Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.813.376 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 160 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 160 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Mendes, Isabel Amélia Costa
Texto completo
Id: biblio-1149519
Autor: Sousa, Anderson Reis de; Santana, Thiago da Silva; Carvalho, Evanilda Souza de Santana; Mendes, Isabel Amélia Costa; Santos, Milena Bitencourt; Reis, Jean Limeira; Silva, Adailson Vieira da; Sousa, Álvaro Francisco Lopes.
Título: Vulnerabilidades percebidas por homens no enquadramento da pandemia da Covid-19 / Vulnerabilities perceived by men in the context of the Covid-19 pandemic
Fonte: Rev Rene (Online);22:e60296, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo compreender as vulnerabilidades percebidas por homens no enquadramento da pandemia da Covid-19. Métodos estudo sociohistórico, qualitativo, realizado a partir dos resultados de pesquisa on-line em todas as regiões do Brasil. A amostra foi composta de 200 homens. Os dados foram processados e analisados metodologicamente pelo Discurso do Sujeito Coletivo, suportados no referencial de enquadramento da doença epidêmica. Resultados os homens perceberam as vulnerabidades em razão da existência de doenças crônicas neles e na família, da necessidade de manter rotina de trabalho que limita a adoção do distanciamento social, das incertezas geradas pela pandemia com ameaça à manutenção do emprego e dos projetos de realização profissional, além dos desconfortos pela interrupção das interações sexuais. Conclusão as percepções dos homens sobre as vulnerabilidades na pandemia giraram em torno da saúde, da profissionalização, do trabalho e da sexualidade.

ABSTRACT Objective to understand the vulnerabilities perceived by men in the context of the Covid-19 pandemic. Methods socio-historical, qualitative study, carried out from the results of online research in all regions of Brazil. The sample consisted of 200 men. The data were processed and analyzed methodologically by the Collective Subject Discourse, supported by the framework of epidemic disease. Results men perceived the vulnerabilities due to the existence of chronic diseases in them and in the family, the need to maintain a work routine that limits the adoption of social distance, the uncertainties generated by the pandemic, which threatens the maintenance of employment and the professional achievement projects, in addition to the discomfort caused by the interruption of sexual interactions. Conclusion men's perceptions of vulnerabilities in the pandemic revolved around health, professionalization, work and sexuality.
Descritores: Comportamentos Relacionados com a Saúde
Infecções por Coronavirus
Análise de Vulnerabilidade
Saúde do Homem
Masculinidade
Pandemias
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135771
Autor: Baére, Felipe de; Zanello, Valeska.
Título: Suicídio e masculinidades: uma análise por meio do gênero e das sexualidades / Suicidio y masculinidades: un análisis a través del género y de las sexualidades / Suicide and masculinities: an analysis through gender and sexualities
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e44147, 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO. A epidemiologia brasileira do comportamento suicida, no que tange ao gênero, é análoga à maioria dos países no cenário internacional, de acordo com a pesquisa da Organização Mundial de Saúde, envolvendo 172 nações. No Brasil, o número de óbitos por suicídio é de três a quatro vezes maior entre os homens e, além disso, pesquisas revelam que a prevalência de tentativas de autoextermínio pode ser maior na população sexo-diversa masculina. A partir dos dados estatísticos que inferem questões de gênero e de sexualidade relacionadas ao sofrimento psíquico de homens, a presente pesquisa teve como escopo analisar qualitativamente, por meio das teorias das masculinidades, relatos biográficos de homens gays, bissexuais e heterossexuais que já manifestaram o comportamento suicida. O intuito foi dar enfoque nos contextos de sofrimento que levaram os sujeitos às ideações e tentativas de autoextermínio. Ao final, as categorias identificadas apontam para similaridades e distinções nas narrativas de cada grupo de orientação sexual e evidenciam a forma como a não correspondência à masculinidade hegemônica se expressa nas sexualidades estudadas.

RESUMEN La epidemiología brasileña del comportamiento suicida, con respecto al género, es análoga a la mayoría de los países en el escenario internacional, de acuerdo con la investigación de la Organización Mundial de la Salud, con 172 naciones. En Brasil, el número de muertes por suicidio es de tres a cuatro veces mayor entre los hombres y, además, investigaciones revelan que la prevalencia de intentos de suicídio puede ser mayor en la población sexodiversa masculina. Con base en los datos estadísticos que infieren las cuestiones de género y sexualidad relacionadas con el sufrimiento psicológico de los hombres, la presente investigación tuvo como objetivo analizar cualitativamente, a través de las teorías de la masculinidad, los relatos biográficos de hombres homosexuales, bisexuales y heterosexuales que ya manifestaron conductas suicidas. La intención fue centrarse en los contextos de sufrimiento que llevaron a los participantes a ideas e intentos de autodestrucción. Al final, las categorías identificadas señalan similitudes y distinciones en las narrativas de cada grupo de orientación sexual y muestran cómo la falta de correspondencia con la masculinidad hegemónica se expresa en las sexualidades estudiadas.

ABSTRACT. The Brazilian suicidal behavior epidemiology, in what concerns to gender, is analogous to most countries in the international scenario, according to the World Health Organization survey, with 172 nations. In Brazil, the number of suicide deaths is three to four times higher among men and, in addition, research shows that the prevalence of self-extermination attempts may be higher in the male sex-diverse population. Based on the statistical data that infer gender and sexuality issues related to the psychological suffering of men, the present research aimed to qualitatively analyze, through the theories of masculinities, the biographical reports of gay, bisexual and heterosexual men who have already manifested suicidal behavior. The intention was to focus on the contexts of suffering that led the participants to ideations and attempts at self-extermination. In the end, the categories identified point to similarities and distinctions in the narratives of each sexual orientation group and show how the non-correspondence to hegemonic masculinity is expressed in the studied sexualities.
Descritores: Suicídio/psicologia
Masculinidade
-Comportamento Sexual/psicologia
Estresse Psicológico/psicologia
Virilismo/psicologia
Bissexualidade/psicologia
Homossexualidade/psicologia
Fatores Epidemiológicos
Sexualidade/psicologia
Heterossexualidade/psicologia
Morte
Homofobia/psicologia
Minorias Sexuais e de Gênero/psicologia
Violência de Gênero/psicologia
Identidade de Gênero
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  3 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055739
Autor: Jacques-Aviñó, Constanza; Andrés, Anna de; Roldán, Llanos; Fernández-Quevedo, Manuel; Olalla, Patricia García de; Díez, Elia; Romaní, Oriol; Caylà, Joan A.
Título: Trabajadores sexuales masculinos: entre el sexo seguro y el riesgo. Etnografía en una sauna gay de Barcelona, España / Male sex workers: between safe sex and risk. Ethnography in a gay sauna in Barcelona, Spain
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(12):4707-4716, dez. 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Esta etnografía se realizó en Barcelona, ciudad que ofrece diferentes recursos de ocio homosexual, como las saunas gay. El objetivo fue analizar desde los estudios sobre género y masculinidades, cómo se articula la sexualidad, la percepción sobre la infección por VIH y otras infecciones de transmisión sexual (ITS), y las medidas preventivas en trabajadores sexuales masculinos (TSM) usuarios de saunas gay. Se realizaron 10 entrevistas en profundidad y observación entre 2012 y 2016. Las prácticas de sexo seguro son más frecuentes con clientes, mientras que las de riesgo se realizan más con parejas no comerciales. La orientación sexual juega un rol relevante, los homosexuales asumen más prácticas de riesgo en el trabajo sexual que los heterosexuales. Consumo de drogas o la escasez de redes de apoyo se relacionaron con mayor vulnerabilidad social y conductas de riesgo. Contraer el VIH aún genera miedo, mientras que tener otras ITS se percibe como parte de la vida sexual de un hombre. El TSM afianza una masculinidad con múltiples parejas sexuales, breadwinner y por otra parte, cuestiona un modelo heteronormativo. Las intervenciones para la prevención del VIH e ITS en este colectivo, deberían considerar los determinantes sociales como las precarias alternativas laborales y el ofrecer mayor soporte social.

Abstract This ethnography was conducted in Barcelona, a city that provides different gay leisure resources, such as gay saunas. We aimed to analyze from studies on gender and masculinities, how sexuality, perception of HIV infection and other sexually transmitted infections (STIs), and preventive measures are articulated in gay sauna male sex workers (MSW). Ten in-depth interviews and observation were conducted between 2012 and 2016. Safe sex practices are more frequent with clients, while risk practices are carried out more with non-commercial partners. Sexual orientation plays an important role. Homosexuals assume riskier practices in sex work than heterosexuals. Drug use or lack of support networks were associated with higher social vulnerability and risk behaviors. Contracting HIV still creates fear, while having other STIs is perceived as part of a man's sexual life. The MSW affirms masculinity with concurrent sexual partners, breadwinner, and on the other hand, questions a heteronormative model. Interventions for the prevention of HIV and STIs in this group should consider social determinants such as inferior work alternatives and the provision of more significant social support.
Descritores: Banho a Vapor
Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Sexo Seguro/psicologia
Sexo sem Proteção/psicologia
Masculinidade
Profissionais do Sexo/psicologia
-Apoio Social
Espanha
Doenças Sexualmente Transmissíveis/transmissão
Infecções por HIV/prevenção & controle
Infecções por HIV/transmissão
Homossexualidade Masculina
Heterossexualidade
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/complicações
Pesquisa Qualitativa
Relações Interpessoais
Antropologia Cultural
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089463
Autor: Nascimento, Israel Ribeiro do; Neves, André Luiz Machado das; Rodrigues, Priscila Freire; Teixeira, Elizabeth.
Título: Representações sociais de masculinidades no curta-metragem "Aids, escolha sua forma de prevenção" / Social representations of masculinities in the short film "Aids, choose your form of prevention"
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(3):879-890, mar. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo tem por objetivo compreender as representações sociais de masculinidades na campanha do Ministério da Saúde sobre Prevenção Combinada/2016, do curta-metragem "Aids, escolha sua forma de prevenção". Realizou-se uma pesquisa exploratória, com abordagem qualitativa, realizada no Portal sobre Aids, infecções sexualmente transmissíveis e hepatites virais, do Departamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais. Os resultados apontaram cinco categorias organizadoras das representações sociais sobre masculinidades. Concluiu-se que as representações sociais de masculinidades no curta-metragem reproduziram valores hegemônicos do papel social masculino.

Abstract This article aims to understand the social representations of masculinities in the campaign by the Ministry of Health on Combined Prevention/2016, from the short film "AIDS, choose your form of prevention". An exploratory, qualitative approach was conducted at the AIDS Portal, Sexually Transmitted Infections and Viral Hepatitis, Department of Sexually Transmitted Infections, AIDS and Viral Hepatitis. The results pointed out five organizing categories of social representations about masculinities. It was concluded that the social representations of masculinity in the short film reproduced hegemonic values of the masculine social role.
Descritores: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Masculinidade
Fatores Sociológicos
Filmes Cinematográficos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-1094151
Autor: Peña Nole, Nancy; Ancajima Ypanaqué, J.
Título: Masculinidad, a propósito del artículo "Caracterización de la conducta sexual y reproductiva en adolescentes femeninas" / Masculinity, a propos of the article "Characterization of the sexual and reproductive behavior in female adolescents"
Fonte: Rev. medica electron;41(6):1570-1573, oct.-dic. 2019. graf.
Idioma: es.
Descritores: Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos
Masculinidade
Saúde Reprodutiva
Saúde Sexual
-Comportamento de Escolha
Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Características Culturais
Tomada de Decisões
Estudos de Avaliação como Assunto
Comportamentos de Risco à Saúde
Correlação de Dados
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Carta
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas


  6 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vasconcellos, Luiz Carlos Fadel de
Texto completo
Id: biblio-1089534
Autor: Miranda, Sérgio Vinícius Cardoso de; Duraes, Pamela Scarlatt; Vasconcellos, Luiz Carlos Fadel de.
Título: A visão do homem trabalhador rural norte-mineiro sobre o cuidado em saúde no contexto da atenção primária à saúde / The vision of the rural male worker from north Minas Gerais on health care in the context of primary health care
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1519-1528, abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo objetivou compreender as percepções de homens trabalhadores rurais, residentes em um território do norte de Minas Gerais, Brasil, frente às práticas de cuidado desenvolvidas durante o seu processo produtivo. Trata-se de pesquisa qualitativa, com aplicação da técnica de observação de campo, registros em um diário e realização de entrevistas individuais. Para a análise dos dados foi utilizado o método da hermenêutica-dialética, possibilitando a construção de três categorias temáticas. Os homens pesquisados possuem uma visão baseada no modelo assistencial curativo e na grande dependência pelo médico. Alguns relacionaram práticas de cuidado em saúde com hábitos e estilo de vida saudável, como a alimentação; hidratação e não consumir álcool e/ou tabaco. Importante destacar que a maioria dos homens considerou o trabalho como uma ferramenta para cuidar da saúde, tendo relação direta com a prevenção dos riscos ocupacionais. Nessa conjuntura, os profissionais da atenção primária à saúde devem incentivar o distanciamento desse modelo dito biomédico, prescritivo e não preventivo que ainda predomina na visão da população brasileira e principalmente na cultura masculina e nos territórios rurais, buscando um olhar integral para a promoção e manutenção da saúde.

Abstract This paper aimed to understand the perceptions of rural male workers, residents in a northern territory of Minas Gerais, Brazil, regarding care practices developed during their production process. This is a qualitative research, with the application of the field observation technique, with records on a diary and accomplishment of individual interviews. Data analysis used the hermeneutic-dialectic method, allowing for the construction of three thematic categories. The men surveyed have a vision based on curative care model and on great dependence on the physician. Some related healthcare practices with habits and healthy life style, such as nutrition; hydration and non-consumption of alcohol and/or tobacco. It is important to highlight that most of the men considered the job as a tool for health care, having a direct relationship with the prevention of occupational risks. In this context, the primary healthcare professionals should encourage the distancing from the biomedical, prescriptive and non-preventive model that still predominates in the vision of the Brazilian population and mainly in the male culture and in rural areas, seeking an integral look for health promotion and maintenance.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
População Rural
Atitude Frente a Saúde
Assistência à Saúde
Fazendeiros/psicologia
-Trabalho
Brasil
Saúde da População Rural
Pesquisa Qualitativa
Comportamento Alimentar
Masculinidade
Política de Saúde
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1059208
Autor: Ribeiro, Amanda Karoline de Oliveira; Silveira, Lia Carneiro.
Título: Transphobia and abjection: possible dialogues between psychoanalysis and queer theory / Transfobia e abjeção: diálogos possíveis entre a psicanálise e a teoria queer
Fonte: Ágora (Rio J. Online);23(1):66-74, Jan.-Apr. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: A transfobia, enquanto prática de violência e exclusão, é infligida de diversas formas contra indivíduos travestis e transexuais, sendo as trans significativamente mais atingidas. Neste artigo, estabelecemos um diálogo com o conceito de corpos abjetos de Judith Butler e as formulações da psicanálise acerca da constituição do sujeito e teoria da sexuação com o objetivo de pensar a transfobia enquanto um fenômeno de segregação. Nossa hipótese é que a trans pode funcionar como uma lente de aumento sobre o gozo não codificado pela linguagem, essa espécie de aberração que espreita todo ser falante, mas da qual nada queremos saber.

Abstract: Transphobia, as a practice of violence and exclusion, is inflicted in several ways against transvestites and transsexuals, but the "trans" women are significantly more affected. In this article we make a dialogue between Judith Butler's concept of abject bodies and Psychoanalysis formulations about the constitution of the subject and the theory of sexuation, aiming to think transphobia as a phenomenon of segregation. Our hypothesis is that the "trans" women figures may work as a magnifying glass over the jouissance not encoded by language, this type of aberration that peeks every speaking being, which we don't want to know about.
Descritores: Psicanálise
Transexualidade
Transfobia
-Feminilidade
Masculinidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1194.1 - BT - Biblioteca


  8 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146079
Autor: SILVA, Arley Marinho da Silva e; MOREIRA, Lucas Souza e Silva; COSTA, Rômulo de Sena; SOUSA, Anderson Reis de; ALVES, Gilson Vieira; CARDOSO, Gustavo Marques Porto; FERREIRA, Marcelle Esteves Reis.
Título: Corporeidade, masculinidades e o cuidado à saúde de homens frequentadores de academias de musculação / Corporeality, masculinities and health care for men who attend weight training gyms / Corporalidad, masculinidades y cuidado de la salud para hombres que asisten a gimnasios de musculación
Fonte: REVISA (Online);9(4):761-722, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Apreender o discurso coletivo de homens frequentadores de academias de musculação sobre a corporeidade, as masculinidades e o cuidado à saúde. Método: Estudo descritivo, qualitativo, realizado com 50 homens praticantes de musculação e Cross Training em 10 academias privadas em um município da Bahia, Brasil, entre os meses agosto a outubro de 2017. Os dados foram analisados sob o método do Discurso do Sujeito Coletivo e interpretados à luz dos referenciais teóricos de corporeidade e masculinidades. Resultados: A relação entre a corporeidade, as masculinidades e os cuidados de saúde estão estruturadas no alcance da satisfação corporal que está intimamente ligada ao imaginário social do corpo atlético e esteticamente equilibrado; sob a inspieração de atletas famosos. Há mobilização masculina para realizar transformações corporais de investimento na estética e imagem corporal, influenciada pela prática da musculação e/ou do Cross Training, que também mobilizam a prática de cuidados de saúde corporais e estéticas. Conclusão: Há expressiva concentração masculina da cultura do corpo atlético, influenciado pela prática da musculação e do Cross Training, que os tornam capazes de manter as atividades da vida diária como o trabalho, melhoria do desempenho físico, do controle de doenças e agravos em saúde e do alcance e/ou manutenção do bem-estar e da qualidade de vida.

To apprehend the collective discourse of men who attend gym training centers on corporeality, masculinities and health care. Method: Descriptive, qualitative study, conducted with 50 men practicing weight training and Cross Training in 10 private gyms in a municipality in Bahia, Brazil, between August and October 2017. The data were analyzed using the Collective Subject Discourse method and interpreted in the light of the theoretical references of corporeality and masculinities. Results: The relationship between corporeality, masculinities and health care are structured to achieve body satisfaction that is closely linked to the social imagery of the athletic and aesthetically balanced body; under the inspiration of famous athletes. There is a male mobilization to carry out body transformations of investment in aesthetics and body image, influenced by the practice of bodybuilding and / or Cross Training, which also mobilize the practice of body and aesthetic health care. Conclusion: There is an expressive male concentration of the culture of the athletic body, influenced by the practice of weight training and Cross Training, which make them capable of maintaining activities of daily living such as work, improvement of physical performance, control of diseases and health problems. and the reach and / or maintenance of well-being and quality of life.

Aprehender el discurso colectivo de hombres que asisten a centros de formación de gimnasios sobre corporeidad, masculinidades y cuidados de la salud. Método: Estudio descriptivo, cualitativo, realizado con 50 hombres practicando pesas y Cross Training en 10 gimnasios privados de un municipio de Bahía, Brasil, entre agosto y octubre de 2017. Los datos fueron analizados mediante el método de Discurso Colectivo del Sujeto. e interpretado a la luz de los referentes teóricos de corporalidad y masculinidades. Resultados: La relación entre corporeidad, masculinidades y cuidados de la salud se estructuran para lograr la satisfacción corporal que está estrechamente ligada al imaginario social del cuerpo atlético y estéticamente equilibrado; bajo la inspiración de deportistas famosos. Existe una movilización masculina para realizar transformaciones corporales de inversión en estética e imagen corporal, influenciada por la práctica del culturismo y / o Cross Training, que también movilizan la práctica del cuidado corporal y de la salud estética. Conclusión: Existe una concentración expresiva masculina de la cultura del cuerpo atlético, influenciada por la práctica del entrenamiento con pesas y Cross Training, que los hacen capaces de mantener actividades de la vida diaria como el trabajo, la mejora del rendimiento físico, el control de enfermedades y problemas de salud. y el alcance y / o mantenimiento del bienestar y la calidad de vida.
Descritores: Exercício Físico
Saúde do Homem
Treinamento de Resistência
Masculinidade
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2040.1 - Biblioteca Central


  9 / 160 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1145775
Autor: SOUSA, Anderson Reis de.
Título: Produzir cuidado à saúde de homens e suas masculinidades: uma prioridade / Produce health care for men and their masculinities: a priority / Producir cuidados de salud para hombres y sus masculinidades: una prioridade
Fonte: REVISA (Online);9(4):681-684, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: A produção do cuidado à saúde de homens deve se apresentar como uma prioridade da atenção em todo o planeta. Em quase todos os contextos globais os homens, especialmente àqueles com identidade de gênero cisgênera, morrem mais cedo, apresentam elevada morbidade, estão mais expostos a conviveram com situações de risco para a saúde e tem revelado declínio na adoção de práticas de cuidado consideradas saudáveis
Descritores: Saúde do Homem
Masculinidade
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR2040.1 - Biblioteca Central


  10 / 160 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1145567
Autor: Casadei, Eliza Bachega; Kudeken, Victoria Sayuri Freire dos Santos.
Título: A masculinidade tóxica no discurso da saúde pública: estratégias de convocação dos homens em campanhas do SUS / Toxic masculinity in the public health discourse: strategies for exhorting men in campaigns carried out by SUS / Masculinidad tóxica en el discurso de la salud pública: estrategias de convocatoria de los hombres en campañas elaboradas por el SUS
Fonte: RECIIS (Online);14(4):912-925, out.-dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Posto que há um imbricamento entre os discursos públicos de saúde que classificam patologias e os modos de subjetivação que se materializam em discursos de consumo, o objetivo do presente artigo é mapear discursos sobre masculinidade que se entrecruzam no discurso da saúde pública sobre masculinidade tóxica. A partir dos pressupostos metodológicos da análise crítica do discurso, analisaremos os discursos que apelam para os modos de subjetivação em duas campanhas do SUS sobre masculinidade tóxica para que possamos explorar as formas de convocação do público masculino nelas presentes. É possível observar, em tais campanhas, a contraposição narrativa entre uma masculinidade saudável e outra doente, o deslocamento da responsabilidade pela saúde das instituições sociais para o indivíduo e elementos de legitimação do discurso que reforçam a masculinidade hegemônica nas mesmas peças (no caso, vídeos) que visam questioná-la.

Taking into account the overlap between the public health discourses classifying pathologies and the modes of subjectivation that are materialized in consumption discourses, the purpose of this article is to map discourses on masculinity that are intertwined in the public health discourse on toxic masculinity. Based on the methodological assumptions of the critical discourse analysis, we will analyze discourses that appeal to modes of subjectivation in two campaigns carried out by SUS against toxic masculinity so that we can explore the ways of exhorting male audience used by them. In these campaigns, it is possible to observe a narrative about healthy masculinity in contrast to a sick masculinity, the displacement of the responsibility for health from social institutions to an individual responsability, and elements to legitimate discourse reinforcing the hegemonic masculinity in the same videos that aim to question it.

Dado que existe una superposición entre los discursos de salud pública que clasifican las patologías y los modos de subjetivación que se materializan en los discursos de consumo, el objetivo de este artículo es mapear los discursos sobre la masculinidad que se entrelazan en el discurso de la salud pública sobre la masculinidad tóxica. Con base en los presupuestos metodológicos del análisis crítico del discurso, analizaremos los discursos que apelan a los modos de subjetivación en dos campañas elaboradas por el SUS sobre masculinidad tóxica para que podamos explorar las formas de convocatoria de la audiencia masculina presentes en ellas. Es posible observar, en tales campañas, la contraposición en cada narrativa entre una masculinidad sana y una masculinidad enferma, el desplazamiento de la responsabilidad de la salud de las instituciones sociales para el individuo y los elementos de legitimación del discurso que refuerzan la masculinidad hegemónica en lo mismo video que tiene el objetivo de cuestionar ese tipo de conducta.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Comunicação
Discurso
Masculinidade
-Comportamento Social
Violência
Saúde Pública
Comportamento Perigoso
Saúde do Homem
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde