Base de dados : LILACS
Pesquisa : E04.100.814.603 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 15 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 15 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-978027
Autor: Pereira C, Nicolás; Suh, Hyunsuk Peter; Hong, Joon Pio (JP).
Título: Úlceras del pie diabético: importancia del manejo multidisciplinario y salvataje microquirúrgico de la extremidad / Diabetic foot ulcers: importance of a multidisciplinary approach and microsurgical limb rescue
Fonte: Rev. chil. cir;70(6):535-543, dic. 2018. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Las úlceras del pie diabético son el principal factor de riesgo para las amputaciones no traumáticas en personas con diabetes. El éxito de la intervención requiere un completo entendimiento de la patogénesis y una implementación oportuna y estandarizada de un tratamiento efectivo. Es necesario un enfoque multidisciplinario para inicialmente controlar y tratar múltiples factores causantes de la ulceración severa del pie diabético. El desbridamiento, control de la infección y revascularización son pasos clave para la estabilización de la herida y su preparación para una reconstrucción exitosa. La microcirugía y supermicrocirugía permite proporcionar un tejido bien vascularizado para controlar la infección, un contorno adecuado para el calzado, durabilidad y anclaje sólido para resistir las fuerzas de cizallamiento durante la marcha. De esta manera, se puede lograr el salvataje de la extremidad, mejorando la calidad de vida y aumentando la sobrevida.

Diabetic foot ulcers are the main risk factor for non-traumatic amputations in people with diabetes. A succesful intervention requires a thorough understanding of the pathogenesis and a timely and standardized implementation of an effective treatment. A multidisciplinary approach is needed to initially control and treat multiple factors that cause severe diabetic foot ulceration. Debridement, infection control, and revascularization are key steps in wound stabilization and preparation for successful reconstruction. Microsurgery and supermicrosurgery provide a well-vascularized tissue to control infection, an adequate shoe contour, durability and solid anchorage to resist shearing forces during gait. In this way, the salvage of the limb can be achieved, improving the quality of life and increasing the survival rate.
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Pé Diabético/cirurgia
Salvamento de Membro/métodos
Microcirurgia
-Retalhos Cirúrgicos
Procedimentos Cirúrgicos Vasculares
Pé Diabético/classificação
Pé Diabético/diagnóstico
Pé Diabético/fisiopatologia
Desbridamento
/irrigação sanguínea
Amputação
Microcirculação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  2 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-899215
Autor: Teixeira, Luiz Eduardo Moreira; Leão, Thiago Marques; Regazzi, Daniel Barbosa; Soares, Cláudio Beling Gonçalves.
Título: Amputation risk after the revascularization procedures in sarcoma resections / Risco de amputação após procedimento de revascularização nas ressecções de sarcoma
Fonte: Rev. bras. ortop;52(6):714-719, Nov.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE: The objective of this study is to evaluate the efficacy of vascular reconstructive surgery after resection of bone and soft tissue tumors in extremities and the risk of progression to amputation. METHODS: This is a retrospective, observational data collection from medical records of patients who underwent resection of bone and soft tissue tumors in the period of 2002-2015. Thirteen patients met the inclusion criteria, which evaluated the correlations between certain factors (gender, tumor type, location, reconstruction, revascularization and patency, infection) with amputation in the postoperative period. RESULTS: In this study, of the 13 patients undergoing reconstruction, five (38.46%) evolved to amputation. All patients who progressed to amputation had the following in common: presence of bone sarcoma (p = 0.005), having undergone reconstruction with an orthopedic prosthesis (p = 0.005), lack of vascular patency in the revascularization site in the postoperative period (p = 0.032), and surgical site infection (p = 0.001). None of the patients with soft tissue sarcoma underwent amputation, and the only patient with bone sarcoma who did not undergo amputation had no infection and maintained vascular patency of the graft. CONCLUSION: The occurrence of infection appears to be one of the main risk factors for failure of revascularization, especially in cases of bone sarcoma in which vascular reconstruction is performed with placement of a non-conventional joint prosthesis.

RESUMO OBJETIVO: O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia da cirurgia de reconstrução vascular após ressecção de tumores ósseos e tecidos moles em extremidades e o risco de evolução para amputação. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, observacional, de coleta de dados em prontuário médico de pacientes submetidos a ressecção de tumores ósseos e de tecidos moles de 2002 a 2015; 13 pacientes preencheram o critério de inclusão, foram avaliadas as correlações de determinados fatores (gênero, tipo de tumor, localização, reconstrução, revascularização e patência, infecção) com amputação no pós-operatório. RESULTADOS: No presente estudo, dos 13 pacientes submetidos à reconstrução, cinco (38,46%) evoluíram com amputação. Todos os pacientes que evoluíram com amputação tinham em comum o fato de ser portadores de sarcoma ósseo (p = 0,005), ter sido submetidos a reconstrução com prótese ortopédica (p = 0,005) e não apresentar patência vascular no local da revascularização no período pós-operatório (p = 0,032), além de apresentar infecção no local da cirurgia (p = 0,001). Nenhum dos pacientes portadores de sarcoma de partes moles foi submetido à amputação e o único paciente do grupo com sarcoma ósseo que não sofreu amputação não apresentava infecção e mantinha patência vascular no enxerto. CONCLUSÃO: A ocorrência de infecção parece ser um dos principais fatores de risco para a falência da revascularização, especialmente nos casos de sarcoma ósseo em que a reconstrução vascular é feita juntamente com colocação de próteses articulares não convencionais.
Descritores: Amputação
Salvamento de Membro
Osteossarcoma
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
Estudos Retrospectivos
Sarcoma
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  3 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mattos, Carlos Augusto de
Texto completo
Id: biblio-829987
Autor: Fukumothi, Denis Kiyoshi; Pupo, Hiran; Reganin, Luciano Augusto; Matte, Silvia Raquel Fricke; Lima, Bruno Spagnuolo de; Mattos, Carlos Augusto de.
Título: Functional assessment of endoprosthesis in the treatment of bone tumors / Avaliação funcional das endopróteses no tratamento de tumores ósseos
Fonte: Rev. bras. ortop;51(5):569-573, Sept.-Oct. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVES: Evaluate the functional grade of these patients and to identify the types of complications found that influenced the average life span of endoprostheses the functions of the operated limb. METHODS: We analyzed 14 post-operative cases of endoprosthesis, patients with malignant bone tumors and aggressive benign bone tumors submitted to surgery between 2004 and 2014. The evaluation system used was proposed by Enneking, recommended by the Musculoskeletal Tumor Society (MSTS), in addition to the radiologic evaluation. RESULTS: Endoprosthesis are excellent choices for the treatment of bone tumors with limb preservation in relation to pain, strength, and patient's emotional acceptance. Another factor for good results is the immediate weight-bearing capacity, generating a greater independence. CONCLUSION: The authors conclude that all patients classified the therapy as excellent/good, regardless of the type of prosthesis used, extent of injury, and/or type of tumor resection performed.

RESUMO OBJETIVO: Avaliar o grau funcional desses pacientes e identificar os tipos de complicações encontradas e que influenciaram na sobrevida das endopróteses e na função do membro operado. MÉTODOS: Foram analisados 14 pós-operatórios de endopróteses em pacientes portadores de tumores ósseos malignos e benignos agressivos com cirurgia entre 2004 e 2014. O sistema de avaliação foi o proposto por Enneking, preconizado pela Musculoskeletal Tumor Society (MSTS), além da avaliação radiográfica. RESULTADOS: As endopróteses são ótimas opções no tratamento de tumores ósseos com preservação do membro, em relação à dor, força e aceitação emocional do paciente. Outro fator para bons resultados é a capacidade de suporte de peso imediato, que gera uma independência maior. CONCLUSÃO: Todos os pacientes classificaram a terapia como excelente/boa, indiferentemente do tipo de prótese, extensão da lesão, tipo de tumor e ressecção feita.
Descritores: Neoplasias Ósseas
Prótese Articular
Salvamento de Membro
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-752207
Autor: Milcheski, Dimas André; Pereira, Diego Daniel; Ferreira, Marcus Castro.
Título: Atuação da cirurgia de mão em unidade de queimaduras / Performance of hand surgery in burns unit
Fonte: Rev. bras. queimaduras;11(1):15-19, jan.-mar. 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Os pacientes com queimaduras de mão frequentemente requerem tratamento especializado, pela extensão ou gravidade da queimadura. Nesse grupo, estão os pacientes com queimaduras graves de mão, entendidas como aquelas de 3º grau ou com exposição de estruturas profundas (osso, tendão ou articulação). Neste artigo, é relatada a experiência de atendimento a pacientes com queimaduras profundas de mão em uma unidade de queimaduras. Método: Foram analisados os pacientes com queimaduras profundas em mãos e necessidade de abordagem cirúrgica, operados no período de julho de 2010 a dezembro de 2011. Os parâmetros analisados foram: sexo, idade, porcentagem de superfície corpórea queimada, agente de queimadura, restrição à função das mãos, presença de acometimento tendíneo, ósseo ou nervoso, uso de curativo a vácuo durante tratamento, número de abordagens necessárias e necessidade de amputações, enxertos, retalhos locais, retalhos microcirúrgicos ou substitutos cutâneos. Resultados: Foram estudados 16 pacientes. Após a análise dos dados, observou-se que os pacientes com queimaduras profundas de mão devem ser idealmente atendidos em centro de queimaduras com disposição de cirurgia da mão. Conclusão: A diversidade e a complexidade das cirurgias necessárias fazem com que esse tipo de atendimento minimize complicações e sequelas da queimadura de mão, além de proporcionar reabilitação adequada e precoce do paciente.

Introduction: Patients with hand burns often require specialized treatment by the extent or severity of the burn. This group includes patients with severe burns of the hand, understood as those of third degree or with exposed deep structures (bone, tendon, joint). In this paper it is reported the experience of care for patients with deep burns of hand in a burn care unit. Methods: Patients with deep burns on hands and need for surgical approach, operated from July 2010 to December 2011 were analyzed. The following parameters were analyzed: gender, age, percentage of body surface area burned, burning agent, restrictions on the function of the hands, tendon, bone or nervous involvement, use of vacuum dressings for treatment, number of approaches, and need of amputations, grafts, local flaps, flaps or skin substitutes. Results: Sixteen patients were studied. After data analysis it was understood that patients with deep burns of the hand should ideally be treated in a burn center with availability of hand surgery. Conclusion: Because of the diversity and complexity of this kind of patients this type of treatment may minimize complications and sequelae in the burn hand as well to provide early and adequate rehabilitation of the patient.
Descritores: Queimaduras
Salvamento de Membro
Microcirurgia
Mãos/cirurgia
Cirurgia Plástica
Transplante de Tecidos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR30.1 - Biblioteca


  5 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-696156
Autor: Vaquero, Carlos; San Norberto, Enrique; Martín-Pedrosa, Miguel; Brizuela, José Antonio; González-Fajardo, José Antonio; Merino, Borja.
Título: Tratamiento endovascular de las arterias distales del miembro inferior / Endovascular treatment of distal lower limb arteries
Fonte: Rev. argent. cir. cardiovasc. (Impresa);9(2):88-98, mayo-ago. 2011. tab.
Idioma: es.
Resumo: La angioplastía es un procedimiento que se ha introducido en el tratamiento de las lesiones oclusivas de los miembros inferiores con resultados prometedores. No obstante, son importantes los nuevos aportes de datos sobre los resultados obtenidos, teniendo en cuenta la falta de homogeneidad de los pacientes tratados afectados por diferentes procesos obstructivos arteriales, tratados en diferentes situaciones clínicas y con una muy variada extensión de las lesiones. Se realiza un análisis de 239 casos incluidos en un estudio prospectivo con el objetivo de analizar los resultados en relación a los diversos factores que afectan a los pacientes. Se analizan los resultados y se valoran los mismos.

A angioplastia é um procedimento que foi introduzido no tratamento das lesões oclusivas dos membros inferiores com resultados prometedores. Entretanto, são importantes as novas contribuições de dados sobre os resultados obtidos, levando em consideração a falta de homogeneidade dos pacientes tratados afetados por diferentes processos obstrutivos arteriais, tratados em diferentes situações clínicas e com uma muito variada extensão das lesões. Realiza-se uma análise de 239 casos incluídos em um estudo prospectivo com o objetivo de analisar os resultados com relação aos diversos fatores que afetam os pacientes. Analisam-se os resultados e se valorizam os mesmos.

Angioplasty is a procedure that has been introduced with promising results in the treatment of occlusive lesions of the lower limbs. However, it is necessary further input of data on the results obtained taking into account the lack of homogeneity of patients suffering from obstructive arterial different processes, treated in different clinical situations and with a very wide extent of the injury. An analysis of 239 cases in a prospective study to analyze the results in relation to the various factors that affect patients. The results are analyzed and valued the same.
Descritores: Doenças Vasculares Periféricas/cirurgia
Extremidades/irrigação sanguínea
Isquemia/terapia
Procedimentos Cirúrgicos Vasculares/efeitos adversos
Procedimentos Cirúrgicos Vasculares/instrumentação
Stents
-Doenças Vasculares Periféricas/complicações
Isquemia/etiologia
Salvamento de Membro
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  6 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623427
Autor: Poerschke, Ronaldo André; Silveira, Daniela Augustin; Lodi, Peterson; Titton, Wagner; Marx, Guilherme; Lampert, Alexandre Soares.
Título: Vascularização temporária de membros isquêmicos por meio de shunt arteriomedular: trabalho experimental / Temporary vascularization on ischemic limbs through arterial-medullar shunt: an experimental work
Fonte: J. vasc. bras;11(1):29-33, -mar. 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: Os autores idealizaram um shunt temporário entre a artéria femoral e o canal medular de ossos longos para manter a viabilidade dos membros agudamente isquêmicos, enquanto não é possível estabelecer um tratamento definitivo. OBJETIVO: Avaliar a perviedade de shunts temporários arteriomedulares e a perfusão dos membros, durante duas horas em cães de experimentação, que tiveram a artéria femoral ligada. MÉTODOS: Alocaram-se aleatoriamente dois grupos, com três cães no Grupo Controle e seis no Grupo Intervenção. Os controles tiveram a artéria femoral comum direita ligada. O Grupo Intervenção, além da ligadura da artéria, recebeu um shunt. Após duas horas, realizou-se a medida de pH dos membros isquêmicos; avaliação do fluxo arterial por meio de um sonar Doppler; avaliação da coloração do sangramento na extremidade distal do membro e foram retirados em bloco torácico os pulmões para análise anatomopatológica. RESULTADOS: A média do pH do sangue capilar das extremidades do membros no Grupo Controle foi de 6,97 (±0,39); no Grupo Intervenção o pH foi de 7,25 (±0,46), com p<0,001; a coloração do sangue no Grupo Intervenção manteve-se com aspecto rutilante em todos os animais. Os shunts necessitaram, em média, três irrigações com solução salina heparinada para manterem-se pérvios. A avaliação macroscópica e microscópica do tecido pulmonar não evidenciou embolia gordurosa. CONCLUSÃO: O shunt arterio-osteal ou arteriomedular apresentou viabilidade técnica em laboratório.

BACKGROUND: The authors idealized a temporary shunt between the femoral artery and the medullar canal on long bones to keep the viability of acutely ischemic limbs, while waiting for a definitive treatment. OBJECTIVE: To assess the flow on temporary shunts between the femoral artery and the marrow canal of the tibia during two hours in experimental dogs, which had the femoral artery interrupted. METHODS: Two groups with three dogs on the Control Group and six on the Intervention Group were allocated at random. The controls had the right femoral common artery interrupted. The Intervention Group received a shunt between the iliac external artery and the medullar canal of the right tibia in addition. After two hours, the measure of the pH, blood coloration, blood flow in sonar Doppler on the ischemic limbs were performed. The lungs were withdrawn in thoracic block for anatomic-pathologic analyses. RESULTS: The capillary blood pH average of the limb extremities in the Control Group was 6.97 (±0.39) and in the Intervention Group was 7.25 (±0.46), with p<0.001, and the blood coloration in the Intervention Group kept the bright aspect in all animals. The shunts needed in average three irrigations with saline heparin solution to be kept unobstructed. The macroscopic and microscopic evaluation of the pulmonary tissue did not evidence fat emboli. CONCLUSION: The artery osseous or artery medullar (marrow) shunt showed to be feasible on the technical point of view in the laboratory.
Descritores: Experimentação Animal/ética
Artéria Femoral
Salvamento de Membro/efeitos adversos
-Fentanila/administração & dosagem
Heparina/administração & dosagem
Isquemia
Morfina/administração & dosagem
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-578778
Autor: Busato, Cesar Roberto; Utrabo, Carlos Alberto Lima; Gomes, Ricardo Zanetti; Hoeldtke, Eliziane; Housome, Joel Kengi; Costa, Dieyson Martins de Melo; Busato, Cintia Doná.
Título: Utilização da safena magna in situ para arterialização do arco venoso do pé / The great saphenous vein in situ for the arterialization of the venous arch of the foot
Fonte: J. vasc. bras;9(3):119-123, Sept. 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: O tratamento da isquemia crítica de membros inferiores sem leito arterial distal pode ser realizado por meio da inversão do fluxo no arco venoso do pé. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi apresentar a técnica e os resultados obtidos com a arterialização do arco venoso do pé, mantendo a safena magna in situ. MÉTODOS: Dezoito pacientes, dos quais 11 com aterosclerose (AO), 6 com tromboangeíte obliterante (TO) e 1 com trombose de aneurisma de artéria poplítea (TA) foram submetidos ao método. A safena magna in situ foi anastomosada à melhor artéria doadora. O fluxo arterial derivado para o sistema venoso progride por meio da veia cujas válvulas são destruídas. As colaterais da veia safena magna são ligadas desde a anastomose até o maléolo medial, a partir do qual são preservadas. RESULTADOS: Dos pacientes, 10 (55,6 por cento) mantiveram suas extremidades, 5 com AO e 5 com TO; 7 (38,9 por cento) foram amputados, 5 com AO, 1 com TO e 1 com Ta; houve 1 óbito (5,5 por cento). CONCLUSÃO: A inversão do fluxo arterial no sistema venoso do pé deve ser considerada para salvamento de extremidade com isquemia crítica sem leito arterial distal.

BACKGROUND: Critical lower limb ischemia in the absence of a distal arterial bed can be treated by arterialization of the venous arch of the foot. OBJETIVE: The objective of this paper was to present the technique and the results of the arterialization of the venous arch of the foot with the in situ great saphenous vein. METHODS: Eighteen patients, 11 with atherosclerosis (AO), 6 with thromboangiitis obliterans (TO) and 1 with popliteal artery aneurysm thrombosis were submitted to venous arch arterialization. The in situ great saphenous vein was anastomosed to the best donor artery. Arterial flow derived from the venous system progresses through the vein whose valves were destroyed. The collateral vessels of the great saphenous vein are linked from the anastomosis to the medial malleolus and preserved from this point onward. RESULTS: Limb salvage was achieved in 10 (55.6 percent) patients, 5 with AO and 5 with TO. Seven (38.9 percent) patients were amputated, 5 with AO, 1 with TO and 1 with Ta. One (5.5 percent) patient died. CONCLUSION: Arterialization of the venous system of the foot should be considered for the salvage of limbs with critical ischemia in the absence of a distal arterial bed.
Descritores: Isquemia/terapia
Salvamento de Membro/enfermagem
Tromboangiite Obliterante
Veia Cava Inferior
-Amputação/enfermagem
Extremidade Inferior/cirurgia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  8 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-557191
Autor: Lengua, Francisco; Madrid, Andrés La; Acosta, Carlos; Vargas, Jorge.
Título: Arterialización venosa temporal del pie diabético / Temporal venous arterialization of the diabetic foot
Fonte: J. vasc. bras;9(1):14-20, 2010. tab.
Idioma: es.
Resumo: La primera idea que tuvieron los cirujanos (1902) para evitar amputaciones por isquemia fue la de desviar el flujo arterial al sistema venoso por intermedio de una fístula arteriovenosa entre vasos adyacentes, pero con resultados inciertos. Desde entonces se han inventado las simpatecomias, las endarteriectomias y los injertos puentes o bypass y, últimamente, otros avances médicos, quirúrgicos y endovasculares. Sin embargo, en el mundo se siguen haciendo amputaciones, sobre todo en diabéticos. La arterialización de las venas del pie, basada en la vieja idea de la circulación invertida, constituye una esperanza más para estos pacientes ya condenados a la pérdida del miembro. Objetivo: Demostrar que la arterialización de las venas del pie en diabéticos con lesiones neuroisquémicas, generalmente infectadas (pie diabético), es un método eficaz y durable, aunque el puente solo funcione temporalmente. Pacientes y método: De enero de 2000 a febrero de 2009, 59 pacientes con pie diabético fueron tratados por arterialización de las venas del pie...

The first idea of surgeons (1902) to avoid amputations due to ischemia was to deviate the arterial flow to the venous system using an arteriovenous fistula between adjacent vessels; however, the results were unreliable. Since then, sympathectomies, endarterectomies and bypasses have been created, and more recently, other medical, surgical, and endovascular advances have been used. However, amputations continue to be performed worldwide mainly in diabetic patients. The arterialization of the foot veins, based on the old idea of inverted blood flow, is a new possibility for these patients who, otherwise, could lose their limbs. Objective: To demonstrate that arterialization of the foot veins in diabetic patients with neuroischemic lesions, usually infected (diabetic foot), is an effective and long-lasting method, even though the bypass only works temporally. Patients and method: From January 2000 to February 2009, 59 patients with diabetic foot were threated by means of arterialization of the foot veins. An early death was not included in the analysis. Of the 58 remaining patients, 44 were male and 14 were female. Their mean age was 71 years old: (53-91 years). Fifty-four of them were classified as being Fontaine IV and four were IIIB...
Descritores: Amputação/métodos
Complicações do Diabetes/sangue
Diabetes Mellitus/terapia
Isquemia/diagnóstico
Pé Diabético/diagnóstico
Salvamento de Membro/enfermagem
-Artérias Temporais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  9 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-551043
Autor: Parizzia, Walter; Galli Serra, Marcos; Mengelle, Diego; Burgo, Federico; Aliaga Saenz, Jose Andres; Autorino, Carlos.
Título: Abordaje en U invertida para resecciones oncologicas mayores en la pelvis. Informe de complicaciones / Inverted U approach for major oncologic resections around the pelvis. Complications report
Fonte: Rev. Asoc. Argent. Ortop. Traumatol;74(4):317-323, dic. 2009. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La cirugía de “salvataje de miembros” en la región pelviana (hueso innominado ysacro) es un procedimiento demandante y complejo, que conlleva una alta morbilidad (20 por ciento a 80 por ciento). El abordaje triirradiado es el más frecuente y clásicamente utilizado en estas grandes y complejas cirugías. Sin embargo, se han informado numerosas complicaciones locales con su aplicación. El objetivo del siguiente trabajo fue desarrollar como alternativa al clásico abordaje triirradiado, una variante de exposición quirúrgica en U invertida de base distalamplia sobre la cresta ilíaca e informar el índice de complicaciones locales. La hipótesis propuesta es que la exposición quirúrgica descrita respeta la vascularización cutánea en esa región, permite desarrollar colgajos complacientes y disminuye el índice de complicaciones locales de la herida. Materiales y métodos: Durante los años 2004-2008 se realizaron 8 hemipelvectomías (internas y externas) por diferentes tumores musculoesqueléticos (4 condrosarcomas, 3 lesiones metastásicas (1 tiroides 2 mielomas) y 1 displasia epifisaria hemimélica. Se detalla la técnica quirúrgica empleada. Resultados: En todos los casos la anatomía patológica definitiva de la lesión confirmó la obtenida por biopsia previa y los márgenes fueron clasificados como “amplios”. El promedio de días de internación fue de 7,1 (4 a 10) días. No se evidenciaron dehiscencias ni infecciones superficiales sobre la herida. Se presentó como complicación una necrosis parcial que requirió limpieza quirúrgica de la zona apical del colgajo inferior Conclusiones: El abordaje en U invertida surge como una alternativa, en casos seleccionados, al abordaje triirradiado clásico para las hemipelvectomías, tanto internas como externas, ya que conlleva menor índice de complicaciones locales y permite una correcta exposición a la pelvis, con posibilidades de extenderla hacia el miembro o zona lumbar sin comprometer los márgenes de resección.
Descritores: Neoplasias Ósseas
Ossos Pélvicos/cirurgia
Salvamento de Membro/métodos
-Complicações Pós-Operatórias
Pelve
Resultado do Tratamento
Limites: Seres Humanos
Adulto
Meia-Idade
Responsável: AR337.1 - Biblioteca A.A.O.T.


  10 / 15 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-546629
Autor: Junior, Paulo Cesar Nunes; Mello, Marcelo A. de; Monnerat, Eduardo.
Título: Tratamento fisioterapêutico na fase pré-protetização em pacientes com amputação transtibial unilateral / Physical therapy in preprosthesis implantation stage in patients with unilateral transtibial amputation
Fonte: Fisioter. Bras;10(4):294-299, jul.-ago. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: A amputação é a perda total ou parcial de um membro, geralmente é relacionada com mutilação, incapacidade e dependência. Com ela surgiu a necessidade de substituir a região perdida pela prótese. A ansiedade de recompor a perda é comum, mas não se deve pular etapas. É preciso que o paciente passe por um período de preparação, no qual é fundamental a participação de uma equipe multidisciplinar. A aplicação de procedimentos fisioterapêuticos interfere diretamente no resultado final da reabilitação. Dentro do tratamento fisioterapêutico destaca-se a fase pré-protetização, pois prepara o paciente e seu membro residual para estar apto a receber a prótese. Este trabalho constitui-se por um estudo de um caso clínico a respeito da abordagem fisioterapêutica na fase pré-protetização, de paciente amputado, tipo transtibial unilateral. Foram descritos diversos aspectos e técnicas importantes para a fisioterapia, passando pelas etiologias e níveis de amputação, avaliação do paciente e complicações e o tratamento, apresentando recursos para redução da dor, edema, deformidades, além de exercícios, alongamento e mobilidade. Chegamos à conclusão de que o período pré-protetização é de suma importância na recuperação funcional do amputado e que o tratamento fisioterapêutico aplicado beneficiou o paciente que apresentou aumento da força muscular e diminuição do edema, aumentando, por conseguinte, sua independência e possibilitando a evolução para a marcha com a utilização de muletas canadenses.

Amputation is the total or partial loss of a limb, generally associated with mutilation, inability and dependence. After this procedure comes the need of replacing the lost member for prosthesis. It is common to be anxious to recover this loss, but the patient shall not skip the treatment steps. First of all, it is fundamental that the patient undergoes a preparation period, where the participation of a multiprofessional team is fundamental. The most important stage during physical therapy treatment is the preprosthesis implantation, because it prepares the patient and its residual limb to be able to receive the prosthesis. This work consists of a clinical case study regarding physical therapy approach during the preprosthesis implantation period of patients with unilateral transtibial amputation. Several aspects and important techniques for physical therapy were described, such as etiologies, amputation levels, patient evaluation, and complications and treatment, presenting resources for reduction of pain, edema, deformities, as well as exercises, stretching and mobility. We concluded that preprosthesis period implantation is extremely important for amputee subjects to achieve functional recovery and also that physical therapy demonstrates benefit to the patient who increased muscle strength, and the edema decreased, enabling his independence and gait performance using Canadian Crutch.
Descritores: Amputação
Amputados
Membros Artificiais
Extremidades
Salvamento de Membro
Serviço Hospitalar de Fisioterapia
Modalidades de Fisioterapia
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde