Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.196.353.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 23 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 23 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-547128
Autor: Ossanai, Luciene Toshie Takeishi.
Título: Efeitos da injeção intra-hipocampal de toxinas isoladas do veneno de escorpião Tityus bahiensis em ratos / Effects of intra-hippocampal infection of toxins isolated of Tityus bahiensis scorpion venom in rats.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 110 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: No Brasil, os escorpiões Tityus serrulatus e o Tityus bahiensis são os de importância médica. Porém, poucos são os estudos sobre os efeitos do veneno do T. bahiensis principalmente no sistema nervoso central. Os venenos escorpiônicos são compostos por neurotoxinas, poliptídeos de baixo peso molecular. Em estudos prévios, o veneno do Tityus bahiensis mostrou-se convulsivo e com características distintas das do Tityus serrulatus. Suas frações foram estudadas e quatro delas apresentaram resultados interessantes nos parâmetros observados (alterações comportamentais e etroencefalográficas e perda neuronal). O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos hipocampais de toxinas que compõem estas frações em ratos. As frações selecionadas para o estudo foram recromatografadas em HPLC de coluna fase-reversa e os picos de maior rendimento foram utilizados nos experimentos. Cânulas e eletrodos foram implantados no hipocampo de ratos machos Wistar. Cada grupo de animais recebeu 1ul da solução de toxina (1 ou 2ug/ul) ou solução Ringer (grupo controle) e foi submetido à análise comportamentais, em intensidades diferentes. As toxinas 3-IV, 1-V, 24-V e 28-V causaram lesão neuronal significante em CA4 ipsi e contralateral. A toxina Tb 4-V induziu efeito epileptogênico mais pronunciado e por isso foi estudada pela técnica de microdiálise para dosagem de aminoácidos neurotransmissores e mobilização de cálcio intracelular por microscopia confocal. Sua administração provocou aumento diferencial do glutamato nos indivíduos observados e aumento da mobilização de cálcio citoplásmico em algumas fatias hipocampais. Além disso, a toxina 4-V, principalmente, apresentou marcado efeito "tudo ou nada". Portanto, as toxinas provenientes do veneno do Tityus bahiensis podem ser úteis ferramentas para o estudo da fisiologia dos canais iônicos e hodologia neural.
Descritores: Escorpiões
Microdiálise
Microscopia Confocal
Venenos de Escorpião/farmacologia
Venenos de Escorpião/isolamento & purificação
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, O84e, 2009


  2 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-934323
Autor: Ossanai, Luciene Toshie Takeishi.
Título: Efeitos da injeção intra-hipocampal de toxinas isoladas do veneno de escorpião Tityus bahiensis em ratos.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 110 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: No Brasil, os escorpiões Tityus serrulatus e o Tityus bahiensis são os de importância médica. Porém, poucos são os estudos sobre os efeitos do veneno do T. bahiensis principalmente no sistema nervoso central. Os venenos escorpiônicos são compostos por neurotoxinas, poliptídeos de baixo peso molecular. Em estudos prévios, o veneno do Tityus bahiensis mostrou-se convulsivo e com características distintas das do Tityus serrulatus. Suas frações foram estudadas e quatro delas apresentaram resultados interessantes nos parâmetros observados (alterações comportamentais e etroencefalográficas e perda neuronal). O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos hipocampais de toxinas que compõem estas frações em ratos. As frações selecionadas para o estudo foram recromatografadas em HPLC de coluna fase-reversa e os picos de maior rendimento foram utilizados nos experimentos. Cânulas e eletrodos foram implantados no hipocampo de ratos machos Wistar. Cada grupo de animais recebeu 1ul da solução de toxina (1 ou 2ug/ul) ou solução Ringer (grupo controle) e foi submetido à análise comportamentais, em intensidades diferentes. As toxinas 3-IV, 1-V, 24-V e 28-V causaram lesão neuronal significante em CA4 ipsi e contralateral. A toxina Tb 4-V induziu efeito epileptogênico mais pronunciado e por isso foi estudada pela técnica de microdiálise para dosagem de aminoácidos neurotransmissores e mobilização de cálcio intracelular por microscopia confocal. Sua administração provocou aumento diferencial do glutamato nos indivíduos observados e aumento da mobilização de cálcio citoplásmico em algumas fatias hipocampais. Além disso, a toxina 4-V, principalmente, apresentou marcado efeito "tudo ou nada". Portanto, as toxinas provenientes do veneno do Tityus bahiensis podem ser úteis ferramentas para o estudo da fisiologia dos canais iônicos e hodologia neural.
Descritores: Microdiálise
Microscopia Confocal
Venenos de Escorpião/isolamento & purificação
Venenos de Escorpião/farmacologia
Escorpiões
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, O84e, 2009


  3 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rocha, Jeová Nina
Texto completo
Id: biblio-840282
Autor: Rocha, Jeová Nina.
Título: Extracellular adenosine 5'-triphosphate concentrations changes in rat spinal cord associated with the activation of urinary bladder afferents. A microdialysis study. / Variação da concentração extracelular de 5'-trifosfato de adenosina na medula espinal de rata associadas a fibras aferentes vesicais. Um estudo com microdiálise
Fonte: Einstein (Säo Paulo);14(4):541-546, Oct.-Dec. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To determine adenosine 5’-triphosphate levels in the interstice of spinal cord L6-S1 segment, under basal conditions or during mechanical and chemical activation of urinary bladder afferents. Methods A microdialysis probe was transversally implanted in the dorsal half of spinal cord L6-S1 segment in female rats. Microdialysate was collected at 15 minutes intervals during 135 minutes, in anesthetized animals. Adenosine 5’-triphosphate concentrations were determined with a bioluminescent assay. In one group of animals (n=7) microdialysate samples were obtained with an empty bladder during a 10-minutes bladder distension to 20 or 40cmH2O with either saline, saline with acetic acid or saline with capsaicin. In another group of animals (n=6) bladder distention was performed and the microdialysis solution contained the ectonucleotidase inhibitor ARL 67156. Results Basal extracellular adenosine triphosphate levels were 110.9±35.34fmol/15 minutes, (mean±SEM, n=13), and bladder distention was associated with a significant increase in adenosine 5’-triphosphate levels which was not observed after bladder distention with saline solution containing capsaicin (10µM). Microdialysis with solution containing ARL 67156 (1mM) was associated with significantly higher extracellular adenosine 5’-triphosphate levels and no further increase in adenosine 5’-triphosphate was observed during bladder distension. Conclusion Adenosine 5’-triphosphate was present in the interstice of L6-S1 spinal cord segments, was degraded by ectonucleotidase, and its concentration increased following the activation of bladder mechanosensitive but not of the chemosensitive afferents fibers. Adenosine 5’-triphosphate may originate either from the central endings of bladder mechanosensitive primary afferent neurons, or most likely from intrinsic spinal neurons, or glial cells and its release appears to be modulated by capsaicin activated bladder primary afferent or by adenosine 5’-triphosphate itself.

RESUMO Objetivo Determinar as concentrações extracelulares do 5’-trifosfato de adenosina no interstício dos segmentos medulares L6-S1, em condições basais ou durante a ativação mecânica e química das fibras aferentes vesicais. Métodos Um cateter de microdiálise foi implantado no sentido transversal na parte dorsal da medula espinal, entre os segmentos L6-S1 de ratas. O microdialisado foi coletado em intervalos de 15 minutos, durante 135 minutos, com os animais anestesiados. A concentração de 5’-trifosfato de adenosina nas amostras foi determinada mediante ensaio de bioluminescência. Em um grupo de animais (n=7), as amostras de microdialisado foram obtidas com a bexiga vazia, com distensão da bexiga para volume de 20 ou 40cmH2O, com solução salina, solução salina com ácido acético, ou solução salina com capsaicina. Em outro grupo (n=6), foi realizada com a bexiga distendida, e a solução para microdiálise continha o inibidor de ectonucleotidase ARL 67156. Resultados Os níveis extracelulares de trifosfato de adenosina no início do estudo foram 110,9±35,36fmol/15 minutos (média±EPM, n=13), e a distensão da bexiga causou um aumento nos níveis de 5’-trifosfato de adenosina, o que não foi observado após a distensão da bexiga com solução salina contendo capsaicina (10µM). A microdiálise com solução contendo ARL 67156 (1mM) foi associada com significante aumento dos níveis de trifosfato de adenosina extracelular, e nenhum aumento do trifosfato de adenosina foi observado durante a distensão da bexiga. Conclusão O 5’-trifosfato de adenosina está presente no interstício do segmento L6-S1 da medula espinal, é degradado por ectonucleotidases, e sua concentração aumentou com a ativação das fibras aferentes mecanossensíveis da bexiga, mas não das quimiossensíveis. O 5’-trifosfato de adenosina pode ter sido liberado das terminações centrais dos neurônios aferentes primários mecanossensíveis ou, mais provavelmente, de neurônios espinais intrínsecos, ou ainda de células gliais. Sua liberação parece ser modulada por fibras aferentes primárias da bexiga ativadas pela capsaicina ou pelo próprio 5’-trifosfato de adenosina.
Descritores: Medula Espinal/química
Bexiga Urinária/inervação
Trifosfato de Adenosina/análise
Fibras Aferentes Viscerais
Microdiálise/métodos
Neurônios Aferentes/fisiologia
-Medula Espinal/efeitos dos fármacos
Bexiga Urinária/efeitos dos fármacos
Trifosfato de Adenosina/farmacologia
Ratos Sprague-Dawley
Medições Luminescentes
Neurônios Aferentes/efeitos dos fármacos
Neurônios Aferentes/metabolismo
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-689896
Autor: Nair, Anroop; Jacob, Shery; Al-Dhubiab, Bandar; Attimarad, Mahesh; Harsha, Sree.
Título: Basic considerations in the dermatokinetics of topical formulations
Fonte: Braz. j. pharm. sci;49(3):423-434, July-Sept. 2013. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Assessing the bioavailability of drug molecules at the site of action provides better insight into the efficiency of a dosage form. However, determining drug concentration in the skin layers following topical application of dermatological formulations is a great challenge. The protocols followed in oral formulations could not be applied for topical dosage forms. The regulatory agencies are considering several possible approaches such as tape stripping, microdialysis etc. On the other hand, the skin bioavailability assessment of xenobiotics is equally important for topical formulations in order to evaluate the toxicity. It is always possible that drug molecules applied on the skin surface may transport thorough the skin and reaches systemic circulation. Thus the real time measurement of molecules in the skin layer has become obligatory. In the last two decades, quite a few investigations have been carried out to assess the skin bioavailability and toxicity of topical/dermatological products. This review provides current understanding on the basics of dermatokinetics, drug depot formation, skin metabolism and clearance of drug molecules from the skin layers following application of topical formulations.

A avaliação da biodisponibilidade de moléculas de fármacos no sítio de ação oferece melhor compreensão sobre a eficiência da forma de dosagem. Entretanto, a determinação da concentração de fármaco nas camadas da pele em seguida à aplicação tópica de formulações dermatológicas é um grande desafio. Os protocolos seguidos para as formulações orais não podem ser aplicados para as formulações tópicas. As agências regulatórias consideram várias abordagens possíveis, tape stripping, microdiálise etc. Por outro lado, a avaliação da biodisponibilidade de xenobióticos na pele é igualmente importante para as formulações tópicas para se avaliar a toxicidade. É sempre possível que as moléculas de fármaco aplicadas na superfície da pele sejam transportadas através da pele e alcancem a circulação sistêmica. Assim, a medida em tempo real de moléculas na camada da pele tem se tornado obrigatória. Nas últimas duas décadas, realizaram-se poucas pesquisas para avaliar a biodisponibilidade da pele e a toxicidade de produtos tópicos/dermatológicos. Esta revisão fornece a compreensão atual com base na dermatocinética, formação de fármaco de depósito, metabolismo da pele e o clearance das moléculas de fármaco das camadas da pele em seguida à aplicação de formulações tópicas.
Descritores: Fármacos Dermatológicos
Farmacocinética
-Química Farmacêutica
Microdiálise/estatística & dados numéricos
Pele
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rocha, Jeová Nina
Texto completo
Id: lil-670310
Autor: Rocha, Jeova Nina; Ballejo, Gustavo.
Título: Metabólitos de óxido nítrico no interstício da medula espinhal lombossacral e no líquido cefalorraquidiano em ratas com cistite aguda induzida por ciclofosfamida: um estudo in vivo com microdiálise / Nitric oxide metabolites in the lumbosacral spinal cord interstice and cerebrospinal fluid in female rats with acute cyclophosphamide-induced cystitis: an in vivo microdialysis study
Fonte: Einstein (Säo Paulo);11(1):88-94, jan.-mar. 2013. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Determinar a concentração de nitrato/nitrito no líquido cefalorraquidiano e no interstício do corno dorsal entre L6-S1 da medula espinhal em ratas com ou sem cistite induzida por ciclofosfamida. MÉTODOS: Todos os experimentos foram conduzidos usando ratas Wistar. Um probe de microdiálise foi implantado no espaço subaracnoide ou no tecido da medula espinhal nos segmentos L6-S1 (confirmado histologicamente). Dois dias depois, o probe de microdiálise foi perfundido com líquido cefalorraquidiano artificial, contendo ou não NG-monometil-L-arginina. As amostras foram coletadas a cada 15 minutos e mantidas a -20ºC. As concentrações de nitrito/ nitrato foram determinadas por quimiluminescência. RESULTADOS: Nos animais normais, os valores médios das concentrações de nitrito/nitrato, na primeira amostra de microdialisado de líquido cefalorraquidiano e do interstício da medula espinhal, foram semelhantes (482,5±90,2pmol/75µL, n=20, e 505,7±11,5pmol/75µL, n=6, respectivamente), enquanto nas amostras de ratas com cistite, esses valores foram significativamente maiores (955,5±66,3pmol/75µL, n=8, e 926,5±131,7pmol/75µL, n=11, respectivamente). Em ambos os grupos, a NG-monometil-L- arginina causou uma significativa redução na concentração de nitrito/nitrato. Curiosamente, a redução máxima de concentração de nitrito/nitrato causada pela NG-monometil-L- arginina não foi maior que 30% dos valores iniciais. CONCLUSÕES: Esses resultados constituem a primeira demonstração de que as concentrações de nitrito/nitrato no líquido cefalorraquidiano e no interstício da medula espinhal estão elevadas entre 20 e 22 horas após a cistite induzida por ciclofosfamida, e indicando que a cistite está associada a alterações na produção de óxido nítrico, nos segmentos da medula espinhal, nos quais termina a maioria dos aferentes primários da bexiga.

OBJECTIVE: To determine the concentration of nitrate/nitrite in the cerebrospinal fluid and in the dorsal horn interstice of the L6-S1 spinal cord boundary in rats with or without cystitis induced by cyclophosphamide. METHODS: All experiments were conducted using Wistar female rats. A microdialysis probe was implanted in the subarachnoid space or in the spinal cord tissue at the L6-S1 segments (confirmed histologically). Two days later, the microdialysis probe was perfused with artificial cerebrospinal fluid, containing or not NG-monomethyl-L-arginine. Samples were collected every 15 minutes and kept at -20ºC. Nitrite/nitrate concentrations were determined by chemiluminescence. RESULTS: In normal animals, the mean values of nitrite/nitrate concentrations in the first microdialysate sample of the cerebrospinal fluid and of the spinal cord interstice were similar (482.5±90.2pmol/75µL, n=20, and 505.7±11.5pmol/75µL, n=6, respectively), whereas, in the samples from rats with cystitis, these values were significantly greater (955.5±66.3pmol/75µL, n=8, and 926.5±131.7pmol/75µL, n=11, respectively). In both groups, NG-monomethyl-L- arginine caused a significant reduction in the nitrite/nitrate concentration. Interestingly, the maximal reduction of nitrite/nitrate concentration caused by NG-monomethyl-L- arginine was no greater than 30% of the initial values. CONCLUSIONS: These results constitute the first demonstration that nitrite/nitrate concentrations in the cerebrospinal fluid and spinal cord interstice are elevated between 20- and 22 hours after cyclophosphamide-induced cystitis, and indicate that cystitis is associated with changes in the production of nitric oxide in the spinal cord segments, where most primary bladder afferents end.
Descritores: Ciclofosfamida
Cistite/induzido quimicamente
Microdiálise
Óxido Nítrico
ômega-N-Metilarginina
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Andrade, Almir Ferreira de
Teixeira, Manoel Jacobsen
Texto completo
Id: lil-645377
Autor: Andrade, Almir Ferreira De; Paiva, Wellingson Silva; Prudente, Marcelo; Bernardo, Luca; Teixeira, Manoel Jacobsen.
Título: Intensive care management in brain contusion with microdialysis technique / Aplicação da técnica de microdiálise no manejo de contusão cerebral
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;70(8):640-641, Aug. 2012. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Lesões Encefálicas/terapia
Cuidados Críticos/métodos
Microdiálise/métodos
-Pressão Intracraniana
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-630896
Autor: Páez, Ximena; Mazzei-Dávila², Carmen Amalia; Quiñonez, Belkis; D'Suz, Gina; Hernández, Luis.
Título: Cambios en aminoácidos luego de administración intraperitoneal de veneno del escorpión Tityus zulianus en ratones: Estudio con microdiálisis subcutánea y electroforesis capilar
Fonte: Invest. clín;44(4):291-302, dic. 2003. ilus, graf, mapas, tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen. El envenenamiento por escorpiones es un problema de salud pública en la zona suroccidental de Venezuela. El Tityus zulianus es uno de los escorpiones que causa, especialmente en niños, edema pulmonar e insuficiencia cardíaca que pueden ser fatales y que se han atribuido en parte a una gran descarga simpática. La administración intraperitoneal de (20 µg/g peso) de veneno del T. zulianus a ratones anestesiados durante microdiálisis subcutánea provocó aumento de secreciones, dificultad respiratoria, convulsiones y muerte entre 30 min a 2 h. En los dializados recolectados antes y después de recibir el veneno, se analizaron 7 aminoácidos por electroforesis capilar con detección mediante fluorescencia inducida por láser (EC-DFIL). Se encontró un aumento en arginina (39%), fenilalanina (40%) y glutamato (94%), sin cambios en valina, serina y aspartato, en los animales que recibieron veneno con respecto a sus valores pretratamiento. Estos cambios porcentuales fueron significativos al comparar veneno vs. vehículo después de la inyección; y antes vs. después de recibir el veneno. Para este momento no hay una explicación clara del significado de estos aumentos de aminoácidos específicos. Se requieren nuevos estudios para conocer si estos cambios bioquímicos tienen o no una relación con los mecanismos de acción molecular del veneno o algunos de sus componentes y/o con las manifestaciones clínicas. De acuerdo con la literatura revisada, este es el primer reporte de la combinación de microdiálisis subcutánea y EC-DFIL en el estudio in vivo del emponzoñamiento por escorpiones en ratones.

Abstract. Scorpion human envenoming is a public health hazard in the southwest of Venezuela. Tityus zulianus is one of the scorpion species whose venom causes lung edema and cardiac failure in children. These occasionally deadly manifestations have been attributed to a massive sympathetic discharge. The intraperitoneal administration of T. zulianus venom (20 µg/g mouse) to anesthetized mice during subcutaneous microdialysis caused increased secretions, dyspnea, seizures and death between 30 min to 2 h. Seven amino acids were analyzed by capillary electrophoresis with laser induced fluorescence detection (CE-LIFD) in the collected samples before and after the venom administration. We found an increase of arginine (39%), phenylalanine (40%) and glutamate (94%), with no changes in valine, serine and aspartate, changes were significant when the injection of venom and vehicle were compared and before vs after venom injection. Further investigation is needed to know if the observed changes could be related to the molecular mechanisms of the venom or some of its components and therefore with the envenoming symptoms. To our knowledge, this is the first report with subcutaneous microdialysis and CE-LIFD coupling in scorpion envenomation studies in vivo, in mice.
Descritores: Aminoácidos/biossíntese
Venenos de Escorpião/administração & dosagem
-Aminoácidos/análise
Eletroforese Capilar
Injeções Intraperitoneais
Microdiálise/métodos
Pele
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  8 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-586531
Autor: Colli, Cristiane Maria; Elefant, Guita Rubinsky; Paludo, Marcia Liz; Guilherme, Ana Lúcia Falavigna.
Título: An alternate technique for isolation of Toxocara canis excretory-secretory antigens / Uma técnica alternativa para o isolamento de Toxocara canis excreção e secreção de antígenos
Fonte: Braz. j. pharm. sci;47(1):119-123, Jan.-Mar. 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The aim of the present study was to test the effectiveness of a sausage-casing membrane for dialysis of Toxocara excretory-secretory antigens (TES). The protein concentrated by the tested membrane was compared with that obtained using a Sigma commercial membrane, as were the protein fractions found by polyacrylamide gel electrophoresis. Standard positive and negative serum samples were evaluated in an ELISA immunoassay, and equivalent data were obtained in all steps, indicating that the sausage-casing membrane is efficient, besides being less expensive to process.

O objetivo do presente estudo foi testar a eficácia de uma membrana utilizada para o preparo de embutidos, na obtenção do antígeno de excreção e secreção de Toxocara (TES). A concentração protéica foi comparada com a obtida com a membrana Sigma tanto quanto as frações protéicas separadas por eletroforese em gel de poliacrilamida. Amostras de soros padrão positivo e negativo foram avaliadas no teste imunoenzimático ELISA. Dados equivalentes foram observados em todas as etapas, sugerindo que a membrana possa ser utilizada para diálise por ser eficiente e de menor custo no preparo do antígeno.
Descritores: Parasitologia/análise
Parasitologia/métodos
/métodos
AVALIACAO/métodos
Toxocara/enzimologia
Toxocara/imunologia
-Filtros de Membrana/análise
Microdiálise/métodos
Microdiálise
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  9 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-521627
Autor: Mayer, Marcos; Hõcht, Cristian; Carranza, Andrea; Opezzo, Javier A. W; Peredto, Horacio A; Taira, Carlos A; Fernández, Belisario E; Puyó, Ana M.
Título: Participación del hipotálamo en la regulación de la presión arterial en un modelo de hipertensión e insulinorresistencia / Role of the hypothalamus in blood pressure regulation in a model of hypertension and insulin resistance
Fonte: Rev. argent. cardiol;75(2):117-123, mar.-abr. 2007. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Evaluar el papel del área hipotalámica anterior en la regulación de la presión arterial en un modelo en ratas de hipertensión arterial (HTA) e insulinorresistencia. Material y métodos: Se utilizaron ratas Sprague-Dawley macho (n = 72) que fueron divididas en dos grupos: F,fructosa (10 por ciento p/v por 6 semanas) y C, grupo control. Se canuló la arteria carótida izquierda para la medición de la presión arterial media (PAM) y la frecuencia cardíaca (FC). Se colocó una sonda de microdiálisis en el área hipotalámica anterior (AHA) para la perfusión de yohimbina (10 y 100 µg/ml) o de clonidina (100 y 300 µg/ml), antagonista y agonista α2-adrenérgicos, respectivamente, y se evaluaron los cambios hemodinámicos. Resultados: Los animales del grupo F presentaron niveles mayores de presión arterial sistólica que los del grupo C (F: 131 ± 3 mm Hg versus C: 112 ± 4 mm Hg; p < 0,05). La perfusión intrahipotalámica de yohimbina indujo un incremento en la PAM en C, en tanto que no modificó los valores en F. No se encontraron cambios en la FC en ninguno de los grupos. La clonidina en dosis de 100 µg/ml indujo una disminución de la PAM sólo en F, mientras que en dosis de300 µg/ml la disminuyó en ambos grupos y fue mayor en F que en C. Sólo la clonidina en dosis de 300 µg/ml disminuyó la FC en el grupo F, sin modificar los valores en C. Conclusiones: Existiría un tono α2-adrenérgico menor en el AHA de las ratas F, que podría relacionarse con el incremento de la presión arterial presente en este grupo. Por otra parte, la respuesta exacerbada a la clonidina en F evidenciaría la existencia de una supersensibilidad de receptores adrenérgicos hipotalámicos, posiblemente como consecuencia de niveles extracelulares reducidos de noradrenalina en el AHA en este modelo de HTA e insulinorresistencia.
Descritores: Hipertensão
Hipotálamo
Resistência à Insulina/fisiologia
-Frutose/administração & dosagem
Microdiálise
Ratos Sprague-Dawley
Receptores Adrenérgicos
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: AR54.1 - Biblioteca


  10 / 23 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-518674
Autor: Silva, Elizabeth; Quiñones, Belkis; Páez, Ximena; Hernández, Luis.
Título: Efecto de una inyección de morfina sistémica sobre algunos aminoácidos en la corteza cingulada anterior en el dolor agudo / Effect of a simple morphine system injection in some aminoacids in the anterior cingulate cortex during acute pain
Fonte: Invest. clín;49(4):511-522, dic. 2008. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo del presente trabajo fue investigar los efectos de una inyección única de morfina intraperitoneal, sobre el nivel extracelular de arginina, glutamato, aspartato y GABA en la corteza cingulada anterior en ratas durante la fase I del test de la formalina. Se usó una combinación de microdiálisis y de Electrophoresis Capilar de Zona con Detección de Fluorescencia Inducida por Láser (CZE-LIFD), para medir los niveles extracelulares de aminoácidos en los microdializados. Las cánulas de microdiálisis fueron implantadas unilateralmente en la corteza cingulada anterior izquierda en ratas que se mueven libremente. Las muestras tomadas cada 30 seg, se derivatizaron con el colorante isotiocianato de fluoresceína y se midió con CZE-LIFD: arginina, glutamato, aspartato y GABA. Durante los primeros minutos del test de la formalina (fase I), se produjo un aumento significativo de arginina (p < 0,001) y glutamato (p < 0,012). En las ratas pretratadas con morfina el aumento de glutamato después de la formalina fue suprimido, y se observó un aumento transitorio del GABA (p < 0,001). Estos experimentos sugieren que hay cambios rápidos de neurotransmisores en los primeros minutos en el dolor agudo, como son el aumento de glutamato encontrado en la corteza cingulada anterior, quizás relacionados con la aversión y el temor. La inyección previa de morfina produce aumento del GABA y elimina el aumento de glutamato inducido por la formalina en los primeros minutos, lo que pudiera estar relacionado con los efectos analgésicos, recompensantes y/o euforizantes de la morfina.
Descritores: Aminoácidos
Eletroforese Capilar
Microdiálise
Morfina/administração & dosagem
Morfina/uso terapêutico
Medição da Dor
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde