross-sectional study conducted at a public institution in Rio de Janeiro state was based on data collected from medical records of live births. Associations between variables were identified using Chi-square test and Binary Logistic Regression. Results: of the 351 medical records consulted, 43 (12.0%) newborns used milk supplements during hospitalization. One factor that decreased the newborn's chances of needing this type of complement was early delivery room skin-to-skin contact (OR: 0.286; CI: 0.086-0.954; p: 0.042). Conclusion: placing the naked newborn in direct contact with the skin of the mother's chest or abdomen in the delivery room contributes to reducing the use of milk supplements during hospitalization in the maternity ward, which may favor early initiation of exclusive breastfeeding.

Objetivo: identificar factores asociados al uso de complementos lácteos en recién nacidos en el ámbito hospitalario. Método: este estudio transversal realizado en una institución pública en el estado de Río de Janeiro se basó en datos recolectados de registros médicos de nacidos vivos. Las asociaciones entre variables se identificaron mediante la prueba de Chi-cuadrado y la regresión logística binaria. Resultados: de las 351 historias clínicas consultadas, 43 (12,0%) recién nacidos utilizaron suplementos lácteos durante la hospitalización. Un factor que disminuyó las posibilidades del recién nacido de necesitar este tipo de complemento fue el contacto piel a piel en la sala de partos temprano (OR: 0,286; IC: 0,086-0,954; p: 0,042). Conclusión: colocar al recién nacido desnudo en contacto directo con la piel del tórax o abdomen de la madre en la sala de partos contribuye a reducir el uso de suplementos lácteos durante la hospitalización en maternidad, lo que puede favorecer el inicio temprano de la lactancia materna exclusiva.
Descritores: Alimentação Artificial
Aleitamento Materno
Assistência Perinatal
Maternidades
-Alojamento Conjunto
Brasil
Distribuição de Qui-Quadrado
Estudos Transversais
Salas de Parto
Hospitais Públicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  8 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-990296
Autor: Carvalho, Amanda Cordeiro de Oliveira; Saraiva, Ana Raquel Bezerra; Gonçalves, Gleice Adriana Araújo; Soares, Jaqueliny Rodrigues; Pinto, Sarah de Lima.
Título: Aleitamento materno: promovendo o cuidar no alojamento conjunto / Lactancia materna: promoción de la atención en alojamiento conjunto / Breastfeeding: providing care in rooming-in care
Fonte: Rev Rene (Online);14(2):241-251, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo almejou verificar a atuação da equipe de Enfermagem, junto à puérperas, diante do processo da amamentação e prevenção de dificuldades do aleitamento materno, no alojamento conjunto de uma maternidade de referência, do município Juazeiro do Norte/CE. Pesquisa descritiva com abordagem qualitativa em que foram entrevistados oito profissionais da equipe de enfermagem, os dados foram analisados e categorizados. As principais dificuldades na realização das ações são: a resistência das puérperas em aceitar as orientações da equipe de enfermagem; quantitativo de profissionais insuficiente; ausência de capacitação continuada para profissionais e instalações físicas inadequadas. Diante disso, faz-se necessário que profissionais do alojamento conjunto tenham o compromisso de se atualizar e praticar os conhecimentos adquiridos, bem como desenvolver estratégias para conquistar a confiança das mães permitindo, assim, que as mesmas possam assumir com mais segurança o papel de lactante.

El objetivo fue verificar el desempeño del personal de enfermería con las madres, antes del proceso de la lactancia materna y la prevención de problemas de lactancia, en alojamiento conjunto de hospital maternidad de referencia, de la ciudad de Juazeiro do Norte-CE, Brasil. Estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, en que se entrevistaron a ocho miembros del personal de enfermería profesional. Los datos fueron analizados y clasificados. Las principales dificultades en la implementación de las acciones fueron: fuerza de las mujeres a aceptar las directrices del personal de enfermería, cantidad insuficiente de profesionales, falta de formación continua para los profesionales e infraestructura inadecuada. Por lo tanto, es necesario que los profesionales de alojamiento conjunto tengan el compromiso de permanecer juntos para actualizar sus conocimientos y prácticas, y desarrollar estrategias para ganar la confianza de las madres, para que puedan asumirse con mayor seguridad el papel de lactante.

The study aims to verify the performance of nursing team, with the mothers, before the process of breastfeeding and prevention of breastfeeding problems, in the rooming in a reference maternity hospital, in the city of Juazeiro do Norte, CE, Brazil. Descriptive study with qualitative approach in which respondents were eight professionals of the nursing team, the data were analyzed and categorized. The main difficulties in implementing the actions were: the resistance of the mothers to accept the guidelines of the nursing team, insufficient quantity of professionals, lack of continuous training for professionals, and inadequate infrastructure. Therefore, it is necessary that the rooming health professionals have a commitment to have updated knowledge and put it into practice, as well as develop strategies to have the mothers' confidence thus allowing them to breastfeed more safely.
Descritores: Alojamento Conjunto
Aleitamento Materno
Enfermagem
Assistência Perinatal
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 553 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147608
Autor: Bernardino, Fabiane Blanco Silva; Rodrigues, Danielly Silva; Santos, Millena Mikaella Sousa; Tanaka, Mariana Camargo; Freitas, Bruna Hinnah Borges Martins de; Gaíva, Maria Aparecida Munhoz.
Título: Fatores perinatais associados ao desconforto respiratório do recém-nascido / Factores perinatales asociados con malestar respiratorio en el recién nacido / Perinatal factors associated with respiratory discomfort in the newborn
Fonte: Rev. enferm. Cent.-Oeste Min;10(1):3690, out. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar a prevalência e fatores perinatais associados ao desconforto respiratório em neonatosinternados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal em Cuiabá, Mato Grosso. Método: Estudo transversal, analítico, retrospectivo, com coleta dos dados entre os meses de outubro e dezembro de 2019, em 844 prontuários de recém-nascidos internados entre 2014 e 2018. Utilizou-se a Regressão de Poisson, considerando significância de 0,05 (p<0,05). Resultados: do total de neonatos, 49,05% foram diagnosticados com desconforto respiratório. A prevalência da doença foi 60% maior entre os pré-termos, 36% maior entre os que apresentaram histórico de uso materno de esteroide antenatal e 25% maior entre os de baixo peso ao nascer. Observou-se, ainda, que a prevalência do uso de capacete de oxigênio, pressão positiva contínua nas vias aéreas e dieta parenteral foi 91%, 89% e 18% maior entre os neonatos com a doença. No entanto, o uso de fórmulas e leite materno em neonatos com desconforto respiratório foi 85% e 62% menor do que os neonatos que não apresentavam tal condição. Conclusão: Indica-se maior atenção da equipe de saúde e gestores, uma vez que o conhecimento desses fatores poderá auxiliá-los no planejamento de ações para consolidação da rede de atenção perinatal, com reestruturação e qualificação dos processos assistenciais no pré-natal, parto e nascimento(AU)

Objective: To analyze the prevalence of perinatal factors associated with respiratory distress in neonates admitted to a Neonatal Intensive Care Unit in Cuiabá, Mato Grosso. Method: A cross-sectional, analytical, retrospective study, with data collection between the months of October and December 2019, in 844 medical records of newborns hospitalized between 2014 and 2018. Poisson Regression was used, considering a significance of 0.05 (p <0.05). Results: Of the total number of neonates, 49.05% were diagnosed with respiratory distress. The prevalence of the disease was 60% higher among premature infants, 36% higher among those who had a history of maternal use of antenatalsteroids, and 25% higher among those with low weight. It was also observed that the prevalence of use of an oxygen helmet, the continuous positive airway pressure and the parenteral diet was 91%, 89% and 18% higher among neonates with the disease, respectively. However, the use of formulas and breast milk in infants with discomfort was 85% and 62% lower than that of infants who did not have this condition. Conclusion: Greater attention by the health team and managers is necessary as knowledge of these factors may assist them in planning actions to consolidate the perinatal network, with restructuring and qualification of care processes in prenatal aid, delivery and birth.(AU)

Objetivo: Analizar el predominio y losfactores perinatales asociados a la dificultad respiratoria en neonatosingresados en una Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales de Cuiabá, Mato Grosso. Método: Estudio transversal, analítico y retrospectivo, con recolección de datos entre los meses de octubre a diciembre de 2019, en 844 historias clínicas de recién nacidos hospitalizados entre 2014 y 2018. Se utilizó Regresión de Poisson, considerando una significancia de 0.05 (p <0,05). Resultados: Del total de neonatos, el 49,05% fueron diagnosticados de dificultad respiratoria. El predominio de la enfermedad fue un 60% más alto entre los bebés prematuros, un 36% más alto entre los que tenían antecedentes de uso materno de esteroides prenatales y un 25% más alto entre los que tenían bajo peso. También se observó que el predominio del casco de oxígeno, presión positiva continua en las vías respiratorias y dieta parenteral fue 91%, 89% y 18% mayor entre los recién nacidos con la enfermedad. Sin embargo, el uso de fórmulas y leche materna en lactantes con malestar fue 85% y 62% menor que el de lactantes que no padecían esta afección. Conclusión: Se indica una mayor atención por parte del equipo de salud y los gestores, ya que el conocimiento de estos factores puede ayudarlos a planificar acciones para consolidar la red perinatal, con reestructuración y calificación de los procesos de atención en el prenatal, parto y nacimiento.(AU)
Descritores: Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Morbidade
Enfermagem
Assistência Perinatal
Responsável: BR1259.1 - DIBIB - Divisão de Biblioteca


  10 / 553 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1141064
Autor: Terra, Nathália Oliveira,; Góes, Fernanda Garcia Bezerra,; Souza, Andressa Neto,; Ledo, Beatriz Cabral,; Campos, Brenda Lucas,; Barcellos, Thamires Myrena Torres,.
Título: Fatores intervenientes na adesão à amamentação na primeira hora de vida: revisão integrativa / Intervening factors in adherence to breastfeeding within the first hour of life: integrative review
Fonte: Rev. eletrônica enferm;22:1-11, 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Analisar evidências científicas na área da saúde sobre os fatores intervenientes na amamentação do recém-nascido na primeira hora de vida no ambiente hospitalar. Método: Revisão integrativa da literatura realizada em agosto de 2020 em seis recursos informacionais. Resultados: Foram identificadas 282 referências, das quais, após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 28 foram selecionadas para a síntese qualitativa, constatando-se que fatores multidimensionais interferem na adesão à amamentação na primeira hora de vida. Conclusão: Essa prática é influenciada por fatores maternos e neonatais e pelas práticas institucionais e profissionais instituídas no pré-natal, parto e puerpério. Reconhecer esses fatores é essencial para favorecer reflexões e mudanças nas práticas assistenciais e gerenciais em saúde, vislumbrando melhorias nas taxas de amamentação na primeira hora de vida e do aleitamento materno exclusivo e na redução da morbimortalidade infantil.

Objective: To analyze scientific evidence in the health area about the factors interfering with breastfeeding the newborn in the first hour of life in the hospital setting. Method: Integrative review of the literature performed in August 2020 in six information resources. Results: The total of 282 references were identified. After applying the inclusion and exclusion criteria, 28 were selected for qualitative synthesis, showing that multidimensional factors interfere with adherence to breastfeeding in the first hour of life. Conclusion: This practice is influenced by maternal and neonatal factors and by institutional and professional practices instituted in prenatal care, childbirth and the puerperal period. Recognizing these factors is essential to favor reflections and changes in care and management health practices, with a view to improving breastfeeding rates in the first hour of life and exclusive breastfeeding, and reducing infant morbidity and mortality.
Descritores: Aleitamento Materno
-Alojamento Conjunto
Fatores de Tempo
Assistência Perinatal
Parto
Relações Mãe-Filho
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN



página 1 de 56 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde