Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.875 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 314 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 32 ir para página                         

  1 / 314 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-997847
Autor: De Martini, Siro M. A.
Título: El inicio de la vida y la protección jurídica del embrión / The beginning of the life and the legal protection of the embryo
Fonte: Bol. Acad. Nac. Med. B.Aires;93(1):101-107, ene.-jun. 2015.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Encuentro Interacadémico, 3, Apresentado em: Principio y Fin de la Vida Humana, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 22 mayo 2015.
Descritores: Técnicas Reprodutivas/legislação & jurisprudência
Aborto Terapêutico/legislação & jurisprudência
Início da Vida Humana
Direitos Humanos
-Argentina
Bioética
Defesa da Criança e do Adolescente
Técnicas Reprodutivas/ética
Aborto Terapêutico/ética
Temas Bioéticos
Tipo de Publ: Discurso
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  2 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barros, Sônia Maria Oliveira de
Id: lil-431190
Autor: Fernandes, Karina; Barros, Sonia Maria Oliveira de.
Título: Avaliação do perfil reprodutivo dos casais assistidos no setor de reprodução humana da Universidade Federal de São Paulo / Reproductive medicine
Fonte: Acta paul. enferm;13(n.esp,pt.2):70-72, 2000.
Idioma: pt.
Descritores: Universidades
Medicina Reprodutiva
Técnicas Reprodutivas
-Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-564565
Autor: Álvarez-Díaz, Jorge Alberto.
Título: Sobre la posibilidad de la donación de embriones en Hispanoamérica / On the possibility of embryo donation in Hispanic America
Fonte: An. Fac. Med. (Perú);70(2):135-142, abr.-jun. 2009.
Idioma: es.
Resumo: Los estudios empíricos sobre donación de embriones realizados en paísesdesarrollados indican que lo más probable sería el descarte de los embriones, y en caso de donarlos sería mayormente con fines de investigación, y eventualmentecon fines asistenciales. En Hispanoamérica, prácticamente no existen estudios sobre las opiniones de los participantes en técnicas de reproducción humana asistida (TRHA) complejas, respecto de las posibilidades de la disposición de losembriones sobrantes en dichas técnicas. Además, tampoco hay marcos legislativos contra los cuales se pueda contrastar opiniones o preferencias de los pacientes.Trabajos realizados en Ecuador, Chile y Perú son antecedentes directos y base para la realización de un estudio latinoamericano. Existe una necesidad de llevar a cabo un estudio descriptivo acerca de si las parejas latinoamericanas donarían sus embriones o no, que beneficiaria a varias áreas (práctica clínica, investigación, bioética, bioderecho, etc.).

Empirical studies regarding embryo donation in developed countries show that the most probable action would be to discard surplus embryos and, if they would donate them, the preferred option would be for research, and eventually to other couples. There are not enough studies in Hispanic America about the opinions of those who have participated in assisted reproductive technologies (ART) regarding embryo disposition of surplus embryos. Moreover, thereare scarce specific laws regulating ART in order to contrast peopleÆs opinion. Works performed in Ecuador, Chile and Peru are also preceding works and basis to design a Latin American Study on embryo donation. It is necessary to perform a descriptive study on Latin American couples opinions regarding embryo donation, which would benefit several areas (clinical practice, research,bioethics, biolaw, etc.).
Descritores: Bioética
Doações
Estruturas Embrionárias
Técnicas Reprodutivas
-América Latina
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  4 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057443
Autor: Freire Júnior, Antônio de Freitas; Brito, Lethícia Geovânia Bezerra de; Araújo Filho, Ricardo Jorge de; Medeiros, Rosângela Viana Zuza.
Título: Regulamentando políticas públicas em reprodução assistida para casais soroconcordantes homoafetivos / Regulating public policy regarding assisted reproduction for seroconcordant homosexual couples / Reglamentando políticas públicas en reproducción asistida para parejas seroconcordantes homoafectivas
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);27(4):756-763, out.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Tecnologias reprodutivas permitem que casais soroconcordantes homoafetivos tenham filhos biológicos saudáveis, já que, se aplicadas adequadamente, impedem a transmissão vertical do vírus da imunodeficiência humana. Diante do avanço das ciências naturais e das consequências sociais que o acompanham, a ciência jurídica deve progredir para lidar com essas novas realidades. Com base nisso, a pesquisa propõe-se a investigar a obrigação estatal de regulamentar políticas públicas que contemplem técnicas de reprodução assistida, visto que a integralidade do direito à saúde e ao planejamento familiar deve abarcar o grupo-objeto deste estudo. Utilizou-se método dedutivo e técnicas de revisão literária, com enfoque na legislação brasileira vigente, em monografias do biodireito e resoluções do Conselho Federal de Medicina sobre o tema.

Abstract Reproductive technologies allow HIV positive seroconcordant homosexual couples to have healthy biological children, since, if executed properly, they prevent the vertical transmission of the human immunodeficiency virus. Given the advance in natural sciences and the accompanying social consequences, law must progress to deal with these new realities. Based on that, the present study proposes to investigate the state obligation on the regulation of public policies that contemplate assisted reproduction techniques, since the right to health and family planning should encompass the object group of this research. We used the deductive method and literary review techniques focusing on the Brazilian legislation in force, biolaw dissertations and the resolutions of the Brazilian Federal Council of Medicine on the subject.

Resumen Las tecnologías reproductivas permiten que las parejas seroconcordantes homoafectivas tengan hijos biológicos saludables, ya que, si se aplican adecuadamente, impiden la transmisión vertical del virus de la inmunodeficiencia humana. Frente al avance de las ciencias naturales y de las consecuencias sociales que lo acompañan, la ciencia jurídica debe progresar para lidiar con estas nuevas realidades. En base a ello, el presente estudio se propone investigar la obligación estatal de reglamentar políticas públicas que contemplen técnicas de reproducción asistida, puesto que la integralidad del derecho a la salud y a la planificación familiar debe abarcar al grupo-objeto de esta investigación. Se utilizaron el método deductivo y técnicas de revisión de la literatura, enfocándose en la legislación brasileña vigente, en monografías de bioderecho y en resoluciones del Consejo Federal de Medicina acerca del tema.
Descritores: Política Pública
Técnicas Reprodutivas
Soropositividade para HIV
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Buchalla, Cássia Maria
Id: lil-334537
Autor: Paiva, Vera S. F; Buchalla, Cassia Maria; Fillipe, Elvira Ventura; Bergamaschi, Denise P; Santos, Naila J. S.
Título: Saude reprodutiva e sexualidade em mulheres HIV positivas / Reproductive health and sexuality in HIV positive women
Fonte: J. bras. aids;4(1):29-37, jan.-mar. 2003. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Estudar questoes relativas a sexualidade e a saude reprodutiva de mulheres HIV positivas, praticas de prevencao e opcoes quanto a gravidez. METODOS: Estudo exploratorio realizado em 1997, em um ambulatorio de um centro de referencia na area de Doencas Sexualmente Transmissiveis e Aids localizado na cidade de Sao Paulo, Brasil. Foi estudada uma amostra constituida de 148 mulheres HIV positivas. Foram excluidas as menores de 18 anos e as fisicamente debilitadas. Os dados foram colhidos por meio de entrevistas estruturadas e analisados de modo univariado e multivariado utilizando-se regressao logistica com variavel resposta querer ter filhos. RESULTADOS: A media de idade das mulheres pesquisadas foi de 32 anos. 62,2 porcento das mulheres tinham ate o primeiro grau de escolaridade. O numero mediano de parceiros na vida foi quatro e metade das entrevistadas mantiveram vida sexual ativa apos a infeccao pelo HIV. Do total das mulheres 76 porcento tem filhos e 20,9 porcento ainda pensa em te-los. Pela analise multivariada obteve-se que mulheres com menos idade, sem religiao e com menor numero de filhos vivos tendem mais a querer filhos. Os metodos contraceptivos mudam, sensivelmente, na presenca da infeccao pelo HIV. CONCLUSOES: Mulheres HIV positivas precisam ter seus direitos reprodutivos e sexuais discutidos e respeitados em todos os servicos de atencao a sua saude. Sao necessarios servicos que promovam um ambiente de suporte para estas discussoes as mulheres e a seus parceiros, propiciando as pessoas vivendo com HIV/AIDS condicoes de realizar opcoes conscientes no que concerne as decisoes reprodutivas e a sua sexualidade
Descritores: Mulheres
HIV
Sexualidade
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Técnicas Reprodutivas
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca


  6 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-339938
Autor: Caetano, João Pedro Junqueira.
Título: Nosso adminrável mundo novo / Our admirable new world
Fonte: Femina;31(1):93-94, jan.-fev. 2003.
Idioma: pt.
Descritores: Clonagem de Organismos
Fertilização In Vitro
Técnicas Reprodutivas
-Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  7 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-307516
Autor: Oliveira, Fátima.
Título: As novas tecnologias reprodutivas conceptivas a serviço da materializaçäo de desejos sexistas, racistas e eugêncios? / Are the new procreative and conceptive technologies an instrument to serve in the materialization of sexist, racist and eugenic desires?
Fonte: Bioética;9(2):99-112, 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Tendo como veio de análise uma visäo feminista e anti-racista, o artigo aborda o caráter de classe das novas tecnologias reprodutivas conceptivas (NTRc) e a possibilidade concreta de elas responderem a intentos classistas, sexistas, racistas e eugênicos. Considera que o legítimo desejo pela maternidade e paternidade näo pode materializar-se às custas de procedimentos inseguros e de supostos tratamentos que causam sofrimentos físicos e mentais, nem da obsessäo e da obstinaçäo pela(a) filho(a). Argumenta-se que cabe ao Estado, necessariamente legitimado em suas práticas pela sociedade, a elaboraçäo de meios de controle e contençäo da aplicaçäo de técnicas experimentais, como tratamentos "testados e aprovados", e das práticas dos technic-doctors. Conclui-se que a vocaçäo aplicada, ou prática, da Bioética implica em impor limites éticos também às NTRc e em impedir o aprofundamento da opressäo de gênero e o aval à exacerbaçäo do machismo, do racismo e da eugenia, sendo portanto alguma forma de intolerância bioética täo importante quanto a tolerância bioética
Descritores: Preconceito
Bioética
Técnicas Reprodutivas
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Corrêa, Marilena Cordeiro Dias Villela
Texto completo
Id: lil-307514
Autor: Corrêa, Marilena Cordeiro Dias Villela.
Título: Ética e reproduçäo assistida: a medicalizaçäo do desejo de filhos / Ethics and assisted reproduction: the medicalization of the desire for children
Fonte: Bioética;9(2):71-82, 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Discute aspectos contraditórios no uso das técnicas de reproduçäo assistida. Säo comentados princípios como a idéia de autonomia das decisöes reprodutivas, à primeira vista bem estabelecidos na área da reproduçäo, mas que suscitam dificuldades quando confrontados com o problema da elegibilidade e o desejo de filhos no contexto da reproduçäo assistida. Indica a permanência de efeitos controversos como a produçäo de embriöes excedentes e os desafios que esse tipo de problema coloca para a bioética
Descritores: Bioética
Ética
Técnicas Reprodutivas
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 314 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-307513
Autor: Mori, Maurizio.
Título: Fecundaçäo assistida e liberdade de procriaçäo / Assisted reproduction and procreative freedom
Fonte: Bioética;9(2):57-70, 2001.
Idioma: pt.
Resumo: De acordo com uma opiniäo de senso comum, nos casos em que as pessoas se valem de alguma tecnologia de reproduçäo artificial a liberdade de procriaçäo deveria ser restrita. Visando examinar tal opiniäo o autor procura esclarecer o sentido de "liberdade de procriaçäo" em diferentes situaçöes, distinguindo dois tipos de "liberdade de procriaçäo": a liberdade negativa, referente à escolha de näo procriar, e a liberdade positiva, examinada em relaçäo à escolha de trazer um novo ser ao mundo. Após averiguar que no mundo ocidental contemporâneo a liberdade negativa é considerada um direito fundamental, o autor mostra que a mesma situaçäo implica também a liberdade positiva
Descritores: Casamento
Direitos Humanos
Anticoncepção
Bem-Estar da Criança
Fertilização
Técnicas Reprodutivas
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  10 / 314 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-307512
Autor: Segre, Marco; Schramm, Fermin Roland.
Título: Quem tem medo das (bio)tecnologias de reproduçäo assistida? / Who is affraid of assisted reproduction (bio)technologies?
Fonte: Bioética;9(2):43-56, 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Constata o campo das biotecnologias é o objeto de profundas polêmicas, inclusive de tipo moral e ético, e que isso se aplica também as assim chamadas Novas Tecnologias de Reproduçäo Assistida (NTRAs). Depois de tentar desconstruir os principais argumentos morais contrários à utilizaçäo das NTRAs, consideradas ilegítimas por näo serem "naturais", é defendida a aceitabilidade prima facie das técnicas e biotécnicas de reproduçäo assistida, por serem fruto de uma escolha informada, livre e responsável, ou autônoma, e consideradas necessárias para enfrentar problemas ligados à reproduçäo humana, desde que a aceitaçäo esteja acompanhada por uma vigilância eficaz em termos de biossegurança e uma razoável garantia de respeito aos direitos fundamentais dos sujeitos morais envolvidos
Descritores: Biotecnologia
Clonagem de Organismos
Moral
Bioética
Ética
Técnicas Reprodutivas
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência



página 1 de 32 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde