Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.470.137 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 21 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 21 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052966
Autor: Herrera Bornes, María Florencia.
Título: El metilfenidato reduce la apatía en pacientes con Alzheimer / Methylphenidate reduces apathy in patients with Alzheimer's disease
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;22(4):e001090, 2019. tab..
Idioma: es.
Descritores: Apatia
Doença de Alzheimer/tratamento farmacológico
Estimulantes do Sistema Nervoso Central/uso terapêutico
Metilfenidato/uso terapêutico
-Veteranos/psicologia
Índice de Gravidade de Doença
Atividades Cotidianas
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Método Duplo-Cego
Estudos Prospectivos
Cuidadores
Cognição
Depressão/psicologia
Vida Independente
Doença de Alzheimer/fisiopatologia
Doença de Alzheimer/psicologia
Testes de Estado Mental e Demência
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  2 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-674374
Autor: Santos, Ariany C; Faccin, Tatiane C; Carvalho, Nilton M; Leal, Paula V; Pott, Arnildo; Lemos, Ricardo A. A.
Título: Intoxicação experimental por Simarouba versicolor (Simaroubaceae) em ovinos e indução de resistência ao consumo da planta / Experimental poisoning by Simarouba versicolor (Simaroubaceae) in sheep and induced resistance to consumption of the plant
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;33(3):299-304, Mar. 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Simarouba versicolor é uma árvore semidecídua pertencente à família Simaroubaceae. Um surto de intoxicação por S. versicolor em bovinos por brotos da planta presente no pasto em Mato Grosso do Sul e sua reprodução experimental foram descritos. Esse estudo teve por objetivos verificar experimentalmente se os ovinos podem ser utilizados como modelo clínico-patológico no estudo da intoxicação por Simarouba versicolor St. Hil. (fam. Simaroubaceae), determinar se há indução de resistência pela ingestão de pequenas e repetidas doses e, se a planta mantém sua toxicidade quando dessecada. Foram realizados dois experimentos, sendo o primeiro com folhas verdes ou folhas dessecadas e trituradas de S. versicolor em doses únicas de 5g/kg, 5g/kg e 3g/kg a três ovinos (Ovino 1, 2 e 3 respectivamente). O experimento 2, foi realizado com diferentes doses diárias de folhas dessecadas e trituradas de S. versicolor em quatro ovinos que receberam 1,5g/kg, 0,75g/kg, 0,6g/kg e 0,3g/kg e, com um ovino que recebeu 3g/kg como controle positivo (Ovino 4). A administração foi suspensa quando os ovinos apresentaram sinais clínicos da intoxicação. Após doze dias de recuperação, os animais sobreviventes foram desafiados com a mesma dose diária da planta ingerida anteriormente para avaliar o desenvolvimento de resistência. Os sinais clínicos observados nos dois experimentos caracterizaram-se por anorexia, mucosas oculares congestas, polidipsia, sialorreia, fezes pastosas que evoluíram para diarreia líquida fétida esverdeada, decúbito lateral e morte para os Ovinos 1 a 7. As principais lesões histológicas observadas foram necrose do tecido linfoide (linfonodos, baço, placas de Peyer) e enterite necrosante. Com os resultados obtidos, pode-se concluir que os ovinos podem ser utilizados como modelo experimental clínico-patológico na intoxicação por S. versicolor. Com o método utilizado, não houve resistência ao consumo diário de folhas da planta pelos ovinos e, as folhas mantiveram sua toxicidade quando dessecadas.(AU)

Simarouba versicolor St. Hil. is a semideciduous tree belonging to the Simaroubaceae family. An outbreak of poisoning in cattle by shoots of S. versicolor present in the pasture in Mato Grosso do Sul and experimental reproduction of the poisoning was described. This study aimed to verify experimentally whether sheep could be used as a clinical-pathological model in the study of the poisoning caused by S. versicolor, to determine if there develops resistance induced by ingestion of small and repeated doses of the leaves, and if the plant keeps its toxicity when dried. Two experiments were conducted: Experiment 1 with green leaves or dried and powdered leave of S. versicolor, given in single doses of 5g/kg, 5g/kg and 3g/kg to three sheep (Sheep 1, 2 and 3 respectively). Experiment 2 was made with different daily doses of dried and powdered leaves of S. versicolor; to four sheep was given 1.5g/kg, 0.75g/kg, 0.6g/kg and 0.3g/kg, and the positive control (Sheep 4) received 3g/kg. The administration was suspended when the animals showed clinical signs of poisoning. After twelve days of recovery, the surviving sheep were challenged with the same daily dose given previously, to assess the development of resistance. Clinical signs observed in both experiments were characterized by anorexia, congested ocular mucosa, polydipsia, drooling, loose stools which evolved into fetid greenish watery diarrhea, lateral decumbency and death of Sheep 1 to 7. The main histological lesions observed were necrosis of lymphoid tissue (lymph nodes, spleen, Peyer's patches) and necrotizing enteritis. With the results it can be concluded that sheep can be used as experimental model for the clinic-pathological aspects of poisoning by S. versicolor. The method used has not shown resistance to the daily consumption of the plant by the sheep, and the leaves kept their toxicity when dried.(AU)
Descritores: Cabras/imunologia
Sintomas Toxicológicos
Modelos Animais
Simaroubaceae/envenenamento
-Anorexia/veterinária
Diarreia/veterinária
Apatia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-795285
Autor: Fukushima, Raiana Lídice Mór; Carmo, Elisangela Gisele do; Pedroso, Renata do Valle; Micali, Pollyanna Natalia; Donadelli, Paula Secomandi; Fuzaro Junior, Gilson; Venancio, Reisa Cristiane de Paula; Viola, Juliana; Costa, José Luiz Riani.
Título: Effects of cognitive stimulation on neuropsychiatric symptoms in elderly with Alzheimer's disease: A systematic review / Efeitos da estimulação cognitiva nos sintomas neuropsiquiátricos em idosos com doença de Alzheimer: uma revisão sistemática
Fonte: Dement. neuropsychol;10(3):178-184, July-Sept. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Neuropsychiatric symptoms are frequent in Alzheimer's disease and negatively affect patient quality of life. Objective: To assess the effectiveness of cognitive stimulation on neuropsychiatric symptoms in elderly patients with Alzheimer's disease. Methods: The included articles were reviewed between December 2015 and June 2016, and the inclusion criteria were: (1) studies involving older adults diagnosed with Alzheimer's disease; (2) studies published in English, Spanish or Portuguese; (3) studies that determined the effect of cognitive stimulation on neuropsychiatric symptoms in elderly patients with Alzheimer's disease; (4) controlled trials. Results: Out of the total 722, 9 articles matched the inclusion criteria. Depression, apathy and anxiety were the most frequent symptoms. Conclusion: Studies reported significant results post-treatment, suggesting cognitive stimulation can be effective for these neuropsychiatric symptoms, thus improving the quality of life of Alzheimer's disease patients and their caregivers.

RESUMO Introdução: Sintomas neuropsiquiátricos são frequentes na doença de Alzheimer e afetam negativamente a qualidade de vida destes pacientes. Objetivo: Avaliação da eficácia da estimulação cognitiva sobre os sintomas neuropsiquiátricos em idosos com doença de Alzheimer. Métodos: Os artigos incluídos foram revisados no período de Dezembro (2015) à Junho (2016) e os critérios de inclusão foram: (1) estudos com idosos com diagnóstico de doença de Alzheimer; (2) estudos publicados em Inglês, Espanhol e Português; (3) estudos que verificaram o efeito da estimulação cognitiva nos sintomas neuropsiquiátricos em idosos com doença de Alzheimer; (4) ensaios controlados. Resultados: Do total de 722, 9 artigos corresponderam aos critérios de inclusão. Depressão, apatia e ansiedade foram os distúrbios mais frequentes. Conclusão: Após tratamento, estudos relataram resultados significativos, o que sugere que a estimulação cognitiva pode ser eficaz nestes sintomas neuropsiquiátricos, melhorando assim, a qualidade de vida de pacientes com doença de Alzheimer, bem como, de seus cuidadores.
Descritores: Ansiedade
Terapia Cognitivo-Comportamental
Demência
Depressão
Apatia
Doença de Alzheimer
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  4 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Caramelli, Paulo
Texto completo
Id: lil-538900
Autor: Guimarães, Henrique Cerqueira(org); Fialho, Patricia Paes Araujo(org); Carvalho, Viviane Amaral(org); Santos, Etelvina Lucas dos(org); Caramelli, Paulo(org).
Título: Brazilian caregiver version of the Apathy Scale / Versão brasileira direcionada ao cuidador da Escala de Apatia
Fonte: Dement. neuropsychol;3(4), dez. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Abstract: No Brazilian version of a specific scale for evaluating apathy in dementia is available. Objectives: To introduce a translated version of the Apathy Scale (AS) for use with caregivers. Methods: The instrument was formally translated and then administered to the caregivers of a small sample of dementia patients, in order to assess scale comprehensibility and make final adjustments. The scale was subsequently administered to the caregivers of a second, independent sample of Alzheimer's disease (AD) patients. The content validity of the scale was tested by correlating the AS scores with the Neuropsychiatric Inventory (NPI) - apathy sub-score and Disability Assessment in Dementia (DAD) total scores. Results: The first sample consisted of eleven subjects with dementia, most of whom had AD. The second sample comprised twenty patients with probable or possible AD (10 with mild dementia), a mean age of 84.1±5.8 years, and 2.2±1.6 years of schooling. The AS scores correlated with both NPI-apathy sub-score (r=0.756, p=0.001) and DAD total scores (r=?0.793, p=0.0005). Conclusions: The final version had good comprehensibility and correlated strongly with standardized apathy and functional activities of daily living measures.

Resumo: Não há versão brasileira de qualquer escala especificamente dedicada à avaliação de apatia nas demências. Objetivos: Apresentar uma versão traduzida da Escala de Apatia direcionada ao cuidador. Métodos: O instrumento foi formalmente traduzido e administrado aos cuidadores de uma pequena amostra de pacientes com demência, para avaliar a compreensibilidade da versão e realizar ajustes finais. Em seguida a escala foi administrada aos cuidadores de uma segunda amostra independente de pacientes com doença de Alzheimer (DA). A validade de conteúdo da escala foi testada correlacionando-se os escores da Escala de Apatia com os subescores de apatia do Inventário Neuropsiquiátrico (NPI) e com os escores totais da escala DAD de incapacidade na demência. Resultados: A primeira amostra consistia de onze pacientes com demência, a maioria com doença de Alzheimer (DA). A segunda amostra possuía vinte pacientes com DA provável ou possível (10 com demência leve), média de idade de 84,1±5,8 anos e escolaridade média de 2,2±1,6 anos. Os escores na Escala de Apatia correlacionaram-se com o subescore apatia do NPI (r=0,756; p=0,001) e com os escores totais da DAD (r=?0,793; p=0,0005). Conclusões: A versão final apresentou boa compreensibilidade e correlacionou-se fortemente com medidas padronizadas de apatia e atividades de vida diária.
Descritores: Demência
Diagnóstico
Apatia
Doença de Alzheimer
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  5 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039646
Autor: Tiel, Chan; Sudo, Felipe Kenji; Calmon, Ana Beatriz.
Título: Neuropsychiatric symptoms and executive function impairments in Alzheimer's disease and vascular dementia: The role of subcortical circuits / Sintomas neuropsiquiátricos e prejuízos na função executiva na doença de alzheimer e demência vascular: o papel dos circuitos subcorticais
Fonte: Dement. neuropsychol;13(3):293-298, July-Sept. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Neuropsychiatric symptoms (NPS) in dementia are prevalent, under-recognized and little studied regarding their pathophysiological aspects. The pathophysiological mechanism, as well as the possible role of vascular lesions in the genesis of these symptoms, are still matters of debate. Objective: to describe and compare the prevalence and severity of NPS in subjects with Alzheimer's disease (AD) and vascular dementia (VaD). Methods: a cross-sectional study involving 82 outpatients, divided into two groups (AD × VaD), was conducted. Patients were submitted to the Cambridge Cognitive Test (CAMCOG), the Clock Drawing Test (CLOX 1 and 2), the Neuropsychiatric Inventory (NPI) and the Clinical Dementia Rating (CDR) scale. Neuroimaging was scored using the de Leon and Fazekas scales. Results: 90.8% of the patients had at least one neuropsychiatric symptom. There were statistical differences on the CLOX test and in the apathy symptoms between AD and VaD groups. Apathy and disinhibition proved more prevalent in patients with higher vascular load. Conclusion: apathy and impaired executive function may reflect vascular damage in subcortical circuits in dementia patients.

RESUMO Sintomas neuropsiquiátricos na demência são prevalentes, pouco reconhecidos e ainda pouco estudados quanto aos aspectos fisiopatológicos. O mecanismo fisiopatológico, assim como o possível papel das lesões vasculares na gênese destes sintomas ainda são motivos de debate. Objetivo: descrever e comparar a prevalência e severidade dos sintomas entre a doença de Alzheimer (DA) e demência vascular (DV). Métodos: estudo transversal que incluiu 82 pacientes selecionados, divididos em dois grupos (DA × DV). Foram submetidos ao teste cognitivo de Cambridge (CAMCOG), teste do desenho do relógio (CLOX 1 e 2), inventário neuropsiquiátrico (INP) e avaliação clínica do estágio da demência (CDR). Avaliação dos índices de neuroimagem foram pelo escore de de Leon e Fazekas. Resultados: 90.8% dos pacientes apresentavam pelo menos um sintoma neuropsiquiátrico. Houve diferença estatísticas no CLOX e sintoma apatia entre DA e DV. Apatia e desinibição demonstraram ser mais prevalentes nos pacientes com maior carga vascular. Conclusão: Apatia e alteração na função executiva podem refletir danos vasculares nos circuitos subcorticais naqueles pacientes com demência.
Descritores: Demência Vascular
Apatia
Doença de Alzheimer
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  6 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-621580
Autor: Go, Christopher; Mioshi, Eneida; Yew, Belinda; Hodges, John R; Hornberger, Michael.
Título: Neural correlates of behavioural symptoms in behavioural variant frontotemporal dementia and Alzheimers disease: employment of a visual MRI rating scale / Correlatos neuronais de sintomas de comportamento em demência frontotemporal e demência de Alzheimer: aplicação de uma escala visual clínica em ressonância magnética
Fonte: Dement. neuropsychol;6(1), mar. 2012.
Idioma: en.
Resumo: Frontotemporal dementia (FTD) patients often present with severe behavioural disturbances and concomitant lack of insight. The underlying neural correlates of these disturbances are mostly attributed to prefrontal cortex dysfunction,but are still poorly understood. Objectives: The current study explores whether a simple visual magnetic resonance imaging(MRI) rating scale in combination with the Frontal System Behaviour Scale (FrSBe) can be used to identify the prefrontal correlates of behavioural symptoms in behavioural variant frontotemporal dementia (bvFTD) and Alzheimers disease (AD).Methods: Forty-eight patients with a clinical diagnosis of bvFTD and AD participated in the study. Their behavioural profiles were assessed using the Frontal System Behaviour Scale (FrSBe) and cross-correlated to the atrophy of the sub-regions inthe prefrontal cortex using a 5-point visual rating scale of MRI scans. Results: Patients with bvFTD showed higher incidenceof behavioural disturbances than AD with apathy being the most significant. BvFTD patients also showed the highestincidence of atrophy in the orbital frontal cortex and this atrophy was correlated with the apathetic features. Conclusions: Employment of a simple visual MRI rating scale can be used in combination with a behavioural screening test to identifyreliably the behavioural symptoms in bvFTD and AD. These findings will inform the diagnostic accuracy of the neural correlates of behavioural dysfunction in bvFTD in the future.

Pacientes com demência frontotemporal (DFT) frequentemente se apresentam com graves distúrbios comportamentais e concomitante falta de insight. Os correlatos neurais subjacentes a estes distúrbios são em sua maioria atribuídos a disfunção do córtex pré-frontal, porém, ainda são pouco compreendidos. Objetivos: O presente estudo explorase uma escala de mensuração visual de ressonância magnética (RM) em combinação com a Escala Comportamental doSistema Frontal podem ser usadas para identificar os correlatos pré-frontais de sintomas comportamentais na variantecomportamental da DFT (cDFT) e na doença de Alzheimer (DA). Métodos: Quarenta e oito pacientes com diagnóstico clínicode cDFT e DA participaram do estudo. Seus perfis comportamentais foram avaliados usando a Escala Comportamentaldo Sistema Frontal (ECSF) e correlacionada a atrofia das sub-regiões no córtex pré-frontal utilizando uma escala demensuração visual de 5 pontos na RM. Resultados: Os pacientes com cDFT mostraram uma maior incidência de distúrbioscomportamentais do que os com DA, sendo a apatia o sintoma mais significativo. Os pacientes com cDFT tambémdemonstraram uma maior incidência de atrofia no córtex orbito-frontal e esta atrofia correlacionou-se às característicasapáticas. Conclusões: O emprego de uma escala simples de mensuração visual de RM pode ser usada em combinação a um teste de rastreio comportamental para identificar de forma confiável os sintomas comportamentais na cDFT e DA. Estes achados informarão a acurácia diagnóstica dos correlatos neurais da disfunção comportamental na cDFT no futuro.
Descritores: Sintomas Comportamentais
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Demência Frontotemporal
Apatia
Doença de Alzheimer
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-712200
Autor: Moreira, Cláudia Costa.
Título: Vemos apatia na criança / We see apathy in children
Fonte: Pediatr. mod;50(1), jan. 2014.
Idioma: pt.
Descritores: Apatia
Criança
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  8 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828642
Autor: Camargo, Carlos Henrique Ferreira; Serpa, Rafael Arthur; Matnei, Thiago; Sabatini, Jivago Szpoganicz; Teive, Hélio Afonso Ghizoni.
Título: The perception of apathy by caregivers of patients with dementia in Parkinson's disease / A percepção da apatia pelos cuidadores de pacientes com demência na doença de Parkinson
Fonte: Dement. neuropsychol;10(4):339-343, Oct.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Apathy is one of the main neuropsychiatric symptoms in patients with Parkinson's disease (PD) and is associated with Parkinson's disease dementia (PDD). Objective: To identify the characteristics of apathy in individuals with PDD according to caregiver perception. Methods: Thirty-nine patients with PD according to MDS criteria for PDD were included. The following scales were used: the Hoehn and Yahr, the Unified Parkinson's Disease Rating Scale III, Scales for Outcomes in Parkinson's Disease-Cognition (SCOPA Cog), the Montgomery-Åsberg Depression Rating Scale (MADRS) and the Apathy Evaluation Scale (AES). Results: A total of 97.4% of the patients showed results consistent with apathy. Analysis of question 14 of the AES revealed no correlation with the total result of all the questions [r=-1293, r²=0.0167, 95%CI (-0.4274 to 0.1940), P=0.2162], however, there was a correlation of responses to the same question with depression data on the MADRS scale [r=-0.5213, r²=0.2718, 95%CI (-0.7186 to -0.2464), P=0.00033]. Conclusion: Apathy is a disorder associated with PDD. However, the scoring scheme of the AES questions can lead to different interpretations of caregiver responses, highlighting limitations of the tool for use in studies of PDD.

RESUMO Embasamento: A apatia é uma das principais manifestações neuropsiquiátricas dos pacientes com doença de Parkinson (DP) e está associada com a demência da doença de Parkinson (DDP). Objetivo: Identificar as características da apatia em indivíduos com DDP através impressão dos cuidadores. Metodos: Foram avaliados 39 pacientes com DP de acordo com os critérios da MDS para DDP. Foram usadas as escalas de Hoehn e Yahr, Unified Parkinson's Disease Rating Scale III, Scales for Outcomes in Parkinson's Disease-Cognition (SCOPA Cog), Escala de Depressão de Montgomery-Asberg (MADSR) e Escala de Avaliação de Apatia (AES). Resultados: 97,4% dos pacientes apresentaram resultados condizentes com apatia. Analisando-se a questão 14 da AES, não foi encontrado correlação com o resultado total de todas as questões [r=-1293, r²=0,0167, 95%IC (-0.4274 a 0.1940), P=0,2162], porém, houve uma correlação das respostas da mesma questão com os dados de depressão pela escala MADSR [r=-0.5213, r²=0.2718, 95%IC (-0.7186 a -0.2464), P=0.00033]. Conclusão: A apatia é um distúrbio relacionado com a DDP. Entretanto, a forma de pontuação das questões da AES pode induzir a diferentes interpretações das respostas dos cuidadores levando-se a um questionamento sobre a limitação da ferramenta para estudos em DPP.
Descritores: Doença de Parkinson
Demência
Depressão
Apatia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  9 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-670614
Autor: Hernandez, Salma S. Soleman; Vital, Thays Martins; Garuffi, Marcelo; Stein, Angélica Miki; Teixeira, Camila Vieira Ligo; Stella, Florindo.
Título: Apathy, cognitive function and motor function in Alzheimers disease / Apatia, funções cognitivas e funcionalidade motora em idosos com doença de alzheimer
Fonte: Dement. neuropsychol;6(4), oct.-dec. 2012.
Idioma: en.
Resumo: The aims of this study were to characterize the presence of apathy in patients with AD, determine the relationshipbetween apathy, motor function and cognitive function, and to verify differences among patients stratified by level of apathy inrelation to cognitive and motor abilities. Methods: A cross-sectional study was conducted of 37 patients with AD. The followingtests were used: MoCA, the Frontal Assessment Battery, Verbal Fluency, Clock Drawing Test, Andreotti & Okuma BatteryTests, Sit and Reach, Resistance of Upper Limbs - AAHPERD Battery Test, Sit and Lift Chair and the Apathy domain of theNeuropsychiatric Inventory. After verifying the normality of the data distribution, comparisons were made using Students t-testand the U Mann Whitney test; relationships were also assessed using Pearsons and Spearmans correlation coefficients. Allanalyses were considered to be statistically significant at a p-value of 0.05. Results: 46% of participants in this study showedmild symptoms of apathy. Significant and weak associations were found (p=0.04) between apathy and the attention domainon the MoCA and between apathy and the Walk Test. Analysis of differences in cognitive and motor functions according toparticipants level of apathy revealed no significant differences for any of the variables. Conclusion: Apathy was reflectedin attention and the Walk Test, suggesting these variables may be related to cognitive and functional decline in AD patients.

Os objetivos deste estudo compreendem: caracterizar a presença de apatia em pacientes com doença de Alzheimer(DA); verificar se há relação entre apatia, funções cognitivas e funcionalidade motora dos mesmos e analisar se há diferençasentre os pacientes, separados por nível de apatia, em relação às suas funções cognitivas e funcionalidade motora. Métodos:Trata-se de um estudo com delineamento transversal. Ao todo 37 pacientes com DA compuseram a amostra. Foramutilizados os seguintes testes: Mini-Exame de Estado Mental, Montreal Cognitive Assessment (MoCA), Bateria de AvaliaçãoFrontal, Teste de Fluência Verbal Semântica, Teste do Desenho do Relógio, Bateria de Testes de Andreotti & Okuma, Teste deSentar e Alcançar, Resistência de Membros Superiores da AAHPERD, Teste Sentar-se e Levantar-se da Cadeira e o domínioApatia do Inventário Neuropsiquiátrico. Após verificar a distribuição dos dados as comparações seguiram através dos testest student e U Mann Whitney e as relações, através das correlações de Pearson e Spearman. Todas as análises admitiramnível de significância de 5%. Resultados: 46% dos participantes deste estudo apresentam sintomatologia para apatia emnível leve. Foram verificadas relações significativas e fracas (p=0,04) entre apatia e o domínio atenção do MoCA e entreapatia e o Teste de Caminhar. Ao verificar a diferença nas funções cognitivas e funcionalidade motora segundo o nível deapatia dos participantes não foram encontradas diferenças significativas para nenhuma das variáveis analisadas. Conclusão:Apatia relaciona-se com a atenção e o Teste de Caminhar sugerindo que estas variáveis podem estar relacionadas com odeclínio cognitivo e funcional dos pacientes com esta patologia.
Descritores: Cognição
Apatia
Doença de Alzheimer
Atividade Motora
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  10 / 21 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-689534
Autor: Costa, Raquel Quimas Molina da; Porto, Fábio Henrique de Gobbi; Marrocos, Rogério Paysano.
Título: Dissociation of depression from apathy in traumatic brain injury: a case report / Dissociação de depressão e apatia em lesão encefálica traumática: um relato de caso
Fonte: Dement. neuropsychol;7(3), set. 2013.
Idioma: en.
Resumo: Although not evident clinically, lesions to the prefrontal cortex cause great social and functional impairment to patients. The anterior cingulate cortex is intimately involved with motivational behavior and after injury to this area the onset of an apathetic state can be observed. This paper describes the case of a patient with traumatic brain injury to the prefrontal lobe presenting with a depressive syndrome associated with apathetic symptoms. After appropriate treatment for depression, intense apathy was revealed, an irreversible sequelae of the traumatic brain injury, constituting the main barrier to the patient's return of lifestyle and independence.

Apesar de não se destacarem ao olhar clínico, as lesões do córtex pré-frontal acarretam grande prejuízo funcional e social aos pacientes. O córtex do cíngulo anterior está intimamente envolvido com o comportamento motivacional e o que se observa após um dano a esta região é a instalação de um estado apático. Este trabalho visa relatar o caso de um paciente com lesão traumática do lobo pré-frontal que apresentou uma síndrome depressiva associada a sintomas apáticos. Após tratamento adequado da depressão foi possível perceber intensa apatia, sequela irreversível do traumatismo crânio encefálico, que se constituiu como principal obstáculo ao retorno do estilo de vida e independência do paciente.
Descritores: Depressão
Apatia
Lesões Encefálicas Traumáticas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde