Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.677 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 508 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 51 ir para página                         

  1 / 508 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960843
Autor: Alves, Poliana Farias; Kantorski, Luciane Prado; Andrade, Ana Paula Müller de; Coimbra, Valéria Cristina Christello; Oliveira, Michele Mandagará de; Silveira, Karine Langmantel.
Título: Ser autônomo: o que os serviços de saúde mental indicam? / Ser autónomo: ¿qué indican los servicios de salud mental? / Being autonomous: what do mental health services indicate?
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e63993, 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Construir indicadores qualitativos de resultado na Atenção Psicossocial relacionados à autonomia na perspectiva dos usuários e familiares. MÉTODO Estudo de caso avaliativo, com referencial teórico hermenêutico-dialético em um Centro de Atenção Psicossocial no Rio Grande do Sul, Brasil. A primeira etapa da coleta de dados, fevereiro-julho/2014, consistiu na construção de indicadores a partir da análise dos dados qualitativos de duas pesquisas avaliativas neste mesmo serviço. A segunda etapa, agosto-setembro/2014, validou os indicadores construídos por meio de grupos focais com nove usuários e nove familiares. RESULTADO Os participantes apontaram três indicadores qualitativos relacionados à sua autonomia como resultado da inserção no serviço, sendo eles, melhora na autogestão da renda, melhor desenvolvimento das atividades do cotidiano e maior poder de negociação. CONCLUSÃO A metodologia utilizada mostrou-se adequada para criação de indicadores qualitativos na perspectiva de usuários e familiares, bem como apontou que o serviço auxilia no processo de conquista da autonomia.

Resumen OBJETIVO Construir indicador cualitativo de resultado en la Atención Psicosocial relacionado con la autonomía desde la perspectiva de los usuarios y familias. METODOLOGÍA Estudio de caso evaluativo, realizado en un Centro de Atención Psicosocial del Rio Grande do Sul, Brasil. La primera etapa de recopilación de datos, febrero-julio/2014, consistió en la construcción de indicadores a partir del análisis de los datos cualitativos a partir de dos investigaciones de evaluación en este mismo servicio. La segunda etapa, agosto-septiembre/2014, validó los indicadores construidos a través de grupos focales con nueve miembros y nueve familiares. RESULTADOS Los usuarios y familias mostraron tres indicadores cualitativos relacionados con su autonomía como consecuencia de la entrada en lo servicio: mejora de la auto-gestión de los ingresos, mejor desarrollo de las actividades diarias y aumento de la capacidad de negociación. CONCLUSIÓN Lo servicio ayuda en el proceso de desarrollo de la autonomía.

Abstract OBJECTIVE To build qualitative outcome indicators in psychosocial care regarding autonomy from the perspective of users and their families. METHODOLOGY This is an evaluative case study based on the dialectical hermeneutics theoretical framework, conducted at a mental health community service, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The first stage of data collection occurred between February and July 2014, and consisted of constructing indicators based on qualitative data analysis of the two evaluative studies conducted at this same service. The second stage, between August and September 2014, consisted of validating the indicators constructed through the focus groups with nine users and nine family members. RESULTS The users and relatives stated three qualitative indicators related to their autonomy resulting from their insertion in the service. The indicators were better self-management of income, improved everyday activities, and greater bargaining power. CONCLUSION The methodology proved appropriate to create qualitative indicators, from the perspective of the participants, and revealed that the service helps users achieve autonomy.
Descritores: Serviços Comunitários de Saúde Mental
Autonomia Pessoal
Desinstitucionalização
Transtornos Mentais/psicologia
-Pacientes Ambulatoriais/psicologia
Satisfação Pessoal
População Urbana
Brasil
Atividades Cotidianas
Família
Negociação
Grupos Focais
Pesquisa Qualitativa
Estigma Social
Administração Financeira
Autogestão
Transtornos Mentais/reabilitação
Meia-Idade
Modelos Teóricos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1014141
Autor: Oliveira, Nathalia Alves de; Souza, Érica Nestor; Brigola, Allan Gustavo; Rossetti, Estefani Serafim; Terassi, Marielli; Luchesi, Bruna Moretti; Inouye, Keika; Pavarini, Sofia Cristina Iost.
Título: Idosos cuidadores em diferentes arranjos de moradia: comparação do perfil de saúde e de cuidado / Ancianos cuidadores en diferentes arreglos de vivienda: comparación del perfil de salud y de cuidado / Senior caregivers in different housing arrangements: comparison of health and care profiles
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40:e20180225, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Comparar o perfil de saúde física, cognitiva e psicológica e o contexto de cuidado de idosos cuidadores de idosos em diferentes arranjos de moradia. MÉTODO Estudo quantitativo e transversal realizado com 349 cuidadores divididos em arranjos de moradia unigeracional, bigeracional e multigeracional. Para avaliação foram utilizados questionários sociodemográfico e de cuidado, e instrumentos de avaliações da saúde física, cognitiva e psicológica. Para análises dos dados foram utilizados os testes Qui-quadrado e U Mann Whitney. RESULTADOS Os idosos cuidadores de lares unigeracionais eram mais velhos e independentes para as atividades instrumentais de vida diária. Nos arranjos de moradia multigeracionais houve proporção significativamente maior de cuidadores que consideravam a renda familiar insuficiente, recebiam ajuda emocional e sentiam-se mais sobrecarregados e estressados. CONCLUSÃO As diferenças identificadas entre os grupos podem contribuir para elaboração de políticas de cuidado e promoção da saúde de idosos cuidadores.

Resumen OBJETIVO Comparar el perfil de salud física, cognitiva y psicológica y el contexto de cuidado de cuidadores ancianos en diferentes arreglos habitacionales. MÉTODO Estudio cuantitativo y transversal con cuidadores de ancianos. La muestra fue formada por 349 cuidadores divididos en arreglos de vivienda unigeracionales, bigeracionales y multigeracionales. Para la evaluación, se utilizaron cuestionarios sociodemográficos, asistenciales y de estudio de salud física, cognitiva y psicológica. Las pruebas de Chi cuadrado y U Mann Whitney se utilizaron para el análisis de datos. RESULTADOS Los cuidadores unigeracionales ancianos fueron significativamente más viejos e independientes para las actividades instrumentales de la vida diaria. En los arreglos de alojamiento multigeracional, una proporción significativamente mayor de cuidadores que consideraban la renta familiar insuficiente recibía ayuda emocional y se sentía más sobrecargada y estresada. CONCLUSIÓN Las diferencias identificadas entre los grupos pueden contribuir al desarrollo de políticas de cuidado y promoción de la salud del anciano cuidador.

Abstract OBJECTIVE To compare the physical, cognitive and psychological health profile and care context of elder caregivers of the elderly in different home arrangements. METHOD Quantitative and transversal study with elderly caregivers. The sample consisted of 349 caregivers divided into mono-gerational, bi-gerational and multi-generational housing arrangements. Sociodemographic and care questionnaires and physical, cognitive and psychological health assessment instruments were used for evaluation. The Chi-square distribution and Mann Whitney's U were used for data analysis. RESULTS Elderly caregivers in mono-generational homes were significantly older and independent for instrumental activities of daily living. In multigenerational households there was a significantly greater proportion of caregivers who considered family income insufficient, received emotional help, and felt overwhelmed and stressed. CONCLUSION The differences identified between the groups can contribute to the elaboration of care policies and for the health promotion of elderly caregivers.
Descritores: Características da Família
Nível de Saúde
Habitação
-Satisfação Pessoal
Estresse Psicológico/diagnóstico
Distribuição de Qui-Quadrado
Estudos Transversais
Fatores Etários
Carga de Trabalho
Cuidadores/psicologia
Cuidadores/estatística & dados numéricos
Estatísticas não Paramétricas
Depressão/diagnóstico
Escolaridade
Renda
Meia-Idade
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barbieri, Marcia
Texto completo
Id: biblio-1004093
Autor: Medeiros, Renata Marien Knupp; Figueiredo, Graziele; Correa, Áurea Christina de Paula; Barbieri, Márcia.
Título: Repercussões da utilização do plano de parto no processo de parturição / Repercusiones de la utilización del plan de parto en el proceso de parto / Repercussions of using the birth plan in the parturition process
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40:e20180233, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Analisar as repercussões da utilização do Plano de Parto no processo de parturição a partir da produção científica nacional e internacional. MÉTODOS Revisão integrativa da literatura realizada nas bases de dados LILACS, PUBMED, CINAHL e SciELO, compreendendo 13 artigos publicados nos idiomas inglês, espanhol e português, no período de 2008 a 2018. RESULTADOS A construção do Plano de Parto no pré-natal influencia positivamente o processo de parturição e os desfechos materno-fetais. Expectativas irrealistas podem causar insatisfação com a experiência de parto. Prestadores de cuidado desempenham papel central no apoio a realização do planejamento e no cumprimento deste. CONCLUSÕES As publicações analisadas justificam a implementação clínica do Plano de Parto por se configurar como tecnologia potencializadora de cuidados humanizados e satisfação materna. Persistem desafios relacionados à adesão das mulheres ao instrumento e apoio profissional para melhorar o cumprimento destes.

Resumen OBJETIVO Analizar las repercusiones de la utilización del Plan de Parto en el proceso de parto a partir de la producción científica nacional e internacional. MÉTODOS Revisión integrador de la literatura realizada en las bases de datos LILACS, PUBMED, CINAHL y SciELO, compuesta de 13 artículos publicados en inglés, español y portugués, en el período de 2008 a 2018. RESULTADOS La construcción del Plan de Parto en el pre-natal influye positivamente en el proceso de parto y en los resultados materno-fetales. Las expectativas poco realistas pueden causar insatisfacción con la experiencia del parto. Los proveedores del cuidado tienen un papel central en la planificación y conformidad con el plan. CONCLUSIONES Las publicaciones analizadas justifican la aplicación clínica del Plan de Parto, debido a su configuración como tecnología que potencia el cuidado humanizado y la satisfacción materna. Persisten algunos problemas relacionados con el uso de este instrumento en relación a la adhesión de la mujer y el apoyo profesional para mejorar su cumplimiento.

Abstract OBJECTIVE To analyze the repercussions of using the Birth Plan in the parturition process from the national and international scientific production. METHODS Integrative literature review performed in the LILACS, PUBMED, CINAHL and SciELO, comprising 13 articles published in English, Spanish and Portuguese, in the period from 2008 through 2018. RESULTS The construction of the Birth Plan during prenatal influences positively the process of parturition and maternal-fetal outcomes. Unrealistic expectations can cause dissatisfaction with the experience of childbirth. Care providers play a central role in supporting its planning and fulfillment. CONCLUSIONS The analyzed publications justify the clinical implementation of the Birth Plan, once it represents an intensifying technology of humanized care and maternal satisfaction. There are still some challenges related to the use of this instrument concerning women's adherence and professional support to improve the fulfillment of the Birth Plans.
Descritores: Cuidado Pré-Natal/organização & administração
Autonomia Pessoal
Preferência do Paciente
-Satisfação Pessoal
Cuidado Pré-Natal/psicologia
Medicina Baseada em Evidências
Parto Obstétrico/métodos
Parto Obstétrico/psicologia
Parto/psicologia
Pesquisa Qualitativa
Medicalização
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Tipo de Publ: 57788
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004085
Autor: Tisott, Zaira Letícia; Terra, Marlene Gomes; Hildebrandt, Leila Mariza; Soccol, Keity Laís Siepmann; Souto, Valquíria Toledo.
Título: Motivos da ação do redutor de danos junto ao usuário de drogas: um estudo fenomenológico / Motivos de la acción del reductor de daños junto al usuario de drogas: un estudio fenomenológico / Motives behind the work of harm reducers with drug users: a phenomenological study
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40:e20180062, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Apreender os motivos da ação do redutor de danos ao desempenhar suas atividades junto ao usuário de drogas. MÉTODO Pesquisa qualitativa, realizada em um município do estado do Rio Grande do Sul (RS), Brasil, em maio de 2017, por meio da entrevista fenomenológica com 17 Redutores de Danos. Utilizamos a análise e interpretação da Fenomenologia Social de Alfred Schütz. RESULTADOSDa análise, constatamos três categorias: expectativa por mudanças no mundo da vida do usuário, motivação no trabalho mediado pelo reconhecimento de suas ações, e, relação com o outro como aprendizado para a vida. CONCLUSÃO O motivo da ação do redutor de danos está relacionado à família, busca por uma casa, emprego, acesso à saúde, direitos e estigma, bem como, através do retorno de suas ações, satisfação pessoal e aprendizado junto aos usuários de drogas.

Resumen OBJETIVO Comprender el motivo de la acción del Reductor de Daños al desempeñar sus actividades junto al usuario de drogas. MÉTODO investigación cualitativa, realizada en un municipio del estado de Rio Grande do Sul (RS), Brasil, en mayo de 2017, a través de la entrevista fenomenológica realizada a 17 Reductores de Daños. Se utilizó el análisis e interpretación de la Fenomenología Social de Alfred Schütz. RESULTADOS Del análisis, constatamos tres categorías tres categorías: expectativa de cambios en el ámbito de vida del usuario, motivación en el trabajo mediante el reconocimiento de sus acciones y relación con el otro como aprendizaje para la vida. CONCLUSIÓN El motivo de la acción del reductor de daños está relacionado con la familia, búsqueda de una casa, empleo, acceso a la salud, derechos y estigma, así como, a través del retorno de sus acciones, satisfacción personal y aprendizaje junto a los usuarios de drogas.

Abstract OBJECTIVE To understand the motives behind the actions of harm reducers when working with drug users. METHOD Qualitative research conducted in the municipality in Rio Grande do Sul (RS), Brazil, in May 2017, by means of phenomenological interviews with 17 harm reducers. We analyzed and interpreted the data using the social phenomenology of Alfred Schütz. RESULTS Data analysis led to the following three categories: expectation of changes in the user's sphere of life, motivation at work from the recognition of their actions, and relationship with others as a life-learning experience. CONCLUSION The reasons harm reducers work with drug users are related to the family, search for a home, employment, access to health care, rights, and stigma, as well as the positive results of their work, personal satisfaction, and learning with drug users.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/reabilitação
Redução do Dano
Usuários de Drogas
Entrevista Psicológica
Motivação
-Satisfação Pessoal
Brasil
Família
Pesquisa Qualitativa
Emprego/psicologia
Estigma Social
Assistentes Sociais/psicologia
Acesso aos Serviços de Saúde
Habitação
Meia-Idade
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-794247
Autor: Soares, Luciana Maria de Morais Martins; Lucena, Neide Maria Gomes de; Macêdo, Giane Dantas de; Gutierrèz, Carmen Villaverde; Aragão, Paulo Ortiz da Rocha; López, Miguel Cecílio Botella.
Título: Índice de Compatibilidade de Qualidade de Vida entre Individuos com Inabilidade Intelectual, Cuidadores/Familiares e Monitores em Oficinas Pré-profissionalizantes / Compatibility Index of Quality of Life between People with Intellectual Disabilities, Caregivers and Monitors of Pre-professionalizing Workshop
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;14(4):77-84, 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a compatibilidade dosíndices de qualidade de vida (QV) de indivíduos com inabilidadeintelectual sob sua perspectiva, seu cuidador/familiar e monitores.Material e Métodos: Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva,de corte transversal e abordagem quantitativa. A amostra écaracterizada não-probabilística, intencional e obtida por acessibilidadeentre os participantes de oficinas pré-profissionalizantes de umainstituição de João Pessoa (Paraíba/Brasil) e, constituída por indivíduoscom inabilidade intelectual (n=30), seus cuidadores/familiares (n=30)e monitores (n=4). Como instrumento de medida foi utilizado oQuestionário de Qualidade de Vida. Resultados: Os dados foramanalisados pela frequência, média, mediana, desvio-padrão, valoresmáximos e mínimos e o teste de correlação Pearson do programaSPSS 15.0 para Windows. A análise dos dados aponta: índice desatisfação do indivíduo com inabilidade intelectual equivalente aopercebido pelos respectivos cuidadores/familiares (μ=0,74), queresulta em uma percepção alta (p=0,259) e índice de produtividadeindividual equivalente ao do monitor (μ=0,73), com percepção alta(p=0,365 e p=0,285). As dimensões independência e relações sociaisapresentaram discreta variação entre a percepção individual e ofamiliar. Conclusão: É observável uma certa incompatibilidade dasrespostas obtidas, mas não necessariamente implica dizer que asrelações inter-pessoais não sejam positivas e não conflitivas, nemtodavia expressa o oposto, mas demonstra que pessoas cominabilidade intelectual têm a capacidade de avaliar sua QV e o fazemde maneira coerente...

The objective of this study was to evaluate the compatibilityof the quality of life indexes for people with intellectual disabilities(PID) from their own, family's and monitors' perspective. Materialand Methods: This study is characterized as a field research,descriptive, cross sectional and of quantitative approach. The samplewas characterized as non probabilistic, intentional, and obtained byaccessibility among the participants in pre-professionalizing workshopsin João Pessoa (Paraíba/Brazil). Sample was composed by PID (n=30),their respective caregivers/family members (n=30) and monitors (n=4).As a measuring tool, it was used the Quality of Life Questionnaire(QOL-Q). Results: The results were analyzed by frequency, mean,median, standard deviation, maximum and minimum and Pearsoncorrelation test values (SPSS 15.0 program) using p<0.05. Dataanalysis shows: satisfaction index of PID equivalent to that perceivedby their caregivers/family members (ì=0.74), resulting in a highperception (p=0.259) and personal productivity index equivalent betweenPID and monitor (ì=0.73), with high perception (p=0.365 and p=0.285).The dimensions of independence and social relations showed slightvariation between PID's and family members' perceptions. Conclusion:A degree of incompatibility in the answers is observable, but it doesnot necessarily imply that the inter-personal relations are conflictingand are not positive, neither expresses the opposite, but shows thatpeople with intellectual disability have the ability to assess their QOLin a coherent way...
Descritores: Deficiência Intelectual
Qualidade de Vida
Satisfação Pessoal
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  6 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050768
Autor: Braga, Iara Falleiros; Santos, Andrêza Roberta Bezerra dos.
Título: Concepções de lazer sob a perspectiva dos adultos / Adult's perspective on recreation
Fonte: Licere (Online);22(4):285-316, dez.2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Esse estudo teve o objetivo de analisar as concepções de lazer sob a perspectiva dos adultos. Foi adotada uma abordagem qualitativa, realizada através de um questionário aberto online na plataforma Google Forms, por meio da técnica metodológica snowball. Os sujeitos que compuseram a pesquisa foram 21 adultos, na faixa etária dos 25 aos 38 anos. A análise dos dados pautou-se na modalidade de análise hermenêutica-dialética. Foram identificados 3 núcleos de sentidos que possibilitaram compreender a concepção do lazer para os adultos: compreensão de lazer: "tempo e atitude", a idade e atividades consideradas como lazer, e "produtos" de lazer. Os resultados mostraram a associação entre lazer e satisfação pessoal/descanso, e o paradoxo entre lazer e trabalho, com mudanças na percepção dos sujeitos mais notórias nas faixas etárias dos 25 aos 29 anos e dos 30 aos 38 anos.

This study aimed to analyze the recreation conceptions on adults' opinion. The type of approach used was the qualitative approach, trough an open online questionnaire on Google Forms platform, using the snowball sampling technique. The individuals that participated in the research were twenty one adults, in the 25-38 age group. The data analysis was based on the hermeneutic dynamic method of analysis. Three nucleus were identified that allows to understand the conception of recreation for adults: comprehension of recreation: time and behavior, the age, activities considered as recreation and recreation "products". The results showed that people often associate recreation and personal satisfaction/repose, and the paradox between recreation and work, with changes of the individual's perception been more considerable between the 25-29 age group and the 30-38 age group.
Descritores: Satisfação Pessoal
Qualidade de Vida
Fatores Socioeconômicos
Comportamento do Consumidor
Adulto
Cultura
Fatores Culturais
Equilíbrio Trabalho-Vida
Atividades de Lazer
Limites: Seres Humanos
Adulto
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  7 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Priore, Silvia Eloiza
Texto completo
Id: biblio-977075
Autor: Miranda, Valter Paulo Neves; Morais, Núbia Sousa de; Faria, Eliane Rodrigues de; Amorim, Paulo Roberto dos Santos; Marins, João Carlos Bouzas; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Teixeira, Paula Costa; Priore, Silvia Eloiza.
Título: Insatisfação corporal, nível de atividade física e comportamento sedentário em adolescentes do sexo feminino / Body dissatisfaction, physical activity, and sedentary behavior in female adolescents
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);36(4):482-490, out.-dez. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: RESUMO Objetivo: Avaliar a associação da imagem corporal com o nível de atividade física, composição corporal e o comportamento sedentário de adolescentes do sexo feminino. Métodos: Estudo transversal e exploratório com 120 adolescentes do sexo feminino, de 14 a 19 anos, de Viçosa, MG. A imagem corporal foi avaliada por uma Escala de Silhuetas e pelo Body Shape Questionnaire (BSQ). O peso, a estatura e o perímetro da cintura foram aferidos, avaliando-se a relação cintura estatura e o percentual de gordura corporal. O nível de atividade física (NAF) foi avaliado pelo Recordatório de Atividade Física de 24h (R24h) e o comportamento sedentário, pelo tempo em frente à tela de uma TV, jogando videogame, ao computador e usando tablets e, separadamente, o tempo de tela ao celular. Resultados: A média de idade foi 16,5±1,5 anos, sendo a maioria das participantes eutróficas (77,6%), sedentárias/baixo NAF (84,2%), com tempo de tela (85,2%) e tempo de celular (58,7%) elevados. A insatisfação corporal manifestou-se em 40,6% pelo BSQ e em 45,8% pela Escala de Silhuetas. A distorção corporal manifestou-se em 52,9% das participantes. As medidas de composição corporal, juntamente com o tempo ao celular e o NAF, mostraram associação com a insatisfação corporal, sendo as adolescentes mais ativas as mais insatisfeitas. Conclusões: O estudo mostrou que as adolescentes com maior tempo ao celular tinham maior insatisfação corporal, assim como as fisicamente mais ativas. Todas as medidas de avaliação da composição corporal mostraram-se associadas ao nível de insatisfação, principalmente o índice de massa corporal, perímetro da cintura e relação cintura-estatura.

ABSTRACT Objective: To evaluate the association of body image with physical activity level, body composition, and sedentary behavior (SB) of female adolescents. Methods: Exploratory cross-sectional study conducted with 120 female adolescents aged between 14-19 years, from the city of Viçosa, Minas Gerais, Southeast Brazil. Body image was evaluated with a Body Silhouette Scale (BSS) and a Body Shape Questionnaire (BSQ). Weight, height, and waist circumference values were analyzed, as well as the waist-to-height ratio and body fat percentage. The physical activity level (PAL) was assessed by 24-hour Physical Activity Recall and SB by screen time, that is, time spent in front of a TV, playing video game, on the computer and using tablets, and, separately, the cell phone time. Results: Mean age was 16.5±1.5 years, and most adolescents were eutrophic (77.6%), sedentary/low PAL (84.2%), with high screen time (85.2%) and cell phone time (58.7%). Body dissatisfaction was stated in 40.6% of BSQ and 45.8% of BSS evaluations. Body distortion was identified in 52.9% of participants. All body composition measures, along with cell phone time and PAL, were associated with body dissatisfaction, the more active adolescents presenting higher levels of dissatisfaction. Conclusions: This study concluded that female adolescents with higher cell phone time also present higher body dissatisfaction, as well as the most physically active ones. All body composition measurements were associated with body dissatisfaction, mainly body mass index, waist circumference, and waist-to-height ratio.
Descritores: Imagem Corporal
Estilo de Vida Sedentário
-Satisfação Pessoal
Exercício
Estudos Transversais
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Moreira, Thereza Maria Magalhäes
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051192
Autor: Mattos, Samuel Miranda; Silva, Camila Brasileiro de Araújo; Cestari, Virna Ribeiro Feitosa; Florêncio, Raquel Sampaio; Linard, Jair Gomes; Pessoa, Vera Lucia Mendes de Paula; Moreira, Thereza Maria Magalhães.
Título: Fatores intervenientes no acesso à cultura e lazer entre adultos jovens de escolas públicas de uma cidade do nordeste brasileiro / Intervening factors in access to culture and leisure among young adults from public schools in a city in the northeast of Brazil
Fonte: Licere (Online);22(4):519-533, dez.2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do estudo é analisar os fatores intervenientes ao acesso à cultura e ao lazer entre adultos jovens escolares. Tratou-se de um estudo analítico, realizado com 1.073 adultos jovens matriculados em escolas públicas. Aplicou-se um questionário sobre acesso à cultura e lazer e as variáveis preditoras. Utilizou-se a regressão logística hierarquizada bruta e ajustada, cujas variáveis foram selecionadas pelo método Backward, considerando p≤0,20 para entrada no modelo e p<0,05 para permanência. Os resultados apresentaram fatores associados à insatisfação ao acesso à cultura e ao lazer. Identificou os fatores que possam interferir na satisfação desse acesso possibilita planejar e traçar estratégias que assegurem o direito humano.

The objective of this study is to analyze the intervening factors for access to culture and leisure among young adults. This was an analytical study of 1,073 young adults enrolled in public schools. A questionnaire on access to culture and leisure and the predictive variables was applied. The crude and adjusted hierarchical logistic regression was used, whose variables were selected by the Backward method, considering p≤0.20 for entry into the model and p <0.05 for permanence. The results presented factors associated with dissatisfaction with access to culture and leisure. Identified the factors that can interfere in the satisfaction of this access allows to plan and to draw strategies that assure the human right.
Descritores: Satisfação Pessoal
Cultura
Educação
Adulto Jovem
Estilo de Vida Sedentário
Atividades de Lazer
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 508 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051252
Autor: Franzon, Juliana Constantino; Meska, Mateus Henrique Gonçalves; Cotta Filho, Cezar Kayzuka; Machado, Giovanna Cristina Conti; Mazzo, Alessandra.
Título: Implicações da prática clínica em atividades simuladas: satisfação e autoconfiança dos estudantes / Implications of the clinical practice in simulated activities: student satisfaction and self-confidence / Implicaciones de la práctica clínica en actividades simuladas: satisfacción y autoconfianza de los estudiantes
Fonte: REME rev. min. enferm;24:e-1274, fev.2020.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a literatura demonstra que alunos que participam de atividades simuladas com experiência clínica prévia alcançam resultados menos positivos em simulação do que aqueles sem contato prévio com o campo clínico. Objetivo: identificar as implicações da prática clínica na satisfação e autoconfiança do estudante com atividades clínicas simuladas em medidas de conforto e higiene ao paciente usuário de fraldas descartáveis. Método: estudo quantitativo, quase-experimental realizado em uma universidade pública do interior do estado de São Paulo, no Brasil, utilizando dois instrumentos de avaliação da satisfação e autoconfiança do estudante com as práticas clínicas simuladas, a Escala de Satisfação e Autoconfiança no Aprendizado (ESAA) e a Escala de Satisfação com as Experiências Clínicas Simuladas (ESECS). Resultados: participaram do estudo 100 estudantes de graduação em Enfermagem. Alunos com experiência clínica anterior tiveram valores mais significativos no item "autoconfiança"; estudantes sem experiência clínica para o item "realismo" das escalas. Conclusão: a simulação clínica é enriquecedora do ponto de vista do aprendizado, satisfação e autoconfiança do estudante, mas não dispensa a prática clínica real dos estudantes em campo clínico.(AU)

Introduction: the literature shows that students who participate in simulated activities with previous clinical experience achieve less positive results in simulation than those without previous contact with the clinical field. Objective: to identify the implications of the clinical practice on student satisfaction and self-confidence with simulated clinical activities in comfort and hygiene measures for patients using disposable diapers. Method: a quantitative, quasi-experimental study conducted in a public university in the inland of the state of São Paulo, Brazil, using two instruments for assessing student satisfaction and self-confidence with simulated clinical practices: the Scale of Satisfaction and Selfconfidence in Learning (Escala de Satisfação e Autoconfiança no Aprendizado - ESAA) and the Scale of Satisfaction with Simulated Clinical Experiences (Escala de Satisfação com as Experiências Clínicas Simuladas - ESECS). Results: 100 undergraduate nursing students participated in the study. Students with previous clinical experience had more significant values in the "self-confidence" item, so did students without clinical experience for the "realism" item of the scales. Conclusion: clinical simulation is enriching from the point of view of student learning, satisfaction and self-confidence, but it does not dispense with the actual clinical practice of students in the clinical field. (AU)

Introducción: la literatura indica que los estudiantes que participan en actividades simuladas con experiencia clínica previa logran resultados menos positivos en la simulación que aquéllos sin contacto previo con el campo clínico. Objetivo: identificar las implicaciones de la práctica clínica para la satisfacción y la autoconfianza del estudiante con actividades clínicas simuladas en medidas de comodidad e higiene para pacientes que usan pañales desechables. Método: estudio cuantitativo, cuasiexperimental realizado en una universidad pública del interior del estado de São Paulo, Brasil, utilizando dos instrumentos para evaluar la satisfacción y la autoconfianza de los estudiantes con prácticas clínicas simuladas: la Escala de Satisfacción y Autoconfianza en el Aprendizaje (ESAA) y la Escala de Satisfacción con Experiencias Clínicas Simuladas (ESECS). Resultados: participaron 100 estudiantes de grado en enfermería. Los estudiantes con experiencia clínica previa obtuvieron valores más significativos en las escalas en "autoconfianza"; los estudiantes sin experiencia clínica en "realismo". Conclusión: la simulación clínica es enriquecedora desde el punto de vista del aprendizaje, la satisfacción y la autoconfianza, pero no prescinde de la práctica clínica real de los estudiantes en el campo clínico.(AU)
Descritores: Satisfação Pessoal
Estudantes de Enfermagem
Pesquisa em Educação de Enfermagem
Educação em Enfermagem
Treinamento com Simulação de Alta Fidelidade
-Pesquisa em Enfermagem Clínica
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  10 / 508 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-869116
Autor: Torales, Julio; Barrios, Iván; Amadeo, Gabriela; Ebner, Bertrand; Figueredo, Verónica; Garbett, Marcelo; García, Oscar; Vittale, Fernando; González, Israel; Samudio, Margarita.
Título: Satisfacción corporal en bailarinas y no bailarinas / Body satisfaction in female dancers and non- dancers
Fonte: Mem. Inst. Invest. Cienc. Salud (Impr.);15(2):79-84, ago. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: La imagen corporal es el conjunto de percepciones y actitudes sobre uno mismo, incluyendo pensamientos, sentimientos y comportamientos hacia el propio cuerpo. Se ha reportado que los niveles elevados de insatisfacción pueden resultar en trastornos de alimentación como anorexia nerviosa o bulimia, sobre todo en la población femenina. Se ha reportado que las bailarinas, sobre todo de ballet, están más expuestas a estos trastornos teniendo en cuenta su insatisfacción corporal. El objetivo del presente trabajo fue determinar si existía asociación entre la presencia de insatisfacción corporal y el hecho de ser bailarina. El presente fue un estudio observacional, analítico, de corte transversal, con muestreo de casos consecutivos. Se incluyó a 49 mujeres bailarinas y a 59 no bailarinas, mayores de edad, que voluntariamente aceptaron participar de la investigación y que previamente firmaron un consentimiento informado. La frecuencia encontrada de insatisfacción corporal en bailarinas fue de 38,8%. Los resultados obtenidos mostraron que las bailarinas tuvieron significativamente (valor p=0,011) mayor probabilidad de tener insatisfacción con su imagen corporal que las no bailarinas. Una de las posibles explicaciones de por qué las bailarinas sienten mayor insatisfacción con su imagen corporal, comparadas con la población general son las exigencias de la práctica de la danza, así como al juzgamiento al que son sometidas por parte del público.

Body image is the set of perceptions and attitudes about oneself. It includes thoughts,feelings and behaviors towards one's own body. High levels of dissatisfaction have beenreported to result in eating disorders such as anorexia nervosa or bulimia, especially in thefemale population. It has been reported that dancers, especially ballet dancers, are moreexposed to these disorders taking into account their body dissatisfaction. The objective ofthis study was to determine if there was an association between the presence of bodydissatisfaction and the fact of being a dancer. The present was an observational, analytical,cross-sectional study, with a sampling of consecutive cases. A total of 49 female dancersand 59 female non-dancers, who voluntarily accepted to participate in the research andpreviously signed an informed consent, were included. The frequency of body dissatisfactionin dancers was 38.8%. The results showed that the dancers had a significantly (p=0.011) higher probability of having dissatisfaction with their body image than the non-dancers. One of the possible explanations why dancers feel more dissatis fied with their body image, compared to the general population, are the demands of dance practice, as well as thejudgment to which they are subjected by the public.
Descritores: Alimentação
Imagem Corporal
Satisfação Pessoal
Limites: Seres Humanos
Adulto
Feminino
Responsável: PY3.1 - Biblioteca



página 1 de 51 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde