Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.100.150.750.500.600.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 654 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 66 ir para página                         

  1 / 654 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1015121
Autor: Luz, Matheus Martins; Klaiber, Letícia Braz; Tavares, Débora Oliveira Vidal; Fernandes, Lea Machado; Luersen, Ana Luiza Campos; Barreto, Kátia Lourenço Sá; Rocco, Débora Dias Ferraretto; Silva, Alexandre Galvão da; Santos, Brigitte Reickmann Martins dos.
Título: O impacto das crenças em saúde sobre o controle da hipertensão arterial de idosos / The impact of health beliefs on the control of arterial hypertension in the elderly
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(1 (Supl)):72-77, jan.-mar. 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Avaliar o impacto das crenças em saúde no controle da pressão arterial de idosos hipertensos em um município com elevado índice de desenvolvimento humano (IDHM), considerando sexo e classe social. Metodologia: O estudo foi realizado nas Unidades Básicas de Saúde do município de São Caetano do Sul. Foram coletadas informações sociodemográficas por meio de questionário. Aferiu-se a PA para a identificação dos pacientes hipertensos controlados e não controlados. Utilizou-se escala de crenças em saúde com sentenças sobre crenças de barreiras e benefícios relacionados a cada um dos treze comportamentos de saúde referentes às medidas de prevenção e controle da hipertensão arterial. Realizou-se análise descritiva e razão de prevalência, considerando significância para p ≤ 0,05. Resultados: Observamos que a maioria dos pacientes aderiu ao tratamento, tendo noção dos benefícios de controlar os fatores de risco de hipertensão. Conclusão: Concluímos que os dados foram semelhantes entre homens e mulheres e a classe social impactou inversamente na adesão ao tratamento medicamentoso

To assess the impact of health beliefs on blood pressure control in hypertensive elderly patients in a municipality with a high human development index (HDI), considering sex and social class. Methodology: The study was carried out at the Basic Health Units of the municipality of São Caetano do Sul. Sociodemographic information was collected through a questionnaire. BP was measured to identify controlled and uncontrolled hypertensive patients. A health belief scale with judgments on the perceived barriers and benefits related to each of the thirteen health behaviors corresponding to hypertension prevention and control measures was used. A descriptive analysis was conducted and a prevalence ratio calculated, considering significance for p ≤0.05. Results: We observed treatment adherence in the majority of patients, who were aware of the benefits of controlling the risk factors for hypertension. Conclusion: We concluded that the data were similar between men and women, and that social class had an inverse impact on compliance with drug treatment
Descritores: Idoso
Saúde do Idoso
Hipertensão
-Doenças Cardiovasculares/mortalidade
Prevalência
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Fatores Etários
Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde/métodos
Adesão à Medicação
Estudo Observacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1290233
Autor: Candido, Paula Gabrielle Gomes; Amador, Bruna Melo; Silva, Fabricio Ferreira; Santos, Floriacy Stabnow; School of Biological SciencesPinheiro, Luiz Marcelo de Lima; Oliveira Filho, Aldemir Branco de.
Título: Adherence to antiretroviral therapy among women living with HIV/AIDS in the interior of the Brazilian state of Pará: cross-sectional study
Fonte: Säo Paulo med. j;139(2):99-106, Mar.-Apr. 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT BACKGROUND: High prevalence of human immunodeficiency virus (HIV) infection and occurrence of drug-resistant strains have been recorded in northern Brazil. Abandonment of treatment and insufficient and inadequate adherence to antiretroviral therapy (ART) among people living with HIV/AIDS (PLWHA) have been recorded in the metropolitan area of Belém, the capital of the state of Pará. OBJECTIVES: To identify the sociodemographic profile and level of adherence to ART among women seen at a referral unit in the interior of Pará, northern Brazil. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study at a referral unit for care for PLWHA. METHODS: We included 86 women living with HIV/AIDS (WLWHA) in the Rio Caeté integrated region, northeastern Pará. Social, demographic and behavioral information, as well as the ART level, were obtained using forms that have been described in the scientific literature. Logistic regression models were used to assess associations of variables with ART. RESULTS: Most WLWHA were single (52.4%), young (47.7%) and heterosexual (97.7%), had low levels of education (63.0%), were unemployed (69.8%), had one sexual partner (75.7%), used condoms (46.7%) and were not using either licit drugs (68.7%) or illicit drugs (89.6%). Their adherence level was classified as insufficient , and only their viral load showed an association with ART. CONCLUSIONS: The participants' low level of education and poor socioeconomic conditions may have been interfering with their adherence to ART. Such influences can be minimized through multiprofessional interventions that take the individuality of women served by the healthcare service into consideration.
Descritores: Infecções por HIV/tratamento farmacológico
Infecções por HIV/epidemiologia
Adesão à Medicação
-Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Carga Viral
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1284561
Autor: Reis, Larissa Corigliano; Soares, Rosimeire Angela Queiroz; Rosa, Ronaldo Fernandes; Cardoso, Luciana Gonzaga dos Santos.
Título: Adesão ao tratamento medicamentoso em idosos cardiopatas / Adherencia al tratamiento farmacológico en ancianos con enfermedad cardíaca / Adherence to drug treatment in elderly with heart conditions
Fonte: Rev. enferm. Cent.-Oeste Min;11:4130, 20210000.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a adesão ao tratamento medicamentoso em idosos cardiopatas. Método: Pesquisa de campo, descritiva e quantitativa. Consentiram em participar da pesquisa 40 idosos atendidos em um Ambulatório de Cardiogeriatria. A coleta de dados ocorreu de agosto a novembro de 2018, com dados sociodemográficos e clínicos, Avaliação Multidimensional da Pessoa Idosa à avaliação da adesão ao tratamento pelo Brief Medication Questionnaire. Resultados: A idade média foi de 74+9,9 anos do sexo feminino em 57,7% dos idosos. Segundo o BMQ, 90% dos idosos apresentaram algum tipo de barreira para a adesão ao tratamento medicamentoso; 66,7% apresentaram barreiras de 'Regime', 10,2% de 'Crenças' e 89,5% de 'Recordação'. Conclusão: Na avaliação da adesão ao tratamento, segundo o BMQ, as barreiras mais frequentes foram as de 'Recordação', seguidas de 'Regime' e de 'Crenças'. A frequência dos idosos com barreira de 'Recordação' foi maior entre os que utilizavam cinco ou mais medicamentos diários(AU)

Purpose: To evaluate adherence to a drug treatment in elderly patients with heart diseases. Method: This is a descriptive, quantitative field research. Forty elderly people assisted in a Cardiogeriatrics Clinic consented to participate in the research. Data collection took place from August to November 2018 and comprised sociodemographic and clinical data, Multidimensional Assessment of the Elderly, and the assessment of adherence to treatment by the Brief Medication Questionnaire. Results: The mean age was 74 ± 9.9 years and 57.7% of the elderly were women. According to the BMQ, 90% of the elderly had some type of resistance to adhering to drug treatment; 66.7% were due to 'Regime', 10.2% due to 'Beliefs' and 89.5% due to 'Recollection'. Conclusion: In assessing adherence to treatment according to the BMQ, the most frequent reasons against adherence were 'Recollection', followed by 'Regime' and 'Beliefs'. The frequency of elderly people in the "Recollection" group was higher among those who took five or more medications per day.(AU)

Objetivo: Evaluar la adherencia al tratamiento farmacológico en pacientes ancianos con cardiopatía. Método: Investigación de campo, descriptiva y cuantitativa. Cuarenta ancianos atendidos en una Clínica de Cardiogeriatría dieron su consentimiento para participar en la investigación. La recolección de datos se realizó de agosto a noviembre de 2018, con datos sociodemográficos y clínicos, Evaluación Multidimensional del Anciano y la evaluación de la adherencia al tratamiento mediante el Cuestionario Breve de Medicación. Resultados: La edad media fue de 74 + 9,9 años y el 57,7% de los ancianos eran mujeres. Según el BMQ, el 90% de los ancianos tenía algún tipo de barrera para la adherencia al tratamiento farmacológico; El 66,7% tenía barreras de "Régimen", el 10,2% de "Creencias" y el 89,5% de "Recuerdo". Conclusión: Al evaluar la adherencia al tratamiento según BMQ, las barreras más frecuentes fueron las de 'Recuerdo', seguidas de 'Régimen' y 'Creencias'. La frecuencia de las personas mayores con una barrera de "recuperación" fue mayor entre los que usaban cinco o más medicamentos al día(AU)
Descritores: Idoso de 80 Anos ou mais
Idoso Fragilizado
Enfermagem
Adesão à Medicação
Cardiopatias
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1259.1 - DIBIB - Divisão de Biblioteca


  4 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891449
Autor: Alves, Keila Batista; Guilarducci, Nathália Vital; Santos, Thiago dos Reis; Baldoni, André Oliveira; Otoni, Alba; Pinto, Sérgio Wyton Lima; Zanette, Camila; Sanches, Cristina.
Título: Is quality of life associated with compliance to pharmacoterapy in patients with chronic kidney disease undergoing maintenance hemodialysis? / Existe associação entre qualidade de vida e adesão à farmacoterapia em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise?
Fonte: Einstein (Säo Paulo);16(1):eAO4036, 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To analyzed the association of quality of life and compliance to drug treatment in chronic kidney disease patients. Methods The Short Form Health Survey was used to evaluate the quality of life of these patients, and the therapeutic complexity index was verified. The Morisky-Green test and the Brief Medication Questionnaire were applied to check compliance to drug therapy. Results A total of 197 patients were included. The Morisky-Green test and Brief Medication Questionnaire showed that most patients had low compliance to treatment (50.3% and 80.6%, respectively). Compliance was highly associated with gender (male) and slightly associated with complexity of therapy, mental health, and social aspects. Conclusion We observed a slight association between compliance to pharmacotherapy and quality of life and complexity of therapy, and a strong association with gender.

RESUMO Objetivo Analisar a associação entre a qualidade de vida e a adesão ao tratamento farmacológico de pacientes com doença renal crônica. Métodos Utilizou-se o Short Form Health Survey para avaliar a qualidade de vida destes pacientes. O índice de complexidade terapêutico foi avaliado. O teste de Morisky-Green e o Brief Medication Questionnaire foram aplicados para avaliar a adesão a farmacoterapia. Resultados Nos 197 pacientes que participaram do estudo, o teste de Morisky-Green e o Brief Medication Questionnaire mostraram que a maioria deles apresentava baixa adesão ao tratamento (50,3% e 80,6%, respectivamente). A adesão esteve altamente associada ao sexo (masculino) e ligeiramente associada à complexidade da terapia, à saúde mental e aos aspectos sociais. Conclusão Observaram-se ligeira associação da adesão farmacoterapêutica com qualidade de vida e complexidade terapêutica, e forte associação com o sexo.
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Diálise Renal/psicologia
Insuficiência Renal Crônica/psicologia
Adesão à Medicação/psicologia
-Fatores Socioeconômicos
Estudos Transversais
Terapia Combinada
Insuficiência Renal Crônica/terapia
Adesão à Medicação/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001912
Autor: Cardoso, Maria Clara Lélis Ramos; Santos, Aline Soares Figueiredo; Fonseca, Adélia Dayane Guimarães; Silva-Junior, Renê Ferreira da; Carvalho, Priscilla Durães de; Martins, Andrea Maria Eleutério de Barros Lima.
Título: Validity and reliability of the Health Literacy Assessment Scale for adherence to drug treatment among diabetics / Validade e confiabilidade da Escala de Avaliação da Alfabetização em Saúde quanto à adesão medicamentosa entre diabéticos
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(2):eAO4405, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To prepare an instrument to evaluate health literacy with regard to adherence to drug treatment among diabetics, identify the validity of its content, and estimate its reliability. Methods Pilot study, with the following stages of instrument construction: literature review, content validation, reliability estimation (internal consistency/Cronbach's alpha and reproducibility/Kappa). Results The validity of content was completed and presented alpha=0.77 and Kappa values ranged from 0.31 to 1.00. Conclusion The instrument was approved regarding content validity, presented acceptable internal consistency and reproducibility. However, when applied, measurement errors it can produce must be considered.

RESUMO Objetivo Elaborar um instrumento para avaliar a alfabetização em saúde relacionada à adesão medicamentosa entre diabéticos, identificar a validade de seu conteúdo e estimar sua confiabilidade. Métodos Estudo piloto, cujas etapas de construção do instrumento foram revisão de literatura, validação de conteúdo e estimativa da confiabilidade (consistência interna/alfa de Cronbach e reprodutibilidade/Kappa). Resultados A validade de conteúdo foi concluída e apresentou valor de alfa=0,77 e o Kappa variou de 0,31 a 1,00. Conclusão O instrumento foi aprovado quanto à validade de conteúdo, apresentou consistência interna e reprodutibilidade aceitáveis. No entanto, ao ser utilizado, devem ser considerados os erros de medida que ele pode produzir.
Descritores: Inquéritos e Questionários/normas
Diabetes Mellitus/tratamento farmacológico
Adesão à Medicação
Letramento em Saúde/métodos
Letramento em Saúde/normas
-Psicometria
Valores de Referência
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Projetos Piloto
Fatores Sexuais
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores Etários
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056065
Autor: Hospital das ClínicasNogueira, Marcel; Hospital das ClínicasOtuyama, Leonardo Jun; Hospital das ClínicasRocha, Priscilla Alves; Hospital das ClínicasPinto, Vanusa Barbosa.
Título: Pharmaceutical care-based interventions in type 2 diabetes mellitus: a systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials / Intervenções farmacêuticas no diabetes mellitus tipo 2: uma revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eRW4686, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To investigate the impact of pharmaceutical care-based interventions on type 2 diabetes mellitus . Methods PubMed®, Cochrane and Web of Science data bases were searched for randomized controlled clinical trials. Studies evaluating pharmaceutical care-based interventions in type 2 diabetes mellitus published between 2012 and 2017 were included. Glycated hemoglobin was defined as the primary endpoint; blood pressure, triglycerides and cholesterol as secondary endpoints. The random effects model was used in meta-analysis. Results Fifteen trials involving 2,325 participants were included. Meta-analysis revealed considerable heterogeneity (I2>97%; p<0.001), reduction in glycated hemoglobin (-1.07%; 95%CI: -1.32; -0.83; p<0.001), glucose (-29.91mg/dL; 95%CI: -43.2; -16.6; p<0.001), triglyceride (19.8mg/dL; 95%CI: -36.6; -3.04; p=0.021), systolic blood pressure (-4.65mmHg; 95%CI: -8.9; -0.4; p=0.032) levels, and increased HDL levels (4.43mg/dL; 95%CI: 0.16; 8.70; p=0.042). Conclusion Pharmaceutical care-based clincal and education interventions have significant impact on type 2 diabetes mellitus . The tools Summary of Diabetes Self-Care Activities and the Morisky Medication Adherence Scale may be useful to monitor patients.

RESUMO Objetivo Identificar o impacto das intervenções providenciadas pelo cuidado farmacêutico no diabetes mellitus tipo 2. Métodos Buscas por ensaios clínicos randomizados controlados foram realizadas nas bases PubMed®, Cochrane e Web of Science . Foram incluídos estudos publicados entre 2012 e 2017, que avaliaram o impacto do cuidado farmacêutico no diabetes mellitus tipo 2. A hemoglobina glicada foi o desfecho primário, e os secundários foram pressão arterial, triglicérides e colesterol. O modelo de efeitos aleatórios foi utilizado na metanálise. Resultados Foram incluídos 15 estudos envolvendo 2.325 participantes. A metanálise demonstrou heterogeneidade elevada (I2>97%; p<0,001), redução nos níveis de hemoglobina glicada (-1,07%; IC95%: -1,32; -0,83; p<0,001), glicose (-29,91mg/dL; IC95%: -43,2; -16,6; p<0,001), triglicérides (19,8mg/dL; IC95%: -36,6; -3,04; p=0,021), pressão arterial sistólica (-4,65mmHg; IC95%: -8,9; -0,4; p=0,032) e aumento do colesterol HDL (4,43mg/dL; IC95%: 0,16; 8,70; p=0,042). Conclusão As intervenções clínicas e educacionais providenciadas pelo cuidado farmacêutico têm impacto significativo no diabetes mellitus tipo 2. Ferramentas como o Summary of Diabetes Self-Care Activities e a Morisky Medication Adherence Scale podem ser úteis no acompanhamento dos pacientes.
Descritores: Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
-Pacientes Ambulatoriais/estatística & dados numéricos
Farmacêuticos
Assistência Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Autocuidado/estatística & dados numéricos
Triglicerídeos/sangue
Glicemia/análise
Pressão Sanguínea
Hemoglobina A Glicada/análise
Colesterol/sangue
Educação de Pacientes como Assunto/estatística & dados numéricos
Diabetes Mellitus Tipo 2/tratamento farmacológico
Diabetes Mellitus Tipo 2/sangue
Adesão à Medicação/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Metanálise
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1090037
Autor: Brojan, Lucas Eduardo Fedaracz; Marca, Leticia Mara; Dias, Frederico Alves; Rattmann, Yanna Dantas.
Título: Antiretroviral drug use by individuals living with HIV/AIDS and compliance with the Clinical Protocol and Therapy Guidelines / Uso de antirretrovirais por pessoas vivendo com HIV/AIDS e sua conformidade com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eAO4995, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To describe antiretroviral treatment regimens prescribed and their compliance with the Clinical Protocol and Therapy Guidelines of the Ministry of Health for the management of HIV infection. Methods Observational and descriptive study. Secondary data of the state of Paraná (Brazil) on drugs, treatment regimens, lines of treatment and number of individuals on treatment, from January to June 2018, were accessed at the Antiretroviral Agents Logistic Control System. Combinations of antiretroviral drugs (treatment regimens) were compared according to the current Clinical Protocol and Therapy Guidelines and non-compliances were classified and quantified. Results In Paraná, 35,127 individuals with HIV were treated with 253 different treatment regimens. Of the prescribed regimens, 19.1% were first-line, 27.4% second-line and 48.5% third-line. Among non-compliances, the most prevalent were absence of association of protease inhibitors and ritonavir (42.8%), low efficacy triple therapy (36.9%), double therapy (26.1%), monotherapy (20.3%), and triple therapy of nucleoside analog reverse transcriptase inhibitors (17.1%). Conclusion Most individuals receiving HIV treatment in the state of Paraná are on treatment regimens established in the current Clinical Protocol and Therapy Guidelines, which contributes to successful therapy. However, associations not provided by the current Clinical Protocol and Therapy Guidelines were identified in the initial treatment lines, which could lead to ineffectiveness, virologic failure and viral resistance.

RESUMO Objetivo Descrever esquemas terapêuticos de antirretrovirais prescritos e sua conformidade com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas, do Ministério da Saúde, para manejo da infecção pelo HIV. Métodos Estudo observacional e descritivo. Os dados do estado do Paraná sobre medicamentos que compõem os esquemas terapêuticos, linhas de tratamento e número de pessoas em uso destes foram acessados no Sistema de Controle Logístico de Medicamentos Antirretrovirais no período de janeiro a junho de 2018. As combinações de antirretrovirais (esquemas terapêuticos) foram comparadas conforme o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas vigente, e as inconformidades foram categorizadas e quantificadas. Resultados No Paraná, 35.127 pessoas com HIV foram tratadas com 253 esquemas terapêuticos distintos. Dentre os esquemas prescritos, 19,1% eram de primeira linha, 27,4% de segunda linha e 48,5% de terceira linha. Nas inconformidades, predominaram a não associação entre inibidores da protease e ritonavir (42,8%), terapia tripla de baixa eficiência (36,9%), terapia dupla (26,1%), monoterapia (20,3%) e terapia tripla de inibidores da transcriptase reversa análogos de nucleosídeos (17,1%). Conclusão Maior parte das pessoas em tratamento do HIV no Paraná utilizam esquemas terapêuticos previstos no Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas vigente, o que contribui para o sucesso terapêutico. Entretanto, associações não previstas foram identificadas nas linhas de tratamento iniciais, podendo ocasionar inefetividade, falha virológica e resistência viral.
Descritores: Protocolos Clínicos/normas
Fidelidade a Diretrizes/normas
Antirretrovirais/administração & dosagem
-Brasil
Infecções por HIV/tratamento farmacológico
Fármacos Anti-HIV/administração & dosagem
Fármacos Anti-HIV/uso terapêutico
Fidelidade a Diretrizes/estatística & dados numéricos
Antirretrovirais/uso terapêutico
Quimioterapia Combinada/normas
Quimioterapia Combinada/estatística & dados numéricos
Adesão à Medicação/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1287941
Autor: Zago, Priscila Tadei Nakata; Maffacciolli, Rosana; Mattioni, Fernanda Carlise; Dalla-Nora, Carlise Rigon; Rocha, Cristianne Maria Famer.
Título: Nursing actions promoting adherence to tuberculosis treatment: scoping review / Acciones de enfermería promotoras de la adhesión al tratamiento de la tuberculosis: revisión de alcance / Ações de enfermagem promotoras da adesão ao tratamento da tuberculose: revisão de escopo
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;55:e20200300, 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To analyze actions promoting adherence to tuberculosis treatment that are being carried out by nurses in different countries. Method: Scoping review with selection of articles on the subject in LILACS, MEDLINE, IBECS, BDENF, SciELO, CINAHL, Embase, Web of Science, and Scopus databases. Results: Forty studies, published between 2009 and 2020, allowed the identification of nursing actions in two thematic categories. In the category "Nursing care: TB patients' specific needs to promote adherence to treatment", actions involving clinical aspects, professionals' knowledge and skills, educational and relational processes were identified. In the category "The role of nursing in coping with the social determinants of health to promote adherence to treatment", interventions related to the strengthening of family and community support, the inclusion of socioeconomic issues in care plans, and respect for cultural differences were highlighted. Conclusion: Nursing work directed to the adherence to disease treatment requires the development of technical, ethical and, above all, political skills, aiming to increase the success of the actions carried out by these professionals.

RESUMEN Objetivo: Analizar las acciones de promoción de la adhesión al tratamiento de la tuberculosis que han sido realizadas pela enfermería en diferentes países. Método: Revisión de alcance con selección de artículos sobre el tema en las bases LILACS, MEDLINE, IBECS, BDENF, SciELO, CINAHL, Embase, Web of Science y Scopus. Resultados: Cuarenta estudios, publicados entre 2009 y 2020 viabilizaron identificar acciones de enfermería en dos clases temáticas. En la clase- Cuidado de enfermería: necesidades específicas de la persona con tuberculosis para la promoción de la adhesión al tratamiento-, se identificaron acciones que involucran los aspectos clínicos, el conocimiento y habilidades de los profesionales, los procesos educativos y relacionales. En la clase- La actuación de la enfermería en el enfrentamiento de los determinantes sociales de la salud para la promoción de la adhesión al tratamiento, se destacaron intervenciones que se relacionan al fortalecimiento del apoyo familiar y comunitario, a la inclusión de las cuestiones socioeconómicas en los planes de cuidado y el respeto a las diferencias culturales. Consideraciones Finales: La actuación de la enfermería con énfasis a la adhesión al tratamiento de la enfermedad exige el desarrollo de competencias técnicas, éticas y, sobretodo, políticas, con el objetivo de ampliar el éxito de las acciones realizadas por esos profesionales.

RESUMO Objetivo: Analisar as ações de promoção da adesão ao tratamento da tuberculose que vêm sendo realizadas pela enfermagem em diferentes países. Método: Revisão de escopo com seleção de artigos sobre o tema nas bases LILACS, MEDLINE, IBECS, BDENF, SciELO, CINAHL, Embase, Web of Science e Scopus. Resultados: Quarenta estudos, publicados entre 2009 e 2020 possibilitaram identificar ações de enfermagem em duas categorias temáticas. Na categoria "Cuidado de enfermagem: necessidades específicas da pessoa com TB para a promoção da adesão ao tratamento" foram identificadas ações que envolvem os aspectos clínicos, o conhecimento e habilidades dos profissionais, os processos educativos e relacionais. Na categoria "A atuação da enfermagem no enfrentamento dos determinantes sociais da saúde para a promoção da adesão ao tratamento", destacaram-se intervenções que se relacionam ao fortalecimento do apoio familiar e comunitário, à inclusão das questões socioeconômicas nos planos de cuidado e o respeito às diferenças culturais. Conclusão: A atuação da enfermagem voltada à adesão ao tratamento da doença exige o desenvolvimento de competências técnicas, éticas e, sobretudo, políticas, com vistas a ampliar o êxito das ações realizadas por esses profissionais.
Descritores: Enfermagem em Saúde Pública
Tuberculose
Política de Saúde
-Revisão
Adesão à Medicação
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  9 / 654 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154094
Autor: Tinoco, Marlon Silva; Groia-Veloso, Ronara Camila de Souza; Santos, Jéssica Nathália Domingos dos; Cruzeiro, Maria Gabriela Martins; Dias, Bianca Menezes; Reis, Adriano Max Moreira.
Título: Medication regimen complexity of coronary artery disease patients / Complexidade da farmacoterapia de pacientes com doença arterial coronariana
Fonte: Einstein (Säo Paulo);19:eAO5565, 2021. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To determine the factors associated with the high complexity of medication regimen in patients with coronary artery disease. Methods: A cross-sectional study was carried out in a multiprofessional cardiology outpatient clinic, in the Secondary Care of the Unified Health System, where sociodemographic (age, sex, and education), clinical (number of health conditions, cardiovascular diagnoses, and comorbidities) and pharmacotherapeutic (adherence, polypharmacy, and cardiovascular polypharmacy) characteristics were collected. These were related to complexity of medication regimen, measured through the medication regimen complexity index. The classification of high complexity of medication regimen was carried out using standardization for the older adults and stratification for adult patients, as suggested in the literature. Results: The total complexity medication regimen of 148 patients had a median of 17.0 (interquartile range of 10.5). In the univariate analysis, the factors associated with high complexity were heart failure, diabetes mellitus, hypertension, five or more diseases, and non-adherence to treatment. In the final model, after logistic regression, there was a statistically significant association (p<0.05) with the variables diabetes mellitus, hypertension, and non-adherence. Conclusion: The high complexity of medication regimen in patients with coronary artery disease was associated with the presence of diabetes mellitus, hypertension, and reports of non-adherence to treatment.

RESUMO Objetivo: Determinar os fatores associados à complexidade alta da farmacoterapia em pacientes com doença arterial coronariana. Métodos: Realizou-se um estudo transversal em um ambulatório multiprofissional de cardiologia na Atenção Secundária do Sistema Único de Saúde, de onde foram coletadas características sociodemográficas (idade, sexo e escolaridade), clínicas (número de condições de saúde, diagnósticos cardiovasculares e comorbidades) e farmacoterápicas (adesão, polifarmácia e polifarmácia cardiovascular). Essas características foram relacionadas com a complexidade da farmacoterapia, mensurada por meio do Índice de Complexidade da Farmacoterapia. A classificação em complexidade alta da farmacoterapia foi realizada empregando a normatização para idosos e a estratificação para pacientes adultos, sugeridas na literatura. Resultados: A complexidade da farmacoterapia total dos 148 pacientes apresentou mediana igual a 17,0 (amplitude interquartílica de 10,5). Na análise univariada, os fatores associados à complexidade alta foram insuficiência cardíaca, diabetes mellitus, hipertensão arterial, cinco ou mais doenças e não adesão. No modelo final, após regressão logística, houve associação estatisticamente significante (p<0,05) com as variáveis diabetes mellitus, hipertensão arterial e não adesão. Conclusão: A complexidade alta da farmacoterapia em pacientes com doença arterial coronariana foi associada à presença de diabetes mellitus, hipertensão arterial e relato de não adesão a medicamentos
Descritores: Doença da Artéria Coronariana/tratamento farmacológico
Polimedicação
Adesão à Medicação
-Comorbidade
Modelos Logísticos
Estudos Transversais
Diabetes Mellitus
Hipertensão
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 654 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1287595 LILACS-Express
Autor: Medeiros, Fernanda Borges de; Faria, Evelise Rigoni de; Piccinini, Cesar Augusto.
Título: Maternidade e HIV: continuidade do tratamento e adesão em mulheres após parto / Motherhood and HIV: retention in HIV care and adherence in postpartum women / Maternidad y VIH: continuidad del tratamiento y adherencia en mujeres en el posparto
Fonte: Psico USF;26(1):53-65, Jan. 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo examinou fatores sociodemográficos, clínicos e psicossociais que afetam a continuidade do tratamento e a adesão à medicação antirretroviral em mulheres nos primeiros três meses após o parto. Participaram 56 mulheres vivendo com HIV, com idades entre 18 e 43 anos, na sua grande maioria brancas e casadas. Foram utilizadas entrevistas sobre dados sociodemográficos e clínicos, exames laboratoriais e escalas psicológicas. Análises estatísticas revelaram que mais de um terço das participantes (37,5%) descontinuaram o próprio tratamento após o parto. A qualidade de vida e o apoio instrumental podem favorecer a continuidade do tratamento de HIV após o parto, e as condições de trabalho e a situação clínica dessas mulheres pode afetar a adesão após o parto. Tais resultados podem contribuir para o desenvolvimento de intervenções que favoreçam a continuidade do tratamento e adesão das mulheres no pós-parto. (AU)

This study examined sociodemographic, clinical, and psychosocial factors affecting retention in HIV care and antiretroviral adherence in women during the first three months after delivery. Participants were 56 women living with HIV, aged between 18 and 43 years, mostly white and married. We used interviews about socio-demographic and clinical data, laboratory tests, and psychological scales. Statistical analyses revealed that more than one-third of women (37.5%) discontinued their treatment after delivery. Quality of life and instrumental support may contribute to retention in HIV care after childbirth, and the working conditions and clinical status of these women may affect adherence after childbirth. These findings may contribute to the development of interventions that promote retention in HIV care and adherence during the postpartum period. (AU)

Este estudio examinó los aspectos sociodemográficos, clínicos y psicosociales que afectan la continuidad del tratamiento del VIH y adherencia a los antirretrovirales en las mujeres en los tres meses después del parto. Participaron 56 madres infectadas por VIH, con edades comprendidas entre 18 y 43 años. La mayoría eran blancas y estaban casadas. Se utilizaron entrevistas sobre datos sociodemográficos y clínicos, exámenes de laboratorio y escalas psicológicas. Los análisis estadísticos revelaron que más de un tercio de las mujeres (37,5%) interrumpieron su tratamiento después del parto. La calidad de vida y el apoyo instrumental pueden favorecer la continuidad del tratamiento del VIH después del parto, y que las condiciones laborales y la situación clínica de estas mujeres pueden afectar la adherencia después del parto. Estos resultados pueden contribuir al desarrollo de intervenciones para favorecer la continuidad del tratamiento y la adherencia de las mujeres en el posparto. (AU)
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Apoio Social
HIV
Antirretrovirais/uso terapêutico
Período Pós-Parto/psicologia
Adesão à Medicação/psicologia
-Fatores Socioeconômicos
Análise Estatística
Entrevista
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas



página 1 de 66 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde