Base de dados : LILACS
Pesquisa : E02.875.194 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1487 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 149 ir para página                         

  1 / 1487 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1291347
Autor: Mendes, Luciane Vieira.
Título: Satisfação com o uso do implante contraceptivo e do dispositivo intrauterino com cobre entre usuárias de um hospital público da cidade de São Paulo / Satisfaction with the use of contraceptive implant and copper intrauterine device among users of a public hospital in the city of São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2021. 134 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: Apesar de serem altamente eficazes, os métodos contraceptivos de longa duração são usados por apenas 2% das mulheres brasileiras. A cidade de São Paulo tem realizado esforços para aumentar o uso desses métodos por meio da ampliação da oferta do dispositivo intrauterino (DIU) com cobre, especialmente no período pós-parto e pós-abortamento, e do implante contraceptivo para mulheres em situação de vulnerabilidade social. No entanto, pouco se sabe sobre a experiência das usuárias desses métodos, principalmente no que concerne à satisfação. Objetivo: Analisar a satisfação das mulheres com o uso do implante contraceptivo e do DIU com cobre. Método: Estudo quantitativo transversal, conduzido com 331 mulheres entre 15 e 49 anos que passaram por inserção de implante ou DIU com cobre em um hospital púbico da cidade de São Paulo/SP, entre 2016 e 2019. Os dados foram obtidos por meio de entrevista telefônica conduzida em 2020 por meio de um instrumento estruturado. A mensuração da satisfação com o método contraceptivo ocorreu de duas formas: por meio da resposta direta satisfação autorreferida e por meio da análise conjunta de quatro atributos (expectativa, experiência, efetividade e continuidade) nomeada como satisfação completa. A análise das duas formas de mensuração e dos aspectos associados a elas ocorreu por meio de teste de diferença entre duas proporções pelo Qui-quadrado. Resultados: A satisfação com o uso do implante foi superior a 90% e alcançou 85% entre as usuárias de DIU com cobre, pela forma de mensuração autorreferida. Pela análise por atributos (satisfação completa), a satisfação foi relacionada à expectativa de que o método fosse seguro para a prevenção da gravidez; à experiência ter sido melhor que o esperado, proporcionando a sensação de tranquilidade em razão da segurança; à efetividade do método em prevenir a gravidez; e à continuidade no uso indicando adesão ao método. O principal motivo para a alta satisfação foi a segurança de que o método seria eficaz para evitar a gravidez (94,6% das entrevistadas). As duas formas de mensuração não foram equivalentes. A melhora dos efeitos colaterais ao longo do tempo foi a única variável associada à satisfação autorreferida, para ambos os métodos (p=0,012 para usuárias de implante e p<0,001 para usuárias de DIU). Nenhuma variável foi associada à satisfação completa. Conclusão: A alta satisfação com o uso do implante e do DIU com cobre foi motivada pela segurança quanto à eficácia em prevenir a gravidez e mostrou estar associada à melhora dos efeitos colaterais ao longo do tempo de uso.

Introduction: Despite being highly effective, long-term contraceptives are used by only 2% of Brazilian women. The city of São Paulo has made efforts to increase the use of these methods by expanding the supply of the Copper intrauterine device (IUD), especially in the postpartum and post-abortion period, and contraceptive implant for women in social vulnerability situations. However, little is known about the experience of the users of these methods, especially with regard to satisfaction. Objective: To analyze women's satisfaction with the use of contraceptive implants and Copper IUDs. Method: Cross-sectional quantitative study, conducted with 331 women between 15 and 49 years who underwent implant or Copper IUD insertion in a public hospital in the city of São Paulo/SP, between 2016 and 2019. Data were obtained through a telephone interview conducted in 2020 through a structured instrument. The measurement of satisfaction with the contraceptive method occurred in two ways: through direct response - self-reported satisfaction - and through the joint analysis of four attributes (expectation, experience, effectiveness and continuity) - named as complete satisfaction. The analysis of the two forms of measurement and the aspects associated with them occurred through a test of difference between two proportions by Chi-square. Results: Satisfaction with the use of the implant was higher than 90% and reached 85% among the users of Copper IUD, by the self-reported measurement form. By the analysis by attributes (complete satisfaction), satisfaction was related to the expectation that the method was safe for pregnancy prevention; to experience to have been better than expected, providing the feeling of tranquility due to safety; to the effectiveness of the method in preventing pregnancy; and to the continuity in use indicating adhering to the method. The main reason for the high satisfaction was the safety that the method would be effective to avoid the pregnancy (94.6% of the interviewees). The two forms of measurement were not equivalent. The improvement of side effects over time was the only variable associated with self-reported satisfaction for both methods (p=0.012 for implant users and p<0.001 for IUD users). No variable was associated with complete satisfaction. Conclusion: The high satisfaction with the use of the implant and the Copper IUD was motivated by the safety regarding the efficacy in preventing pregnancy and was shown to be associated with the improvement of side effects over the time of use.
Descritores: Satisfação do Paciente
Anticoncepção
Saúde Sexual e Reprodutiva
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
Dispositivos Intrauterinos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1282459
Autor: Barreto, Danyella da Silva; Maia, Duana Soares; Gonçalves, Rafael Dias; Soares, Ricardo de Sousa.
Título: Dispositivo Intrauterino na Atenção Primária a Saúde: uma revisão integrativa / Intrauterine Device in the Primary Health Care: an integrative review / Dispositivo Intrauterino en la Atención Primaria de Salud: una revisión integradora
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;16(43):2821, 20210126. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A gravidez não planejada é uma realidade mundial e corresponde a 40% de todas as gestações e podem desencadear aumento da mortalidade materna. O Dispositivo Intrauterino (DIU) é uma das opções de contraceptivos ofertadas no SUS de boa eficácia, mas ainda é pouco utilizado. Diversos países desenvolvidos têm buscado formas de romper as barreiras e aumentar as taxas de inserção do DIU, como treinamento profissional, investimentos na área e educação da população. Este estudo tem como objetivo realizar uma revisão integrativa na literatura sobre os artigos relacionados ao DIU na Atenção Primária a Saúde (APS) nos últimos dez anos. Foram realizadas buscas no Pubmed, Scielo, LILACS e BDENF-Enfermagem utilizando-se descritores correlatos. Foram incluídas publicações que abordavam o DIU na Atenção Primária à Saúde e publicações nos últimos dez anos. Foram considerados artigos decorrentes de pesquisas originais, revisões e protocolos clínicos ou de aprendizagem. Após utilizar os critérios de inclusão e exclusão, 39 artigos foram selecionados e fizeram parte da revisão, os quais foram agrupados em categorias. Os temas que mais se repetiram geraram as categorias: as Barreiras para Inserção do DIU, Treinamento dos Profissionais, Taxas de Inserção, taxas de Continuação e Outros. Entre os artigos apenas dois eram nacionais. Conclui-se que existem poucos estudos nacionais abordando o DIU na APS e que dentre os trabalhos encontrados há uma preocupação em identificar barreiras e estratégias para ampliar a oferta do método.

Unplanned pregnancy is a worldwide reality and accounts for 40% of all pregnancies and can trigger increased maternal mortality. The Intrauterine Device (IUD) is one of the options of contraceptives offered in SUS with good effectiveness, but is still little used. Several developed countries have been looking for ways to break down barriers and increase IUD insertion rates, such as vocational training, investments in the area and education of the population. This study aims to conduct an integrative literature review on IUD-related articles in Primary Care over the past ten years. Searches were performed at Pubmed, Scielo, LILACS and BDENF-Enfermagem using related descriptors. Publications that addressed the IUD in Primary Health Care in the last ten years were included. Articles resulting from original research, reviews and clinical or learning protocols were considered. After using the inclusion and exclusion criteria, 39 articles were selected and were part of the review, which were grouped into categories. The themes most repeated were the following categories: Barriers to IUD Insertion, Professional Training, Knowledge about IUD, Insertion and Continuation Rates and Others. Among the articles, only two were national. It is concluded that there are few national studies addressing IUD in PHC and that among the studies found there is a concern to identify barriers and strategies to expand the offer of the method.

El embarazo no planificado es una realidad mundial y representa el 40% de todos los embarazos y puede desencadenar un aumento de la mortalidad materna. El Dispositivo Intrauterino (DIU) es una de las opciones anticonceptivas que ofrece el SUS con buena eficacia, pero aún se utiliza poco. Varios países desarrollados han estado buscando formas de romper barreras y aumentar las tasas de inserción de DIU, como capacitación profesional, inversiones en el área y educación de la población. Este estudio tiene como objetivo realizar una revisión integradora de la literatura sobre artículos relacionados con los DIU en Atención Primaria de Salud (APS) en los últimos diez años. Las búsquedas se realizaron en Pubmed, Scielo, LILACS y BDENF-Enfermagem utilizando descriptores relacionados. Se incluyeron publicaciones que abordaron el DIU en la Atención Primaria de Salud y publicaciones de los últimos diez años. Se consideraron artículos resultantes de investigaciones originales, revisiones y protocolos clínicos o de aprendizaje. Luego de utilizar los criterios de inclusión y exclusión, se seleccionaron 39 artículos que fueron parte de la revisión, los cuales fueron agrupados en categorías. Los temas que más se repitieron fueron los siguientes: Barreras para la inserción del DIU, Capacitación profesional, Conocimiento sobre DIU, Tasas de inserción y continuación y Otros. Entre los artículos, solo dos eran nacionales. Se concluye que existen pocos estudios nacionales que abordan el DIU en la APS y que entre los estudios encontrados existe una preocupación por identificar barreras y estrategias para ampliar la oferta del método.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Assistência Integral à Saúde
Anticoncepção
Medicina de Família e Comunidade
Dispositivos Intrauterinos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  3 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1287552
Autor: Dias, Tania Maria; Bonan, Claudia; Maksud, Ivia; Rodrigues, Andreza Pereira.
Título: "De mão-em-mão tramando redes e normas: a vida social das pílulas anticoncepcionais, a partir de suas bulas" / "From hand to hand plotting networks and norms: The social life of contraceptive pills through their patient information leaflet "
Fonte: Physis (Rio J.);31(2):e310222, 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Com o objetivo de descortinar aspectos da vida social das pílulas anticoncepcionais, o artigo analisou o conteúdo de suas bulas publicados no guia de medicamentos Dicionário de Especialidades Farmacêuticas (DEF), entre 1971 e 1990. Procuramos explorar os discursos veiculados nesses dispositivos - a quem se dirigiam, o que propunham e que efeitos pretendiam - e compreender como contribuíram e o que nos revelaram sobre o seu percurso biográfico. As bulas se comportaram como importantes veículos de intercomunicação entre os atores que participaram da trajetória desses medicamentos, desde sua produção pela da indústria farmacêutica, até chegarem às suas consumidoras finais, as mulheres, passando também por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, donos e balconistas de farmácias e transitando entre consultórios, serviços de saúde, entidades de planejamento familiar, estabelecimentos comerciais, lares e bolsas femininas. Nessa enorme cadeia de associações produzidas pelas pílulas, as bulas contribuíram para a geração de um mínimo denominador comum que permitiu a normalização e naturalização das práticas de controle da fecundidade hormonal e para a formação do mercado - não só no sentido econômico, mas em sentido sociológico, como redes de interações e trocas, onde circularam bens que agregaram a um só tempo valores econômicos, simbólicos e normativos.

Abstract In order to uncover aspects of social life of pharmaceutical pills and based on the theoretical-methodological perspective of the drugs biography, this paper analyzes the instructions of their leaflets, published in the Dictionary of Pharmaceutical Specialties (DEF), between 1971 and 1990. It seeks to explore the speeches conveyed in papers that accompanied the packaging of the "medicine pill" - to whom they were headed, what they proposed and what social effects they intended - and to understand their participation in the set of associations that allowed the stabilization of oral contraceptives in Brazil. Leaving the pharmaceutical laboratories, the patient information leaflet transited among physicians, nurses, pharmacists, owners and shopkeepers of pharmacies and women, passing from hand to hand, in offices, health services family planning entities, pharmacy counters, medical departments of companies, households and women's bag. They were the important intercommunication vehicles between these actors and in the big chain of associations produced by contraceptive pills, the patient information leaflets contributed to a minimum common denominator that allowed to return a normal and natural control practices of hormone-mediated fecundity and the formation of the fertility control pill market, where goods were giving movement to add economic, symbolic and normative values at the same time.
Descritores: Anticoncepcionais Orais
Indústria Farmacêutica
Bulas de Medicamentos
-Anticoncepção
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  4 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-267100
Autor: Paraguay. Ministerio de Salud Pública y Bienestar Social.
Título: Manual nacional de planificación familiar / National Family Planning Manual.
Fonte: Asunción; MSPYBS; ene. 1998. 97 p. ilus.
Idioma: en; es.
Resumo: Presenta el manual nacional de planificación familiar, el documento será aplicado en todos los servicios de salud del país, dependientes de instituciones gubernamentales y no gubernamentale, así como se utilizará en acciiones educativas con la comunidad, incluye : el marco legal, las disposiciones legales, métodos anticonceptivos, y otros
Descritores: Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico
Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Doenças Sexualmente Transmissíveis/epidemiologia
Anticoncepção/classificação
Anticoncepção/métodos
Planejamento Familiar/educação
Planejamento Familiar/legislação & jurisprudência
Planejamento Familiar/métodos
Planejamento Familiar/normas
-Paraguai/epidemiologia
Responsável: PY40.1 - Biblioteca
Py612.63/MSPYBS


  5 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-625407
Autor: Nucci, Marina.
Título: Seria a pílula anticoncepcional uma droga de "estilo de vida"?: ensaio sobre o atual processo de medicalização da sexualidade / La píldora anticonceptiva, ¿una droga de "estilo de vida"?: Ensayo sobre el proceso actual de medicalización de la sexualidad / The birth control pill as a 'lifestyle drug': on the medicalization of sexuality
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(10):124-139, abr. 2012.
Idioma: es.
Resumo: Este artigo discute o processo de medicalização da sexualidade, refletindo sobre a pílula anticoncepcional hormonal e sua relação com o conceito de drogas de estilo de vida (entendido como medicamentos utilizados não necessariamente para tratar uma doença, mas para aprimorar a vida das pessoas). A pílula anticoncepcional, lançada em 1957 nos Estados Unidos, foi desde a sua criação destinada à utilização no dia a dia de mulheres saudáveis, e tornou-se um importante símbolo cultural, revolucionando a vida das mulheres e da sociedade em geral. Refletiremos, assim, sobre o surgimento da pílula anticoncepcional e suas transformações. Analisaremos também o atual marketing dos laboratórios farmacêuticos, cujo foco tem sido não tanto no efeito original de controle de natalidade, e mais nos efeitos secundários desejáveis que as novas pílulas poderiam proporcionar - como redução da acne e tratamento de "problemas de humor" relacionados à menstruação - "adequando-se", assim, ao estilo de vida da "mulher moderna".

Este artículo discute el proceso de medicalización de la sexualidad, reflexionando sobre la píldora anticonceptiva hormonal y su relación con el concepto de drogas de estilo de vida (entendido como medicamentos no necesariamente utilizados para tratar una afección, sino para mejorar la vida de las personas). La píldora anticonceptiva, lanzada en Estados Unidos en 1957, desde su creación estuvo destinada al uso cotidiano de mujeres saludables, y se convirtió en un importante símbolo cultural, revolucionando sus vidas y la de la sociedad en su conjunto. En ese sentido, se reflexiona acerca del surgimiento de la píldora anticonceptiva y sus transformaciones. Se analiza también el marketing de los laboratorios farmacéuticos, que ha puesto el foco no tanto en el efecto original de control de la natalidad, sino más bien en los efectos secundarios deseables que las nuevas píldoras podrían proporcionar -como reducción del acné y tratamiento de "problemas de humor" relacionados a la menstruación- "adecuándose" de este modo al estilo de vida de la "mujer moderna".

This article discusses the process of medicalization of sexuality, by focusing on the hormonal birth control pill as a 'lifestyle drug,' i.e., medications that are used to improve people's quality of life, instead of treating illness. The birth control pill, released in the US in 1957, has been destined to everyday use by healthy women since its creation. It has revolutionized their lives and society as a whole, becoming an important cultural symbol. This article addresses the emergence of hormonal contraception and its transformations. The marketing of the pill by pharmaceutical companies has been focused less on birth control than on its desirable side-effects-such as acne reduction and the treatment of 'mood problems' related to menstruation- in a search of greater adequacy to a 'modern woman's' lifestyle.
Descritores: Anticoncepção/história
Sexualidade
Medicalização
-Indústria Farmacêutica
Identidade de Gênero
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1155738
Autor: Barbosa, Nayara Gonçalves; Monteiro, Juliana Cristina dos Santos; Dionízio, Letícia de Almeida; Gomes-Sponholz, Flávia Azevedo; Vieira, Kléber José.
Título: Conhecimentos de adolescentes sobre métodos contraceptivos e infecções sexualmente transmissíveis / Conocimiento de los adolescentes sobre métodos anticonceptivos e infecciones de transmisión sexual / Adolescents' knowledge about contraceptive methods and sexually transmitted infections
Fonte: Rev. baiana enferm;35:e39015, 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos identificar os conhecimentos de adolescentes sobre práticas sexuais seguras e identificar as necessidades de informação dos adolescentes sobre infecções sexualmente transmissíveis e gravidez. Método estudo transversal realizado com 499 adolescentes de escola pública, de fevereiro a abril de 2017, por meio de questionário autoaplicado e semiestruturado. Resultados o método mais conhecido foi o preservativo masculino (94,4%); dentre os adolescentes do sexo masculino, 22,7% julgaram desnecessário o uso de preservativo em todas as relações sexuais (p<0,01) e 24,6% afirmaram que contraceptivos orais protegiam contra infecções sexualmente transmissíveis (p=0,04). Conclusão os adolescentes apresentaram concepções prévias e eventualmente superficiais a respeito da prevenção de IST e da gravidez. As participantes do sexo feminino apresentaram maior conhecimento a respeito dos métodos contraceptivos, infecções sexualmente transmissíveis e práticas de sexo seguro. A identificação de deficiência no conhecimento apresentada pelo grupo investigado recomenda a realização de atividades relacionadas ao tema da educação sexual nas escolas.

Objetivos identificar los conocimientos de los adolescentes sobre las prácticas sexuales seguras e identificar las necesidades de información de los adolescentes sobre las infecciones de transmisión sexual y el embarazo. Método estudio transversal realizado con 499 adolescentes de escuela pública, de febrero a abril de 2017, mediante un cuestionario autoadministrado y semiestructurado. Resultados el método más conocido era el preservativo masculino (94,4%); entre los adolescentes del sexo masculino, el 22,7% consideraba innecesario el uso del preservativo en todas las relaciones sexuales (p<0,01) y el 24,6% afirmaba que los anticonceptivos orales protegían contra las infecciones de transmisión sexual (p=0,04). Conclusión los adolescentes presentaban concepciones previas y posiblemente superficiales sobre la prevención de las ITS y el embarazo. Las participantes femeninas presentaban un mayor conocimiento sobre los métodos anticonceptivos, las infecciones de transmisión sexual y las prácticas sexuales más seguras. La identificación de discapacidades en los conocimientos presentados por el grupo recomienda actividades relacionadas con el tema de la educación sexual en las escuelas.

Objectives to identify adolescents' knowledge of safe sexual practices and to identify adolescents' information needs about sexually transmitted infections and pregnancy. Method cross-sectional study conducted with 499 adolescents in public school, from February to April 2017, by using a self-applied and structured questionnaire. Results the best known method was the male condom (94.4%); among male adolescents, 22.7% considered condom use unnecessary in all sexual relations (p<0.01) and 24.6% stated that oral contraceptives protected against sexually transmitted infections (p=0.04). Conclusion the adolescents presented previous and eventually superficial conceptions regarding the prevention of STI and pregnancy. Female participants presented greater knowledge about contraceptive methods, sexually transmitted infections and safe sex practices. The identification of disabilities in the knowledge presented by the group recommends activities related to sexual education in schools.
Descritores: Gravidez na Adolescência
Educação Sexual
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Anticoncepção/métodos
Saúde do Adolescente
-Anticoncepcionais
Limites: Humanos
Adolescente
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  7 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1251611
Autor: Espitia-De La Hoz, Franklin José.
Título: Incidencia a un año de deseo sexual hipoactivo en mujeres que planifican con implante subdérmico de levonorgestrel. Estudio de cohorte. Armenia, Colombia, 2014-2019 / One-year incidence of low libido in women using levonorgestrel subdermal implant as contraception. Cohort study. Armenia, Colombia, 2014-2019
Fonte: Rev. colomb. obstet. ginecol;72(1):33-42, Jan.-Mar. 2021. tab.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Objetivo: definir la incidencia de deseo sexual hipoactivo (DSH) en mujeres que planifican con el implante subdérmico de levonorgestrel (LNG) después de 12 meses, y conocer otros efectos adversos. Materiales y métodos: estudio de cohorte, cuyas participantes fueron mujeres mayores de 18 años sin hijos ni embarazos previos y con pareja estable, a quienes se les había insertado el implante de LNG al menos tres meses previos en una clínica privada de carácter universitario en Armenia (Quindío), Colombia, entre 2014 y 2019. Se excluyeron mujeres con antecedentes de disfunción sexual, infecciones de transmisión sexual en los últimos 6 meses, peso mayor a 89 Kg y dificultades para el seguimiento. El muestreo fue consecutivo. Se describieron las características de la población estudiada, se estimó la incidencia acumulada de DSH y efectos adversos relacionados con el implante subdérmico de LNG Resultados: participaron 238 mujeres cuya edad media fue de 24,69 (DE ± 5,82) años. Se determinó una incidencia de deseo sexual hipoactivo del 18,82%. El 60,25% de las mujeres fueron diagnosticadas con DHS en los primeros 6 meses de seguimiento. Los efectos adversos se hicieron presentes desde los primeros 3 meses de la inserción del implante, el sangrado irregular (62,34%) fue el más frecuente, seguido de la amenorrea (38,91%) y el aumento de peso (33,89%). Conclusiones: es importante que los médicos y las usuarias se informen sobre la presencia del trastorno de deseo sexual hipoactivo y los efectos adversos que pueden surgir con el uso del implante subdérmico de levonorgestrel. Las futuras investigaciones deben confirmar estos hallazgos, así como su eventual base fisiológica.

ABSTRACT Objective: To determine the incidence of low libido in women using the levonorgestrel (LNG) sub-dermal implant for contraception after 12 months and to identify other adverse effects. Materials and methods: Cohort study that included women over the age of 18, with no children or prior gestations and in a stable relationship, with an LNG implant inserted at least three months before in a private teaching hospital in Armenia (Quindío), Colombia, between 2014 and 2019. Women with a history of sexual dysfunction, sexually transmitted infections in the past six months, weighing more than 89 kg and difficult to follow were excluded. Consecutive sampling was used. The characteristics of the study population were described, the cumulative incidence of low libido and the adverse effects related to the LNG sub-dermal implant after 12 months of follow-up were estimated. The tool used was the Female Sexual Dysfunction Index (FSFI). Descriptive statistics were applied. Results: The participants were 238 women with a mean age of 24.69 (SD ± 5.82) years. An 18.82% incidence of low libido was found. In 60.25% of the women were diagnosed with low libido in the first 6 months of follow-up. Adverse effects manifested as early as 3 months after the insertion of the implant, the most frequent being irregular bleeding (62.34%), followed by amenorrhea (38.91%) and weight gain (33.89%). Conclusions: It is important for practitioners and users to become aware of the presence of low libido disorder and the adverse events that may occur with the use of the levonorgestrel subdermal implant. Future research is required to confirm these findings and the underlying physiological cause.
Descritores: Disfunções Sexuais Fisiológicas
Levanogestrel
Disfunções Sexuais Psicogênicas
-Fatores de Risco
Estudos de Coortes
Anticoncepção
Serviços de Planejamento Familiar
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Estudo Clínico
Responsável: CO76


  8 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1141435
Autor: Pantelides, Edith Alejandra.
Título: La transición de la fecundidad en la Ciudad de Buenos Aires: Una aproximación / Fertility in the City of Buenos Aires: An approximation.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Dirección General de Estadística y Censos; dic. 2004. a) f: 35 l:41 p. tab. (Población de Buenos Aires, 1, 1).
Idioma: es.
Resumo: A través de un análisis de indicadores de fecundidad realizado entre 1869 y 1947 se estudia la trayectoria del proceso de transición de la fecundidad ocurrido en la Ciudad de Buenos Aires. Se concluye, en primer lugar, que el nivel de fecundidad de la Ciudad de Buenos Aires en el siglo XIX era menor que el del total del país y, probablemente, menor que el de cualquier otra de las jurisdicciones. En segundo lugar, que ello se debía a un control de la fecundidad por algún método distinto al del celibato o la postergación del matrimonio, es decir, según el momento histórico, por abstinencia, coito interrumpido o aborto. En tercer lugar, que ese nivel de control se mantuvo constante en el tiempo durante la última parte del siglo XIX, ya que la fecundidad de la Ciudad de Buenos Aires sólo comenzó a descender en algún momento después de 1914. (AU)
Descritores: Dinâmica Populacional/tendências
Dinâmica Populacional/estatística & dados numéricos
Coeficiente de Natalidade/tendências
Estatísticas Vitais
Taxas, Razões e Proporções/tendências
Anticoncepção/tendências
Anticoncepção/estatística & dados numéricos
Censos
Parto
Planejamento Familiar
Taxa de Fecundidade
Fertilidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud
AR494.1; CEDOS/CD 5, SP5.006.052_01


  9 / 1487 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-417172
Autor: Ramírez-Gálvez, Martha Celia.
Título: A vida íntima da nação / The inner life of the nation
Fonte: Physis (Rio J.);14(2):402-405, 2004.
Idioma: pt.
Descritores: Anticoncepção/história
Estado
Direitos Sexuais e Reprodutivos/história
Aborto
Política de Saúde/história
Infanticídio/história
-Classe Social
Brasil
Estigma Social
Racismo
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 1487 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129434
Autor: Cecagno, Susana; Hartmann, Melissa; Braga, Luiza Rocha; Brito, Juliana Ferreira; Soares, Marilu Correa; Oleiro, Luanda Silva.
Título: Fatores obstétricos relevantes na adolescência: uma revisão integrativa no contexto nacional e internacional / Relevant obstetric factors in adolescence: an integrative review in the national and international context
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;24(3):197-202, set-dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, construída a partir de publicações científicas nacionais e internacionais publicadas entre 2008 e 2018, que versassem sobre os fatores obstétricos de risco na gestação de mulheres adolescentes. Os descritores empregados nesta busca foram: "gravidez na adolescência" AND "gravidez de alto risco" AND "cuidado pré-natal". A estratégia de busca convergeu em 202 resultados e após recorte temporal investigativo resultaram 48 publicações. Realizou-se leitura criteriosa dos títulos e resumos quanto aos critérios de elegibilidade, resultando em 19 artigos na íntegra que foram analisados e discutidos. A identificação dos fatores obstétricos agravantes na gestação de adolescentes demostra que existe fragilidade no atendimento a esse grupo. Número de consultas pré-natais inadequadas, baixa escolaridade, desemprego, escassez no uso de métodos contraceptivos e preventivos, foram manifestados na demanda das adolescentes.

This is an integrative literature review, built from national and international scientific publications published between 2008 and 2018, dealing with obstetric risk factors in the pregnancy of adolescent women. The descriptors used in this search were: "Pregnancy in Adolescence" AND "Pregnancy, High-Risk" AND "Prenatal Care". The search strategy found 202 results, and after the cut in the investigative period, a total of 48 publications were selected. A careful reading of the titles and abstracts regarding the eligibility criteria was performed, resulting in 19 articles in total to be analyzed and discussed. The identification of aggravating obstetric factors in the gestation of adolescents shows that there is fragility in caring for this group. The number of inadequate prenatal consultations, low schooling level, unemployment, and the lack of use of contraceptive and preventive methods were manifested in the demand of adolescents.
Descritores: Gravidez na Adolescência
Obstetrícia
-Cuidado Pré-Natal
Gravidez
Comportamento do Adolescente
Gravidez de Alto Risco
Anticoncepção
Aborto
Infecções do Sistema Genital
Anemia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão de Integridade Científica
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 149 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde