Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.393.693 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 51 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 51 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965585
Autor: Daher, José Carlos; Galdino, Milena Carvalho Almeida; Moura, Luciano Gomes; Daher, Leonardo Martins Costa; Ribeiro Junior, Ismar; Santos, Gabriel Campelo dos; Barcelos, Leonardo David Pires; Faria, Cesar Augusto Daher Ceva.
Título: Retalho de cartilagem alar para projeção da ponta nasal / Alar cartilage flap for projection of the nasal tip
Fonte: Rev. bras. cir. plást;33(3):374-381, jul.-set. 2018. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Introdução: A ponta nasal é estudada com frequência pelos cirurgiões, visto ser motivo comum de queixa pré e pós-operatória. Dessa forma, a ponta deve ser minuciosamente avaliada para se determinar a melhor técnica a ser utilizada. O objetivo é demonstrar uma técnica original de retalho de cartilagem alar para projeção da ponta nasal, complementar ou não a outros procedimentos de mesmo objetivo. Método: Estudo transversal retrospectivo de 22 pacientes submetidos à rinoplastia aberta com uso do retalho de alar para projetar ponta nasal. Resultados: Foram realizadas 22 rinoplastias abertas, de ponte bulbosa, adiposa e hipoprojetada, sendo todas primárias. Dentre os pacientes do estudo, 90% eram negros e 2% eram brancos, 72,7% apresentaram alto grau de satisfação com a operação, 18,1% consideraram o resultado muito bom e 9,2% acharam regular. Não houve complicações/reoperações. Conclusão: Os retalhos de cartilagens alares para projeção da ponta nasal são um recurso técnico de simples execução e podem ser considerados excelente recurso de projeção adicional da ponta nasal a ser considerado dentre as técnicas para tratamento de narizes negroides.

Introduction: The nasal tip is a frequent object of study by surgeons, since it is a common reason for pre- and postoperative complaints. Thus, the tip should be thoroughly evaluated to determine the best technique to be used. The objective is to demonstrate an original alar cartilage flap technique for projection of the nasal tip, performed alone or in combination with other procedures for the same purpose. Method: A retrospective cross-sectional study of 22 patients submitted to open rhinoplasty with use of the alar flap to project the nasal tip. Results: A total of 22 open rhinoplasties were performed on primary bulbous, fatty, and under-projected tips. Among the patients in the study, 90% were black and 2% were white; 72.7% reported a high degree of satisfaction with the operation, 18.1% considered the result very good, and 9.2% considered the result acceptable. There were no complications/reoperations. Conclusion: The alar cartilage flap for projection of the nasal tip is simple to perform and can be considered an excellent supplemental method for use in treatment of the black nose.
Descritores: Rinoplastia/métodos
Retalhos Cirúrgicos/cirurgia
Nariz/cirurgia
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos
Cartilagens Nasais/cirurgia
-Complicações Pós-Operatórias
Projeção
Rinoplastia
Cirurgia Plástica
Retalhos Cirúrgicos
Registros Médicos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  2 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1017122
Autor: Sá, José Felipe Rodriguez de; Mota-Rolim, Sérgio Arthuro.
Título: Experiências fora do corpo: aspectos históricos e neurocientíficos / Out-of-body experiences: historical and neuroscientifical aspects
Fonte: Ciênc. cogn;20(1):189-198, mar. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: A experiência fora do corpo (EFC) é definida como uma sensação subjetiva de ter saído dos limites físicos do corpo, tendo uma longa história registrada em diversas culturas. Conhecida também como "desdobramento do espírito" ou "projeção astral" nos círculos esotéricos, a EFC é estreitamente ligada à autoscopia, que é a experiência do sujeito enxergar o próprio corpo físico como se o mesmo estivesse distante. Na presente revisão bibliográfica, faremos inicialmente um breve apanhado histórico das EFC, principalmente na sua relação com as tradições Egípcia, Budista, Teosófica e Espírita. Posteriormente, nos deteremos aos achados neurocientíficos recentes sobre o tema, enfatizando os mecanismos centrados nas regiões do giro angular e junção têmporo-parietal. Estas regiões são responsáveis pela integração das informações visuais, auditivas, vestibulares e somestésicas, participando assim da formação da imagem corporal e, consequentemente, da noção de eu. Por último, discutiremos aspectos clínicos relacionados com a EFC, que passa a ser considerada doença se acontecer de forma frequente ou intensa, causando algum prejuízo físico, mental e/ou social a quem a experimenta

The out-of-body experience (OBE) is defined as a subjective feeling of leaving the body's physical limits, which was reported in various cultures. Also called as "unfolding of the spirit" or "astral projecti on" in esoteric language, the OBE is closely linked to autoscopy, which is the experience of the subject to see his/her own physical body as if it is far away. In this review article, we will initi ally describe a brief history of OBE, especially in its relati onship with the Egyptian, Buddhist, Theosophical and Spiritualist traditi ons. Subsequently, we will focus on recent neuroscienti fi c fi ndings on this theme, emphasizing the mechanisms centered on the angular gyrus and the temporo-parietal junction. These regions are responsible for the integration of visual, auditory, vestibular and somesthesic information, thereby participating in the formation of body image, and consequently, the notion of "self". Finally, we will discuss clinical aspects that are related to the OBE, which is considered a disease when happens too frequently or intensely, causing any physical, mental and/or social harm to those who experience it
Descritores: Neurociências
-Projeção
Espiritualismo
Egito
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR2474.1 - Biblioteca


  3 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-771299
Autor: Solano, João Paulo Consentino.
Título: A clínica da dor crônica como ninho de pacientes difíceis: o papel da identificação projetiva / Chronic pain clinic as a haven for difficult patients: the role of projective identification
Fonte: Acta fisiátrica;22(1), mar. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Pacientes difíceis - ou de personalidade difícil - são frequentemente encontrados na clínica da dor crônica não-oncológica, impondo à relação médico-paciente sobrecargas que vão além das complexidades da doença e do tratamento. Esta revisão/relato de experiência discute o papel que o processo psicológico e comunicacional da identificação projetiva exerce sobre as relações entre pacientes e médicos (e outros profissionais) nas equipes de dor crônica. São revisados os conceitos de identificação projetiva, na sua forma benigna e maligna. Duas vinhetas clínicas são dadas como exemplos de cada uma. São apresentadas situações no cenário da comunicação médico-paciente em que a identificação projetiva opera complicando a relação terapêutica. Ao final, recomendações são dadas sobre o manejo do paciente difícil que se comunica maciçamente por identificação projetiva, assim como às equipes multiprofissionais que lidam com estes pacientes. Os pacientes difíceis de nossa clínica de dor crônica têm em comum o fato de se comunicarem pela forma maligna de identificação projetiva e terem organizações imaturas de personalidade. Nas equipes de dor crônica, as relações entre pacientes e profissionais (assim como as relações entre os profissionais), podem ser otimizadas se a equipe for capaz de identificar precocemente o fenômeno da identificação projetiva e manejá-lo de forma terapêutica. Para o paciente, a psicoterapia de longo prazo é o tratamento de eleição

Difficult patients - or those with difficult personalities - are frequently encountered in the treatment of chronic non-oncologic pain, overburdening the doctor-patient relationship far beyond the complexities of their illness and treatment. The present review/experiential report discusses the role that projective identification, as a psychological process of communication, puts the doctor-patient relationship in within the multi-professional chronic pain team. The concepts of projective identification are reviewed both in their benign and their malignant forms. Two clinical vignettes exemplify each of them. Some situations in the setting of doctor-patient communication are presented in which projective identification appears and complicates the therapeutic relationship. Some recommendations are offered regarding the handling of patients that communicate mainly by means of projective identification, and some ideas are offered to the multi-professional team. In our chronic pain clinic, difficult patients as a whole seem to prefer to communicate by means of a malignant form of projective identification and present with immature types of personality organizations. Within the chronic pain teams, doctor-patient relationships (as well as relations among the professionals) can be enriched if projective identification is detected early and appropriately handled. Long-term psychotherapy is the treatment that should be chosen for such patients
Descritores: Dor Intratável/fisiopatologia
Transtornos da Personalidade
Projeção
Dor Crônica/fisiopatologia
Identificação (Psicologia)
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-778975
Autor: Rabêlo, Fabiano Chagas.
Título: O nome de flechsig e os patronímicos no delírio de Schreber / The flechsig's name and the patronymics on Schreber's delirium / El nombre de flechsig y los patronímicos en el delirio de Schreber / Le nom de flechsig et le patronyme dans le délire de Schreber
Fonte: Rev. Subj. (Impr.);14(3):499-509, dez. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho é discutir o modo singular como Schreber transmuta o nome de Flechsig e o transforma no esteio de seu sistema delirante. Logo no início de suas memórias, na carta aberta a Flechsig, Schreber diz que o nome de seu ex-médico exerceu grande influência no desenvolvimento de seu delírio, inclusive citando-o por extenso. No entanto, esse nome, tal qual é transcrito, destoa do verdadeiro nome de Flechsig. Trata-se do nome de um antepassado de Flechsig. Os prenomes e sobrenomes desse antepassado, agregados ao nome de Flechsig, quando analisados à luz de seu delírio, revelam a mobilização dos significantes patronímicos das gerações anteriores da família Schreber em sua literalidade. A partir da análise dessa questão, tecemos algumas considerações sobre a articulação na psicose entre fenômeno e estrutura. Valorizamos na nossa discussão a tese de Lacan segundo a qual são necessárias várias gerações para a produção de uma psicose. Em seguida, relacionamos a imissão dos significantes patronímicos da família Schreber no nome de Flechsig, ao que Freud denominou de compulsão à projeção e ao conceito lacaniano de foraclusão. Por fim, faremos algumas considerações acerca da direção do tratamento na psicose. Este trabalho constitui, portanto, um esforço de articular estrutura e fenômeno na psicose, a partir do comentário das Memórias de Schreber.

This paper aims to discuss how Schreber transmutes the name of Flechsig and transforms it on the mainstay of his delirium's system. Early in the beginning of his memoirs, in the open letter to Flechsig, Schreber says that the name of his former doctor operated a great influence on the development of his delirium, even quoting him in full. However this name, as it is transcribed, deviates from the true name of Flechsig. This name is from an ancestor of Flechsig. The forenames and surnames of this ancestor - when examined in the light of Schreber's delirium - reveals the mobilization of the patronymics significant of the previous generations of Schreber's family in its literal meaning. From the analysis of this issue, we will weave some questions about the articulation between structure and phenomena on psychosis. We will support, in our discussion, the Lacans thesis that is required several generations to produce a psychosis. Then, we interpretate the intrusion of patronymic's significant of Schreber's family on the Flechsig's name from the perspective of what Freud called projection of compulsion and the Lacanian concept of foreclosure. Finally, we will make some considerations about the direction of the treatment in psychosis.

El objetivo de este trabajo es discutir la forma como Schreber transmuta el nombre de Flechsig y lo convierte en la raíz de su sistema delirante. En el inicio de sus memorias, en la carta abierta a Flechsig, Schreber dice que el nombre de su ex-medico ejerció gran influencia en el desarrollo de su delirio, citándolo en su totalidad. Sin embargo, este nombre como se transcribe, se desvía del verdadero nombre de Flechsig. Se trata del nombre de un antepasado de Flechsig. Los nombres y apellidos de este antepasado, agregados al nombre de Flechsig cuando se analiza a luz de su delirio, revelan la movilización de los significantes patronímicos de las generaciones anteriores a la familia de Schreber en su literalidad. Desde el análisis de esta cuestión hacemos algunas consideraciones de la articulación de la psicosis entre el fenómeno y la estructura. Valoramos en nuestra discusión la afirmación de Lacan según la cual son necesarias varias generaciones para producir una psicosis. En seguida, relacionamos la imisión de los significantes patronímicos de la familia Schreber en el nombre de Flechsig a lo que Freud llamó compulsión a la proyección y el concepto lacaniano de forclusion. Por último, hacemos algunas consideraciones acerca de la dirección del tratamiento de la psicosis.

L'objective de cet article est de discuter la façon comme Schreber transmute le nom de Flechsig et le transforme dans le sillage de son système délirant. Dans la préface de ses mémoires, Schreber dit que le nom de Flechsig a exercé une grande influence sur le développement de son délire, et il l'écrit entièrement. Cependant, l'écriture de ce nom s'écarte du vrai nom de Flechsig : c'est le nom d'un ancêtre de Flechsig. Les noms et prénoms de cet ancêtre, lorsqu'il est analysé à la lumière de son délire, révèlent la mobilisation du patronyme significative des générations précédentes dans la famille Schreber dans sa littéralité. À partir de l'analyse de cette question, nous allons prendre des renseignements sur la relation entre la psychose entre les phénomènes et la structure. Nous detacherons dans notre discussion ce que Lacan avait dit: il y a le besoin de plusieurs générations pour produire une psychose. Nous allons faire le rapport entre l'immission des significants patronymique de la Famille Schrebers dans le nom de Flechsig avec ce qui est nommé par Freud comme la compulsion à la projection et au concept lacanien de forclusion. Enfin, nous allons discuter la direction du traitement de la psychose. Ce travail se configure comme l'éfort pour articuler l'estructure et le phénomène dans la psychose, à partir du commentaire de Memórias de Schreber.
Descritores: Transtornos Psicóticos
Delírio
Alucinações
Linguagem
-Projeção
Limites: Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  5 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-848244
Autor: Martini, Murilo; Fonseca, Rodrigo Chiavaro da; Garbin, Henrique Iahnke; Bassols, Ana Margareth Siqueira.
Título: Compreensão psicodinâmica do ciclo vital de Daenerys Targaryen, personagem da série Game of Thrones / Psychodynamic understanding of "Daenerys Targaryen's" life cycle, character from the series "Game of Thrones"
Fonte: Rev. Bras. Psicoter. (Online);18(1):55-67, 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo analisa os aspectos psicológicos da personagem Daenerys Targaryen, da série Game of thrones, buscando essencialmente avaliar sua evolução cognitiva, social e comportamental, bem como os conflitos vivenciados em seu ciclo vital e os respectivos mecanismos de enfrentamento das adversidades. Por meio da interpretação subjetiva das simbologias metafóricas citadas na narrativa, extrapola-se a leitura literal da obra, com vistas a compreender também as representações da esfera inconsciente da personagem. Daenerys tem infância conturbada pela morte dos pais, pela fuga da cidade natal, pelo exílio e pelos maus-tratos cometidos pelo irmão. Ademais, são-lhe impostos casamento e erotização precoces, eventos que desrespeitam seu tempo de amadurecimento psíquico, desencadeando encurtamento das fases do seu ciclo vital e desestabilização do processo de latência e desenvolvimento puberal. Contudo, as experiências que vivencia no período, tais quais a gestação e a emancipação por que passa, associadas a variantes inatas da sua personalidade - a exemplo do temperamento dócil, inteligência e autoconfiança na capacidade de resolução de vicissitudes -, permitem a expressão de uma figura icônica de resiliência, com ativação de defesas maduras frente a crises vitais ou acidentais. O estudo permitiu discutir aspectos da realidade contemporânea do desenvolvimento humano e proceder à observação de diversos mecanismos de funcionamento psíquico, além da interação entre variantes intrínsecas e extrínsecas moduladoras da expressão de resiliência frente às dificuldades. Este artigo visa a contribuir para o estudo da teoria psicodinâmica e deve interessar a profissionais da medicina e da psicologia.(AU)

This article analyzes the psychological aspects of character Daenerys Targaryen, from Game of Thrones' series, seeking essentially to evaluate her cognitive, social and behavioral evolution, as well as the conflicts experienced to each stage of her life cycle and related adversity coping mechanisms. Through subjective interpretation of metaphoric symbols mentioned in the narrative, the literal reading of the story is extrapolated in order to also comprehend representations of the character's unconscious domain. Daenerys goes through a troubled childhood due to her parents' death, fleeing from her home city, exile and mistreatment committed by her brother. Furthermore, events like marriage and early erotization are imposed to her, which disrespect her psychic development timing, causing shortening of her life cycle's stages, and destabilization of the latency phase process and her pubertal development. Nevertheless, the experiences she goes through in this period, such as pregnancy and emancipation, associated to innate variants of her personality - docile temperament, high cognition and self-confidence in the ability of resolving difficulties -, allow the expression of a resilient iconic figure, with the activation of mature defenses when facing vital or accidental crises. The study allows transpositions to contemporaneous reality of human development and observation of several mechanisms of psychic functions, besides the interaction between intrinsic and extrinsic variants, which modulate the expression of resilience when confronting distress. It contributes to the study of psychodynamic theory and may be of interest to doctors and psychologists, especially those directly involved in psychic development.(AU)
Descritores: Período de Latência (Psicologia)
Estágios do Ciclo de Vida
Projeção
Resiliência Psicológica
-Filmes Cinematográficos
Responsável: BR556.1 - Biblioteca Centro de Estudos Luis Guedes


  6 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-836483
Autor: Luz, Anette Blaya.
Título: A violência da identificação projetiva / The violence of projective identification
Fonte: Rev. psicanal;21(2):343-358, ago. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Defende-se aqui a ideia de que, quando os cuidadores (pais, mães ou outros) são comprometidos emocionalmente de forma significativa, eles, com frequência, usam a mente da criança para depositar angústias que eles próprios não conseguem administrar em suas vidas. Neste artigo pretende-se discorrer sobre uma situação particular de vulnerabilidade que compromete o caminho de uma criança para usufruir de uma vida emocional satisfatória e saudável. O enfoque diz respeito ao efeito que a violência da identificação projetiva de aspectos muito doentes dos cuidadores tem sobre o desenvolvimento emocional da criança. Esta cresce sob o peso desta invasão e muito provavelmente vai evoluir para um quadro de personalidade borderline. É importante que o analista dê fé ao relato trazido pelo paciente, seja ele adulto, adolescente ou criança.

This paper encourages the idea that, when caregivers (parents, or others) are significantly impaired emotionally, they often use the child's mind to deposit anxieties that they are not able to administer in their lives. The intention is to debate on an especial vulnerability situation which impairs the journey of a child towards a satisfactory and healthy emotional life. The focus has to do with the effect of violent projective identification of very sick aspects of the caregivers over the emotional development of the child, who grows under the load of this invasion and much likely will develop a borderline personality. It is important that the analyst gives faith to the patients' discourse, be him an adult, adolescent or child.

Se defiende aquí la idea de que, cuando los cuidadores (padres, madres u otros) son comprometidos emocionalmente de modo significativo, ellos, con frecuencia, usan la mente del niño para depositar angustias que ellos propios no logran administrar en sus vidas. En este artículo, se pretende discurrir sobre una situación particular de vulnerabilidad que compromete el camino de un niño para disfrutar de una vida emocional satisfactoria y sana. El enfoque dice respeto al efecto que la violencia de la identificación proyectiva de aspectos muy enfermos de los cuidadores tiene sobre el desarrollo emocional del niño. Ésta crece bajo el peso de esta invasión y muy probablemente evolucionará para un cuadro de personalidad borderline. Es importante que el analista de fe al relato traído por el paciente, sea él adulto, adolescente o niño.
Descritores: Deficiências do Desenvolvimento/psicologia
Identificação (Psicologia)
Projeção
Resiliência Psicológica
Relações Mãe-Filho/psicologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  7 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-713706
Autor: Pinto, Elza Rocha.
Título: Conceitos fundamentais dos métodos projetivos / Fundamental concepts for projective techniques
Fonte: Agora (Rio J.);17(1):135-153, jan.-jun. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é colaborar para fortalecer a confiança no uso dos métodos projetivos nos processos de avaliação psicológica. As associações produzidas frente aos estímulos ambíguos são consideradas expressões da personalidade. Tendo a psicanálise como cenário principal, faremos aqui a exposição de alguns conceitos teóricos que colaboram para a interpretação dos materiais projetivos. São examinados três conceitos: a projeção e suas diferentes variações, a elaboração de fantasias e a personificação. Em seguida, são apresentados alguns métodos projetivos, discutindo-se a eficácia projetiva por meio dos desenhos e pinturas...

Fundamental concepts for projective techniques. The objective of this article is to collaborate to strengthen the trust in the use of the projective methods in processes of psychological diagnosis. The associations produced to the ambiguous materials are considered as expressions of the personality. With the psychoanalysis as the main scenery, this paper exposes some theoretical concepts that make possible the interpretation of the projective materials. In the first part of the paper, four concepts are examined: projection and their different variations, elaboration of fantasies, personification and compromise formation. Soon afterwards, some projective techniques are presented, and the effectiveness of them is illustrated through drawings and paintings...
Descritores: Personalidade
Projeção
Técnicas Projetivas
Psicanálise
Testes Psicológicos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1194.1 - BT - Biblioteca


  8 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-610243
Autor: Avellaneda de Gómez, Esperanza; Gómez-Muñoz, Gladys; Alvis-Duffó, Paola.
Título: Alianza de universidades por la salud pública / Alliance of universities for public health
Fonte: Investig. segur. soc. salud;12:119-128, ene. -dic. 2010.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La salud pública es el abordaje de los problemas de salud desde una perspectiva colectiva poblacional. Pensar, saber y hacer salud pública en Colombia implica lograr cambios en los órdenes político, económico y social, para la afectación de los determinantes de los procesos de salud y enfermedad en las dimensiones, proximales, intermedias y estructurales, que obliga a la interacción entre actores civiles e institucionales, con diferentes roles y responsabilidades. Objetivo: Contribuir al fortalecimiento de la formación y capacitación del talento humano, de pregrado y posgrado en salud pública, mediante alianzas estratégicas entre la Secretaría Distrital de Salud de Bogotá, unidades y organizaciones académicas, la OPS/ OMS y otros actores sociales del Distrito Capital. Método: Desarrollo de procesos solidarios y de cooperación técnica, en lo conceptual, operativo e instrumental, de lo que abarca la salud pública y la definición de los contenidos mínimos que debe contemplar un proceso de formación en este aspecto. Discusiones y encuentros académicos que han incluido directivos, docentes, estudiantes, aseguradoras y prestadoras de servicios de salud. Investigaciones del estado del arte de la salud pública en los procesos de formación de profesionales en pregrado y posgrado. Conclusión: la Alianza por la Salud Pública es una oportunidad para fortalecer la formación y prestación de servicios en salud pública, individuales y colectivos, en el marco de una política que se fundamenta en el derecho a la salud, la igualdad social y la participación.

Introduction: Public health is basically to address health problems from a collective population perspective. Thinking, knowing and doing public health in Colombia involves making political, economic and social changes, in order to influence the determinants of health and disease processes in their proximal, intermediate and structural dimensions, which leads to an interaction between civil and institutional actors with different roles and responsibility levels. Objective: To contribute to the strengthening of the training of human talent, both at undergraduate and raduate levels on public health by means of strategic alliances between the District Secretariat of Health of Bogotá, academic organizations and organizations, PAHO/ WHO and other social actors of the District Capital. Method: Development of solidarity and technical cooperation processes, taking into account conceptual, operational and instrumentation aspects dealing with public health and the definition of the minimum contents which must be included by a training process in this regard. There were discussions and meetings which have included directors, scholars, teachers, students, insurance companies and health care service providers, as well as research about the state-of-the-art of public health in the training of professionals atndergraduate and graduate levels. Conclusion: The Alliance for Public Health is an opportunity to strengthen the training and provision of public health services, both individual and collective, as part of a policy based on the rights to have health care service, social equality and participation.
Descritores: Projeção
Pesquisa
Saúde Pública
-Atenção Primária à Saúde
Responsável: CO283.1 - Red de Bibliotecas Virtuales SSDS-ESE


  9 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-566788
Autor: Palatnick, Elizabeth Sonia.
Título: “Eu dizia que era ela, ela dizia que era eu”: sobre o reconhecimento da queixa projetiva no atendimento clínico a mães e outros familiares de dependentes de drogas / “I said it was her, she said it was me.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 201 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Esta tese apresenta aspecto fundamental do vínculo entre mãe (e outros familiares) e filho dependente de drogas. Parte-se de experiência clínica de mais de vinte anos, ou seja, do que é ouvido cotidianamente em tratamento de abordagem psicodinâmica oferecido a familiares(individual, casal, grupal) em ambulatório universitário especializado no atendimento a toxicômanos e familiares. Características comuns desta clientela são notórias, destacando-se o vínculo de dependência afetiva exageradamente estabelecido com o toxicômano (desde que este era bebê). Para compreender e embasar esta questão, a pesquisa foi relativa ao tema das relações objetais (Psicanálise), segundo Melanie Klein e Donald W. Winnicott. A questão central da tese refere-se à constatação clínica de que as queixas que o(s) familiar(es)expressa(m) nos atendimentos com relação ao dependente de drogas (sobre seus gestos,atitudes, problemas) são expressão do mecanismo de projeção. Isto é tão significativo e recorrente nos atendimentos que, nesta tese, é apresentado enquanto “regra”: as queixas dos familiares com relação ao dependente de drogas são “queixas projetivas”. Trata-se de algo inconsciente, desagradável ou incômodo de si mesmo, que o familiar só o reconhece em outro. Neste sentido, ao queixar-se de algo com relação a outro (nestes casos, o toxicômano), na realidade o paciente/familiar expressa algo que o incomoda sobre si mesmo. Destaque-se que o filho também tem, ou parece ter, estas características que motivam a queixa, mas que podem e devem ser atribuídas, também, ao familiar atendido. Isto, por ser inconsciente, não é reconhecido espontaneamente pelo paciente/familiar, indicando um rumo terapêutico a ser seguido: em lugar da orientação exata solicitada pelo paciente desde início do tratamento, sobre como lidar com o filho e a dependência a drogas, trabalha-se, justamente, o vínculo de dependência com ênfase no mecanismo de projeção...
Descritores: Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias/ética
Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias/métodos
Projeção
Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias
-Afeto
Conflito Familiar/psicologia
Relações Mãe-Filho
Relações Familiares/etnologia
Estresse Psicológico
Transtornos de Ansiedade/patologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; T1116


  10 / 51 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-557905
Autor: Manzi Filho, Ronaldo.
Título: Notas sobre o estatuto da psicanálise na obra merleau-pontyana / Notes about the statute of the psychoanalysis in Merleau- Ponty's work / Remarques sur le statut de la psychanalyse dans le travail de Merleau-Ponty / Notas sobre la situación del psicoanálisis en la obra merleaupontyana
Fonte: Psicol. USP;21(1):79-97, jan.-mar. 2010.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Internacional Centenário Merleau- Ponty, novembro de 2008.
Resumo: Pretendo mostrar, de modo breve, que as problemáticas próprias da clínica são, aos poucos, incorporadas ao trabalho merleau-pontyano. Não se trata de mostrar que há somente uma convergência entre a sua interpretação da psicanálise com a fenomenologia, mas uma verdadeira necessidade de diálogo, na qual o filósofo encontrou um modo de expressar algo que dificilmente conseguiria com outro objeto

I attempt to show, shortly, that the clinic own problems are, little by little, incorporated in Merleau-Ponty's work. It doesn't mean to bring out that it has only a convergence between his interpretation of the psychoanalysis with the phenomenology, but a real necessity of dialogue, a way that the philosopher find out how to express something that he difficultly would attain with another object

Je prétends montrer, brièvement, que les problèmes de la clinique sont, peu à peu, incorporés dans le travail de Merleau-Ponty. Il ne s'agit pas de montrer qu'il y a seulement une convergence parmi sa interprétation de la psychanalyse avec la phénoménologie, mais une vrai nécessité de dialogue, une manière que le philosophe trouve d'exprimer quelque chose qui difficilement aurait obtenu avec un autre objet

Tengo la intención de demostrar, brevemente, que los problemas propios de la clínica están gradualmente incorporados al trabajo Merleaupontyano. Esto no quiere decir que sólo hay una convergencia entre su interpretación del psicoanálisis y la fenomenología, sino una verdadera necesidad para el diálogo, donde el filósofo ha encontrado una manera de expresar algo que difícilmente podría con otro objeto
Descritores: Filosofia
Projeção
Psicanálise
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde