Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.318.308.980.313 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-908452
Autor: Farias, Ana Gesselena da Silva; Lima, Adman Câmara Soares; Brasil, Raquel Ferreira Gomes; Moura, Escolástica Rejane Ferreira; Cunha, Maria da Conceição dos Santos Oliveira; Melo, Francisca Mayra de Sousa.
Título: Uso seguro de anticoncepcionais hormonais injetáveis segundo critérios médicos de elegibilidade / El uso seguro de anticonceptivos inyectables hormonales segundo criterio de elegibilidad médica / Safe use of injectable hormonal contraceptives according to medical eligibility criteria
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);10(2):368-373, abr.-jun. 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: classificar usuárias de anticoncepcionais hormonais injetáveis (AHI) quanto ao uso seguro segundo critérios médicos de elegibilidade da Organização Mundial da Saúde (OMS) e verificar associação entre tipo de injetável e tempo de uso com o uso seguro. Métodos: Estudo transversal, descritivo e exploratório. A população foi composta pelas 52 usuárias de AHI. Os dados foram coletados por meio de entrevista, que seguiu formulário elaborado pelas autoras, sendo identificado fatores que contraindicassem ou indicassem o uso do método, classificando-as em categorias de 1 a 4. O Projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Resultados: Foram identificadas 44 (84,7%) mulheres em uso seguro e 8 (15,3%) inseguro. Usuárias há mais de um ano tiveram uma frequência maior de uso inseguro (p=0,001). Conclusão: Seguir as recomendações da OMS deve ser rotina nas consultas de enfermagem visando à proteção e segurança da mulher.

Objective: to classify users of injectable hormonal contraceptives (AHI) in accordance with the safe use according to medical eligibility criteria of the World Health Organization (WHO) and assess the association between type of injection and use of time with safe use. Methods: Cross-sectional, descriptive and exploratory study. The population was composed by 52 users of AHI. Data were collected through interviews, which followed form developed by the authors, and identified factors that contraindicate or indicate the use of the method, classifying them into categories from 1 to 4. The project was approved by the Ethics Committee of the University Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Results: Were identified 44 (84.7%) women in safe use and 8 (15.3%) in unsafe use. Users with over a year of use had a higher frequency of unsafe use (p=0.001). Conclusion: Following WHO recommendations should be routine in nursing consultation to the protection and safety of women.

Objetivo: clasificar las usuarias de anticonceptivos hormonales inyectables (AHI) segundo criterio de elegibilidad médica de la Organización Mundial de la Salud (OMS) y evaluar la asociación entre el tipo de inyección y el uso del tiempo con uso seguro. Métodos: Estudio transversal, descriptivo y exploratorio. La población fue compuesta por 52 usuarias de AHI. Los datos fueron colectados a través de entrevistas desarrollada por las autoras, e identificó los factores que contraindican o indiquen el uso del método, clasificándolos en categorías 1 a 4. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética de Investigación de la Universidad Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Resultados: Se identificaron 44 (84,7%) mujeres en el uso seguro y 8 (15,3%) no seguro. Las usuarias más de un año habían una mayor frecuencia de uso inseguro (p=0,001). Conclusión: El uso de las recomendaciones de la OMS debe ser rutinario en la consulta de enfermería.
Descritores: Anticoncepcionais Femininos
Anticoncepcionais Femininos/efeitos adversos
Anticoncepcionais Femininos/normas
-Brasil
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
Limites: Feminino
Humanos
Adolescente
Adulto Jovem
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013031
Autor: Albuquerque, Ana Paula dos Santos; Pitangui, Ana Carolina Rodarti; Rodrigues, Poliana Maria Gaspar; Araújo, Rodrigo Cappato de.
Título: Prevalence of rapid repeat pregnancy and associated factors in adolescents in Caruaru, Pernambuco / Prevalência da gravidez de repetição rápida e fatores associados em adolescentes de Caruaru, Pernambuco
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);17(2):347-354, Apr.-June 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to determine the prevalence and factors associated with the rapid repeat pregnancy (RRP) in pregnant adolescents. Methods: a cross-sectional study was carried out with pregnant adolescents assisted at the Family Health Strategies in Caruaru-PE from March to August 2013. A questionnaire with sociodemographic, economic, schooling, gynecological, obstetric and contraceptive characteristics was used. The data were analyzed in the Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version 20. Binary logistic regression models were used. Results: among the 204 pregnant adolescents interviewed, the data of 26.5% (n = 54) multiparous were analyzed. The occurrence of RRP was 42.6% (n = 23) [95% CI 29.23-56.79]. The variables associated with RRP were non-use of contraceptive methods [OR 7.40 (CI95% 1.56-3.49)] and no previous pregnancy planning [OR 0.19 (95% CI 0.05-0.78)]. Conclusions: the percentage of RRP in adolescents was high. The non-use of contracep-tive methods increased the chances of RRP, while the no previous pregnancy planning decreased the chances of adolescents getting pregnant again without previous program-ming.

Resumo Objetivos: determinar a prevalência e fatores associados a gravidez de repetição rápida (GRR) em gestantes adolescentes. Métodos: estudo transversal desenvolvido com gestantes adolescentes assistidas nas Estratégias de Saúde da Família de Caruaru-PE no período de março a agosto de 2013. Foi utilizado um questionário com características sociodemográficas, econômicas, escolares, ginecológicas, obstétricas e contraceptivas. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 20. Empregou-se modelos de regressão logís-tica binária. Resultados: dentre as 204 gestantes adolescentes entrevistadas, foram analisados os dados de 26,5% (n=54) que eram multigestas. A ocorrência de GRR foi de 42,6% (n=23) [IC95% 29,23-56,79]. As variáveis associadas à GRR foram não uso de métodos contracep-tivos [OR 7,40 (IC95% 1,56-3,49)] e não planejamento da gravidez anterior [OR 0,19 (IC95% 0,05-0,78)]. Conclusões: foi elevado o percentual de GRR nas adolescentes. O não uso de métodos contraceptivos aumentou as chances de GRR, enquanto a não realização de planejamento da gestação anterior diminuiu as chances das adolescentes engravidarem novamente sem programação prévia.
Descritores: Gravidez na Adolescência/estatística & dados numéricos
Estratégia Saúde da Família
Gravidez não Planejada
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
-Comportamento Sexual
Brasil
Modelos Logísticos
Saúde Reprodutiva
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013115
Autor: Ferreira, Ana Laura Carneiro Gomes; Souza, Ariani Impieri.
Título: Unmet contraceptive demand / Demanda contraceptiva não atendida
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);18(4):691-692, Oct.-Dec. 2018.
Idioma: en.
Descritores: Gravidez não Desejada
Anticoncepção/tendências
Serviços de Planejamento Familiar
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos/estatística & dados numéricos
-Nações Unidas
Brasil
Mortalidade Infantil
Mortalidade Materna
Indicadores de Morbimortalidade
Crescimento Demográfico
Aborto Induzido
Iniquidade Social
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde