Base de dados : LILACS
Pesquisa : E07.814 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 17 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 17 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960821
Autor: Souza, Thieli Lemos de; Azzolin, Karina de Oliveira; Fernandes, Vivian Rodrigues.
Título: Cuidados multiprofissionais para pacientes em delirium em terapia intensiva: revisão integrativa / Cuidados multiprofesionales para pacientes en delirium en la terapia intensiva: revisión integrativa / Multiprofessional care for delirium patients in intensive care: integrative review
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e20170157, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Descrever os cuidados multiprofissionais para manejo de pacientes críticos em delirium na UTI a partir das evidências encontradas na literatura. MÉTODOS Trata-se de uma revisão integrativa realizada no período de 1º de fevereiro a 30 de junho de 2016 através de busca nas bases de dados PubMed, Scopus, Web of Science e CINAHL com os descritores delirium, critical care e intensive care units que finalizou com 17 estudos originais. RESULTADOS Foram encontrados um bundle e uma diretriz, duas revisões sistemáticas, evidência 1a e quatro ensaios clínicos, evidência 1b e 2b, os demais estudos de coorte e observacionais. Os cuidados multiprofissionais foram apresentados para melhor entendimento em diagnóstico de delirium, pausa de sedação, mobilização precoce, diretrizes para dor, agitação e delirium, agitação psicomotora, orientação cognitiva, promoção do sono, ambiente e participação da família. CONCLUSÃO Os cuidados para delirium são abrangentes e pouco específicos, determinando seu aspecto multifatorial.

Resumen OBJETIVO Se objetivó describir los cuidados multiprofesionales para manejo de pacientes críticos en delirium en la UTI a partir de las evidencias encontradas en la literatura. MÉTODOS Se trata de una revisión integradora realizada en el período del 1 de febrero al 30 de junio de 2016 a través de búsqueda en PubMed, Scopus, Web of Science, and CINAHL con descriptores delirium, critical care e intensive care units que finalizó 17 estudios originales. RESULTADOS Fueron encontrados un bundle, una directriz, dos revisiones sistemáticos, evidencia 1a, cuatro ensayos clínicos, evidencia 1b y 2b, los demás estudios de cohorte y observacionales. Los cuidados multiprofesionales fueron presentados para mejor entenderse el diagnóstico de delirium, pausa de sedación, movilización temprana, directrices para dolor, agitación, y delirium, agitación psicomotora, orientación cognitiva, promoción de sueño, ambiente y participación de la familia. CONCLUSIÓN Los cuidados para delirium son más amplio y poco específicos, determinando su aspecto multifactorial.

Abstract OBJECTIVE To describe the multiprofessional care for the management of critical patients in delirium in the ICU from the evidences found in the literature. METHODS This integrative review was carried out in the period from February 1 to June 30, 2016 through searches on PubMed, Scopus, Web of Science, and CINAHL, with the following descriptors: delirium, critical care e intensive care units, which brought up 17 original papers. RESULTS A bundle and a guideline, two systematic reviews, evidence 1a and four clinical trials, evidence 1b and 2b, cohort and observational studies were found. The multiprofessional care was presented to better understand the diagnosis of delirium, sedation pause, early mobilization, pain, agitation and delirium guidelines, psychomotor agitation, cognitive orientation, sleep promotion, environment and family participation. CONCLUSION The care for delirium is wide and not specific, which determines its multifactorial aspect.
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Cuidados Críticos/métodos
Delírio/terapia
-Orientação
Agitação Psicomotora
Agitação Psicomotora/tratamento farmacológico
Agitação Psicomotora/terapia
Auxiliares Sensoriais
Sono
Antipsicóticos/uso terapêutico
Cuidadores
Guias de Prática Clínica como Assunto
Terapia Combinada
Delírio/enfermagem
Delírio/tratamento farmacológico
Delírio/reabilitação
Pacotes de Assistência ao Paciente
Hipnóticos e Sedativos/uso terapêutico
Unidades de Terapia Intensiva
Musicoterapia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-880022
Autor: Martins, Amélia; Rodríguez, María José Cid; Medeiros, Maria Teresa Pires de.
Título: Intervención Snoezelen en personas mayores institucionalizadas: bienestar y utilidad instántanea y recordada / Snoezelen intervention in institutionalized elderly people: Well-being and instant and remembered utilities / Intervenção Snoezelen em pessoas idosas institucionalizadas: bem-estar e utilidades instantâneas e recordadas
Fonte: Rev. Kairós;20(1):109-131, fev. 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El presente estudio trata de evaluar el impacto de la intervención Snoezelen en el bienestar de personas mayores institucionalizadas (n=20) en residencias de larga estancia en diversos periodos, durante sesiones y fuera de sesiones, a lo largo de 6 semanas. Utilizando un diseño de reversión para establecer una conexión causal entre Snoezelen y sus efectos en las variables dependientes. Se ha verificado una reducción de las oscilaciones en el bienestar en las semanas en que disfrutaron de Snoezelen, comparativamente a las semanas en las que no lo disfrutaron.

The present study aimed to evaluate the impact of Snoezelen on the well-being of institutionalized elderly people (n = 20) in long-term residences, at various periods, during the session and outside the session, over 6 weeks. A reversal design was used to establish a causal connection between Snoezelen and its effects on the dependent variables. There has been a reduction in fluctuations in their well-being during the weeks in which they enjoyed Snoezelen, compared to the weeks when they did not enjoy it.

O presente estudo procurou avaliar o impacto do Snoezelen no bem-estar das pessoas idosas institucionalizadas (n=20) em residências de longa permanência em diversos períodos, durante a sessão e fora da sessão, ao longo de 6 semanas. Utilizou-se um desenho de reversão para estabelecer uma conexão causal entre o Snoezelen e os seus efeitos nas variáveis dependentes. Verificou-se uma redução das oscilações no seu bem-estar nas semanas em que usufruíram de Snoezelen, comparativamente às semanas em que não o usufruíram.
Descritores: Idoso
Instituição de Longa Permanência para Idosos
Sensação
Auxiliares Sensoriais
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  3 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-523989
Autor: Haddad, Maria Aparecida Onuki; Sampaio, Marcos Wilson; Oltrogge, Ernst Werner; Kara-José, Newton; Betinjane, Alberto Jorge.
Título: Visual impairment secondary to congenital glaucoma in children: visual responses, optical correction and use of low vision AIDS
Fonte: Clinics;64(8):725-730, 2009. tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Congenital glaucoma is frequently associated with visual impairment due to optic nerve damage, corneal opacities, cataracts and amblyopia. Poor vision in childhood is related to global developmental problems, and referral to vision habilitation/rehabilitation services should be without delay to promote efficient management of the impaired vision. OBJECTIVE: To analyze data concerning visual response, the use of optical correction and prescribed low vision aids in a population of children with congenital glaucoma. METHOD: The authors analyzed data from 100 children with congenital glaucoma to assess best corrected visual acuity, prescribed optical correction and low vision aids. RESULTS: Fifty-five percent of the sample were male, 43 percent female. The mean age was 6.3 years. Two percent presented normal visual acuity levels, 29 percent mild visual impairment, 28 percent moderate visual impairment, 15 percent severe visual impairment, 11 percent profound visual impairment, and 15 percent near blindness. Sixty-eight percent received optical correction for refractive errors. Optical low vision aids were adopted for distance vision in 34 percent of the patients and for near vision in 6 percent. A manual monocular telescopic system with 2.8 × magnification was the most frequently prescribed low vision aid for distance, and for near vision a +38 diopter illuminated stand magnifier was most frequently prescribed. DISCUSSION AND CONCLUSION: Careful low vision assessment and the appropriate prescription of optical corrections and low vision aids are mandatory in children with congenital glaucoma, since this will assist their global development, improving efficiency in daily life activities and promoting social and educational inclusion.
Descritores: Glaucoma/congênito
Erros de Refração/reabilitação
Auxiliares Sensoriais
Baixa Visão/reabilitação
Acuidade Visual/fisiologia
-Estudos Retrospectivos
Erros de Refração/etiologia
Baixa Visão/etiologia
Limites: Adolescente
Criança
Feminino
Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-486116
Autor: Bonatti, Fernanda Alves da Silva; Bonatti, José Américo; Sampaio, Marcos Wilson; Haddad, Maria Aparecida Onuki; Souza, Patricia Regina Mucédola de; José, Newton Kara.
Título: Avaliação de pacientes utilizando equipamento inovador de auxílio à visão subnormal / Evaluation of patients using an innovative low-vision aid
Fonte: Arq. bras. oftalmol;71(3):385-388, maio-jun. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliação preliminar na Clínica Oftalmológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) de equipamento inovador para baixa visão desenvolvido na USP que consiste em prancha de leitura acoplada a lente de aumento que mantém fixos o foco e a linha de leitura. MÉTODOS: Foram avaliados 9 pacientes com visão subnormal usando o supracitado equipamento prancha de leitura acoplada a lente para auxílio em visão subnormal desenvolvida na USP em comparação com uso de uma lupa teste manual de dioptria semelhante, considerando-se os seguintes parâmetros de avaliação: causa da doença, acuidade visual corrigida no melhor olho para longe, impressão pessoal do paciente comparando prancha de leitura e lupa teste, impressão dos autores observando o uso dos 2 auxílios acima citados. RESULTADOS: A preferência pelos recursos foi: prancha de leitura acoplada a lupa - 5 pacientes; lupa manual - 2 pacientes; sem preferência por nenhum dos recursos - 1 paciente; inadequados para avaliação dos recursos preferidos - 1 paciente. CONCLUSÃO: Neste estudo preliminar, a maioria dos pacientes avaliados preferiu o recurso prancha de leitura acoplada à lupa, o que mostra que este produto inovador facilita a leitura; o médico avaliador interpreta a opinião do paciente como um especialista e contribui para o aprimoramento do produto para que ele possa ser futuramente submetido a novas avaliações.

ABSTRACT PURPOSE: To perform a preliminary evaluation at the "Clínica Oftalmológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)" of an innovative equipment for low-vision developed at USP containing a reading stand and a magnifier that maintains in a stable position the reading line and focus. METHODS: 9 low-vision patients were evaluated using the above mentioned reading stand and a magnifier developed at USP comparing it with a hand magnifier of similar power taking into account the following evaluation parameters: etiology of low-vision, best corrected visual acuity for distance, patient's opinion comparing both low-vision aid resources, authors' opinion observing the patient using both low-vision aids. RESULTS: The numerical preference for the low-vision aids was: 5 patients for the reading stand and a magnifier that maintains at a stable position the reading line and focus; 2 patients for the hand magnifier; 1 patient indifferent regarding any of the resources; 1 patient inadequate for the evaluation of the low-vision aids. CONCLUSION: This preliminary study shows the preference of the majority of the patients for the reading stand and a magnifier that maintains at a stable position the reading line and focus showing that this innovative product makes reading easier; the evaluator doctor translates the patient's opinion as an expert and contributes to the improvement of the product so that it can be evaluated again in the future.
Descritores: Lentes
Optometria/instrumentação
Leitura
Auxiliares Sensoriais/normas
Baixa Visão/reabilitação
-Desenho de Equipamento/normas
Ergonomia/instrumentação
Baixa Visão/fisiopatologia
Acuidade Visual/fisiologia
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-426720
Autor: Bonatti, Fernanda Alves da Silva.
Título: Desenvolvimento de equipamento de auxílio à visão subnormal / Development of a low vision aid device
Fonte: Arq. bras. oftalmol;69(2):221-226, mar.-abr. 2006. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Design de equipamento de uso para perto para portador de visão subnormal. MÉTODOS: Verificar os principais produtos de auxílio à visão subnormal, identificando problemas que o usuário possa ter ao usá-los e por meio de possíveis intervenções do design fazer um projeto que possa contemplar suas necessidades. RESULTADOS: Foi desenvolvido um protótipo compreendido por prancha de leitura em que pode ser conectado o cabo de uma lupa, que se movimenta horizontal e verticalmente possibilitando o acompanhamento de uma linha do texto. CONCLUSÃO: O equipamento desenvolvido vem de encontro às necessidades visuais e de manuseio de portadores de visão subnormal para perto, incorporando facilidades para a leitura e escrita.
Descritores: Lentes
Auxiliares Sensoriais
Baixa Visão/reabilitação
-Desenho de Equipamento
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-426718
Autor: Montilha, Rita de Cássia Ietto; Temporini, Edméa Rita; Nobre, Maria Inês Rubo de Souza; Gasparetto, Maria Elisabete Rodrigues Freire; Kara-José, Newton.
Título: Utilização de recursos ópticos e equipamentos por escolares com deficiência visual / Utilization of optical devices and equipments by students with visual impairment
Fonte: Arq. bras. oftalmol;69(2):207-211, mar.-abr. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Verificar percepções e conduta de escolares portadores de deficiência visual, em relação aos recursos ópticos e equipamentos utilizados no processo de escolarização. MÉTODOS: Estudo descritivo transversal em população de escolares de 12 anos e mais, portadores de deficiência visual, congênita ou adquirida, em processo de escolarização, inseridos no sistema público de ensino no município de Campinas no ano de 2000. Aplicou-se questionário por entrevista, elaborado com base em estudo exploratório. RESULTADOS: Foi obtida população de 26 alunos, sendo 46,2 por cento portadores de visão subnormal e 53,8 por cento portadores de cegueira. A maioria cursava o ensino fundamental (65,4 por cento) em escolas com salas de recursos (73,1 por cento). Entre os recursos utilizados em atividades de leitura e escrita 94,1 por cento dos escolares declararam utilizar a máquina Braille e 81,8 por cento relataram que o colega dita a matéria. A maioria dos escolares com visão subnormal utilizavam óculos (91,7 por cento) e 33,3 por cento utilizavam lupa como recursos ópticos. Entre os recursos não ópticos destacaram-se os ambientais - aproximação da lousa (75,0 por cento) e da janela (66,7 por cento por cento) para maior iluminação. CONCLUSÕES: Foi evidenciado o fato de que escolares portadores de visão subnormal utilizavam recursos destinados a portadores de cegueira como a aplicação do sistema Braille. Verificou-se reduzido número de portadores de visão subnormal utilizando recursos ópticos e não ópticos referentes à sua problemática, o que indica provável desconhecimento de seu potencial visual e de recursos apropriados para melhorar sua eficiência.
Descritores: Lentes
Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde
Auxiliares Sensoriais
Baixa Visão
-Estudos Transversais
Percepção
Leitura
Instituições Acadêmicas
Estudantes
Baixa Visão/psicologia
Baixa Visão/reabilitação
Limites: Criança
Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-308686
Autor: Moya, Silvana Terezinha Figueiredo; Carvalho, Lenira Maria Lima de; Fernandes, Luciene Chaves; Oliveira, André Oliveira.
Título: Nova proposta de treinamento e avaliação do uso de auxílios ópticos em portadores de visão subnormal / New proposal for training and evaluation of the use of topical aids in low vision patients
Fonte: Arq. bras. oftalmol;65(1):43-47, jan.-fev. 2002. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Elaboração de uma nova seqüência de treinamento e avaliação no uso do auxílio óptico para portadores de baixa visão. Métodos: Construção de tabelas obedecendo a uma seqüência de complexidade lingüística, iniciando com palavras, seguindo com expressões, períodos e culminando com textos. Utilização do novo material em 32 portadores de retinose pigmentária, com acuidade visual entre 0,5 e 1,3 LogMAR (20/63 e 20/400), registrando as velocidades de leitura com e sem auxílio óptico. Resultados: Tabelas de palavras, expressões, períodos e textos de tamanhos variados, com impressão de letras pretas em fundo branco e letras brancas em fundo preto. Apresentação dos dados referentes à idade, sexo, acuidade visual, auxílio óptico empregado, tamanho da impressão lida, velocidades de leitura sem e com auxilio e número de sessões de treinamento. Conclusões: A leitura de textos constitui o melhor instrumento de avaliação qualitativa e quantitativa no uso dos auxílios ópticos. As tabelas propostas baseiam-se em uma complexidade lingüística crescente, tentando minimizar ao máximo os fatores não relacionados à visão. Constitui valioso instrumento na prática da visão subnormal, entretanto, o desempenho de leitura depende de fatores relacionados a cada paciente.
Descritores: /métodos
AVALIACAO/métodos
Leitura
Auxiliares Sensoriais
Visão Ocular
-Testes Visuais
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  8 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-292288
Autor: Montes de Oca, Eduardo; Rodríguez Díaz, José Antonio; Chavira Contreras, Cynthia Lucero.
Título: Necesidades de auxiliares auditivos en escolares mexicanos / Hearing aids requirements in mexican children
Fonte: An. otorrinolaringol. mex;45(2):64-8, mar.-mayo 2000. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se efectuó un estudio transversal, descriptivo y observacional en una muestra de conveniencia, para la detección de defectos auditivos, en 2031 escolares de segundo año de primaria, en el área metropolitana del Distrito Federal y nueve Estados de la República Mexicana. Se encontró que la frecuencia global fue de 314 escolares con hipoacusia (15.46 por ciento). La hipoacusia superficial se encontró en 226 escolares (11.13 por ciento), la hipoacusia media en 64 infantes (3.15 por ciento), la hipoacusia severa en 20 sujetos (0.98 por ciento) y la hipoacusia profunda en 4 sujetos (0.20 por ciento). Si consideramos que solo los escolares con hipoacusia media y severa bilateral así como los de hipoacusia profunda unilateral son los que necesitan de amplificación, encontramos que los sujetos de la muestra que requirieron de la adaptación de un auxiliar auditivo, serian el 1.92 por ciento del total de los sujetos estudiados.
Descritores: Criança
Auxiliares de Audição
México/epidemiologia
Auxiliares Sensoriais
Transtornos da Audição/terapia
-Limiar Auditivo
Perda Auditiva/terapia
Testes de Impedância Acústica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: MX1.1 - CENIDSP - Centro de Información para Decisiones en Salud Pública


  9 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-213102
Autor: Demarco, Luís Antônio.
Título: O deficiente visual / Visually impaired persons
Fonte: HB cient;3(2):149-51, maio-jul. 1996. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Pessoas com Deficiência Visual/história
-Cegueira
Leitura
Auxiliares Sensoriais
Limites: Humanos
História Medieval
História do Século XIX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 17 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-124328
Autor: Rocha, Hilton.
Título: Imprensa Braille / Braille Press
Fonte: Arq. bras. oftalmol;55(4):150-9, 1992.
Idioma: pt.
Resumo: Artigo histórico sobre a invençäo do método Braille para escrita e leitura destinado a cegos
Descritores: Cegueira/reabilitação
Leitura
Auxiliares Sensoriais/provisão & distribução
-Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde