Base de dados : LILACS
Pesquisa : E05.830.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 21 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 21 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-771052
Autor: Cho, Sung Woo; Kim, Byung Gyu; Kim, Byung Ok; Byun, Young Sup; Goh, Choong Won; Rhee, Kun Joo; Kwon, Hyuck Moon; Lee, Byoung Kwon.
Título: Hemorheological and Glycemic Parameters and HDL Cholesterol for the Prediction of Cardiovascular Events / Parâmetros Hemorreológicos e Glicêmicos e HDL- Colesterol para a Predição de Eventos Cardiovasculares
Fonte: Arq. bras. cardiol;106(1):56-61, Jan. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Abstract Background: Hemorheological and glycemic parameters and high density lipoprotein (HDL) cholesterol are used as biomarkers of atherosclerosis and thrombosis. Objective: To investigate the association and clinical relevance of erythrocyte sedimentation rate (ESR), fibrinogen, fasting glucose, glycated hemoglobin (HbA1c), and HDL cholesterol in the prediction of major adverse cardiovascular events (MACE) and coronary heart disease (CHD) in an outpatient population. Methods: 708 stable patients who visited the outpatient department were enrolled and followed for a mean period of 28.5 months. Patients were divided into two groups, patients without MACE and patients with MACE, which included cardiac death, acute myocardial infarction, newly diagnosed CHD, and cerebral vascular accident. We compared hemorheological and glycemic parameters and lipid profiles between the groups. Results: Patients with MACE had significantly higher ESR, fibrinogen, fasting glucose, and HbA1c, while lower HDL cholesterol compared with patients without MACE. High ESR and fibrinogen and low HDL cholesterol significantly increased the risk of MACE in multivariate regression analysis. In patients with MACE, high fibrinogen and HbA1c levels increased the risk of multivessel CHD. Furthermore, ESR and fibrinogen were significantly positively correlated with HbA1c and negatively correlated with HDL cholesterol, however not correlated with fasting glucose. Conclusion: Hemorheological abnormalities, poor glycemic control, and low HDL cholesterol are correlated with each other and could serve as simple and useful surrogate markers and predictors for MACE and CHD in outpatients.

Resumo Fundamento: Parâmetros hemorreológicos e glicêmicos e o HDL-colesterol são utilizados como biomarcadores da aterosclerose e trombose. Objetivo: Investigar a associação e a relevância clínica da velocidade de hemossedimentação (VHS), fibrinogênio, glicose de jejum, hemoglobina glicada (HbA1c) e HDL-colesterol na predição de eventos adversos cardiovasculares (EAC) importantes em pacientes ambulatoriais. Métodos: 708 pacientes estáveis ambulatoriais foram incluídos no estudo e acompanhados por um período médio de 28,5 meses. Os pacientes foram subdivididos em pacientes sem EAC e pacientes com EAC, que incluíram morte súbita cardíaca, infarto agudo do miocárdio, doença coronariana recém-diagnosticada, e acidente vascular cerebral. Comparamos os parâmetros hemorreológicos, glicêmicos, e perfis lipídicos entre os grupos. Resultados: Pacientes com EAC apresentaram níveis significativamente mais elevados de VHS, fibrinogênio, glicose de jejum, e HbA1c, e níveis mais baixos de HDL-colesterol em comparação a pacientes sem EAC. VHS e níveis de fibrinogênio elevados, e baixos níveis de HDL-colesterol aumentaram significativamente o risco de EAC em análise de regressão multivariada. Além disso, VHS e fibrinogênio correlacionaram-se positivamente com HbA1c e negativamente com HDL-colesterol, mas não se correlacionaram com glicose de jejum. Conclusão: Distúrbios hemorreológicos, baixo controle glicêmico e baixo nível de HDL-colesterol correlacionam-se entre si e podem ser usados como marcadores substitutos simples, úteis, e como preditores de EAC e doença coronariana em pacientes ambulatoriais.
Descritores: Glicemia/análise
Doenças Cardiovasculares/sangue
HDL-Colesterol/sangue
Doença das Coronárias/sangue
Fibrinogênio/análise
Hemoglobina A Glicada/análise
-Sedimentação Sanguínea
Biomarcadores/sangue
Doenças Cardiovasculares/diagnóstico
Doenças Cardiovasculares/etiologia
Doença das Coronárias/diagnóstico
Doença das Coronárias/etiologia
Índice Glicêmico
Hemorreologia
Pacientes Ambulatoriais
Valor Preditivo dos Testes
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Risco
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Idoso
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-757985
Autor: Klarik, Zoltan; Tamas, Robert; Toth, Eniko; Kiss, Ferenc; Kovacs, Eva L.; Jäckel, Marta; Furka, Istvan; Nemeth, Norbert.
Título: Intra and postoperative evaluations of microcirculation and micro-rheological parameters in a rat model of musculocutaneous flap ischemia-reperfusion
Fonte: Acta cir. bras;30(8):551-560, Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE:To examine how the ischemia-reperfusion injury of latissimus dorsi-cutaneous maximus (LDCM) musculocutaneous flap affects the microcirculatory (flap's skin surface) and hemorheological parameters, and whether an intraoperative deterioration would predictively suggest flap failure in the postoperative period.METHODS: Ten healthy male rats were subjected to the study. In Group I the left flap was sutured back after 2-hour, while the contralateral side was right after its elevation. In Group II the same technique was applied, but the pedicle of the left flap was atraumatically clamped for 2-hour. The contralateral side was left intact. On the flap skin surface laser Doppler tissue flowmetry measurements were done before and after and during the protocols applied in the groups. Microcirculatory and hemorheological examinations were done postoperatively.RESULTS: The microcirculatory parameters significantly decreased during immobilization and ischemia. Afterwards, all the regions showed normalization. In the retrospective analysis there was a prominent difference between the microcirculatory parameters of necrotic and survived flap during the early postoperative days (1-3) in Group II. Erythrocyte aggregation and deformability showed only slight differences.CONCLUSIONS: Two-hour ischemia and reperfusion caused deterioration in latissimus dorsi-cutaneous maximus flap microcirculation. Predicting the possible postoperative complication, the intraoperative laser Doppler measurement can be informative.
Descritores: Hemorreologia/fisiologia
Microcirculação/fisiologia
Retalho Miocutâneo/irrigação sanguínea
Traumatismo por Reperfusão/fisiopatologia
Pele/irrigação sanguínea
Músculos Superficiais do Dorso/irrigação sanguínea
-Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos
Modelos Animais de Doenças
Período Intraoperatório
Fluxometria por Laser-Doppler
Retalho Miocutâneo/patologia
Período Pós-Operatório
Distribuição Aleatória
Transplante de Pele/métodos
Pele/patologia
Músculos Superficiais do Dorso/patologia
Fatores de Tempo
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cabral, Antônio Carlos Vieira
Texto completo
Id: lil-736310
Autor: Aquino, Larissa Oliveira de; Leite, Henrique Vítor; Cabral, Antônio Carlos Vieira; Brandão, Augusto Henriques F..
Título: Doppler flowmetry of ophthalmic arteries for prediction of pre-eclampsia / Dopplerfluxometria de artérias oftálmicas para predição de pré-eclâmpsia
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);60(6):538-541, Nov-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background: central nervous system (CNS) hyperperfusion is one of the events that constitute the pathophysiological basis for the clinical manifestations and complications of pre-eclampsia (PE). Detecting the increased flow in the CNS through Doppler flowmetry of the ophthalmic artery might precede the clinical onset of PE and could be used as a marker for subsequent development of PE. Objective: to evaluate the ophthalmic artery resistive index (OARI) values in the second trimester of pregnancy for prediction of the clinical manifestations of PE. Objective: to evaluate the ophthalmic artery resistive index (OARI) values in the second trimester of pregnancy for prediction of the clinical manifestations of PE. Methods: a total of 73 patients with risk factors for the development of PE were selected from the prenatal service at the HC-UFMG. They were submitted to ophthalmic artery Doppler flowmetry between 24 and 28 weeks of pregnancy and monitored until the end of the pregnancy to verify the occurrence of PE. ROC curves were created to determine the predictive characteristics of the OARI. Results: fourteen of the patients selected developed PE and 59 remained normotensive until the postpartum period. Patients with subsequent development of PE presented OARI values lower than patients that remained normotensive (0.682±0.028 X 0.700±0.029, p=0.044). Considering the development of PE as an outcome, the area under the OARI curve was 0.694 (CI 0.543 to 0.845), with no points obtaining good values of sensitivity or specificity. Conclusion: Doppler flowmetry of ophthalmic arteries between 24 and 28 weeks of pregnancy did not present itself as a good exam for predicting PE. .

Introdução: a hiperperfusão do sistema nervoso central (SNC) é um dos eventos que constitui substrato fisiopatológico para as manifestações clínicas e complicações da pré-eclâmpsia (PE). O fluxo aumentado no SNC, detectado por meio da dopplerfluxometria de artérias oftálmicas, poderia anteceder as manifestações clínicas da PE e, consequentemente, ser utilizado como marcador de subsequente desenvolvimento de PE. Objectivo: avaliar os valores do índice de resistência das artérias oftálmicas (Irao) no segundo trimestre gestacional para a predição das manifestações clínicas da PE. Métodos: pacientes com fatores de risco para desenvolvimento de PE foram selecionadas no serviço de pré-natal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG). Elas foram submetidas à dopplerfluxometria de artérias oftálmicas entre 24 e 28 semanas de gestação e acompanhadas até o final da gestação para averiguar a ocorrência de PE. Curvas ROC foram criadas para determinar as características preditivas do Irao. Resultados: das pacientes selecionadas, 14 desenvolveram PE e 59 mantiveram-se normotensas até o puerpério. Pacientes com subsequente desenvolvimento de PE apresentaram valores de Irao menores do que pacientes que se mantiveram normotensas (0,682±0,028 vs. 0,700±0,029, p=0,044). Ao considerar o desenvolvimento de PE como desfecho, a área sobre a curva do Irao foi de 0,694 (IC 0,543-0,845), sem pontos com bons valores de sensibilidade ou especificidade. Conclusão: a dopplerfluxometria de artérias oftálmicas entre 24 e 28 semanas de gestação não se demonstrou um bom exame para a predição de PE. .
Descritores: Hemorreologia/fisiologia
Artéria Oftálmica/fisiologia
Pré-Eclâmpsia/diagnóstico
Ultrassonografia Doppler em Cores/métodos
-Pressão Sanguínea/fisiologia
Idade Gestacional
Artéria Oftálmica
Valor Preditivo dos Testes
Segundo Trimestre da Gravidez
Prognóstico
Fatores de Risco
Curva ROC
Sensibilidade e Especificidade
Resistência Vascular/fisiologia
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Gravidez
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-660811
Autor: Succi, José Ernesto; Gerola, Luis Roberto; Succi, Guilherme de Menezes; Kim, Hyong Chun; Paredes, Jorge Edwin Morocho; Bufollo, Enio.
Título: Medida do fluxo intraoperatório com fluxômetro TTFM nos enxertos coronários: resultados de amostra nacional / Intraoperative coronary grafts flow measurement using the TTFM flowmeter: results from a domestic sample
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc;27(3):401-404, jul.-set. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar a perviedade dos enxertos no intraoperatório e identificar enxertos com risco de oclusão precoce. MÉTODOS: Cinquenta e quatro pacientes foram submetidos à revascularização do miocárdio e foi utilizado o fluxômetro (Medtronic Medi-Stim) que utiliza o método de tempo de trânsito (TTFM) para avaliação do fluxo nos enxertos. Três pacientes tinham lesão de tronco de artéria coronária esquerda e 48 apresentavam função ventricular normal ou pouco comprometida. RESULTADOS: A mortalidade hospitalar foi de dois (3,7%) pacientes, um por trombose mesentérica e outro por choque cardiogênico. Dezessete (31,4%) pacientes foram operados sem circulação extracorpórea (CEC). O fluxo no enxerto arterial variou de 8 a 106 ml/min, com média de 31,14 ml/min, e nos enxertos venosos de 9 a 149 ml/min, com média de 50,42 ml/min. CONCLUSÃO: O fluxômetro representa maior segurança para o cirurgião e para o paciente. Até mesmo sob o aspecto legal essa documentação dos enxertos pérvios evitará questionamentos futuros.

OBJECTIVE: To evaluate intraoperative graft patency and identify grafts under risk of early occlusion. METHODS: Fifty four patients were submitted to coronary artery bypass surgery and the graft flow was assessed by the Flowmeter (Medtronic Medistim), which utilizes the TTFM method. Three patients had left main disease and 48 had normal or mildly reduced left ventricular function. RESULTS: In hospital mortality was 3.7% (two patients), one for mesenteric thrombosis and one due to cardiogenic chock. Seventeen patients (34%) were submitted to off pump CABG. Arterial Graft flow measures ranged from 8 to 106 ml/min (average 31.14 ml/min), and venous grafts flow ranged from 9 to 149 ml/min (average 50.42 ml/min). CONCLUSION: Flowmeter use represents higher safety both for patients and surgeons. Even under legal aspects, the documentation provided by the device can avoid future questionings.
Descritores: Ponte de Artéria Coronária/instrumentação
Circulação Coronária/fisiologia
Fluxômetros
Hemorreologia/fisiologia
Monitorização Intraoperatória/instrumentação
-Ponte de Artéria Coronária/métodos
Mortalidade Hospitalar
Período Intraoperatório
Monitorização Intraoperatória/métodos
Estatísticas não Paramétricas
Fatores de Tempo
Resultado do Tratamento
Limites: Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-649602
Autor: Besirli, Kazim; Aydemir, Birsen; Arslan, Caner; Kiziler, Ali Riza; Canturk, Emir; Kayhan, Bekir.
Título: Calcium dobesilate may improve hemorheology in patients undergoing coronary artery bypass grafting / Dobesilato de cálcio pode melhorar hemorreologia em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc;27(2):260-266, abr.-jun. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Calcium dobesilate is an angioprotective agent that has positive effects on hemorheological parameters. It is an antioxidant that increases endothelial-derived vasodilator substance secretion, there are none that analyze its effects during the postoperative period of patients undergoing myocardial revascularization. OBJECTIVE: We aimed to determine the effects of calcium dobesilate on hemorheological parameters, such as reduced glutathione and malondialdehyde in patients with ischemic heart disease undergoing myocardial revascularization in the postoperative period. METHODS: One hundred and thirty-four patients operated for coronary heart disease were included in this study. Hemorheological, oxidant and antioxidant parameters were measured two days after surgery and after a period of treatment with calcium dobesilate. Then, 500 mg of calcium dobesilate was given twice a day to one group of 68 patients for three months. The control group was composed of 66 patients who did not receive this medication. RESULTS: The increase in the erythrocyte deformability index was found to be significant compared with both the pretreatment values and with the 1st and 2nd values of the control group after calcium dobesilate administration, whereas there were no significant changes in blood viscosity, glutathione (GSH) or malondialdehyde (MDA) values after the calcium dobesilate administration. The same improvement in the CCS class was observed in patients regardless of they received the calcium dobesilate treatment. CONCLUSION: In the present investigation, the same improvement in the CCS class was observed in patients regardless of they received the calcium dobesilate treatment. Improvements with calcium dobesilate were statistically significant only in the increase in erythrocyte flexibility.

ANTECEDENTES: O dobesilato de cálcio é um agente angioprotetor que tem efeitos positivos sobre os parâmetros hemorreológicos. É um antioxidante que aumenta a secreção endotelial derivada da substância vasodilatadora, não há nada que analisar os seus efeitos durante o período pósoperatório de pacientes submetidos a revascularização do miocárdio. OBJETIVO: Nosso objetivo foi determinar os efeitos de dobesilato de cálcio sobre os parâmetros hemorreológicos, tais como glutationa reduzida e malondialdeído em pacientes com doença cardíaca isquêmica submetidos a revascularização do miocárdio no pós-operatório. MÉTODOS: Cento e trinta e quatro pacientes operados por doença cardíaca coronária foram incluídos neste estudo. Parâmetros de oxidante, hemorreológicos e de antioxidantes foram medidos dois dias após a cirurgia e após um período de tratamento com o dobesilato de cálcio. Em seguida, 500 mg de dobesilato de cálcio foi administrado duas vezes por dia para um grupo de 68 pacientes durante três meses. O grupo controle foi composto por 66 pacientes que não receberam essa medicação. RESULTADOS: O aumento do índice de deformabilidade dos eritrócitos foi considerado significativo comparado com ambos os valores pré-tratamento e com os 1º e 2º valores do grupo controle após a administração dobesilato de cálcio, enquanto que não houve alterações significativas na viscosidade do sangue, na glutationa (GSH) ou malondialdeído (MDA) após a administração dobesilato de cálcio. A mesma melhoria na classe CCS foi observada em pacientes independentemente de terem recebido tratamento com dobesilato de cálcio. CONCLUSÃO: Na presente investigação, a mesma melhora na classe CCS foi observada em pacientes independentemente de terem recebido o tratamento com dobesilato de cálcio.
Descritores: Ponte de Artéria Coronária
Dobesilato de Cálcio/uso terapêutico
Hemorreologia/efeitos dos fármacos
Hemostáticos/uso terapêutico
-Análise de Variância
Antioxidantes/farmacologia
Antioxidantes/uso terapêutico
Viscosidade Sanguínea/efeitos dos fármacos
Dobesilato de Cálcio/farmacologia
Eritrócitos/efeitos dos fármacos
Fibrinogênio
Glutationa/sangue
Glutationa/efeitos dos fármacos
Hemostáticos/farmacologia
Malondialdeído/sangue
Isquemia Miocárdica/cirurgia
Período Pós-Operatório
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Idoso
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-649154
Autor: Moggi, Luis.
Título: Hemorreología y microcirculación / Hemorheology and microcirculation
Fonte: Rev. argent. anestesiol;69(1):61-84, jul.-sept. 2011. graf.
Idioma: es.
Descritores: Fenômenos Fisiológicos Sanguíneos
Hemorreologia/fisiologia
Microcirculação/fisiologia
-Viscosidade Sanguínea
Volume Sanguíneo
Velocidade do Fluxo Sanguíneo/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  7 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Braile, Domingo Marcolino
Texto completo
Texto completo
Id: lil-552833
Autor: Oliveira, Marcos Aurélio Barboza de; Alves, Fernanda Tomé; Silva, Marcos Vinícius Pinto e; Croti, Ulisses Alexandre; Godoy, Moacir Fernandes de; Braile, Domingo Marcolino.
Título: Conceitos de física básica que todo cirurgião cardiovascular deve saber: parte I: mecânica dos fluídos / Concepts of basic physics that every cardiovascular surgeon should know: part I: mechanics of fluids
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc;25(1):1-10, Jan.-Mar. 2010. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: A atividade profissional que o cirurgião cardiovascular executa é muito mais do que um simples gesto mecanizado de operar um coração doente. Há em cada ato do intraoperatório mais noções de fisiologia e física do que geralmente nos damos conta. O presente trabalho discorre, à luz da matemática, acerca da dinâmica dos fluídos, ou seja, do sangue, com enfoque nas medidas invasivas de pressão arterial, do efeito do diâmetro do vaso sobre sua resistência interna e do fluxo que passa por ele, na conversão de diversas unidades de medidas de pressão e resistência, viscosidade sanguínea e suas relações no vaso, hemodiluição, diferenças de fluxo laminar e turbulento, velocidade e pressão do sangue e a tensão da parede após uma estenose e a origem do aneurisma pós-estenótico. O objetivo do trabalho não é de habilitar o leitor no conhecimento da física, mas apresentá-la como ferramenta útil na explicação de fenômenos conhecidos na rotina do cirurgião cardiovascular.

The professional activity that the cardiovascular surgeon performs is much more than a simple gesture to mechanically operate the patient's heart. There is in every act of intraoperative most notions of physiology and physics than we generally realize. This paper discusses, in the light of mathematics, on the dynamics of fluids, ie blood, focused on invasive measurements of blood pressure, the effect of vessel size on its internal resistance and the flow passing through it in conversion of various units of measurements of pressure and resistance, blood viscosity and its relationship to the vessel, hemodilution, differences in laminar and turbulent flow, velocity and blood pressure and wall tension after a stenosis and the origin of poststenotic aneurysm. This study is not to enable the reader to the knowledge of all physics, but to show it as a useful tool in explaining phenomena known in the routine of cardiovascular surgery.
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos Cardiovasculares/educação
Hemodinâmica/fisiologia
Física
-Algoritmos
Velocidade do Fluxo Sanguíneo
Hematócrito
Pressão Hidrostática
Hemorreologia/fisiologia
Resistência Vascular/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-544013
Autor: Ortiz-Velázquez, Rogelio Iván; Caldas, José Guilherme Mendes Pereira; Lobo, Bruno Carmello Rocha; Santos-Franco, Jorge Arturo; Mercado-Pimentel, Rodrigo; Revuelta, Rogelio.
Título: Effects of the modification of the aortic bifurcation geometry: a technical note regarding a novel model for experimental atherosclerotic and aneurysmatic lesions
Fonte: Clinics;65(3):345-346, 2010. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Aorta/anatomia & histologia
Aneurisma Aórtico/etiologia
Aterosclerose/etiologia
Modelos Animais de Doenças
-Aorta/fisiologia
Hemorreologia
Modelos Cardiovasculares
Ratos Wistar
Fluxo Sanguíneo Regional
Estresse Mecânico
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-529151
Autor: Szokoly, Miklos; Nemeth, Norbert; Furka, Istvan; Miko, Iren.
Título: Hematological and hemostaseological alterations after warm and cold limb ischemia-reperfusion in a canine model / Alterações hematológicas e hemostaseológicas após isquemia-reperfusão morna e fria de membro inferior em modelo canino
Fonte: Acta cir. bras;24(5):338-346, Sept.-Oct. 2009. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: Acute ischemia-reperfusion (I/R) of extremities means serious challenge in the clinical practice. Furthermore, the issue of preventive cooling is still controversial. In this canine model we investigated whether limb I/R -with or without cooling- has an influence on hematological and hemostaseological factors. METHODS: Femoral vessels were exposed and clamped for 3 hours. After release the clamps, 4-hour reperfusion was secured. The same procedures with cooling using ice bags, as well as warm and cold sham-operations were performed. Before operations, from the excluded limb by the end of ischemia, during the reperfusion, and for 5 postoperative days afterwards blood samples were collected for testing hematological and blood coagulation parameters. RESULTS: After I/R activated partial thromboplastin time was elongated on 2nd-4th postoperative days. The highest values were on the 2nd day in cold I/R group, accompanied by increased prothrombin time values. The hematological parameters and fibrinogen level showed non-specific changes. In excluded ischemic limb the blood composition showed controversial data. Cold ischemia induced larger alterations, however platelet count, hematocrit changed more expressly in warm ischemia. CONCLUSION: These results indicate the risk of coagulopathy following limb I/R on early post-eventually days, which risk is higher in the case of cold I/R.

OBJETIVO: Isquemia-Reperfusão aguda (I/R) de extremidades representa um desafio sério na prática clínica. Além disso, o tema de prevenção pelo resfriamento é ainda controverso. Nesse modelo canino, investigou-se se I/R de membros -com ou sem resfriamento- tem influência nos fatores hematológicos e hemostaseológicos. MÉTODOS: Os vasos femorais foram expostos e clampeados por 3 horas. Após liberação dos clampes, foi realizada a reperfusão por 4-horas. Os mesmos procedimentos com e sem resfriamento usando bolsas de gelo, assim como operações simuladas com e sem resfriamento foram realizados. Antes das operações, do membro excluído ao final da isquemia, durante a reperfusão e por 5 dias de pós-operatório, amostras sanguíneas foram colhidas para exames hematológicos e parâmetros de coagulação. RESULTADOS: Após I/R, o tempo de tromboplastina parcial ativada foi alargado no 2º.-4º. dias de pós-operatório. Os valores mais altos foram no 2º.dia no grupo deI/R fria, acompanhada pelo aumento dos valores do tempo de protrombina. Os parâmetros hematológicos e o nível de fibrinogênio mostraram mudanças não específicas. No membro isquêmico excluído a composição sanguínea mostrou dados controversos. A isquemia fria induziu maiores alterações, entretanto, a contagem de plaquetas e o hematócrito mudaram mais expressivamente na isquemia morna. CONCLUSÃO: Estes resultados indicam risco de coagulopatia após I/R de membros nos dias mais precoces após o evento, sendo mais elevado no caso da I/R fria.
Descritores: Transtornos da Coagulação Sanguínea/sangue
Temperatura Baixa/efeitos adversos
Membro Posterior/irrigação sanguínea
Isquemia/sangue
Extremidade Inferior/irrigação sanguínea
Traumatismo por Reperfusão/sangue
-Temperatura Corporal
Transtornos da Coagulação Sanguínea/etiologia
Modelos Animais de Doenças
Fibrinogênio/análise
Hemorreologia
Hemostasia
Distribuição Aleatória
Traumatismo por Reperfusão/complicações
Limites: Animais
Cães
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 21 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-426085
Autor: Foresto, P; D'Arrigo, M; Filippini, F; Gallo, R; Barberena, L; Racca, L; Valverde, J; Rasia, R. J.
Título: Evaluación de alteraciones hemorreológicas en pacientes hipertensos / Hemorheological alterations in hypertensive patients
Fonte: Medicina (B.Aires);65(2):121-125, 2005. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo de este trabajo fue investigar el perfil de viscosidad sanguínea y evaluar la influencia de factores plasmáticos ( fibrinógeno) y celulares ( agregación eritrocitaria ) en un grupo de pacientes hipertensos comparados con un grupo de paciente normotensos. Se trabajó con sangre anticoagulada de pacientes hipertensos no diabéticos (n=3) e indivíduos sanos (n=40). La viscosidad plasmática y de sangre entera se determinaron con un viscosímetro cono-plato. La agregación eritrocitaria se estudió por observación microscopia de los agregados y cuantificación a través de un parâmetro de forma denominado ASP ( Aggregation Shape Parameter), definido como la relación de área proyectada respecto al perímetro. El fibrinógeno se determino con un coagulómetro por el método de Clauss. Los valores de viscosidad de sangre entera resultaron significativamente aumentados en los pacientes hipertensos respecto de los normales para todas las velicidades estudiadas. Los valores de viscosidad plasmática solo presentaron diferencia significativas a bajas velocidades de corte (1.15 a 11.56 seg •1) . Los pacientes hipertensos presentaron agregados amorfos e irregulares, lo que se refleja en los valores alterados de ASP, significativamente mayores (p<0.001) en paciente hipertensos (0.69± 0.11) respecto de los indivíduos normales ( 0.25± 0.12). Los valores de fibrinógeno resultaron ligeramente superiores en los pacientes hipertensos respecto del grupo control (p< 0.01). Numerosos parámetros hemorreológicos juegan un papel importante en la patogénesis de la hipertensión. Entre estos factores hemorreológicos, valores parâmetros podrían estar en la hipertensión ( hematrocito, fibrinógeno plasmático, deformabilidad y agragación eritrocitaria , viscosidad sanguínea y plasmática). En este trabajo, se pudo demostrar anormalidades en la agregación eritrocitaria, detectada por los valores de ASP que podría estar involucrado en las complicaciones vasculares de la hipertensión.
Descritores: Hemorreologia
Hipertensão/sangue
-Viscosidade Sanguínea/fisiologia
Agregação Eritrocítica/fisiologia
Fibrinogênio/fisiologia
Hipertensão/fisiopatologia
Limites: Adulto
Meia-Idade
Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde