Base de dados : LILACS
Pesquisa : E04.520.252 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 359 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 36 ir para página                         

  1 / 359 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055761
Autor: Marques, Gabriela Moreno; Nascimento, Diego Zapelini do.
Título: Alternativas que contribuem para a redução da violência obstétrica / Alternatives that contribute to the reduction of obstetric violence
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(12):4743-4744, dez. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Violência/prevenção & controle
Parto Obstétrico/normas
Serviços de Saúde Materna/normas
-Brasil
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056937
Autor: Russo, Jane A.
Título: Is free choice for cesarean section really free? / A livre escolha pela cesárea é uma escolha livre?
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290301, 2019.
Idioma: en.
Descritores: Relações Médico-Paciente
Cesárea
Parto Humanizado
Parto Obstétrico
Preferência do Paciente
Parto Normal
-Autonomia Pessoal
Obstetrícia/métodos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-1094149
Autor: García Bellocq, Mayalín; Peñate Brito, Jayne; Sánchez Bermúdez, Alain; Mella Rodríguez, Andriana; Estrada García, Armando.
Título: Consideraciones sobre la psicoprofilaxis obstétrica en la adolescencia / Considerations on the obstetric psicoprofilaxis in the adolescence
Fonte: Rev. medica electron;41(6):1550-1563, oct.-dic. 2019.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN A pesar del desarrollo del programa materno infantil en Cuba existe un gran número de adolescentes que se embarazan, a lo que se adiciona la gran atención que se brinda al programa materno infantil, por lo que muchos médicos limitan a la embarazada al reposo, sobre todo si se trata de una adolescente y esto trae como consecuencia que generalmente se enfrentan al parto sin un entrenamiento previo. Por la importancia de este tema en materia de salud materno infantil, se realizó este trabajo con el propósito de hacer reflexionar a todos los integrantes del programa y aumentar el nivel de conocimientos de los profesionales sobre las ventajas de la psicoprofilaxis obstétrica en las gestantes adolescentes, así como fomentar un trabajo en equipo para de esta manera conseguir el máximo beneficio de las madres adolescentes, los bebés y sus familias. Una gestante adolescente preparada es una gestante colaboradora con un parto en las mejores condiciones físicas y psíquicas, para así lograr así un hijo sano, fuerte y la felicidad más grande de su vida (AU).

SUMMARY Despite the development of the maternal and child program in Cuba, there are a large number of teenagers who become pregnant to which is added the great attention that is given to the maternal and child program, so many doctors limit the pregnant woman to rest, especially if It is a teenage girl and this brings as a consequence that they generally face childbirth without prior training. Due to the importance of this topic in maternal and child health, this work was carried out with the purpose of making all the members of the program reflect and increase the level of knowledge of professionals about the advantages of obstetric psychoprophylaxis in pregnant adolescents, as well as encouraging teamwork to obtain the maximum benefit from teenage mothers, babies and their families. A pregnant pregnant woman is a pregnant collaborator with a birth in the best physical and psychic conditions, thus achieving a healthy, strong child and the greatest happiness of her life (AU).
Descritores: Gravidez na Adolescência/prevenção & controle
Parto Obstétrico/educação
Serviços de Saúde Materno-Infantil/organização & administração
Educação Pré-Natal
Complicações do Trabalho de Parto/prevenção & controle
-Educação em Saúde
Serviços de Saúde do Adolescente
Capacitação Profissional
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas


  4 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128423
Autor: Silva, Giuliana Fernandes e; Moura, Maria Aparecida Vasconcelos; Queiroz, Ana Beatriz Azevedo; Pereira, Adriana Lenho de Figueiredo; Carvalho, Ana Luiza de Oliveira; Netto, Leônidas de Albuquerque.
Título: Possibilidades para a mudança do modelo obstétrico hegemônico pelas enfermeiras obstétricas / Opportunities for nurse midwives to bring change to the hegemonic model of obstetrics / Posibilidades para el cambio del modelo obstétrico hegemónico por las enfermeras obstétricas
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e49421, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever o uso das tecnologias de cuidado da enfermeira obstétrica qualificada na modalidade de residência e sua relação com a práxis profissional. Método: estudo qualitativo com 13 enfermeiras obstétricas atuantes em duas maternidades públicas do Rio de Janeiro, Brasil. Dados coletados por entrevista individual, semiestruturada e análise hermenêutica-dialética. Resultados: a transição do modelo intervencionista estrutura-se no cuidado humanizado com a incorporação de um modelo centrado nas boas práticas e nas tecnologias não invasivas de cuidado da enfermeira obstétrica. A práxis da enfermeira obstétrica contribui para a transformação qualitativa deste cenário, com resgate sobre a fisiologia, o fortalecimento de vínculo e empoderamento da mulher, ressignificando o momento do parto. Conclusão: a prática da enfermeira e o uso das tecnologias não invasivas constituem possibilidades para ruptura do modelo hegemônico culturalmente instituído no Brasil, sendo necessária ainda a constituição de um consenso que supere o senso comum(AU)

Objective: to describe the use of care technologies by residency-qualified nurse midwives and their relationship with professional praxis. Method: in this qualitative study with 13 nurse midwives at two public maternity hospitals in Rio de Janeiro, Brazil, data were collected by individual, semi-structured interview and hermeneutic-dialectic analysis. Results: the transition from the interventionist model builds on humanized care by incorporating a model centered on nurse midwives' use of best practices and noninvasive care technologies. Their praxis contributes to qualitative change in this scenario by reinstating physiology, fostering stronger bonding, and empowering women, so as to re-signify the moment of childbirth. Conclusion: nurse midwives' praxis and use of noninvasive technologies constitute opportunities to break with the culturally established model hegemonic in Brazil, while a consensus still needs to be built to surmount common sense(AU)

Objetivo: describir el uso de tecnologías asistenciales por parte de enfermeras parteras tituladas en residencia y su relación con la praxis profesional. Método: en este estudio cualitativo con 13 enfermeras parteras de dos maternidades públicas de Río de Janeiro, Brasil, los datos fueron recolectados mediante entrevista individual, semiestructurada y análisis hermenéuticodialéctico. Resultados: la transición del modelo intervencionista se basa en la atención humanizada al incorporar un modelo centrado en el uso de las mejores prácticas y tecnologías de atención no invasiva por parte de las enfermeras parteras. Su praxis contribuye al cambio cualitativo en este escenario al reinstaurar la fisiología, fomentar vínculos más fuertes y empoderar a las mujeres, para resignificar el momento del parto. Conclusión: la praxis de las enfermeras parteras y el uso de tecnologías no invasivas constituyen oportunidades para romper con el modelo hegemónico culturalmente establecido en Brasil, mientras que aún debe construirse un consenso para superar el sentido común(AU)
Descritores: Parto Humanizado
Parto Obstétrico/tendências
Enfermeiras Obstétricas/educação
Enfermagem Obstétrica/métodos
-Brasil
Poder Psicológico
Epidemiologia Descritiva
Pesquisa Qualitativa
Hermenêutica
Maternidades
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  5 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989873
Autor: Ayres, Lilian Fernandes Arial; Teixeira, Luiz Antônio; Henriques, Bruno David; Dias, Anna Karolina Gomes; Amorim, Wellington Mendonça de.
Título: Métodos de preparação para o parto: um estudo sobre materiais impressos publicados no Brasil em meados do século XX / Methods of childbirth preparation: a study of printed matter published in Brazil in the mid-twentieth century
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;26(1):53-70, Jan.-Mar. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Discute-se a difusão das práticas de parto natural por meio da análise dos livros Parto natural: guia para os futuros pais, escrito pelo obstetra americano Frederick Goodrich Jr. em 1950 e publicado no Brasil a partir de 1955, e Parto natural sem dor, escrito pelo obstetra brasileiro George Beutner, em 1962. Ambos tiveram boa entrada na cultura brasileira e influenciaram a forma de pensar o parto e de parir, tanto no âmbito da obstetrícia brasileira como no que concerne às representações das mulheres. A partir das contribuições de Roger Chartier e das concepções sobre medicalização, concluímos que essas novas práticas de preparação do parto compartilhavam as visões médicas sobre o parto e o nascimento predominantes no período.

Abstract The article explores the dissemination of natural childbirth practices through an analysis of the books Parto natural: guia para os futuros pais, written by U.S. obstetrician Frederick Goodrich Jr. in 1950, under the title Natural Childbirth: a manual for expectant parents, and first published in Brazil in 1955, and of Parto natural sem dor, written by Brazilian obstetrician Beutner in 1962. Both books found a place in Brazilian culture and influenced thinking about childbirth and delivery in the field of Brazilian obstetrics and in representations of women. Based on Roger Chartier's contributions and on concepts of medicalization, we conclude that these new practices for childbirth preparation shared the period's prevalent medical views of childbirth and delivery.
Descritores: Cuidado Pré-Natal
Parto Obstétrico/história
Parto Normal/história
-Obras Médicas de Referência
Brasil
Parto
Medicalização/história
Obstetrícia/história
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975437
Autor: Silva, Bruno Sanches Mariante da.
Título: A "maternidade moderna" e a medicalização do parto nas páginas do Boletim da Legião Brasileira de Assistência, 1945-1964 / "Modern motherhood" and the medicalization of childbirth in the pages of the Boletim da Legião Brasileira de Assistência, 1945-1964
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):1019-1037, Oct.-Dec. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Entre 1945-1964 o Brasil vivia uma acelerada modernização. Transformando-se numa sociedade urbana, sob o jugo do higienismo, procurava refutar práticas e costumes considerados tradicionais e arcaicos. Nesse contexto, a figura tradicional da parteira é preterida socialmente para dar espaço ao conhecimento médico, que passa a incidir sobre o partejar e o maternar. Este texto analisa o Boletim da LBA, investigando o processo de medicalização e cientifização da maternidade e do parto, tomando em observação os embates científicos e morais sobre maternidade e parto que ocupavam as páginas da publicação oficial da maior instituição de assistência no país.

Abstract Between 1945 and 1964, Brazil underwent an accelerated process of modernization. Increasingly urbanized and guided by the precepts of social hygiene, the country was keen to refute any practices or customs regarded as traditional or old-fashioned. As such, the traditional figure of the midwife was supplanted by medical knowledge, which came to exert influence on childbirth and motherhood. This text analyzes Boletim da LBA, investigating the medicalization and scientification of childbirth and motherhood and focusing on the scientific and moral clashes about motherhood and childbirth contained in this, the official publication of the country's largest welfare institution.
Descritores: Publicações Periódicas como Assunto/história
Mudança Social/história
Parto Obstétrico/história
Parto
Medicalização/história
-Brasil
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975433
Autor: Roth, Cassia.
Título: Birthing life and death: women's reproductive health in early twentieth-century Rio de Janeiro / Vida e morte no parto: saúde reprodutiva das mulheres no Rio de Janeiro do início do século XX
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):921-941, Oct.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This article explores women's reproductive health in early twentieth-century Rio de Janeiro, showing that elevated and sustained stillbirth and maternal mortality rates marked women's reproductive years. Syphilis and obstetric complications during childbirth were the main causes of stillbirths, while puerperal fever led maternal death rates. Utilizing traditional sources such as medical dissertations and lesser-used sources including criminal investigations, this article argues that despite official efforts to medicalize childbirth and increase access to clinical healthcare, no real improvements were made to women's reproductive health in the first half of the twentieth century. This, of course, did not make pregnancy and childbirth any easier for the women who embodied these statistics in their reproductive lives.

Resumo O artigo aborda a saúde reprodutiva das mulheres no Rio de Janeiro do início do século XX, mostrando que taxas elevadas de mortalidade materna e de contínua natimortalidade marcavam os anos reprodutivos das mulheres. As principais causas de natimortalidade eram sífilis e complicações obstétricas, enquanto febre puerperal encabeçava as taxas de morte materna. Utilizando fontes tradicionais como teses doutorais e fontes como investigações criminais, o artigo discute que, apesar dos esforços oficiais para medicalizar o parto e aumentar o acesso aos serviços de saúde, nenhuma melhoria real foi feita na saúde reprodutiva das mulheres na primeira metade do século XX. Isso, certamente, não facilitou a gravidez e o parto das mulheres que compunham as estatísticas em suas vidas reprodutivas.
Descritores: Mortalidade Materna/história
Saúde da Mulher/história
Parto Obstétrico/história
Natimorto
Saúde Reprodutiva/história
-Complicações Infecciosas na Gravidez/história
Infecção Puerperal/história
Brasil
Sífilis/complicações
Sífilis/história
Cidades
Parto Obstétrico/efeitos adversos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975439
Autor: Palharini, Luciana Aparecida; Figueirôa, Silvia Fernanda de Mendonça.
Título: Gênero, história e medicalização do parto: a exposição "Mulheres e práticas de saúde" / Gender, history, and the medicalization of childbirth: the exhibition "Women and Health Practices"
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):1039-1061, Oct.-Dec. 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Com a institucionalização da medicina no parto ocorre um deslocamento de gênero. No final do século XIX, ao mesmo tempo que as parteiras sofrem a marginalização e desqualificação de seu ofício, as mulheres lutam para conquistar acesso ao ensino superior nos cursos de medicina. Ainda na primeira metade do século XX, a escassez de mulheres nas faculdades de medicina é grande, assim como é relevante a atuação das parteiras, inclusive em contextos hospitalares. Parte dessa história está materializada na exposição "Mulheres e práticas de saúde", do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul. Nosso objetivo é destacar a valorização desses saberes e práticas no Brasil junto à população por meio da educação não formal em museus.

Abstract With the institutionalization of medicine in childbirth there came about a shift in gender roles. In the late nineteenth century, at the same time as midwives' work was being marginalized and discredited, women were fighting to gain access to university-level medical education. In the first half of the twentieth century, there was a marked scarcity of women at medical faculties, and the work of midwives was important, especially in hospital settings. Part of this history is contained in the exhibition "Women and Health Practices" at the Museum of the History of Medicine of Rio Grande do Sul. We highlight the value given to this knowledge and these practices amongst the Brazilian population by means of informal education at museums.
Descritores: Parto Obstétrico/história
Parto
Medicalização/história
-Brasil
Exposições como Assunto
Identidade de Gênero
Museus
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 359 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975443
Autor: Picheth, Sara Fernandes; Crubellate, João Marcelo; Verdu, Fabiane Cortez.
Título: A transnacionalização do parto normal no Brasil: um estudo das últimas cinco décadas / The transnationalization of normal childbirth in Brazil: a study of the last five decades
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):1063-1082, Oct.-Dec. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Nos últimos anos têm ocorrido mudanças no sistema obstétrico brasileiro, em função da distância entre o cenário nacional e recomendações da Organização Mundial da Saúde e da atuação de movimentos sociais. Isso evidencia a necessidade de considerar tanto o contexto nacional como o internacional. A fim de compreender a influência da transnacionalização no parto normal no Brasil, conduziu-se uma pesquisa documental para rastrear a evolução do sistema obstétrico no país. Como resultado, observou-se que a trajetória histórica do parto normal não se restringiu às fronteiras nacionais, tendo padrões e recomendações transnacionais impactado localmente, direcionando a criação de novas regulamentações.

Abstract In recent years, changes have taken place in Brazilian obstetrics in response to the distance between the national scenario and World Health Organization recommendations and the work of organized civil society. This indicates the need for the national and international contexts to be considered. As such, the aim here is to understand the influence of transnationalism on normal childbirth in Brazil. Documental research was conducted to trace out the development of obstetrics in the country. It was found that the historical trajectory of normal childbirth in Brazil has not necessarily been restricted to national borders, but has been influenced by transnational recommendations and standards, orienting the creation of new regulations.
Descritores: Parto Obstétrico/história
Parto
-Mudança Social
Brasil
Internacionalidade
Humanismo
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 359 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039943
Autor: Nicida, Lucia Regina de Azevedo.
Título: A medicalização do parto no Brasil a partir do estudo de manuais de obstetrícia / The medicalization of childbirth in Brazil through the study of obstetrics handbooks
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):1147-1154, Oct.-Dec. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Nesta nota de pesquisa apresento um relato preliminar da pesquisa de doutorado em saúde da criança e da mulher que estou realizando no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira/Fiocruz. Elegi como objeto de estudo a difusão dos saberes e práticas relativas ao parto. Optei em realizá-lo por meio da análise dos manuais de obstetrícia. Analiso manuais publicados no Brasil, entre 1980 e 2011, e pretendo contribuir para a construção de uma assistência ao parto no qual a mulher e suas necessidades sejam o centro no processo de tomada de decisões sobre os cuidados, intervenções e procedimentos a serem dispensados no trabalho de parto e no parto.

Abstract In this research note, I present a preliminary account of doctoral research in women's and children's health at the Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira/Fiocruz. The aim is to study the spread of knowledge and practices relating to childbirth by analyzing obstetrics handbooks published in Brazil between 1980 and 2011, contributing to the development of childbirth care in which the woman and her needs are at the center of the decision-making process about which care, interventions, and procedures are to be dispensed during labor and childbirth.
Descritores: Parto Obstétrico/história
Parto
Medicalização/história
Manuais como Assunto
Obstetrícia/história
-Brasil
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
História do Século XX
História do Século XXI
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 36 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde