Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.145.875.596 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 53 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 53 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101066
Autor: Aquino, Estela M. L; Silveira, Ismael Henrique; Pescarini, Julia Moreira; Aquino, Rosana; Souza-Filho, Jaime Almeida de.
Título: Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil / Social distancing measures to control the COVID-19 pandemic: potential impacts and challenges in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2423-2446, Mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A pandemia de COVID-19 tem desafiado pesquisadores e gestores a encontrar medidas de saúde pública que evitem o colapso dos sistemas de saúde e reduzam os óbitos. Esta revisão narrativa buscou sistematizar as evidências sobre o impacto das medidas de distanciamento social na epidemia de COVID-19 e discutir sua implementação no Brasil. Foram triados artigos sobre o efeito do distanciamento social na COVID-19 no PubMed, medRXiv e bioRvix, e analisados atos do poder público nos níveis federal e estadual para sumarizar as estratégias implementadas no Brasil. Os achados sugerem que o distanciamento social adotado por população é efetivo, especialmente quando combinado ao isolamento de casos e à quarentena dos contatos. Recomenda-se a implementação de medidas de distanciamento social e de políticas de proteção social para garantir a sustentabilidade dessas medidas. Para o controle da COVID-19 no Brasil, é imprescindível que essas medidas estejam aliadas ao fortalecimento do sistema de vigilância nos três níveis do SUS, que inclui a avaliação e uso de indicadores adicionais para monitorar a evolução da pandemia e o efeito das medidas de controle, a ampliação da capacidade de testagem, e divulgação ampla e transparente das notificações e de testagem desagregadas.

Abstract The COVID-19 pandemic has challenged researchers and policy makers to identify public safety measures forpreventing the collapse of healthcare systems and reducingdeaths. This narrative review summarizes the available evidence on the impact of social distancing measures on the epidemic and discusses the implementation of these measures in Brazil. Articles on the effect of social distancing on COVID-19 were selected from the PubMed, medRXiv and bioRvix databases. Federal and state legislation was analyzed to summarize the strategies implemented in Brazil. Social distancing measures adopted by the population appear effective, particularly when implemented in conjunction with the isolation of cases and quarantining of contacts. Therefore, social distancing measures, and social protection policies to guarantee the sustainability of these measures, should be implemented. To control COVID-19 in Brazil, it is also crucial that epidemiological monitoring is strengthened at all three levels of the Brazilian National Health System (SUS). This includes evaluating and usingsupplementary indicators to monitor the progression of the pandemic and the effect of the control measures, increasing testing capacity, and making disaggregated notificationsand testing resultstransparentand broadly available.
Descritores: Espaço Pessoal
Pneumonia Viral/prevenção & controle
Pneumonia Viral/epidemiologia
Infecções por Coronavirus/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus
-Pneumonia Viral/transmissão
Política Pública
Isolamento Social
Brasil/epidemiologia
Controle de Doenças Transmissíveis
Saúde Global/estatística & dados numéricos
Infecções por Coronavirus
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Técnicas de Laboratório Clínico/estatística & dados numéricos
Atenção à Saúde
Regulamentação Governamental
Fortalecimento Institucional
Monitoramento Epidemiológico
Comportamento de Massa
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101069
Autor: Bezerra, Anselmo César Vasconcelos; Silva, Carlos Eduardo Menezes da; Soares, Fernando Ramalho Gameleira; Silva, José Alexandre Menezes da.
Título: Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19 / Factors associated with people's behavior in social isolation during the COVID-19 pandemic
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2411-2421, Mar. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo apresenta resultados da pesquisa de opinião realizada no Brasil sobre a percepção do isolamento social durante a pandemia de COVID-19. O questionário foi elaborado no Google Forms, disseminado por redes sociais, com questões sobre o perfil socioeconômico e fatores associados ao isolamento. Obteve-se uma amostra com 16.440 respondentes. Os dados foram analisados no software Stata 13. O convívio social foi o aspecto mais afetado entre pessoas com maior escolaridade e renda 45,8%, para pessoas de baixas renda e escolaridade, problemas financeiros provocam maior impacto 35%. Os que praticam atividade física revelaram menores níveis de estresse 13%, bem como uma maior normalidade no sono 50,3%. Pessoas que referiram residir em piores condições de habitabilidade, informaram disposição a permanecer menos tempo isoladas 73,9%. Dentre as pessoas que não estão isoladas (10,7% do total), 75,8% acredita que o isolamento social reduzirá o número de vítimas da COVID-19. Concluímos, que a percepção das pessoas quanto ao isolamento social como medida de mitigação da pandemia, varia conforme a renda, escolaridade, idade e sexo, porém a maior parte acredita que se trata da medida de controle mais indicada e estão dispostas a esperar o tempo que for necessário para contribuir com o enfrentamento à COVID-19.

Abstract This paper presents the results of an opinion poll conducted in Brazil on the perception of social isolation during the COVID-19 pandemic. The questionnaire was prepared on Google Forms, disseminated through social networks, with questions about the socioeconomic profile and factors associated with isolation. A non-probabilistic sample was obtained with 16,440 respondents. Data were analyzed using the Stata 13 software. Social interaction was the most affected aspect among people with higher education and income (45.8%), and financial problems caused a more significant impact (35%) among people with low income and education. Those who practice some physical activity showed lower levels of stress 13%, as well as greater normality in sleep 50.3%. People who reported living in worse habitability conditions reported willingness to remain isolated for less time, 73.9%. Among non-isolated people (10.7% of the total sample), 75.8% believe that social isolation will reduce the number of victims of COVID-19. We conclude, based on this sample, that the perception about social isolation as a pandemic mitigation action varies by income, education, age, and gender. However, most believe that it is the most appropriate control measure and are willing to wait as long as necessary to contribute to the fight against COVID-19.
Descritores: Espaço Pessoal
Pneumonia Viral/psicologia
Pneumonia Viral/epidemiologia
Isolamento Social/psicologia
Infecções por Coronavirus/psicologia
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Pandemias/economia
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus
-Pneumonia Viral/economia
Pneumonia Viral/prevenção & controle
Opinião Pública
Fatores Socioeconômicos
Estresse Psicológico/epidemiologia
Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Exercício Físico/psicologia
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários/estatística & dados numéricos
Fatores Etários
Infecções por Coronavirus
Infecções por Coronavirus/economia
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Escolaridade
Renda
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1142700
Autor: Souza, Mariluce Karla Bomfim de.
Título: Medidas de distanciamento social e demandas para reorganização dos serviços hemoterápicos no contexto da Covid-19 / Social distancing measures and demands for the reorganization of hemotherapy services in the context of Covid-19
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(12):4969-4978, Dec. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo tem por objetivo discutir as consequências das medidas de distanciamento social sobre a disponibilidade de sangue e a organização dos serviços hemoterápicos no início da pandemia de Covid-19 no Brasil. A partir do acesso às notícias publicadas no mês de abril de 2020 nos sites das Hemorredes estaduais do país e organizadas em matriz Excel, foram elaborados quadros-síntese e descrição de resultados. A situação crítica de abastecimento de sangue, em especial para alguns tipos sanguíneos, foi constatada em muitos estados, devido à circulação do novo coronavírus. A adoção de medidas de distanciamento social e a manutenção das demandas por transfusão para tratamentos, urgência e emergência, requereram a implantação e a implementação de estratégias e ações para reorganização dos serviços. Medidas de proteção foram incorporadas, fluxos alterados e rotinas estabelecidas. Este estudo evidencia o quanto a situação epidemiológica da Covid-19 e as medidas necessárias para o seu controle influenciaram sobre a situação dos estoques e disponibilidade de sangue, e, demandaram, mudanças na organização dos serviços hemoterápicos a fim de assegurar a proteção, mitigar os riscos de propagação do vírus e garantir o suprimento de sangue para o atendimento às necessidades do sistema de saúde.

Abstract The article aims to discuss the consequences of social distancing measures on the availability of blood and organization of blood therapy services at the beginning of the Covid-19 pandemic in Brazil. News published in April 2020 on the websites of the country's state Blood Service Networks were consulted and organized in an Excel spreadsheet, presented in summary charts, and descriptions of results were prepared. A critical situation of blood supply, especially of some blood types, has been observed in many states. This situation is influenced by the circulation of the new coronavirus. The adoption of social distancing measures associated with unchanged transfusion demands for outpatient, urgency and emergency care required the implementation of strategies and actions for the reorganization of the services. Protection measures were incorporated, flows were changed and new routines were established. This study shows the extent to which the epidemiological situation of Covid-19 and the necessary measures for its control influenced the stocks and availability of blood. Changes in the organization of blood therapy services were fundamental in order to ensure protection, mitigate the risks of spreading the virus, and ensure the blood supply to meet the needs of the health system.
Descritores: Espaço Pessoal
Bancos de Sangue/organização & administração
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Pandemias
Betacoronavirus
Hematologia/organização & administração
-Bancos de Sangue/provisão & distribuição
Doadores de Sangue/provisão & distribuição
Brasil/epidemiologia
Internet
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1121599
Autor: Cardoso, Vinícius Denardin; Nicoletti, Lucas Portilho; Haiachi, Marcelo de Castro.
Título: Impactos da pandemia do COVID-19 e as possibilidades de atividades físicas e esportivas para pessoas com deficiência / Impacts of the COVID-19 pandemic and the possibilities of physical and sports activities for people with disabilities
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;25:1-5, set. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: A pandemia do COVID-19 teve início no final de 2019 e rapidamente se espalhou pelo mundo. De repente, medidas de distanciamento e isolamento social, higienização sanitária e de forte impacto econômico eram a realidade do país e do mundo. As atividades físicas e esportivas foram impactadas e gradativamente acompanhando as restrições impostas em cada unidade da federação. As pessoas com algum tipo de deficiência, por fazer parte do grupo de risco de contágio do COVID-19, foram rigorosamente impactadas nas restrições de atividades físicas e esportivas. Dessa forma, esse ensaio teórico procura trazer breves reflexões sobre os principais impactos da COVID-19 nas atividades físicas e esportivas para pessoas com deficiência no Brasil, e também, descrever as alternativas e possibilidades de manutenção dessas atividades no país

The COVID-19 Pandemic began in late 2019 and quickly spread across the world. Suddenly distancing measures and social isolation, health and hygiene of strong economic impact were the reality of the country and the world. Physical and sports activities were impacted and gradually followed the restrictions imposed on each unit of the federation. People with a disability, to be part of the risk group of contagion COVID-19, were strictly impacted the constraints of physical and sports activities. Thus, this theoretical essay seeks to bring brief reflections on the main impacts of COVID-19 on physical and sports activities for people with disabilities in Brazil, and also to describe the alternatives and possibilities for maintaining these activities in the country
Descritores: Espaço Pessoal
Pessoas com Deficiência
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  5 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-478833
Autor: Bohs, Astrid Eggert.
Título: Espaço físico na família migrante e seu processo de viver / The phisical space of the migrating family, and their living process
Fonte: Texto & contexto enferm;8(2):314-317, maio-ago. 1999.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Internacional Família e Violência, Florianópolis, 19-23 abr. 1999.
Resumo: This report is a reflection about the living process of migrating families established in the city periphery, their relation with their physical space as well as their health. Based on Foucault, the author searches to analyze what power and health concepts permeates the relationship of government agencies appeals to a charitable ethic, making use of disciplinary power. In order to construct a true citizenship it is necessary to think beyond a charitable or disciplinary ethic, opening space to the real dialogue between the parties...
Descritores: Ecologia Humana
Espaço Pessoal
Família
Migrantes
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  6 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048185
Autor: Primo, Cândida Caniçali; Mocelin, Helaine Jacinta Salvador; Zavarize, Thaís Bermond; Lima, Eliane de Fátima Almeida; Lima, Rosana Oliveira de; Brandão, Marcos Antônio Gomes.
Título: A percepção da mulher sobre os espaços para amamentar: suporte na teoria interativa de amamentação / Women's perception about space for breastfeeding: support in interactive breastfeeding theory / Percepción de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna: apoyo en la teoría interactiva de la lactancia materna
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1261, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: a amamentação é fortemente influenciada por diversos fatores, e a falta de um lugar privado e o constrangimento em locais público desencorajam as mulheres. OBJETIVO: avaliar a percepção da mulher sobre o espaço para amamentar. MÉTODO: pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa desenvolvida com 30 mulheres grávidas e puérperas internadas na maternidade de um hospital universitário do estado do Espírito Santo. A análise de conteúdo proposta por Bardin e a Teoria Interativa de Amamentação foram utilizadas para a sistematização dos dados. RESULTADOS: a maioria das mulheres relatou que iria amamentar em lugares públicos, no entanto, todas disseram que cobririam seus peitos com pano ou fralda e que se sentem mais confortáveis para amamentar em casa. As mulheres relataram sentir-se confortáveis quando estão próximas de mulheres, familiares ou amigas conhecidas, enquanto perto de homens, conhecidos ou não, sentem-se desconfortáveis e cobrem seus peitos para amamentar. E próximas de profissionais de saúde a maioria se sente confortável, já que orientam e apoiam a amamentação. CONCLUSÃO: amamentar em espaços públicos ainda causa desconforto, constrangimento e vergonha nas mulheres.(AU)

Introduction: breastfeeding is strongly influenced by many factors, and the lack of a private place and embarrassment in public places discourage women. Objective: to evaluate women's perceptions of space for breastfeeding. Method: a descriptive research with a qualitative approach developed with 30 pregnant and postpartum women admitted to the maternity ward of a university hospital in the Espírito Santo State. The content analysis proposed by Bardin and the Interactive Breastfeeding Theory were used to systematize the data. Results: most women reported that they would breastfeed in public places, but all said they would cover their breasts with cloth or diaper and feel more comfortable breastfeeding at home. Women reported feeling comfortable when they are close to known women, family or friends, while close to men, known or not, feel uncomfortable and cover their breasts for breastfeeding. And close to health professionals most feel comfortable as they guide and support breastfeeding. Conclusion: breastfeeding in public spaces still causes discomfort, embarrassment and shame in women.(AU)

Introducción: la lactancia materna está muy influenciada por varios factores. La falta de un lugar privado y la vergüenza de exponerse en lugares públicos desalientan a las mujeres. Objetivo: evaluar las percepciones de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna. Método: investigación descriptiva de enfoque cualitativo desarrollado con 30 mujeres embarazadas y en el posparto ingresadas en la maternidad de un hospital universitario del estado de Espírito Santo. Se utilizaron el análisis de contenido propuesto por Bardin y la Teoría Interactiva de la Lactancia materna para sistematizar los datos. Resultados: la mayoría de las mujeres declararon que amamantarían a sus niños en lugares públicos; todas ellas dijeron que cubrirían los senos con una tela o un pañal y que se sentirían más cómodas para amamantar en casa. Las mujeres manifestaron sentirse cómodas cuando están cerca de mujeres conocidas, familiares o amigos y que se sienten incómodas cuando están cerca de hombres, conocidos o no, y que se cubren los senos. La mayoría se siente cómoda cerca de los profesionales de la salud ya que guían y apoyan la lactancia materna. Conclusión: la lactancia materna en espacios públicos todavía causa molestias, bochorno y vergüenza a las mujeres.(AU)
Descritores: Espaço Pessoal
Vergonha
Aleitamento Materno
Enfermagem Materno-Infantil
-Desmame
Saúde Materno-Infantil
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  7 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-326575
Autor: Souzas, Raquel; Alvarenga, Ausuta Thereza de.
Título: Da negociação às estratégias: relações conjugais e de gênero no discurso de mulheres de baixa renda em Säo Paulo / From negotiation to strategie: marital relationships and gender in Säo Paulo low - income women discourse
Fonte: Saúde Soc;10(2):15-34, ago.-dez. 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Resulta de amplo estudo monográfico acerca de questöes relativas a saúde reprodutiva de mulheres de baixa renda em Säo Paulo. Parte do pressuposto de que pautas de negociaçäo entre os casais podem ser desveladas por meio do discurso de mulheres e, a partir destes, reconstituídas as relaçöes conjugais em termos de questöes como as negociaçöes ou a sua impossibilidade, conflitos e violência de gênero, relevantes para as saúde reprodutiva e sexual das mulheres. No referido estudo realizamos uma pesquisa de campo do tipo qualitativa, com 16 mulheres, utilizando a técnica de história oral do tipo temática. Centraram a análise nas concepçöes sobre casamento e intimidade, procurando articular, na discussäo, as concepçöes de poder, sexualmente e gênero. Buscam, igualmente, os sentidos que adquirem as relaçöes conjugais, as infidelidade e fidelidade, a uniäo e a liberdade. Destacam dos discursos permanências e mudanças que desvelam o processo de "adaptaçäo" e "modernizaçäo" do grupo, num contexto em que se constroem relaçöes sociais e políticas mais modernizadas características de um novo tempo social
Descritores: Casamento
Espaço Pessoal
-Sexo
Relações Familiares
Saúde da Mulher
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-354518
Autor: Saito, Maria Ignez.
Título: Adolescencia, etica e cidadania. (Editorial) / Adolescence, ethics and citizenship. (Editorial)
Fonte: Pediatria (Säo Paulo);24(1/2):9-10, 2002.
Idioma: pt.
Descritores: Adolescente
Medicina do Adolescente
Ética Médica
-Espaço Pessoal
Limites: Humanos
Adolescente
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  9 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-220127
Autor: Costa, Annette Souza Silva Martins da.
Título: A convivência dos familiares com o doente mental: uma análise compreensiva / The living together of the relatives with a person carying mental disorders: a comphensive analysis.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 1998. 161 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho consiste na busca de compreensäo da convivência de familiares com o doente mental. Nesse sentido, realizou-se uma análise dos relatos de familiares, que descrevem a sua experiência de conviver com o doente mental. Buscando apoio na abordagem de cotidiano segundo Michel Maffesoli, realizou-se uma análise compreensiva das descriçöes procurando-se destacar as nuançes, as múltiplas tonalidades do vivido dos familiares, dando relevo ao minúsculo, ao banal e ao heterogêneo. A análise compreensiva revelou uma aproximaçäo e troca entre os sujeitos e o doente mental, que se dá por meio da violência e da partilha de espaço. Da convivência com a diferença, emerge a perplexidade diante do diferente e um jogo de encobrir e mostrar a loucura. Os sujeitos revelam, também, uma sábia experiência, e sinalizam para momentos de fragilidade dos homens diante da loucura, em que a forma de convivência é deixar as crises do doente mental acontecerem. Entre o estar bem e a crise, vai-se "levando a vida". Os microcenários da convivência exibiram, assim, vitalidade e dinamismo, expressos em gestos cotidianos que mostram força e brilho, mas também fragilidade e sombra, deixando aparecer conflitos, antagonismos, comunhöes, cumplicidades: partilhas secretas de afetos e desafetos.
Descritores: Pessoas com Deficiência Mental/psicologia
Relações Familiares
-Espaço Pessoal
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WY160, COCO


  10 / 53 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-68407
Autor: Tasqueti, Clarice.
Título: Estudo das formas de preservaçäo do espaço pessoal e da identidade em pacientes crônicos internados em um hospital psiquiátrico de grande porte / Preservation forms of the personal space and identity in chronic patients from large psychiatric hospitals.
Fonte: s.l; s.n; 1980. 132 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeiräo Preto para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho é um estudo das formas de defesa e preservaçäo do espaço pessoal e da identidade em pacientes crônicos, internados em hospital psiquiátrico de características custodiais. Para isso usou-se a medida, em metros quadrados, da área física destinada aos pacientes e a ocupaçäo com móveis e utensílios de cada ambiente: pátios, dormitórios, sanitários e refeitórios. Aplicou-se uma lista de situaçöes características de prevençäo da identidade e espaço pessoal. Esta foi dividida, didaticamente, em cinco grupos de situaçöes. Cada grupo contém uma série de atividades possíveis de serem usadas pelos pacientes para a preservaçäo do território e da sua individualidade. Säo os seguintes: Grupo I - posse e conservaçäo de objetos pessoais; Grupo II - determinaçäo de límites e defesa do espaço pessoal; Grupo III - aplicaçäo e preservaçäo do espaço pessoal; Grupo IV - obtençäo de ganhos extras através da utilizaçäo do meio; Grupo V - prestaçäo de serviços para preservaçäo da identidade. Os resultados mostraram que os pacientes usam formas anômalas para delimitar seu espaço e preservar sua identidade e individualidade. Observou-se ainda, que a instituiçäo "hospital psiquiátrico" näo sofreu modificaçöes evidentes nas últimas décadas, apesar de estudiosos do assunto estarem freqüentemente denunciando a situaçäo desumana dos pacientes e os prejuizos para a personalidade, dos longos períodos de internaçäo nesse contexto
Descritores: Individualidade
Espaço Pessoal
Hospitais Psiquiátricos
Identificação Psicológica
-Gastos em Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central
BR26.1



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde