Base de dados : LILACS
Pesquisa : E06.170 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 918 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 92 ir para página                         

  1 / 918 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055736
Autor: Rossi, Thais Regis Aranha; Lorena Sobrinho, José Eudes de; Chaves, Sonia Cristina Lima; Martelli, Petrônio José de Lima.
Título: Crise econômica, austeridade e seus efeitos sobre o financiamento e acesso a serviços públicos e privados de saúde bucal / Economic crisis, austerity and its effects on the financing of oral health and access to public and private services
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(12):4427-4436, dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente estudo analisou os efeitos da austeridade e crise econômica sobre o financiamento da saúde bucal, oferta e utilização de serviços públicos e acesso a planos exclusivamente odontológicos no Brasil, no período de 2003 a 2018. Foi realizado um estudo retrospectivo, descritivo, com abordagem quantitativa. Foram coletados dados da base do Fundo Nacional de Saúde, da Agência Nacional de Saúde Suplementar, da Sala de Apoio à Gestão Estratégica, do Sistema e-gestor. Observou-se que o repasse federal fundo a fundo apresentou tendência crescente de 2003 a 2010 e estável de 2011 a 2018. A oferta decresceu ao final do período com redução da cobertura da primeira consulta odontológica programática, média da escovação dental supervisionada e número de tratamentos endodônticos. Na contramão da crise financeira pública, as empresas de planos exclusivamente odontológicos expandiram o mercado de 2,6 milhões de usuários em 2000 para 24,3 milhões em 2018, com lucro de mais de R$240 milhões. A austeridade fiscal tem forte influência sobre a utilização de serviços públicos odontológicos no Brasil, que pode beneficiar o mercado privado e ampliar as desigualdades.

Abstract The present study analyzed the effects of austerity and economic crisis on the financing of oral health, provision and use of public services and access to exclusively dental plans in Brazil, from 2003 to 2018. A retrospective, descriptive study was carried out, with a quantitative approach. Data were collected from the National Health Funding database, the National Supplementary Health Agency, the Strategic Management Support Room, and from the e-manager system. The federal fund-to-fund transfer was increasing from 2003 to 2010 and remained stable from 2011 to 2018. The supply decreased at the end of the period, with reduced coverage of the first programmatic dental appointment, average supervised tooth brushing and number of endodontic treatments. Against the background of the public financial crisis, exclusively dental plan companies expanded the market from 2.6 million users in 2000 to 24.3 million in 2018, with a profit of more than R$ 240 million. Fiscal austerity has a strong influence on the use of public dental services in Brazil, which can benefit the private market and widen inequalities.
Descritores: Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde/economia
Assistência Odontológica/economia
Alocação de Recursos/economia
Recessão Econômica
Financiamento Governamental/economia
Acesso aos Serviços de Saúde/economia
-Saúde Bucal/economia
Saúde Bucal/tendências
Estudos Retrospectivos
Setor Público
Setor Privado
Alocação de Recursos
Financiamento Governamental/tendências
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055816
Autor: Ruas, Bruna Mara; Castilho, Lia Silva; Carneiro, Natália Cristina Ruy; Cardoso, Natália Mendes de Matos; Reis, Augusto Barbosa; Silva, Maria Elisa Sousa e; Borges-Oliveira, Ana Cristina.
Título: Integrality of care for hemodialysis patient in Brazil: an analysis of access to dental care / Integralidade do cuidado para pacientes brasileiros em hemodiálise: análise do acesso odontológico
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(2):533-540, Feb. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The present study aimed to analyze factors associated with access of dental care services by Brazilian hemodialysis patients. A cross-sectional study was carried out with 467 hemodialysis patients aging from 19 to 90 years in two renal therapy centers located in the cities of Contagem and Belo Horizonte, Southeastern Brazil. Data were collected through an oral clinical examination of the patients and the application of a structured questionnaire. The dependent variable was the access to dental care, measured by the question "Have you consulted with a dentist in last six months?". The mean age of participants was 49.9 years. The average number of teeth present in the mouth was 19.3. An average of 1.5 teeth with dental caries cavities lesion was diagnosed among hemodialysis patients. One-third of the sample had gone to the dentist in the last six months (27.8%). The access to dental care was associated with formal education (OR = 1.5 [1.1-2.4]), professional advising to consult with a dentist (OR = 2.1 [1.2-3.8]) and prevalence of dental caries (OR = 2.1 [1.3-3.2]). Hemodialysis patients with eight or more years of formal education, who received professional advising to consult with a dentist and without dental caries cavities had higher chances obtaining access to dental care.

Resumo Este estudo objetivou analisar os fatores associados ao uso de serviços odontológicos por pacientes em hemodiálise. Foi realizado um estudo transversal com 467 pacientes em hemodiálise, na faixa etária de 19 a 90 anos, de Contagem e Belo Horizonte, região Sudeste do Brasil. Os dados foram coletados por meio de exame clínico bucal dos participantes e da aplicação de um questionário estruturado. A variável dependente foi o acesso odontológico, mensurado pela pergunta "Você foi ao dentista nos últimos seis meses?". A média de idade dos participantes foi de 49,9 anos. A média de dentes presentes na boca foi de 19,3. Uma média de 1,5 dentes com lesão de cárie cavitada foi diagnosticada entre os pacientes em hemodiálise. Um terço da amostra afirmou ter ido ao dentista nos últimos seis meses (27,8%). O acesso odontológico dos pacientes em hemodiálise foi associado à escolaridade (OR = 1,5 [1,1-2,4]), orientação profissional para ir ao dentista (OR = 2,1 [1,2-3,8]) e prevalência de cárie dentária (OR = 2,1 [1,3-3,2]). Os pacientes em hemodiálise com oito anos ou mais de escolaridade, que receberam orientação profissional para ir ao dentista e sem cárie dentária apresentaram maior chance de terem acesso odontológico.
Descritores: Diálise Renal
Cárie Dentária/epidemiologia
Serviços de Saúde Bucal/estatística & dados numéricos
Acesso aos Serviços de Saúde
-Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Assistência Odontológica/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055826
Autor: Massoni, Andreza Cristina de Lima Targino; Porto, Érika; Ferreira, Luizy Raquel Barbosa Oliveira; Gomes, Monalisa da Nóbrega Cesarino; Granville-Garcia, Ana Flávia; D'Avila, Sérgio.
Título: Dor de dentes e fatores associados entre adolescentes de um município de grande porte populacional no Nordeste brasileiro / Tooth pain and associated factors among adolescents of a large population municipality in Northeastern Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(2):673-682, Feb. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi descrever e analisar o histórico de dor de dente e seus fatores associados, entre adolescentes de escolas públicas de um município do Nordeste do Brasil. Realizou-se uma pesquisa observacional, descritiva, quantitativa e transversal, através da aplicação de quatro questionários junto a 458 adolescentes. Pela análise bivariada, a prevalência de dor de dente na vida foi alta entre os adolescentes de menor idade (76,9%; p = 0,004), que visitaram o Cirurgião-Dentista alguma vez (74,8%; p = 0,001) e que relataram medo frente ao atendimento odontológico (74,9%; p = 0,006). Todavia, nos últimos 6 meses, a prevalência de dor de dente foi baixa, na qual os adolescentes do sexo masculino (77,4%; p < 0,001) e de maior idade (73,1%; p = 0,031) relataram justamente não terem sentido dor. Quando da análise multivariada, a maior prevalência de dor de dente na vida se manteve entre os adolescentes de menor idade (76,9%; p = 0,003) e que relataram medo (74,9%; p = 0,006). A prevalência de dor de dente nos últimos 6 meses se manteve baixa na análise multivariada, entre os adolescentes do sexo masculino e de maior idade. Conclui-se que a prevalência de dor de dente na vida foi maior do que nos últimos 6 meses, havendo associação significativa com os fatores: sexo, idade, visita ao Cirurgião-Dentista e sensação de medo.

Abstract The aim of this study was to describe and analyze history of toothache and associated factors among adolescent students enrolled in public schools of a city in Northeastern Brazil. An observational, descriptive, quantitative and cross-sectional study was conducted through the application of 4 questionnaires with 458 adolescents. By bivariate analysis, the prevalence of toothache in life was higher among younger adolescents (76.9%; p = 0.004), who have visited the dentist at least once (74.8%; p = 0.001) and who reported fear (74.9%; p = 0.006). The occurrence of dental pain in the last 6 months was low, where male (77.4%; p = 0,001) and older adolescents (73.1%; p = 0.031) reported no occurrence of pain. Through multivariate analysis, the highest prevalence of dental pain in life remained among younger adolescents (76.9%; p = 0.003) and who reported dental fear (74.9%; p = 0.006). The prevalence of toothache in the last 6 months remained low through multivariate analysis, among male and older adolescents. It could be concluded that the prevalence of toothache in life was higher than in the last 6 months, showing significant association with gender, age, visit to the dentist and dental fear.
Descritores: Odontalgia/epidemiologia
Assistência Odontológica/estatística & dados numéricos
Ansiedade ao Tratamento Odontológico/epidemiologia
-Brasil
Fatores Sexuais
Prevalência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Fatores Etários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147621
Autor: Ramos Guerrero, Lizeth Aracely; Otero Larnia, Maria Antonella; Casas-Apayco, Leslie; Cuadros Bobadilla, Cynthia Marleny.
Título: Eficacia de la musicoterapia para reducir la ansiedad dental en niños con discapacidad / Eficacia da musicoterapia para redução da ansiedade dental em crianças com discapacidades / Effectiveness of Music Therapy in reducing dental anxiety in children with disabilities
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;11(1):220160, 2021. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Evaluar la eficacia de la musicoterapia para la reducción de la ansiedad dental en niños entre 5 a 12 años con discapacidad durante la atención odontológica. Materiales y métodos: Estudio cuasi experimental. Se evaluaron 40 pacientes, divididos aleatoriamente en 2 grupos: grupo de expuestos y no expuestos a musicoterapia. El nivel de ansiedad fue registrado por la escala de imagen facial antes y después de la atención clínica, el comportamiento durante la atención a través de la escala de Frankl y el nivel de ansiedad de los padres a través de la escala modificada de Corah. Se registraron las funciones vitales de ambos grupos antes y después de dicha atención. El análisis de los datos se realizó análisis descriptivo (media ± desviación estándar) y análisis inferencial: Test de T-Student y Chi cuadrado (p<0,05). Resultados: Se encontró que la presión arterial inicial/ final en el grupo expuesto fue (Sístole: 108.75 ± 8.56/ 95.50 ± 6.86, Diástole: 67.75 ± 7.15 / 57.75 ± 6.38), y en el grupo no expuesto (Sístole: 101.75 ± 8.77/ 110.15 ± 13.31, Diástole: 59.20 ± 6.08) respectivamente, y la frecuencia cardiaca inicial/final en el grupo expuesto (72.30 ± 7.18 / 63.95 ± 6.12); y en el grupo no expuesto (66.50 ± 9.88 / 73.90 ± 11.46). Se encontraron diferencias estadísticamente significativas en los valores de la presión arterial (sístole, p<0,001 y diástole, p=0,007) y frecuencia cardiaca final (p=0,001), así como una reducción de los niveles de ansiedad final en el grupo expuesto a musicoterapia (p=0,001).

Objetivo:Avaliar a eficacia da musicoterapia para redução da ansiedade dental em crianças com discapacidades entre 5 a 12 anos durante o atendimento odontológico. Materiais e métodos: Estudo quase experimental. Avaliou-se 40 pacientes divididos aleatoriamente em dois grupos: grupos de expostos e não expostos a musicoterapia. O nível de ansiedade foi registrado pela escala de imagem facial antes e durante o atendimento odontológico, o comportamento durante o atendimento foi através da escala de Frankl e o nível de ansiedade dos padres através da escala modificada de Corah. As funções vitais foram registradas antes e depois do atendimento. O análises de dados foi realizado através análises descritivas (média ± ds) e análises inferenciais: Teste de T-Student e Chi Quadrado (p<0,05). Resultados: A pressão arterial inicial/final no grupo exposto foi (Sístole: 108.75 ± 8.56/95.50 ± 6.86, Diástole: 67.75 ± 7.15/ 57.75 ± 6.38), e no grupo não exposto (Sístole: 101.75 ± 8.77/110.15 ± 13.31, Diástole: 59.20 ± 6.08) respetivamente, e a frequência cardíaca inicial/final no grupo exposto (72.30 ± 7.18/ 63.95 ± 6.12); e no grupo não exposto (66.50 ± 9.88 / 73.90 ± 11.46). Se encontraram diferenças estatisticamente significativas nos valores da pressão arterial (sístole, p=0,000 e diástole, p=0,007) e frequência cardíaca final (p= 0,001), assim como na redução dos níveis de ansiedade final no grupo exposto à musicoterapia (p=0,001). Conclusão: O uso da musicoterapia diminuiu significativamente os níveis da ansiedade durante o atendimento odontológico nos pacientes com discapacidades

Objective: To evaluate the effectiveness of music therapy in reducing dental anxiety in children with disabilities between 5 and 12 years old during dental care. Materials and methods: Quasi-experimental study. 40 patients were evaluated, randomly divided into 2 groups: a group exposed to music therapy and a group not exposed to it. The levels of anxiety were registered using the Facial Image Scale before and after the dental care, the behaviour during dental care using the Frank Scale and the level of anxiety of the parents using the Modified Corah Scale. The vital functions of both groups were registered before and after the dental care. The data analysis was performed using descriptive analysis (media ± standard deviation) and inferential analysis: T- Student test and Chi square (p<0,05). Results: It was found that the initial/final blood pressure in the exposed group was (Systole: 108.75 ± 8.56/ 95.50 ± 6.86, Diastole: 67.75 ± 7.15/ 57.75 ± 6.38), and in the unexposed group (Systole: 101.75 ± 8.77/ 110.15 ± 13.31, Diastole: 59.20 ± 6.08), and the initial/final heart rate in the exposed group was (72.30 ± 7.18/ 63.95 ± 6.12); and in the unexposed group (66.50 ± 9.88/ 73.90 ± 11.46). Statistically significant differences were found in the values of blood pressure (systole, p=0,000 y diastole, p=0,007) and heart rate (p= 0,001), as well as a reduction in the levels of anxiety in the exposed group to music therapy (p=0,001). Conclusion: The use of Music therapy significantly reduces levels of anxiety during dental care in patients with disabilities.
Descritores: Ansiedade ao Tratamento Odontológico
Crianças com Deficiência
Musicoterapia
-Ansiedade
Terapêutica
Efetividade
Assistência Odontológica
Análise de Dados
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  5 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147433
Autor: González Carfora, Andrea Virginia; Teixeira González, Vanessa Halley; Medina Díaz, Aida Carolina.
Título: Comparación de diversos métodos de estimación de edad dental aplicados por residentes de Postgrado de Odontopediatría / Comparação na aplicação de métodos de estimação da idade dental aplicado por residentes de graduação em odontopediatria / Outcomes of dental age calculation performed by Pediatric Dentistry residents
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(1):36-53, 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: La estimación de la edad dental en los pacientes pediátricos que recibirán tratamiento odontológico es de gran importancia ya que permite evaluar su estado de maduración. Objetivo: Determinar la precisión en la estimación de la edad dental a través de la utilización del método de Nolla, Demirjian y Willems, aplicado por residentes del Postgrado de Odontopediatría en un grupo de niños venezolanos del Distrito Capital. Materiales y métodos: Se seleccionó a conveniencia una muestra estratificada por edad y género incluyendo 71 radiografías panorámicas de alta calidad de niños aparentemente sanos con edades comprendidas entre los 4 y 11 años, evaluando la edad dental según los métodos de Nolla, Demirjian y Willems. Cada radiografía fue evaluada por mínimo dos observadores de forma aleatoria. Resultados: Se obtuvo mayor correlación entre la edad dental y cronológica para los métodos de Demirjian y Willems. Hubo diferencia estadísticamente significativa entre la edad cronológica y la edad dental calculada con Nolla (-0,30 p=0,001) y Demirjian (0,272 p<0,001), no siendo estadísticamente significativa la diferencia para Willems (0,02 p=0,74). Se obtuvieron diferencias en el cálculo de la edad dental entre los tres métodos, siendo el más sensible al efecto del observador el de Nolla. Conclusión: La estimación de la edad dental en pacientes pediátricos puede ser realizada por observadores entrenados. La edad dental siempre dependerá de la variabilidad de cada paciente, de la aplicabilidad del método de estimación para una población determinada y del grado de experiencia del observador.

A estimativa da idade dentária nos pacientes pediátricos que receberão tratamento odontológico é de grande importância, pois permite avaliar seu estado de maturação. Objetivo: Para determinar a precisão na estimativa da idade dental através do uso do método de Nolla, Demirjian e Willems, aplicado por residentes de graduação Odontologia em um grupo de crianças venezuelanas no Distrito Capital. Materiais e métodos: Foram selecionados uma amostra de conveniência estratificada por idade e sexo, incluindo 71 radiografias panorâmicas de alta qualidade crianças aparentemente saudáveis com idade entre 4 e 11 anos avaliando a idade dental de acordo com os métodos de Nolla, Demirjian e Willems. Cada radiografia foi avaliada por pelo menos dois observadores aleatoriamente. Resultados:Uma maior correlação entre a idade dentária e cronológica foi obtida para os métodos de Demirjian e Willems. Houve uma diferença estatisticamente significativa entre idade cronológica e idade dentária calculado Nolla (-0,30 p = 0,001) e Demirjian (0,272 p <0,001), não sendo diferença estatisticamente significativa para Willems (0,02 p = 0,74 ). Diferenças foram obtidas no cálculo da idade dental entre os três métodos, sendo o mais sensível ao efeito do observador que o de Nolla. Conclusão: A estimativa da idade dentária em pacientes pediátricos pode ser feita por observadores treinados. A idade dentária dependerá sempre da variabilidade de cada paciente, da aplicabilidade do método de estimação para determinada população e do grau de experiência do observador

Dental age estimation for pediatric patients who will receive dental treatment is of upmost importance because this allows the determination of their maturation level. Aim: To determine the precision in the estimation of the dental age through the use of the Nolla, Demirjian and Willems methods applied by pediatric dentistry residents in a group of Venezuelan children from the Capital District. Materials and methods: 71 high quality panoramic radiographs from healthy children ages 4 to Comparación de diversos métodos de estimación de edad dental aplicados por residentes de Postgrado de OdontopediatríaResumoA estimativa da idade dentária nos pacientes pediátricos que receberão tratamento odontológico é de grande importância, pois permite avaliar seu estado de maturação. Objetivo: Para determinar a precisão na estimativa da idade dental através do uso do método de Nolla, Demirjian e Willems, aplicado por residentes de graduação Odontologia em um grupo de crianças venezuelanas no Distrito Capital. Materiais e métodos: Foram selecionados uma amostra de conveniência estratificada por idade e sexo, incluindo 71 radiografias panorâmicas de alta qualidade crianças aparentemente saudáveis com idade entre 4 e 11 anos avaliando a idade dental de acordo com os métodos de Nolla, Demirjian e Willems. Cada radiografia foi avaliada por pelo menos dois observadores aleatoriamente. Resultados:Uma maior correlação entre a idade dentária e cronológica foi obtida para os métodos de Demirjian e Willems. Houve uma diferença estatisticamente significativa entre idade cronológica e idade dentária calculado Nolla (-0,30 p = 0,001) e Demirjian (0,272 p <0,001), não sendo diferença estatisticamente significativa para Willems (0,02 p = 0,74 ). Diferenças foram obtidas no cálculo da idade dental entre os três métodos, sendo o mais sensível ao efeito do observador que o de Nolla. Conclusão: A estimativa da idade dentária em pacientes pediátricos pode ser feita por observadores treinados. A idade dentária dependerá sempre da variabilidade de cada paciente, da aplicabilidade do método de estimação para determinada população e do grau de experiência do observador.Palavras chave: Idade dentária, radiografia panorámica.Comparação na aplicação de métodos de estimação da idade dental aplicado por residentes de graduação em odontopediatria.Artigo original 11 years old were selected and stratified by age and gender. Dental age was estimated using the Nolla, Demirjian and Willems ́s methods. Each radiograph was randomly assigned and evaluated by at least two observers. Results: The highest correlation between chronologic and dental age was found for the Demirjian and Willems methods. The difference between dental and chronologic age was significant for Nolla (-0.30 years; p=0.001) and Demirjian (0.272 years; p<0.001), but not significant for Willems (0.02 years; p=0.74). All 38Revista de Odontopediatría Latinoamericanamethods presented differences in dental age estimation being the Nolla method the most sensible to assessor's performance. Conclusion: The estimation of dental age in pediatric patients can be made by trained observers. Dental age will always depend on the variability of each patient, the applicability of the estimation method for a given population and the degree of experience of the assessor
Descritores: Radiografia
Radiografia Panorâmica
-Terapêutica
Venezuela
Assistência Odontológica
Odontopediatria
Métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  6 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1097338
Autor: Asociación Latinoamericana de Odontopediatría.
Título: Tratamiento de la enfermedad de caries en época de COVID-19: protocolos clínicos para el control de aerosoles / Caries disease treatment during COVID-19: clinical protocols for aerosol control / Tratamento da doença cárie em época de COVID-19: Protocolos clínicos para controle dos aerossóis
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(2), 2020.
Idioma: en; es; pt.
Descritores: Protocolos Clínicos/normas
Assistência Odontológica/normas
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Cárie Dentária
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147423
Autor: Equipo de trabajo multidisciplinario de la Revista de Odontopediatría Latinoamericana.
Título: Lineamientos de manejo materno-infantil en el consultorio odontológico en tiempos de COVID-19 / Diretrizes para manejo materno-infantil no consultório odontológico em tempos de Covid-19 / Guidelines for maternal-infant dental assessment during COVID-19 outbreak
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(2):385-429, 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Ante la situación de pandemia de COVID-19, se ha desarrollado el siguiente documento desde la Asociación Latinoamericana de Odontopediatría ALOP, de forma colaborativa y voluntaria, realizando la curaduría de la información científica disponible hasta la fecha de su elaboración. El objetivo de este documento es brindar orientación técnica a los Odontopediatras y Odontólogos que realizan tratamiento materno-infantil, específicamente de la gestante y del bebé, que permita la toma de decisiones informadas referentes al despistaje, evaluación pre-atención y atención odontológica apropiada durante la pandemia COVID-19, optimizando la calidad de la misma y minimizando el riesgo de transmisión de coronavirus entre pacientes y el equipo odontológico que realiza el tratamiento. Debe resaltarse que se parte de las mejores recomendaciones posibles, esta información puede ser cambiante de forma rápida por lo que instamos a los profesionales a realizar seguimiento a las actualizaciones de este documento. Asimismo, quedarán muchas preguntas sin respuestas todavía, debido a que los artículos disponibles no están siguiendo los protocolos habituales para su realización, unos se basan en muy baja casuística, otros indican falta de constatación o tiempos demasiado rápidos para lograr resultados confiables.

Tendo em vista a situação da pandemia COVID-19, o seguinte documento foi desenvolvido pela Associação Latino-Americana de Odontologia Pediátrica ALOP, de forma colaborativa e voluntária, realizando a curadoria das informações científicas disponíveis até a data de sua elaboração. O objetivo deste documento é fornecer orientação técnica a dentistas pediátricos e dentistas que tratam mães e crianças, especificamente mulheres grávidas e bebês, para que possam tomar decisões informadas a respeito de triagem, avaliação pré-tratamento e cuidados dentários apropriados durante a pandemia COVID-19, otimizando a qualidade do atendimento e minimizando o risco de transmissão do coronavírus entre os pacientes e a equipe odontológica que realiza o tratamento. Deve-se notar que estas informações são baseadas nas melhores recomendações possíveis e podem mudar rapidamente, por isso pedimos aos profissionais que acompanhem as atualizações deste documento. Além disso, muitas perguntas continuarão sem resposta ainda, porque os artigos disponíveis não estão seguindo os protocolos usuais para sua realização, alguns são baseados em casuística muito baixa, outros indicam falta de verificação ou tempos muito rápidos para alcançar resultados confiáveis.

In view of the situation of the COVID-19 pandemic, the following document has been developed by the Latin American Association of Paediatric Dentistry ALOP, in a collaborative and voluntary manner, carrying out the curatorship of the scientific information available up to the date of its elaboration. The aim of this document is to provide technical guidance to paediatric dentists and dentists who treat mothers and children, specifically pregnant women and babies, to enable them to make informed decisions regarding screening, pre-care assessment and appropriate dental care during the COVID-19 pandemic, optimising the quality of care and minimising the risk of transmission of coronavirus between patients and the dental team carrying out the treatment. It should be noted that this information is based on the best possible recommendations and can change rapidly, so we urge professionals to follow up on updates to this document. Likewise, many questions will remain unanswered, due to the fact that the articles available are not following the usual protocols for carrying them out, some are based on very low casuistry, others indicate a lack of verification or times that are too fast to achieve reliable results.
Descritores: Coronavirus
Indicã
-Orientação
Qualidade da Assistência à Saúde
Assistência Odontológica
Odontopediatria
Infecções por Coronavirus
Protocolos
Consultórios Odontológicos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  8 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147425
Autor: Equipo de trabajo multidisciplinario de la Revista de Odontopediatría Latinoamericana.
Título: Ortodoncia interceptiva durante la pandemia COVID-19: Urgencias y tratamientos prioritarios / Ortodontia Interceptiva durante a Pandemia Covid-19: Urgências e Tratamentos prioritários / Interceptive Orthodontics during the Covid-19 Pandemic: Emergency and Priority Treatments
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(2):466-548, 2020. ilus, tab, graf.
Idioma: es; pt.
Resumo: A la presente fecha, los diferentes organismos de salud internacionales y locales han publicado recomendaciones, regulaciones y protocolos para atención odontológica durante de la pandemia COVID-19, ajustados a las diferentes etapas de la misma. La Asociación Latinoamericana de Odontopediatría, en su misión apoyar y llevar la mejor información disponible a todos los colegas latinos, ha publicado guías prácticas y documentos de apoyo fáciles de utilizar y compartir con todo el personal odontológico que trabaje en ambiente hospitalario, clínicas gubernamentales, instituciones educativas y clínicas privadas, que presten atención a niños, adolescentes y pacientes en situación de discapacidad.

Até à data, as várias agências de saúde internacionais e locais publicaram recomendações, regulamentos e protocolos para os cuidados dentários durante a pandemia COVID-19, ajustados às diferentes fases da pandemia. A Associação Latino-americana de Odontologia Pediátrica, na sua missão de apoiar e levar a melhor informação disponível a todos os colegas latinos, publicou guias práticos e documentos de apoio que são fáceis de usar e partilhar com todo o pessoal dentário que trabalha em ambientes hospitalares, clínicas governamentais, instituições educacionais e clínicas privadas, que prestam cuidados a crianças, adolescentes e pacientes com deficiências

To date, international and local health agencies have published recommendations, regulations and protocols for dental care during the COVID-19 pandemic, adjusted to the different stages of the pandemic. The Latin American Association of Pediatric Dentistry, in its mission to support and bring the best available information to all Latino colleagues, has published practical guidelines and supporting documents that are easy to use and share with all dental personnel working in hospital settings, government clinics, educational institutions and private clinics, who provide care for children, adolescents and patients with disabilities.
Descritores: Ortodontia
Ortodontia Interceptora
Infecções por Coronavirus
-Hispano-Americanos
Assistência Odontológica
Odontopediatria
Categorias de Trabalhadores
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  9 / 918 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147427
Autor: Equipo de trabajo multidisciplinario de la Revista de Odontopediatría Latinoamericana.
Título: Marco bioético en la atención odontológica de pacientes pediátricos en tiempos de COVID-19 / Estrutura bioética no atendimento odontológico de pacientes pediátricos em tempos de COVID-19 / Bioethical framework for the pediatric dental practice in the times of COVID-19
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(2):430-465, 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: A principios del 2020, un nuevo virus causante del síndrome respiratorio agudo severo (SARS-CoV-2) se diseminó a nivel mundial causando la enfermedad de coronavirus o COVID-19. La tasa de nuevos contagios varía por día y puede ser monitoreada en tiempo real.1 Con respecto a la situación actual en Latinoamérica, los casos confirmados de COVID-19 se han incrementado de forma importante.2 La Organización Mundial de la Salud (OMS) ha declarado esta situación como una pandemia debido a los niveles alarmantes de propagación de la enfermedad y en especial por las complicaciones que se pueden suscitar luego del contagio.

No início de 2020, um novo vírus causador da síndrome respiratória aguda severa (SARS-CoV-2) espalhou-se pelo mundo, causando a doença coronavírus ou COVID-19. A taxa de novas infecções varia por dia e pode ser monitorada em tempo real.1 Em comparação com a situação atual na América Latina, os casos confirmados de COVID-19 aumentaram significativamente.2 A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou esta situação uma pandemia devido aos níveis alarmantes de propagação da doença e especialmente devido às complicações que podem surgir após a infecção.

In early 2020, a new virus causing severe acute respiratory syndrome (SARS-CoV-2) spread globally, causing coronavirus disease or COVID-19. The rate of new infections varies per day and can be monitored in real time.1 Compared to the current situation in Latin America, confirmed cases of COVID-19 have increased significantly.2 The World Health Organization (WHO) has declared this situation a pandemic because of the alarming levels of spread of the disease and especially because of the complications that can arise after infection.
Descritores: Bioética
Assistência Odontológica
Infecções por Coronavirus
-Coronavirus
Pandemias
Betacoronavirus
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Criança
Adolescente
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  10 / 918 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147369
Autor: Equipo de trabajo multidisciplinario de la Revista de Odontopediatría Latinoamericana.
Título: Estrategias Psicoconductuales e información para Odontólogos y pacientes que requieran procedimientos de Odontología Pediátrica durante la etapa de la pandemia COVID-19 / Estratégias e informações psicocomportamentais para dentistas e pacientes que necessitam de procedimentos de Odontopediatria durante o momento pandêmico COVID-19 / Psychobehavioral strategies and information for dentists and patients requiring pediatric dentistry procedures during the COVID-19 pandemic stage
Fonte: Rev. odontopediatr. latinoam;10(2):620511, 2020. ilus, graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Ante la situación de pandemia por Coronavirus, se han desarrollado los siguientes documentos desde la Asociación Latinoamericana de Odontopediatría (ALOP), para apoyar a los Odontopediatras, a la comunidad y a las familias sobre cómo abordar la atención odontológica de los niños durante el período de esta crisis sanitaria. La pandemia COVID-19 ha llevado al cierre de las prácticas odontológicas en todo el mundo. Sin embargo, según el estado de pandemia, algunos países están reabriendo actualmente o planean reabrir sus servicios odontológicos como parte de una salida a la estrategia de cierre. Debido a la necesidad urgente de tener una guía para la toma de decisiones, se realiza esta revisión basada en la mejor evidencia disponible. En esta situación de pandemia en evolución, la información proporcionada por cada país puede estar sujeta a cambios.

Diante da pandemia de coronavírus, os seguintes documentos foram desenvolvidos pela Associação LatinoAmericana Odontopediatria (ALOP), para apoiar os odontopediatras, a comunidadee as famílias sobre como abordar o atendimento odontológico infantil durante o período deste crise de saúde. A pandemia do COVID-19 levou ao fechamento de consultórios odontológicos em todo o mundo. No entanto, dependendo do estado da pandemia, atualmente, alguns países estão reabrindo ou planejam reabrir seus consultório como parte de uma saída para a estratégia de evitar a falência. Devido à necessidade urgente de um guia de tomada de decisão, esta revisão é realizada com base nas melhores evidências disponíveis. Nesta situação de pandemia em evolução, as informações fornecidas por cada país podem estar sujeitas a alterações.
Descritores: Infecções por Coronavirus
Coronavirus
-Pacientes
Assistência Odontológica
Estratégias
Odontopediatria
Tomada de Decisões
Odontólogos
Pandemias
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento



página 1 de 92 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde