Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.760.795 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1815 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 182 ir para página                         

  1 / 1815 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-449779
Autor: Llera Domínguez, Gerardo de La.
Título: Tratamiento preoperatorio en cirugía mayor electiva / Preoperative treatment in elective major surgery
Fonte: Rev. cuba. cir;45(1), ene.-mar. 2006.
Idioma: es.
Resumo: En el presente trabajo se ofrecen los procedimientos a seguir al abordar la cirugía mayor electiva y la cirugía mayor de urgencia. Se señalan las fases del período preoperatorio, examenes de urgencia...(AU)

Presently work offers the procedures to continue when approaching the elective bigger surgery and the surgery bigger than urgency. The phases of the period preoperatorio is pointed out, exams of urgency...(AU)
Descritores: Cuidados Pré-Operatórios/efeitos adversos
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos/métodos
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-735651
Autor: Mesquita, Ana Cláudia; Bressan, Vânia Regina; Chaves, Érika de Cássia Lopes.
Título: A relação de ajuda não-diretiva como instrumento para o cuidado de enfermagem no pré-operatório: um relato de experiência / The non-directive relation of help as an instrument for nursing care: a experience report / La relación de la ayuda no-directiva como instrumento para la atención de enfermería: un relato de experiência
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;12(4):789-796, out.-dez. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste relato de experiência foi apresentar a interação entre uma acadêmica de enfermagem e um paciente durante a visita pré-operatória, utilizando os princípios da relação de ajuda não-diretiva. A entrevista foi gravada em fita K7, transcrita e posteriormente analisada conforme o referencial teórico da relação de ajuda não-diretiva. A interação favoreceu a criação do vínculo entre entrevistadora e paciente, facilitando o desenvolvimento do processo de enfermagem nessa etapa. A dificuldade encontrada refere-se ao tempo despendido para a realização de tal atividade. Conclui-se que a entrevista utilizando os princípios da relação de ajuda não-diretiva pode ser um instrumento terapêutico que, além de fornecer informações ao profissional que assiste o paciente e direciona o processo do cuidar, proporciona a quem recebe o cuidado a oportunidade de falar sobre o que o incomoda no momento, contribuindo assim para a resolução ou para a minimização dos problemas decorrentes do processo saúde-doença.

This is an experience report for the purpose of discussing the experience of interaction between academic nursing and hospital patient using the principles of non-directive relationship help. The interview was recorded on tape K7, transcribed and then analyzed as the theoretical ratio of non-aid policy. The application of non-directive orientation favored the creation of a bond between interviewer and client in the preoperative period, facilitating the development of the nursing process at this stage. The difficulty refers to the time taken to carry out such activity. We conclude that the interview using the principles of relationship help non-directive can be a therapeutic tool at the same time providing information to the professional who assists the client and directs the process of care, provides care who gets the opportunity to talk about what bothers you right now, thus contributing to the resolution or minimizing the problems caused by the disease process.

El objetivo de este relato de experiencia fue presentar la interacción entre una alumna de enfermería y un paciente durante la visita preoperatoria, utilizando los principios de la relación de ayuda no-directiva. La entrevista fue grabada en cinta casete, transcripta y posteriormente analizada conforme el referencial teórico de la relación de ayuda no-directiva. La interacción favoreció la creación del vínculo entre entrevistadora y paciente, facilitando el desarrollo del proceso de enfermería en esta etapa. La dificultad encontrada se refiere al tiempo usado para la realización de tal actividad. Se concluye que la entrevista, utilizando los principios de la relación de ayuda no-directiva, puede ser un instrumento terapéutico que, además de proveer informaciones al profesional que asiste al paciente y direcciona el proceso del cuidar, proporciona, a quien recibe el cuidado, la oportunidad de hablar sobre lo que le molesta en el momento, contribuyendo así para la resolución o para la minimización de los problemas decurrentes del proceso salud-enfermedad.
Descritores: Cuidados Pré-Operatórios
Enfermagem
Relações Interpessoais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1171324
Autor: Rodríguez Otero, Juan C; Silvestre Begnis, Gustavo A.
Título: Cirugía oncológica en el paciente añoso / Oncologic surgery in the patient elderly
Fonte: Rev. argent. cir;(n.esp):173-228, 2000. tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Congreso Argentino de Cirugía, 71, Buenos Aires, 2000.
Descritores: Cirurgia Geral/métodos
Cuidados Pré-Operatórios
Neoplasias/cirurgia
-Avaliação Geriátrica
Cirurgia Geral/estatística & dados numéricos
Cirurgia Geral/normas
Cirurgia Vídeoassistida
Complicações Pós-Operatórias
Geriatria/educação
Idoso
Idoso Fragilizado
Melanoma/cirurgia
Neoplasias
Neoplasias Colorretais/cirurgia
Neoplasias Gástricas/cirurgia
Neoplasias Hepáticas/cirurgia
Neoplasias Hepáticas/secundário
Neoplasias Pancreáticas/cirurgia
Neoplasias Pulmonares/cirurgia
Neoplasias Retais/cirurgia
Neoplasias da Bexiga Urinária/cirurgia
Neoplasias da Mama/cirurgia
Neoplasias da Próstata/cirurgia
Neoplasias da Vesícula Biliar/cirurgia
Neoplasias de Cabeça e Pescoço/cirurgia
Neoplasias de Tecido Conjuntivo e de Tecidos Moles/cirurgia
Neoplasias do Colo/cirurgia
Neoplasias do Endométrio/cirurgia
Neoplasias dos Ductos Biliares/cirurgia
Oncologia/educação
Taxa de Sobrevida
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Idoso
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  4 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1161349
Autor: Sarubbi, María Alda; Wickert, Cristina; Segovia, Hugo; Botto, Liliana.
Título: Prevención y control de infecciones en centros perinatológicos: 2a parte / Prevention and control of infections in perinatal centers: second part
Fonte: Clin. perinatol. argent;(4):1-45, 1997-1998. tab.
Idioma: es.
Descritores: Contenção de Riscos Biológicos/normas
Controle de Infecções/métodos
Controle de Infecções/normas
Infecção Hospitalar/prevenção & controle
Infecção da Ferida Cirúrgica/prevenção & controle
Isolamento de Pacientes/métodos
Isolamento de Pacientes/normas
Manejo de Espécimes/métodos
Manejo de Espécimes/normas
-Acidentes de Trabalho/prevenção & controle
Contenção de Riscos Biológicos/métodos
Controle de Doenças Transmissíveis/normas
Cuidados Pré-Operatórios/normas
Desinfecção das Mãos/normas
Desinfecção/normas
Perinatologia/normas
Pneumonia/etiologia
Pneumonia/prevenção & controle
Riscos Ocupacionais
Roupas de Cama, Mesa e Banho/normas
Limites: Feminino
Humanos
Gravidez
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  5 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rosa, Maria Luiza Garcia
Ribeiro, Mário Luiz
Texto completo
Id: biblio-827871
Autor: Costa, Jean Allan; Almeida, Maria Lucia Pereira; Estrada, Tereza Cristina Duque; Werneck, Guilherme Lobosco; Rocha, Alexandre Marins; Rosa, Maria Luiza Garcia; Ribeiro, Mario Luiz; Mesquita, Claudio Tinoco.
Título: Utility of Ultraportable Echocardiography in the Preoperative Evaluation of Noncardiac Surgery / Utilidade do Ecocardiograma Ultraportátil Direcionado na Avaliação Pré-Operatória de Cirurgia Não Cardíaca
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(5):420-426, Nov. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: The ultraportable echocardiogram machine, with relevant portability and easiness in performing diagnoses, when in experienced hands, may contribute to the reliability of preoperative evaluation in noncardiac surgeries. Objectives: To assess cardiac function parameters in patients aged older than 60 years, candidates of elective noncardiac surgeries, classified as ASA1 or ASA 2 according to surgical risk. Methods: A total of 211 patients referred for elective surgeries, without suspicion of previous heart diseases, were included in the study. Assessment of patients was conducted by conventional echocardiogram using the ultraportable V Scan (GE) device right after the pre-anesthetic clinical evaluation. We assessed the clinical impact of echocardiography results by using a questionnaire addressed to the anesthetist. Results: Mean age of patients was 68.9 ± 7.0 years, 154 were women. The most frequent surgeries were: a) facectomy - cataract - 18; b) inguinal hernia surgery - 18; c) Cholecystectomy - 16. We found 58 normal tests (27.5%), 70 (33.2%) with mild valve reflux, and 83 (39.3%) with relevant abnormality, such as increase in heart chamber size, global and/or segmental contractile dysfunction, significant valve dysfunction or other unspecified. Test results caused delay of surgical procedure for a more detailed cardiac evaluation in 20 (9.5%) patients, and change in anesthetic management in 7 (3.3%). Conclusion: There was a considerable clinical impact with the use of the ultraportable echocardiography, since one out of every ten patients evaluated had their clinical management changed due to the detection of previously unsuspected, significant heart diseases, with the potential for severe complications.

Resumo Fundamento: O ecocardiógrafo ultraportátil, com importante mobilidade e facilidade diagnóstica em mãos experientes pode contribuir para a segurança na avaliação pré-operatória em cirurgias não cardíacas. Objetivo: Avaliar os parâmetros de função cardíaca nos pacientes com mais de 60 anos de idade, candidatos a cirurgias não-cardíacas eletivas, classificados como ASA 1 ou ASA 2 na classificação de risco cirúrgico. Métodos: Foram incluídos 211 pacientes direcionados para cirurgias eletivas diversas e sem suspeita prévia de cardiopatia. Os pacientes foram avaliados por técnica ecocardiográfica convencional, usando o aparelho ultraportátil V Scan (GE) logo após a avaliação clínica pré-anestésica. Avaliamos o impacto clínico dos resultados da ecocardiografia por um questionário dirigido ao anestesista. Resultados: A idade média dos pacientes foi 68,9 ± 7,0 anos, 154 do sexo feminino. As cirurgias mais frequentes foram: a) Facectomia-catarata - 18; b) Herniorrafia inguinal - 18; c) Colecistectomia - 16. No total, foram observados 58 exames normais (27,5%), 70 (33,2%) exames que apresentavam leves refluxos valvares e 83 (39,3%) exames com alguma anormalidade relevante, como aumento de câmara cardíaca, disfunção contrátil global e/ou segmentar, disfunção valvar mais significativa ou outra não especificada. Os resultados determinaram que 20 (9,5%) pacientes tivessem seus procedimentos cirúrgicos adiados até avaliação cardiológica mais detalhada e em 7 (3,3%) houve mudança na conduta anestésica. Conclusão: Houve um impacto clínico considerável com o uso da ecocardiografia ultraportátil, pois um em cada dez pacientes avaliados sofreu modificação na conduta clínica, em função da detecção de cardiopatias significativas, não suspeitadas previamente, e com potencial para complicações graves.
Descritores: Ecocardiografia/instrumentação
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Cardiopatias/diagnóstico por imagem
-Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Medição de Risco
Anestesia/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-973794
Autor: Albertini, Caio Marcos de Moraes; Silva, Katia Regina da; Leal Filho, Joaquim Maurício da Motta; Crevelari, Elizabeth Sartori; Martinelli Filho, Martino; Carnevale, Francisco Cesar; Costa, Roberto.
Título: Usefulness of preoperative venography in patients with cardiac implantable electronic devices submitted to lead replacement or device upgrade procedures / Utilidade da Venografia Pré-Operatória em Procedimentos de Troca de Cabos-Eletrodos ou Mudança do Modo de Estimulação
Fonte: Arq. bras. cardiol;111(5):686-696, Nov. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Venous obstructions are common in patients with transvenous cardiac implantable electronic devices, but they rarely cause immediate clinical problems. The main consequence of these lesions is the difficulty in obtaining venous access for additional leads implantation. Objectives: We aimed to assess the prevalence and predictor factors of venous lesions in patients referred to lead reoperations, and to define the role of preoperative venography in the planning of these procedures. Methods: From April 2013 to July 2016, contrast venography was performed in 100 patients referred to device upgrade, revision and lead extraction. Venous lesions were classified as non-significant (< 50%), moderate stenosis (51-70%), severe stenosis (71-99%) or occlusion (100%). Collateral circulation was classified as absent, discrete, moderate or accentuated. The surgical strategy was defined according to the result of the preoperative venography. Univariate analysis was used to investigate predictor factors related to the occurrence of these lesions, with 5% of significance level. Results: Moderate venous stenosis was observed in 23%, severe in 13% and occlusions in 11%. There were no significant differences in relation to the device side or the venous segment. The usefulness of the preoperative venography to define the operative tactic was proven, and in 99% of the cases, the established surgical strategy could be performed according to plan. Conclusions: The prevalence of venous obstruction is high in CIED recipients referred to reoperations. Venography is highly indicated as a preoperative examination for allowing the adequate surgical planning of procedures involving previous transvenous leads.

Resumo Fundamento: Obstruções venosas são frequentes em portadores de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis (DCEI) endocárdicos, mas raramente causam problemas clínicos imediatos. A principal consequência destas lesões é a dificuldade para obtenção de via de acesso para o implante de novos cabos-eletrodos. Objetivos: Determinar a prevalência de lesões venosas em candidatos a reoperações envolvendo o manuseio de cabos-eletrodos, e definir o papel da venografia pré-operatória no planejamento desses procedimentos. Métodos: De abril de 2013 a julho de 2016, 100 pacientes com indicação de troca de cabos-eletrodos, ou mudança no modo de estimulação, realizaram venografia com subtração digital no período pré-operatório. As lesões venosas foram classificadas em: não significativas (< 50%), moderadas (51-70%), graves (71-99%) ou oclusivas (100%), e a circulação colateral, em ausente, discreta, moderada ou acentuada. A estratégia cirúrgica foi definida a partir do resultado deste exame. Empregou-se análise univariada para a pesquisa de fatores de risco relacionados à ocorrência dessas lesões, com nível de significância de 5%. Resultados: Obstruções venosas moderadas foram observadas em 23%, graves em 13% e oclusões em 11% dos pacientes estudados, não sendo identificadas diferenças significativas em sua distribuição em relação ao lado do implante, ou do segmento venoso. A utilidade do exame para definição da tática operatória foi comprovada, sendo que em 99% dos casos, a estratégia cirúrgica estabelecida pode ser executada. Conclusões: A prevalência de obstruções venosas é elevada em portadores de DCEI que serão submetidos a reoperações. A venografia é altamente indicada como exame pré-operatório para o adequado planejamento cirúrgico de procedimentos envolvendo cabos-eletrodos transvenosos previamente implantados.
Descritores: Reoperação/métodos
Doenças Vasculares/diagnóstico por imagem
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Flebografia/métodos
Desfibriladores Implantáveis/efeitos adversos
-Marca-Passo Artificial/efeitos adversos
Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle
Reoperação/normas
Doenças Vasculares/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Constrição Patológica/diagnóstico por imagem
Terapia de Ressincronização Cardíaca/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1019687
Autor: Catapan, Soraia de Camargo; Oliveira, Walter Ferreira de; Rotta, Tatiana Marcela.
Título: Palhaçoterapia em ambiente hospitalar: uma revisão de literatura / Clown therapy in the hospital setting: A review of the literature
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(9):3417-3429, set. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A inserção do palhaço no hospital é relativamente recente e mais de 700 organizações realizam a palhaçoterapia nessas instituições no Brasil e em outras ao redor do mundo. Dada a ênfase na integralidade do cuidado e humanização da assistência à saúde, torna-se oportuno compreender e analisar a produção nacional e internacional do conhecimento científico sobre esta prática que desafia o modelo hegemônico de cuidado e potencialmente contribui na recuperação da saúde. Foi realizada uma revisão de literatura utilizando análise de conteúdo temática que analisou 18 publicações. As categorias que emergiram foram: respostas fisiológicas, comportamentais e emocionais; ansiedade pré-operatória; e ressignificação das práticas e do ambiente hospitalar. A literatura analisada aponta que a palhaçoterapia provoca diminuição significativa da ansiedade pré-operatória em crianças, comparativamente maior do que a obtida com o uso de um fármaco indutor de anestesia. A maior parte dos estudos investigou o uso da palhaçoterapia na adaptação à hospitalização, auxiliando na atribuição de novos significados. Apesar da baixa representatividade do tema no campo científico e mesmo não sendo amplamente aceita como prática de saúde, os resultados encontrados sugerem benefícios na utilização da palhaçoterapia em ambiente hospitalar.

Abstract The presence of clowns in hospitals is relatively recent and more than 700 organizations now perform clown therapy in hospitals in Brazil and around the world. Considering the emphasis on comprehensive care and the humanization of health, it is timely to understand and analyze the national and international scientific literature on clown therapy. This practice challenges the hegemonic biomedical model and potentially helps in the recuperation of health. A review of the literature was conducted and 18 publications were analyzed using thematic content analysis. The following categories arose from the analysis: physiological, behavioral, and emotional responses; presurgical anxiety and attribution of new meanings to practices and the hospital environment. Results have shown that clown therapy leads to a significant decrease in preoperative anxiety in children, even compared with the results obtained with the use of anesthesia-inducing drugs. Most studies investigated the use of clown therapy during patients' adaptation to hospitalization, helping them to attribute new meanings to this situation. Despite its low representation in the scientific field and the fact that it has not been widely accepted as a health practice, several studies have shown the benefits of using clown therapy in the hospital setting.
Descritores: Ansiedade/prevenção & controle
Terapia do Riso/métodos
Hospitalização
-Brasil
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Adaptação Psicológica
Hospitais
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147123
Autor: Pimpão, Heloise Angelico; Bortolazzi, Isadora Pandolfo; Mattos, Gabrielle Pazzetto de; Frez, Andersom Ricardo; Moreira, Maria Julia Batista; Ruaro, João Afonso; Baroni, Marina Pegoraro; Daniel, Christiane Riedi.
Título: Impacto Clínico da Fisioterapia Pré-Operatória nas Complicações Pulmonares Pós-Operatórias de Pacientes Oncológicos / Clinical Impact of Preoperative Physiotherapy on Postoperative Pulmonary Complications of Oncological Patients / Impacto Clínico de la Fisioterapia Preoperatoria sobre las Complicaciones Pulmonares Postoperatorias de Pacientes Oncológicos
Fonte: Rev. bras. cancerol;67(1):e-101211, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A fisioterapia pré-operatória em pacientes oncológicos tem papel fundamental para redução das complicações pós-operatórias. Sabe-se que a avaliação pré-operatória identifica os fatores de risco e é decisiva na redução do desenvolvimento de tais complicações. Objetivo: Verificar o efeito da cinesioterapia pré-operatória e do treino muscular inspiratório nas complicações pulmonares pós-operatórias em pacientes oncológicos. Método: Trinta pacientes foram divididos aleatoriamente em grupo cinesioterapia, grupo treinamento muscular inspiratório e grupo controle, com dez participantes em cada grupo. Foram realizadas avaliação da força muscular respiratória, teste de caminhada de seis minutos e força muscular periférica. Foi utilizado o teste de Wilcoxon para comparação pré e pós-tratamento. Também foi realizado o teste Kruskal Wallis para comparação do resultado pós-tratamento e o teste qui-quadrado para variáveis categóricas. Utilizou--se o teste de Cohen (d) para identificação do tamanho do efeito. Resultados: Nove (90%) indivíduos do grupo controle apresentaram complicações, enquanto, nos grupos cinesioterapia e de treinamento muscular inspiratório, as complicações foram observadas em dois (20%) e três (30%) pacientes, respectivamente. As pressões inspiratória máxima (PImáx) e expiratória máxima (PEmáx) no treinamento muscular inspiratório e a PImáx no grupo cinesioterapia demonstraram impacto clínico quando comparados ao grupo controle. Conclusão: A cinesioterapia e o treinamento muscular inspiratório impactaram na redução das complicações pós-operatórias das cirurgias oncológicas.

Introduction: Preoperative physiotherapy in cancer patients plays a fundamental role in reducing postoperative complications. It is known that the preoperative assessment identifies risk factors and is critical in reducing the development of such complications. Objective: Identify the effect of preoperative kinesiotherapy and inspiratory muscle training on postoperative pulmonary complications in cancer patients. Method: Thirty patients were randomly divided into a kinesiotherapy group, inspiratory muscle training group and control group, with 10 participants in each group. Respiratory muscle strength assessment, 6-minute walk test and peripheral muscle strength were performed. The Wilcoxon test was used for comparison before and after treatment. The Kruskal Wallis test was also performed to compare the post-treatment result and the Chi-square test for categorical variables. The Cohen test (d) was also performed to identify the effect size. Results: Nine (90%) individuals in the control group had complications, while in the kinesiotherapy and inspiratory muscle training groups, complications were observed in two (20%) and three (30%) patients, respectively. Maximum inspiratory pressure (MIP) and maximum expiratory pressure (MEP) in inspiratory muscle training and MIP in the kinesiotherapy group demonstrated clinical impact when compared to the control group. Conclusion: Kinesiotherapy and inspiratory muscle training impacted the reduction of postoperative complications of oncology surgeries.

Introducción: La fisioterapia preoperatoria en pacientes oncológicos tiene un papel fundamental en la reducción de las complicaciones posoperatorias. Se sabe que la evaluación preoperatoria identifica factores de riesgo y es decisiva para reducir el desarrollo de tales complicaciones. Objetivo: Verificar el efecto de la kinesioterapia preoperatoria y el entrenamiento de los músculos inspiratorios sobre las complicaciones pulmonares postoperatorias en pacientes con cáncer. Método: Treinta pacientes fueron divididos aleatoriamente en un grupo de kinesioterapia, un grupo de entrenamiento de los músculos inspiratorios y un grupo de control, con diez participantes en cada grupo. Se realizó una evaluación de la fuerza de los músculos respiratorios, la prueba de marcha de seis minutos y la fuerza de los músculos periféricos. Se utilizó la prueba de Wilcoxon para comparar antes y después del tratamiento. También se realizó la prueba de Kruskal Wallis para comparar el resultado postratamiento y la prueba de chi-cuadrado para variables categóricas. También se realizó la prueba de Cohen (d) para identificar el tamaño del efecto. Resultados: Nueve (90%) individuos en el grupo de control tuvieron complicaciones, mientras, en los grupos de kinesioterapia y entrenamiento de los músculos inspiratorios, se observaron complicaciones en dos (20%) y tres (30%) pacientes, respectivamente. Las presiones inspiratorias (MIP) y espiratorias máximas (MEP) en el entrenamiento de los músculos inspiratorios y MIP en el grupo de kinesioterapia demostraron un impacto clínico en comparación con el grupo de control. Conclusión: La kinesioterapia y el entrenamiento de los músculos inspiratorios impactaron en la reducción de las complicaciones posoperatorias de las cirugías oncológicas
Descritores: Cuidados Pré-Operatórios
Modalidades de Fisioterapia
Neoplasias/complicações
-Exercícios Respiratórios/efeitos adversos
Neoplasias/cirurgia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  9 / 1815 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-329903
Autor: Carmona Cimarro, Jose Vicente.
Título: Cirugía cardíaca: cuidados iniciales de enfermería en el ingreso en la Unidad de Cuidados Intensivos / Cardiac surgery: initial nursing care on admission to the Intensive Care Unit
Fonte: Rev. cuba. enferm;18(1):72-77, ene.-abr. 2002.
Idioma: es.
Resumo: La cirugía cardíaca ha experimentado un desarrollo espectacular en estos 10 últimos años, por lo que ofrece mejores resultados, gracias a diversos factores como son: mejoras y afianzamiento en las técnicas diagnósticas (cateterismos cardíacos), perfeccionamiento en la técnica quirúrgica (formación del equipo quirúrgico), diseño y fabricación de prótesis valvulares, mejoras en las técnicas de circulación extracorpórea, y por último, la calidad de la atención posoperatoria, no solo material sino personal, tanto del equipo médico como del personal de enfermería, que representa en sí, a los que más tiempo permanecen a pie de cama, tras la intervención. Ese avance se expresa en que el paciente operado de cirugía cardíaca no está más de 2 ó 3 días en la Unidad de Cuidados Intensivos, para pasar posteriormente a la planta de hospitalización. El personal de enfermería desempeña un papel importantísimo en la cirugía cardíaca, como una pieza más de ese gran rompecabezas, constituido desde que el paciente ingresa al hospital, hasta que se va de alta a su domicilio. El paciente en situación posoperatoria de la cirugía cardíaca debe ser vigilado extremadamente por el personal de enfermería durante las primeras 24 horas: control de signos clínicos, como la presión arterial, temperatura, arritmias, drenajes, etc(AU)

Cardiac surgery has experienced an astonishing development in the last ten years; it shows better results thanks to a number of factors such as improvement and reinforcement of diagnostic techniques (cardiac catheterism), improvement of surgical techniques (formation of the surgical team), design and manufacture of prosthetic valves; improvements in extracorporeal circulation and the quality of postoperative care not only in the material but also in the personal aspect, by the medical and the nursing staff since they are the ones that spend most of the time next to the patient after surgery. This advances are reflected in the fact that the operated patient stays only 2 or 3 days at the Intensive Care Unit and afterwards, he/she is transferred to the hospital wards. The nursing staff plays a very important role in the cardiac surgery, as a piece of this great puzzle covering from the time the patient is admitted to Unit up to his/her discharge. In cardiac surgery, the operated patient should be extremely looked after by the nursing staff during the first 24 hours including the management of clinical signs such as blood pressure, temperature, arrythmias, drainages, etc(AU)
Descritores: Cuidados Pós-Operatórios/enfermagem
Cirurgia Torácica
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Cuidados de Enfermagem/métodos
-Qualidade da Assistência à Saúde/ética
Unidades de Terapia Intensiva/ética
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  10 / 1815 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-748918
Autor: Meco, Basak Ceyda; Alanoglu, Zekeriyya; Yilmaz, Ali Abbas; Basaran, Cumhur; Alkis, Neslihan; Demirer, Seher; Cuhruk, Handan.
Título: Does ultrasonographic volume of the thyroid gland correlate with difficult intubation? An observational study / Existe correlação entre o volume ultrassonográfico da glândula tireóide e intubação difícil? Um estudo observacional / ¿Existe una correlación entre el volumen ecográfico de la glándula tiroides y la intubación difícil? Un estudio observacional
Fonte: Rev. bras. anestesiol;65(3):230-234, May-Jun/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND AND OBJECTIVES: Preoperative ultrasonographic evaluation of the thyroid gland done by surgeons could let us foresee airway management challenges. The aim of this observational study was to evaluate the effects of thyroid-related parameters assessed preoperatively by surgeons via ultrasonography and chest X-ray on intubation conditions. METHODS: Fifty patients undergoing thyroid surgery were enrolled. Thyromental distance, Mallampati score, neck circumference and range of neck movement were evaluated before the operation. Thyroid volume, signs of invasion or compression and tracheal deviation on chest X-ray were also noted. The intubation conditions were assessed with Cormack and Lehane score and the intubation difficulty scale. Statistical analyses were done with SPSS 15.0 software. RESULTS: The mean thyroid volume of the patients was 26.38 ± 14 mL. The median intubation difficulty scale was 1 (0-2). Thyromental distance (p = 0.011; r = 0.36; 95% CI 0.582-0.088), Mallampati score (p = 0.041; r = 0.29; 95% CI 0.013-0.526), compression or invasion signs (p = 0.041; r = 0.28; 95% CI 0.006-0.521) and tracheal deviation on chest X-ray (p = 0.041; r = 0.52; 95% CI 0.268-0.702) were correlated with intubation difficulty scale. Also patients were classified into two groups related to their intubation difficulty scale (Group I, n = 19: intubation difficulty scale = 0; Group II, n = 31: 1 < intubation difficulty scale ≤ 5) and difficult intubation predictors and thyroid-related parameters were compared. Only Mallampati score was significantly different between groups (p = 0.025). CONCLUSION: The thyroid volume is not associated with difficult intubation. However clinical assessment parameters may predict difficult intubation. .

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A avaliação ultrassonográfica pré-operatória da glândula tireóide feita por cirurgiões pode prever desafios no manejo das vias aéreas. O objetivo deste estudo observacional foi avaliar os efeitos de parâmetros relacionados à tireóide investigados pré-operatoriamente por cirurgiões mediante ultrassonografia e radiografia de tórax em condições de intubação. MÉTODOS: Foram inscritos 50 pacientes submetidos à cirurgia de tireóide. Distância tireomentoniana (DTM), escore de Mallampati, circunferência do pescoço e amplitude de movimento do pescoço foram avaliados antes da operação. Volume da tireóide, sinais de invasão ou compressão e desvio da traqueia na radiografia de tórax também foram registrados. As condições de intubação foram avaliadas com o escore de Cormack e Lehane (CL) e a escala de intubação difícil (EID). Análises estatísticas foram feitas com o software SPSS 15.0. RESULTADOS: A média do volume da tireóide dos pacientes foi de 26,38 ± 14 mL. A mediana da EID foi de 1 (0-2). DTM (p = 0,011; r = 0,36, IC 95% 0,582-0,088); escore de Mallampati (p = 0,041; r = 0,29, IC 95% 013-0,526); sinais de compressão ou invasão (p = 0,041; r = 0,28; IC 95% 0,006-0,521) e desvio da traqueia na radiografia de tórax (p = 0,041; r = 0,52, IC 95% 0,268-0,702) foram correlacionados com a EID. Os pacientes foram classificados em dois grupos também relacionados à EID (Grupo I, n = 19: EID = 0; Grupo II, n = 31: 1 < EID ≤ 5) e os preditivos de intubação difícil e os parâmetros da tireóide relacionados foram comparados. Apenas o escore de Mallampati foi significativamente diferente entre os grupos (p = 0,025). CONCLUSÃO: O volume da tireóide não está associado à intubação difícil. Contudo, os parâmetros de avaliação clínica podem prever intubação difícil. .

JUSTIFICACIÓN Y OBJETIVOS: La evaluación ecográfica preoperatoria de la glándula tiroides hecha por los cirujanos puede prevenir los retos en el manejo de las vías aéreas. El objetivo de este estudio observacional fue evaluar los efectos de parámetros relacionados con la tiroides investigados por cirujanos antes de la operación, mediante ecografía y radiografía de tórax en condiciones de intubación. MÉTODOS: Fueron inscritos 50 pacientes sometidos a cirugía de tiroides. La distancia tiromentoniana, puntuación de Mallampati, circunferencia del cuello y amplitud de movimiento del cuello fueron evaluados antes de la operación. También fueron registrados el volumen de la tiroides, signos de invasión o compresión, y desviación de la tráquea en la radiografía de tórax. Las condiciones de intubación se calcularon con la puntuación de Cormack y Lehane y la escala de intubación difícil (EID). Los análisis estadísticos fueron realizados con el software SPSS 15.0. RESULTADOS: La media del volumen de la tiroides de los pacientes fue de 26,38 ± 14 mL. La mediana de la EID fue 1 (0-2). Fueron correlacionados con la EID la distancia tiromentoniana (p = 0,011; r = 0,36; IC 95%: 0,582-0,088), puntuación de Mallampati (p = 0,041; r = 0,29; IC 95%: 013-0,526), signos de compresión o invasión (p = 0,041; r = 0,28; IC 95%: 0,006-0,521) y desviación de la tráquea en la radiografía de tórax (p = 0,041; r = 0,52; IC 95%: 0,268-0,702). Los pacientes fueron clasificados en 2 grupos también relacionados con la EID (grupo i, n = 19: EID = 0; grupo ii, n = 31: 1 < EID ≤ 5), y los predictores de intubación difícil y los parámetros de la tiroides relacionados fueron comparados. Solamente la puntuación de Mallampati fue significativamente diferente entre los grupos (p = 0,025). CONCLUSIÓN: El volumen de la tiroides no está asociado con la intubación difícil. Sin embargo, los parámetros de evaluación clínica pueden prever la intubación difícil. .
Descritores: Glândula Tireoide/diagnóstico por imagem
Manuseio das Vias Aéreas/métodos
Intubação Intratraqueal/métodos
-Glândula Tireoide/cirurgia
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 182 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde