Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.813.115 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 263 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 27 ir para página                         

  1 / 263 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-901698
Autor: Alves, João Manuel Nunes de Oliveira; Amendoeira, José Joaquim Penedos; Charepe, Zaida Borges.
Título: A parceria de cuidados pelo olhar dos pais de crianças com necessidades especiais de saúde / La colaboración en cuidados según la mirada de padres de niños con necesidades especiales de salud / The parental care partnership in the view of parents of children with special health needs
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(4):e2016-70, 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Compreender como foi experienciada a parceria de cuidados pelos pais de crianças com necessidades especiais de saúde. MÉTODO Estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado no período de dezembro de 2013 a fevereiro de 2014. O método utilizado foi a narrativa. A população correspondeu aos pais de crianças internadas num serviço de medicina de um Hospital Pediátrico em Portugal. A amostra foi constituída por 10 pais. A coleta de dados contemplou a caracterização sociodemográfica e a entrevista de orientação etnobiográfica. Depois de transcritas, as entrevistas originaram 10 narrativas de experiências de parceria dos pais com a equipe de enfermagem. RESULTADOS Constatou-se, enquanto oportunidades de parceria, a capacitação dos pais e a tomada de decisão em parceria, estabelecidas num processo relacional dinâmico, singular e contínuo. CONCLUSÃO As oportunidades de parceria são pressupostos fundamentais para a prestação de cuidados com foco na criança e nos pais enquanto recursos da mesma.

Resumen OBJETIVO Comprender la percepción experimentada por padres de niños con necesidades especiales de salud sobre su colaboración en los cuidados de enfermería. MÉTODO Estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio, realizado entre diciembre de 2013 y febrero de 2014. El método utilizado fué la narrativa. La muestra poblacional abarcó a padres de niños internados en servicio de medicina de un hospital pediátrico de Portugal. La muestra fue constituida por 10 padres. La recolección de datos incluyó la caracterización sociodemográfica y la entrevista de orientación etnobiográfica. Después de transcritas, las entrevistas se produjeron 10 historias de experiencias de colaboración de los padres con el equipo de enfermería. RESULTADOS Se confirmó la existencia de oportunidades de asociación, la capacitación de los padres y la toma de decisiones en conjunto, las cualesson establecidas en un proceso relacional dinámico, único y permanente. CONCLUSIÓN Las oportunidades de asociación son condiciones fundamentales para la prestación de cuidados de atención en los niños, siendo los padres los medios del niño para obtenerlos.

Abstract OBJECTIVE To understand how the care partnership was experienced by parents of children with special healthcare needs. METHOD Qualitative, descriptive and exploratory study, carried out from December 2013 to February 2014. The method used was the narrative. The population corresponded to parents of children admitted to a medical service of a Pediatric Hospital in Portugal. The sample consisted of 10 parents. The data collection included the sociodemographic characterization and the etnobiografic orientation interview. Once transcribed, the interviews yielded 10 narratives of partnership experiences between the parents and the nursing team. RESULTS It was noted, as partnership opportunities, the training of parents and the collaborative decision-making, established in a dynamic, unique and ongoing relational process. CONCLUSION The opportunities for partnership are key assumptions for the care delivery focusing on the child and on the parents as their resources.
Descritores: Comportamento Paterno
Poder Familiar
Crianças com Deficiência
Papel do Profissional de Enfermagem
Pai/psicologia
Comportamento Materno
Mães/psicologia
-Relações Profissional-Família
Comportamento Cooperativo
Tomada de Decisões
Pesquisa Qualitativa
Assistência Domiciliar/educação
Assistência Domiciliar/psicologia
Meia-Idade
Modelos Teóricos
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-901688
Autor: Alves, João Manuel Nunes de Oliveira; Amendoeira, José Joaquim Penedos; Charepe, Zaida Borges.
Título: A parceria de cuidados pelo olhar dos pais de crianças com necessidades especiais de saúde / La colaboración en cuidados según la mirada de padres de niños con necesidades especiales de salud / The parental care partnership in the view of parents of children with special health needs
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(4):e2016-70, 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Compreender como foi experienciada a parceria de cuidados pelos pais de crianças com necessidades especiais de saúde. MÉTODO Estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado no período de dezembro de 2013 a fevereiro de 2014. O método utilizado foi a narrativa. A população correspondeu aos pais de crianças internadas num serviço de medicina de um Hospital Pediátrico em Portugal. A amostra foi constituída por 10 pais. A coleta de dados contemplou a caracterização sociodemográfica e a entrevista de orientação etnobiográfica. Depois de transcritas, as entrevistas originaram 10 narrativas de experiências de parceria dos pais com a equipe de enfermagem. RESULTADOS Constatou-se, enquanto oportunidades de parceria, a capacitação dos pais e a tomada de decisão em parceria, estabelecidas num processo relacional dinâmico, singular e contínuo. CONCLUSÃO As oportunidades de parceria são pressupostos fundamentais para a prestação de cuidados com foco na criança e nos pais enquanto recursos da mesma.

Resumen OBJETIVO Comprender la percepción experimentada por padres de niños con necesidades especiales de salud sobre su colaboración en los cuidados de enfermería. MÉTODO Estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio, realizado entre diciembre de 2013 y febrero de 2014. El método utilizado fué la narrativa. La muestra poblacional abarcó a padres de niños internados en servicio de medicina de un hospital pediátrico de Portugal. La muestra fue constituida por 10 padres. La recolección de datos incluyó la caracterización sociodemográfica y la entrevista de orientación etnobiográfica. Después de transcritas, las entrevistas se produjeron 10 historias de experiencias de colaboración de los padres con el equipo de enfermería. RESULTADOS Se confirmó la existencia de oportunidades de asociación, la capacitación de los padres y la toma de decisiones en conjunto, las cualesson establecidas en un proceso relacional dinámico, único y permanente. CONCLUSIÓN Las oportunidades de asociación son condiciones fundamentales para la prestación de cuidados de atención en los niños, siendo los padres los medios del niño para obtenerlos.

Abstract OBJECTIVE To understand how the care partnership was experienced by parents of children with special healthcare needs. METHOD Qualitative, descriptive and exploratory study, carried out from December 2013 to February 2014. The method used was the narrative. The population corresponded to parents of children admitted to a medical service of a Pediatric Hospital in Portugal. The sample consisted of 10 parents. The data collection included the sociodemographic characterization and the etnobiografic orientation interview. Once transcribed, the interviews yielded 10 narratives of partnership experiences between the parents and the nursing team. RESULTS It was noted, as partnership opportunities, the training of parents and the collaborative decision-making, established in a dynamic, unique and ongoing relational process. CONCLUSION The opportunities for partnership are key assumptions for the care delivery focusing on the child and on the parents as their resources.
Descritores: Comportamento Paterno
Poder Familiar
Crianças com Deficiência
Papel do Profissional de Enfermagem
Pai/psicologia
Comportamento Materno
Mães/psicologia
-Relações Profissional-Família
Comportamento Cooperativo
Tomada de Decisões
Pesquisa Qualitativa
Assistência Domiciliar/educação
Assistência Domiciliar/psicologia
Meia-Idade
Modelos Teóricos
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-886003
Autor: Merino-Osorio, Catalina; Mattar T, Gustavo; Leppe Z, Jaime; Bahamondes M, Paz; Lecaros, Juan Alberto.
Título: Encuesta sobre implementación de investigación en centros educacionales en Chile: cumplimientos de aspectos regulatorios éticos y legales / Survey research implementation in educational centers in Chile: fulfillments of ethical and legal regulatory aspects / Enquete sobre a realização de pesquisas em centros educacionais no Chile: cumprimentos de aspectos regulatórios éticos e legais
Fonte: Acta bioeth;23(1):47-54, jun. 2017. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: La investigación en centros educacionales es una fuente frecuente de estudios de las áreas sociales y salud. Objetivo: Determinar el conocimiento y la adherencia a la regulación ética y legal vigente de la investigación realizadas con niños en centros educacionales. Metodología: Estudio transversal tipo encuesta online. Se consultó sobre el nivel de conocimiento y adherencia a la regulación ética y legislación vigente en Chile, para realizar investigación con menores de edad. Resultados: 126 centros respondieron la encuesta; 69% de zonas urbanas; 60% son centros municipales y 34% particulares subvencionados. En un 31,8% de los centros se realizó investigación, 41% de salud y 30,8% de educación. El 27,5% informó que la investigación contaba con aprobación del comité ético-científico para su implementación, un 82% señaló no recibir ni tener conocimiento de los aspectos regulatorios sobre la investigación con seres humanos. Conclusión: Existe bajo conocimiento y adherencia a la regulación ética y legal de la investigación con niños en centros educacionales. Se realizó una jornada de difusión de los resultados y se propuso un flujograma generado por expertos orientado a los directores de centros educacionales para contribuir a la adherencia de los aspectos éticos y regulatorios de la investigación en centros educacionales.

Background: Research in educational centers is a frequent source of social and health related studies. Objective: To determine the knowledge and adherence to the current legal and ethical regulations to research performed on children at educational institutions. Methodology: Cross-sectional study online survey-type. The level of knowledge and adherence to the ethical regulation and legislation in Chile, to conduct research with minors was consulted. Results: 126 educational institutions responded the survey; 69% belonged to urban centers; 60% corresponded to those under the Municipality umbrella and 34% to charter schools. Research was performed in 31,8% of the consulted institutions, 41% of the research was on health issues and 30,8% on education. The 27,5% answered that they had the approval of ethical-scientific committee, 82% answered that they neither received nor had any awareness of regulatory aspects on research. Conclusion: There is low knowledge and adherence to ethical and legal regulation to research performed with children in educational centers. A journey for dissemination of results was performed and a flow chart was created by experts and proposed to the school directors to contribute to the adherence of ethical and regulatory aspects of research in educational centers.

Antecedentes: A pesquisa em centros educacionais é uma fonte frequente de estudos das áreas sociais e de saúde. Objetivo: determinar o conhecimento e a adesão à regulamentação ética e legal vigente de pesquisa realizada com crianças em centros educacionais. Metodologia: estudo transversal de tipo enquete on-line. Consultou-se sobre o nível de conhecimento e adesão ao regulamento ético e a legislação vigente no Chile, para realizar a pesquisa com menores de idade. Resultados: 126 centros responderam à enquete; 69% em áreas urbanas; 60% são centros municipais e 34% centros particulares subsidiados. Em 31,8% dos centros foram realizadas pesquisas, 41% de saúde e 30,8% de educação. 27,5% relataram que a pesquisa teve aprovação do Comitê de etico-cientifico para a sua execução, 82% disseram não receber ou ter conhecimento dos aspectos regulatórios da pesquisa com seres humanos. Conclusão: Existe pouco conhecimento e adesão ao regulamento ético e legal de pesquisa envolvendo crianças em centros educacionais. Fora realizada uma conferência para a divulgação dos resultados e fora proposto um fluxograma gerado por especialistas, que visam os diretores de centros educacionais para contribuir para a aderência dos aspectos éticos e regulatórios de pesquisa em centros educacionais.
Descritores: Pesquisa/legislação & jurisprudência
Instituições Acadêmicas
Inquéritos e Questionários
Ética em Pesquisa
-Chile
Comportamento Cooperativo
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  4 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051367
Autor: Goulart, Bethania Ferreira; Parreira, Bibiane Dias Miranda; Noce, Letícia Gabriela de Almeida; Henriques, Silvia Helena; Simões, Ana Lucia de Assis; Chaves, Lucieli Dias Pedreschi.
Título: Relacionamento interpessoal: identificação de comportamentos para trabalho em equipe em unidade coronariana / Inter-personal relationship: identifying behaviors for the teamwork in a coronary unit / Relación interpersonal: identificación de comportamientos para el trabajo en equipo en la unidad coronaria
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1197, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: identificar, na equipe multiprofissional da unidade coronariana, comportamentos facilitadores e dificultadores, para o trabalho em equipe, na perspectiva do relacionamento interprofissional. Metodologia: pesquisa descritiva/ abordagem qualitativa, utilizando-se técnica do incidente crítico, desenvolvida em unidade coronariana de um hospital público de Minas Gerais, Brasil. Coleta realizada em 2014, por meio de entrevista semiestruturada. Participaram 45 profissionais da equipe multiprofissional. Critério de inclusão: trabalhar na referida unidade há, no mínimo, 12 meses; critério de exclusão: estar afastado do trabalho à época da coleta definitiva dos dados e não ser localizado após três tentativas para agendamento/realização da entrevista. Análise de dados pautada na análise de conteúdo e na técnica do incidente crítico. Resultados: ocorrência de 218 comportamentos, sendo 113 positivos e 105 negativos, relacionados ao trabalho em equipe, quanto ao relacionamento interprofissional, emergindo três categorias: colaborar com o colega, trocar informações com outro agente e interagir com colega. Predomínio de comportamentos facilitadores para trabalho em equipe, destacando-se a comunicação entre os agentes. Conclusões: evidenciaram-se investimento e esforço dos profissionais para transpor obstáculos, na tentativa de implementar o trabalho em equipe como potência para atuar sobre o objeto de trabalho e atingir, com êxito, a finalidade do trabalho em saúde.(AU)

Objective: to identify, facilitating and hindering behaviors for teamwork in the multiprofessional team of the coronary care unit, from the perspective of an inter-professional relationship. Methodology: this is a descriptive research/qualitative approach, using critical incident technique, developed in a coronary unit of a public hospital in Minas Gerais, Brazil. The data collection was held in 2014 through a semi-structured interview. Forty-five professionals from the multi-professional team participated in the study. The inclusion criterion was to work in the unit for at least 12 months and the exclusion criteria were being away from work at the time of definitive data collection and not being located after three attempts to schedule/conduct the interview. Data analysis was based on content analysis and critical incident technique. Results: there were 218 behaviors, 113 positive and 105 negative related to teamwork regarding the inter-professional relationship, emerging three categories: Collaborating with the colleague; exchanging information with another agent; and interacting with the colleague. There was prevalence of facilitating behaviors for teamwork, especially communication between agents. Conclusions: there was evidence of investment and effort by professionals to overcome obstacles trying to implement teamwork as a power to act on the work object and successfully achieve the purpose of health work. (AU)

Objetivo: identificar comportamientos facilitadores y dificultadores del trabajo en grupo en el equipo multiprofesional de la unidad coronaria desde la perspectiva de la relación entre profesionales. Método: investigación descriptiva, cualitativa según la técnica del incidente crítico, realizada en la unidad coronaria de un hospital público de Minas Gerais, Brasil. Los datos se recogieron con entrevistas semiestructuradas a 45 profesionales del equipo multiprofesional. Criterio de inclusión: mínimo de 12 meses en la unidad; criterio de exclusión: bajo licencia de trabajo en la época de recogida de datos y después de 3 veces de no haberlo encontrado para la entrevista. Análisis de datos basado en el análisis de contenido y en la técnica del incidente crítico. Resultados: hubo 218 comportamientos , 113 positivos y 105 negativos, vinculados a la relación interpersonal en el trabajo en equipo. Se identificaron 3 categorías: colaborar con el compañero, intercambiar información con otro agente e interactuar con el compañero. Predominaron comportamientos facilitadores tales como la comunicación entre los agentes. Conclusiones: se observó que el personal se esmera para superar los obstáculos buscando implementar el trabajo en equipo como potencia para actuar sobre el objeto de trabajo y lograr la finalidad del trabajo en salud.(AU)
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Enfermagem
Relações Interpessoais
Relações Interprofissionais
Equipe de Enfermagem
-Comportamento Cooperativo
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  5 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-2425
Autor: Borges, Hugo; Abrão, Nathércia; Almeida, Carlos Rafael.
Título: Os princípios do cooperativismo médico / The principles of medical cooperativism
Fonte: HU rev;29(3):490-494, set.-dez.2003.
Idioma: pt.
Resumo: No presente artigo, os autores partem de uma conceituação de princípio, do ponto de vista etimológico e dos diferentes significados do termo, passando pela definição filosófica da questão, desde suas raízes pré-socráticas até os pensadores contemporâneos, para chegar a uma significação unificadora do termo. Eles fazem um breve histórico do início do cooperativismo moderno, mostrando como ele vem se alicerçando nos princípios estabelecidos já desde os Pioneiros de Rochdade, ao longo de uma trajetória histórica que culmina com sua forma mais atual, cuja expressão é dada a partir do Congresso de Manchester, em 1995. Procura-se então mostrar que os princípios do cooperativismo constituem a um tempo uma questão ideológica e pragmática, obedecendo a uma ordem e sentido entre si, estando ligados um ao outro e entre si, funcionando como alicerces para a construção de uma nova realidade social. A seguir, os oito princípios do cooperativismo são listados em sua conformação contemporânea. Estabelecem-se enfoques dos princípios na Constituição Federal, na legislação (particularmente na Lei nº 5.764/91) e no estatuto das cooperativas, tomando como exemplo o Estatuto Social de uma Cooperativa de Trabalho Médico no Brasil. Concluem então os autores fazendo um paralelo entre os oito princípios do cooperativismo e algumas questões fundamentais da realidade social e política contemporânea, para provar de forma suficiente como eles ainda mantêm nos dias de hoje toda a sua consistência enquanto doutrina e o seu vigor enquanto práxis.
Descritores: Sociedades Médicas
Administração de Serviços de Saúde
-Médicos/organização & administração
Sociedades Médicas/legislação & jurisprudência
Comportamento Cooperativo
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-907942
Autor: Caram, Carolina da Silva; Rezende, Lilian Cristina; Brito, Maria José Menezes.
Título: Prática colaborativa: potencialidades e desafios para o enfermeiro no contexto hospitalar / Colaborative practice: potentialities and challenges for nurses in the hospital context / Práctica colaborativa: potencialidades y desafíos para el enfermero en el contexto hospitalario
Fonte: REME rev. min. enferm;21:[1-9], 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi compreender a configuração da prática colaborativa no contexto hospitalar, na perspectiva do enfermeiro. Trata-se de estudo de caso de abordagem qualitativa realizado em um hospital privado de grande porte em Minas Gerais. Participaram da pesquisa 13 enfermeiros que atuavam no bloco cirúrgico e no centro de terapia intensiva. A coleta de dados ocorreu mediante entrevistas individuais com roteiro semiestruturado no período de novembro a dezembro de 2016. Os dados foram submetidos à análise temática de conteúdo com auxílio do software ATLAS.ti. Os resultados revelaram que a configuração da prática colaborativa no ambiente hospitalar é complexa e requer processos relacionais que são reconhecidos pelos enfermeiros de forma ambígua, oscilando entre potencialidades e barreiras para a realização do trabalho. Ainda, foram identificadas estratégias que os auxiliam na busca pelo desenvolvimento da prática colaborativa, alicerçadas na comunicação, no compartilhamento de objetivos, na identificação organizacional e no apoio institucional. Concluiu-se que a configuração da prática colaborativa fortalece a integração do enfermeiro na equipe interprofissional, contribuindo para o enfrentamento das dificuldades inerentes ao cotidiano hospitalar. Contudo, o não alcance da prática colaborativa pode desencadear vivências de sofrimento por parte da equipe e do enfermeiro.

The aim of this study was to understand how collaborative practice takes place in the hospital context from nurses' perspective. This is a case studywith a qualitative approach carried out in a Private Hospital in Minas Gerais. Thirteen nurses who worked in the Surgical Unit and Intensive Care Unitparticipated in the study. Data collection was done through individual interviews with a semi-structured script from November to December 2016. Datawere submitted to Thematic Content Analysis with the support of ATLAS.ti software. The results showed that collaborative practice in the hospitalenvironment is complex and requires relational processes, which are recognized by nurses in an ambiguous way, oscillating between potentialities and barriers to the work. In addition, strategies were identified that help them in the search for the development of collaborative practice based on communication, sharing of objectives, organizational identification and institutional support. It is concluded that the configuration of collaborative practice strengthens the integration between nurses and the interprofissional team, contributing to the confrontation of difficulties inherent to thehospital routine. However, the non-achievement of collaborative practice can trigger experiences of suffering for the team and for nurses.

El objetivo del presente estudio fue comprender la configuración de la práctica colaborativa en el contexto hospitalario, desde la perspectivadel enfermero. Se trata de un estudio de caso de enfoque cualitativo realizado en un hospital particular de Minas Gerais. Participaron delestudio 13 enfermeros que trabajaban en el quirófano y en terapia intensiva. La recogida de datos ocurrió mediante entrevistas individuales con itinerario semiestructurado de noviembre a diciembre de 2016. Los datos fueron sometidos al análisis temático de contenido con ayuda delsoftware ATLAS.ti. Los resultados apuntaron que la configuración de la práctica colaborativa en el ambiente hospitalario es compleja y requiere procesos relacionales, que son reconocidos por los enfermeros de forma ambigua, oscilando entre potencialidades y barreras para ejecutar lastareas. Además, se identificaron estrategias que ayudan al enfermero en la búsqueda del desarrollo de la práctica colaborativa, basadas en la comunicación, en el intercambio de objetivos, en la identificación organizacional y en el apoyo institucional. Se concluye que la configuración dela práctica colaborativa fortalece la integración del enfermero al equipo interprofesional, contribuyendo al enfrentamiento de las dificultades inherentes al cotidiano hospitalario. Sin embargo, el no alcanzar la práctica colaborativa puede desencadenar vivencias de sufrimiento por partedel equipo y del enfermero.
Descritores: Comportamento Cooperativo
Serviços de Saúde
Hospitais
Cuidados de Enfermagem
Equipe de Assistência ao Paciente
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  7 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-361049
Autor: Abramson, Wendy B.
Título: Partnerships between the Public Sector and Non-governmental Organizations: contracting for primary health care services. A state of the practice paper.
Fonte: s.l; PAHO; Aug. 1999. 46 p. tab. (LAC-HSR. Health Sector Reform Initiative, 25).
Idioma: en.
Projeto: USAID. Partnerships for Health Reform.
Descritores: Comportamento Cooperativo
Contratos
Organizações
Assistência à Saúde
Setor Público
-Colômbia
Costa Rica
Guatemala
Negociação
Peru
República Dominicana
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, Non-P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3774.00


  8 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-361048
Autor: Putney, Pam.
Título: Partnerships between the Public Sector and Non-governmental Organizations: the NGO role in health sector reform.
Fonte: s.l; PAHO; Mar. 2000. 24 p. tab. (LAC-HSR. Health Sector Reform Initiative, 26).
Idioma: en.
Projeto: USAID. Partnerships for Health Reform.
Descritores: Comportamento Cooperativo
Organizações
Reforma dos Serviços de Saúde
Setor Público
-América Latina
Região do Caribe
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, Non-P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3776.00


  9 / 263 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-353019
Autor: Gouveia, Valdiney V; Clemente, Miguel.
Título: O individualismo-coletivismo no Brasil e na Espanha: correlatos sócio-demográficos / Individualim-collectivism in Brazil and Spain: socio-demographic correlates
Fonte: Estud. psicol. (Natal);5(2):317-346, jul.-dez. 2000. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: O presente estudo pretendeu conhecer os correlatos sócio-demográficos do individualismo-coletivismo, considerando três cidades do Brasil (João Pessoa, Brasília e São Paulo) e três da Espanha (Pontevedra, Madri e Barcelona). Um total de 471 brasileiros e 476 espanhóis, estudantes universitários de diversos contextos sócio-demográficos, providenciaram os dados; a maioria era do sexo feminino (76 por cento) e solteiro (91 por cento), com uma média de idade de 22 anos (amplitude de 16 a 55 anos). Estes responderam ao Questionário de Individualismo-Coletivismo e ao Questionário Sócio-Demográfico. Os resultados indicaram que as seguintes variáveis se correlacionaram sistematicamente com a dimensão individualismo-coletivismo: intensidade das amizades, identificação endogrupal e gênero, nesta ordem. Comprovou-se, também, que algumas variáveis são mais adequadas em um país que em outro; por exemplo, a religiosidade no Brasil e o número de amigos íntimos na Espanha. Tais resultados são discutidos à luz dos previamente encontrados na literatura
Descritores: Valores Sociais
Espanha
Brasil
Comportamento Cooperativo
Cultura
Individuação
-Psicologia Social
Estudantes/psicologia
Inquéritos e Questionários
Educação Superior
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  10 / 263 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976657
Autor: Braga, Natalia Lopes; Maciel, Regina Heloisa; Carvalho, Renata Guimarães de.
Título: Redes sociais e capital social de catadores associados / Redes sociales y el capital social de colectores associados / Social networks and social capital of associated street waste collectors
Fonte: Psicol. soc. (Online);30:e173663, 2018. graf.
Idioma: pt.
Projeto: FUNCAP.
Resumo: Resumo O artigo objetivou investigar a formação de redes sociais de trabalho, e o consequente fomento de capital social, entre membros de uma associação de catadores de materiais recicláveis. Através de entrevistas e do uso de softwares especializados, foi realizado um mapeamento das redes sociais de seis catadores. Os resultados mostraram que as redes dos associados caracterizam-se por um elevado nível de homofilia de parentesco, com a presença sobretudo de laços fortes e com alto índice de localismo. A família, amigos e vizinhos oferecem mais benefícios do que o fato de ser associado, estando nessas relações a maior fonte de apoio e recursos dos catadores. As características das redes sociais dos associados, a saber, com significativo localismo, homofilia, pouca diversificação e sem interação entre os trabalhadores, revelam um contexto de trabalho que não oferece subsídios para a diminuição da situação de vulnerabilidade social e laboral dos sujeitos.

Resumen El artículo objetivó investigar la formación de redes sociales de trabajo y el fomento de capital social entre miembros de una asociación de recolectores de materiales reciclables. Por medio de entrevistas y del uso de software especializado, se realizó un mapeo de las redes sociales de seis participantes. Los resultados mostraron que las redes de los asociados se caracterizan por un alto nivel de homofilia de parentesco, con la presencia sobre todo de lazos fuertes y con alto índice de localismo. La familia, amigos y vecinos ofrecen más beneficios que el hecho de estar asociados, estando en esas relaciones la mayor fuente de apoyo y recursos. Las características de las redes sociales de los asociados, a saber, con significativo localismo, homofilia, poca diversificación y sin interacción entre los trabajadores, revelan un contexto de trabajo que no ofrece subsidios para la disminución de la situación de vulnerabilidad social y laboral de los sujetos.

Abstract The aim of this research was to investigate the formation of social networks of work, and the consequent promotion of social capital among members of an association of collectors of recyclable materials. A mapping of the social networks of six participants was done through interviews and the use of specialized software. The results showed that the networks of the associates presented a high level of homophilia, mainly presenting strong ties and a high index of localism. Family, friends and neighbors offer more benefits than the association, given that these relationships represent the greatest source of support and resou-rces for the waste collectors. The characteristics of the members' social networks, such as significant localism, homophilia, little diversification and no interaction among workers, reveal a work context that does not offer subsidies for the reduction of the social and labor vulnerability of the subjects.
Descritores: Trabalho
Catadores
Reciclagem
Rede Social
Capital Social
-Comportamento Cooperativo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1896.1 - Biblioteca



página 1 de 27 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde