Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.318.308.980.313 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1291347
Autor: Mendes, Luciane Vieira.
Título: Satisfação com o uso do implante contraceptivo e do dispositivo intrauterino com cobre entre usuárias de um hospital público da cidade de São Paulo / Satisfaction with the use of contraceptive implant and copper intrauterine device among users of a public hospital in the city of São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2021. 134 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: Apesar de serem altamente eficazes, os métodos contraceptivos de longa duração são usados por apenas 2% das mulheres brasileiras. A cidade de São Paulo tem realizado esforços para aumentar o uso desses métodos por meio da ampliação da oferta do dispositivo intrauterino (DIU) com cobre, especialmente no período pós-parto e pós-abortamento, e do implante contraceptivo para mulheres em situação de vulnerabilidade social. No entanto, pouco se sabe sobre a experiência das usuárias desses métodos, principalmente no que concerne à satisfação. Objetivo: Analisar a satisfação das mulheres com o uso do implante contraceptivo e do DIU com cobre. Método: Estudo quantitativo transversal, conduzido com 331 mulheres entre 15 e 49 anos que passaram por inserção de implante ou DIU com cobre em um hospital púbico da cidade de São Paulo/SP, entre 2016 e 2019. Os dados foram obtidos por meio de entrevista telefônica conduzida em 2020 por meio de um instrumento estruturado. A mensuração da satisfação com o método contraceptivo ocorreu de duas formas: por meio da resposta direta satisfação autorreferida e por meio da análise conjunta de quatro atributos (expectativa, experiência, efetividade e continuidade) nomeada como satisfação completa. A análise das duas formas de mensuração e dos aspectos associados a elas ocorreu por meio de teste de diferença entre duas proporções pelo Qui-quadrado. Resultados: A satisfação com o uso do implante foi superior a 90% e alcançou 85% entre as usuárias de DIU com cobre, pela forma de mensuração autorreferida. Pela análise por atributos (satisfação completa), a satisfação foi relacionada à expectativa de que o método fosse seguro para a prevenção da gravidez; à experiência ter sido melhor que o esperado, proporcionando a sensação de tranquilidade em razão da segurança; à efetividade do método em prevenir a gravidez; e à continuidade no uso indicando adesão ao método. O principal motivo para a alta satisfação foi a segurança de que o método seria eficaz para evitar a gravidez (94,6% das entrevistadas). As duas formas de mensuração não foram equivalentes. A melhora dos efeitos colaterais ao longo do tempo foi a única variável associada à satisfação autorreferida, para ambos os métodos (p=0,012 para usuárias de implante e p<0,001 para usuárias de DIU). Nenhuma variável foi associada à satisfação completa. Conclusão: A alta satisfação com o uso do implante e do DIU com cobre foi motivada pela segurança quanto à eficácia em prevenir a gravidez e mostrou estar associada à melhora dos efeitos colaterais ao longo do tempo de uso.

Introduction: Despite being highly effective, long-term contraceptives are used by only 2% of Brazilian women. The city of São Paulo has made efforts to increase the use of these methods by expanding the supply of the Copper intrauterine device (IUD), especially in the postpartum and post-abortion period, and contraceptive implant for women in social vulnerability situations. However, little is known about the experience of the users of these methods, especially with regard to satisfaction. Objective: To analyze women's satisfaction with the use of contraceptive implants and Copper IUDs. Method: Cross-sectional quantitative study, conducted with 331 women between 15 and 49 years who underwent implant or Copper IUD insertion in a public hospital in the city of São Paulo/SP, between 2016 and 2019. Data were obtained through a telephone interview conducted in 2020 through a structured instrument. The measurement of satisfaction with the contraceptive method occurred in two ways: through direct response - self-reported satisfaction - and through the joint analysis of four attributes (expectation, experience, effectiveness and continuity) - named as complete satisfaction. The analysis of the two forms of measurement and the aspects associated with them occurred through a test of difference between two proportions by Chi-square. Results: Satisfaction with the use of the implant was higher than 90% and reached 85% among the users of Copper IUD, by the self-reported measurement form. By the analysis by attributes (complete satisfaction), satisfaction was related to the expectation that the method was safe for pregnancy prevention; to experience to have been better than expected, providing the feeling of tranquility due to safety; to the effectiveness of the method in preventing pregnancy; and to the continuity in use indicating adhering to the method. The main reason for the high satisfaction was the safety that the method would be effective to avoid the pregnancy (94.6% of the interviewees). The two forms of measurement were not equivalent. The improvement of side effects over time was the only variable associated with self-reported satisfaction for both methods (p=0.012 for implant users and p<0.001 for IUD users). No variable was associated with complete satisfaction. Conclusion: The high satisfaction with the use of the implant and the Copper IUD was motivated by the safety regarding the efficacy in preventing pregnancy and was shown to be associated with the improvement of side effects over the time of use.
Descritores: Satisfação do Paciente
Anticoncepção
Saúde Sexual e Reprodutiva
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
Dispositivos Intrauterinos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-908452
Autor: Farias, Ana Gesselena da Silva; Lima, Adman Câmara Soares; Brasil, Raquel Ferreira Gomes; Moura, Escolástica Rejane Ferreira; Cunha, Maria da Conceição dos Santos Oliveira; Melo, Francisca Mayra de Sousa.
Título: Uso seguro de anticoncepcionais hormonais injetáveis segundo critérios médicos de elegibilidade / El uso seguro de anticonceptivos inyectables hormonales segundo criterio de elegibilidad médica / Safe use of injectable hormonal contraceptives according to medical eligibility criteria
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);10(2):368-373, abr.-jun. 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: classificar usuárias de anticoncepcionais hormonais injetáveis (AHI) quanto ao uso seguro segundo critérios médicos de elegibilidade da Organização Mundial da Saúde (OMS) e verificar associação entre tipo de injetável e tempo de uso com o uso seguro. Métodos: Estudo transversal, descritivo e exploratório. A população foi composta pelas 52 usuárias de AHI. Os dados foram coletados por meio de entrevista, que seguiu formulário elaborado pelas autoras, sendo identificado fatores que contraindicassem ou indicassem o uso do método, classificando-as em categorias de 1 a 4. O Projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Resultados: Foram identificadas 44 (84,7%) mulheres em uso seguro e 8 (15,3%) inseguro. Usuárias há mais de um ano tiveram uma frequência maior de uso inseguro (p=0,001). Conclusão: Seguir as recomendações da OMS deve ser rotina nas consultas de enfermagem visando à proteção e segurança da mulher.

Objective: to classify users of injectable hormonal contraceptives (AHI) in accordance with the safe use according to medical eligibility criteria of the World Health Organization (WHO) and assess the association between type of injection and use of time with safe use. Methods: Cross-sectional, descriptive and exploratory study. The population was composed by 52 users of AHI. Data were collected through interviews, which followed form developed by the authors, and identified factors that contraindicate or indicate the use of the method, classifying them into categories from 1 to 4. The project was approved by the Ethics Committee of the University Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Results: Were identified 44 (84.7%) women in safe use and 8 (15.3%) in unsafe use. Users with over a year of use had a higher frequency of unsafe use (p=0.001). Conclusion: Following WHO recommendations should be routine in nursing consultation to the protection and safety of women.

Objetivo: clasificar las usuarias de anticonceptivos hormonales inyectables (AHI) segundo criterio de elegibilidad médica de la Organización Mundial de la Salud (OMS) y evaluar la asociación entre el tipo de inyección y el uso del tiempo con uso seguro. Métodos: Estudio transversal, descriptivo y exploratorio. La población fue compuesta por 52 usuarias de AHI. Los datos fueron colectados a través de entrevistas desarrollada por las autoras, e identificó los factores que contraindican o indiquen el uso del método, clasificándolos en categorías 1 a 4. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética de Investigación de la Universidad Federal do Ceará, CAAE: 36668314.3.0000.5054. Resultados: Se identificaron 44 (84,7%) mujeres en el uso seguro y 8 (15,3%) no seguro. Las usuarias más de un año habían una mayor frecuencia de uso inseguro (p=0,001). Conclusión: El uso de las recomendaciones de la OMS debe ser rutinario en la consulta de enfermería.
Descritores: Anticoncepcionais Femininos
Anticoncepcionais Femininos/efeitos adversos
Anticoncepcionais Femininos/normas
-Brasil
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
Limites: Feminino
Humanos
Adolescente
Adulto Jovem
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013031
Autor: Albuquerque, Ana Paula dos Santos; Pitangui, Ana Carolina Rodarti; Rodrigues, Poliana Maria Gaspar; Araújo, Rodrigo Cappato de.
Título: Prevalence of rapid repeat pregnancy and associated factors in adolescents in Caruaru, Pernambuco / Prevalência da gravidez de repetição rápida e fatores associados em adolescentes de Caruaru, Pernambuco
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);17(2):347-354, Apr.-June 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to determine the prevalence and factors associated with the rapid repeat pregnancy (RRP) in pregnant adolescents. Methods: a cross-sectional study was carried out with pregnant adolescents assisted at the Family Health Strategies in Caruaru-PE from March to August 2013. A questionnaire with sociodemographic, economic, schooling, gynecological, obstetric and contraceptive characteristics was used. The data were analyzed in the Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version 20. Binary logistic regression models were used. Results: among the 204 pregnant adolescents interviewed, the data of 26.5% (n = 54) multiparous were analyzed. The occurrence of RRP was 42.6% (n = 23) [95% CI 29.23-56.79]. The variables associated with RRP were non-use of contraceptive methods [OR 7.40 (CI95% 1.56-3.49)] and no previous pregnancy planning [OR 0.19 (95% CI 0.05-0.78)]. Conclusions: the percentage of RRP in adolescents was high. The non-use of contracep-tive methods increased the chances of RRP, while the no previous pregnancy planning decreased the chances of adolescents getting pregnant again without previous program-ming.

Resumo Objetivos: determinar a prevalência e fatores associados a gravidez de repetição rápida (GRR) em gestantes adolescentes. Métodos: estudo transversal desenvolvido com gestantes adolescentes assistidas nas Estratégias de Saúde da Família de Caruaru-PE no período de março a agosto de 2013. Foi utilizado um questionário com características sociodemográficas, econômicas, escolares, ginecológicas, obstétricas e contraceptivas. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 20. Empregou-se modelos de regressão logís-tica binária. Resultados: dentre as 204 gestantes adolescentes entrevistadas, foram analisados os dados de 26,5% (n=54) que eram multigestas. A ocorrência de GRR foi de 42,6% (n=23) [IC95% 29,23-56,79]. As variáveis associadas à GRR foram não uso de métodos contracep-tivos [OR 7,40 (IC95% 1,56-3,49)] e não planejamento da gravidez anterior [OR 0,19 (IC95% 0,05-0,78)]. Conclusões: foi elevado o percentual de GRR nas adolescentes. O não uso de métodos contraceptivos aumentou as chances de GRR, enquanto a não realização de planejamento da gestação anterior diminuiu as chances das adolescentes engravidarem novamente sem programação prévia.
Descritores: Gravidez na Adolescência/estatística & dados numéricos
Estratégia Saúde da Família
Gravidez não Planejada
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos
-Comportamento Sexual
Brasil
Modelos Logísticos
Saúde Reprodutiva
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013115
Autor: Ferreira, Ana Laura Carneiro Gomes; Souza, Ariani Impieri.
Título: Unmet contraceptive demand / Demanda contraceptiva não atendida
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);18(4):691-692, Oct.-Dec. 2018.
Idioma: en.
Descritores: Gravidez não Desejada
Anticoncepção/tendências
Serviços de Planejamento Familiar
Inquéritos sobre o Uso de Métodos Contraceptivos/estatística & dados numéricos
-Nações Unidas
Brasil
Mortalidade Infantil
Mortalidade Materna
Indicadores de Morbimortalidade
Crescimento Demográfico
Aborto Induzido
Fatores Socioeconômicos
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde