Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.802.188 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 264 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 27 ir para página                         

  1 / 264 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-907767
Autor: Salcedo-Cifuentes, Mercedes.
Título: Evaluación de la persistencia deespermatozoides humanos en la vagina / Evaluation of persistence of human spermatozoa in the vagina
Fonte: Med. lab;21(3-4):149-160, 2015. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la determinación del tiempo de persistencia de los espermatozoides en el frotis vaginal poscoital tiene especial importancia en la investigación de los delitos sexuales. Objetivo: evaluar la persistencia de espermatozoides en muestras de frotis vaginales poscoitales a diferentes tiempos durante cinco días en mujeres voluntarias. Materiales y métodos: se realizó un estudio experimental, descriptivo en muestras de frotis vaginal poscoital tomadas cada ocho horas durante 128 horas. Las muestras se sometieron a un proceso de extracción, sedimentación y coloración supravital. Se realizó el análisis estadístico utilizando el software Minitab 16. A las variables cuantitativas se les calculó las medidas de tendencia central y de dispersión y a las cualitativas las proporciones. Además, se evaluó si existían diferencias estadísticamente significativas entre las muestras recolectadas en el mismo intervalo de tiempo aplicando un test de ANOVA unidireccional para un nivel de significancia del 0,05. Resultados: de 18 muestras de mujeres voluntarias en el 60% se observaron, en las primeras 72 horas, más de 10 espermatozoides por campo, 10% de estas muestras llegaron a las 128 horas con más de cinco espermatozoides y 2% con uno por campo. Se observó una disminución marcada del número de espermatozoides en dos muestras con abundante reacción leucocitaria y alta densidad de levaduras, hifas, seudohifas y bacterias...

Introduction: determination of persistence of spermatozoa in postcoital vaginal smears is especially important in sexual assault investigation. Objective: To evaluate the persistence of spermatozoa in postcoital vaginal smears samples at different times during 128 hours in female volunteers. Materials and methods: Experimental, descriptive study was made in postcoital vaginal smears samples collected every eight hours during five days. The samples were subjected to an extraction process, sedimentation and supra-vital staining. Statistical analysis was performed using Minitab 16 software. Measures of central tendency and dispersion were calculated for quantitative variables; and proportions for qualitative variables. In addition, we assessed whether there were statistically significant differences between the samples collected at the same time interval through an ANOVA (unidirectional) test, to a significance level of 0.05. Results: From 18 samples of female volunteers in 60% were obtained within the first 72 hours over 10 spermatozoon per field; 10% of those samples reached 128 hours with over five sperm; and 2% with 1 spermatozoon per field. In two samples with abundant leukocyte reaction and with high density of yeasts, hyphae, pseudohyphae and bacteria, a marked decrease in sperm count was observed...
Descritores: Coito
Delitos Sexuais
Contagem de Espermatozoides
Esfregaço Vaginal
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: CO373.9 - EDIMECO - Editora Médica Colombiana S.A.


  2 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Abdo, Carmita Helena Najjar
Texto completo
Id: biblio-1146917
Autor: Paul, Gustavo Marquesine; Medici, Eduardo; Abdo, Carmita Helena Najjar.
Título: Diagnóstico clínico e tratamento medicamentoso em ejaculação precoce / Clinical diagnosis and drug treatment in premature ejaculation
Fonte: Diagn. tratamento;25(4):162-166, 20201200.
Idioma: pt.
Resumo: A ejaculação precoce é um dos transtornos sexuais mais prevalentes na população masculina com prevalência média de cerca de 30%. Possui diversas classificações de entidades médicas e classificações internacionais de doenças, todas elas tendo em comum um reduzido tempo de latência intravaginal, incapacidade de controle ejaculatório e consequências psicológicas negativas para o indivíduo e/ou para o casal. Dentre as causas da patologia, destacam-se alterações nas vias de neurotransmissão serotoninérgica, hipersensibilidade genital e causas genéticas nas patologias primárias. Na ejaculação precoce secundária devem-se pesquisar distúrbios psicogênicos, hormonais, sintomas de trato urinário inferior e disfunção erétil. O correto diagnóstico é importante para indicação e planejamento do tratamento adequado. Em casos de ejaculação precoce primária, o tratamento preferencial é o medicamentoso. Os tratamentos medicamentosos disponíveis podem ser por via oral ou de aplicação tópica. Dentre os tratamentos orais, destacam-se os antidepressivos com ação serotoninérgica que devem ser utilizados de modo contínuo. Outras classes de medicações utilizadas são os inibidores da fosfodieterase do tipo 5 e os opioides como tramadol. Como opção às medicações orais, as medicações de aplicação tópica peniana são aplicadas sob demanda na glande um período antes do encontro sexual, cujo tempo varia conforme o medicamento escolhido, e que podem ter apresentação no formato gel ou spray, contendo primariamente uma mistura de lidocaína e prilocaína ou compostos de naturais como o SS-Cream (Severance Secret Cream).
Descritores: Coito
Quimioterapia Combinada
Ejaculação
Anestésicos
Antidepressivos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  3 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-353925
Autor: Maia, Frederico Fernandes Ribeiro; Andrade, Cristina Gomes de; Maakaroun, Marilia de Freitas.
Título: Anticoncepçäo na primeira relaçäo sexual como fator de risco para a gravidez em adolescentes / Contraception use in first sexual intercourse like risk factor for pregnancy in adolescents
Fonte: Rev. méd. Minas Gerais;13(1):4-8, jan.-mar. 2003. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi realizado estudo do tipo transversal entre maio de 2000 e abril de 2001 que visava a avaliar a relaçäo entre o uso de anticoncepçäo na primeira relaçäo sexual e o índice de gravidez em adolescentes de baixa renda. Buscou-se evidenciar o grau de conhecimento sobre métodos contraceptivos e determinar a prevalência de gravidez e aborto em adolescentes de escolas públicas de Belo Horizonte. O estudo consistiu na aplicaçäo de questionário sobre contracepçäo, gravidez e aborto em adolescentes. A populaçäo-alvo foi estudantes, entre 14 e 24 anos, cursando a 8ª série do primeiro grau, 1§, 2§ e 3§ anos do segundo grau, com renda familiar inferior a cinco salários mínimos. O estudo realizou-se em quatro escolas da rede pública de Belo Horizonte. Os dados foram arquivados e analisados pelo programa Epi Info, versäo 6.04. A amostra final foi de 601 estudantes. A idade variou entre 14 e 24 anos, sendo a idade média 16,4 anos. Foram registrados 17 casos de gravidez. Desses, cinco (29,4 por cento) evoluíram para o aborto. Do total 282 (46,9 por cento) apresentavam atividade sexual ativa. O método contraceptivo mais conhecido foi a camisinha masculina (91,8 por cento). O método mais usado foi o mais conhecido. A principal fonte de informaçäo foi a escola (66,5 por cento). A primeira relaçäo ocorreu em média aos 14,8 anos. Nessa primeira relaçäo, 167 (59,2 por cento) usaram algum método contraceptivo. Houve seis (3,5 por cento) casos de gravidez precoce. Dos 98 adolescentes que näo usaram anticoncepçäo nessa relaçäo, 11 (11,2 por cento) evoluíram para gravidez (p<0,05). A primeira relaçäo sexual é cada vez mais precoce. A ausência de uso de anticoncepçäo nessa relaçäo está associada a maior índice de gravidez na adolescência, sendo importante fator de risco neste estudo.
Descritores: Fatores de Risco
Coito
Anticoncepção/métodos
Fatores Socioeconômicos
Gravidez na Adolescência
-Brasil
Estudos Retrospectivos
Inquéritos e Questionários
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1126635
Autor: Vizcaíno Alonso, María del Carmen; Montero Vizcaíno, Yuleimis; Almenares Rodríguez, Kenia; Montero Vizcaíno, Yoalmis.
Título: Percepción de estudiantes sobre la sexualidad como temática curricular en la carrera de medicina / Students' perception about the sexuality like thematic curricular in the medicine career
Fonte: Rev. cuba. med. mil;48(3):e357, jul.-set. 2019. tab, fig.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Cuba es un país con avances en la educación y salud, pero se observan insuficiencias en la preparación de recursos humanos encargados de dar respuesta a necesidades de educación, salud, y derechos sexuales. La Universidad de Ciencias Médicas de La Habana ha realizado modificaciones de sus programas acorde a las exigencias actuales. Objetivos: Describir la percepción de estudiantes sobre la sexualidad, sus necesidades sobre el tema y los contenidos recibidos en el programa curricular de carrera de medicina. Métodos: Se realizó un estudio observacional descriptivo transversal, desde una perspectiva cuantitativa y cualitativa, en 33 estudiantes de 5to año de medicina, del Instituto de Ciencias Básicas y Preclínicas Victoria de Girón, que rotaron por Psiquiatría entre marzo y abril del 2017. Se seleccionaron todos los alumnos que cursaron la asignatura en ese periodo, que dieron su consentimiento informado y completaron las informaciones solicitadas. Se utilizaron métodos empíricos y teóricos de análisis. Resultados: El 66,67 por ciento de los encuestados consideró que habían recibido contenidos de sexualidad en la carrera y 93,93 por ciento que el tema era importante. La promiscuidad y relaciones sexuales no protegidas fueron problemas percibidos. Conclusiones: La mayoría de los alumnos percibieron que pueden orientar, pero hallaron dificultades para el diagnóstico de problemas sexuales. En general se trabaja poco el tema la sexualidad desde una perspectiva de género y de placer(AU)

Introduction: Cuba is a country with advances in education and health, but there are insufficiencies in the preparation of human resources to respond the needs of education, health, and sexual rights. The University Of Medical Sciences Of Havana has made modifications of its programs according to the current requirements. Objectives: To describe the perception of students about sexuality, the contents received in the curricular program of medical career and it needs. Methods: A descriptive cross-sectional observational study was conducted, from a quantitative and qualitative perspective, on 33 5th year medical students from the Institute of Basic and Preclinical Sciences Victoria de Girón, who rotated for Psychiatry between March and April 2017. Were selected all the students who attended the course in that period, who gave their informed consent and completed the information requested. Empirical and theoretical methods of analysis were used. Results: 66.67 percent of the respondents considered that they had received contents of sexuality in the career and 93.93 percent that the subject was important. Promiscuity and unprotected sex were perceived problems. Conclusions: The majority of the students perceived that they can guide, but they found difficulties for the diagnosis of sexual problems. In general, the subject of sexuality is scarcely studied from a gender and pleasure perspective(AU)
Descritores: Estudantes de Medicina
Educação em Saúde
Estudos Transversais
Coito
Direitos Sexuais e Reprodutivos
-Epidemiologia Descritiva
Estudo Observacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140831
Autor: Moura, Edilene Lins de.
Título: Fatores de impacto que influenciam na adesão ao preservativo por mulheres soropositivas para o HIV/com AIDS / Factors of impact that influences the use of protection by women who are HIV positive/with AIDS.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. 183 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O presente estudo, com abordagem quantitativa, foi motivado pela reduzida adesão ao uso do preservativo pela mulher soropositiva ao HIV/com aids e pela gravidez indesejada. Teve como objetivo geral discriminar fatores de impacto que influenciam as ações de mulheres soropositivas ao HIV/com aids no uso de preservativos, e como objetivos específicos: construir um instrumento para avaliação de fatores de impacto no campo de interesse; identificar os fatores de impacto relacionados à adesão aos preservativos pela mulher soropositiva ao HIV/com aids; associar a situação sociodemográfica dessa mulher às variáveis de maior influência na adesão aos preservativos. Na construção do instrumento de coleta de dados, especialistas avaliaram o formulário original e emitiram sugestões que resultaram em sua reformulação. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura da Cidade de São Paulo. Os dados foram coletados no período de setembro de 2009 a setembro de 2010, por meio de entrevistas com 201 mulheres soropositivas ao HIV/com aids que frequentavam um serviço de assistência especializada em DST/aids no município de São Paulo. Os achados foram tratados estatisticamente, iniciando pela avaliação da consistência do instrumento utilizado. Identificaram-se dez fatores de impacto que influenciam na adesão aos preservativos da mulher HIV positivo/com aids. Em ordem decrescente de valor, os impactos obtidos foram: Relações de Gênero,Cultural, Comportamental, Cognitivo, Drogadição, Religioso-Sentimental, Intencional, Socioeconômico, Protetor e Fidelidade. Como se vê, as relações de gênero mostraram-se com maior impacto na adesão ao preservativo; no outro extremo, a fidelidade entre os parceiros mostrou menor impacto sobre esta situação. Os dados mostraram, também, que as mulheres apresentavam dificuldade na decisão em aderir ao uso do preservativo, mesmo recebendo orientações sobre sua necessidade, pelo serviço de assistência especializado. Concluiu-se que a assistência à mulher soropositiva ao HIV necessita ser implementada em relação às orientações sobre o uso do preservativo em todas as relações sexuais; orientações que devem ser realizadas com o casal, priorizando as suas dúvidas e dificuldades. O apoio deverá ser contínuo, para fortalecer e incentivar a aderência ao preservativo. Sugere-se, também, a replicação do instrumento construído para sua validação junto a outros grupos de mulheres infectadas pelo HIV/com aids, no país.

This study, with a quantitative approach, was motivated by the reduced use of protection by women who are HIV positive/with AIDS and also by the undesirable pregnancy. The general aim was to discriminate the factors of impact that influences these HIV womens actions, according to the use of protection. The specific aims were: to create an instrument to evaluate the factors of impact in the field of interest; to identify the factors of impact related to the use of protection by the HIV women with AIDS and also to relate the socio-demographic situation of these women to the variables that have higher influence in the use of protections. During the creation of the instrument for data collection some changes were done considering the suggestions given by the experts who have evaluated the original. The study was approved by the Ethic and Research Committee of the Health Department of São Paulo city. The data collection was done between September 2009 and September 2010, by interviews with 201 women who are with STD/AIDS and used to go to a STD/AIDS assistance service in São Paulo city. The findings were statistically analyzed, starting from the consistency of the instrument used. It was found ten factors that influenced the use of protection by the HIV women with AIDS. In a decreasing order of value, the factors of impact were: Relation of Gender, Culture, Behavior, Cognition, Use of Drugs, Religion-Feeling, Intention, Society-Economic, Protection and Fidelity. According to theresults, the relation of gender had more impact in the use of protection; on the other hand, the fidelity between the partners had less impact on the situation. The findings also showed that the women had difficult in deciding the use of protection, even after the specialized assistance service has given them orientation to the necessity. It was concluded that the assistance to the HIV women needs to be improved in order to give better orientation towards the use of protection during all sexual intercourses. This orientation has to be given to the couple, prioritizing their doubts and difficulties. The support must be continuous, in order to motivate and intensify the use of protection. It was also suggested the use of the instrument created, in order to get its validation with other groups of HIV women with AIDS, in the country.
Descritores: Saúde da Mulher
HIV
Coito
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  6 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1123602
Autor: Praxedes, Marcela Lima Silveira; Queiroz, Maria Veraci Oliveira; Vieira, Roberta Peixoto.
Título: Efetividade de jogo educativo sobre contracepção com adolescentes escolares: estudo quase-experimental / Effectiveness of an educational game on contraception with school adolescents: a quasi-experimental study / Efectividad de un juego educativo sobre anticoncepción con adolescentes escolares: un estúdio casi experimental
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);18(4), dez. 2019. ilus, tab.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJETIVO: analisar a efetividade de tecnologia educativa sobre contracepção com adolescentes escolares. MÉTODO: estudo quase-experimental com 85 adolescentes do Instituto Federal do Ceará, Campus Aracati. Analisou-se a efetividade do jogo educativo por meio de testes estatísticos, comparando a diferença de conhecimento antes e depois da intervenção. RESULTADOS: os métodos contraceptivos mais conhecidos foram o contraceptivo oral (33,1%) e o preservativo (44,1%). Os adolescentes apresentaram conhecimento prévio deficiente e após a intervenção, houve aumento no percentual de acertos em todos os itens, com diferença estatisticamente significante em cinco deles (p<0,001). A efetividade do jogo foi comprovada pela análise comparativa da média de acertos antes e depois da intervenção (p<0,001). DISCUSSÃO: as ações educativas sobre a temática devem utilizar tecnologias criativas e inovadoras, possibilitando melhoria de conhecimentos que favoreçam a promoção da saúde sexual e reprodutiva deste público. CONCLUSÃO: o jogo educativo foi efetivo na melhoria do conhecimento dos adolescentes sobre contracepção.

OBJECTIVE: to analyze the effectiveness of educational technology on contraception with adolescent students. METHOD: quasi-experimental study with 85 adolescents from the Federal Institute of Ceará, Campus Aracati. The effectiveness of the educational game was analyzed using statistical tests, comparing the difference in knowledge before and after the intervention. RESULTS: the most known contraceptive methods were oral contraceptives (33.1%) and condoms (44.1%). The adolescents had poor prior knowledge and after the intervention, there was an increase in the percentage of correct answers in all items, with a statistically significant difference in five of them (p <0.001). The effectiveness of the game was confirmed by the comparative analysis of the average number of correct answers before and after the intervention (p<0.001). DISCUSSION: educational actions on the theme must use creative and innovative technologies, leading to improved knowledge that favors the promotion of sexual and reproductive health of this audience. CONCLUSION: the educational game was effective in improving the knowledge of adolescents regarding contraception.

OBJETIVO: analizar la efectividad de la tecnología educativa en la anticoncepción con adolescentes escolares. MÉTODO: estudio cuasiexperimental con 85 adolescentes del Instituto Federal de Ceará, Campus Aracati. La efectividad del juego educativo se analizó mediante pruebas estadísticas, comparando la diferencia de conocimiento antes y después de la intervención. RESULTADOS: los métodos anticonceptivos más conocidos fueron los anticonceptivos orales (33.1%) y los preservativos (44.1%). Los adolescentes tenían un conocimiento previo deficiente y después de la intervención, hubo un aumento en el porcentaje de respuestas correctas en todos los ítems, con una diferencia estadísticamente significativa en cinco de ellos (p <0.001). La efectividad del juego fue confirmada por el análisis comparativo del promedio de respuestas correctas antes y después de la intervención (p <0.001). DISCUSIÓN: las acciones educativas sobre el tema deben utilizar tecnologías creativas e innovadoras, que permitan mejorar el conocimiento que favorezca la promoción de la salud sexual y reproductiva de esta audiencia. CONCLUSIÓN: el juego educativo fue efectivo para mejorar el conocimiento de los adolescentes sobre la anticoncepción.
Descritores: Educação Sexual
Tecnologia Educacional
Anticoncepção
Saúde do Adolescente
-Serviços de Saúde Escolar
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Coito
Gravidez não Planejada
Saúde Sexual e Reprodutiva
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  7 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Vieira, Neiva Francenely Cunha
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128007
Autor: Costa, Ana Cristina Pereira de Jesus; Almeida, Dianne Rose Mesquita; Santos Neto, Marcelino; Araújo, Thiago Moura de; Araújo, Márcio Flávio Moura de; Vieira, Neiva Francenely Cunha.
Título: Percepções de adolescentes grávidas sobre o papilomavírus humano: estudo exploratório / Perceptions of pregnant adolescents on human papillomavirus: an exploratory study / Percepciones de adolescentes embarazadas sobre el virus del papiloma humano: estudio exploratorio
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);13(4):634-644, dez. 2014.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJETIVO: analisar a percepção de adolescentes grávidas em relação ao papilomavírus humano (HPV). MÉTODO: estudo exploratório, qualitativo, realizado entre abril e maio de 2012 em área domiciliar de equipe da Estratégia Saúde da Família de Imperatriz/MA. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas no domicílio com nove adolescentes grávidas. Para os dados, utilizou-se a análise de conteúdo. RESULTADOS: ficou perceptível que as concepções das adolescentes grávidas sobre o HPV ainda são confusas e errôneas, pois elas atribuem características comuns às doenças sexualmente transmissíveis (DST) ao HPV, não sabendo definir quais são suas características específicas. Possuem total desconhecimento sobre as implicações que o vírus pode trazer durante a gestação. CONCLUSÃO: o HPV ainda é um assunto de muitas incertezas para as adolescentes no que diz respeito às questões que o envolvem, sobretudo no período gestacional, o que aumenta a vulnerabilidade de jovens grávidas em relação ao vírus.

AIM: To analyze the perception of pregnant teenagers in relation to human papillomavirus (HPV). METHOD: This is an exploratory and qualitative study, conducted between April and May 2012 in the home area of the Family Health Strategy team of the city Imperatriz/MA. Data were obtained through interviews with nine pregnant teenagers in their homes. For the data, we used content analysis. RESULTS: it was noticeable that the conceptions of pregnant adolescents regarding HPV are still confusing and erroneous, since they attribute common characteristics of sexually transmitted diseases (STDs) to HPV, not knowing how to define what its specific characteristics are. They have absolutely no knowledge in terms of the implications that the virus can bring during pregnancy. CONCLUSION: HPV is still a matter of much uncertainty for adolescents with regard to the issues surrounding it, especially during pregnancy, which increases the vulnerability of young pregnant women to the virus.

OBJETIVO: analizar la percepción de adolescentes embarazadas en relación al virus del papiloma humano (VPH). MÉTODO: estudio exploratorio, cualitativo, realizado entre abril y mayo de 2012 en área domiciliar de equipo de la Estrategia Salud de la Familia de Imperatriz/MA. Los datos fueron obtenidos por medio de entrevistas en el domicilio con nueve adolescentes embarazadas. Para los datos, se utilizó el análisis de contenido. RESULTADOS: Quedo perceptible que las concepciones de las adolescentes embarazadas sobre el VPH aún son confusas y erróneas, pues ellas atribuyen características comunes a las enfermedades de transmisión sexual (ETS) al VPH, no sabiendo definir cuáles son sus características específicas. Poseen total desconocimiento sobre las implicaciones que el virus puede traer durante la gestación. CONCLUSIÓN: el VPH aún es un asunto de mucha incertidumbre para las adolescentes en lo que se dice respecto a las cuestiones que lo envuelven, sobretodo en el período gestacional, lo que aumenta la vulnerabilidad de jóvenes embarazadas en relación al virus.
Descritores: Papillomaviridae
Infecções por Papillomavirus
Saúde do Adolescente
Gestantes
-Doenças Sexualmente Transmissíveis
Centros de Saúde
Coito
Anticoncepção
Estratégia Saúde da Família
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  8 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790740
Autor: Menacho, Luis A; Blas, Magaly M.
Título: ¿Cómo producir un video para promover la prueba del VIH en hombres que tienen sexo con hombres? / How to produce a video to promote HIV testing in men who have sex with men?
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;32(3):519-525, jul.-sep. 2015. tab.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo del estudio fue describir el proceso de diseñar y producir un video para promover la prueba del VIH en hombres que tienen sexo con hombres (HSH) peruanos. El proceso involucró los siguientes pasos: identificación de las teorías de cambio de comportamiento; identificación de los mensajes clave y características del video; elaboración de un guion que cautive al público objetivo; trabajar con una compañía de producción con experiencia; y el piloto del video. Un video con situaciones cotidianas de riesgo asociadas con la infección por el VIH fue el preferido por los participantes. Los mensajes clave identificados, y los constructos de los modelos teóricos elegidos, fueron empleados para crear las escenas del video. Los participantes se identificaron con el video principal de 9 minutos de duración el cual lo consideraron claro y dinámico. Es necesario trabajar con la población objetivo para diseñar un video acorde con sus preferencias...

The aim of the study was to describe the process of designing and producing a video to promote HIV testing in Peruvian men who have sex with men (MSM). The process involved the following steps: identification of the theories of behavior change; identifying key messages and video features; developing a script that would captivate the target audience; working with an experienced production company; and piloting the video. A video with everyday situations of risk associated with HIV infection was the one preferred by participants. Key messages identified, and theoretical constructs models chosen were used to create the video scenes. Participants identified with the main, 9 minute video which they considered to be clear and dynamic. It is necessary to work with the target population to design a video according to their preferences...
Descritores: HIV
Coito
Gravação em Vídeo
Homossexualidade Masculina
Promoção da Saúde
Recursos Audiovisuais
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: PE14.1 - Biblioteca de la Sede Central


  9 / 264 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003483
Autor: Gutierrez, Eliana Battaggia; Pinto, Valdir Monteiro; Basso, Caritas Relva; Spiassi, Ana Lucia; Lopes, Maria Elisabeth de Barros Reis; Barros, Claudia Renata dos Santos.
Título: Fatores associados ao uso de preservativoem jovens - inquérito de base populacional / Factors associated with condom use inyoung people-A population-based survey
Fonte: Rev. bras. epidemiol;22:e190034, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Introdução: O objetivo do estudo foi identificar os fatores associados ao uso de preservativo na última relação sexual. Métodos: Inquérito de base populacional com jovens de 15 a 24 anos, residentes no município de São Paulo (MSP), que obteve informações sociodemográficas sobre conhecimentos e comportamentos sexuais por meio de questionário. Resultados: Entre os 821 jovens sexualmente ativos no último ano, o uso do preservativo na última relação foi positivamente associado a: 1) não ter sido casado; 2) uso de preservativo na primeira relação sexual; e 3) receber preservativos gratuitos; adicionalmente, em homens: 4) parceiro casual no último ano; e 5) parceiro do mesmo sexo; e em mulheres: 6) debut sexual após os 15 anos. Ter realizado teste anti-HIV mostrou associação negativa entre as mulheres. O preservativo é amplamente reconhecido; há um padrão de uso na primeira e na última relação sexual; o acesso ao preservativo gratuito é um importante fator para o seu uso pelos jovens; e as pessoas usam preservativo de acordo com padrões que configuram gestão de risco. Conclusões: A estratégia de prevenção primária com preservativos não está esgotada. A partir deste estudo, a cidade de São Paulo adotou a prevenção como política pública e alocou grandes dispensadores de preservativos nos 26 terminais de ônibus urbanos, por onde circulam 6milhões de pessoas diariamente. Em2016 foram distribuídos 75.546.720 preservativos gratuitos, entre os quais 30% apenas nos terminais de ônibus.

ABSTRACT: Introduction: This study aimed to identify the factors associated with condom use in the last sexual intercourse. Methods: A population-based survey with young people aged 15-24, in the city of São Paulo, which collected sociodemographic data referring to knowledge about sex and sexual behavior. Results: Among 821 sexually active young people interviewed in the last year, condom use in their last sexual intercourse was positively associated with: 1) not being married; 2) use of condom at sexual onset; and 3) receiving free condoms; additionally, among men: 4) casual partners in the previous year; and 5) partner of the same sex; and, amongwomen: 6) sexual onset after the age of 15. Having been tested for HIV was a negative association among women. Condoms are widely acknowledged, and there is a pattern of use for the first and last sexual intercourse. Access to free condoms is an important factor for use, and people use condoms according to standards that configure risk management. Conclusions: The strategy of primary prevention with the use of condoms is not yet exhausted. Based on this study, the city of São Paulo takes prevention as a public policy and allocates large condoms dispensers in 26 urban bus terminals, where 6million people circulate daily. In 2016, 75,546,720 free condoms were distributed, 30% in bus terminals alone.
Descritores: Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos
Preservativos/estatística & dados numéricos
Coito
-Assunção de Riscos
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Parceiros Sexuais
Fatores Sexuais
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Fatores Etários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 264 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-760936
Autor: Valencia Molina, Claudia Patricia; Canaval Erazo, Gladys Eugenia; Sevilla Peñuela, Teresita María; Orcasita pineda, Linda Teresa.
Título: Sexual debut in young adults in Cali as transition: keys for care / El debut sexual en jóvenes de Cali como transición: claves para el cuidado / O debute sexual em jovens de Cali como transição: claves para o cuidado
Fonte: Invest. educ. enferm;33(2):355-364, May-Aug. 2015. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Objectives. This work sought to understand sexual debut as a transitional process in the lives of a group of young adults and to interpret the meaning of this transition for them. Methodology. This was a qualitative research with 18 life stories of students from different socio-economic backgrounds and with diverse sexual orientations. Results. According to the middle-range theory of transitions, sexual debut can be considered a developmental transition. The initiative can be their own, motivated by desire, or coerced by pressure from a partner or peers in which case underlay power relations either by age or hierarchy. Its features are shaped by the individual´s abilities, knowledge, and uncertainties, as much as by the circumstances surrounding the event and the socio-cultural precepts towards the topic. It is valued as a healthy transitional process when it is agreed upon by both members of the couple, planned and flows into symmetrical relations. Conclusion. The theory of transitions and analysis of the context are useful in understanding the phenomenon because the subjective experience is framed within normative, appreciative, and socio-cultural constructions. Nursing, as discipline, requires elements like those provided by this research to interpret the dynamics, meanings, as well as subjective and social processes in the sexual evolution of people in different contexts and historical moments.

Objetivo. Comprender el debut sexual como un proceso transicional en la vida de un grupo de jóvenes e interpretar el significado que ellos otorgan a su iniciación sexual. Metodología. Investigación cualitativa con enfoque biográfico. Se analizaron 18 relatos de vida construidos con entrevistas en profundidad a jóvenes universitarios de diferente posición social y distinta orientación sexual. Resultados. De acuerdo con la teoría de mediano rango de las transiciones, el debut sexual se configura como una transición de desarrollo que se presenta en forma simultánea, en la mayoría de los casos, con la adolescencia. La iniciativa para el debut sexual puede ser propia, motivada por el deseo o coaccionada por la presión de los pares o de la pareja en cuyo caso subyacen relaciones de poder ya sea por edad o jerarquía. Las dudas, habilidades y conocimientos a la par que las circunstancias alrededor del evento y los preceptos socio-culturales, condicionan su desarrollo. Es un proceso transicional saludable cuando es concertado por ambos miembros de la pareja; además, cuando es planeado y fluye en el marco de relaciones simétricas. Conclusión. La teoría de las transiciones y el análisis del contexto son útiles para la comprensión del fenómeno desde la vivencia subjetiva enmarcado en construcciones normativas, valorativas y socioculturales. La Enfermería, como disciplina, requiere elementos como los que aporta esta investigación, para interpretar las dinámicas, significados, procesos subjetivos y sociales en el devenir sexual de las personas en diversos contextos y momentos históricos.

Objetivo. Compreender o debute sexual como um processo transicional na vida de um grupo de jovens e interpretar o significado que eles outorgam a sua iniciação sexual. Metodologia. Investigação qualitativa com enfoque biográfico. Analisaram-se 18 relatos de vida construídos com entrevistas em profundidade a jovens universitários de diferente posição social e diferente orientação sexual. Resultados. De acordo com a teoria de média casta das transições, o debute sexual se configura como uma transição de desenvolvimento que se apresenta em forma simultânea, na maioria dos casos, com a adolescência. A iniciativa para o debute sexual pode ser própria, motivada pelo desejo ou compelida pela pressão dos pares ou do casal em cujo caso integram relações de poder já seja por idade ou hierarquia. As dúvidas, habilidades e conhecimentos simultaneamente que as circunstâncias ao redor do evento e os preceitos socioculturais, condicionam seu desenvolvimento. É um processo transicional saudável quando é concertado por ambos membros do casal; ademais, quando é planejado e flui no marco de relações simétricas. Conclusão. A teoria das transições e a análise do contexto são úteis para o entendimento do fenômeno desde a vivência subjetiva emoldurado em construções normativas, valorativas e socioculturais. A Enfermagem, como disciplina, requer elementos como os que contribui esta investigação, para interpretar as dinâmicas, significados, processos subjetivos e sociais no devir sexual das pessoas em diversos contextos e momentos históricos.
Descritores: Adulto Jovem
Coito
Identidade de Gênero
Saúde Pública
Transições
Limites: Humanos
Responsável: CO103.1 - Biblioteca



página 1 de 27 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde