Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.209.429 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 62 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 62 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1222732
Autor: Montenegro, Francisco Valberdan Pinheiro(edt); Lima, Leandro Sobral de(edt).
Título: Oficinas de alfabetização com usuários de um Caps-AD / Literacy workshops with users of a Caps-AD
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);12(1):173-181, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo objetiva relatar uma experiência de intervenção que consistiu na realização de Oficinas de Alfabetização com usuários de um Centro de Atenção Psicossocial para pessoas com necessidades decorrentes do uso de Álcool e outras Drogas (CAPS-AD), ocorridas ao longo do segundo semestre de 2019. Partindo da articulação teórica entre os referenciais da atenção psicossocial e da pedagogia crítica, o artigo apresenta um estudo de abordagem qualitativa, do tipo relato de experiência, no qual se descreve a referida intervenção a partir das informações coletadas através da observação participante. Entre os principais resultados da intervenção estão a formação de vínculos entre os participantes, a constituição de um espaço de aprendizagem coletiva e a significativa adesão dos participantes ao uso de metodologias ativas. Além disso, o estudo depreende a autonomia como ferramenta fundamental nesse processo. Por fim, o artigo argumenta a importância das Oficinas de Alfabetização como recursos estratégicos na clínica ampliada de saúde mental e sinaliza a necessidade de mais estudos sobre a alfabetização no âmbito da atenção psicossocial.

This article aims to report an intervention experience that consisted of Literacy Workshops with users of a Psychosocial Care Center for people with needs arising from the use of Alcohol and other Drugs (CAPS-AD). Starting from the theoretical articulation between the references of psychosocial care and critical pedagogy, the article presents an experience report type study in which the methodology of participant observation was used. The Literacy Workshops took place throughout the second semester of 2019. Among the main results of the intervention are the formation of bonds between the participants and the constitution of a space for sharing their perceptions about educational processes and exclusion in a literate society. The use of active methodologies in conducting the workshops resulted in satisfactory adherence by the participants. In addition, autonomy stands out as a methodological tool and an important result in the educational practices of young people and adults. Finally, the article argues the importance of Literacy Workshops as strategic resources in the expanded mental health clinic and signals the need for further studies on literacy within the scope of psychosocial care.
Descritores: Educação
Alfabetização
Aprendizagem
-Serviços de Saúde Mental
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  2 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-829113
Autor: Moreira, Carmelita Naiara de Oliveira; Marques, Camila Barbosa; Salomé, Geraldo Magela; Cunha, Diequison Rite da; Pinheiro, Fernanda Augusta Marques.
Título: Health locus of control, spirituality and hope for healing in individuals with intestinal stoma / Locus de controle em saúde, Espiritualidade e Esperança de cura nos indivíduos com estoma intestinal
Fonte: J. coloproctol. (Rio J., Impr.);36(4):208-215, Oct.-Dec. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To assess the health locus of control, spirituality and hope of cure in patients with intestinal stoma. Methods: This study was conducted at the Polo of Ostomized People in the city of Pouso Alegre, Minas Gerais. Participants were 52 patients with intestinal stoma. Three questionnaires were applied for data collection: a questionnaire on demographic and stoma-related data; the Scale for Health Locus of Control; the Herth Hope Scale, and the Self-rating Scale for Spirituality. Results: Most ostomized subjects were women aged over 61 years, married and retired. As to the stoma, in the majority of cases these operations were definitive and were carried out due to a diagnosis of neoplasia. Most ostomized subjects had a 20- to 40-mm diameter colostomy, 27 showed dermatitis as a complication, and 39 (75%) used a two-part device. The mean total score for the Scale for Health Locus of Control, the Herth Hope Scale, and the Self-rating Scale for Spirituality were 62.42, 38.27, and 23.67, respectively. Regarding the dimensions of the Scale for Health Locus of Control, the dimension "completeness of health" = 22.48, dimension "externality-powerful others" = 22.48, and dimension "health externality" = 19.48. Conclusion: Ostomized patients participating in the study believe they can control their health and that caregivers and individuals involved in their rehabilitation can contribute to their improvement. The cure or improvement has a divine influence through religious practices or beliefs.

Objetivo: Verificar o locus de controle da saúde, espiritualidade e esperança de cura em indivíduos ostomizados. Métodos: Este estudo foi realizado no Polo dos ostomizados da cidade de Pouso Alegre, Minas Gerais. Fizeram parte do estudo 52 pacientes com estoma intestinal. Foram utilizados para coleta de dados três questionários: questionário sobre os dados demográficos e relacionados ao estoma; Escala para Locus de controle da saúde; Escala de Esperança de Herth e Escala de auto-classificação para Espiritualidade. Resultados: A maioria dos ostomizados era do gênero feminino com idade acima de 61 anos, casados e aposentados. Com relação ao estoma, a maioria desses dispositivos era definitiva e as causas para a sua confecção do dispositivo foram, em sua maioria, um diagnóstico de neoplasia. A maioria dos ostomizados tinha uma colostomia com diâmetro de 20 a 40 mm e apresentavam dermatite como complicação; e 39 (75%) utilizavam dispositivos de duas peças. A média do escore total da escala para Locus de controle da saúde, Escala de Esperança de Herth, e Escala de Auto-classificação para Espiritualidade foi de, respectivamente, 62,42, 38,27 e 23,67. Com relação às dimensões da Escala para Locus de Ccontrole da Saúde, foram obtidos os seguintes valores: dimensão integralidade "saúde" = 22,48, dimensão externalidade "outros poderosos" = 20,48 e dimensão externalidade "saúde" = 19,48. Conclusão: Os pacientes ostomizados que participaram do estudo acreditam que podem controlar sua saúde, e que as pessoas envolvidas no cuidado e em sua reabilitação podem contribuir para sua melhora. A cura ou melhora tem influência divina por meio das práticas ou crenças religiosas.
Descritores: Qualidade de Vida
Religião
Autocuidado
Estomia
Cura pela Fé
Espiritualidade
Esperança
Modelo de Crenças de Saúde
-Aposentadoria
Neoplasias Gástricas
Colostomia
Ileostomia
Inquéritos e Questionários
Dermatite/cirurgia
Distribuição por Idade e Sexo
Estomas Cirúrgicos
Alfabetização
Acontecimentos que Mudam a Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR545.3 - Biblioteca ICBS


  3 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960119
Autor: Escobar-Echavarria, Juliana; Molina-Osorio, Sergio Ignacio; Restrepo-Bernal, Diana Patricia.
Título: Socio-demographic, psychiatric and legal characterisation of Colombian unimputable patients, 2000-2013, / Caracterización sociodemográfica, psiquiátrica y legal de pacientes inimputables de Colombia, 2000-2013
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;46(2):82-87, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Mental illness has been associated with violent behaviour. Criminal behaviour in the mentally ill population in Colombia has not been well studied. Methods: This is a retrospective, descriptive study, from a secondary source. An analysis was made of the sociodemographic, clinical, and legal variables of 127 unfit to plead patients. A descriptive analysis of quantitative variables was performed by measures of central tendency, and frequencies and percentages were calculated for the qualitative variables. The software SPSS® version 21.0 was used to analyse the data, and the study was approved by the Research Committee of the CES University. Results: The median age was 34 years, interquartile range 19 years, and 92.1% were men. The primary diagnosis was schizophrenia in 63%, 66.9% consumed alcohol, and 58.3% other drugs at the time they committed the crime. Almost one/third (29.1%) had a criminal record, and the most common type of crime was murder in 44.1% of cases. Around half (50.3%) of the victims had some degree of consanguinity with the patient. Discussion: The study subjects had higher illiteracy and lower educational levels than the Colombian prison population. Schizophrenia was the main diagnosis, and homicide the most prevalent crime, which agrees with the literature where non-indictable patients are responsible for 5-20% of murder cases worldwide. Conclusions: To reduce the gap between the diagnosis and treatment of mental disorders, especially schizophrenia, should be within the specific actions to prevent violence and criminal behaviour associated with mental illness.

Resumen Introducción: La enfermedad mental se ha asociado con comportamientos violentos. En Colombia poco se ha estudiado la población de enfermos mentales con comportamiento criminal. Métodos: Estudio descriptivo retrospectivo a partir de fuente secundaria. Se analizaron variables sociodemográficas, clínicas y legales de 127 pacientes inimputables. Se realizó análisis descriptivo de las variables cuantitativas a través de medidas de tendencia central, y para las variables cualitativas se obtuvieron frecuencias y porcentajes. La información se analizó con el software SPSS versión 21.0. La investigación fue aprobada por el Comité de Investigación de la Universidad CES. Resultados: La mediana de edad fue 34 [intervalo intercuartílico, 19] años; el 92,1% eran varones. El diagnóstico principal fue esquizofrenia en el 63%. En el momento de cometer el crimen, el 66,9% consumía alcohol y el 58,3%, drogas. El 29,1% tenía antecedentes delictivos y el tipo de delito más frecuente (44,1%) fue el homicidio. El 50,3% de las víctimas tenían algún grado de consanguinidad con el paciente. Discusión: En los sujetos del estudio había más analfabetismo y menor nivel educativo que en la población general carcelaria colombiana. La esquizofrenia fue el principal diagnóstico y el homicidio, el delito más prevalente, lo cual coincide con la literatura que refleja que los inimputables son responsables de un 5-20% de los casos de homicidio en el mundo. Conclusiones: Disminuir la brecha para el diagnóstico y el tratamiento de los trastornos mentales, especialmente la esquizofrenia, estaría entre las acciones concretas para prevenir la violencia y la conducta criminal asociada a enfermedad mental.
Descritores: Esquizofrenia
Comportamento Criminoso
Transtornos Mentais
-Pesquisa
Violência
Software
Colômbia
Consanguinidade
Pessoas Mentalmente Doentes
Alfabetização
Homicídio
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  4 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1280210
Autor: Lozada Martínez, Iván David; Moscote Salazar, Luis Rafael.
Título: Alfabetización científica: actividad indispensable para mejorar la comunicación en salud en la población general / Scientific literacy: an essential activity to improve health communication in the general population
Fonte: Rev. cub. inf. cienc. salud = Rev. cuba. inf. cienc. salud;32(1):e1725
Idioma: es.
Resumo: Hemos leído con sumo interés el manuscrito de Beldarraín(1) titulado "La información científica confiable y la COVID-19", donde el autor realiza una impecable crítica sobre el excesivo número de publicaciones relacionadas con la COVID-19, lo que dificulta el proceso de evaluación por pares y pone en duda la calidad de los manuscritos, ya que gran parte de estos se publican bajo la modalidad preprints. No obstante, el autor enfatiza principalmente en la búsqueda de la investigación científica por parte de investigadores y actores del área de la salud, quienes son los que están relacionados comúnmente con este tipo de información(AU)
Descritores: Revisão por Pares
População
Comunicação em Saúde
Alfabetização
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Carta
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135477
Autor: Lisboa, Sara Oliveira; Assunção, Cristiane Meira; Junkes, Mônica Carmem; Yokoyama, Márjori Frítola; Couto, Ana Carolina Fernandes; Fraiz, Fabian Calixto; Paiva, Saul Martins; Ferreira, Fernanda Morais.
Título: Do Parents' Oral Health Literacy Levels Influence Their Response to Interventions to Improve Their Knowledge of Traumatic Dental Injuries?
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;20:e5498, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: To measure the influence of oral health literacy (OHL) level in the improvement of knowledge about traumatic dental injuries (TDI) after an educational intervention. Material and Methods: A total of 257 parents of children aged 0-12 years had their OHL level evaluated (BREALD-30). A leaflet with information about how to respond to TDI Emergency was developed and delivered to the parents. A questionnaire about attitudes towards TDI was administered before (TDIQ1) and after (TDIQ2) parents read the educational leaflet. The hypotheses were evaluated by non-parametric tests, correlation analysis and logistic regression. Results: The mean OHL score was 21.6. The means of correct answers in TDIQ1 were 5.5 and 5.9 (p = 0.066) and in TDIQ2 were 6.6 and 7.7 (p=0.003) between the groups with inadequate and marginal/adequate OHL, respectively. In the logistic regression, the total score of BREALD-30 and the maximum number of correct answers in TDIQ2 maintained statistical association when adjusted for schooling, gender, age of the parents, family income and the number of correct answers in the first application of the questionnaire. Conclusion: The level of OHL influenced the improvement of parents' knowledge about emergency care in cases of TDI in children from an educational intervention using a leaflet, and this intervention was more effective for parents with adequate OHL.
Descritores: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Saúde Bucal/educação
Traumatismos Dentários
Alfabetização
-Pais
Brasil/epidemiologia
Modelos Logísticos
Criança
Inquéritos e Questionários
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1255238
Autor: MACHADO, Ana Larissa Gomes.
Título: Efeito do círculo de cultura na adesão ao tratamento e no letramento em saúde de idosos hipertensos / Efeito do círculo de cultura na adesão ao tratamento e no letramento em saúde de idosos hipertensos.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2015. 137 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) apresenta-se como um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo por sua alta prevalência e baixas taxas de controle, principalmente na população idosa. Dessa forma, é precípuo desenvolver intervenções educativas que ampliem a participação do idoso hip ertenso no processo de cuidado para melhorar sua adesão ao tratamento. Objetivou - se analisar o Círculo de Cultura como promotor do letramento em saúde e adesão terapêutica em idosos com hipertensão. Estudo quase - experimental, realizado com dois grupos: Gru po Intervenção (GI) e Grupo Controle (GC), com realização de pré - teste e pós - teste. O estudo foi realizado em duas unidades de atenção primária à saúde, no período de janeiro de 2014 a janeiro de 2015, na cidade de Picos - PI. A amostra inicial foi composta por 145 idosos, 73 no GI e 72 no GC, porém devido às perdas, concluíram o estudo 118 idosos, sendo 58 do GI e 60 GC. Para coleta de dados foram utilizados o Questionário de Adesão ao tratamento da HAS (QATHAS) e o instrumento de avaliação do Letramento em Saúde (LS). A intervenção consistiu na realização de quatro Círculos de Cultura, os quais foram conduzidos na unidade básica de saúde com a participação de 60 idosos do GI. Cada Círculo foi desenvolvido em cinco fases interdependentes: acolhimento, express ão, problematização, síntese e avaliação . Os aspectos éticos da resolução 466/12 foram respeitados em todas as fases do estudo. Os idosos tinham, em média, 70,3 (± 7,7) anos de idade e renda de 1577,7 ( ± 2365,1) reais. Predominou na amostra o sexo feminino , raça parda e casados . Após os Círculos de Cultura no GI, verificou - se mudança de nível na escala de adesão ao tratamento da HAS, expressa pelo aumento do percentual de idosos no nível 100, que passou de 27,6% para 41,4%. Além disso, constatou - se diferença significativa na média de pontuação atingida pelo s idosos ao responder o QATHAS depois do Círculo de Cultura. Quanto aos níveis de LS, o nível conceitual foi prevalente nos dois grupos antes e depois dos Círculos. O desemp enho do GI apresentou melhora nos níveis funcional e empoderamento após as intervenções, mas ao comparar os grupos, o GI apresentou melhor resultado que o GC apenas no nível conceitual no período pós - intervenção. Os aspectos das dimensões do LS em que o GI apresentou mais expressividade em relação ao GC após participação nos Círculos de Cultura foram: compreensão das informações, habilidade para buscar informações, atitudes para resultados e apoio social . Conclui - se que o CC apresentou efeito positivo na adesão ao tratamento da HAS e no LS dos idosos.(AU)
Descritores: Saúde do Idoso
Educação em Saúde
Alfabetização
Hipertensão
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  7 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1091934
Autor: Alam, Florencia; Migdalek, Maia J; Ramírez, María Laura; Stein, Alejandra; Rosemberg, Celia R.
Título: "¿Sabés qué es ?" Explicaciones de niños tutores en torno a vocabulario no familiar. Un estudio con niños de poblaciones urbano marginadas de Argentina / "Do you know what it is ?" Explanations of child tutors about non familiar vocabulary. A study with children from marginalized urban populations of Argentina
Fonte: Rev. Costarric. psicol;36(2):83-103, jul.-dic. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen En el presente estudio se analizan situaciones de alfabetización entre díadas de niños de 12 años, que asistían a la escuela primaria y niños de 5 años de jardín de infantes generadas en el marco del programa de niños tutores en alfabetización "De niño a niño" (Rosemberg y Alam, 2009) orientado a promover el aprendizaje de la lectura y la escritura de niños, quienes viven en poblaciones urbano marginadas de Argentina. El análisis se focaliza en las secuencias de intercambio en las que los niños mayores (tutores) explican palabras poco familiares a los niños pequeños (aprendices) durante dis tintos tipos de actividades: lectura de cuentos y actividades focalizadas en el sistema de escritura y el vocabulario. Durante el año escolar, se llevaron a cabo 7 sesiones y las sesiones de 8 díadas fueron filmadas y transcriptas. Se identificaron 89 secuencias donde el tutor explicaba una palabra al apren diz. Para el análisis, se elaboró una categorización que da cuenta de la estructura conversacional de las secuencias de explicación -modalidad monologal o dialogal- y del tipo de información empleada -estrategias que recurren a aspectos semánticos y de contextualización. A fin de comparar cómo se despliegan estas secuencias en cada tipo de actividad, se emplearon pruebas estadísticas no paramé tricas. Los resultados mostraron una preeminencia de la modalidad monologal y un mayor empleo de estrategias que recurren a aspectos semánticos en las situaciones de lectura. En las otras actividades de alfabetización, prevaleció la modalidad dialogal y el empleo de estrategias de contextualización.

Abstract: This study analyzes literacy situations between dyads of 12-year-olds attending primary school and 5-year-old kindergarten children generated in the framework of the "De niño a niño" program (Rosemberg & Alam, 2009). The goal of this program is to promote reading and writing learning among children living in urban-marginalized populations in Argentina. The analysis focuses on the interventions used by older children (tutors) to explain un familiar words to younger children (apprentices) in the context of different types of activities: reading stories and activities focused on the writing system and vocabulary. During the school year, 7 sessions were held. The tutoring sessions of 8 dyads were videotaped and transcribed. Eighty-nine exchanges in which a tutor explained a word to the apprentice were identified. For the analysis, a categorization was elaborated focusing on the conversational structure of the explanation sequence modality - monologal or dialogal - and the type of information used for the explanation -strategies that resort to semantic and contextual aspects. In order to compare how these sequences were deployed in each type of activity, nonparametric statistical tests were used. The results showed a pre-eminence of the monologal modality and a greater use of strategies that resort to semantic aspects in reading situations. In the other literacy activities, the dialogal modality and the use of contextual aspects prevailed.
Descritores: Vocabulário
Educação Pré-Escolar
Ensino Fundamental e Médio
Fatores Sociológicos
Alfabetização
-Argentina
Área Urbana
Interação Social
Linguística/educação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  8 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1254484
Autor: Scopacasa, Ligia Fernandes.
Título: Adolescência: conhecimento sobre prevenção de IST/HIV/AIDS x letramento em saúde / Adolescence: knowledge about prevention of STI / HIV / AIDS x literacy in health.
Fonte: Fortaleza; s.n; dez. 2017. 136 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A adolescência agrega uma dualidade entre a experimentação e o risco. Nota-se como é necessária a realização de estratégias educativas com esse público na busca de minimizar os comportamentos de risco. Nesse contexto, emerge a temática do Letramento em Saúde que aborda se o adolescente tem condições de apreender uma informação sobre área da saúde. Objetivou-se validar o questionário S-TOFLHA para adolescentes escolares; identificar o conhecimento de adolescentes em relação à prevenção de IST/HIV/aids; analisar, por meio do S-TOFLHA, o grau de letramento de adolescentes escolares; e comparar o conhecimento de adolescentes em relação à prevenção de IST/HIV/aids com o seu grau de Letramento em Saúde. Trata-se de um estudo com duas abordagens, sendo a primeira uma pesquisa de desenvolvimento metodológico e a segunda uma abordagem correlacional, que foram divididas em duas fases: a primeira para a validação do teste-piloto e do instrumento S-TOFLHA pelos juízes e a segunda para a aplicação do instrumento validado aos adolescentes juntamente com o questionário que aborda o conhecimento deles em relação à prevenção de IST/HIV/aids. A amostra dos juízes totalizou 22 sujeitos e dos adolescentes do teste-piloto 31 participantes. Já para a segunda etapa, a amostra da pesquisa foi de 408 adolescentes. Os juízes responderam um instrumento que avaliava quanto ao objetivo, à estrutura e à apresentação e relevância de acordo com a escala Likert, sendo calculado o IVC e o índice de confiança (IC). Já para o teste-piloto, foi realizada a seguinte análise estatística: os achados foram avaliados quanto à normalidade através do teste de Shapiro-Wilk, indicando normalidade. Testes utilizados foram: coeficiente de correlação de Pearson e pelo T de Student. Já para a análise estatística da segunda parte, foi utilizado o teste de Shapiro-Wilk indicando não-normalidade. Testes utilizados: coeficiente de correlação de Spearman, Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Os aspectos éticos foram atendidos, sendo aprovados pelo COMEPE da UFC sob CAAE: 56889816.0.0000.5054. De acordo com os achados obtidos, professor (68,2%) foi a principal ocupação e Enfermagem (27,3 %), a graduação mais prevalente. O principal grau de escolaridade dos juízes era especialista (59,1%), e estes tinham, no mínimo, de 5 a 9 anos de atuação com adolescentes (63,63%). Os domínios de validação foram considerados adequados em relação ao objetivo, à estrutura e apresentação e à relevância de acordo com o IVC obtido (maior que 80% de concordância). O teste-piloto foi considerado relevante e não houve a existência de correlação estatisticamente significante entre a nota do conhecimento sobre IST/HIV/aids e o escore do Letramento em Saúde (r=0,451; p=0,012). Os adolescentes ap (AU)resentaram um adequado grau de Letramento em Saúde (87,4 pontos) e um bom conhecimento sobre IST/HIV/aids (64,7 pontos). Houve correlação e diferença estatisticamente significante entre as variáveis Letramento em Saúde e conhecimento dos adolescentes sobre prevenção de IST/HIV/aids (r=0.470; p<0,001). Conclui-se que o S-TOFLHA foi validado aos adolescentes. Os adolescentes apresentaram um adequado grau de Letramento em Saúde e um bom conhecimento sobre IST/HIV/aids. Quanto maior o Letramento em Saúde, maior o conhecimento do adolescente no que se refere à prevenção de IST/HIV/aids.
Descritores: Doenças Sexualmente Transmissíveis
Adolescente
Conhecimento
Alfabetização
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 62 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1253273
Autor: Mateus Moreno, Angélica; Lara Díaz, María Fernanda; Beltrán Rojas, Judy Constanza.
Título: Funcionamiento ejecutivo y desempeño lector en niños con y sin dificultades de lectura: Un estudio de seguimiento ocular / Executive functioning and reading performance in children with and without reading difficulties: An eye follow-up study
Fonte: Rev. iberoam. psicol. (En línea);12(2):1-12, 2019. graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Las funciones ejecutivas incluyen habilidades como la memoria de trabajo, el control inhibitorio, la planeación y la flexibilidad cognitiva. Estas habilidades, resultan fundamentales para el desarrollo de procesos cognitivos complejos como el aprendizaje de la lectoescritura, encontrando que aquellos niños con dificultades de lectura tienden a presentar un nivel menor en el rendimiento en tareas de funciones ejecutivas. Objetivo: Caracterizar el rendimiento en funciones ejecutivas y su relación con el nivel de lenguaje y lectura en niños de 8 a 12 años con dificultades de lectura y sus controles por edad y género en relación a los patrones de seguimiento visual. Método: Participantes: 9 niños con dificultades de lectura y 9 controles. Procedimiento: Se evaluó el nivel de lenguaje, funciones ejecutivas y lectura haciendo uso del Eye Tracker Tobii Tx300. Se analizaron los mapas de calor, glaze plot y las áreas de interés. Resultados y Conclusiones: Los niños con dificultades de lectura presentan un nivel de desempeño menor en tareas de funciones ejecutivas especialmente en el control inhibitorio y la planeación, estando estas asociadas directamente con el nivel de lenguaje y el rendimiento lector. De igual forma, las métricas visuales a partir del uso del Eye Tracker permite corroborar estas fallas en el procesamiento en tiempo real frente a tareas que implican demandas cognitivas de alto nivel

Executive functions include skills such as working memory, inhibitory control, planning, and cognitive flexibility, which are fundamental to the development of complex cognitive tasks such as learning to read and write (literacy). Children with reading difficulties tend to demonstrate a lower level of performance on executive function and linguistic tasks. Objectives: To characterize 8 to 12 year-olds with reading difficulties performance on tasks of executive function compared to age and gender matched controls using patterns of visual tracking in order to evaluate the relationship between executive function, language level and reading. Methods: Participants: 9 children with reading difficulties and 9 controls. Procedure: Language level, executive functions and reading were evaluated using the Eye Tracker Tobii Tx300. Heat maps, glaze plots and areas of interest were analyzed. Results and Conclusions: Children with reading difficulties perform at a lower level on executive function tasks especially those involving inhibitory control and planning, which are directly associated with language level and reading performance. Visual metrics from the use of the Eye Tracker allow for the corroboration of these failures in real time processing compared with tasks that involve high cognitive demands
Descritores: Leitura
Função Executiva
Alfabetização
-Seguimentos
Controle
Planejamento
Idioma
Aprendizagem
Linguística
Métodos
Limites: Humanos
Responsável: CO666.1


  10 / 62 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1119521
Autor: Musarella, Nadia; Disacacciatti, Vilda.
Título: Doble jornada laboral y percepción de la salud en mujeres: investigación cualitativa / Double working day and perception of health in women: qualitative investigation
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;23(3):e002046, 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción. El trabajo ocupa un lugar clave en la vida de la mujer, y a su vez comprende varias dimensiones. Dos de ellas son el trabajo doméstico no remunerado (TDNR) e invisibilizado, y el trabajo productivo remunerado (TPR) fuera dela casa. El objetivo de esta investigación fue comprender cómo es la percepción de salud en la mujer actual de clase media urbana con doble jornada laboral y cómo ella jerarquiza su TPR. Métodos. Investigación con enfoque cualitativo realizada en un hospital privado universitario de la Ciudad de Buenos Aires, mediante entrevistas individuales a mujeres adultas y alfabetas de 30 a 60 años de edad, seleccionadas a través del método de bola de nieve a partir de sus médicos de cabecera. Se utilizaron fichas demográficas estructuradas y entrevistas en profundidad. Se registraron datos personales y prácticas médicas realizadas en los últimos años. Se realizó un análisis de contenido. Resultados. Entrevistamos a 47 mujeres, la mayoría con hijos y la mitad, a cargo de las tareas domésticas en su hogar. Ninguna de ellas reconoció la tarea doméstica (TDNR) como trabajo, 76 % refirió no realizar controles habituales de salud,aunque más del 90 % hizo las prácticas preventivas recomendadas para su edad. Las mujeres entrevistadas expresaron diferentes significados atribuidos por ellas al TPR como independencia, desarrollo personal, mejoría en autoestima, calidad de vida, y sociabilidad. Sin embargo, ante su ausencia en el hogar se mostraron ambivalentes y con sentimientos de culpabilidad. Conclusiones. Este estudio permite reconocer que las mujeres con trabajo TDNR y TPR valoran positivamente a este último, pero se cuestionan que éste les quite tiempo a su participación en el ámbito familiar. Esto resulta en una mayor autoexigencia y perpetúa la invisibilidad del TDNR. En relación al autocuidado, sienten que no realizan sus cuidados médicos, pero tienen buenos indicadores de prácticas preventivas. Quizás sea necesario propiciar la reflexión acerca del rol que tiene el TPR en su bienestar. (AU)

Introduction. Work occupies a key place in the life of women, and in turn, comprises several dimensions. Two of them are unpaid domestic work (UDW) and paid productive work (PPW) outside the home. The objective of this research was to understand how the perception of health is in the current urban middle-class woman with a double working day and how she prioritizes her PPW. Methods. Research with a qualitative approach carried out in a private university hospital in the City of Buenos Aires, through individual interviews with adult and literates women aged 30 to 60, selected through the snowball method from their general practitioners. Structured demographics and in-depth interviews were used. Personal data and medical practices carried out in recent years were recorded. A content analysis was performed. Results. We interviewed 47 women, the majority with children and half of them, in charge of housework in their home. None of them recognized housework (UDW) as work, 76 % reported not doing regular health checks, although more than 90 % did the recommended preventive practices for their age. The women interviewed expressed different meanings attributed bythem to the PPW such as independence, personal development, improvement in self-esteem, quality of life, and sociability. However, in their absence at home, they were ambivalent and guilty. Conclusions. This study allows us to recognize that women with UDW and PPW value the latter positively, but question whether it takes time away from their participation in the family environment. This results in increased self-demand and perpetuates the invisibility of the UDW. In relation to self-care, they feel that they do not perform their medical care, buthave good indicators of preventive practices. It may be necessary to encourage reflection on the role of the PPW in theirwell-being. (AU)
Descritores: Mulheres Trabalhadoras/estatística & dados numéricos
Saúde da Mulher/estatística & dados numéricos
Divisão do Trabalho Baseada no Gênero
-Qualidade de Vida
Autoimagem
Classe Social
Percepção Social
Fatores Socioeconômicos
Tabagismo/psicologia
Mulheres Trabalhadoras/história
Jornada de Trabalho
Exercício Físico
Educação Infantil
Medicina Preventiva/tendências
Entrevistas como Assunto/estatística & dados numéricos
Pesquisa Qualitativa
Alcoolismo/psicologia
Violência contra a Mulher
Teste de Papanicolaou
Alfabetização
Estilo de Vida Saudável
Violência de Gênero
Iniquidade de Gênero
Estereotipagem de Gênero
Culpa
Hipertensão/psicologia
Obesidade/psicologia
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde