× Atenção: Esta versão do sistema de pesquisa será desativada em 01/12/2022. Recomendamos a utilização da nova versão disponível em pesquisa.bvsalud.org


Base de dados : LILACS
Pesquisa : E04.249 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 385 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 39 ir para página                         

  1 / 385 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1375799
Autor: Raymundo, Daniel Urban; Dalio, Marcelo Bellini; Ribeiro, Mauricio Serra; Joviliano, Edwaldo Edner.
Título: Inpatient consultations with the vascular and endovascular surgery team at an academic tertiary hospital / Interconsultas realizadas pela equipe de cirurgia vascular e endovascular em um hospital universitário terciário
Fonte: J. vasc. bras;21:e20210159, 2022. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background Inpatient consultations are a fundamental component of practice in tertiary care centers. However, such consultations demand resources, generating a significant workload. Objectives To investigate the profile of inpatient consultations requested by other specialties and provided by the Vascular and Endovascular Surgery team at an academic tertiary hospital. Methods Prospective observational study. Results From May 2017 to May 2018, 223 consultations were provided, representing 2.2% of the workload. Most consultations were requested by Oncology (16.6%), Hematology (9.9%), Nephrology (9.0%), and Cardiology (6.3%). The leading reasons for inpatient consultation were: need for vascular access (51.1%) and requests to evaluate a vascular disease (48.9%). Acute venous diseases accounted for 19.3% of consultations, chronic arterial diseases for 14.8%, acute arterial diseases for 7.2%, diabetic feet for 5.4%, and chronic venous diseases accounted for 2.2%. Surgical treatment was performed in 57.0%, either conventional (43.9%) or endovascular (13.0%). Almost all (98.2%) patients' issues were resolved. Conclusions Inpatient consultations with the Vascular and Endovascular Surgery team in a tertiary academic hospital accounted for 2.2% of the team's entire workload. Most patients were elective and underwent low-complexity elective surgical procedures. There may be an opportunity to improve healthcare, redirecting these patients to the outpatient flow.

RESUMO Introdução Interconsultas são um componente fundamental da prática clínica em centros de atendimento terciários. No entanto, esse tipo de consulta requer recursos, resultando em uma alta carga de trabalho. Objetivo Investigar o perfil das interconsultas solicitadas por outros departamentos e realizadas pela equipe de Cirurgia Vascular e Endovascular em um hospital universitário terciário. Métodos Estudo observacional prospectivo. Resultados De maio de 2017 a maio de 2018, foram realizadas 223 consultas, correspondendo a 2,2% da carga de trabalho. A maioria das consultas foram solicitadas pelos departamentos de Oncologia (16,6%), Hematologia (9,9%), Nefrologia (9,0%) e Cardiologia (6,3%). As principais razões das interconsultas foram a necessidade de acesso vascular (51,1%) e de avaliação de doenças vasculares (48,9%). As doenças venosas agudas corresponderam a 19,3% das avaliações; as doenças arteriais crônicas, a 14,8%; as doenças arteriais agudas, a 7,2%; o pé diabético, a 5,4%; e as doenças venosas crônicas corresponderam a 2,2%. Foi realizado tratamento cirúrgico em 57,0% dos casos, tanto convencional (43,9%) quanto endovascular (13,0%). Foram resolvidos os problemas de quase todos os pacientes (98,2%). Conclusão As interconsultas realizadas pela equipe de Cirurgia Vascular e Endovascular em um hospital universitário terciário corresponderam a 2,2% da carga de trabalho total. A maioria dos pacientes eram eletivos e foram submetidos a procedimentos cirúrgicos eletivos de baixa complexidade. O redirecionamento desses pacientes para o atendimento ambulatorial poderia auxiliar na melhoria dos serviços de saúde.
Descritores: Admissão do Paciente
Encaminhamento e Consulta
Atenção Terciária à Saúde/métodos
Centros de Atenção Terciária/organização & administração
-Procedimentos Cirúrgicos Vasculares/organização & administração
Estudos Prospectivos
Carga de Trabalho
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos/métodos
Recursos em Saúde
Hospitais Universitários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1365820 LILACS-Express
Autor: Calegari, Isadora Braga; Raponi, Maria Beatriz Guimarães; Pacheco, Flávia Ana; Barichello, Elizabeth; Haas, Vanderlei José; Barbosa, Maria Helena.
Título: Adesão às medidas para prevenção de infecção do sítio cirúrgico no perioperatório: estudo de coorte / Adhesión a medidas de prevención de infección de la zona quirúrgica en el perioperatorio: estudio de cohorte / Adherence to measures to prevent surgical site infection in the perioperative period: a cohort study
Fonte: Rev. enferm. UERJ;29:e62347, jan.-dez. 2021. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: RESUMO Objetivo avaliar a adesão às medidas recomendadas para prevenção de infecção do sítio cirúrgico no período perioperatório em pacientes submetidos às cirurgias limpas. Método estudo observacional e de coorte prospectivo realizado em 2019 em um hospital geral de ensino com 287 pacientes, após aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa. Os dados foram coletados por meio de dois instrumentos: caracterização sociodemográfica e clínica e verificação da adesão às recomendações. Empregaram-se análises descritiva e regressão linear múltipla. Resultados a adesão geral às medidas de prevenção de infecção do sítio cirúrgico obteve média de 59,5. O tempo anestésico-cirúrgico (p<0,001) e o escore da American Society of Anesthesiologists (p=0,045) influenciaram na adesão geral. Conclusão foi observada maior adesão às medidas recomendadas para prevenção de infecção do sítio cirúrgico no período pré-operatório, porém há fragilidades quanto a adesão às medidas fortemente recomendadas pelos guidelines nos períodos intra e pós-operatório.

RESUMEN Objetivo evaluar el cumplimiento de las medidas recomendadas para prevenir la infección de la zona quirúrgica en el período perioperatorio en pacientes sometidos a cirugías limpias. Método estudio observacional y de cohorte prospectivo realizado en 2019, en un hospital general de enseñanza junto a 287 pacientes, previa aprobación del Comité de Ética en Investigación. La recolección de datos se realizó mediante dos instrumentos: caracterización sociodemográfica y clínica y verificación del cumplimiento de las recomendaciones. Se utilizó el análisis descriptivo y la regresión lineal múltiple. Resultados la adherencia general a las medidas de prevención de infecciones de la zona quirúrgica obtuvo el promedio de 59,5. El tiempo anestésico-quirúrgico (p <0,001) y el puntaje de la American Society of Anesthesiologists (p = 0,045) influyeron en la adherencia general. Conclusión se observó una mayor adherencia a las medidas recomendadas para prevenir la infección de la zona quirúrgica en el período preoperatorio, sin embargo, existen debilidades en cuanto a la adherencia a las medidas fuertemente recomendadas por los guidelines en los periodos intra y posoperatorio.

ABSTRACT Objective to evaluate adherence to recommended measures for preventing surgical site infections during the perioperative period in patients undergoing clean surgeries. Method this prospective, observational, cohort study was conducted in 2019 with 287 patients at a general teaching hospital, after approval by the research ethics committee. Data were collected using two instruments for sociodemographic and clinical particulars and for assessing adherence to recommendations. Descriptive analysis and multiple linear regression were used. Results adherence to surgical site infection prevention measures averaged 59.5 overall. Anesthetic-surgical time (p < 0.001) and the American Society of Anesthesiologists score (p = 0.045) influenced overall adherence. Conclusion greater adherence to recommended surgical site infection prevention measures was observed in the preoperative period, but there were weaknesses in adherence to measures strongly recommended by the guidelines in the intra- and postoperative periods.
Descritores: Infecção da Ferida Cirúrgica/prevenção & controle
Controle de Infecções
Segurança do Paciente
-Infecção da Ferida Cirúrgica
Estudos de Coortes
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Período Perioperatório/enfermagem
Período Intraoperatório
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carmona, Maria José Carvalho
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1339715
Autor: Cardoso, Priscilla Ferreira Neto; Quintão, Vinicius Caldeira; Perini, Bruno; Carmona, Maria José Carvalho; Carlos, Ricardo Vieira; Simões, Cláudia Marquez.
Título: First Brazilian pediatric hospital to adopt 1-hour preoperative fasting time for clear fluids for elective surgeries
Fonte: Clinics;76:e3336, 2021.
Idioma: en.
Descritores: Jejum
Hospitais Pediátricos
-Brasil
Cuidados Pré-Operatórios
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1134828
Autor: Franco, Ricardo Portiolli; Costa, Ciro Bruno Silveira; Sousa, Clayton Santos; Rodrigues, Anderson Tavares; Hospital das ClínicasNeves, Precil Diego Miranda de Menezes; Chula, Domingos Candiota.
Título: Hemodialysis Vascular access maintenance in the Covid-19 pandemic: Positioning paper from the Interventional Nephrology Committee of the Brazilian Society of Nephrology / Manutenção de acessos vasculares para hemodiálise na pandemia da Covid-19: posicionamento do Comitê de Nefrologia Intervencionista da Sociedade Brasileira de Nefrologia
Fonte: J. bras. nefrol;42(2,supl.1):41-43, 2020.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Vascular accesses for hemodialysis are considered the patient's lifeline and their maintenance is essential for treatment continuity. Following the example of institutions in other countries affected by the Covid-19 pandemic, the Brazilian Society of Nephrology developed these guidelines for healthcare services, elaborating on the importance of carrying out procedures for the preparation and preservation of vascular accesses. Creating definitive accesses for hemodialysis, grafts and arteriovenous fistulas are non-elective procedures, as well as the transition from the use of non-tunneled catheters to tunneled catheters, which cause less morbidity. In the case of patients with suspected or confirmed coronavirus infection, one may postpone the procedures for the quarantine period, to avoid spreading the disease.

RESUMO Os acessos vasculares para hemodiálise são considerados a linha da vida do paciente, e sua manutenção é essencial para o seguimento do tratamento. A exemplo de instituições de outros países atingidos pela pandemia da Covid-19, a Sociedade Brasileira de Nefrologia elaborou estas orientações para os serviços de saúde, esclarecendo a importância da realização dos procedimentos de confecção e preservação de acessos vasculares. Consideramos como não eletivos os procedimentos de confecção de acessos definitivos para hemodiálise, próteses e fístulas arteriovenosas, bem como a transição do uso de cateteres não tunelizados para cateteres tunelizados, os quais acarretam menor morbidade. Nos casos de pacientes com infecção suspeita ou confirmada por coronavírus, é aceitável o adiamento dos procedimentos pelo período de quarentena, para evitar disseminação da doença.
Descritores: Pneumonia Viral/epidemiologia
Derivação Arteriovenosa Cirúrgica/métodos
Diálise Renal/métodos
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Dispositivos de Acesso Vascular
Betacoronavirus
-Sociedades Médicas
Brasil
Derivação Arteriovenosa Cirúrgica/normas
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos/métodos
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos/normas
Comitês Consultivos
Emergências
Pandemias
SARS-CoV-2
COVID-19
Nefrologia/normas
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1134836
Autor: Delfino, Vinicius Daher Alvares; Nascimento, Marcelo Mazza do; Barros Neto, Jose de Rezende.
Título: Covid-19 (sars-cov-2 infection) information for patients with predialytic chronic kidney disease / Informações para pacientes com doença renal crônica pré-dialítica sobre Covid-19 (infecção pelo SARS-CoV-2)
Fonte: J. bras. nefrol;42(2,supl.1):12-14, 2020.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Patients with Chronic Kidney Disease are among those individuals at increased risk for developing more serious forms of Covid-19. This increased risk starts in the pre-dialysis phase of the disease. Providing useful information for these patients, in language that facilitates the understanding of the disease, can help nephrologists and other healthcare professionals to establish a more effective communication with these patients and help minimize contagion and the risks of serious illness in this population.

RESUMO Pacientes com Doença Renal Crônica estão entre os indivíduos de risco aumentado para desenvolvimento de formas mais sérias de Covid-19. Esse risco aumentado inicia-se já na fase pré-dialítica da doença. Fornecer informações úteis para esses pacientes, em linguagem que facilite o entendimento da doença, pode ajudar nefrologistas e outros profissionais de saúde a estabelecerem uma comunicação mais efetiva com esses pacientes e ajudar a minimizar o contágio e os riscos de doença grave nessa população.
Descritores: Pneumonia Viral/prevenção & controle
Educação de Pacientes como Assunto/normas
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Insuficiência Renal Crônica/complicações
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus
-Espaço Pessoal
Pneumonia Viral/diagnóstico
Atividades Cotidianas
Fatores de Risco
Diálise Renal
Pessoal de Saúde
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Infecções por Coronavirus/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Avaliação de Sintomas
Higiene das Mãos/métodos
Higiene das Mãos/normas
SARS-CoV-2
COVID-19
Instalações de Saúde
Nefrologia/normas
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128555
Autor: Canelas, Alejandro.
Título: Enfermedad diverticular. ¿Cuándo operar en forma electiva? / Diverticular disease.When to perform elective surgery?
Fonte: Rev. argent. coloproctología;31(3):76-78, sept. 2020. graf.
Idioma: es.
Descritores: Colo Sigmoide/cirurgia
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Doença Diverticular do Colo/cirurgia
-Recidiva
Doença Diverticular do Colo/complicações
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  7 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carmona, Maria José C
Texto completo
Id: biblio-958313
Autor: Marinho, Igor Maia; Carmona, Maria José C; Benseñor, Fábio Ely Martins; Hertel, Julia Mintz; Moraes, Marcos Fernando Breda de; Santos, Paulo Caleb Junior Lima; Vane, Matheus Fachini; Issa, Jaqueline Scholz.
Título: Surgery is unlikely to be enough for a patient to stop smoking 24 h prior to hospital admission / É improvável que a cirurgia seja suficiente para que o paciente pare de fumar 24 horas antes da internação hospitalar
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(4):344-350, July-Aug. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction The need for surgery can be a decisive factor for long-term smoking cessation. On the other hand, situations that precipitate stress could precipitate smoking relapse. The authors decided to study the impact of a surgery on the patient's effort to cease smoking for, at least, 24 h before hospital admission and possible relapse on the last 24 h before hospital admission for ex-smokers. Methods Smoker, ex-smokers and non-smokers adults, either from pre-anesthetic clinic or recently hospital admitted for scheduled elective surgeries that were, at most, 6 h inside the hospital buildings were included in the study. The patients answered a questionnaire at the ward or at the entrance of the operating room (Admitted group) or at the beginning of the first pre-anesthetic consultation (Clinic group) and performed CO measurements. Results 241 patients were included, being 52 ex-smokers and 109 never smokers and 80 non-smokers. Smokers had higher levels of expired carbon monoxide than non-smokers and ex-smokers (9.97 ± 6.50 vs. 2.26 ± 1.65 vs. 2.98 ± 2.69; p = 0.02). Among the smokers, the Clinic group had CO levels not statistically different of those on the Admitted group (10.93 ± 7.5 vs. 8.65 ± 4.56; p = 0.21). The ex-smokers presented with no significant differences for the carbon monoxide levels between the Clinic and Admitted groups (2.9 ± 2.3 vs. 2.82 ± 2.15; p = 0.45). Conclusion A medical condition, such as a surgery, without proper assistance is unlikely to be enough for a patient to stop smoking for, at least, 24 h prior to admission. The proximity of a surgery was not associated with smoking relapse 24 h before the procedure.

Resumo Introdução A necessidade de cirurgia pode ser um fator decisivo para a cessação do tabagismo em longo prazo. Por outro lado, situações que precipitam o estresse podem precipitar a recaída do tabagismo. Decidimos avaliar o impacto de uma cirurgia no esforço do paciente para deixar de fumar durante pelo menos 24 horas antes da internação hospitalar e a possível recaída nas últimas 24 horas anteriores à internação em ex-fumantes. Métodos Fumantes, ex-fumantes e não fumantes adultos, quer de clínica pré-anestésica ou recentemente internados para cirurgias eletivas programadas que ficariam, no máximo, seis horas dentro das unidades hospitalares, foram incluídos no estudo. Os pacientes responderam um questionário na enfermaria ou na entrada da sala de operação (Grupo Internação) ou no início da primeira consulta pré-anestesia (Grupo Clínico) e fizeram mensurações dos níveis de CO. Resultados No total, 241 pacientes foram incluídos: 52 ex-fumantes, 109 que nunca fumaram e 80 não fumantes. Os fumantes apresentaram níveis mais elevados de monóxido de carbono expirado que os não fumantes e ex-fumantes (9,97 ± 6,50 vs. 2,26 ± 1,65 vs. 2,98 ± 2,69;p = 0,02). Entre os fumantes, o Grupo Clínico apresentou níveis de CO não estatisticamente diferentes daqueles do Grupo Internação (10,93 ± 7,5 vs. 8,65 ± 4,56; p = 0,21). Os ex-fumantes não apresentaram diferenças significativas entre os grupos Clínico e Internação para os níveis de monóxido de carbono (2,9 ± 2,3 vs. 2,82 ± 2,15; p = 0,45). Conclusão É improvável que uma condição médica, como uma cirurgia, sem assistência adequada seja suficiente para que um paciente pare de fumar, pelo menos, 24 horas antes da internação. A proximidade de uma cirurgia não foi associada à recaída do tabagismo nas 24 horas anteriores ao procedimento.
Descritores: Monóxido de Carbono
Fumar
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
-Interpretação Estatística de Dados
Abandono do Hábito de Fumar
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1251088
Autor: Instituto do Coração (InCor)Dias, Ricardo R.; Instituto do Coração (InCor)Santiago, José Augusto Duncan; Instituto do Coração (InCor)Madrini Junior, Vagner; Instituto do Coração (InCor)Mady, Charles; Instituto do Coração (InCor)Jatene, Fabio B..
Título: Impact of COVID-19 Pandemic in a Brazilian High-Volume Aortic Center
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc = Braz. j. cardiovasc. surg. (impr.);36(2):145-149, Mar.-Apr. 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic brought an unprecedented lack of control of what was to come. The intent of this document is to provide a balance of how much was ceased to be done for patients with aortic disease, to assess the mortality of these patients, and to show what happened to those who became COVID-19 positive during their hospitalization. Methods: From April 1st to July 31st 2020, the worst period of the pandemic in São Paulo, Brazil, the Institute's aortic surgical patients operated on were evaluated and those were compared with patients operated during the same period in 2019. Results: In 2019, 88 surgeries were performed; most of them were elective (66 [75%]), 10 were urgent, and 12 were emergency surgeries. In 2020, during the COVID-19 pandemic, we operated on only 31 patients, being 74.2% non-elective surgeries (P<0,001). There was a higher mortality for patients operated on during the pandemic surge of COVID-19 (P<0,001), but it was not specifically related to infected patients. Conclusion: The COVID-19 pandemic had an impact on surgical volume and outcome of patients with aortic disease, although it did not directly increase mortality.
Descritores: Pandemias
COVID-19
-Brasil/epidemiologia
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
SARS-CoV-2
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 385 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1364849
Autor: Macieira, Christiane Luck; Chiavegato, Luciana Dias; Garcia, Isabel Fialho Fontanele; Lunardi, Adriana Claudia.
Título: Perioperative care for major elective surgery: a survey of Brazilian physiotherapists / Cuidados perioperados de cirurgias eletivas de grande porte: um levantamento dos fisioterapeutas brasileiros
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);35:e35106, 2022. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Major surgeries are highly complex procedures and have a higher incidence of respiratory morbidity and mortality compared to other types of surgery. Postoperative pulmonary complications (PPC) are common after such surgeries and are associated with increased hospital stay, health care costs and surgical patient mortality. Objective: To investigate the most commonly used physical therapy techniques for the prevention and treatment of PPC among thoracic and abdominal surgery patients in all regions of Brazil. Methods: A total of 489 randomly selected physiotherapists who provided perioperative care for patients undergoing elective abdominal, thoracic or cardiac surgeries participated in this study. A questionnaire with nine questions about routine care and therapeutic choices for the surgical population was developed and assessed by 10 specialists before being administered to the physiotherapists. Results: Among the physiotherapists (63% with at least 5 years of experience with surgical patients), 50.9% considered the patient's surgical risk in their treatment either always or often. A total of 53.8% patients were treated by the physiotherapist following a physician's prescription. The most mentioned physical therapy techniques used to prevent PPC were postoperative mobilization/exercises (59.3%), postoperative lung expansion (52.8%), and preoperative advice (50.7%). In addition, 80.6% of the physiotherapists believe that incentive spirometry prevents PPC, while 72.8% expected this effect from positive airway pressure devices. Conclusion: Most physiotherapists in Brazil who work with surgical patients offer preoperative professional advice, use postoperative early mobilization and lung expansion techniques to prevent PPC, and consider the patient's surgical risk during treatment. In addition, some physical therapy sessions are routinely performed preoperatively.

Resumo Introdução: As cirurgias de grande porte são procedimentos de alta complexidade, apresentando maior incidência de morbi-mortalidade respiratória em comparação com outros tipos de cirurgia. Complicações pulmonares pós-operatórias (CPP) são comuns após tais cirurgias e estão associadas ao aumento da permanência hospitalar, dos custos com saúde e da mortalidade do paciente. Objetivo: Investigar as técnicas de fisioterapia mais utilizadas em todas as regiões do Brasil para o tratamento das CPP após cirurgias torácicas e abdominais. Métodos: Participaram deste estudo 489 fisioterapeutas selecionados aleatoriamente, que atuam na assistência perioperatória de cirurgias eletivas abdominais, torácicas ou cardíacas. Um questionário com nove questões sobre cuidados de rotina e escolhas terapêuticas na população cirúrgica foi elaborado e avaliado por 10 especialistas antes de ser aplicado aos fisioterapeutas. Resultados: Entre os fisioterapeutas (63% com pelo menos 5 anos de experiência com pacientes cirúrgicos), 50,9% considera o risco cirúrgico do paciente em seu tratamento sempre ou frequentemente; 53,8% dos pacientes foram tratados pelo fisioterapeuta após prescrição médica. As técnicas fisioterapêuticas mais citadas para a prevenção de CPP foram: mobilização/exercícios pós-operatórios (59,3%), técnicas de expansão pulmonar pós-operatória (52,8%) e orientações pré-operatórias (50,7%). Além disso, 80,6% dos fisioterapeutas acreditam que a espirometria de incentivo previne CPP, assim como 72,8% esperam esse efeito da pressão positiva nas vias aéreas. Conclusão: A maioria dos fisioterapeutas que trabalham com pacientes cirúrgicos no Brasil utiliza orientações profissionais pré-operatórias e técnicas de mobilização precoce e expansão pulmonar pós-operatória com o objetivo de prevenir CPP. A maioria dos fisioterapeutas costuma considerar o risco cirúrgico do paciente durante o tratamento. Além disso, algumas sessões de fisioterapia são realizadas rotineiramente no pré-operatório.
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Assistência Perioperatória
Fisioterapeutas
-Cirurgia Torácica
Modalidades de Fisioterapia
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  10 / 385 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1351667
Autor: Lima, Mariana Kabakura do Amaral; Borgomoni, Gabrielle Barbosa; Mejia, Omar Asdrúbal Vilca.
Título: Teams, Rapid Recovery Protocols and Technology to Resume Cardiac Surgery in the COVID-19 Era
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc = Braz. j. cardiovasc. surg. (impr.);36(6):822-824, Nov.-Dec. 2021. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic brings numerous challenges to the health ecosystem, including the safe resumption of elective cardiac surgery. In the pre-pandemic period, rapid recovery protocols demonstrated, through strategies focused on the multidisciplinary approach, reduction of hospital length of stay, infection rates and, consequently, costs. Even with several studies proving the benefits of these protocols, their acceptance and implementation have been slow. It is believed that the resumption of surgeries in the current context requires the use of rapid recovery protocols combined with the use of a mobile application promoting greater engagement between patients, caregivers and care teams.
Descritores: Tecnologia
COVID-19
Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos
-Equipe de Assistência ao Paciente
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Aplicativos Móveis
Recuperação Pós-Cirúrgica Melhorada
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 39 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|