Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.318.308.980.438.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 992 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 100 ir para página                         

  1 / 992 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-779897
Autor: Fernandes, Eder Gatti; Leshem, Eyal; Patel, Manish; Flannery, Brendan; Pellini, Alessandra Cristina Guedes; Veras, Maria Amelia; Sato, Helena Keico.
Título: Hospital-based surveillance of intussusception among infants / Vigilância hospitalar de intussuscepção entre neonatos
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);92(2):181-187, Mar.-Apr. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: Intussusception surveillance was initiated after the nationwide introduction of live attenuated monovalent rotavirus vaccine (RV1). The objective is to assess the epidemiology of intussusception and compare the number of cases before and after the introduction of rotavirus vaccine. Methods: Cases of intussusception occurring between March 2006 and January 2008 were identified through a prospective enhanced passive surveillance system established in sentinel state hospitals. Retrospective review of medical records was used to identify cases, which occurred in sentinel hospitals between January 2001 and February 2006. Results: From 2001 to 2008, 331 intussusception cases were identified, 59.5% were male, with peak incidence among those 18–24 weeks of age. Overall <10% of cases were among infants 6–14 weeks of age (when the first dose of RV1 is administered). The most frequently observed signs or symptoms of intussusception included vomiting (89.4%), bloody stool (75.5%), and abdominal distention (71.8%). A majority (92.1%) of the case-patients required surgery for treatment; 31.8% of those who underwent surgery required bowel resection, and 13 (3.9%) died. Among the 21 hospitals that reported cases throughout the entire surveillance period (2001–2008), the number of intussusception events during 2007 (n = 26) and 2008 (n = 19) was not greater than the average annual number (n = 31, range 24–42) during baseline years 2001–2005. Conclusions: Although this analysis did not identify an increase in intussusception cases during the two years after RV1 introduction, these results support the need for special epidemiologic methods to assess the potential link between rotavirus vaccine and this very rare adverse event.

Resumo Objetivo: A vigilância da intussuscepção foi iniciada após a introdução da vacina monovalente viva atenuada contra rotavírus (RV1) em todo o país. O objetivo é avaliar a epidemiologia da intussuscepção e comparar a quantidade de casos antes e depois da introdução da vacina contra rotavírus. Métodos: Os casos de intussuscepção entre março de 2006 e janeiro de 2008 foram identificados por meio de um sistema de vigilância passivo prospectivo aprimorado estabelecido em hospitais-sentinela estaduais. A análise retrospectiva de prontuários médicos foi usada para identificar os casos que ocorreram em hospitais-sentinela entre janeiro de 2001 e fevereiro de 2006. Resultados: De 2001-2008, identificamos 331 casos de intussuscepção, 59,5% dos quais ocorreram em pacientes do sexo masculino, com pico de incidência entre aqueles com 18-24 semanas de idade. Em geral, < 10% dos casos ocorreram entre neonatos com 6-14 semanas de idade (quando a 1a dose de RV1 é administrada). Os sinais ou sintomas de intussuscepção observados com mais frequência incluíam vômito (89,4%), fezes com sangue (75,5%) e distensão abdominal (71,8%). A maioria (92,1%) dos pacientes precisou de cirurgia para o tratamento; 31,8% dos que se submeteram à cirurgia precisaram de ressecção intestinal e 13 (3,9%) vieram a óbito. Entre os 21 hospitais que relataram casos durante todo o período de vigilância (2001-2008), a quantidade de casos de intussuscepção em 2007 (n = 26) e 2008 (n = 19) não foi maior do que a quantidade média anual (31, faixa de 24-42) durante os anos-base de 2001-2005. Conclusões: Embora esta análise não tenha identificado um aumento nos casos de intussuscepção nos dois anos após a introdução da RV1, esses resultados justificam a necessidade de métodos epidemiológicos especiais para avaliar a possível associação entre a vacina contra rotavírus e esse evento adverso muito raro.
Descritores: Vacinas contra Rotavirus/efeitos adversos
Intussuscepção/epidemiologia
-Infecções por Rotavirus/prevenção & controle
Estações do Ano
Brasil/epidemiologia
Vigilância da População
Incidência
Estudos Prospectivos
Estudos Retrospectivos
Hospitalização
Intussuscepção/etiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Belone, Andrea de Faria Fernandes
Texto completo
Id: biblio-952441
Autor: Marciano, Lucia Helena Soares Camargo; Belone, Andréa de Faria Fernandes; Rosa, Patrícia Sammarco; Coelho, Neusa Maria Broch; Ghidella, Cássio César; Nardi, Susilene Maria Tonelli; Miranda, William Cabral; Barrozo, Ligia Vizeu; Lastória, Joel Carlos.
Título: Epidemiological and geographical characterization of leprosy in a Brazilian hyperendemic municipality / Caracterização epidemiológica e geográfica da hanseníase em um município brasileiro hiperendêmico / Caracterización epidemiológica y geográfica de lepra en un municipio brasileño hiperendémico
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);34(8):e00197216, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: This study aimed to identify the distribution pattern of leprosy in a hyperendemic municipality in Brazil and determine its relationship with the clinico-epidemiological situation over 11 years. The geographic information system, MapInfo, spatial scan statistics and the Moran I index were used to analyze new cases. The digital cartographic base was used to map clusters of new paucibacillary and multibacillary cases and cases in minors under 15 years old. Socioeconomic indicators are shown using the choropleth mapping technique. A reduction in the detection coefficient, increases in high-risk spatial clusters, marked changes in the distribution of high-risk and low-risk clusters, and high-risk clusters of minors under 15 years old were observed from 2006 to 2010, showing recent illness, the presence of active foci, and overlapping of high-risk clusters of multibacillary infection in minors under 15 years old. Leprosy remains a public health problem in Rondonópolis, Mato Grosso State; the high-risk areas require an intensification of control measures and active search strategies to detect new cases.

Resumo: O estudo teve como objetivos identificar o padrão de distribuição da hanseníase em um município brasileiro hiperendêmico e determinar a relação com o quadro clínico-epidemiológico ao longo de 11 anos. Os casos novos foram analisados com o sistema de informação geográfica, MapInfo, estatística scan espacial e índice Moran I. A base cartográfica digital foi usada para mapear os clusters de casos paucibacilares e multibacilares novos e casos em menores de 15 anos. Os indicadores socioeconômicos são mostrados através da técnica de mapeamento coroplético. Entre 2006 e 2010, foram observados uma redução no coeficiente de detecção, aumento no clusters espaciais de alto risco, mudanças marcantes na distribuição de clusters de alto e baixo risco e clusters de alto risco em menores de 15 anos, sugerindo doença recente, a presença de focos ativos e a sobreposição de clusters de alto risco para infecção multibacilar em menores de 15 anos. A hanseníase persiste enquanto problema de saúde pública em Rondonópolis, Mato Grosso; as áreas de alto risco exigem a intensificação de medidas de controle, além de estratégias de busca ativa para detectar casos novos.

Resumen: Este estudio tuvo como objetivo identificar la distribución de los patrones de lepra en una municipalidad hiperendémica en Brasil y determinar su relación con la situación clínico-epidemiológica durante 11 años. El sistema de información geográfica, MapInfo, estadísticas de escaneo espacial y el índice de Moran se usaron para analizar nuevos casos. La base cartográfica digital se usó para mapear clústeres de nuevos casos multibacilares y paucibacilares, así como casos en menores por debajo de 15 años de edad. Los indicadores socioeconómicos se presentan usando la técnica de mapeo de coropletas. La reducción en la detección del coeficiente, se incrementa en los clústeres de alto riesgo espaciales, asimismo, se observaron de 2006 a 2010 cambios considerables en la distribución de los clústeres de alto riesgo y bajo riesgo, así como en clústeres de alto riesgo con menores con menos de 15 años de edad, mostrando los casos de enfermedad reciente la presencia de focos activos, así como solapando clústeres de alto riesgo de infección multibacilar en menores por debajo de los 15 años de edad. La lepra continúa siendo un problema de salud pública en Rondonópolis, Mato Grosso; las áreas de alto riesgo necesitan una intensificación de las medidas de control y una búsqueda activa de estrategias, con el fin de detectar nuevos casos.
Descritores: Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Hanseníase/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Análise por Conglomerados
Fatores Epidemiológicos
Vigilância da População
Risco
Sistemas de Informação Geográfica
Análise Espacial
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1099955
Autor: Pereira, Juliana Guisardi.
Título: Articulação ensino-serviço para a construção da vigilância da saúde: em foco o distrito do Butantã / Teaching-service articulation for the health surveillance construction: focus on Butantã district.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 134 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A proposição da Vigilância da Saúde surgiu como alternativa para a superação das práticas de saúde fragmentadas, ao articular o uso da epidemiologia, do planejamento e da organização dos serviços de saúde, bem como a compreensão das desigualdades sociais como determinantes da distribuição dos agravos sobre a população. Entretanto, a falta de profissionais de saúde com formação adequada para atuar nesse modelo tem sido um grande obstáculo. Algumas políticas públicas têm sido criadas para possibilitar que o ensino das profissões da saúde possa sustentar-se na construção do conhecimento a partir da realidade e na participação ativa do estudante no processo ensino-aprendizagem, bem como no seu envolvimento na transformação da mesma. O objetivo desse estudo foi descrever a articulação entre ensino e serviço em um Distrito de Saúde do município de São Paulo, e as contribuições advindas dessa articulação para a implementação do modelo da Vigilância da Saúde. Em termos metodológicos, pode-se afirmar ser esta uma pesquisa qualitativa e descritiva. Foram sujeitos desse estudo docentes e profissionais de saúde envolvidos na articulação entre o ensino e o serviço no Distrito. Os dados foram coletados mediante entrevistas semi-estruturadas e analisados com base na técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados mostraram que os cursos de medicina e de enfermagem são os que mais desenvolvem ações de ensino no território; utilizam como estratégia ações relativasao reconhecimento do território para a compreensão das necessidades de saúde da população, contudo, essa identificação não se reverte para o planejamento da assistência na UBS; a articulação entre ensino e serviço ocorre no sentido do acompanhamento das ações dos alunos pelos trabalhadores; alguns discursos apontam para uma integração incipiente entre ensino e serviço no Distrito devido à falta de projeto político ) para a Vigilância da Saúde consensual entre unidades de ensino e a Prefeitura Municipal. Conclui-se que para que haja um impacto na Vigilância a Saúde se faz necessário o estabelecimento de estratégias de ação que levem ao fortalecimento das articulações ensino-serviço-comunidade e à sensibilização de gestores públicos, gestores universitários e lideranças comunitárias no sentido de qualificá-las sobre a importância de todos esses atores na formação profissional e na reorganização da atenção.

The proposition of Health Surveillance emerged as an alternative to overcome fragmented actions, through articulate use of epidemiology, health services planning and organization, such as the comprehension of social inequities as illness distribution determinants over population. However, the lack of health professionals with appropriate formation to act in this model has been a big obstacle. Some public policies have been created to enable health occupations teaching supported in knowledge construction from reality and in student active participation in teaching-apprenticeship process, besides their involvement in its transformation. The purpose of this study was to describe the articulation between teaching and services in a Health District in Sao Paulo city and its contributions to implant a Health Surveillance model. In methodological terms, we can affirm that this is a qualitative and descriptive research. Subjects on this study were teachers and health professionals involved in the articulation between teaching and services in the District. Data were collected through semi-structured interviews and analyzed based on Collective Subject Speech. Results showed that medicine and nursing undergraduate courses were those which develop teaching actions in the territory; they use actions of territory recognition as strategy to comprehend the population health necessities, however, this identification does not revert to health center assistance planning; teachingand service articulation take place in the follow - up of students actions by workers; some speeches point to incipient teaching and service articulation in District due to lack of political project to a consensual Health Surveillance between teaching schools and the city hall. We can conclude that to reach Health Surveillance impact it is necessary to establish strategic actions that lead to teaching service - community articulations strengthening and sensitization of public and higher education managers and communitarian leaderships in the sense of qualifying them about the importance of all actors in professional teaching and care reorganization.
Descritores: Serviços de Integração Docente-Assistencial
Vigilância da População
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  4 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975983
Autor: Thomazelli, Luciano M; Oliveira, Danielle B L de; Durigon, Giuliana S; Whitaker, Brett; Kamili, Shifaq; Berezin, Eitan N; Durigon, Edison L.
Título: Human parainfluenza virus surveillance in pediatric patients with lower respiratory tract infections: a special view of parainfluenza type 4 / Vigilância dos vírus parainfluenza humanos em pacientes pediátricos com infecções do trato respiratório inferior: uma visão especial do parainfluenza tipo 4
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);94(5):554-558, Sept.-Oct. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP; . CNPq.
Resumo: Abstract Objective: Characterize the role of human parainfluenza virus and its clinical features in Brazilian children under 2 years of age presenting with acute lower respiratory tract infections. Methods: Real-time assays were used to identify strains of human parainfluenza virus and other common respiratory viruses in nasopharyngeal aspirates. One thousand and two children presenting with acute lower respiratory tract illnesses were enrolled from February 2008 to August 2010. Results: One hundred and four (10.4%) patients were human parainfluenza virus positive, of whom 60 (57.7%) were positive for human parainfluenza virus-3, 30 (28.8%) for human parainfluenza virus-4, 12 (11.5%) for human parainfluenza virus-1, and two (1.9%) for human parainfluenza virus-2. Seven (6.7%) patients had more than one strain of human parainfluenza virus detected. The most frequent symptoms were tachypnea and cough, similar to other viral respiratory infections. Clinical manifestations did not differ significantly between human parainfluenza virus-1, -2, -3, and -4 infections. Human parainfluenza virus-1, -3, and -4 were present in the population studied throughout the three years of surveillance, with human parainfluenza virus-3 being the predominant type identified in the first two years. Conclusion: Human parainfluenza viruses contribute substantially to pediatric acute respiratory illness (ARI) in Brazil, with nearly 30% of this contribution attributable to human parainfluenza virus-4.

Resumo Objetivo: Caracterizar o papel do VPH-4 e suas características clínicas em crianças brasileiras com menos de dois anos de idade com infecções agudas do trato respiratório inferior. Métodos: Ensaios em tempo real foram utilizados para identificar tipos de VPH e outros vírus respiratórios comuns em aspirados nasofaríngeos. Mil e duas crianças com doença aguda do trato respiratório inferior foram inscritas para participar de fevereiro de 2008 a agosto de 2010. Resultados: 104 (10,4%) pacientes eram VPH positivos, dos quais 60 (57,7%) eram positivos para VPH-3, 30 (28,8%) para VPH-4, 12 (11,5%) para VPH-1 e dois (1,9%) para VPH-2. Sete (6,7%) pacientes apresentaram mais de um tipo de VPH detectado. Os sintomas mais frequentes foram tosse e taquipneia, semelhantes a outras infecções respiratórias virais. As manifestações clínicas não diferiram de forma significativa entre as infecções por VPH-1, -2, -3 e -4. Os VPH-1, -3 e -4 estavam presentes na população estudada ao longo dos três anos de vigilância, e o VPH-3 foi o tipo predominante identificado nos primeiros dois anos. Conclusão: Os VPHs contribuem substancialmente para a DRA pediátrica no Brasil com quase 30% dessa contribuição atribuível ao VPH-4.
Descritores: Infecções Respiratórias/virologia
Vírus da Parainfluenza 4 Humana/genética
-Estações do Ano
Nasofaringe/virologia
Vigilância da População
Doença Aguda
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Vírus da Parainfluenza 4 Humana/isolamento & purificação
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1097431
Autor: Fracolli, Lislaine Aparecida.
Título: O monitoramento das condições de vida e de saúde: uma abordagem a partir da percepção dos moradores do território / NÃO CONSTA.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 127 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Professor Livre Docente.
Resumo: A proposta do "Alerta Continuado em Saúde Coletiva" advoga o monitoramento das condições de vida e de saúde no território, apostando que este deve incorporar indicadores de morbi-mortalidade e indicadores sociais, além daqueles que dizem respeito às necessidades dos sujeitos. Para conseguir captar as necessidades dos sujeitos, o "Alerta Continuado em Saúde Coletiva" propõe a inclusão da categoria Processo Saúde-Doença, pois esta possibilita a obtenção de informações relativas a queixas ou patologias, na perspectiva dos sujeitos. Isso possibilitaria a elaboração de propostas de intervenção intersetoriais voltada para a construção de um atendimento integral. Os objetivos colocados para essa pesquisa foram: identificar a percepção dos indivíduos sobre o processo saúde-doença e discutir as possibilidades e limites dessa percepção para a proposta do "Alerta Continuado em Saúde Coletiva". Esta é uma pesquisa qualitativa e foi desenvolvida na coordenação regional de saúde do Butantã, no município de São Paulo/SP. Foram sujeitos da pesquisa 18 usuários, de seis unidades básicas de saúde, localizadas nesta coordenação regional. Os dados foram coletados mediante entrevistas e para tanto se utilizou um roteiro com perguntas semi-estruturadas. O material empírico foi organizado com base no método de Discurso do Sujeito Coletivo e na técnica de análise de conteúdo. Os discursos possibilitaram identificar que os entrevistados possuem um conceito de saúde baseado nasconcepções mágicas, de castigo ou benção de Deus. Alguns discursos se apóiam nas concepções de promoção da saúde e de estilo de vida saudável e outros reduzem saúde à ausência de doença. Na percepção dos entrevistados os problemas de saúde do bairro são falta de higiene das pessoas; má alimentação e falta de hábitos saudáveis, estes dois últimos devido à situação de pobreza. Quando se fala sobre problema de saúde na perspectiva individual/familiar este é concebido como a presença de uma (ou mais) patologias, nos membros da família. Para os entrevistados os problemas de saúde das famílias trazem dificuldades porque interrompem o "modo de andar a vida" dos mesmos. Segundo os entrevistados, as Unidades de Saúde precisariam ampliar o acesso aos serviços ofertados, em quantidade e em qualidade, para ajudar as pessoas a enfrentarem seus problemas de saúde. Os entrevistados apontam ser imprescindível que as Unidades de Saúde ofereçam medicamentos, exames diagnósticos complexos e consultas com especialistas, rapidamente, e que realizem o atendimento na forma de Pronto Atendimento. Conclui-se que o diagnóstico objetivo de um território, realizado com base em dados epidemiológicos, de morbidade e mortalidade, é importante para o monitoramento das condições de vida e de saúde da comunidade, contudo a inclusão de dados subjetivos nesse diagnóstico se faz necessária para a Vigilância da Saúde. A categoria processo saúde-doença proposta no"Alerta Continuado em Saúde Coletiva" possibilita essa inovação na articulação objetivo-subjetivo para a composição de perfis epidemiológicos regionais, pois busca combinar a análise epidemiológica com a história de produção do problema coletivo de saúde, através da captação e interpretação das falas e das percepções dos usuários. Tal combinação se mostrou muito eficaz para revelar nós crítico e intervenções intersetoriais na região.

The proposal of "On Going Alelrt in Collective Health" advocates monitoring health and life conditions in a small territory or community. This monitoring isn´t reduced to morbid and mortality indicators, but utilize social indicators and information that should describe individual needs. For capture the individual needs we propose the health-illness category. Through this category we should have information about complaint of health and disease features, referred by individual and families. The identification of this information could help us to discriminate families and social groups more vulnerable. If we have this information we can develop actions, in partnership with others social sectors, direct to a comprehensive care. The objectives of this research are: to identify the perception of individuals about the health-illness process and to discuss the possibilities of this perception for the proposal of "On Going Alert in Collective Health". This research is a qualitative research and was developed in Butantã Health District, a region inside São Paulo City, Brazil. In this research we have 18 (eighteen) subjects of research and the datum was collected in six Health Services located in Butantã District. The data was collected using interviews and for this we used a semi-structured interview formulary. The interviews were record and transcribed. The empirical material obtained was organized based on the method of Discourse of Subject Collective andcontend analyses. The discourses show that the health conception´s, of health services users, are based on magic conception like God punishment or God blessing. Some discourses are supported in conceptions of health promotion and health styles. Others conceptions reduce health as "just not to be sick". Low hygiene, bad alimentation, poverty and unhealthy habits of life are understood like community health problems. In the individual dimension health problem is conceited like a one or more person with a disease. In interviewers´opinions diseases bring difficulty because change the "way to live the life" of the individual and family. According to the discourses health services may to facilitate the access of health services, in quantity and quality terms, to help people in their health problems. In interviewes´perception, the health services have to distribute medicines, complexity diagnostic procedures and contact with specialized doctors as soon as possible. The population believes that health services have to attend people in urgency and emergency and also have to offer check up and preventive actions. We conclude that population diagnoses based on objective data, like epidemiologic information, is very important to monitoring health and life conditions, but we have to include subjective information in this diagnosis procedure. When the "On Going Alert in Collective Health" proposes health-illness process, like a category ofanalyze, it innovate in the articulation between objective and subjective aspects to describe the epidemiologic profile. It makes this because it wants to combine the epidemiologic analyses with the history of problem production in a community, using for this the discourses and habits of health services´users. This combination could be very efficient to reveal critical problems in the specific community.
Descritores: Processo Saúde-Doença
Vigilância da População
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  6 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lugon, Jocemir Ronaldo
Texto completo
Id: lil-777497
Autor: Sesso, Ricardo Cintra; Lopes, Antonio Alberto; Thomé, Fernando Saldanha; Lugon, Jocemir Ronaldo; Martins, Carmen Tzanno.
Título: Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2014 / Brazilian Chronic Dialysis Census 2014
Fonte: J. bras. nefrol;38(1):54-61, jan.-mar. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Introdução: Dados nacionais sobre diálise crônica têm tido impacto no planejamento do tratamento. Objetivo: Apresentar dados do inquérito da Sociedade Brasileira de Nefrologia sobre os pacientes com doença renal crônica em tratamento dialítico em julho de 2014. Métodos: Levantamento de dados de unidades de diálise do país. A coleta de dados foi feita utilizando questionário preenchido on-line pelas unidades de diálise. Resultados: Trezentas e doze (44%) unidades responderam ao censo. Em julho de 2014, o número total estimado de pacientes em diálise foi de 112.004. As estimativas nacionais das taxas de prevalência e de incidência de tratamento dialítico foram de 552 (variação: 364 na região Norte e 672 na Sudeste) e 180 pacientes por milhão da população (pmp), respectivamente. A taxa de incidência de nefropatia diabética foi de 77 pmp. A taxa anual de mortalidade bruta foi de 19%. Dos pacientes prevalentes, 91% estavam em hemodiálise e 9% em diálise peritoneal, 32.499 (29%) estavam em fila de espera para transplante, 37% tinham sobrepeso/obesidade, 29% tinham diabetes, 16% tinham PTH > 600 pg/ml e 26% hemoglobina < 10 g/dl. Cateter venoso era usado como acesso em 17% dos pacientes em hemodiálise. Conclusão: Entre 2011-1014, as taxas de incidência e prevalência em diálise tenderam a aumentar e a de mortalidade ficou estável. Em 2014, diabetes era a doença de base em 42% dos pacientes novos.

Abstract Introduction: National chronic dialysis data have had impact in the treatment planning. Objective: To report data of the annual survey of the Brazilian Society of Nephrology about chronic kidney disease patients on dialysis in July 2014. Methods: A survey based on data of dialysis units from the whole country. The data collection was performed by using a questionnaire filled out on-line by the dialysis units. Results: Three hundred twelve (44%) of the dialysis units in the country answered the questionnaire. In July 2014, the total estimated number of patients on dialysis was 112,004. The estimated prevalence and incidence rates of chronic maintenance dialysis were 552 (range: 364 in the North region and 672 in the Southeast) and 180 patients per million population (pmp), respectively. The annual incidence rate of patients with diabetic nephropathy was 77 pmp. The annual gross mortality rate was 19%. For prevalent patients, 91% were on hemodialysis and 9% on peritoneal dialysis, 32,499 (29%) were on a waiting list of renal transplant, 37% were overweight/obese, 29% were diabetics, 16% had PTH levels > 600 pg/ml and 26% hemoglobin < 10 g/dl. A venous catheter was the vascular access for 17% of the hemodialysis patients. Conclusion: During 2011-2014 the prevalence and incidence rates of patients on dialysis tended to increase, while the gross mortality rate remained stable. In 2014, diabetes was the primary renal disease in 42% of the new dialysis patients.
Descritores: Diálise Renal/estatística & dados numéricos
Censos
Falência Renal Crônica/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Vigilância da População
Transplante de Rim
Falência Renal Crônica/terapia
Nefrologia/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-844174
Autor: Zimmermann, Ivan R; Silva, Marcus T; Galvao, Tais F; Pereira, Mauricio G.
Título: Health-related quality of life and self-reported long-term conditions: a population-based survey
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;39(1):62-68, Jan.-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: Objective: To estimate and compare the effect of self-reported long-term health conditions and sociodemographic factors on perceived health-related quality of life (HRQoL). Methods: A population-based survey of adults (18 to 65 years) living in Brasilia, Brazil, was conducted in 2012. Descriptive and multivariate analyses using a Tobit model were performed with data on sociodemographic variables, self-reported conditions, and the European Quality of Life-5 Dimensions (EQ-5D) health states, providing utility scores (preferred health state) between 0 and 1 for HRQoL estimates. Results: The mean utility of 1,820 adults interviewed (mean age: 38.4±12.6 years) was 0.883 (95% confidence interval [95%CI] 0.874-0.892), with 76.2% in the highest utility range (0.8 to 1.0). EQ-5D dimensions with moderate problems were pain/discomfort (33.8%) and anxiety/depression (20.5%). Serious problems were reported by only 0.3% of the sample in the mobility and self-care domain and by 3.1% in the pain/discomfort domain. Multivariate analysis revealed reduced HRQoL in individuals with depression, diabetes, and hypertension. Living in satellite towns (outside the city core), belonging to a lower economic class, or not being formally employed were also associated with decreased HRQoL. Beta coefficients for these impacts ranged from -0.033 (not formally employed) to -0.141 (depression), reflecting the strongest impact. Conclusion: Of the long-term health conditions studied, depression had the greatest impact on HRQoL. Social class, employment status, and place of residence also affected HRQoL.
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Autoimagem
Doença Crônica/psicologia
Depressão/psicologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Vigilância da População
Nível de Saúde
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952465
Autor: Fabretti, Sandra de Carvalho; Brassica, Sandra Cristina; Cianciarullo, Marco Antonio; Romano-Lieber, Nicolina Silvana.
Título: Rastreadores para a busca ativa de eventos adversos a medicamentos em recém-nascidos / Rastreadores para la búsqueda activa de eventos adversos con medicamentos en recién nacidos / Triggers for active surveillance of adverse drug events in newborns
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);34(9):e00069817, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo foi verificar a aplicação e o desempenho dos rastreadores para a busca ativa de eventos adversos a medicamentos em recém-nascidos hospitalizados. Trata-se de um estudo de coorte prospectivo. A pesquisa foi realizada em um hospital universitário, nas unidades de cuidado neonatal, durante o período de março a setembro de 2015. Uma lista de rastreadores foi desenvolvida para ser utilizada na identificação de eventos adversos a medicamentos nessa população. A lista contemplou rastreadores antídotos, clínicos e laboratoriais. Foram incluídos 125 recém-nascidos que utilizaram medicamentos durante a internação. Os prontuários dos recém-nascidos eram avaliados, a fim de detectar a existência de um rastreador. Se o rastreador fosse encontrado, seguia-se com uma revisão à procura de possíveis eventos adversos a medicamentos ocorridos. O rendimento de cada um dos rastreadores para identificar eventos adversos a medicamentos foi calculado e depois categorizado de acordo com o desempenho. Novecentos e vinte e cinco rastreadores identificaram 208 suspeitas de eventos adversos a medicamentos. A taxa de rendimento geral dos rastreadores foi de 22,5%. Os rastreadores mais identificados nos prontuários foram: queda da saturação de oxigênio, aumento da frequência de evacuação, suspensão de medicamento e vômito. Os rastreadores de alto desempenho na identificação de eventos adversos a medicamentos foram: aumento da creatinina, aumento da ureia, enterocolite necrosante, prescrição de flumazenil, hipercalcemia, hipercalemia, hipernatremia, hipersedação. Os rastreadores elencados com base neste estudo podem ser utilizados para a busca de eventos adversos a medicamentos em instituições de saúde de perfil semelhante, devendo ser considerados aqueles que obtiveram melhor desempenho e menor carga de trabalho para serem identificados.

El objetivo fue verificar la aplicación y el desempeño de los rastreadores para la búsqueda activa de eventos adversos con medicamentos en recién nacidos hospitalizados. Se trata de un estudio de cohorte prospectivo. La investigación se realizó en un hospital universitario, dentro de las unidades de cuidado neonatal, durante el período de marzo a septiembre de 2015. Se desarrolló una lista de rastreadores para que fuera utilizada en la identificación de eventos adversos con medicamentos en esa población. La lista contempló rastreadores antídotos, clínicos y de laboratorio. Se incluyeron a 125 recién nacidos a quienes se les administró medicamentos durante el internamiento. Los registros médicos de los recién nacidos se evaluaron, con el fin de detectar la existencia de un rastreador. Si se encontraba el rastreador, se continuaba con una revisión, en búsqueda de posibles eventos adversos con medicamentos acaecidos. El rendimiento de cada uno de los rastreadores para identificar eventos adversos con medicamentos fue calculado, y después categorizado, de acuerdo con el desempeño. Novecientos veinticinco rastreadores identificaron 208 eventos adversos con medicamentos sospechosos. La tasa de rendimiento general de los rastreadores fue de un 22,5%. Los rastreadores más identificados en los registros médicos fueron: caída de la saturación de oxígeno, aumento de la frecuencia de evacuación, suspensión de medicamentos y vómito. Los rastreadores de alto desempeño en la identificación de eventos adversos con medicamentos fueron: aumento de la creatinina, aumento de la urea, enterocolitis necrotizante, prescripción de flumazenil, hipercalcemia, hipercalemia, hipernatremia, hipersedación. Los rastreadores expuestos en base a este estudio se pueden utilizar para la búsqueda de eventos adversos con medicamentos en instituciones de salud con un perfil semejante, debiendo ser considerados aquellos que obtuvieron un mejor desempeño y menor carga de trabajo para ser identificados.

The study aimed to verify the application and performance of triggers for adverse drug events in hospitalized newborns. This prospective cohort study was conducted in the neonatal care units of a university hospital from March to September 2015. A list of triggers was developed for the identification of adverse drug events in this population. The list included antidote, clinical, and laboratory triggers. A total of 125 newborns who had received drugs during the hospitalization were included. Neonatal patient charts were screened to detect triggers. When a trigger was found, the patient chart was reviewed to identify possible adverse drug events. Each trigger's yield in the identification of adverse drug events was calculated and then classified according to its performance. Nine hundred and twenty-five triggers identified 208 suspected adverse drug events. The triggers' overall yield was 22.5%. The most frequently identified triggers were: drop in oxygen saturation, increased frequency of bowel movements, medications stop, and vomiting. The triggers with the best performance in the identification of adverse drug events were: increased creatinine, increased urea, necrotizing enterocolitis, prescription of flumazenil, hypercalcemia, hyperkalemia, hypernatremia, and oversedation. The triggers identified in this study can be used to track adverse drug events in similar neonatal care services, focusing on the triggers with the best performance and the lowest workload in the identification.
Descritores: Vigilância da População/métodos
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/diagnóstico
Farmacovigilância
-Padrões de Referência
Brasil
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Valor Preditivo dos Testes
Estudos Prospectivos
Reprodutibilidade dos Testes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 992 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1003142
Autor: Ruiz, Nicolás; Rincón, Gustavo Adolfo; Parra, Héctor Julio; Duque, Jonny Edward.
Título: Dinámica de oviposición de Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae), estado gonadotrófico y coexistencia con otros culícidos en el área Metropolitana de Bucaramanga, Colombia / Oviposition dynamics of Aedes (Stegomyia) aegypti (Diptera: Culicidae), gonadotrophic state and coexistence with other culicidae in the metropolitan area of Bucaramanga
Fonte: Rev. Univ. Ind. Santander, Salud;50(4):308-319, oct.-dic. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción: Las zonas urbanas tropicales favorecen la presencia de Aedes aegypti en el continente americano. Otros culícidos pueden compartir la misma área de distribución con este mosquito, lo cual justifica que se deban monitorear. Objetivo: Conocer la dinámica de oviposición de A. aegypti, evaluar su estado gonadotrófico y determinar taxonómicamente la presencia de otros culícidos en el área metropolitana de Bucaramanga. Metodología: Para este propósito fueron instaladas trampas de oviposición (N=960) cebadas con infusión de heno (10%) durante un año en cuatro localidades (Norte, Girón, Piedecuesta y Floridablanca). Las ovitrampas permanecieron instaladas durante cinco días en intradomicilio y peridomicilio, paralelamente se colectaron larvas en plantas como bromelias y depósitos de agua en cada lugar de colecta. En el mes de mayo de 2014 fueron capturadas con un aspirador eléctrico y trampas StegTrap hembras de A. aegypti y Cx. quinquefasciatus a las cuales se les estimó su estado gonadotrófico. Datos ambientales como precipitación y temperatura fueron correlacionados con índices de oviposición. Resultados: Se obtuvieron 25.254 huevos de A. aegypti (Girón 39,1%, Bucaramanga 36,8% Floridablanca 15,2% y Piedecuesta 8,9%) en general los índices de oviposición fueron mayores en peridomicilio con correlaciones positivas (> 0. 5) entre los índices NOP, NH e IPO en peridomicilio y IPO y IDH en intradomicilio con la precipitación y la humedad. En cuanto al estado gonotrófico se determinó que las hembras de A. aegypti presentaron hasta dos ciclos gonadotróficos en las áreas examinadas. En las colectas activas en peridomicilio se encontró, Culex spissipes, Culex quinquefasciatus, Limatus durhamii, Toxorhynchites spp y Wyeomyia davisi. Conclusión: A. aegypti fue presente en todas localidades y se reportan otros culícidos potenciales vectores en el área metropolitana.

Abstract Introduction: Tropical urban areas favor the presence of Aedes aegypti in the American continent. Other mosquitoes can share the same geographic distribution with this mosquito, which justifies that they must be monitored. Objective: It is to know the dynamics of oviposition of A. aegypti, evaluate its gonadotrophic state and determine taxonomically the presence of other culicidae in the metropolitan area of Bucaramanga. Methodology: Oviposition traps (N = 960) were baited with hay infusion (10%) for one year in four locations (Norte, Girón, Piedecuesta and Floridablanca). The ovitraps were kept for five days indoors and outdoors, while larvae were collected in plants such as bromeliads and water reservoirs from each collecting site. In the month of May 2014, were captured with an electric aspirator and traps to catch females of A. aegypti and Culex quinquefasciatus to which were estimated their gonadotrophic state. Environmental data such as precipitation and temperature were correlated with the collected eggs and their oviposition indices. Results: 25,254 eggs of A. aegypti were obtained (39.1% Girón, 36.8% Bucaramanga, 15.2% Floridablanca and 8.9% Piedecuesta). In general, oviposition rates were higher outdoors. As for the gonotrophic state, it was detected that females of A. aegypti can have for over two gonadotrophs cycles. In the active catch outdoors were found Culex spp., Culex quinquefasciatus, Limatus durhamii, Toxorhynchites spp and Wyeomyia davisi. Conclusion: A. aegypti was present in all localities and other mosquitoes are reported in the metropolitan area.
Descritores: Oviposição
-Controle de Mosquitos
Vigilância da População
Monitoramento
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CO48.1 - Biblioteca Médica


  10 / 992 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889656
Autor: Nascimento, Fabiana Alves do; Silva, Sara Araújo da; Jaime, Patricia Constante.
Título: Cobertura da avaliação do estado nutricional no Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional brasileiro: 2008 a 2013 / Coverage of assessment of nutritional status in the Brazilian Food and Nutritional Surveillance System, 2008-2013 / Cobertura de la evaluación del estado nutricional en el Sistema de Vigilancia Alimentaria y Nutricional brasileño, de 2008 a 2013
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(12):e00161516, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: Este estudo tenciona descrever e analisar a cobertura nacional da avaliação do estado nutricional da população usuária de serviços públicos de saúde registrada no Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional Web SISVAN), entre 2008 e 2013. Trata-se de um estudo ecológico com dados secundários de sistemas de informação. Os indicadores construídos foram: percentuais de cadastramento e utilização; cobertura total e de dados provenientes do Programa Bolsa Família, corrigidos pela população usuária do Sistema Único de Saúde SUS) e descritos segundo as Unidades da Federação UF), macrorregiões e/ou fases do curso da vida. A análise foi realizada por meio de estatística descritiva, regressão linear para a estimativa da variação temporal e correlação de Spearman entre a cobertura total e variáveis sociodemográficas e de saúde. Entre 2008 e 2013, mais de 99% dos municípios possuíam indivíduos) cadastrados) e acompanhados) no sistema e as maiores frequências e variações totais de cobertura foram alcançadas no Nordeste e Norte. A cobertura nacional variou de 9,78% a 14,92%, com tendência estatisticamente significativa de aumento. O maior volume de informações advém de crianças e adolescentes. A participação do Programa Bolsa Família no SISVAN passou de 57,17% para 85,78% dos dados. O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal e o Produto Interno Bruto per capita das UF mostraram-se inversamente correlacionados à cobertura, e as equipes de saúde da família, positivamente. Os resultados apontam para uma cobertura ainda baixa para um sistema que se pretende universal. Observa-se aumento significativo da cobertura no período e desvelam-se fatores relacionados a esse aumento.

Abstract: This study aims to describe and analyze nationwide coverage of the assessment of nutritional status in the user population of public health services recorded in Brazil's Online Food and Nutritional Surveillance System SISVAN) from 2008 to 2013. This was an ecological study of secondary data from information systems. The indicators were: percentages of registration in and utilization of the system; total coverage and coverage of data from the Bolsa Família Program, corrected according to the user population of the Brazilian Unified National Health System SUS) and described according to the states of Brazil and Federal District, major geographic regions, and/or life cycle phases. The analysis used descriptive statistics, linear regression for estimation of temporal variation, and Spearman's correlation between total coverage and social, demographic, and health variables. From 2008 to 2013, more than 99% of Brazil's municipalities counties) had individuals enrolled and monitored in the system, and the highest frequencies and total variations in coverage appeared in the Northeast and North. Nationwide coverage ranged from 9.78% to 14.92%, with a statistically significant upward trend. The largest volume of data was for children and adolescents. The Bolsa Família Program's share of data in SISVAN increased from 57.17% to 85.78%. The municipal human development index and per capita gross domestic product in the states were inversely correlated with coverage, and family health teams were directly correlated. The results indicate persistently low coverage for a system that is intended to be universal. The study showed a significant increase in coverage during the period analyzed and revealed factors related to this increase.

Resumen: Este estudio pretende describir y analizar la cobertura nacional de la evaluación del estado nutricional de la población usuaria de servicios públicos de salud, registrada en el Sistema de Vigilancia Alimentaria y Nutricional Web SISVAN), entre 2008 y 2013. Se trata de un estudio ecológico con datos secundarios de sistemas de información. Los indicadores construidos fueron: porcentajes de registro y utilización; cobertura total y de datos, provenientes del Programa Beca Familia, corregidos por la población usuaria del Sistema Único de Salud SUS) y descritos según las Unidades de la Federación UF), macrorregiones y/o fases de la trayectoria de vida. El análisis se realizó mediante estadística descriptiva, regresión lineal para la estimativa de la variación temporal y correlación de Spearman entre la cobertura total y variables sociodemográficas y de salud. Entre 2008 y 2013, más de un 99% de los municipios contaban con individuos) registradoss) y acompañados) en el sistema y las mayores frecuencias y variaciones totales de cobertura se alcanzaron en el Nordeste y Norte. La cobertura nacional varió de 9,78% a 14,92%, con una tendencia estadísticamente significativa de aumento. El mayor volumen de información proviene de niños y adolescentes. La participación del Programa Beca Familia en el SISVAN pasó de 57,17% a un 85,78% de los datos. El Índice de Desarrollo Humano Municipal y el Producto Interno Bruto per cápita de las UF se mostraron inversamente correlacionados a la cobertura, y a los equipos de salud de la familia, positivamente. Los resultados indican una cobertura todavía baja para un sistema que pretende ser universal. Se observa un aumento significativo de la cobertura en el período y se desvelan factores relacionados con este aumento.
Descritores: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde/métodos
Avaliação Nutricional
Inquéritos Nutricionais/estatística & dados numéricos
Vigilância da População/métodos
Estado Nutricional
Política Nutricional
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Estudos Epidemiológicos
Modelos Lineares
Densidade Demográfica
Estatísticas não Paramétricas
Pessoa de Meia-Idade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 100 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde