Base de dados : LILACS
Pesquisa : E07.101.074 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 19 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 19 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-472252
Autor: Moreira, Ana Cristina Azevedo; Wanderley-Cruz, José Flávio.
Título: Efetividade da clorexidina incorporada a hidrocolóide irreversível / Effectivenes of the chloroxidine incorporated to irreversible hydrocolloids
Fonte: Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) = J. med. biol. sci;4(2):113-117, maio-ago. 2005. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: É importante prevenir a ocorrência de infecção cruzada entre o consultório odontológico e o laboratório de prótese, veiculada através de moldes contaminados. A literatura recomenda a utilização de substâncias para a desinfecção de moldes e modelos. Produtos para a moldagem contendo clorexidina em sua fórmula estão disponíveis no mercado. O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antibacteriana de hidrocolóides irreversíveis (alginato) que contêm clorexidina, em amostras de saliva. Foram feitos testes de difusão do discodealginato em agar BHI e eluição do disco em caldo BHI, utilizando-se amostras de alginato com e sem clorexidina e saliva. Observou-se a formação de halo de inibição de crescimento bacteriano e ausência de turvação nos tubos–teste com alginato com clorexidina, confirmando a atividade antibacteriana do produto. Nos controles com alginato sem clorexidina, não houve halo de inibição de crescimento ou ausência de turvação. Os resultados evidenciaram inibição do crescimento de bactérias da saliva pelo alginato comclorexidina, o que pode constituir-se em opção para o controle da infecção cruzada em consultórios odontológicos e laboratórios de prótese.
Descritores: Alginatos
Clorexidina
Consultórios Odontológicos
Controle de Infecções
Curativos Hidrocoloides
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR337.1 - Biblioteca


  2 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100875
Autor: Castanho, Lais Esparrachiari Carvalho; Santos, Bruna Nogueira dos; Margatho, Amanda Salles; Braga, Fernanda Titareli Merizio Martins; Reis, Paula Elaine Diniz dos; Oliveira, Maria Carolina de; Silveira, Renata Cristina de Campos Pereira.
Título: Curativo gel de clorexidina no transplante de células-tronco hematopoéticas / Vendaje gel de clorhexidina en el trasplante de células madre hematopoyéticas / Chlorhexidine gel dressing in hematopoietic stem cell transplantation
Fonte: Acta Paul. Enferm. (Online);33:eAPE20180307, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Resumo Objetivo Acompanhar o uso do curativo gel de clorexidina em cateter venoso central de crianças e adultos submetidos ao transplante de células-tronco hematopoéticas para verificar a ocorrência de infecção da corrente sanguínea relacionada ao cateter e irritação cutânea na vigência deste curativo. Métodos Estudo observacional e prospectivo, com 25 pacientes com cateter venoso central inserido para realização do transplante de células-tronco hematopoéticas. Diariamente avaliou-se as características do curativo, da pele, clínicas do paciente e relacionadas a infecção. Os pacientes foram acompanhados a partir do primeiro dia da inserção do CVC até a sua remoção, até o limite de 45 dias a partir da data de inserção do CVC. Resultados A infecção da corrente sanguínea relacionada ao cateter ocorreu em 28% dos pacientes, houve associação entre neutropenia febril e infecção (p<0,01). A irritação cutânea foi identificada em 24% dos pacientes. Não foi identificada associação entre infecção da corrente sanguínea relacionada ao cateter e a irritação cutânea (p=0,51). Houve associação significativa entre irritação cutânea e suspensão do uso do curativo (p=0,03). As trocas não programadas ocorreram em 50% das trocas identificadas e o principal motivo foi a presença de sangue no curativo (57,8%). Conclusão O uso do curativo gel de clorexidina em pacientes submetidos ao TCTH demonstrou ser uma medida eficaz na redução da ocorrência de infecções relacionadas ao cateter, quando comparado aos dados da literatura. Os casos de ICSRC encontrados foram associados, principalmente, à condição de neutropenia, muito comum nesta população. Os casos de irritação cutânea relacionados ao curativo identificados e a presença de sangue como principal motivo de troca não programada salientam a importância do conhecimento relacionado ao uso do curativo por parte dos enfermeiros assistenciais, a fim de criar protocolos que indiquem o uso e manejo do curativo com segurança.

Resumen Objetivo Hacer un seguimiento del uso del vendaje gel de clorhexidina en catéter venoso central (CVC) en niños y adultos sometidos al trasplante de células madre hematopoyéticas (TCMH) para verificar los casos de infección del flujo sanguíneo relacionados con el catéter (IFSRC) y la irritación cutánea durante la validez de este vendaje. Métodos Estudio observacional y prospectivo, con 25 pacientes con catéter venoso central insertado para realizar el trasplante de células madre hematopoyéticas. Diariamente se evaluaron las características del vendaje y de la piel, las características clínicas del paciente y las relacionadas con la infección. Los pacientes recibieron un seguimiento a partir del primer día de la inserción del CVC hasta su retirada, con un límite de 45 días a partir de la fecha de inserción del CVC. Resultados La infección del flujo sanguíneo relacionada con el catéter se presentó en el 28% de los pacientes, hubo relación entre neutropenia febril e infección (p<0,01). Se identificó irritación cutánea en el 24% de los pacientes. No se identificó relación entre la infección del flujo sanguíneo relacionada con el catéter y la irritación cutánea (p=0,51). Hubo relación significativa entre la irritación cutánea y la suspensión del uso del vendaje (p=0,03). Los cambios no programados sucedieron en el 50% de los cambios registrados, y el motivo principal fue la presencia de sangre en el vendaje (57,8%). Conclusión El uso del vendaje gel de clorhexidina en pacientes sometidos al TCMH demostró ser una medida eficaz para la reducción de casos de infecciones relacionadas con el catéter, en comparación con los datos de la literatura. Los casos de IFSRC encontrados se relacionaron principalmente con la condición de neutropenia, muy común en esta población. Los casos identificados de irritación cutánea relacionados con el vendaje y la presencia de sangre como principal motivo de cambio no programado resaltan la importancia del conocimiento del uso del vendaje por parte de los enfermeros asistenciales, a fin de crear protocolos que indiquen el uso y manejo seguro del vendaje.

Abstract Objective Monitor the use of chlorhexidine gel dressing in the central venous catheter of children and adults submitted to hematopoietic stem cell transplantation (HSCT) to check for catheter-related bloodstream infection and skin irritation while using this dressing. Methods This is a prospective observational study with 25 patients with central venous catheters (CVC) inserted for hematopoietic stem cell transplantation. Dressing characteristics, skin characteristics, clinical conditions of patients and infection-related characteristics were evaluated daily. Patients were monitored from the first day of CVC insertion until removal, up to 45 days from the CVC insertion date. Results Catheter-related bloodstream infection (CRBSI) occurred in 28% of all patients, with an association between febrile neutropenia and infection (p<0.01). Skin irritation was identified in 24% of patients. No association was found between catheter-related bloodstream infection and skin irritation (p=0.51). A significant association was observed between skin irritation and dressing removal (p=0.03). Unscheduled dressing changes corresponded to 50% of all dressing changes identified during the study, and the main reason was presence of blood in the dressing (57.8%). Conclusion Using chlorhexidine gel dressing in patients submitted to HSCT proved to be an effective measure to reduce the occurrence of catheter-related infections, when compared to literature data. The cases of CRBSI found in this study were mainly associated with the condition of neutropenia, which is very common in this population. The cases of dressing-related skin irritation and presence of blood as the main reason for unscheduled change highlight the importance of nurses having proper knowledge about how to use this dressing in order to create protocols for safe dressing use and handling.
Descritores: Clorexidina/uso terapêutico
Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas
Curativos Hidrocoloides
Infecções Relacionadas a Cateter/tratamento farmacológico
Cateteres Venosos Centrais
Anti-Infecciosos Locais/uso terapêutico
-Estudos Prospectivos
Estudo Observacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  3 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-883552
Autor: Cortés, Olga; Salazar-Beltrán, Luz Dary; Rojas-Castañeda, Yudi; Alvarado-Muriel, Paula; Serna-Restrepo, Aracelly; Grinspun, Doris.
Título: Uso de apósitos hidrocoloides en la prevención de úlceras por presión en pacientes de alto riesgo: una cohorte retrospectiva / Uso de curativos hidrocoloides na prevenção de úlceras por pressão em pacientes de alto risco: uma coorte retrospectiva / Use of Hydrocolloid Dressings in Preventing Pressure Ulcers in High-risk Patients: a Retrospective Cohort
Fonte: Invest. educ. enferm;36(1):[E11], Feb 15 2018. Tab 1, Tab 2, Tab 3, Tab 4, Figura 1.
Idioma: en.
Resumo: Objective. This work sought to evaluate the association between using preventive hydrocolloid dressings and the onset of pressure ulcers in hospitalized patients. Methods. Retrospective cohort study that included adult patients with high risk of pressure ulcers (PU) evaluated according to the Braden scale and who had been admitted with preventive purposes to a skin care program. The preventive care prescribed by the nursing staff included using hydrocolloid dressing plus conventional care (HD+CC) or only conventional care (CC), in a tier IV hospital in Bogotá, Colombia. Information was obtained from the clinical records of the demographic variables, health, and complications during hospitalization. Results. One-hundred seventy subjects were included in the study (23 in HD+CC and 147 in CC). In all, 30.4% of the patients in the HD+CC group and 17% in the CC group had PU during follow up (p=0.15). The ratio between the type of preventive treatment received and the development of PU obtained a raw Hazzard ratio (HR) of 1.35 (CI95%: 0.58-3.14; p=0.48) and HR adjusted for confounding variables of 1.06 (CI95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusion. Our results showed no superiority of HD+CC against CC in preventing PU in adult patients with high risk according to the Braden scale. The cohort study did not reveal significant differences between both interventions. It is necessary to promote and develop clinical trials to evaluate the effectiveness of using dressings and other conventional care in high-risk patients for this type of event. (AU)

Objetivo. Evaluar la asociación entre el uso de apósitos hidrocoloides preventivos y la aparición de úlceras por presión en pacientes hospitalizados. Métodos. Estudio de cohorte retrospectivo que incluyó pacientes adultos con alto riesgo de úlceras por presión (UPP) evaluados según escala Braden y que habían sido admitidos con fines preventivos en un programa de cuidado de la piel, en un hospital de cuarto nivel de atención, en Bogotá, Colombia. Los cuidados preventivos prescritos por el personal de enfermería incluyeron el uso de apósito hidrocoloide más cuidado convencional (AH+CC) o solo cuidado convencional (CC). Se obtuvo información de las historias clínicas de las variables demográficas, de salud y complicaciones durante hospitalización. Resultados. Se incluyeron en el estudio un total de 170 pacientes (23 de AH+CC y 147de CC). El 30.4% en el grupo AH+CC y el 17% de CC presentó UPP durante el seguimiento (p=0.15). La relación entre el tipo de tratamiento preventivo recibido y el desarrollo de UPP obtuvo un HR crudo de 1.35 (IC95%: 0.58-3.14; p=0.48) y un HR ajustado por factores de confusión de 1.06 (IC95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusión. Nuestros resultados mostraron no superioridad de AH+CC frente al CC enfermero en la prevención de UPP en pacientes adultos con alto riesgo según Braden. El estudio de la cohorte no reveló diferencias significativas entre las dos intervenciones. Se hace necesario la promoción y desarrollo de ensayos clínicos que evalúen la efectividad del uso de los apósitos y otros cuidados convencionales en pacientes de alto riesgo para este tipo de evento (AU)

Objetivo. Avaliar a associação entre o uso de curativos hidrocoloides preventivos e a aparição de úlceras por pressão em pacientes hospitalizados. Métodos. Estudo de coorte retrospectivo que incluiu pacientes adultos com alto risco de úlceras por pressão (UPP) avaliados segundo escala Braden e que haviam sido admitidos com fins preventivos num programa de cuidado da pele, num hospital de quarto nível de atenção, em Bogotá, Colômbia. Os cuidados preventivos prescritos pelo pessoal de enfermagem incluíram o uso de curativo hidrocoloide mais cuidado convencional (AH+CC) ou só cuidado convencional (CC). Se obteve informação das histórias clínicas das variáveis demográficas, de saúde e complicações durante hospitalização. Resultados. Um total de 170 pacientes foram incluídos no estudo (23 de AH+CC e 147de CC). 30.4% no grupo AH+CC e 17% de CC apresentaram UPP durante o seguimento (p=0.15). A relação entre o tipo de tratamento preventivo recebido e o desenvolvimento de UPP obteve um HR cru de 1.35 (IC95%: 0.58-3.14; p=0.48) e um HR ajustado por fatores de confusão de 1.06 (IC95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusão. Nossos resultados mostraram não superioridade de AH+CC frente a CC enfermeiro na prevenção de UPP em pacientes adultos com alto risco segundo Braden. O estudo da coorte não revelou diferencias significativas entre as duas intervenções. Se faz necessário a promoção e desenvolvimento de ensaios clínicos que avaliem a efetividade do uso dos curativos e outros cuidados convencionais em pacientes de alto risco para este tipo de evento.(AU)
Descritores: Estudos Retrospectivos
Higiene da Pele
Adulto
Lesão por Pressão
Curativos Hidrocoloides
Hospitalização
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  4 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-639179
Autor: Poma Torres, Humberto Ricardo.
Título: Eficacia entre el jengibre e hidrocoloide en el tratamiento tópico de las úlceras por presión (estadio III), en el Servicio de Medicina Interna No 5 Hospital Nacional Guillermo Almenara Irigoyen, 2003 / Efficiency between ginger and hidrocoloide in the topical treatment of the pressure ulcers (stage III), in the Service of Internal Medicine, National Hospital Guillermo Almenara Irigoyen, 2003.
Fonte: Lima; s.n; 2012. 46 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Facultad de Medicina para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: Las úlceras por presión son un problema de gran importancia en el hospital Guillermo Almenara Irigoyen, representan aproximadamente el 5 por ciento de los egresos hospitalarios de los servicios de Medicina Interna y producen elevada morbimortalidad. En la actualidad en el protocolo de tratamiento de la ulcera por presión (UPP), estadio III, se emplea los apósitos de Hidrocoloide, pero estos no son muy eficaces, solo un 39 por ciento de pacientes curan. Objetivo: Determinar la eficacia clínica (cicatrización) y seguridad del Jengibre iZingiber ojjicinale) en comparación con el Hidrocoloide en el tratamiento tópico de la Ulcera por Presión, sacro, Estadio III. Material y métodos: Ensayo clínico, controlado, no ciego, fue realizado en el Servicio de Medicina Interna No 5, del Hospital Guillermo Almenara Irigoyen, en Lima-Perú, 2003, 34 pacientes fueron tratados con Hidrocoloide y 34 pacientes fueron tratados con pasta de Jengibre. Resultados: El 52,9 por ciento de los pacientes que fue tratado con Hidrocoloide cicatrizo su UPP, estadio III, y el 66,2 por ciento de los pacientes que fue tratado con Jengibre cicatrizo su UPP, estadio III. En el grupo tratado con Hidrocoloide un 14,7 por ciento presentó infección de la úlcera, un 8,82 por ciento maceración de la piel, un 2,9 por ciento presenta hipergranulación y un 14,7 por ciento aparición de mal olor relacionado a la desintegración del Hidrocoloide. En el grupo tratado con jengibre un 5,8 por ciento presento infección de la ulcera, un 20,5 por ciento irritación cutánea, un 11,7 por ciento maceración de la piel. Los factores relacionados a una no cicatrización de la úlcera por presión fueron la desnutrición, la mayor severidad de compromiso del sensorio, el no control de los esfínteres y el mayor tamaño de la ulcera por presión. Conclusiones: 1) El tratamiento tópico para las úlceras por presión, estadio III; con Jengibre es más eficaz que el tratamiento tópico con Hidrocoloide. 2) El tratamiento con Jengibre presenta más efectos adversos. 3) Los factores que influyen en un retardo en la cicatrización de las ulceras por presión son la desnutrición, el no control de esfínteres, el mayor compromiso neurológico y el tamaño mayor al inicio de la ulcera por presión.

Skin ulcers caused by pressure are a very serious problem in the Guillermo Almenara Hospital, approximately represent 5 per cent of the hospitable debits of the Services of Internal Medicine and produce high morbimortality. Now a day a protocol of treatment of the pressure ulcer, stage III, use the hydrocolloid dressing, but it is not very effective, only 39 per cent of patients complete healing. Objective: Determine the clinical effectiveness and security of the ginger in comparison with the hydrocolloid dressing in the topical treatment of the pressure ulcer, sacred, (Stage III). Material and methods: A clinical trial, controlled, not blind, was made in the Service of Internal Medicine No 5, of the Guillermo Almenara Irigoyen Hospital, in Lima-Peru, 2003. A group of 34 patients were treatment with hidrocolloid dressing and 34 patients were treated with ginger paste. Results: 52,9 per cent complete healing with hydrocolloid, and 66,2 per cent complete healing with ginger. In the group treatment with hydrocolloid 14,7 per cent present infection of the ulcer, 8,82 per cent maceration of the skin, 2,9 per cent present hypergranulation and 14,7 per cent present a smell bad related to the disintegration of the hydrocolloid. In the group treatment with ginger 5,8 per cent present infection of the ulcer, 20,5 per cent cutaneous irritation, 11,7 per cent maceration of the skin. The related factors with the not complete healing ofthe pressure ulcer were the malnutrition, the greater severity of commitment of sense, the not control of the sphincters and the greater size of the pressure ulcer. Conclusions: l) Topical treatment for the pressure ulcer, stage III with ginger paste is more effective than the topical treatment with hidrocolloid dressing. 2) Treatment with ginger presents more adverse effects. 3) Factors that influence in a retardation in the cure of the pressure ulcer are the malnutrition, the not control of sphincters, the greater severity of commitment of sense and the greater size of the pressure ulcer.
Descritores: Extratos Vegetais
Gengibre
Curativos Hidrocoloides
Lesão por Pressão/terapia
-Ensaios Clínicos Controlados como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación
PE13.1; MG, WR, 598, P76, ej.1. 010000090058; PE13.1; MG, WR, 598, P76, ej.2. 010000090059


  5 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1018
Autor: Millan, Lincoln Saito; Silva, Diego Barão da; Coltro, Pedro Soler; Almeida, Paulo Cezar Cavalcante; Mattar, Carlos Alberto; Faiwichow, Leão.
Título: Curativo da área doadora de enxerto de pele parcial com curativo de colágeno e alginato (Fibracol®): uma experiência de 35 pacientes / Wound management of partial-thickness skin-graft donor areas with a collagen and alginate dressing (Fibracol®): findings in 35 patients
Fonte: Rev. bras. cir. plást;30(2):273-276, 2015. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo é relatar a nossa experiência com curativo de colágeno e alginato (Fibracol®) para cobrir áreas doadoras de enxerto de pele de espessura parcial. MÉTODO: Estudamos, retrospectivamente, 35 prontuários de pacientes que utilizaram o Fibracol® em áreas doadoras. Nossa rotina para cobrir a área doadora é a seguinte: cobertura da área com uma ou mais unidades de Fibracol® e, em seguida, com uma película à prova de água. Depois de três ou quatro dias, remover o curativo, limpar delicadamente com soro fisiológico e gaze e, quando julgava-se necessário, cobria-se novamente. A idade média foi de 25,52 anos (1-65). RESULTADOS: A coxa foi usada como área doadora em 29 pacientes, o braço em 2, a perna em 4 e tronco em 3 (2 pacientes tiveram mais de uma área doadora). O tempo médio necessário para epitelização foi de 4,51 dias (3-8). O valor de R do coeficiente de correlação de Pearson correlacionando a idade e tempo de epitelização foi -0,0755, com p = 0,6685. Nenhum dos pacientes teve infecção na área doadora. O curativo ideal para a área doadora do enxerto de pele de espessura parcial teria muitas características, incluindo: preço baixo, bom conforto do paciente, baixa taxa de infecção, período curto de tempo para epitelização, etc. CONCLUSÃO: Os autores relatam uma boa experiência usando Fibracol® em 35 pacientes, durante um período de 22 meses. O tempo para epitelização foi de 4,51 dias, mais curta do que a maioria dos trabalhos publicados, e não tinha correlação com a idade do paciente.

INTRODUCTION: The objective of this study was to report our findings with a collagen and alginate dressing (Fibracol®) used to cover donor areas of partial-thickness skin grafts. METHOD: We retrospectively evaluated the medical records of 35 patients in whom Fibracol® was used on donor areas. The routine used to manage the donor area is as follows: The area is covered with one or more units of Fibracol®, followed by application of a waterproof film. After three or four days, the dressing is removed and the area cleaned gently with saline and gauze; the area is dressed again if necessary. The mean patient age was 25.52 years (range, 1-65 years). RESULTS: The thigh was used as the donor area in 29 patients, the arm in 2, the leg in 4, and the trunk in 3. Two patients had more than one donor area. The mean time needed for epithelization was 4.51 days (range, 3-8 days). The Pearson correlation coefficient value correlating age and time of epithelization was -0.0755; p = 0.6685. None of the patients experienced an infection in the donor area. The ideal dressing for the donor area of split-thickness skin grafts would have multiple characteristics including low price, good patient comfort, low infection rate, and a short epithelization period. CONCLUSION: The authors report a positive experience with the use of Fibracol® in 35 patients over a period of 22 months. The mean epithelization period was 4.51 days, shorter than that in the majority of published studies, and had no correlation with the age of the patient.
Descritores: Bandagens
Queimaduras
Registros Médicos
Estudos Retrospectivos
Colágeno
Transplante de Pele
Curativos Hidrocoloides
Alginatos
-Bandagens/efeitos adversos
Bandagens/normas
Queimaduras/cirurgia
Queimaduras/terapia
Registros Médicos/normas
Colágeno/uso terapêutico
Transplante de Pele/métodos
Curativos Hidrocoloides/efeitos adversos
Curativos Hidrocoloides/normas
Alginatos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
História do Século XXI
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Comparativo
Revisão
Estudo de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  6 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-691076
Autor: Rodrigues, Luciana Miranda; Oliveira, Beatriz Guitton Renaud Baptista de; Castilho, Selma Rodrigues de; Futuro, Débora Omena.
Título: Safety and efficiency of carboximethylcellulose hydrogel 2% in leg ulcers / Segurança e eficácia do hidrogel de carboximetilcelulose à 2% em úlceras de perna / Evaluación de la seguridad y eficacia del uso del hidrogel à 2% en ulceras de piernas
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);5(4):690-695, out.-dez. 2013. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a eficácia e a segurança do uso do hidrogel a 2%, manipulado na farmácia universitária, no tratamento de pacientes com úlceras de perna. Método: Estudo clínico, prospectivo, não controlado, incluindo 20 pacientes no período de janeiro a outubro de 2010. A avaliação da eficácia foi realizada através da redução e da alteração tecidual do leito da ferida. A segurança foi avaliada por observação e relato dos eventos adversos. Resultados: Os dados mostraram que 33,3% das lesões apresentaram cicatrização total. Quanto à segurança, apenas 2 pacientes apresentaram dor, aumento de exsudato e infecção da ferida como reações adversas possíveis, segundo o algoritmo de Naranjo, ao uso do hidrogel 2% como curativo. Conclusão: Os resultados permitem considerar que o hidrogel de CMC a 2% mostrou-se eficaz e seguro para o tratamento desse tipo de lesão.

Objective: The aim of this study is to assess the efficiency and safety on using hydrogel carboxymethylcellulose 2%, handled at university pharmacy in treatment of patients with leg ulcers. Method: A non-controlled prospective clinic study with 20 patients took place from January to October 2010. Results: The efficiency assessment was performed through the wound area reduction and wound bed tissue alteration; the safety was assessed through observation and report of adverse events. The data showed that 33.3% of the lesions presented total healing. Regarding the safety, only 2 patients reported pain, increase of the exudate and wound infection as possible adverse reaction to the use hydrogel as dressing, according to the Naranjo algorithm. Conclusion: The results let us consider that the hydrogel 2% can be considered efficient and safe for this type of lesion.

Objetivo: Es evaluar la eficacia y la seguridad del uso del Hidrogel 2%, manoseado en una farmacia docente, en el tratamiento de enfermos con úlceras de pierna. Método: El estudio clínico, no controlado, incluyó 20 pacientes en el periodo entre enero y octubre de 2010. Resultados: La evaluación de su eficacia fue comprobada por la reducción de la herida y de la alteración de la piel en su interior. La seguridad fue evaluada por observación y el relato de los eventos adversos. Los dados han evidenciados que 33,3% de las lesiones presentaron cicatrización total. Cuanto a la seguridad, solamente dos pacientes presentaron reacciones previsibles al uso del Hidrogel 2% como curativo. Conclusión: Se puede concluir que el Hidrogel 2% se muestra eficaz y seguro para el tratamiento de esto tipo de lesión.
Descritores: Curativos Hidrocoloides
Hidrogéis/administração & dosagem
Hidrogéis/uso terapêutico
Úlcera da Perna/enfermagem
-Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  7 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-680925
Autor: Sellmer, Danielle; Carvalho, Carina Maris Gaspar; Carvalho, Deborah Ribeiro; Malucelli, Andreia.
Título: Sistema especialista para apoiar a decisão na terapia tópica de úlceras venosas / Expert system to support the decision in topical therapy for venous ulcers / Sistema especialita para apoyar la decisión en la terapia tópica de úlceras venosas
Fonte: Rev. gaúch. enferm;34(2):154-162, jun. 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Apesar de o tratamento das úlceras venosas exigir um conjunto de conhecimentos específicos, os enfermeiros não especialistas desconhecem as terapias adequadas, o que constitui uma dificuldade na terapia tópica dessas lesões de pele. Este artigo tem como objetivo apresentar um sistema especialista para apoiar o processo de decisão dos enfermeiros na terapia tópica das úlceras venosas. Trata-se de uma pesquisa de desenvolvimento, operacionalizada em cinco etapas: modelagem do sistema, aquisição do conhecimento, representação do conhecimento a partir de regras de produção, implementação e avaliação do sistema. O conjunto das regras é apresentado, assim como casos que simulam o comportamento do sistema especialista, mostrando a viabilidade da sua utilização na prática do enfermeiro. O sistema poderá auxiliar na tomada de decisão sobre as condutas tópicas em úlceras venosas, porém, a avaliação da úlcera deve ser realizada de forma correta, a fim de que o sistema forneça sugestões adequadas, permitindo melhor organização e planejamento da assistência.

Although the treatment of venous ulcers requires a set of specific knowledge, non-specialist nurses are unaware of the appropriate therapy, which is a concern in the topical therapy for these skin lesions. This paper aims to present an expert system to support the nursing decision making process in the topical therapy of venous ulcers. It is a development research implemented in five stages: system modeling, knowledge acquisition, knowledge representation from production rules, and system implementation and evaluation. The production rules are presented, as well as some cases to simulate the expert system behavior, demonstrating the viability of its usage in nurse's practice. The system may support the decision making about the topical therapy of venous ulcers. However, ulcer evaluation should be correctly made, so that the system provides appropriate suggestions, allowing better organization and planning assistance.

Aunque el tratamiento de las úlceras venosas exige un conjunto de conocimientos específicos, los enfermeros no especializados desconocen la terapia adecuada, lo que constituye una dificultad en la terapia tópica de esas lesiones de piel. Este artículo tiene como objetivo presentar un sistema especializado para apoyar el proceso de decisión de los enfermeros en la terapia tópica de las úlceras venosas. Se trata de una investigación del desarrollo, operado en cinco etapas: modelaje del sistema, adquisición de conocimientos, representación del conocimiento a partir de reglas de producción, de implementación y evaluación del sistema. El conjunto de reglas es presentado, así como algunos casos que simulan el comportamiento del sistema especializado. El sistema puede ayudar a tomar decisiones sobre la terapia tópica, pero, la evaluación de la úlcera se debe realizar correctamente para que el sistema proporcione sugerencias adecuadas, lo que permite una mejor organización y planificación de la asistencia.
Descritores: Protocolos Clínicos
Técnicas de Apoio para a Decisão
Sistemas Especialistas
Higiene da Pele/métodos
Úlcera Varicosa/enfermagem
-Administração Tópica
Curativos Hidrocoloides
Terapia Combinada
Desbridamento
Fármacos Dermatológicos/administração & dosagem
Fármacos Dermatológicos/uso terapêutico
Conhecimento
Curativos Oclusivos
Qualidade de Vida
Úlcera Varicosa/etiologia
Úlcera Varicosa/terapia
Insuficiência Venosa/complicações
Insuficiência Venosa/terapia
Cicatrização
Limites: Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-916112
Autor: Soares, Mariana Raquel.
Título: A utilização de coberturas oclusivas: a influência sobre a cicatrização de feridas excisionais em camundongos / The use of occlusive coverages: the influence on the healing of excisional wounds in mice.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2018. 73 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: INTRODUÇÃO: O cuidado do paciente com feridas é um constante desafio na prática clínica do enfermeiro. As coberturas oclusivas e não oclusivas são utilizadas no tratamento de feridas e existe uma lacuna de conhecimento sobre a influência dessas indicações no processo de cicatrização. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência de coberturas oclusivas sobre a cicatrização de feridas cutâneas excisionais em camundongos C57BL/6. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo translacional pré-clínico, comparativo e controlado. Os camundongos foram divididos em três grupos experimentais e o tratamento das feridas excisionais deles foram classificados como: animais que receberam oclusão com hidrocolóide (HD), animais que receberam oclusão com filme transparente de poliuretano (FT) e animais sem oclusão (SO). Os grupos foram avaliados quanto: a taxa de fechamento das feridas, o infiltrado de neutrófilos e macrófagos, dosagem da citocina TNF-α, o fator de crescimento angiogênico VEGF, a expressão protéica de HIF-1α e, histologicamente, o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos. As cicatrizes das feridas foram analisadas por juízes independentes quanto à apresentação estética no décimo quarto dia de segmento. RESULTADO: No terceiro dia do processo de cicatrização, foi possível observar, macroscopicamente, que o fechamento das feridas cutâneas excisionais foi acelerado nos animais cuja ferida foi ocluída, utilizando-se tanto filme transparente quanto o hidrocolóide. Ainda no período de três dias, observou-se diminuição nos níveis da citocina pró-inflamatória TNF-α nas feridas ocluídas com hidrocolóide quando comparada com os grupos SO e FT. O acúmulo de neutrófilos também diminuiu, significativamente, ao terceiro dia de cicatrização no grupo tratado com hidrocolóide, quando comparado aos grupos SO e FT, respectivamente. O conteúdo dos macrófagos apresentou níveis significativamente mais altos ao terceiro dia no grupo FT quando comparado a SO. Ao sexto dia de estudo, evidenciaram-se dosagens significativamente aumentadas de macrófagos no grupo HD, contrastando com os grupos SO e FT. Os níveis de VEGF apresentaramse expressivamente aumentados ao sexto dia de cicatrização, nos animais cujas feridas estavam ocluídas com filme transparente de poliuretano e hidrocolóide. Houve aumento dos níveis do fator indutor de hipóxia 1-alfa nos animais submetidos a oclusão quando comparados aos sem oclusão. A análise qualitativa do reparo em cicatriz das feridas permitiu afirmar que houve concordância moderada e significativa entre os juízes no grupo HD e concordância substancial e significativa nas cicatrizes dos animais SO. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Considerando-se que a resposta inflamatória é um processo imunológico fundamental para o processo de reparo de feridas, quando ocorre de forma controlada, sugere-se que a oclusão modula a resposta inflamatória. Tal achado é evidenciado por meio da inibição parcial da citocina pró-inflamatória TNF- α, da redução de acúmulo de neutrófilos e dos níveis mais altos de macrófagos. A oclusão das feridas não evidenciou aumento quantitativo de capilares em relação ao grupo sem oclusão.(AU)

INTRODUCTION: The care of the wounded patient is a constant challenge in the nurse's clinical practice. Occlusive and non-occlusive coverages are used to treat wounds and there is a lack of knowledge about the impact of these indications on the healing process. OBJECTIVE: The objective of the present study was to evaluate the influence of occlusive coatings on the cicatrization of cutaneous excisional wounds in C57BL / 6 mice. MATERIALS AND METHODS: It is a pre-clinical, comparative and controlled translational study. The mice were divided into three experimental groups and the treatment of excisional wounds of these were classified as: animals that received occlusion with hydrocolloid (HD), animals that received occlusion with transparent polyurethane film (FT) and animals without occlusion (SO). The groups were evaluated for: wound closure rate, neutrophil and macrophage infiltration, TNF-α cytokine dosing, VEGF angiogenic growth factor, HIF-1α protein expression and, histologically, the development of new blood vessels. Wound scars were analyzed by independent judges regarding the aesthetic presentation on the fourteenth day of the segment. RESULTS: On the third day of the healing process it was possible to observe, macroscopically, that the closure of excisional skin wounds was accelerated in animals whose wound was occluded using both transparent and hydrocolloid films. Also, in the three-day period, there was a decrease in TNF-α proinflammatory cytokine levels in the hydrocolloid occluded wounds when compared to the SO and FT groups. Neutrophil accumulation also significantly decreased on the third day of healing in the group treated with hydrocolloid occlusion when compared to the SO and FT groups, respectively. Macrophage content had significantly higher levels, on day 3, in the FT group, when compared to OS. On the sixth day of the study, significantly increased dosages of macrophages were detected in the HD group, contrasting with the SO and FT groups. VEGF levels were expressively increased on the sixth day of healing in animals whose wound was occluded with transparent polyurethane film and hydrocolloid film. There was an increase in levels of the factor inducing 1-alpha hypoxia in the animals submitted to occlusion when compared to those without occlusion. The qualitative analysis of the wound healing repair allowed to affirm that there was moderate and significant agreement, between the judges, in the HD group and substantial and significant concordance in the scars of the SO animals. FINAL CONSIDERATIONS: Considering that the inflammatory response is a fundamental immunological process for the wound repair process, when it occurs in a controlled way, it is suggested that the occlusion modulates the inflammatory response. Such a finding is evidenced by partial inhibition of the proinflammatory cytokine TNF-α, reduction of neutrophil accumulation, and higher levels of macrophages. The wounds occlusion did not show a quantitative increase of capillary vessels in relation to the group without occlusion.(AU)
Descritores: Cicatrização
Curativos Hidrocoloides
Curativos Oclusivos
-Dissertação Acadêmica
Inflamação/terapia
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WO185, SOUT


  9 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-887007
Autor: Oliveira, Mariele Gobo de; Abbade, Luciana Patricia Fernandes; Miot, Hélio Amante; Ferreira, Rosana Rossi; Deffune, Elenice.
Título: Pilot study of homologous platelet gel in venous ulcers
Fonte: An. bras. dermatol;92(4):499-504, July-Aug. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Abstract: Background: Venous ulcers represent 70% of the lower limb ulcers. They are difficult to heal, requiring a correct diagnostic and therapeutic approach. Many products have been developed to healing, such as homologous platelet gel obtained from the platelet concentrate exceeding from blood transfusion. Objective: To evaluate the safety and efficacy of homologous platelet gel in venous ulcers compared with hydrocolloid dressing. Method: A pilot randomized clinical trial in patients with venous ulcers. Randomized groups (homologous platelet gel and hydrocolloid groups) were followed for 90 days and were assessed through the evolution of ulcerated area, qualitative analysis of vascularization and adverse events. Both groups used elastic compression. Results: We included 16 participants, with a total of 21 venous ulcers. Both treatments promoted a reduction of the areas of the ulcers in 90 days (mean 69%), there was significant difference between the groups concerning the gradual reduction of the ulcers areas, favorably to the hydrocolloid (70% vs 64%; p <0.01). There were some mild adverse events in both groups. Study limitations: Single-center study with a small number of patients, preventing more accurate assessment of the effects of platelet gel. Conclusion: The homologous platelet gel associated with the elastic compression can be an alternative to the venous ulcer treatment and is safe due to the occurrence of a few mild local adverse events and no serious adverse events. Clinical trials with larger numbers of patients must be performed to maintain the indication of this treatment for venous ulcer.
Descritores: Úlcera Varicosa/terapia
Cicatrização/fisiologia
Curativos Hidrocoloides
Plasma Rico em Plaquetas
-Cicatrização/efeitos dos fármacos
Projetos Piloto
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Curativos Hidrocoloides/efeitos adversos
Curativos Hidrocoloides/normas
Géis
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 19 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011314
Autor: Vicente, J. D; Santo, G. R; Palin, G. C; Reati, L. A; Urano, T. K; Trindade, W. A; Amaral, P. F. G. P; Gerônimo, E; Otutumi, L. K; Lourenço, E. L. B; Dragunski, D. C; Germano, R. M.
Título: Cassava biopolymer polyamide hydrogel accelerates healing of induced skin woundsin rats / Hidrogel de biopolímero de poliamido de mandioca acelera o processo de cicatrização em feridas cutâneas induzidas em ratos
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(3):889-898, May-June 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to macroscopically and microscopically evaluate the healing of skin wounds induced in rats by topical application of cassava polyamide biopolymer hydrogel. In total, 32 rats were used and divided into four groups (n= 8): negative control - saline solution; positive control - use of commercial ointment; experimental group - I - ointment + cassava hydrogel; experimental group - II - cassava hydrogel. A 1cm2 wound induced on the animals dorsum was treated and evaluated. At day 21 post-operation, the animals were sacrificed by anesthetic overdose, and then 1cm2 of cicatricial skin from the wound region was collected. The material was cut to evaluate healing. In the macroscopic evaluation, complete healing was observed at the end of 21 days. Re-epithelialization was observed histologically; the connective tissue in the negative control, positive, and experimental - I groups was characterized by an abundance of collagen fibers, fibroblasts, and blood vessels. In experimental group - II additional healing was observed, as evidenced by the arrangement of collagen fibers and fibroblasts, and the reduction of neoformed vessels. Thus, we concluded that the hydrogel can assist in healing skin wounds, especially in the remodeling phase.(AU)

O objetivo deste estudo foi avaliar macro e microscopicamente a cicatrização de feridas cutâneas induzidas em ratos, a partir da aplicação tópica do hidrogel de biopolímero de poliamido de mandioca. Trinta e dois ratos foram divididos em quatro grupos (n= 8): controle negativo, tratado com solução salina; controle positivo, com pomada comercial; grupo experimental - I, com pomada + hidrogel de mandioca; grupo experimental - II, com hidrogel de mandioca. Feridas induzidas de 1cm 2 no dorso dos animais foram tratadas e avaliadas em intervalos de três a quatro dias. No 21º dia do pós-operatório, os animais foram mortos por aprofundamento anestésico, em seguida foi coletado 1cm 2 de pele da região cicatricial. O material foi cortado, corado pelas técnicas de hematoxilina-eosina e azocarmine-G, para avaliação da cicatrização. Na avaliação macroscópica, foi observada cicatrização completa no final do período de 21 dias. Histologicamente, observou-se reepitelização, o tecido conjuntivo no grupos controle negativo, positivo e experimental - I se caracterizou pela abundância de fibras colágenas, fibroblastos e vasos sanguíneos. No grupo experimental - II, a cicatrização sugere avanço de etapas, evidenciado pelo arranjo das fibras colágenas, pela redução de fibroblastos e dos vasos neoformados. Assim, foi possível concluir que o hidrogel de biopolímero de amido de mandioca pode auxiliar na cicatrização de feridas cutâneas, principalmente na fase de remodelação.(AU)
Descritores: Cicatrização
Ferimentos e Lesões/veterinária
Curativos Hidrocoloides/veterinária
-Amidos e Féculas
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde