× Atenção: Esta versão do sistema de pesquisa será desativada em 01/12/2022. Recomendamos a utilização da nova versão disponível em pesquisa.bvsalud.org


Base de dados : LILACS
Pesquisa : E07.700.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 33 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 33 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1251848
Autor: Quintana-Díaz, Mariana A.; Aguilar-Salinas, Carlos A..
Título: Universal masking during covid-19 pandemic - current evidence and controversies
Fonte: Rev. invest. clín;72(3):144-150, May.-Jun. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The emergence of coronavirus disease 19 pandemic and novel research on the high transmissibility of severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2) has raised controversies over the use of face masks to prevent community transmission. Specific regulations need to be fulfilled to use a face mask as part of the personal protective equipment and high quality of evidence supporting its use to prevent respiratory viral infections, including SARS-CoV-2, is lacking. However, its widespread use is becoming a standard practice in some countries and discrepancies between health authorities on their policy have led to controversy. The aim of this review is to provide an outlook on recent research in this matter and areas of opportunity.
Descritores: Pneumonia Viral/prevenção & controle
Controle de Doenças Transmissíveis/instrumentação
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus/isolamento & purificação
Máscaras
-Pneumonia Viral/transmissão
Dispositivos de Proteção Respiratória
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Controle de Doenças Transmissíveis/legislação & jurisprudência
Controle de Doenças Transmissíveis/métodos
Infecções por Coronavirus/transmissão
Transmissão de Doença Infecciosa/prevenção & controle
Aerossóis
Síndrome Respiratória Aguda Grave/epidemiologia
Microbiologia do Ar
Desenho de Equipamento
Falha de Equipamento
Vírus da Influenza A Subtipo H1N1
SARS-CoV-2
COVID-19
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-958312
Autor: Tuncali, Bahattin; Zeyneloglu, Pinar.
Título: Bilateral mandibular nerve injury following mask ventilation: a case report / Lesão do nervo mandibular bilateral após ventilação com máscara: um relato de caso
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(4):425-429, July-Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives Nerve injury following mask ventilation is a rare but serious anesthetic complication. The majority of reported cases are associated with excessive pressure applied to the face mask, long duration of mask ventilation, excessive digital pressure behind the mandible to relieve airway obstruction and pressure exerted by the plastic oropharyngeal airway. Case report We present a case of bilateral mandibular nerve injury following mask ventilation with short duration, most likely due to a semi-silicone facemask with an over-inflated cushion. Conclusion An over-inflated sealing cushion of a facemask may trigger difficult mask ventilation leading to mandibular nerve injury following mask ventilation. Alternative airway management techniques such as laryngeal mask airway should be considered when airway maintenance can only be achieved with strong pressure applied to the facemask and/or mandible.

Resumo Justificativa e objetivos A lesão nervosa após ventilação com máscara é uma complicação anestésica rara, mas grave. A maioria dos casos relatados está associada à pressão excessiva aplicada à máscara facial, ao tempo prolongado de ventilação, à pressão digital excessiva atrás da mandíbula para aliviar a obstrução das vias aéreas e à pressão exercida pela cânula orofaríngea. Relato de caso Apresentamos um caso de lesão do nervo mandibular bilateral após uma ventilação de curta duração via máscara, provavelmente devido ao uso de uma máscara facial (de semissilicone) com insuflação excessiva da almofada. Conclusão A insuflação excessiva da almofada de uma máscara facial pode desencadear uma ventilação com máscara difícil, levando à lesão do nervo mandibular após a ventilação. Técnicas alternativas de manejo das vias aéreas, como o uso de máscara laríngea, devem ser consideradas quando a manutenção das vias aéreas só pode ser obtida com forte pressão aplicada à máscara facial e/ou mandíbula.
Descritores: Respiração Artificial/métodos
Dispositivos de Proteção Respiratória
Traumatismos do Nervo Facial
-Máscaras Laríngeas
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-958319
Autor: Almeida, Carlos; Freitas, Maria João; Brandão, Diogo; Assunção, José Pedro.
Título: Use of bronchial blocker in emergent thoracotomy in presence of upper airway hemorrhage, and cervical spine fracture: a difficult decision / Uso de bloqueador brônquico em toracotomia de emergência na presença de hemorragia das vias aéreas superiores e fratura cervical: uma decisão difícil
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(4):408-411, July-Aug. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Female, 85 y.o., weighting 60 kg, multiple trauma patient. After an initial laparotomy, an emergent thoracotomy was performed using a bronchial blocker for lung isolation (initial active suction was applied). During surgery, bronchial cuff was deflated, causing a self-limited tracheal blood flooding. A second lung isolation was attempted but it was not as effective as initially. Probably, a lung collapse with the same bronchial blocker was impaired in the second attempt because of the obstruction of bronchial blocker lumen by intraoperative endobronchial hemorrhage. Bronchial blocker active suction may contribute to obtain or accelerate lung collapse, particularly in patients that do not tolerate ventilator disconnection technique or lung surgical compression. The use of bronchial blockers technology was a valuable alternative to double lumen tubes in this case of emergent thoracotomy in the context of a patient having thoracic, abdominal trauma, severe laceration of tongue and apophysis odontoid fracture associated to massive hemorrhage, despite several pitfalls that could compromise its use. The authors intend to discuss the advantages and disadvantages of bronchial blockers comparing to double-lumen tubes for lung isolation, and the risks of our approach, in this complex multitrauma case.

Resumo Paciente do sexo feminino, 85 anos, 60 kg, com trauma múltiplo. Após uma laparotomia inicial, uma toracotomia de emergência foi feita com um bloqueador brônquico para isolamento pulmonar (sucção inicial ativa foi aplicada). Durante a cirurgia, o balonete brônquico foi desinflado, causou um derrame hemorrágico traqueal autolimitado. Reisolamento foi tentado, mas não foi tão eficaz como inicialmente. Provavelmente, o colapso do pulmão com o mesmo bloqueador brônquico foi prejudicado na segunda tentativa devido à obstrução do lúmen do bloqueador brônquico pela hemorragia endobrônquica intraoperatória. A sucção ativa do bloqueador brônquico pode contribuir para obter ou acelerar o colapso pulmonar, particularmente em pacientes que não toleram a técnica de desconexão do ventilador ou a compressão cirúrgica pulmonar. O uso da tecnologia de bloqueadores brônquicos foi uma opção valiosa para os tubos de duplo lúmen neste caso de toracotomia de emergência em paciente com trauma torácico e abdominal, laceração grave da língua e fratura da apófise odontoide associados a hemorragia maciça, apesar de vários riscos que poderiam comprometer seu uso. Os autores pretendem discutir as vantagens e desvantagens dos bloqueadores brônquicos em comparação com os tubos de duplo lúmen para isolamento pulmonar e quais foram os riscos de nossa abordagem neste complexo caso de múltiplo trauma.
Descritores: Traumatismos Torácicos
Toracotomia/instrumentação
Ventilação Monopulmonar/métodos
-Dispositivos de Proteção Respiratória
Limites: Humanos
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1372497
Autor: Navarro-Rubiano, Margarita; Sáenz-Gómez, Marggy Stephanía; Sanabria-Duarte, Néstor Fabián; Solano-Dizeo, Hugo Armando; Suárez-Gómez, María Cristina.
Título: Uso de elementos de protección personal en la atención del parto vaginal en tiempos de COVID-19 / Use of Personal Protective Equipment When Providing Vaginal Delivery Care in Times of COVID-19 / Uso de elementos de proteção individual na assistência ao parto vaginal em tempos de COVID-19
Fonte: MedUNAB;25(1):66-78, 202205.
Idioma: es.
Resumo: Introducción. En diciembre de 2019 en Wuhan, China, se presentó un brote de neumonía atípica generado por el virus SARS-CoV-2, el cual es un tipo de coronavirus causante de la enfermedad COVID-19, que se convirtió con el tiempo en una pandemia. En este contexto, el uso de los elementos de protección personal tomó un especial interés, en especial para la atención del trabajo de parto vaginal, dada la confusión en los círculos obstétricos respecto a la mejor forma de proteger al personal sanitario en dichos casos. El objetivo de este artículo de revisión es identificar cuáles son los elementos de protección personal indicados en la atención del parto vaginal y su correcto uso en tiempos de COVID-19. División de temas tratados. Se realizó una revisión narrativa de la literatura accediendo a las bases de datos: PubMed, Medline, Elsevier, Google Académico y sitios web como la Organización Mundial de la salud (OMS), Centros para el Control y la Prevención de Enfermedades (CDC, por sus siglas en inglés) y el Colegio Americano de Obstetras y Ginecólogos (ACOG), entre otros. Se usaron palabras claves como "Infecciones por Coronavirus", "Parto Normal", "Protección Personal", "Personal de Salud", "Dispositivos de Protección Respiratoria" y "Dispositivos de Protección de los Ojos". La literatura permitió identificar aspectos introductorios al tema, epidemiología, características generales de los elementos de protección personal, y los elementos específicos para el uso correcto en la atención del parto vaginal. Conclusiones. El trabajo de parto es considerado como un procedimiento generador de aerosoles, por lo que se recomienda principalmente el uso de tapabocas N95 o un respirador que ofrezca mayor protección para personal de salud en la atención del parto vaginal, con el fin de evitar la infección por SARS-CoV-2; sin embargo, se debe insistir en el uso adecuado y completo de los elementos de protección personal como lo son la bata quirúrgica, el gorro, el protector ocular y guantes, independientemente de la sintomatología de la paciente.

Introduction. In December 2019, in Wuhan, China, there was an outbreak of atypical pneumonia caused by the SARS-CoV-2 virus, which is a type of coronavirus causative of COVID-19, which overtime became a pandemic. In this context, the use of personal protective equipment is of special interest, especially when providing care in vaginal delivery, due to the confusion in obstetric circles regarding the best way to protect healthcare personnel in these cases. The objective of this review article is to identify which are the personal protective elements indicated for providing care in vaginal birth and their correct use during COVID-19. Division of Covered Topics. A narrative review of the literature was carried out, accessing the following databases: PubMed, Medline, Elsevier, Google Scholar, and websites such as the World Health Organization (WHO), Center for the Control and Prevention of Diseases (CDC), and the American College of Obstetricians and Gynecologists, among others. Keywords such as "Coronavirus Infections", "Normal Birth," Personal Protective Elements," "Healthcare Personnel", "Respiratory Protective Devices", and "Eye Protection Devices" were used. The literature allowed us to identify introductory aspects on the matter, epidemiology, general characteristics of personal protective elements, and the specific elements for correct use when providing care in vaginal birth. Conclusions. Labor is considered an aerosol-generating procedure. Therefore, the main recommendation is the use of an N95 mask or a respirator which allows for greater protection for healthcare personnel when assisting vaginal birth, in order to avoid infection due to SARS-CoV-2. However, there must be an adequate and complete use of personal protective equipment, such as surgical gowns, hats, eye protection and gloves, regardless of the patient's symptomatology

Introdução. Em dezembro de 2019 em Wuhan, na China, houve um surto de pneumonia atípica gerada pelo vírus SARS-CoV-2, que é um tipo de coronavírus que causa a doença COVID-19, que, com o tempo, acabou se tornando uma pandemia. Nesse contexto, o uso de elementos de proteção individual tornou-se de particular interesse, especialmente para a assistência do parto vaginal, dada a confusão nos círculos obstétricos quanto à melhor forma de proteger os profissionais da saúde nesses casos. O objetivo deste artigo de revisão é identificar os elementos de proteção individual indicados na assistência do parto vaginal e seu uso correto em tempos de COVID-19. Divisão de tópicos abordados. Foi realizada uma revisão narrativa da literatura acessando as seguintes bases de dados: PubMed, Medline, Elsevier, Google Scholar e sites como a Organização Mundial da Saúde (OMS), Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), entre outros. Foram utilizadas palavras-chave como "Infecções por Coronavírus", "Parto Normal", "Proteção Pessoal", "Pessoal de Saúde", "Dispositivos de Proteção Respiratória" e "Dispositivos de Proteção Ocular". A literatura permitiu identificar aspectos introdutórios ao tema, epidemiologia, características gerais dos elementos de proteção individual e elementos específicos para o uso correto na assistência do parto vaginal. Conclusões. O trabalho de parto é considerado um procedimento gerador de aerossóis, portanto, recomenda-se principalmente o uso de máscaras N95 ou um respirador que ofereça maior proteção para os profissionais de saúde na assistência do parto vaginal, a fim de evitar a infecção pelo SARS-CoV-2; no entanto, deve-se insistir no uso adequado e completo de elementos de proteção individual, como bata cirúrgica, touca, protetor ocular e luvas, independentemente dos sintomas do paciente.
Descritores: Proteção Pessoal
-Roupa de Proteção
Dispositivos de Proteção Respiratória
Pessoal de Saúde
Infecções por Coronavirus
Dispositivos de Proteção dos Olhos
Luvas Cirúrgicas
Parto Normal
Responsável: CO179.1 - Biblioteca


  5 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1356116
Autor: Manoel Netto, Caroline; Leachi, Helenize Ferreira Lima; Stanganelli, Nathanye Crystal; Rocha, Aline Franco da; Ribeiro, Renata Perfeito.
Título: Uso da máscara n95 por trabalhadores de enfermagem expostos à fumaça cirúrgica / Uso de la mascarilla n95 por trabajadores de enfermería expuestos al humo quirúrgico / Use of the n95 mask by nursing workers exposed to surgical smoke
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;20:e55482, 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: verificar os desconfortos apresentados por trabalhadores que necessitam utilizar a máscara N95 durante as suas atividades laborais. Método: pesquisa descritiva com delineamento transversal, desenvolvida no Centro Cirúrgico de um hospital de ensino localizado na região Sul do Brasil, no período de junho a agosto de 2019, durante o turno de trabalho diurno. Realizou-se o estudo com os profissionais de enfermagem que estavam expostos à fumaça cirúrgica no período de trabalho. Para a coleta dos dados, utilizou-se um instrumento com detalhamento sociodemográfico e ocupacional dos participantes e entregou-se uma máscara N95 aos profissionais para ser utilizada durante a cirurgia, a fim de verificar o tempo de uso da N95 e os motivos pelos quais os trabalhadores retiraram a máscara durante o ato anestésico-cirúrgico. Resultados: o maior número de trabalhadores (27,7%) utilizou a máscara até 3 horas durante o ato anestésico-cirúrgico, sendo que esse tempo foi relacionado com algumas queixas (p=0,037), tais como incômoda (27,8%), apertada (44,4%) eenjoo (5,6%). A retirada da máscara N95 (p=0,022) por esses profissionais antes do término da cirurgia foi relacionada a essas queixas. Conclusão: os trabalhadores apresentam queixas, como desconforto, máscara apertada e enjoo, sendo que estas estão relacionadas com o tempo de uso, o que precisa ser avaliado por gestores para a utilização da N95.

RESUMEN Objetivo: verificar las molestias presentadas por trabajadores que necesitan usar la mascarilla N95 durante sus actividades laborales. Método: investigación descriptiva con delineamiento transversal, desarrollada en el Centro Quirúrgico de un hospital de enseñanza ubicado en la región Sur de Brasil, en el período de junio a agosto de 2019, durante el turno de trabajo diurno. Se realizó el estudio con los profesionales de enfermería que estaban expuestos al humo quirúrgico en el período de trabajo. Para la recolección de los datos, se utilizó un instrumento con detalle sociodemográfico y ocupacional de los participantes y se entregó una mascarilla N95 a los profesionales para ser utilizada durante la cirugía, con el fin de verificar el tiempo de uso de la N95 y las razones por las que los trabajadores la quitaron durante el acto anestésico-quirúrgico. Resultados: el mayor número de trabajadores (27,7%) la utilizó hasta 3 horas durante el acto anestésico-quirúrgico, siendo que ese tiempo fue relacionado con algunas quejas (p=0,037), tales como: incómoda (27,8%), apretada (44,4%) y mareos (5,6%). El hecho de quitarse la mascarilla N95 (p=0,022), por estos profesionales, antes de la finalización de la cirugía se relacionó con estas quejas. Conclusión: los trabajadores presentan quejas, como incomodidad, mascarilla apretada y mareos, siendo que estas están relacionadas con el tiempo de uso, lo que necesita ser evaluado por gestores para la utilización de la N95.

ABSTRACT Objective: to check the discomfort presented by workers who need to use the N95 mask during their work activities. Method: descriptive and cross-sectional research, developed in the Surgical Center of a teaching hospital located in Southern Brazil, from June to August 2019, during the daytime work shift. The study was conducted with nursing professionals who were exposed to surgical smoke during their work period. In order to collect data, an instrument was used with sociodemographic and occupational details of the participants and a N95 mask was given to professionals to be used during surgery, in order to check the time of use of the N95 and the reasons why the workers removed the mask during the anesthetic-surgical procedure. Results: the largest number of workers (27.7%) used the mask for up to 3 hours during the anesthetic-surgical procedure, and this time was related to some complaints (p=0.037), such as discomfort (27.8%), tightness (44.4%) and nausea (5.6%). The removal of the N95 mask (p=0.022) by these professionals before the end of the surgery was related to these complaints. Conclusion: workers have complaints such as discomfort, tight mask and nausea, and these are related to the time of use, which needs to be assessed by managers for the use of N95.
Descritores: Fumaça
Respiradores N95
Máscaras
Enfermeiros
-Dispositivos de Proteção Respiratória
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios
Trabalho
Pessoal de Saúde
Poluentes Ocupacionais do Ar
Equipamento de Proteção Individual
Náusea
Profissionais de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1361994
Autor: Rathi, Nilesh; Deulkar, Pranjali Vilas; Mehta, Jayati; Baliga, Sudhindra; Thosar, Nilima.
Título: Air management techniques in dental office in post COVID era: A Literature Review / Técnicas de gerenciamento de ar em consultório odontológico na era pós COVID
Fonte: Braz. dent. sci;25(1):1-8, 2022. tab.
Idioma: en.
Resumo: The neoteric coronavirus outburst has jeopardised the health care system globally. As a result, practising dentistry has severe constraints due to production of aerosols and splatter in a large quantity. Air management gains foremost importance in reducing the transmission of SARS-COV-2 in a dental operatory. A variety of air filtration techniques have been put forth to optimize the air quality by removing the pollutants and pathogens. Amidst the blowing wave of information accessible online and on social media, it is puzzling to identify dependable research data and guidance to equip the operatory to minimize the risk of disease by aerosol, droplet and contact transmission. This paper presents comprehensive review on the different air purification technologies, their mechanism and utility in reducing viral load with the aim of providing information in regards to setting up a dental operatory with reduced risk of disease transmission in the post COVID-19 era (AU).

A explosão neotérica de coronavírus colocou em risco o sistema de saúde global. Como um dos resultados, a prática odontológica passou a ter restrições severas devido à sua grande produção de aerossóis e respingos. O gerenciamento de ar ganhou uma importância ainda maior na redução da transmissão do SARS-COV-2 em um procedimento odontológico. Uma variedade de técnicas de filtração de ar tem sido colocada para otimizar a qualidade do ar através da remoção de poluentes e patógenos. Em meio à onda de informações disponíveis online e na mídia social, é difícil identificar dados de pesquisas confiáveis e orientações para equipar os operadores a minimizarem os riscos de doenças transmissíveis por aerossóis, gotículas e contato. Este artigo apresenta uma compreensível revisão das diferentes tecnologias de purificação de ar, seus mecanismos e utilidades na redução da carga viral com o objetivo de prover informação quanto à prática odontológica com redução de riscos de transmissão de doenças na era pós COVID-19 (AU)
Descritores: Dispositivos de Proteção Respiratória
COVID-19
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  7 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Elucir, Gir
Texto completo
Id: biblio-1347614
Autor: Gir, Elucir; Menegueti, Mayra Gonçalves; Sousa, Laelson Rochelle Milanês; Pereira-Caldeira, Natália Maria Vieira; Carvalho, Milton Jorge de; Reis, Renata Karina.
Título: Reusing and/or reprocessing the N95 face respirator mask or equivalent: An integrative review / Reutilización y/o reprocesamiento de la mascarilla facial tipo N95 o equivalente: revisión integradora / Reuso e/ou reprocessamento de máscara respiratória facial tipo N95 ou equivalente: revisão integrativa
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);29:e3492, 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: to analyze the scientific evidence available on the different reprocessing methods and the necessary conditions for reuse of the N95 face respirator mask or equivalent. Method: an integrative literature review. The PICO strategy was used to elaborate the question. The search was conducted in four databases: PubMed, SciVerse Scopus, WebofScience and EMBASE, considering any period of time. Results: a total of 32 studies were included from the 561 studies identified, and they were presented in two categories: "Conditions for reuse" and "Reprocessing the masks". Of the evaluated research studies, seven(21.8%) addressed the reuse of the N95 face respirator mask or equivalent and 25(78.1%) evaluated different reprocessing methods, namely: ultraviolet germicidal irradiation(14); hydrogen peroxide(8); vapor methods(14); using dry heat(5) and chemical methods(sodium hypochlorite[6], ethanol[4] and sodium chloride with sodium bicarbonate and dimethyldioxirane[1]). We emphasize that different methods were used in one same article. Conclusion: no evidence was found to support safe reprocessing of face respirator masks. In addition, reuse is contraindicated due to the risk of self-contamination and inadequate sealing.

Objetivo: analizar la evidencia científica disponible sobre los diferentes métodos de reprocesamiento y las condiciones necesarias para la reutilización de una mascarilla respiratoria facial N95 o equivalente. Método: revisión integradora de la literatura. Para elaborar la pregunta se utilizó la estrategia PICO. La búsqueda se realizó en cuatro bases de datos PubMed, Sci Verse Scopus, Web of Science y EMBASE sin límite de tiempo. Resultados: de los 561 estudios identificados 32 fueron incluidos y presentados en dos categorías: "condiciones de reutilización" y "reprocesamiento de mascarillas". De las investigaciones evaluadas, siete (21,8%) abordaron la reutilización de la mascarilla respiratoria facial N95 o equivalente y 25 (78,1%) evaluaron diferentes métodos de reprocesamiento: irradiación germicida ultravioleta (14); peróxido de hidrógeno (8); métodos de vapor (14); uso de calor seco (5) y métodos químicos hipoclorito de sodio (6), etanol (4) y cloruro de sodio con bicarbonato de sodio y dimetildioxirano (1). Cabe destacar que en un mismo artículo se utilizaron métodos diferentes. Conclusión: no se encontró evidencia que apoye el reprocesamiento seguro de las mascarillas respiratorias. Además, la reutilización está contraindicada debido al riesgo de autocontaminación y sellado inadecuado.

Objetivo: analisar as evidências científicas disponíveis sobre os diferentes métodos de reprocessamento e as condições necessárias para reuso de máscara respiratória facial do tipo N95 ou equivalente. Método: revisão integrativa da literatura. Para elaboração da questão foi utilizada a estratégia PICO. A busca ocorreu em quatro bases de dados PubMed, Sci Verse Scopus, Web of Science e EMBASE considerando qualquer período de tempo. Resultados: foram incluídos 32 estudos dos 561 identificados e apresentados em duas categorias: "condições para reuso" e "reprocessamento das máscaras". Das pesquisas avaliadas, sete (21,8%) abordaram o reuso da máscara respiratória facial do tipo N95 ou equivalente e 25 (78,1%) avaliaram diferentes métodos de reprocessamento: irradiação germicida ultravioleta (14); peróxido de hidrogênio (8); métodos a vapor (14); utilização do calor seco (5) e métodos químicos (hipoclorito de sódio (6), etanol (4) e cloreto de sódio com bicarbonato de sódio e dimetildioxirano (1). Destacamos que um mesmo artigo utilizou diferentes métodos. Conclusão: não foram encontradas evidências que sustentam o reprocessamento seguro de máscaras respiratórias faciais. Ainda, o reuso é contraindiciado devido ao risco de autocontaminação e vedação inadequada.
Descritores: Dispositivos de Proteção Respiratória
Infecções por Coronavirus
Máscaras Faciais
Pandemias
Equipamento de Proteção Individual
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  8 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1103954
Autor: Carrara, Carolina.
Título: Barbijos quirúrgicos versus máscaras N95 para la prevención de infecciones respiratorias virales en trabajadores de la salud / Medical masks versus N95 respirators for preventing respiratory infection in healthcare workers
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;23(2):e002067, 2020.
Idioma: es.
Descritores: Pneumonia Viral/prevenção & controle
Dispositivos de Proteção Respiratória/normas
Exposição Ocupacional/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
-Dispositivos de Proteção Respiratória/provisão & distribuição
Infecções Respiratórias/prevenção & controle
Infecções Respiratórias/virologia
Ventiladores Mecânicos/normas
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Metanálise como Assunto
Controle de Infecções/métodos
Pessoal de Saúde
Pandemias/prevenção & controle
Revisões Sistemáticas como Assunto
Máscaras/normas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  9 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1103911
Autor: Avendaño, Yanina.
Título: Equipos de protección personal y métodos de capacitación con menor riesgo de autocontaminación o infección en el personal sanitario / Personal protection equipment and training methods with the lowest risk of self-contamination or infection in healthcare personnel
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;23(2):e002059, 2020.
Idioma: es.
Descritores: Pneumonia Viral/transmissão
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Equipamento de Proteção Individual
-Dispositivos de Proteção Respiratória
Líquidos Corporais/virologia
Simulação por Computador
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Metanálise como Assunto
Pessoal de Saúde
Doença pelo Vírus Ebola/transmissão
Síndrome Respiratória Aguda Grave/transmissão
Pandemias
Betacoronavirus
Revisões Sistemáticas como Assunto
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  10 / 33 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1130570
Autor: Taminato, Monica; Mizusaki-Imoto, Aline; Saconato, Humberto; Franco, Eduardo Signorini Bicas; Puga, Maria Eduarda; Duarte, Márcio Luís; Peccin, Maria Stella.
Título: Máscaras de tecido na contenção de gotículas respiratórias - revisão sistemática / Mascarillas caseras para contener gotas respiratórias - revisión sistemática / Homemade cloth face masks as a barrier against respiratory droplets - systematic review
Fonte: Acta Paul. Enferm. (Online);33:eAPE20200103, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo Identificar, avaliar sistematicamente e sumarizar as melhores evidências científicas disponíveis sobre a eficácia e a segurança das máscaras de tecido para a comunidade. Métodos Foram consultadas as bases de dados Cochrane, PUBMED, EMBASE, LILACS e a literatura cinzenta por meio do Opengrey . Também foi realizada busca nas referências bibliográficas dos estudos primários e secundários identificados. Não houve restrição de idioma, nem período de tempo. Foram incluídos todos os artigos que tenham como objetivo verificar a eficácia e segurança do uso de máscaras de tecido como proteção contra a transmissão viral, bem como estudos laboratoriais que avaliassem barreiras de contenção de partículas. Foram excluídos os estudos que envolvessem o uso de máscaras por profissionais de saúde. Dois avaliadores independentes selecionaram os estudos e as discrepâncias foram resolvidas por um terceiro avaliador. Resultados Após o processo de seleção, não foram localizados estudos clínicos randomizados envolvendo máscaras de tecidos para a população em geral. Incluímos sete estudos que avaliaram diferentes tecidos no bloqueio de gotículas de nível laboratorial e um estudo de revisão. Conclusão O uso de máscara de tecido possibilita uma barreira às gotículas quando comparada a nenhuma máscara. A máscara é um recurso adicional na prevenção e deve sempre ser associada à etiqueta respiratória, higienização das mãos, distanciamento social e isolamento dos casos.

Resumen Objetivo Identificar, evaluar sistemáticamente y resumir las mejores evidencias científicas disponibles sobre la eficacia y la seguridad de las mascarillas caseras para la comunidad. Métodos Se consultaron las bases de datos Cochrane, PUBMED, EMBASE, LILACS y literatura gris por medio de Opengrey. También se realizó búsqueda en las referencias bibliográficas de los estudios primarios y secundarios identificados. No hubo restricción de idioma ni período de tiempo. Se incluyeron todos los artículos que tuvieran como objetivo verificar la eficacia y seguridad del uso de mascarillas caseras como protección contra la transmisión viral, así como estudios de laboratorio que evaluaran barreras de contención de partículas. Se excluyeron los estudios que abarcaran el uso de mascarillas por profesionales de la salud. Dos evaluadores independientes seleccionaron los estudios y las discrepancias fueron resueltas por un tercer evaluador. Resultados Luego del proceso de selección, no se localizaron estudios clínicos aleatorizados que incluyeran mascarillas caseras para la población en general. Incluimos siete estudios que evaluaron diferentes telas para el bloqueo de gotas de nivel de laboratorio y un estudio de revisión. Conclusión El uso de mascarillas caseras permite una barrera para las gotas al compararlo con ninguna mascarilla. La mascarilla es un recurso adicional en la prevención y siempre debe estar asociada a la etiqueta respiratoria, higienización de manos, distanciamiento social y aislamiento de casos.

Abstract Objective To identify, systematically review, and summarize the best scientific evidence available on the efficacy and safety of homemade cloth face masks for the community. Methods The search was conducted using the Cochrane, PUBMED, EMBASE, and LILACS databases, as well as grey literature, using Opengrey . A search was also conducted using references from primary and secondary studies that were found. No language or time period restrictions were applied. All papers that objective was to check efficacy and safety of the use of cloth face masks as protection against viral transmission were included, as well as laboratory studies assessing barriers against particles. We excluded studies approaching the use of face masks by healthcare providers. Two independent reviewers selected the studies, and discrepancies were decided by a third reviewer. Results No randomized clinical trials involving cloth face masks for the general population were found. Seven studies assessing different types of cloth to prevent the penetration of droplets at a laboratory level and a review study were included. Conclusion Using cloth face masks provides a barrier against droplets when compared with not using any face masks. The face mask is an additional preventive mesuare and must be used along with respiratory etiquette, hand hygiene, social distancing, and isolation of cases.
Descritores: População
Dispositivos de Proteção Respiratória
Controle de Infecções
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Máscaras
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|