Base de dados : LILACS
Pesquisa : E04.035.398 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 21 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 21 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1143633
Autor: Oliveira, Joel Fernandez de; Cordero, Martin Andres Coronel; Lima, Gustavo Rosa de Almeida; Paulo, Gustavo Andrade de; Lima, Marcelo Simas de; Martins, Bruno da Costa; Ribeiro Jr, Ulysses; Maluf-Filho, Fauze.
Título: EUS-guided gastroenterostomy: Initial experience in a brazilian tertiary center
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);66(11):1521-1525, Nov. 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY INTRODUCTION: EUS-guided gastroenterostomy (EUS-GE) is a novel procedure for palliation of malignant gastric outlet obstruction (GOO). Our aim was to evaluate the outcomes of this technique in our initial experience. METHODS: Patients with GOO from our institute were included. Technical success was defined as the successful creation of a gastroenterostomy. Clinical success was defined as the ability to tolerate a soft diet after the procedure. We assessed adverse events and diet tolerance 1 month after the procedure. RESULTS: Three patients were included. Technical and clinical success was achieved in all cases. There were no adverse events and good diet tolerance was observed 1 month after the procedure in the included patients. CONCLUSION: EUS-GE is a promising treatment for patients with GOO.

RESUMO INTRODUÇÃO: A gastroenterostomia ecoguiada é um novo procedimento para paliação da obstrução maligna gastroduodenal. Nosso objetivo foi avaliar os resultados dessa técnica em nossa experiência inicial. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes com obstrução maligna gastroduodenal de nossa instituição. O sucesso técnico foi definido como a realização adequada de uma gastroenterostomia. O sucesso clínico foi definido como boa aceitação de dieta pastosa durante a internação. Os eventos adversos e a aceitação alimentar foram avaliados um mês após o procedimento. RESULTADOS: Três pacientes foram incluídos. Os sucessos técnico e clínico foram alcançados em todos os casos. Não houve eventos adversos e a aceitação alimentar permaneceu adequada um mês após o procedimento nos pacientes incluídos. CONCLUSÃO: O EUS-GE é um tratamento promissor para pacientes com obstrução maligna gastroduodenal.
Descritores: Gastroenterostomia
Endossonografia
-Brasil
Stents
Obstrução da Saída Gástrica/cirurgia
Obstrução da Saída Gástrica/etiologia
Obstrução da Saída Gástrica/diagnóstico por imagem
Centros de Atenção Terciária
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-876740
Autor: Fonseca-Neto, Olival Cirilo Lucena da; Fernandes, Camila Gomes; Lima, Heloise Caroline de Souza; Ferreira, Renata Bezerra; Oliveira, Juliana Fernandes de.
Título: Intuscepção anterógrada jejuno-jejunal no pós-operatório de gastrectomia parcial com Billroth II causando síndrome da alça aferente / Anterograde jejunojejunal intussusception in the post operatively of a parcial gastrectomy Billroth II causing afferent loop syndrome
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;36(2):58-59, Abr.-Jun. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Apresenta-se o caso de um homem, 57 anos, submetido a uma antrectomia com reconstrução a Billroth II devido a uma úlcera péptica sangrante, que evoluiu no quarto dia de pós-operatório com intuscepção anterógrada jejuno-jejunal, causando síndrome da alça aferente.

Its reported a case of a 57-year-old male, who underwent an antrectomy with Billroth II reconstruction because of an bleeding peptic ulcer, that evolved in the fourth day postoperatively with a anterograde jejunojejunal intussusception causing afferent loop syndrome.
Descritores: Gastroenterostomia
Gastroenterostomia/efeitos adversos
Síndrome da Alça Aferente
Gastrectomia
Intussuscepção
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  3 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-770101
Autor: Yamaguti, Siomara Tavares Fernandes; Mendonça, Amanda Roca Blasques de; Coelho, Daniela; Machado, Amanda Luiz; Souza-Talarico, Juliana Nery de.
Título: Padrão atípico de secreção de cortisol em profissionais de Enfermagem / Estándar atípico de la secreción de cortisol em profissionales de Enfermería / Atypical secretion of cortisol in Nursing professionals
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;49(spe):109-116, fev. 2015. graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: RESUMO Objetivo Descrever a frequência de profissionais de enfermagem de unidades hospitalares com alteração no padrão diurno de secreção de cortisol. Método Foram incluídos 56 profissionais de enfermagem randomicamente selecionados, alocados nas unidades ambulatório, clínica médica, clínica cirúrgica, centro cirúrgico, pronto socorro infantil e adulto, unidade de terapia intensiva adulto e pediátrica de um hospital universitário. Para avaliação do padrão diurno de secreção de cortisol foram coletadas amostras de saliva em dois dias úteis consecutivos de trabalho. Resultados 42,5% dos profissionais de enfermagem apresentaram padrão atípico de secreção de cortisol. Além disso, quanto maior o tempo de trabalho na profissão, maior a concentração de cortisol (r=0,346; p=0,020). Conclusão Mais de um terço da amostra de profissionais de enfermagem apresentou padrões atípicos de secreção de cortisol, sugerindo que estes profissionais podem estar expostos a uma sobrecarga não apenas mental, mas biológica, estando expostos ao risco para o adoecimento por doenças relacionadas ao estresse.

RESUMEN Objetivo Describir la frecuencia de profesionales de enfermaría de unidades hospitalarias con cambio en el patrón diurno de la secreción de cortisol. Método Se han incluido 56 profesionales de enfermaría aleatoriamente seleccionados, ubicados en las unidades ambulatorio, clínica médica, clínica quirúrgica, centro quirúrgico, emergencias adulto y pediátrica, unidades de cuidados intensivos adulto y pediátrica de un hospital universitario. Para evaluación del patrón diurno de secreción de cortisol se recolectaron muestras de saliva en dos días laborables consecutivos, y para las manifestaciones psicológicas. Resultados 42,5% de los profesionales de enfermaría presentaron estándar atípico de secreción de cortisol. Además, cuanto mayor sea el tiempo de trabajo en la profesión, mayor la concentración de cortisol (r=0,346; p=0,020). Conclusión Más de un tercio de las muestras de profesionales de enfermaría presentaron estándares atípicos de la secreción de cortisol, sugiriendo que estos profesionales pueden estar expuestos a una sobrecarga no sólo mental, pero biológica, estando expuestos al riesgo de enfermarse por enfermedades relacionadas al estrés.

ABSTRACT Objective To describe the frequency with which nursing staff in hospitals presents an altered diurnal pattern of cortisol secretion. Method These findings were based on results obtained from 56 randomly selected professional nursing staff working in outpatient clinics, medical clinics, surgical clinics, operating theaters, pediatric and adult emergency units, adult and pediatric intensive care units of a university hospital. The analysis of the diurnal cortisol pattern was based on saliva samples collected over two consecutive working days. Results 42.5% of these nursing staff members presented an atypical pattern of cortisol secretion. Furthermore, the longer the period of exercising this profession, the higher the cortisol concentration (r=0.346; p=0.020). Conclusion Over one-third of nursing staff samples displayed atypical cortisol secretion patterns. This suggests that these professionals are exposed, not only to a mental, but also to a biological, overload and thus, to a risk of contracting stress-related illnesses.
Descritores: Gastrectomia
Fístula Gástrica/cirurgia
Gastroenterostomia/métodos
Complicações Pós-Operatórias/cirurgia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989065
Autor: Barreira, Márcio Alencar; Siveira, Delano Gurgel; Rocha, Hermano Alexandre Lima; Moura Junior, Luiz Gonzaga de; Mesquita, Charles Jean Gomes de; Borges, Gleydson Cesar de Oliveira.
Título: Evaluation tool for a gastroenterostomy simulated training
Fonte: Acta cir. bras;34(3):e201900308, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Purpose: To create a checklist to evaluate the performance and systematize the gastroenterostomy simulated training. Methods: Experimental longitudinal study of a quantitative character. The sample consisted of twelve general surgery residents. The training was divided into 5 sessions and consisted of participation in 20 gastroenterostomys in synthetic organs. The training was accompanied by an experienced surgeon who was responsible for the feedback and the anastomoses evaluation. The anastomoses evaluated were the first, fourth, sixth, eighth and tenth. A 10 item checklist and the time to evaluate performance were used. Results: Residents showed a reduction in operative time and evolution in the surgical technique statistically significant (p<0.01). The correlation index of 0.545 and 0,295 showed a high linear correlation between time variables and Checklist. The average Checklist score went from 6.8 to 9 points. Conclusion: The proposed checklist can be used to evaluate the performance and systematization of a simulated training aimed at configuring a gastroenterostomy.
Descritores: Gastroenterostomia/educação
Lista de Checagem
Treinamento por Simulação/métodos
Internato e Residência
-Estudos Longitudinais
Competência Clínica
Modelos Anatômicos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-837667
Autor: Barreira, Márcio Alencar; Siveira, Delano Gurgel; Rocha, Hermano Alexandre Lima; Moura Junior, Luiz Gonzaga de; Mesquita, Charles Jean Gomes de; Borges, Gleydson Cesar de Oliveira.
Título: Model for simulated training of laparoscopic gastroenterostomy
Fonte: Acta cir. bras;32(1):81-89, Jan. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Purpose: To develop a model of gastroenterostomy and to analyze the acquisition of skills after training by simulation. Methods: Experimental longitudinal study and of a quantitative character. The sample consisted of twelve general surgery residents from four hospitals. The training consisted of making ten anastomoses divided equally into five sessions and it took place over a period of six weeks. The evaluation of the anastomoses considered the time and the analysis of the operative technique through the global evaluation scale Objective Structured Assessment of Technical Skills (OSATS). Results: Residents showed a reduction in operative time and evolution in the surgical technique statistically significant (p<0.01). The correlation index of 0.545 and 0.497 showed a high linear correlation between time variables and OSATS. Conclusion: The preparation of ten gastroenterostomies is an exercise capable of transferring basic and advanced skills in laparoscopy through a standardized training using synthetic organs and a simulator.
Descritores: Cirurgia Geral/educação
Gastroenterostomia/educação
Laparoscopia/educação
Treinamento por Simulação/métodos
Internato e Residência
-Estudos Longitudinais
Modelos Anatômicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Andreollo, Nelson Adami
Lopes, Luiz Roberto
Leonardi, Luiz Sérgio
Texto completo
Id: lil-412764
Autor: Coelho-Neto, João de Souza; Andreollo, Nelson Adami; Lopes, Luiz Roberto; Nishimura, Nancy F; Brandalise, Nelson Ary; Leonardi, Luiz Sergio.
Título: Avaliação tardia de doentes gastrectomizados por úlcera péptica: aspectos clínicos, endoscópicos e histopatológicos / Late follow-up of gastrectomized patients for peptic ulcer: clinical, endoscopic and histopathological aspects
Fonte: Arq. gastroenterol;42(3):146-152, jul.-set. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RACIONAL: Atualmente são raras as vezes em que é necessária a realização de uma gastrectomia, já que os inibidores da bomba de prótons associados aos esquemas antibióticos usados para erradicar o Helicobacter pylori, mudaram o enfoque do tratamento da úlcera péptica. OBJETIVOS: Avaliar tardiamente os doentes submetidos a gastrectomia parcial no tratamento da úlcera péptica, em época em que o Helicobacter pylori ainda não era erradicado de forma intencional, incluindo os sintomas pós-operatórios em comparação com os pré-operatórios e a incidência de síndromes pós-gastrectomias; avaliação endoscópica, incluindo o tipo de cirurgia realizada e os achados macroscópicos da mucosa do coto gástrico, duodeno ou jejuno, dependendo do tipo de reconstrução; avaliação histopatológica, incluindo a pesquisa da bactéria por dois métodos: histológico e teste de urease; e sua possível associação presente no estômago remanescente com as avaliações clínica, endoscópica e histopatológica pós-operatórias. CASUíSTICAS E MÉTODOS: Cinqüenta e nove doentes gastrectomizados por úlcera péptica entre os anos de 1985 e 1993 foram avaliados, sendo que 44 (74,6 por cento) eram do sexo masculino e tinham idade média de 55 anos, com variação de 31 a 77 anos, passaram por entrevista clínica e por exame endoscópico. O Helicobacter pylori foi pesquisado nas peças cirúrgicas ressecadas, para constatação da sua presença ou não no pré-operatório. RESULTADOS: A avaliação clínica no pós-operatório tardio mostrou que 96 por cento dos doentes apresentaram excelentes e bons resultados (Visick I e II). Os sintomas pós-operatórios mais comuns foram dispepsia leve e outras queixas, como diarréia, anemia e dumping, que ocorreram, respectivamente, em 11 (18,6 por cento), 2 (3,4 por cento) e 2 (3,4 por cento) casos. A reconstrução tipo Billroth I trouxe melhores resultados clínicos tardios, quando comparada com as reconstruções tipo Billroth II e Y-de-Roux. Na avaliação endoscópica, a maioria dos doentes (52,5 por cento) apresentou exame normal, enquanto que os demais apresentaram gastrites enantematosa (37,3 por cento) e erosiva (8,5 por cento). Recidiva ulcerosa ocorreu em dois doentes (3,4 por cento). Na análise histopatológica, foi observada incidência elevada de gastrite crônica (98,3 por cento). A presença de Helicobacter pylori ocorreu em 86 por cento dos doentes antes da cirurgia e em 89,8 por cento no pós-operatório tardio...
Descritores: Helicobacter pylori
Infecções por Helicobacter/cirurgia
Úlcera Péptica/cirurgia
-Seguimentos
Gastroenterostomia
Gastroscopia
Gastrectomia/efeitos adversos
Gastrectomia/métodos
Infecções por Helicobacter/patologia
Úlcera Péptica/microbiologia
Úlcera Péptica/patologia
Resultado do Tratamento
Limites: Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Matos, Delcio
Id: lil-296439
Autor: Fernandes, Luís Cesar; Pucca, Luiz; Matos, Delcio.
Título: Tratamento cirúrgico da obesidade / Surgical treatment of obesity
Fonte: J. bras. med;80(3):44-9, mar. 2001. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A obesidade tem se tornado fator relevante na prática clínico-cirúrgica atual, com implicações importantes individuais e sociais. Os autores analisam o problema, revendo indicações para o tratamento cirúrgico da patologia, bases da cirurgia, técnicas empregadas, cuidados pós-operatórios, complicações cirúrgicas e eficácia. É apresentada técnica alternativa em utilização e são abordadas perspectivas atuais e futuras para a cirurgia nos pacientes com obesidade
Descritores: Derivação Gástrica/métodos
Gastroenterostomia
Gastroplastia
Obesidade Mórbida/cirurgia
Obesidade Mórbida/fisiopatologia
Obesidade Mórbida/terapia
Obesidade/complicações
Obesidade/fisiopatologia
Obesidade/cirurgia
Limites: Humanos
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  8 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-275070
Autor: Machado, Marcel Cerqueira Cesar; Cunha, José Eduardo Monteiro da; Penteado, Sonia; Jukemura, José; Herman, Paulo; Machado, Marcel Autran Cesar.
Título: Nova técnica de anastomose gastrojejunal no tratamento paliativo do câncer da cabeça do pâncreas / New technique of palliative gastrojejunostomy for carcinoma of the head of the pancreas
Fonte: Rev. Col. Bras. Cir;26(4):215-8, jul.-ago. 1999. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A maioria dos pacientes com câncer de pâncreas apresenta estádios avançados e é tratada paliativamente. Dos que são submetidos exclusivamente a derivação biliar, cerca de 30 por cento-50 por cento vão apresentar na evolução necessidade de tratamento de obstrução duodenal. As técnicas atualmente empregadas para derivação gástrica podem acarretar vômitos pós-operatórios, principalmente quando feitas profilaticamente. Uma nova técnica foi planejada para evitar alterações no mecanismo de esvaziamento gástrico e a recirculação do conteúdo alimentar. Esta técnica consta de anastomose gastrojejunal entre o corpo gástrico e a primeira alça jejunal tipo Braun em que a alça aferente é bloqueada evitando o ciclo vicioso alimentar. A reconstituição do trânsito alimentar é feita a jusante desta anastomose, impedindo o refluxo biliar para o estômago. Dezenove pacientes foram tratados consecutivamente sem complicações. A sonda nasogástrica foi retirada em torno do terceiro dia de pós-operatório e iniciada realimentação no dia seguinte. Não se observaram vômitos no pós-operatório imediato ou tardio em decorrência de retardo do esvaziamento gástrico
Descritores: Cuidados Paliativos
Gastroenterostomia
Neoplasias Pancreáticas/cirurgia
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-174668
Autor: Molina, Jorge.
Título: Enfermedades Gastroentericas en Pediatria / Gastroentericas Illness in Pediatria.
Fonte: Santa Cruz de la Sierra; s.n; 1991. 13 p. tab.
Idioma: es.
Descritores: Gastroenterite/enfermagem
Pediatria/tendências
-Gastroenterostomia/enfermagem
Mortalidade Infantil/tendências
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BO23.1 - Biblioteca
BO23.1


  10 / 21 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-161878
Autor: Berrospi E., Francisco; Ruiz F., Eloy; Morante D., Carlos; Celis Z., Juan; Montalbeti C., Juan.
Título: Morbilidad y mortalidad por gastroenteroanastomosis en cáncer gástrico avanzado / Morbility and mortality related to gastroenteroanastomosis for avanced gastric cancer
Fonte: Rev. gastroenterol. Perú;15(1):43-8, ene.-abr. 1995. tab.
Idioma: es.
Resumo: OBJETIVO: Determinación de la morbilidad y mortalidad post operatorias de la gastroenteroanastomosis en pacientes con cáncer gástrico avanzado. DISEñO DEL ESTUDIO: Revisión retrospectiva de las historias clínicas de todos los pacientes con cáncer gástrico obstructivo distal sometidos a gastroenteroanastomosis en el Instituto de Enfermedades Neoplásicas entre 1980 y 1993. Se analizaron: edad, sexo, hemoglobina, albúmina, riesgo quirúrgico, ascitis, extensión de enfermedad, tiempo operatorio, estancia hospitalaria, morbilidad y moratalidad post operatorias. RESULTADOS: Se realizaron 198 gastroenteroanastomosis con una morbilidad y mortalidad del 20 por ciento y 10 porciento, respectivamente. La neumonía fue la principal causa de morbilidad y mortalidad post operatorias. El riesgo quirúrgico elevado (3-4), la invasión tumoral a órganos vecinos y la presencia de la metástasis peritoneal demostraron ser factores asociados con mayor morbilidad postoperatoria (p<0.05). El único factor de pronóstico de mortalidad postoperatoria fue el riesgo quirúrgico elevado (p<0.01). CONCLUSIONES: Debido a la elevada morbimortalidad post operatoria, la gastroenteroanastomosis no debe realizarse en pacinetes con cáncer gástrico avanzado y riesgo quirúrgico alto
Descritores: Gastroenterostomia/mortalidade
Gastroenterostomia/estatística & dados numéricos
Neoplasias Gástricas/cirurgia
-Pneumonia/complicações
Pneumonia/mortalidade
Neoplasias Gástricas/epidemiologia
Neoplasias Gástricas/mortalidade
Neoplasias Gástricas/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde