Base de dados : LILACS
Pesquisa : E06.658.453 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1016 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 102 ir para página                         

  1 / 1016 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-975765
Autor: Maranhão, Kalena Melo; Neves, Fernanda; Reis, Ana Cassia; Maranhão, Pablo; Gatti, Joyce; Brandão, Gustavo; Klautau, Eliza; Azevedo, Dario.
Título: Evaluation of the Shear Strength of Orthodontic Bands Cemented with New Composite Using Adhesive System / Evaluación de la Resistencia al Cizallamiento de Bandas Ortodónticas Cementadas con Nuevo Compuesto Utilizando Sistema Adhesivo
Fonte: Int. j. odontostomatol. (Print);12(4):407-411, dic. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT: Orthodontic cements have been used to enhance retention between the band and the crown, however, unfavorable properties found in many of these cements may contribute to cement failure between band and crown's surface and leading to unsuccessful application of orthodontic forces. The aim of this study was to evaluate the shear strength of the Orthobite composite (FGM) using the Single Bond adhesive system (3M). The sample consisted of 30 bovine incisors divided in 2 groups (n=15). All teeth were submitted to prophylaxes with pumice stone and etching with phosphoric acid. In Group I the Orthobite was used conventionally. Group II was similar to Group I, however, the Single Bond adhesive system was applied after conditioning. The samples were stored in distilled water in incubator at 37 ºC for 24 h and submitted to the shear strength test at a speed of 0.5 mm/minute speed. Data were submitted to the Student T test (5 %). The results (MPa) showed no statistically significant differences between the groups, regardless of surface treatment. Thus, all groups exhibited adequate adhesive bond strength for clinical use.

RESUMEN: Los cementos ortodónticos se han utilizado para aumentar la retención entre la banda y la corona, sin embargo, las propiedades desfavorables encontradas en muchos de estos cementos pueden contribuir a la falla del cemento entre la superficie de la banda y la corona y llevar a la aplicación incorrecta de fuerzas de ortodoncia. El objetivo de este trabajo fue evaluar la resistencia al cizallamiento del compuesto Orthobite (FGM) utilizando el sistema adhesivo Single Bond (3M). La muestra consistió de 30 incisivos bovinos divididos en dos grupos (n = 15). Todos los dientes recibieron profilaxis con piedra pómez y acondicionamiento del esmalte con ácido fosfórico. En el Grupo I, se utilizó Orthobite de manera convencional. El Grupo II fue similar al I, pero se aplicó el sistema adhesivo Single Bond, después de acondicionamiento. Los cuerpos de prueba fueron almacenados en agua destilada en estufa a 37 ºC por 24 h y sometidos al ensayo de resistencia al cizallamiento, con velocidad de 0,5 mm por minuto. Los datos fueron sometidos a la prueba de T Student (5 %). Los resultados (en MPa) no mostraron diferencias estadísticamente significativas entre los grupos, independientemente del tratamiento de la superficie. De esta forma, todos los grupos presentaron resistencia adhesiva adecuada para uso clínico.
Descritores: Aparelhos Ortodônticos
Colagem Dentária
Cimentos de Ionômeros de Vidro
-Resistência à Tração
Resinas Acrílicas
Braquetes Ortodônticos
Estatísticas não Paramétricas
Resistência ao Cisalhamento
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741450
Autor: Anon.
Título: An interview with Eiji Tanaka
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(1):30-39, Jan-Feb/2015. graf.
Idioma: en.
Descritores: Ortodontia/tendências
-Aparelhos Ortodônticos/efeitos adversos
Ortodontia/economia
Apoio à Pesquisa como Assunto
Reabsorção da Raiz/prevenção & controle
Terapia por Ultrassom/métodos
Imageamento por Ressonância Magnética/métodos
Terapia Genética/métodos
Transtornos da Articulação Temporomandibular/diagnóstico
Transtornos da Articulação Temporomandibular/genética
Transtornos da Articulação Temporomandibular/terapia
Pesquisa em Odontologia/economia
Pesquisa em Odontologia/tendências
Transtornos Musculares Atróficos/terapia
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico/métodos
Financiamento Governamental
Organização do Financiamento
Ondas Ultrassônicas
Japão
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cardoso, Jefferson Rosa
Texto completo
Id: lil-751401
Autor: Furquim, Rachel D'Aurea; Pascotto, Renata Correa; Rino Neto, José; Cardoso, Jefferson Rosa; Ramos, Adilson Luiz.
Título: Low-level laser therapy effects on pain perception related to the use of orthodontic elastomeric separators
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(3):37-42, May-Jun/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Some patients refer to pre-banding orthodontic separation as a painful orthodontic procedure. Low-level laser therapy (LLLT) has been reported to have local analgesic effect. OBJECTIVE: The aim of this single-blind study was to investigate the perception of pain caused by orthodontic elastomeric separators with and without a single LLLT application (6J). METHODS: The sample comprised 79 individuals aged between 13 and 34 years old at orthodontic treatment onset. Elastomeric separators were placed in first maxillary molars at mesial and distal surfaces and kept in place for three days. The volunteers scored pain intensity on a visual analogue scale (VAS) after 6 and 12 hours, and after the first, second and third days. One third of patients received laser applications, whereas another third received placebo applications and the remaining ones were controls. Applications were performed in a split-mouth design. Thus, three groups (laser, placebo and control) were assessed. RESULTS: No differences were found among groups considering pain perception in all periods observed. CONCLUSION: The use of a single-dose of LLLT did not cause significant reduction in orthodontic pain perception. Overall pain perception due to orthodontic separator placement varied widely and was usually mild. .

INTRODUÇÃO: alguns pacientes referem-se à separação ortodôntica pré-bandagem como um procedimento doloroso. Tem sido relatado que a terapia com laser de baixa intensidade (LLLT) produz um efeito analgésico local. OBJETIVO: o objetivo deste estudo simples-cego foi investigar a percepção da dor causada por elásticos ortodônticos separadores, com ou sem uma única aplicação de LLLT (6J). MÉTODOS: a amostra foi composta por 79 indivíduos com 13-34 anos de idade no início do tratamento ortodôntico. Elásticos separadores foram colocados nos molares superiores, nas proximais mesial e distal, e mantidos por três dias. Os voluntários marcaram a intensidade da dor em uma escala visual analógica (EVA) após 6 horas, 12 horas, 1 dia, 2 dias e 3 dias. Um terço dos dentes separados recebeu aplicações de laser; outro terço, aplicações placebo; e os demais foram usados como controle. As aplicações foram realizadas segundo um desenho metodológico de boca dividida. Portanto, foram comparados três grupos: laser, placebo e controle. RESULTADOS: não foram encontradas diferenças entre os grupos, em relação à percepção de dor, em nenhum dos períodos observados. CONCLUSÕES: a utilização da LLLT em dose única não causou redução significativa na dor ortodôntica. Além disso, a percepção geral da dor devida à colocação de separadores ortodônticos variou muito e foi, geralmente, leve. .
Descritores: Aparelhos Ortodônticos
Desenho de Aparelho Ortodôntico
Elastômeros/química
Terapia com Luz de Baixa Intensidade/métodos
Percepção da Dor/efeitos da radiação
-Placebos
Técnicas de Movimentação Dentária/instrumentação
Medição da Dor/métodos
Método Simples-Cego
Seguimentos
Lasers Semicondutores/uso terapêutico
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751409
Autor: Pithon, Matheus Melo; Ferraz, Caio Souza; Rosa, Francine Cristina Silva; Rosa, Luciano Pereira.
Título: Sterilizing elastomeric chains without losing mechanical properties. Is it possible?
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(3):96-100, May-Jun/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: To investigate the effects of different sterilization/disinfection methods on the mechanical properties of orthodontic elastomeric chains. METHODS: Segments of elastomeric chains with 5 links each were sent for sterilization by cobalt 60 (Co60) (20 KGy) gamma ray technology. After the procedure, the elastomeric chains were contaminated with clinical samples of Streptococcus mutans. Subsequently, the elastomeric chains were submitted to sterilization/disinfection tests carried out by means of different methods, forming six study groups, as follows: Group 1 (control - without contamination), Group 2 (70°GL alcohol), Group 3 (autoclave), Group 4 (ultraviolet), Group 5 (peracetic acid) and Group 6 (glutaraldehyde). After sterilization/disinfection, the effectiveness of these methods, by Colony forming units per mL (CFU/mL), and the mechanical properties of the material were assessed. Student's t-test was used to assess the number of CFUs while ANOVA and Tukey's test were used to assess elastic strength. RESULTS: Ultraviolet treatment was not completely effective for sterilization. No loss of mechanical properties occurred with the use of the different sterilization methods (p > 0.05). CONCLUSION: Biological control of elastomeric chains does not affect their mechanical properties. .

OBJETIVO: verificar os efeitos de diferentes métodos de esterilização/desinfecção nas propriedades mecânicas de elásticos ortodônticos em cadeia. MÉTODOS: segmentos de elástico em cadeia com 5 elos cada foram enviados para esterilização em radiação gama com cobalto 60 (20 KGy). Após esterilização, esses foram contaminados com amostras clínicas de Streptococcus mutans. Passado esse período, foram submetidos aos testes de esterilização/desinfecção por diferentes métodos, formando seis grupos de estudo, assim denominados: Grupo 1 (controle - sem ter sido contaminado), Grupo 2 (álcool 70°GL), Grupo 3 (autoclave), Grupo 4 (ultravioleta), Grupo 5 (ácido peracético) e Grupo 6 (glutaraldeído). Após esterilização/desinfecção, avaliou-se a efetividade desses métodos, por meio de contagem de unidades formadoras de colônias por mL (UFC/mL), e as propriedades mecânicas desses materiais. Utilizou-se o teste t de Student para avaliar o número de UFC, além do ANOVA e, posteriormente, do teste de Tukey para avaliação da força. RESULTADOS: verificou-se que o ultravioleta não obteve eficácia total quanto à esterilização. E não ocorreu perda das propriedades mecânicas dos elásticos, com os diferentes métodos de esterilização utilizados (p > 0,05). CONCLUSÃO: o controle biológico de elásticos em cadeia não interfere nas suas propriedades mecânicas. .
Descritores: Aparelhos Ortodônticos/microbiologia
Esterilização/métodos
Elastômeros/química
Materiais Dentários/química
-Ácido Peracético/uso terapêutico
Streptococcus mutans/efeitos dos fármacos
Streptococcus mutans/efeitos da radiação
Estresse Mecânico
Fatores de Tempo
Raios Ultravioleta
Teste de Materiais
Desinfecção/métodos
Glutaral/uso terapêutico
Radioisótopos de Cobalto/uso terapêutico
Desinfetantes de Equipamento Odontológico/uso terapêutico
Compostos Radiofarmacêuticos/uso terapêutico
Elastômeros/efeitos da radiação
Materiais Dentários/efeitos da radiação
Etanol/uso terapêutico
Elasticidade
Carga Bacteriana/efeitos dos fármacos
Carga Bacteriana/efeitos da radiação
Raios gama/uso terapêutico
Temperatura Alta
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-764537
Autor: Thiesen, Guilherme.
Título: Agenesis of maxillary lateral incisor in an Angle Class II, Division 1 malocclusion patient
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(5):108-117tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The present case report describes the orthodontic treatment of a patient with agenesis of maxillary left lateral incisor and Angle Class II, Division 1 malocclusion. The patient also presented with maxillary midline deviation and inclination of the occlusal plane in the anterior region. Treatment objectives were: correction of sagittal relationship between the maxilla and the mandible; correction of midline deviation, so as to cause maxillary and mandibular midlines to coincide; correction of overbite and leveling of the occlusal plane, so as to create ideal conditions for esthetic rehabilitation of anterior teeth. This case was presented to the Brazilian Board of Orthodontics and Dentofacial Orthopedics (BBO) as a requirement for the title of certified by the BBO.

O presente caso clínico relata o tratamento ortodôntico de um paciente portador de agenesia do incisivo lateral superior esquerdo e má oclusão de Classe II 1a divisão de Angle. Apresentava, ainda, desvio da linha média superior e inclinação do plano oclusal na região anterior. Os objetivos do tratamento foram adequar a relação sagital entre as arcadas, proporcionar a coincidência entre as linhas médias superior e inferior, corrigir a sobremordida e nivelar o plano oclusal, criando condições apropriadas para a reabilitação estética dos dentes anteriores. Este caso foi apresentado à Diretoria do Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO) como parte dos requisitos para a obtenção do título de Diplomado pelo BBO.
Descritores: Sobremordida/terapia
Má Oclusão Classe II de Angle/terapia
-Aparelhos Ortodônticos
Ortodontia Corretiva/métodos
Extração Dentária
Prótese Dentária/instrumentação
Prótese Dentária/métodos
Oclusão Dentária
Incisivo/anormalidades
Mandíbula/anormalidades
Maxila
Anodontia/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Almeida, Renato Rodrigues de
Almeida, Marcio Rodrigues de
Texto completo
Id: lil-777512
Autor: Rocha, Caroline Andrade; Almeida, Renato Rodrigues de; Henriques, José Fernando Castanha; Flores-Mir, Carlos; Almeida, Marcio Rodrigues de.
Título: Evaluation of long-term stability of mesiodistal axial inclinations of maxillary molars through panoramic radiographs in subjects treated with Pendulum appliance
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);21(1):67-74, Jan.-Feb. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To evaluate the stability of mesiodistal inclination of maxillary molars produced by a pendulum appliance, five years after completion of orthodontic treatment. Angulation changes were compared to an untreated sample. Methods: The sample consisted of 20 patients (14 females and 6 males) with Class II, Division 1 malocclusion that was treated through molar distalization with a pendulum appliance followed by cervical headgear and full fixed appliances. Maxillary molar inclination was evaluated through panoramic radiograph. The mean age at pretreatment was 14.3 ± 1.6 years, whereas at immediate post-treatment it was 18.6 ± 1.8 years, and at long-term post-treatment it was 23.8 ± 2.0 years. A control group of 16 untreated individuals with untreated normocclusion ranging in age from 12 to 17 years old were used as comparison group. Data were statistically analyzed with independent t-tests and ANOVA test followed by Tukey post-hoc tests. Results: Statistically significant differences were found between T1(94.50) and T2 (98.80) as well as between T2 and T3 (94.70) for maxillary first molars. Maxillary second molars did not show any statistically significant positional changes during the evaluated time periods T1 (107.50), T2 (109.30) and T3 (106.90). Conclusion: Although maxillary first molars underwent distal crown inclination immediately after treatment, approximately five years thereafter their roots tended to upright close to the pretreatment positions.

Objetivo: avaliar a estabilidade da inclinação mesiodistal dos molares superiores cinco anos após o tratamento realizado com o aparelho Pendulum seguido de aparelho ortodôntico fixo. As mudanças na angulação foram comparadas com uma amostra não tratada. Métodos: a amostra consistiu de 20 pacientes (14 do sexo feminino e 6 do masculino) com má oclusão de Classe II, divisão 1 tratados por meio da distalização dos molares com o aparelho Pendulum seguido de ancoragem extrabucal cervical e aparelho fixo. A inclinação dos molares superiores foi avaliada por meio de radiografias panorâmicas. A média da idade ao início do tratamento foi de 14,3 ± 1,6 anos; ao final do tratamento, de 18,6 ± 1,8 anos e, no longo tempo pós-tratamento, de 23,8 ± 2,0 anos. Para comparação, foi usado um grupo controle com 16 indivíduos não tratados e com oclusão normal, apresentando idades entre 12 e 17 anos. Os dados foram analisados estatisticamente pelo teste t independente e ANOVA, seguido do teste de Tukey. Resultados: os primeiros molares superiores apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre T1 (94,5o) e T2(98,8o), bem como entre T2 e T3(94,7o). Os segundos molares superiores não apresentaram alterações estatisticamente significativas no seu posicionamento durante os períodos avaliados, T1 (107,5o), T2(109,3o) e T3 (106,9o). Conclusões: apesar de os primeiros molares superiores apresentarem inclinação distal da coroa imediatamente após o tratamento, aproximadamente cinco anos depois suas raízes tendem a ocupar posições próximas às do início do tratamento.
Descritores: Técnicas de Movimentação Dentária
Maxila
Dente Molar
-Aparelhos Ortodônticos/efeitos adversos
Cefalometria
Desenho de Aparelho Ortodôntico
Má Oclusão Classe II de Angle/etiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1156449
Autor: Huamán Aguilar, Lady; Soldevilla Galarza, Luciano; Castro-Rodríguez, Yuri.
Título: Percepción del dolor, rasgos de personalidad y actitud del paciente hacia el tratamiento ortodóntico / Pain perception, personality traits and patient attitude toward orthodontic treatment
Fonte: Rev. cuba. invest. bioméd;39(4):e781, oct.-dic. 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El dolor inducido por los aparatos de ortodoncia es una de las principales razones que desalientan a los pacientes a buscar tratamiento ortodóntico y puede afectar negativamente su cooperación. Objetivo: Determinar la relación de la percepción del dolor, rasgos de personalidad y la actitud del paciente hacia el tratamiento ortodóntico. Métodos: Estudio transversal y observacional. La muestra estuvo conformada por dos grupos: I) 200 sujetos no tratados (78 varones y 122 mujeres; edad promedio 20,02 ± 2,67 años) y II) 200 sujetos tratados (64 varones y 136 mujeres; edad promedio 20,29 ± 3,88 años). El instrumento para la recolección de datos fue un cuestionario que incluía la evaluación de la expectativa del dolor para sujetos no tratados, experiencia de dolor para sujetos tratados, los perfiles de personalidad de los pacientes y actitudes hacia el tratamiento de ortodoncia. Resultados: No se encontró relación entre la percepción del dolor, los rasgos de personalidad y actitud del paciente hacia el tratamiento ortodóntico (p > 0,05). El estado de tratamiento (presentar ortodoncia) afectó la percepción del dolor hacia el tratamiento ortodóntico (p < 0,05), el género no afectó la percepción del dolor. El estado de tratamiento y el género masculino afectaron la actitud del paciente hacia el tratamiento ortodóntico (p < 0,05). Conclusiones: Los pacientes con mejor actitud mostraron menos dolor y los pacientes con mayor percepción del dolor mostraron una actitud negativa. Los niveles bajos de amabilidad tienen efecto sobre la percepción del dolor del paciente hacia el tratamiento ortodóntico(AU)

Introduction: The pain induced by orthodontic appliances is one of the main reasonswhy patients are reluctant to seek orthodontic treatment, and may negatively affect their cooperation. Objective: Determine the relationship between pain perception, personality traits and patient attitude toward orthodontic treatment. Methods: A cross-sectional observational study was conducted of a study sample composed of two groups: I) 200 untreated subjects (78 male and 122 female; mean age 20.02 ± 2.67 years) and II) 200 treated subjects (64 male and 136 female; mean age 20.29 ± 3.88 years). The data collection tool was a questionnaire including an evaluation of pain expectation for untreated subjects, pain experience for treated subjects, patients' personality profiles and attitudes toward orthodontic treatment. Results: No relationship was found between pain perception, personality traits and patient attitude toward orthodontic treatment (p > 0.05). Treatment status (untreated or treated) affected pain perception and the attitude toward orthodontic treatment (p < 0.05); gender did not affect pain perception. Treatment status and male gender affected patient attitude toward orthodontic treatment (p < 0.05). Conclusions: Patients with a better attitude experienced less pain, whereas patients with a greater pain perception showed a negative attitude. Low levels of kindness have an effect on pain perception and patient attitude toward orthodontic treatment(AU)
Descritores: Ortodontia/métodos
-Aparelhos Ortodônticos/efeitos adversos
Personalidade
Estudos Transversais
Percepção da Dor/fisiologia
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828659
Autor: Kawabata, Edilene; Dantas, Vera Lucia; Kato, Carlos Brito; Normando, David.
Título: Color changes of esthetic orthodontic ligatures evaluated by orthodontists and patients: a clinical study
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);21(5):53-57, Sept.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To evaluate in vivo changes in the color of esthetic elastomeric ligatures from different manufacturers. Methods: Four widely used commercial brands of elastomeric ligatures were selected and used in 20 adult patients in a split-mouth design. The ligatures were evaluated by orthodontists and patients in a double-blind manner on the day the ligatures were placed (T0) and 30 days after intraoral exposure (T1) by means of a system of staining scores. Groups were compared by Friedman test with p < 0.05. Results: Orthodontists and patients reported similar staining scores (p > 0.05). Results showed that all brands underwent significant staining when exposed to the intraoral environment. Modular-crystal MorelliTM (Sorocaba, SP, Brazil) showed the highest degree of staining with the median reaching the maximum value (3); while the other brands (3M UnitekTM, American OrthodonticsTM and GAC DentsplyTM) showed the median equal to 1 (p < 0.001). A large individual variability in the degree of staining was also found for all brands. Conclusions: All four brands of esthetic ligatures showed significant staining, which appeared to be more pronounced for the MorelliTM brand. Changes in color of the elastomeric ligatures were perceived similarly by patients and orthodontists. The industry needs to improve the color stability of esthetic ligatures.

RESUMO Objetivo: avaliar, in vivo, as alterações na cor de elastômeros estéticos de diferentes fabricantes. Métodos: quatro marcas comerciais de elastômeros amplamente utilizados foram selecionadas e utilizadas em 20 pacientes adultos, por meio desse estudo com delineamento do tipo boca dividida. As ligaduras foram avaliadas por ortodontistas e pacientes, com método duplo-cego, no dia que as ligaduras foram instaladas (T0) e após 30 dias em exposição ao meio intrabucal (T1), atribuindo escores ao manchamento dessas. Os grupos foram comparados pelo teste de Friedman, com p < 0,05. Resultados: os ortodontistas e pacientes relataram escores semelhantes de manchamento (p > 0,05). Os resultados mostraram que todas as marcas analisadas apresentaram alterações significativas na coloração, quando foram expostas ao ambiente intrabucal. O modelo Modular-cristal (Morelli, Sorocaba/SP, Brasil) mostrou o maior grau de manchamento, com a mediana atingindo o valor máximo (3), enquanto nas outras marcas (3M Unitek, American Orthodontics e GAC Dentsply) a mediana foi igual a 1 (p < 0,001). Também se verificou uma grande variabilidade individual no grau de manchamento, para todas as marcas. Conclusões: Todas as quatro marcas de elastômeros estéticos mostraram manchamento significativo, que pareceu ser mais pronunciado para a marca Morelli. As alterações de cor nos elastômeros foram percebidas de forma semelhante pelos pacientes e pelos ortodontistas. Assim, a indústria precisa melhorar a estabilidade de cor dos elastômeros estéticos.
Descritores: Aparelhos Ortodônticos
Cor
Elastômeros
Estética Dentária
-Método Duplo-Cego
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Clínico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1016 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828664
Autor: Alves, Celha Borges Costa; Segurado, Márcio Nunes; Dorta, Miriam Cristina Leandro; Dias, Fátima Ribeiro; Lenza, Maurício Guilherme; Lenza, Marcos Augusto.
Título: Evaluation of cytotoxicity and corrosion resistance of orthodontic mini-implants
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);21(5):39-46, Sept.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To evaluate and compare in vitro cytotoxicity and corrosion resistance of mini-implants from three different commercial brands used for orthodontic anchorage. Methods: Six mini-implants (Conexão(tm), Neodent(tm) and SIN(tm)) were separately immersed in artificial saliva (pH 6.76) for 30 and 60 days. The cytotoxicity of the corrosion extracts was assessed in L929 cell cultures using the violet crystal and MTT assays, as well as cell morphology under light microscopy. Metal surface characteristics before and after immersion in artificial saliva were assessed by means of scanning electron microscopy (SEM). The samples underwent atomic absorption spectrophotometry to determine the concentrations of aluminum and vanadium ions, constituent elements of the alloy that present potential toxicity. For statistical analysis, one-way ANOVA/Bonferroni tests were used for comparisons among groups with p < 0.05 considered significant. Statistical analysis was carried out with Graph Pad PRISM software Version 4.0. Results: No changes in cell viability or morphology were observed. Mini-implants SEM images revealed smooth surfaces with no obvious traces of corrosion. The extracts assessed by means of atomic absorption spectrophotometry presented concentrations of aluminum and vanadium ions below 1.0 µg/mL and 0.5 µg/mL, respectively. Conclusion: Orthodontic mini-implants manufactured by Conexão(tm), Neodent(tm) and SIN(tm) present high corrosion resistance and are not cytotoxic.

RESUMO Objetivo: avaliar, in vitro, e comparar a citotoxicidade e a resistência à corrosão de mini-implantes de três marcas comerciais diferentes, utilizados para ancoragem ortodôntica. Métodos: seis mini-implantes fabricados pelas empresas Conexão(r), Neodent(r) e SIN(r) foram imersos, separadamente, em saliva artificial (pH = 6,76), por 30 e 60 dias, de forma a obter os extratos da corrosão. A citotoxicidade dos extratos foi avaliada em cultura de células L929, empregando-se a análise de ensaios do cristal violeta e MTT, bem como da morfologia celular sob microscopia óptica. As características da superfície do metal antes e após a imersão em saliva artificial foram avaliadas usando microscopia eletrônica de varredura. Os extratos foram submetidos a espectrofotometria de absorção atômica, para determinar as concentrações dos íons alumínio e vanádio, elementos constituintes da liga e que apresentam toxicidade em potencial. Para análise estatística, os testes one-way ANOVA/Bonferroni foram usados para comparação entre os grupos, com p < 0,05 sendo considerado significativo. A análise estatística foi realizada com o programa Graph Pad PRISM v. 4.0. Resultados: não foi observada alteração na viabilidade ou morfologia celular após a exposição dos mini-implantes aos extratos. A análise dos mini-implantes por microscopia eletrônica de varredura revelou superfícies lisas e sem traços evidentes de corrosão. Os extratos analisados usando espectrofotometria de absorção atômica apresentaram concentrações de íons alumínio e vanádio inferiores a 1,0 µg/ml e 0,5 µg/ml, respectivamente. Conclusão: os mini-implantes fabricados pelas empresas Conexão(r), Neodent(r) e SIN(r) apresentam alta resistência à corrosão e não são citotóxicos.
Descritores: Aparelhos Ortodônticos/efeitos adversos
Implantes Dentários/efeitos adversos
-Propriedades de Superfície
Vanádio/análise
Microscopia Eletrônica de Varredura
Análise de Variância
Desenho de Aparelho Ortodôntico
Corrosão
Citotoxinas/análise
Alumínio/análise
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1016 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840191
Autor: Figueiredo, Daniel Santos Fonseca; Cardinal, Lucas; Bartolomeo, Flávia Uchôa Costa; Palomo, Juan Martin; Horta, Martinho Campolina Rebello; Andrade Jr, Ildeu; Oliveira, Dauro Douglas.
Título: Effects of rapid maxillary expansion in cleft patients resulting from the use of two different expanders
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);21(6):82-90, Sept.-Oct. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: The aim of this study was to evaluate the skeletal and dental effects of rapid maxillary expansion (RME) in cleft patients using two types of expanders. Methods: Twenty unilateral cleft lip and palate patients were randomly divided into two groups, according to the type of expander used: (I) modified Hyrax and (II) inverted Mini-Hyrax. A pretreatment cone-beam computed tomographic image (T0) was taken as part of the initial orthodontic records and three months after RME, for bone graft planning (T1). Results: In general, there was no significant difference among groups (p > 0.05). Both showed a significant transverse maxillary expansion (p < 0.05) and no significant forward and/or downward movement of the maxilla (p > 0.05). There was greater dental crown than apical expansion. Maxillary posterior expansion tended to be larger than anterior opening (p < 0.05). Cleft and non-cleft sides were symmetrically expanded and there was no difference in dental tipping between both sides (p > 0.05). Conclusions: The appliances tested are effective in the transverse expansion of the maxilla. However, these appliances should be better indicated to cleft cases also presenting posterior transverse discrepancy, since there was greater expansion in the posterior maxillary region than in the anterior one.

RESUMO Objetivo: o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos esqueléticos e dentários da expansão rápida da maxila (ERM) em pacientes fissurados, utilizando dois tipos de disjuntores. Métodos: vinte pacientes com fissura labiopalatal unilateral foram aleatoriamente divididos em dois grupos, de acordo com o tipo de aparelho utilizado: (1) Hyrax modificado e (2) Mini-Hyrax invertido. Tomografias computadorizadas de feixe cônico foram obtidas antes do tratamento (T0), como parte da documentação ortodôntica inicial, e três meses após a ERM, para o planejamento de enxertia óssea (T1). Resultados: não houve diferença significativa entre os grupos (p>0,05). Ambos apresentaram significativa expansão transversal da maxila (p<0,05), sem significativa movimentação anterior e/ou inferior da maxila (p>0,05). Houve uma maior expansão transversal das coroas em relação à expansão nos ápices. A tendência observada foi uma maior expansão na região posterior da maxila, em comparação à anterior (p<0,05). Avaliando o deslocamento dos lados fissurado e não fissurado, a expansão ocorreu de maneira simétrica e não houve diferença na inclinação dentária entre os lados (p>0,05). Conclusões: os aparelhos testados são eficazes na expansão transversal da maxila em pacientes fissurados. Porém, esses aparelhos seriam melhor indicados para casos de fissura labiopalatal com atresia transversal posterior, uma vez que a expansão foi maior na região posterior da maxila do que na região anterior.
Descritores: Aparelhos Ortodônticos
Técnica de Expansão Palatina/instrumentação
Fissura Palatina/terapia
-Palato/diagnóstico por imagem
Fissura Palatina/diagnóstico por imagem
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 102 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde