Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.813.527 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 35 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 35 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1366189
Autor: Fontes, Eduardo de Oliveira Bueno Queiroz.
Título: O torcer no futebol como possibilidade de lazer: um estudo comparado entre os relatos autobiográficos de Nick Hornby (Arsenal) e Grant Farred (Liverpool) / Football fans in soccer as a possibility of leisure: a comparative study between the autobiographic reports of football supporters Nick Hornby (Arsenal) and Grant Farred (Liverpool
Fonte: Licere (Online);25(1):26-67, mar.2022.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo realiza um estudo comparativo entre as obras Fever Pitch, de Nick Hornby, e Long Distance Love ­ a passion for football, de Grant Farred. A proposta é analisar o que se refere aos conceitos de "memória e identidade" e "autobiografia esportiva", como também investigar a forma como os autores apresentam o "ato de torcer" em suas obras para, então, preencher uma lacuna em relação ao estudo comparativo, nos apropriando das diferenças e semelhanças entre as narrativas. Para isso, a metodologia escolhida tomou como base a pesquisa das teorias autobiográficas, em especial o pacto autobiográfico de Philippe Lejeune e Andrew C. Sparkes. Ademais, foram utilizados os conceitos sobre memória e identidade adotados por Stuart Hall, Joel Candau, Michael Pollak e Maurice Halbwachs e as definições sobre historiografia de Alain Courbin e Matthew Taylor. Além da leitura analítica dos livros selecionados, realizou-se uma pesquisa em trabalhos publicados sobre os autores em livros, jornais e periódicos. As décadas de 1970 e 1980 foram selecionadas para que fosse possível efetuar uma comparação entre as obras, considerando que têm, como centralidade, além do torcedor de futebol e sua passionalidade clubística, a literatura esportiva inglesa. Nick, torcedor do Arsenal. Grant, torcedor do Liverpool. Ambos apresentam suas tragédias e epifanias, exibidos num enredo em que a paixão pelo futebol e, principalmente, por seus times, é tratada como uma obsessão, pois promove uma junção entre viver e torcer, tornando-os elementos inseparáveis. Os autores viviam em realidades diferentes. Nick, branco, morava na Inglaterra e podia acompanhar o Arsenal nos jogos. Grant, negro, morava na África do Sul em pleno regime do Apartheid e torcia para o Liverpool, um time eminentemente racista, que não aceitava jogadores negros. A realidade dos torcedores/autores foi retratada neste artigo de forma a mostrar que a relação entre eles é bem maior do que se pode ler em uma autobiografia.

This article performs a comparative study between the works Fever Pitch, by Nick Hornby, and Long Distance Love - a passion for football, by Grant Farred. The proposal is to analyze what refers to the concepts of "memory and identity" and "sports autobiography", as well as to investigate the way in which the authors present the "act of supporting football" in their works to then fill a gap in relation to the comparative study, appropriating the differences and similarities between the narratives. For this, the methodology chosen was based on the research of autobiographical theories, in particular the autobiographical pact of Philippe Lejeune and Andrew C. Sparkes. In addition, the concepts of memory and identity adopted by Stuart Hall, Joel Candau, Michael Pollak and Maurice Halbwachs and the definitions of historiography by Alain Courbin and Matthew Taylor were used. In addition to the analytical reading of the selected books, a research was carried out on published works about the authors in books, newspapers, and periodicals. The 1970s and 1980s were selected so that it was possible to make a comparison between the works, considering that, in addition to the soccer fan and his clubistic passion, English sports literature is central. Nick, Arsenal fan. Grant, Liverpool supporter. Both present their tragedies and epiphanies, displayed in a plot in which the passion for football and, especially, for their teams, is treated as an obsession, as it promotes a junction between living and cheering, making them inseparable elements. The authors lived in different realities. Nick, white, lived in England and could follow Arsenal in the games. Grant, a black man, lived in South Africa under the Apartheid regime and rooted for Liverpool, an eminently racist team that did not accept black players. The reality of the fans / authors was portrayed in this article to show that the relationship between them is much greater than what can be read in an autobiography.
Descritores: Futebol/história
Autobiografias como Assunto
Identificação Social
Comportamento de Massa
Antropologia Cultural
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1279051
Autor: Coutinho, Luciana Gageiro.
Título: Ocupa Escola: tratamento aos impasses da adolescência no laço social? / Ocupar la escuela: ¿tratamiento de impasses de la adolescencia en el vínculo social? / Occupy School: treatment to the impasses of adolescence in the social bond?
Fonte: Estilos clín;25(1):63-76, jan.-abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo parte do pressuposto de que pensar a adolescência é também refletir sobre os impasses no laço social, incluindo-se aí o laço educativo e os discursos que o constituem. Sustenta que, no contexto escolar brasileiro, os laços dos adolescentes com a família e com a escola são muitas vezes marcados pela condição de vulnerabilidade social e por discursos educativos atravessados por especialismos e por exigências produtivistas. Esses sujeitos adolescentes são assim silenciados e tal condição de desamparo discursivo incide sobre o trabalho da adolescência dificultando a passagem do discurso infantil referido à família para os discursos sociais referidos ao Outro social. Defende que o sofrimento psíquico desses adolescentes é sociopolítico, ou seja, diz respeito aos impasses provenientes dos lugares que ocupam no laço social e nos discursos dominantes, de modo que o seu tratamento deve se dar também na dimensão do coletivo. Aborda alguns extratos de uma pesquisa sobre as ocupações das escolas ocorridas entre 2015 e 2017 em todo o Brasil para pensar sobre o trabalho da adolescência e um tratamento possível aos impasses no laço social que se apresentam na escola em nosso contexto contemporâneo.

El artículo supone que al pensar la adolescencia también se está reflexionando sobre los impasses en el vínculo social, incluido el vínculo educativo y los discursos que lo constituyen. Sostiene que, en el contexto escolar brasileño, los lazos de los adolescentes con la familia y la escuela suelen estar marcados por la condición de vulnerabilidad social en la que se encuentran y por discursos educativos atravesados por especialidades y demandas productivistas. Estos sujetos adolescentes son a menudo silenciados y esta condición de desamparo discursivo afecta el trabajo de la adolescencia, dificultando el pasaje del discurso infantil referido a la familia a los discursos sociales referidos al Otro social. Sostiene que el sufrimiento psíquico de estos adolescentes es sociopolítico, es decir, se refiere a los impasses que surgen de los lugares que ocupan en el vínculo social y en los discursos dominantes, por lo que su tratamiento también debe tener lugar en la dimensión colectiva. Discute algunos extractos de una investigación sobre las ocupaciones escolares que tuvieron lugar entre 2015 y 2017 en todo el Brasil para reflexionar sobre el trabajo de la adolescencia y un posible tratamiento para los impasses en el vínculo social que se presentan en la escuela en nuestro contexto contemporáneo.

The article assumes that thinking about adolescence is also think about the impasses in the social bond, including the educational bond and the discourses that constitute it. It argues that, in the brazilian school context, adolescents' ties with family and school are often marked by the condition of social vulnerability in which they find themselves and by educational discourses traversed by specialties and productivist demands. These subjects are then silenced and this condition of discursive helplessness affects the work of adolescence, making it difficult the passage from the child discurse refered to family to social discourses refered to the social Other. It argues that the psychic suffering of these adolescents is sociopolitical, that is, it concerns the impasses arising from the places they occupy in the social bond and in the dominant discourses, so that their treatment must also take place in the collective dimension. It discusses some extracts from a research about school occupations that took place between 2015 and 2017 in Brazil to think about some relations between the work of adolescence and a possible treatment to the impasses in the social bond that are present at school in our contemporary context.
Descritores: Comportamento do Adolescente/psicologia
Setor Público
Redes Comunitárias
Educação
Comportamento de Massa
Apego ao Objeto
-Psicanálise
Política Pública
Angústia Psicológica
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  3 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101066
Autor: Aquino, Estela M. L; Silveira, Ismael Henrique; Pescarini, Julia Moreira; Aquino, Rosana; Souza-Filho, Jaime Almeida de.
Título: Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil / Social distancing measures to control the COVID-19 pandemic: potential impacts and challenges in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2423-2446, Mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A pandemia de COVID-19 tem desafiado pesquisadores e gestores a encontrar medidas de saúde pública que evitem o colapso dos sistemas de saúde e reduzam os óbitos. Esta revisão narrativa buscou sistematizar as evidências sobre o impacto das medidas de distanciamento social na epidemia de COVID-19 e discutir sua implementação no Brasil. Foram triados artigos sobre o efeito do distanciamento social na COVID-19 no PubMed, medRXiv e bioRvix, e analisados atos do poder público nos níveis federal e estadual para sumarizar as estratégias implementadas no Brasil. Os achados sugerem que o distanciamento social adotado por população é efetivo, especialmente quando combinado ao isolamento de casos e à quarentena dos contatos. Recomenda-se a implementação de medidas de distanciamento social e de políticas de proteção social para garantir a sustentabilidade dessas medidas. Para o controle da COVID-19 no Brasil, é imprescindível que essas medidas estejam aliadas ao fortalecimento do sistema de vigilância nos três níveis do SUS, que inclui a avaliação e uso de indicadores adicionais para monitorar a evolução da pandemia e o efeito das medidas de controle, a ampliação da capacidade de testagem, e divulgação ampla e transparente das notificações e de testagem desagregadas.

Abstract The COVID-19 pandemic has challenged researchers and policy makers to identify public safety measures forpreventing the collapse of healthcare systems and reducingdeaths. This narrative review summarizes the available evidence on the impact of social distancing measures on the epidemic and discusses the implementation of these measures in Brazil. Articles on the effect of social distancing on COVID-19 were selected from the PubMed, medRXiv and bioRvix databases. Federal and state legislation was analyzed to summarize the strategies implemented in Brazil. Social distancing measures adopted by the population appear effective, particularly when implemented in conjunction with the isolation of cases and quarantining of contacts. Therefore, social distancing measures, and social protection policies to guarantee the sustainability of these measures, should be implemented. To control COVID-19 in Brazil, it is also crucial that epidemiological monitoring is strengthened at all three levels of the Brazilian National Health System (SUS). This includes evaluating and usingsupplementary indicators to monitor the progression of the pandemic and the effect of the control measures, increasing testing capacity, and making disaggregated notificationsand testing resultstransparentand broadly available.
Descritores: Espaço Pessoal
Pneumonia Viral/prevenção & controle
Pneumonia Viral/epidemiologia
Infecções por Coronavirus/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus
-Pneumonia Viral/transmissão
Política Pública
Isolamento Social
Brasil/epidemiologia
Controle de Doenças Transmissíveis
Saúde Global/estatística & dados numéricos
Infecções por Coronavirus
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Técnicas de Laboratório Clínico/estatística & dados numéricos
Atenção à Saúde
Regulamentação Governamental
Fortalecimento Institucional
Monitoramento Epidemiológico
Comportamento de Massa
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-690194
Autor: Costa, Simone de Melo; Dias, Orlene Veloso; Dias, André Costa Alencar; Souza, Thaynara Rocha de; Canela, João dos Reis.
Título: Trote universitário: diversão ou constrangimento entre acadêmicos da saúde? / Rito de iniciación universitario: diversión o avergonzamiento entre académicos de la salud? / University hazing: amusement or embarrassment among academic health?
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);21(2):350-358, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo objetivou identificar, entre universitários, a opinião acerca da participação no trote de calouros, bem como os possíveis constrangimentos relacionados. Participaram 202 estudantes com idade média de 20 anos, que correspondem a 80,8% dos universitários da instituição. A maioria (77,5%) não vê o trote como violência e 67,8% dele participaram ao ingressar no curso. Entre os que percebem o trote como violência, não houve diferença entre sexo e o curso (p>0,05). No entanto, a opinião prevalente daqueles com maior idade (p<0,05), que não participaram do trote (p<0,05), considera-o constrangedor (p<0,05). Se grande parte dos estudantes avaliou positivamente o trote, mas os não participantes sentiram-se constrangidos, pode-se questionar em que medida as instituições de ensino superior podem continuar admitindo o trote como rito de passagem ou até que ponto se deve classificá-lo como processo opressivo, apesar de naturalizado.

El objetivo del estudio fue identificar entre los académicos, la opinión acerca de la participación en una novatada de estudiantes de primer año y las posibles consternaciones relacionadas. Acudieron 202 estudiantes con un promedio de edad de 20 años, lo que corresponde al 80,8% de los estudiantes de la institución. La mayoría (77,5%) no ve a las novatadas como una violencia y el 67,8% participaron al ingresar al curso. Entre aquellos que perciben al rito como violencia, no hubo diferencia entre el sexo y el curso (p> 0,05). Sin embargo, la opinión predominante entre los mayores (p <0,05), los que no participaron en las novatadas (p <0,05), lo consideran vergonzoso (p <0,05). Si la mayoría de los alumnos evaluaron positivamente el rito, pero, los que no s participaron se sintieron avergonzados, cabe preguntarse hasta qué punto las instituciones de educación superior pueden seguir admitiendo novatadas como un rito de pasaje o en qué medida se debe clasificarlo como proceso opresivo, aunque naturalizado.

The study aimed to identify among academics the opinion about participation in freshmen hazing and possible constraints related. Two hundred and two students with a mean age of 20 years participated, which corresponds to 80.8% of the students of the institution. The majority (77.5%) does not see hazing as embarrassment and 67.8% has participated on it to join the course. Among those who perceive hazing as violence, there was no difference between gender and course (p> .05). If most of the students evaluated positively the hazing, even feeling constrained about it, one might question the extent to which higher education institutions can continue admitting hazing as a rite of passage or to what extent it should sort it process as oppressive, though naturalized.
Descritores: Comportamento Social
Estudantes de Ciências da Saúde
Violência
Comportamento de Massa
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-841985
Autor: Carretero, Gustavo Henrique.
Título: Apontamentos sobre a violência da cultura em Freud, Adorno e Marcuse / Notes on the violence of culture in Freud, Adorno and Marcuse / Notas sobre la violencia de la cultura en Freud, Adorno y Marcuse
Fonte: Pesqui. prát. psicossociais;11(2):499-513, dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem como objetivo identificar como as categorias indivíduo e sociedade se relacionam em Freud, Adorno e Marcuse. Para tanto, foram analisadas três obras de Freud (Totem e tabu, 1913/1996; Psicologia das massas e análise do ego, 1921/1996, e Mal-estar na civilização, 1930/1996). Os resultados foram interpretados a partir das contribuições da Teoria Crítica da Sociedade proposta por Theodor W. Adorno e Herbert Marcuse. A cultura aparece como elemento importante na mediação da relação indivíduo e sociedade. Um dos aspectos que se destacou nas análises das obras freudianas foi a violência da cultura. As análises de Adorno e Marcuse aprofundam tal elemento ao inserir tal discussão nas reflexões acerca da sociedade capitalista. Um dos riscos de tal processo é a agressividade despertada por este, que pode se tornar destrutividade contra a cultura. Todavia, tais processos são manejados conscientemente e inconscientemente para manutenção do status quo.

The article aims to identify how the categories as individual and society are related in Freud, Adorno and Marcuse. Therefore, three works of Freud were analyzed (Totem and Taboo, 1913/1996; Psychology of the masses and the analysis of the ego, 1921/1996, and Civilization and its discontents, 1930/1996). The results were interpreted according to the contributions of the critical theory of society proposed by Theodor W. Adorno and Herbert Marcuse. The culture appears as important element in mediating the relationship individual and society. One of the important aspects highlighted in the analysis of Freudian works was the violence of the culture. The analyses of Adorno and Marcuse deepen such element inserting such discussion in the reflections of the capitalist society. One of the risks of such a process is the aggression generated by this process that can become violence against the culture. However, such processes are managed consciously and unconsciously to maintaining the status quo.

El artículo tiene como objetivo identificar cómo se relacionan categorías de individuo y sociedad de Freud, Adorno y Marcuse. Se seleccionaron y analizaron tres obras de Freud (Tótem y tabú, 1913/1996; Psicología de las masas y análisis del ego, 1921/1996, y Malestar en la civilización, 1930/1996). Os resultados fueron interpretados con las aportaciones de la teoría crítica de la sociedad propuesta por Theodor W. Adorno y Herbert Marcuse. La cultura aparece como elemento importante en la mediación de la relación individuo y sociedad. Uno de los elementos que se destacaron en el análisis de las obras freudianas fue la violencia de la cultura. El análisis de Adorno y Marcuse profundizan tal elemento para insertar este tipo de discusión en las reflexiones sobre la sociedad capitalista. Uno de los riesgos resultantes de dicho proceso es la agresividad que puede convertirse en destructividad contra cultura. Sin embargo, tales procesos son administrados conscientemente e inconscientemente para mantener el status quo.
Descritores: Psicologia Social
Cultura
-Violência
Teoria Crítica
Individualidade
Comportamento de Massa
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058797
Autor: Ferreira, Patrícia do Prado.
Título: Coletividade e histeria: psicanálise e manifestações sociais / Collectivity and hysteria: psychoanalyses and social events / Colectividad e histeria: psicoanálisis y manifestaciones
Fonte: Rev. polis psique;8(2):67-92, maio-ago. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A proposta deste trabalho é trazer uma contribuição partindo da noção psicanalítica de histeria que percorre o avanço teórico em Freud e em Lacan, para dizer de organizações coletivas. Para isso, pretendemos dedicar-nos às elaborações de Freud (1921) sobre 'identificação por meio do sintoma' -- que dão margem a uma suposta 'histeria coletiva' -- e a posterior teoria dos discursos de Jacques Lacan (1969-1970) sobre o enquadramento dos laços sociais, nos atentando em sua provocação aos 'revolucionários' de maio de 1968, indicando-os como alocados ao que denominou de 'discurso da histérica'. Com isso, pretendemos defender, a partir da noção de histeria em psicanálise, a existência de ao menos dois desdobramentos diferentes que se originam do mesmo tipo clínico: 'histeria coletiva' e 'discurso da histeria'. Assim, tentamos contribuir para melhor compreensão das possibilidades e limitações das manifestações coletivas e grupamentos sociais, especialmente alguns que permearam a cena política brasileira nos últimos tempos. (AU)

The proposal of this paper is to bring a contribution starting from the psychoanalytic idea of hysteria that goes of theoretical advance by Freud and by Lacan to think about collective organisations. For this purpose, we intend to dedicate our studies especially to elaborations by Freud (1921) about 'identification to a symptom' - that permit it a suppose 'collective hysteria' - and the succeeding theory of the discourses by Lacan (1969-1970) about the social ties' framework, observing his provocation to the 'revolucionaries' of 1968 May, pointing them as being allocated to the 'Discourse of the Hysteric'. Therefore, we intend to defend from the idea of hysteria in psychoanalyses, the existence at least two different ramifications originating from the same clinical type. Thus, we will try to contribute to a better comprehension of the possibilities and limitations of the social events and social groups, especially those that permeated the Brazilian political scene in recent times. (AU)

La propuesta de este trabajo es aportar una contribución a respeto de las organizaciones colectivas partiendo de la formulación psicoanalítica de histeria, haciendo un recorrido por los avances teóricos encontrados en la obras de Freud y de Lacan. Nos dedicaremos a las elaboraciones de Freud acerca de la 'identificación a través del síntoma' - que abre una grieta para pensar en una supuesta 'histeria colectiva'- y la posterior teoría de los discursos de Lacan acerca del encuadre de los lazos sociales, llamando nuestra atención a su provocación a los 'revolucionarios' de mayo de 1968, indicándonos de que se trataba de hallarse emplazado en lo que él ha denominado el 'Discurso de la Histérica'. De esta manera, nuestra intención es defender, partiendo de la noción de histeria en psicoanálisis, la existencia de al menos dos desenlaces distintos que tienen origen en la misma tipología clínica. Así pensamos contribuir para avanzar en una mejor comprensión de las posibilidades y limitaciones de las manifestaciones, en especial algunos de los cuales formaron parte de la escenario político brasileño reciente. (AU)
Descritores: Política
Teoria Psicanalítica
Meio Social
Histeria/psicologia
Comportamento de Massa
-Sociedades
Brasil
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  7 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955630
Autor: Lara Junior, Nadir.
Título: A ideologia do capitalismo nos movimentos sociais brasileiros: os "nós-do-governo" / L'idéologie du capitalisme dans les mouvements sociaux brésiliens: les "nós-do-governo" / La ideología del capitalismo en los movimientos sociales brasileños: los "nós-do-governo" / The ideology of capitalism in Brazilian social movements: the "nós-do-governo"
Fonte: Psicol. USP;29(2):169-178, maio-ago. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste trabalho é compreender os processos ideológicos presentes na relação entre o Estado brasileiro e movimentos sociais durante os governos Lula e Dilma até junho de 2013. Para isso, veremos que há alguns sujeitos que gozam quando aderem a todo aparato cínico presente na sociedade capitalista e ainda se identificam com esse modo de vida. Por outro lado, há sujeitos que se indignam com essa situação e buscam se organizar politicamente, neste caso em movimentos sociais. Tratamos sobre esses sujeitos que se organizam politicamente, porque eles também sofrem as investidas do Estado brasileiro que usa do engodo para colocá-los na lógica cínica de controle social capitalista. Nessa lógica, o engodo é uma formação discursiva que coloca em jogo uma dimensão simbólica e imaginária para tomar cinicamente o outro como objeto de sua satisfação.

Résumé Le but de ce travail est de comprendre les processus idéologiques présents dans la relation entre l'État brésilien et les mouvements sociaux pendant le mandat gouvernemental de Lula et Dilma jusqu'à juin 2013. Pour cela, nous verrons qu'il y a quelques personnes qui extrapolent quand elles adhèrent à toute méthode cynique présente dans la société capitaliste et s'identifient même avec ce mode de vie. Nous traitons dans cet article de ces sujets qui s'organisent politiquement, parce qu'ils souffrent aussi des assauts de l'État brésilien qui utilisent des pièges pour les mettre dans la logique cynique de contrôle social capitaliste. Dans cette logique, le piège est une formation discursive qui met en jeu une dimension symbolique et imaginaire pour prendre cyniquement l'autre comme objet de sa satisfaction.

Resumen El objetivo de este trabajo es entender los procesos ideológicos en la relación entre el Estado brasileño y los movimientos sociales durante el gobierno Lula y Dilma hasta junio de 2013. Con este fin, veremos que hay algunas personas que gozan cuando se adhieren a todos este aparato cínico en la sociedad capitalista y todavía identificanse con esta forma de vida. Por otro lado, hay personas que están indignados con esta situación y tratan de organizarse políticamente, en este caso los movimientos sociales. Acerca de esos tipos que se organizan políticamente es que vamos tratar en este artículo, ya que también sufren la embestida del estado brasileño que utiliza "engodo" para ponerlos en la lógica cínica de control social capitalista. En esta lógica, el "engodo" es una formación discursiva que pone en juego una dimensión simbólica e imaginaria que toma cínicamente el otro como el objeto de su satisfacción.

Abstract The aim of this work is to understand the ideological processes in the relationship between Brazilian State and social movements during Lula and Dilma Rousseff Governments until June 2013. For this purpose, we will see that there are some subjects that enjoy themselves when join any cynical apparatuses in the capitalist society, and also identified themselves with this lifestyle. On the other side, there are subjects that are indignant with this situation and seek to politically organize themselves, in this case in social movements. The article discusses these politically organized subjects, since the Brazilian State uses the "engodo" to put them in the cynical logic of capitalist social control. In this logic, the "engodo" is a discursive formation that puts at stake a symbolic and imaginary dimension for one to take cynically the other as object of his satisfaction.
Descritores: Capitalismo
Ativismo Político
Comportamento de Massa
-Psicanálise
Limites: Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  8 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-987733
Autor: Campos, Vívian Tatiene Nunes; Corrêa, Laura Guimarães.
Título: "Agora é guerra": a presença do discurso mobilizador em campanhas de controle da dengue / "Let's go to war": the presence of the mobilizing discourse on dengue control campaigns / "Declarada la guerra": la presencia del discurso movilizador en campañas de control del dengue
Fonte: RECIIS (Online);13(1):62-74, jan.-mar. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é apresentar resultados de pesquisa sobre as campanhas publicitárias da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) veiculadas na televisão para controle da dengue, observando de que maneira a ideia de mobilização foi utilizada como estratégia discursiva. As peças foram estudadas a partir da perspectiva da nova análise do discurso proposta por Charaudeau, que concebe os discursos como resultantes de uma articulação de mão dupla entre os planos situacional e linguístico. Neste artigo, analisamos dois dos filmes publicitários veiculados nos anos 2010 e 2014, integrantes das campanhas 'Agora é Guerra ­ Todos contra Dengue' e 'Dengue ­ Ou a gente acaba com Ela ou Ela acaba com a gente'. Investigamos e questionamos tanto o discurso mobilizador adotado, que traz referências visuais, textuais e sonoras que remetem a uma guerra contra um inimigo comum, quanto as representações hegemônicas de gênero nas campanhas.

The aim of this article is to present results of a research on advertising campaigns by the Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais ­ SES-MG (Minas Gerais Department of Health) that were broadcast on television to control dengue fever, observing how the idea of mobilization was used as a discursive strategy. The pictures were studied from the perspective of the new discourse analysis proposed by Charaudeau, who conceives the discourses as resulting from a two-way articulation between the situational and linguistic aspects. In this article, we analyze two films broadcast on TV by the years 2010 and 2014, which are constituent parts of the campaigns "Agora é Guerra ­ Todos contra Dengue" (Let's go to war - everybody against the dengue fever) and "Dengue ­ Ou a gente acaba com Ela ou Ela acaba com a gente" (Dengue fever - either we annihilate It or It annihilate us). We investigate and question the mobilizing discourse adopted, which brings visual, textual and sonorous references sending people to a war against a common enemy, as well as the hegemonic representations of gender on the campaigns.

El objetivo de este artículo es presentar resultados de una investigación sobre las campañas publicitarias de la Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (Ministerio de Salud de la Provinicia de Minas Gerais) que fueron transmitidas en la televisión para controlar la dengue, observando de qué manera la idea de movilización fue utilizada como estrategia discursiva. Las imágenes fueron estudiadas desde la perspectiva del nuevo análisis del discurso propuesto por Charaudeau, que concibe los discursos como resultantes de una articulación de circulación en los dos sentidos entre los planos situacional y lingüístico. Analizamos dos vídeos publicitarios transmitidos en los años 2010 y 2014, integrantes de las campañas "Agora é Guerra ­ Todos contra Dengue" (Declarada la guerra - todos contra el dengue) y "Dengue ­ Ou a gente acaba com Ela ou Ela acaba com a gente" (Dengue - O la gente acaba con Ello o Ello acaba con la gente). Investigamos y cuestionamos tanto el discurso adoptado para movilizar, que trae referencias visuales, textuales y sonoras que remiten a una guerra contra un enemigo común, como las representaciones en que quedó clara la hegemonia de género en las campañas.
Descritores: Saúde Pública
Publicidade
Dengue
Anúncio de Utilidade Pública
Promoção da Saúde
-Recursos Audiovisuais
Conscientização
Aedes
Comunicação em Saúde
Comportamento de Massa
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-701658
Autor: Dias, Álvaro Machado.
Título: Do crescimento das taxas de depressão e de suas causas / On the increase in depression rates and its causes
Fonte: Ciênc. cogn;15(2):165-172, 2010. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo se propõe a colocar em relevo e discutir algumas perspectivas definidas em artigo recente sobre a etiologia e atual prevalência da depressão. Neste artigo, de 2008, Moreira desenvolve um engenhoso argumento (inspirado na "cultura do narcisismo") para explicar o 'aumento da depressão na sociedade atual', em face do que destaco: 1) Os estudos epidemiológicos que um dia deram substrato a este tipo de assunção são os mesmos que apontaram crescimento de alcoolismo, transtorno bipolar, síndrome do pânico e outros, de modo que uma explicação baseada "na cultura do narcisismo" precisaria explicitar porque e como esta cultura gera o crescimento das outras desordens, ou então diferenciar os eixos do crescimento da depressão; 2) Estudos epidemiológicos gigantescos e estatisticamente controlados mostram que as taxas de depressão vêm se mantendo constantes 'na sociedade atual'. Por fim, uma explicação alternativa para esta impressão de crescimento é oferecida.
Descritores: Depressão
Estudos Epidemiológicos
-Comportamento de Massa
Responsável: BR2474.1 - Biblioteca


  10 / 35 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-916032
Autor: Salztrager, Ricardo.
Título: A morte, a vida e os fenômenos de massa / Death, life and the mass phenomena
Fonte: Aletheia;49(2):8-19, jul.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: A proposta do artigo é analisar os diversos fenômenos de massa contemporâneos, visando problematizar o ponto de vista que destaca somente o papel de Eros (vida) na formação dos laços sociais. Tal ponto de vista, representado pela obra "O tempo das tribos" de Maffesoli, conduz à conclusão de que, nestas massas, há a construção de laços harmônicos entre semelhantes que se unem uns aos outros por empatia e ideais de comunhão. Para efetuarmos tal problematização, nos voltamos a alguns escritos de Freud que destacam que por detrás de todos os laços sociais, há um conflito entre Eros e Thanatos (morte) e também a alguns ensaios de Benjamin que valorizam o papel da morte na formação dos laços sociais. Assim, a morte será lida como uma tendência destrutiva, libertadora e criativa, que rompe com tudo o que se encontra constituído, para que algo de novo possa surgir.(AU)

The purpose of the paper is to analyze the various contemporary mass phenomena aimed to questioning the view that only highlights the role of Eros (life) in the formation of social links. This view, represented by the work "The time of the tribes" from Maffesoli, leads to the conclusion that these masses, there is the construction of harmonious links between similars that join each other for empathy and fellowship's ideals. To effectuate such questioning, we turn to some writings of Freud highlighting that behind all social links, there is a conflict between Eros and Thanatos (death) and also some Benjamin's writtings that value the role of the death in the formation of social links. Thus death will be read as a destructive, liberating and creative force, that breaks everything is made so that something new can emerge.(AU)
Descritores: Vida
Morte
Comportamento de Massa
Limites: Humanos
Responsável: BR1530.1 - Biblioteca Martinho Lutero



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|