Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.525.200.310 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 625 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 63 ir para página                         

  1 / 625 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alvarenga, Kátia de Freitas
Texto completo
Id: biblio-1089364
Autor: Scarabello, Emille Mayara; Lamônica, Dionísia Aparecida Cusin; Morettin-Zupelari, Marina; Tanamati, Liège Franzini; Campos, Patrícia Dominguez; Alvarenga, Kátia de Freitas; Moret, Adriane Lima Mortari.
Título: Language evaluation in children with pre-lingual hearing loss and cochlear implant / Avaliação de linguagem em crianças com deficiência auditiva pré-lingual e implante coclear
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(1):91-98, Jan.-Feb. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction The cochlear implant is an effective device for children with severe and/or profound prelingual hearing loss, since it provides considerable improvement in oral language acquisition through the auditory pathway. The use of a cochlear implant contributes to the development of auditory perception, favoring the acquisition of the linguistic processes related to communication skills, which might have a positive effect on other areas of development. Objective The aim of this study was to verify the performance of children using cochlear implants for expressive and receptive oral language. Methods This was a prospective cross-sectional study that used the following tests: Child language test in the phonology, vocabulary, fluency and pragmatics areas, and the Peabody picture vocabulary test. Thirty children participated in this study, of both genders, aged between 36 and 72 months, with severe and/or profound bilateral sensorineural hearing loss, without other impairments and users of unilateral cochlear implant with full electrode insertion for a minimum of 12 months. Results The longer duration of the cochlear implant use, the younger age at surgery and the better performance in the auditory perception of speech influenced the performance in expressive and receptive oral language. Even though when compared to the normative language acquisition process, the results showed that these children had patterns of linguistic skills that are below their chronological age; the results indicate that these children are developing expressive and receptive oral language skills, and this is the outcome that should be taken into account in this study. Conclusion The longer duration of the cochlear implant use, the younger age at surgery and the better performance in the auditory perception of speech influenced the performance in expressive and receptive oral language skills, but not in all the studied semantic categories.

Resumo Introdução O implante coclear é um tratamento eficaz para crianças com deficiência auditiva pré-lingual de grau severo e/ou profundo, uma vez que proporciona melhoria considerável na aquisição da linguagem oral por meio da via auditiva. O uso do implante coclear contribui para o desenvolvimento da percepção auditiva e favorece a aquisição dos processos linguísticos voltados à aquisição de habilidades comunicativas que poderá repercutir positivamente em outras áreas do desenvolvimento. Objetivo Verificar o desempenho de crianças usuárias de implante coclear quanto à linguagem oral expressiva e receptiva. Método Estudo prospectivo transversal onde os seguintes testes foram usados: teste de linguagem infantil nas áreas de fonologia, vocabulário, fluência e pragmática e teste de vocabulário de imagens Peabody. Participaram deste estudo 30 crianças de ambos os sexos de 36 a 72 meses, com deficiência auditiva sensorioneural de grau severo e/ou profundo bilateral, sem outros comprometimentos e usuárias de implante coclear unilateral com inserção total dos eletrodos havia, no mínimo, 12 meses. Resultados O maior tempo de uso do implante coclear, a menor idade na cirurgia e o melhor desempenho na percepção auditiva da fala influenciaram o desempenho na linguagem oral expressiva e receptiva. Embora comparativamente ao processo de aquisição normativo da linguagem os resultados encontrados tenham revelado que essas crianças demonstraram habilidades linguísticas em padrões abaixo de sua idade cronológica, os resultados apontaram que essas crianças estão em evolução da linguagem oral expressiva e receptiva, esse é o resultado que deve ser valorizado neste estudo. Conclusão O maior tempo de uso do implante coclear, a menor idade na cirurgia e o melhor desempenho na percepção auditiva da fala influenciaram o desempenho na linguagem oral expressiva e receptiva, porém não em todas as categorias semânticas estudadas.
Descritores: Percepção Auditiva
Implantes Cocleares
Perda Auditiva/reabilitação
Idioma
Desenvolvimento da Linguagem
-Audiometria
Percepção da Fala
Fatores de Tempo
Vocabulário
Estudos Transversais
Estudos Prospectivos
Fatores Etários
Testes de Linguagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1142596
Autor: Melo, Tatiana Mendes de; Yamaguti, Elisabete Honda; Moret, Adriane Lima Mortari; Costa, Orozimbo Alves; Lopes, Natália Barreto Frederigue.
Título: Development of auditory and language skills in children using cochlear implants with two signal processing strategies / Desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem em crianças usuárias de implante coclear com duas estratégias de processamento de sinal
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(6):720-726, Nov.-Dec. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The increase in the spectral information offered by the sound processing strategy HiRes 120 has led to great expectations for the pediatric population. Due to a shorter duration of auditory deprivation and higher neural plasticity, children could benefit more substantially from the spectral information of this sound processing strategy. Objective: To compare auditory and language skills in Brazilian children with cochlear implants using the HiRes and HiRes 120 sound processing strategies. Methods: Thirty children, aged 1-3 years, with congenital hearing loss, were divided into two groups, according to the signal processing strategy adjusted at the time of the cochlear implant activation. The assessed children were matched according to chronological age and the time of the cochlear implant use. The auditory and language skills were evaluated longitudinally through the Infant-Toddler Meaningful Auditory Integration Scale and Production Infant Scale Evaluation, carried out before surgery, and 3, 6 and 12 months after device implantation. The Mann-Whitney test was applied for the comparison between the two groups with a 5% significance level. Results: The findings indicated development of hearing and language skills in the first year of cochlear implant use; however, there was no statistically significant difference in the evolution of such skills due to the adjusted processing strategy in the activation of the cochlear implant electrodes. Conclusion: The development of auditory and language skills in the assessed children was similar during the entire study period, regardless of which signal processing strategy was used.

Resumo Introdução: O aumento das informações espectrais proporcionado pela estratégia de processamento de sinal HiRes 120 gera expectativas em relação à população pediátrica, uma vez que, devido ao curto período de privação sensorial e da maior plasticidade neural, as crianças poderiam se beneficiar de forma mais substancial das informações espectrais dessa estratégia de processamento de sinal. Objetivo: Comparar as habilidades auditivas e de linguagem em crianças usuárias de implante coclear, com a estratégia de processamento de sinal HiRes e HiRes 120. Método: Trinta crianças de um a três anos e com perda auditiva congênita foram divididas em dois grupos, de acordo com a estratégia de processamento de sinal ajustada no momento da ativação do implante coclear. As crianças avaliadas foram pareadas de acordo com a idade cronológica e o tempo de uso do implante coclear. As habilidades auditivas e de linguagem foram avaliadas, longitudinalmente, por meio do Infant-Toddler Meaningful Auditory Integration Scale e Production Infant Scale Evaluation, antes do implante coclear e com 3, 6 e 12 meses de uso do dispositivo. O teste estatístico de Mann-Whitney foi aplicado para comparar os resultados dos grupos, com nível de significância de 5%. Resultados: Os achados indicaram desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem no primeiro ano de uso do implante coclear, porém sem diferença estatisticamente significante na evolução de tais habilidades, em função da estratégia de processamento ajustada na ativação dos eletrodos do implante coclear. Conclusão: O desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem das crianças avaliadas foi semelhante durante o período do presente estudo, independentemente da estratégia de processamento de sinal usada.
Descritores: Percepção da Fala
Implantes Cocleares
Implante Coclear
Surdez/cirurgia
-Brasil
Idioma
Desenvolvimento da Linguagem
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1039838
Autor: Souza, Ana Paula Ramos de; Hoogstraten, Antônia Motta Roth Jobim van; Rechia, Inâe Costa; Silva, Maria Fernanda Almeida; Nunes, Sabrina Felin; Santos, Tamires Dias dos.
Título: Linguagem, cognição e psiquismo: análise do brincar de dois bebês com histórico de sofrimento psí­quico / Lenguaje, cognición y psiquismo: análisis del brincar de dos bebés con histórico de sufrimiento psí­quico / Language, cognition and psychism: analysis of the playing of two babies with history of psychic suffering
Fonte: Estilos clín;24(1):84-97, Jan.-Apr. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: ste artigo analisa a evolução linguística e cognitiva de dois bebês em sofrimento psíquico, um deles com risco para estruturação autista e outro não autista, e compara dois instrumentos de identificação do risco psíquico, os Indicadores Clínicos de Risco/Referência ao Desenvolvimento Infantil (IRDI) e o Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT). A análise do brincar evidenciou atraso de linguagem e cognitivo em ambos os casos, sendo esse atraso mais importante no caso de risco para autismo. O IRDI conseguiu diferenciar melhor a direção da estruturação psíquica do que o M-CHAT.

Este trabajo tiene como objetivo analizar la evolución lingüística y cognitiva de dos niños en sufrimiento psíquico, uno de ellos en riesgo de autismo y otro en riesgo de una estructura no autista, y comparar dos instrumentos de identificación del riesgo psíquico, los Indicadores Clínicos de Riesgo para el Desarrollo Infantil (IRDI) y la Lista de Verificación Modificada para el Autismo en Niños Pequeños (M-CHAT). El análisis del juego mostró un retraso cognitivo y en el lenguaje en ambos casos, siendo este retraso más importante en el caso de riesgo de autismo. Los IRDI lograron diferenciar mejor la dirección de estructuración psíquica que la M-CHAT.

This paper aims to analyze the linguistic and cognitive evolution of two babies in psychic suffering, one of them at risk for autism and the other one with non-autistic structuring, and compares two instruments of identification of psychic risk, the Clinical Indicators of Risk/Reference to Child Development (IRDI) and the Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT). The analysis of playing showed a delay in language and cognitive in both cases, being this delay more important in the case of risk for autism. IRDI managed to better differentiate the direction of psychic structuring than M-CHAT.
Descritores: Transtorno Autístico/psicologia
Estresse Psicológico/psicologia
Desenvolvimento Infantil
-Jogos e Brinquedos/psicologia
Psicanálise/instrumentação
Desenvolvimento da Linguagem
Limites: Humanos
Lactente
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  4 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135721
Autor: Mateos Claros, Francisco; Olmedo Ruiz, Francisco Javier; Esteban Ibáñez, Macarena; Amador Muñoz, Luis.
Título: Repercusiones multiculturales en el desarrollo lingüístico: efectos en el rendimiento / Repercussões multiculturais no desenvolvimento linguístico: efeitos no desempenho acadêmico / Multicultural repercussions in linguistic development: effectson academic performance
Fonte: Psico USF;25(2):331-342, abr.-jun. 2020. tab, il.
Idioma: es.
Resumo: Este trabajo tiene como objetivo verificar las diferencias de rendimiento académico del alumnado de segundo ciclo de Educación Infantil que pertenecen a un contexto multicultural en el que coexisten una lengua oficial (castellano) y un dialecto cultural (darija). La muestra la componen un total de 501 alumnos cristianos y musulmanes del tercer curso a los que se les aplicó un cuestionario que evalúa el grado de adquisición de los aspectos competenciales de las áreas de comunicación y lenguaje, social y motriz. Para el análisis del conjunto de los datos se utilizaron pruebas estadísticas descriptivas y de contraste de variables. Los resultados demuestran como la lengua materna es un factor principal de diferenciación en todas las áreas del desempeño académico en este periodo, destacando las dimensiones comunicativas. Estas diferencias tienen una relación directa con la adhesión identitaria de los musulmanes a un dialecto cultural. (AU)

Este trabalho tem como objetivo verificar as diferenças no desempenho acadêmico dos alunos em segundo ciclo de Educação Infantil pertencentes a um contexto multicultural em que coexistem uma língua oficial (castelhano) e um dialeto cultural (Darija). A amostra foi composta por um total de 501 estudantes cristãos e muçulmanos no terceiro ano em que foram aplicados um questionário que avalia o grau de aquisição de questões jurisdicionais nas áreas de comunicação e linguagem, social e motor. Para a análise do conjunto de dados, foram utilizados testes descritivos e de contraste das variáveis. Os resultados mostram como a língua materna é um importante fator de diferenciação em todas as áreas de desempenho acadêmico durante este período, com destaque para a dimensão de comunicação. Essas diferenças têm uma relação direta com a adesão dos muçulmanos a um dialeto cultural. (AU)

The objective of this work is to verify the differences in the academic performance of students in the second cycle of Early Childhood Education who belong to a multicultural context in which an official language (Castilian) and a cultural dialect (darija) coexist. The sample is made up of a total of 501 Christian and Muslim students of the third year who were given a questionnaire that assesses the degree of acquisition of the competence aspects of the areas of communication and language, social and motor. For the analysis of the data set, descriptive and contrast tests of variables were used. The results demonstrate how the mother tongue is a main factor of differentiation in all areas of academic performance in this period, highlighting the communicative dimensions. These differences have a direct relationship with the adherence of Muslims to a cultural dialect. (AU)
Descritores: Educação Infantil/psicologia
Diversidade Cultural
Desempenho Acadêmico/psicologia
Desenvolvimento da Linguagem
-Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Islamismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  5 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1141218
Autor: Souza, Taisa Cristina; Corrêa, Camila de Castro; Martins, Aline; Maximino, Luciana Paula.
Título: Teleducação em linguagem infantil na instrumentalização do profissional da educação e saúde / Teleducation in child language in the instrumentalization of the education and health professional / Teleducación en lenguaje infantil en la instrumentalización de los profesionales de la educación y la salud
Fonte: J. Health NPEPS;5(2):317-336, set. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Pediatria
Educação a Distância
Fonoaudiologia
-Ensino
Desenvolvimento da Linguagem
Responsável: BR1972.9 - DE - Departamento de Enfermagem


  6 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002839
Autor: Bettio, Claudia Daiane Batista; Bazon, Marina Rezende; Schmidt, Andréia.
Título: Fatores de risco e de proteção para atrasos no desenvolvimento da linguagem / Factores de riesgo y de protección para retrasos en el desarrollo de lenguaje / Risk and protective factors for language development delay
Fonte: Psicol. Estud. (Online);24:e41889, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).
Resumo: RESUMO O objetivo deste trabalho foi elencar fatores de risco e de proteção que, segundo a literatura nacional e internacional, estão associados com atrasos no desenvolvimento da linguagem oral de crianças. Foi desenvolvida uma revisão integrativa da literatura, nas bases de dados Lilacs, PsycINFO e Web of Science. A busca resultou em 12 artigos que atendiam aos critérios de seleção. A maioria dos trabalhos identificou fatores de risco estáticos, os quais são principalmente variáveis biológicas, ou da história de vida da criança. Um número menor de pesquisas investigou fatores de risco dinâmicos e fatores de proteção, dentre os quais foi ressaltado o suporte social oferecido à criança. Conhecer quais fatores estão relacionados a esses atrasos é imprescindível para a formulação de propostas que objetivem um desenvolvimento adequado da linguagem. São discutidas lacunas na literatura e a necessidade de novas pesquisas que atentem para o rigor metodológico, considerando a importância dessa discussão para eventuais intervenções.

RESUMEN El objetivo de este estudio fue listar los factores de riesgo y de protección que, según la literatura nacional e internacional, están asociados con retrasos en el desarrollo del lenguaje oral en niños. Se realizó una revisión integrativa en las bases de datos Lilacs, PsycINFO y Web of Science. De la búsqueda se analizaron 12 artículos que cumplían con los criterios de selección. En la mayoría de los estudios se identificaron factores de riesgo estático, los cuales son principalmente variables biológicas o de la historia de vida del infante. Un número más reducido de estudios investigaron factores de riesgo dinámicos y factores de protección, de estos últimos fue resaltado el soporte social ofrecido al menor. Conocer qué factores están relacionados a esos retrasos es imprescindible para la formulación de propuestas que tengan como fin el desarrollo adecuado del lenguaje. Son discutidas las brechas presentes en la literatura y la necesidad de nuevos estudios que busquen rigor metodológico, considerando la importancia de esta discusión para eventuales intervenciones.

ABSTRACT The aim of this study was to identify risk and protective factors, according to national and international literature, associated with delays in the development of children's oral language. An integrative review of the literature was developed in the databases Lilacs, PsycINFO and Web of Science. The search resulted in 12 articles that met the selection criteria. Most of the studies identified static risk factors, which are mainly biological variables, or related to the child's life history. A smaller number of researches investigated dynamic risk and protective factors, among which the social support offered to the child was highlighted. Knowing which factors are related to these delays is essential for formulation of proposals that aim an adequate development of the language. Gaps in the literature and the need for new research with more rigorous methodological designs are discussed, considering the importance of this discussion for possible interventions.
Descritores: Fatores de Risco
Fatores de Proteção
Desenvolvimento da Linguagem
-Seleção de Pacientes
Crescimento e Desenvolvimento
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/psicologia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1052130
Autor: Panes, Ana Carulina Spinardi; Corrêa, Camila de Castro; Weber, Silke Anna Theresa; Maximino, Luciana Paula.
Título: Fatores de risco para o desenvolvimento da linguagem: atitudes dos profissionais da saúde e educação / Risk factors for language development: attitudes of health and education professionals / Factores de riesgo para el desarrollo del lenguaje: actitudes de los profesionales de la salud y la educación
Fonte: J. Health NPEPS;3(1):185-197, Janeiro-Junho. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: verificar as atitudes de profissionais das áreas da saúde e educação frente a crianças com risco para desenvolver alterações de linguagem ou que já apresentam indícios dessas alterações. Método: este estudo foi observacional transversal, ocorrendo em 2015, vinculado ao Departamento de Fonoaudiologia de uma Universidade pública. Foi elaborado um questionário para verificar o conhecimento sobre fatores de risco para alterações de linguagem, bem como as práticas adotadas diante de indícios de alterações de Linguagem. As respostas dos questionários foram tabuladas no Microsoft® Excel®, sendo analisadas de modo descritivo. Resultados: 187 profissionais participaram do estudo, profissionais de saúde e professores do ensino infantil e fundamental. Ao receberem queixas dos pais em relação a linguagem do filho(a), 55,7% dos profissionais encaminham a criança para um fonoaudiólogo. Quanto aos fatores de risco, a pouca estimulação de fala foi o mais citado, identificado por meio de perguntas aos pais (75,4%). Conclusão: os profissionais quando identificam fatores de risco para o desenvolvimento da linguagem, realizaram por meio de perguntas aos pais, encaminhando a fonoaudiologia, mas ocorre que nem todas as localidades possuem especialistas na área, o que pode trazer impacto negativos para o acolhimento dessa clientela.

Objective: To verify the attitudes, instruments or procedures of health and education professionals in relation to children at risk or who already show signs of impairment of language development. Method: this study was transversal observational, occurring in 2015, linked to the Department of Speech-Language and Hearing Patology of a public university. A questionnaire was made to verify the knowledge about risk factors for language alterations, as well as the practices adopted in signs of language alterations. The answers of the questionnaires were tabulated in Microsoft® Excel®, being analyzed in a descriptive way. Results: 187 professionals answered the questionnaire, including speech-language pathologists, teachers of primary and secondary education, nurses, medical doctors, psychologists and community health workers. When receiving a parent complain regarding a child's language development, 55.7% of the professionals referred the child to a speech-language pathologist. As for the risk factors related to speech and language development, little speech stimulation was the most quoted, identified by questions to parents (75.4%). Conclusion: The professionals when identify risk in language development, they perform through questions to parents and refer these children to a speech-language pathologist, legally qualified professional to evaluate and rehabilitate language acquisition and developmental disorders.

Objetivo: verificar las actitudes, instrumentos o procedimientos de profesionales de las áreas de salud y educación frente a niños con riesgo para desarrollar alteraciones de lenguaje o que ya presentan indicios de esas alteraciones. Método: este estudio fue observacional transversal, ocurriendo en 2015, vinculado al Departamento de Fonoaudiología de una Universidad pública. Se elaboró un cuestionario para verificar el conocimiento sobre factores de riesgo para alteraciones de lenguaje, así como las prácticas adoptadas ante indicios de alteraciones de lenguaje. Las respuestas de los cuestionarios fueron tabuladas en Microsoft® Excel®, siendo analizadas de modo descriptivo. Resultados: 187 profesionales participaron, entre ellos: fonoaudiólogo, maestros de la enseñanza infantil y fundamental, enfermeras, médicos, psicólogos y agentes de salud comunitarios. Al recibir quejas de los padres sobre desarrollo del lenguaje, 55,7% de los profesionales encaminava a un fonoaudiólogo. Cuanto los factores de riesgo, la poca estimulación de la habla fue el más citado, identificado por medio de preguntas a los padres (75,4%). Conclusión: profesionales cuando identifican factores de riesgo para el lenguaje, realizan por medio de preguntas a los padres y encaminava al fonoaudiólogo, profesional legalmente habilitado para evaluar y rehabilitar los cambios en la adquisición y desarrollo del lenguaje.
Descritores: Fatores de Risco
Desenvolvimento da Linguagem
-Competência Profissional
Responsável: BR1972.9 - DE - Departamento de Enfermagem


  8 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-503041
Autor: Huanca Payehuanca, David.
Título: Desarrollo del lenguaje / Language development
Fonte: Rev. peru. pediatr;61(2):98-104, abr.-jun. 2008.
Idioma: es.
Resumo: Durante el desarrollo del lenguaje los niños atraviesan etapas de llanto, gutureo, silabeo, balbuceo, palabreo, parloteo, fraseo y formación de oraciones las que se presentan a edades más o menos previsibles. El conocer y memorizar estas etapas le permitirá al pediatra decidir cuándo derivar al niño a una evaluación más formal.

During the language development the children pass through stages crying, syllabication, babble, phrasing and formation of sentences which are presented more or less predictable ages. Knowing and memorize these steps will enable the pediatrician to decide when to refer a child to a more formal evaluation.
Descritores: Desenvolvimento da Linguagem
Fala
Idioma
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  9 / 625 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bastos, Claudio Lyra
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-946961
Autor: Coelho, Cristina Lúcia Maia; Bastos, Claudio Lyra.
Título: A avaliação interativa e o software alfabetização fônica: um estudo de caso / The Interactive Assessment and the Alfabetização Fônica Software: a Case Study / Evaluación Interactiva y Alfabetização Fônica Computadorizada: un Estudio de Caso
Fonte: Psicol. Educ. (Online);44:57-66, jun. 2017. ilus, tab..
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho verificou a eficácia ­ na perspectiva da avaliação interativa ­ de uma intervenção com o software Alfabetização Fônica no desenvolvimento linguístico de uma aluna com deficiência intelectual. A aluna, com 20 anos e multirrepetente, frequentava o 1º ano do ensino médio de uma escola pública; foi diagnosticada formalmente com deficiência intelectual e apresentava dificuldades linguísticas na expressão oral e escrita, na compreensão e na leitura. O método baseou-se numa análise longitudinal, a partir de uma avaliação de pré-teste do perfil cognitivo da aluna (PROLEC), seguido da realização de intervenções com o software Alfabetização Fônica e de uma avaliação de pós-teste. O PROLEC visa à avaliação dos processos de leitura e envolve as seguintes provas: a) Identificação de letras; b) Processos léxicos; c) Processos sintáticos; d) Processos semânticos. Diferenças significativas nos desempenhos entre os pré-testes e os pós-testes apontaram para a eficácia de intervenções com procedimentos computadorizados nas dimensões léxicas, sintáticas e semânticas da linguagem e na consciência fonológica.

The study aimed to verify the effectiveness - from interactive assessment approach - an intervention with the software Alfabetização Fônica in the language skills of a student with intellectual disability. The 20-year-old student after repeted the school year many times attended the first year of high school in a public school; she was diagnosed with intellectual disability and had linguistic difficulties in oral and written expression, comprehension and reading. The method was based on a longitudinal analysis based on a review of pre-test of the cognitive profile of the student through the WAIS-III, Raven, PROLEC and conducting interventions with the software and post-test evaluation. The PROLEC aims at the evaluation of reading processes and has the following proofs: a) Identification of letters; b) Lexical processes; c) Syntactic processes; d) Semantic processes. Significant differences the performances of the student between the pre and post-tests pointing to the effectiveness of interventions, especially in lexical, syntactic and semantic dimensions of language and phonological awareness indicators.

El trabajo verificó la eficacia - en la perspectiva de la evaluación interactiva - de una intervención con el software Alfabetização Fônica en el desarrollo lingüístico de una alumna con discapacidad intelectual. La alumna, con 20 años que había repetido el año muchas veces, frecuentaba el primer año de la enseñanza media de una escuela pública; fue diagnosticada formalmente con deficiencia intelectual y presentaba dificultades lingüísticas en la expresión oral y escrita, en la comprensión y en la lectura. El método se basó en un análisis longitudinal, a partir de una evaluación de pre test del perfil cognitivo de la alumna (PROLEC), seguida de la realización de intervenciones con el software Alfabetización Fónica y de una evaluación de post test. El PROLEC tiene como objetivo la evaluación de los procesos de lectura y aplica las siguientes pruebas: a) Identificación de letras; b) Procesos léxicos; c) Procesos sintácticos; d) Procesos semánticos. Diferencias significativas en los desempeños entre los pre test y las post-pruebas apuntaron a la eficacia de intervenciones con procedimientos computarizados en las dimensiones léxicas, sintácticas y semánticas del lenguaje y en la conciencia fonológica.
Descritores: Software
Educação de Pessoa com Deficiência Intelectual
Avaliação Educacional
Alfabetização
Desenvolvimento da Linguagem
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  10 / 625 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-336791
Autor: Shibayama, Rosemeire dos Santos Vieira.
Título: O conversar com crianças de creches segundo suas educadoras/cuidadoras / The chatting with children of nurseries according to their educators/child-caregivers.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2001. 68 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Creches säo instituiçöes nas quais crianças de 0 a 6 anos de idade säo cuidadas durante o dia retornando para sua casa logo após. Surgiram no Hemisfério Ocidental como decorrência da Revoluçäo Industrial e podem ser classificadas como sendo predominantemente assistencialistas ou educativas, a depender de sua trajetória histórica. Considerando a importância de se cuidar das crianças que freqüentam estas instituiçöes e que saúde e oportunidade de desenvolvimento estäo intimamente interligadas propôs este trabalho, que tem por objetivo conhecer junto à educadoras/cuidadoras de creches suas representaçöes a respeito do ato de conversar com crianças de 0 a 3 anos de idade. A pesquisa foi realizada na creche Oeste da Universidade de Säo Paulo (USP), cidade de Säo Paulo. Entendemos a importância da linguagem a partir dos pressupostos de Wallon, ou seja, que é veículo para expressäo do pensamento e ao mesmo de sua estruturaçäo. A pesquisa consistiu de entrevistas abertas realizadas com educadoras/cuidadoras e conduzidas até se obter saturaçäo de categorias. Os discursos obtidos foram analisados quanto a seus temas e posteriormente segundo os referenciais de Henri Wallon e Serge Moscovici, das Representaçöes Sociais. Como resultados obtivemos que conversar com a criança de 0 a 3 anos de idade é visto como extretamente importante pelas educadoras/cuidadoras podendo ser subdividido em três categorias principais: por que conversar com a criança, a técnica deste conversar com a criança e a conversa propiciando um ambiente facilitador para o desenvolvimento infantil. As educadoras veiculam representaçöes de que a criança é merecedora de respeito e atençäo, de que o cuidado é menos importante do que o educar, e de que, creche e família eventualmente vivem situaçöes de confronto quanto à educaçäo e cuidado da criança. As evidências veiculadas pelos discursos indicam que as educadoras/cuidadoras utilizam-se adequadamente da conversa com as crianças
Descritores: Creches
Desenvolvimento Infantil
Desenvolvimento da Linguagem
Cuidado da Criança
Enfermagem Pediátrica
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1; T1980



página 1 de 63 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde