Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.478.566.350 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 580 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 58 ir para página                         

  1 / 580 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1078391
Autor: Tzu, Lin Hui.
Título: Aplicação da técnica de imunoensaio enzimático de multiplicação para dosagem de ciclosporina em amostra de sangue absorvido no papel / Application of the enzyme immunoassay technique multiplication cyclosporin dosage blood sample absorbed into the paper.
Fonte: São Paulo; IDPC; 2000. 21 p.
Idioma: pt.
Resumo: Investigar a aplicabilidade da técnica de imunoensaio enzimático de multiplicação (Enzyme-multiplied immunoassay technique/EMIT) para dosagem de ciclosporina A (CsA) nas amostras de sangue absorvido no papel (STAP)...
Descritores: Ciclosporina
Monitoramento de Medicamentos
Papel
Transplante
Técnicas Imunoenzimáticas
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
Br79.1


  2 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1073976
Autor: Costa, Emanuela Avelar Silva.
Título: Introdução da reação em cadeia da polimerase em tempo real no algoritmo de testes laboratoriais para o diagnóstico de infecção por HTLV-1 e HTLV-2 / Use of the real-time polymerase chain reaction in the HTLV-1 and HTLV-2 infections diagnostic testing algorithm.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 101 p. ilus, tab, graf, map.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado)Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Em vista das dificuldades encontradas no diagnóstico de infecção por vírus linfotrópicos de células T humanas dos tipos 1 e 2 (HTLV-1 e HTLV-2) no Instituto Adolfo Lutz (IAL) de São Paulo, foi proposto o presente estudo que objetivou avaliar o valor do cut-off dos testes de triagem sorológica e os algoritmos de testes laboratoriais, dando ênfase ao emprego da reação em cadeia da polimerase (PCR) como teste confirmatório. Do total de 3.271 amostras de sangue provenientes da rotina diagnóstica dos anos de 1998 a 2010: (a) 2.312 amostras de soro (1998-2006) foram empregadas para estabelecer o melhor valor de cut-off para os ensaios imunoenzimáticos (EIAs) usando a análise ROC (receiving operating characteristics); (b) 313 amostras de sangue (2009) foram analisadas por algoritmo de duas coletas seqüências de sangue; (c) 73/959 amostras de sangue reagentes na triagem sorológica (2007-2010) foram empregadas no estudo comparativo de sensibilidade e custo dos testes confirmatórios de Western blot (WB), PCR convencional (tax e pol) e PCR em tempo real (pol). As PCRs foram otimizadas usando DNA extraído de linhagens celulares infectadas por HTLV-1 (C91-PL) e por HTLV-2 (BBF) e realizada pesquisa de gene da albumina humana como controle endógeno. Os resultados da análise ROC mostraram que um ajuste no valor do cut-off dos EIAs de 3ª geração aumentou a especificidade desses ensaios em 7,8%, sem alterar significativamente a sua sensibilidade. O algoritmo de coleta seqüencial de sangue se mostrou inadequado sendo mais apropriada a coleta única em tubo contendo anticoagulante. Os resultados do ensaio confirmatório de WB mostraram que este foi mais sensível (90,56%) do que a PCR convencional (77,36%) e a PCR em tempo real (79,25%), provavelmente pela pequena carga proviral de HTLV-1 e HTLV-2 presente no sangue, principalmente de portadores assintomáticos. Todavia, as técnicas de PCR se mostraram úteis na elucidação de amostras com padrão indeterminado à...
Descritores: Reação em Cadeia da Polimerase
Técnicas Imunoenzimáticas
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
VIRUS TEMEFOS LINFOTROPICO T HUMANO
Western Blotting
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, C837int, 2010


  3 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1087458
Autor: Sandoval, C; Vásquez, B.
Título: Evaluación de reactividad inmunohistoquímica con método del Complejo Avidina­Biotina (ABC) / Evaluation of immunohistochemical reactivity with Avidin-Biotin Complex (ABC) method
Fonte: Int. j. med. surg. sci. (Print);3(3):909-918, sept. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Inmunohistoquímica es toda técnica que permite detectar in situ componentes celulares y extracelulares por medio de anticuerpos específicos, empleando sistemas de detección enzimáticos. Dentro de los métodos inmunohistoquímicos, la técnica del complejo avidina­biotina(ABC) es ampliamente utilizada debido a su alta sensibilidad. El objetivo del presente estudio fueevaluar la reactividad inmunohistoquímica del anticuerpo 4C4.9 para la detección de la proteínaS-100, utilizando el método ABC. Para la evaluación de la reactividad inmunohistoquímica se utilizaron 2 biopsias de piel humana con diagnóstico histopatológico de melanoma maligno nodular ulcerado y nevus melanocítico intradérmico, provenientes del Laboratorio de Investigación en Biotecnología Animal de la Universidad de La Frontera, Temuco, Chile. Se utilizó el Kit VECTASTAIN®como método de detección, la dilución del anticuerpo 4C4.9 fue 1/250 y la temperatura de incubación fue a 4 ºC ó 37 ºC por 18 horas. Para validar la técnica, se realizó un control positivo y otro negativo para 4C4.9. Los resultados de la tinción inmunohistoquímica por el método del complejo ABC mostraron tinción positiva para la proteína S-100, tanto en melanoma maligno nodular ulcerado, como en nevus melanocítico intradérmico, incubados durante 18 horas a 4 ºC ó 37 ºC. Sin embargo, la inmunotinción fue más intensa cuando el anticuerpo primario se incubó a 37 ºC. Para una correcta interpretación de los resultados, es necesario tener en consideración que la reacción antígeno-anticuerpo se ve influenciada por diversos factores, como la concentración del anticuerpo, el tiempo y la temperatura de incubación. En conclusión, nuestros resultados sugieren incubarlas muestras con el primer anticuerpo (4C4.9) en una dilución de 1/250 en agua destilada, incu-bando durante 18 h a 37 ºC. Se recomienda la utilización del anticuerpo 4C4.9 como apoyo al diagnóstico y diagnóstico diferencial.

Immunohistochemistry is anytechnique that can detect cellular and extracellular components in situ by means of specific antibodies,using enzymatic detection systems. Among immunohistochemical methods, the technique ofavidin - biotin complex (ABC) is widely used because of its high sensitivity. The aim of this study was to evaluate the immunohistochemical reactivity of the4C4.9 antibody for detection of S-100 protein using the ABC method. For the evaluation ofimmunohistochemical reactivity 2 biopsies of humanskin were used with histopathological diagnosis ofulcerated malignant melanoma and melanocyticintradermal nevi from the Research Laboratory onAnimal Biotechnology of the Universidad de La Fron-tera, Chile. The Kit VECTASTAIN® was used asdetection method, the dilution the 4C4.9 antibodywas 1/250 and incubation temperature was at 4 °Cor 37 °C for 18 hours. To validate the technique, apositive control and a negative for 4C4.9 was performed. The results of immunohistochemicalstaining by the method of ABC complex showed positive staining for protein S-100 both in ulcerated malignant melanoma and melanocytic intradermalnevi, incubated for 18 hours at 4 °C or 37 °C.However, immunostaining was more intense when the primary antibody was incubated at 37° C. For acorrect interpretation of the results, it is necessary to take into consideration that the antigen-antibody reaction is influenced by various factors such as the concentration of antibody, time and temperature ofincubation. In conclusion, our results suggest incubating the samples with the first antibody (4C4.9)at 1/250 dilution in distilled water, incubating for 18h at 37 ºC. However, immunostaining was moreintense when the primary antibody was incubated at37° C. For a correct interpretation of the results, it isnecessary to take into consideration that antigen-antibody reaction is influenced by various factors suchas the concentration of antibody, time and temperature of incubation. In conclusion, our results suggest incubating the samples with the first antibody(4C4.9) at 1/250 dilution in distilled water, incubating for 18 h at 37 ºC. The use of the antibody 4C4.9 is recommended to support the diagnosis and differential diagnosis.
Descritores: Biotina/metabolismo
Imuno-Histoquímica/métodos
Avidina/metabolismo
Técnicas Imunoenzimáticas/métodos
Especificidade de Anticorpos
-Biotina/química
Avidina/química
Proteínas de Transporte
Tipo de Publ: Estudo Clínico
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  4 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Sotto, Mirian Nacagami
Id: lil-120567
Autor: Sotto, Mírian Nacagami.
Título: Leishmaniose tegumentar americana: imunopatologia diagnóstica e contribuiçäo à patogenia / American tegumentary leishmaniasis: diagnostic immunopathology and contribution to the pathogenesis.
Fonte: s.l; s.n; 1986. 74 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O quadro histopatológico da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é representaod por inflamaçäo crônica inespecífica por vezes com formaçäo de granulomas epitelióides. A plasmocitose, as alteraçöes do colágeno e vasculares associadas completam o quadro sugestivo, porém näo característico da doença . A sua especificidade depende da demonstraç1 o dos parasitas, os quais geralmente säo muito escassos. Com o propósito de desenvolver metodologia diagnóstica em material de biópsias de pele e mucosas na LTA foram estudados espécimes provenientes de quarenta doentes da Divisäo de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Säo Paulo. A caracterizaçäo da doença foi firmada pelo exame clínico, reaçäo intradêrmica de MONTENEGRO e pesquisa de anticorpos séricos antileishmânia. Dezenove biópsias apresentaram resposta inflamatória inespecífica e vinte e uma inflamaçäo com formaçäo de granulomas epitelióides. A positividade do encontro de parasitas no exame histopatológico foi de 20%. A positividade alcançada com a metodologia desenvolvida foi de 88,46% pela técnica de imunofluorescência indireta em amterial congelado, 89,28% em material parafinado e 64,51% pela técnica de peroxidase-antiperoxidase (PAP). Nä houve diferenças, estatisticamente significativas, na positividade de antígeno entre as três técnicas utilizadas ou segundo o tipo de resposta tecidual. A metodologia realizada possibilitou determinar os caminhos e as diferentes morfologias de expressäo do antígeno parasitário. Este apresentou-se com 4 padröes: formas amastigotas (AM), padräo celular (PC), fluorescêncioa em zona de membrana basal (ZMB) e padräo vascular (PV). Näo houve diferenças na fdorma de apresentaçäo do antígeno em relaçäo ao tipo de resposta tecidual...
Descritores: Leishmaniose Cutânea/patologia
-Biópsia
Leishmania braziliensis/imunologia
Leishmania mexicana/imunologia
Antígenos de Protozoários/imunologia
Imunofluorescência
Técnicas Imunoenzimáticas
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/2050.00; BR66.1; W4.DB8 SP.USP FM-2 So79l


  5 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-960427
Autor: Arce Hernández, Ada Amalia; Villaescusa Blanco, Rinaldo; Merlín Linares, Julio César; Guerreiro Hernández, Ana María; Leyva Rodríguez, Aymara; Hernández Padrón, Carlos.
Título: Anticuerpos naturales antibanda-3 e intensidad del dolor en enfermos con drepanocitosis durante crisis vasoclusiva dolorosa / Natural band-3 antibodies and intensity of pain in patients with drepanocytosis during painful vasooclusive crisis
Fonte: Rev. cuba. hematol. inmunol. hemoter;33(3):108-110, jul.-set. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Traço Falciforme/fisiopatologia
Proteína 1 de Troca de Ânion do Eritrócito/uso terapêutico
-Técnicas Imunoenzimáticas/métodos
Complexo 3 de Proteínas Adaptadoras
Limites: Feminino
Tipo de Publ: Carta
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  6 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-978406
Autor: Llanes, Agramonte; Rodriguez Lay, Licel de los A; Sariego Frometa, Susel; Rivero Jiménez, Rene A; Mustelier Celsa, Gelquin Luis; Bello Corredor, Marité; Lam Diaz, Rosa Maria; Graña Ayllon, Gladys.
Título: Genotipos del virus de la Hepatitis C en pacientes hemofílicos / Genotypes of Hepatitis C virus in hemophilic patients
Fonte: Rev. cuba. hematol. inmunol. hemoter;34(1):51-57, ene.-mar. 2018. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Técnicas Imunoenzimáticas/métodos
Hepacivirus/genética
Genótipo
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Longitudinais
Hemofilia A/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895389
Autor: Costa, Fernanda V. A. da; Valle, Stella de F; Machado, Gustavo; Corbellini, Luís G; Coelho, Elisa M; Rosa, Rafael B; González, Félix H. D.
Título: Hematological findings and factors associated with feline leukemia virus (FeLV) and feline immunodeficiency virus (FIV) positivity in cats from southern Brazil / Achados hematológicos e fatores associados a positividade pelo vírus da leucemia felina (felv) e vírus da imunodeficiência felina em gatos do sul do Brasil
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(12):1531-1536, dez. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Using a retrospective study, 493 cats tested for FeLV and FIV were selected for analysis of the association between hematologic findings and positivity at immunoassay test. Individual and hematologic variables were assessed considering the influence of results using univariate and multivariate logistic regression analysis. Out 153 of the 493 cats were positive for FeLV (31%), 50 were positive for FIV (10.1%) and 22 were positive for both FIV and FeLV (4.4%). Multivariate analysis detected significant associations between FeLV infection and age below 1 year (p=0.01), age from 1 to 10 years (p=0.03), and crossbreed (p=0.04). Male cats were more likely to be FIV-positive (p=0.002). Regarding hematological changes, FeLV-positive cats have higher odds to anemia, leukopenia and lymphopenia than FeLV-negative cats. FIV-positive cats are more likely to have anemia than negative. Identification of associated factors related to animal status and correlation of hematological disorders with infection by retroviruses in cats could be useful for detecting these retroviral diseases in cats.(AU)

Através de um estudo retrospectivo, 493 gatos testados para FeLV e FIV foram selecionados para análise da associação entre as alterações hematológicas e a positividade no teste imunoenzimático. Variáveis individuais e hematológicas foram consideradas para verificar a influência dos resultados utilizando análise de regressão logística univariada e multivariada. Um total de 153 de 493 gatos avaliados foram positivos para o FeLV (31%), 50 foram positivos para o FIV (10,1%) e 22 foram positivos para FIV e FeLV (4,4%). Análise multivariada detectou uma associação significativa entre a infecção pelo FeLV e a idade abaixo de 1 ano (P=0,01), idade entre 1 a 10 anos (P=0,03) e raça mista (P=0,04). Gatos machos foram mais predispostos a serem positivos para FIV (P=0,002). Com base nas alterações hematológicas, gatos positivos para o FeLV tem maior odds para apresentar anemia, leucopenia e linfopenia que os negativos. Gatos positivos para FIV possuem maiores chances de apresentarem anemia que os gatos negativos. A identificação dos fatores associados à infecção relacionados ao perfil do animal e a correlação com os distúrbios hematológicos com a infecção, pode ser útil para detecção das doenças retrovirais em gatos.(AU)
Descritores: Infecções por Lentivirus/epidemiologia
Vírus da Imunodeficiência Felina/isolamento & purificação
Vírus da Leucemia Felina/isolamento & purificação
Infecções por Retroviridae/epidemiologia
-Leucemia/veterinária
Estudos Retrospectivos
Técnicas Imunoenzimáticas/veterinária
Leucopenia/veterinária
Linfopenia/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-777071
Autor: Martín Alfonso, Dayamí; Romero Martínez, Kenia; Pérez Guevara, María Teresa; Fragas Quintero, Anitza; Silva Cabrera, Eladio.
Título: Evaluación de la estabilidad del sistema de diagnóstico inmunoenzimático DAVIH VIH-2 / Evaluation of the stability of the immunoenzymatic diagnostic system DAVIH VIH-2
Fonte: Rev. cuba. med. trop;67(3):0-0, dic. 2015. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: el estudio de la estabilidad de los componentes y el producto terminado constituye un importante requisito regulatorio en los diagnosticadores. Objetivo: realizar un estudio de estabilidad en tiempo real durante doce meses del sistema inmunoenzimático (ELISA) DAVIH VIH-2. Métodos: se realizó un estudio de estabilidad en tiempo real durante doce meses en tres lotes del diagnosticador DAVIH VIH-2, ELISA indirecto diseñado para la detección de anticuerpos contra el virus de inmunodeficiencia humana tipo 2 en suero o plasma humano. Se controlaron los requisitos de calidad de los componentes de acuerdo a sus especificaciones. Se estudió la normalidad de valores de densidad óptica/valor límite y la homogeneidad de las medias y varianzas mediante las dócimas de Grubbs y Cochran. Se estimó la precisión en los controles positivo y negativo del sistema y en seis muestras con diferente reactividad al virus de inmunodeficiencia humana tipo 2 mediante el cálculo del coeficiente de variación y se confeccionaron las cartas de control de los valores de las medias de densidad óptica respecto al tiempo. Resultados: los requisitos de calidad de cada componente se cumplieron durante 12 meses, excepto las características funcionales del conjugado a partir de los seis meses. Los valores en las dócimas de Grubbs y Cochran fueron menores que los valores críticos tabulados para α del 1 y 5 por ciento por lo que existió homogeneidad en las medias y las varianzas en todo el periodo. El coeficiente de variación se mantuvo inferior al 10 por ciento excepto en las muestras con reactividad media y baja, mientras que en las cartas de control, los valores de densidad óptica se mantuvieron en el límite de la media ±2 desviaciones estándar hasta el noveno mes(AU)
Descritores: Técnicas Imunoenzimáticas/métodos
Reatividade-Estabilidade
-Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/métodos
HIV-2/imunologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-933231
Autor: Jacob, Fabrício.
Título: Levantamento do perfil sorológico de infecção pelos vírus linfotrópicos de células T humanas dos tipos 1 e 2 (HTLV-1 e HTLV-2) em casuística encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz de São Paulo para análise.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 103 p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Problemas nos testes diagnósticos de infecção pelo vírus linfotrópicos de células T humanas (HTLV), principalmente HTLV-2, tem sido observados em pacientes com HIV/Aids. Desde Dezembro de 1998, a Seção de Imunologia do Instituto Adolfo Lutz de São Paulo (IAL) oferece esta sorologia para Serviços de Saúde Pública que atendem populações consideradas de risco para esta infecção. Com o objetivo de verificar o perfil sorológico da casuística encaminhada ao IAL para análise, foi realizado o presente estudo. No período de dezembro de 1998 a março de 2006, 2.312 amostras de soro: 1.393 de Centros de Referência e Treinamento em Aids (CRTA - Grupo I; 411 mulheres e 982 homens) e 919 de Ambulatórios de Especialidades do SUS (AE - Grupo II; 381 mulheres e 539 homens) foram avaliadas quanto à presença de anticorpos anti-HTLV-1/2. Hum mil oitocentos e cinqüenta e sete soros (80,32%) foram testados por dois ensaios imunoenzimáticos (EIAs) e 455 (19,58%) por um EIA. Soros que resultaram reagentes em pelo menos um EIA foram confirmados por Western Blot (WB 2.4, Genelabs). Sete “kits” EIAs foram empregados durante o período. Os resultados obtidos mostraram infecção tanto por HTLV-1 como por HTLV-2 em ambos os Grupos e um grande número de soros com padrão indeterminado ao WB. Houve maior número de mulheres com sorologia positiva para o HTLV-1 no Grupo II (AE) e mais mulheres com sorologia positiva para o HTLV-2, no Grupo I (CRTA). A população masculina mostrou mais soros com padrão 2 indeterminado no WB, principalmente do Grupo II. Houve grande variabilidade de perfis de WB indeterminados com predomínio dos padrões GD21 e GD21, rgp46-II em soros do CRTA e dos padrões p24 e p19, em soros de pacientes de AE. Houve em avaliação longitudinal, soroconfirmação para HTLV-1/2 em amostras de sangue independentemente de gênero e Grupo. Nenhum “kit” EIA de 1a, 2a ou 3a geração isoladamente foi capaz de detectar todos os soros verdadeiramente positivos para HTLV-1/2, sendo os ...
Descritores: Western Blotting
Diagnóstico
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
HUMAN T-LYMPHOTROPIC VIRUS TEMEFOS
Técnicas Imunoenzimáticas
Sorologia
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, J15L, 2007


  10 / 580 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-911354
Autor: Teixeira, L. S. A; Mineiro, A. L. B. B; Batista, J. F; Santana, M. V; Soares, F. F. F; Paula, N. R. O; Lima, D. S; Damasceno, T. C. M; Porfirio, K. P; Lustosa, M. S. C.
Título: Avaliação das técnicas de imunodifusão em gel de ágar, ensaio imunoenzimático indireto e reação em cadeia da polimerase no diagnóstico da brucelose ovina / Evaluation of technical, immunodiffusion agar gel, enzyme-linked immunosorbent assay and polymerase chain reaction in the diagnosis of ovine brucellosis
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(3):787-792, maio-jun. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A brucelose na espécie ovina tem recebido destaque, uma vez que se trata de uma enfermidade que acomete o sistema reprodutivo dos animais, provocando sério comprometimento no setor produtivo. Dessa forma, objetivou-se a avaliação de três métodos para o diagnóstico da brucelose ovina: o ensaio imunoenzimático indireto (ELISAi), a técnica imunodifusão em gel de ágar (IDGA) e a reação em cadeia da polimerase (PCR). Para tanto, utilizaram-se 211 amostras de sangue de ovinos oriundos de propriedades de nove municípios da microrregião homogênea de Teresina, Piauí. As 211 amostras de sangue foram submetidas aos testes sorológicos e à PCR, visando detectar anticorpos anti-B. ovis e DNA de Brucella ovis, respectivamente. Foram obtidos resultados positivos nos testes sorológicos, sendo 36 (17,06%) positivos no teste IDGA e sete (3,31%) positivos no teste ELISAi, contudo não houve resultados positivos na técnica de PCR. Dos métodos de diagnóstico utilizados neste estudo, o teste IDGA foi o que apresentou melhor desempenho na detecção de animais reagentes, quando comparado ao teste ELISAi e à PCR em amostras de sangue, e o percentual de animais soropositivos sugere uma ampla distribuição de ovinos infectados por Brucella ovis na região em estudo, o que pode causar prejuízos aos produtores.(AU)

Brucellosis in sheep has received a major focus, since it is a disease that affects the reproductive system of animals, causing serious impairment in the productive sector. Thus, three methods for the diagnosis of ovine brucellosis were evaluated as goal, the indirect Linked Immunosorbent Assay (ELISAi) test, the Immunodiffusion Agar Gel (AGID) technique and the Polymerase Chain Reaction (PCR). Therefore, we used 211 sheep blood samples from properties of nine municipalities of the homogeneous micro-region of Teresina, Piaui. The 211 blood samples were subjected to serologic testing and PCR to detect anti-B. ovis antibodies, and Brucella ovis DNA, respectively. Positive results in serological tests were obtained, 36 (17%) positive in the AGID test and seven (3.3%) positive to the ELISAi test, however, there were no positive results in the PCR technique. Of the diagnostic methods used in this study, the AGID test was the one that presented the best performance in the detection of reactive animals, when compared to ELISAi and PCR in blood samples and, the percentage of seropositive animals suggests a wide distribution of Brucella ovis infected sheep in the study region and could cause loss to producers.(AU)
Descritores: Brucelose Bovina/diagnóstico
Imunodifusão/estatística & dados numéricos
Técnicas Imunoenzimáticas/estatística & dados numéricos
Reação em Cadeia da Polimerase/estatística & dados numéricos
-Sorologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 58 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde