Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.658.780 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 695 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 70 ir para página                         

  1 / 695 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-967676
Autor: Cavalcanti, Tássia de Souza; Mélo, Roberta de Sousa; Santos, Anyelle Brito Leite; Moura, Camila Batista Gama; Moura, Diego Luz.
Título: Empoderamento, mulheres e práticas corporais: uma revisão sistemática da literatura / Empowerment, women and corporate practices: a systematic review of literature
Fonte: Licere (Online);21(3):i:319-f:344, set.2018.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar a produção acadêmica sobre o empoderamento de mulheres em práticas corporais. Foi realizada uma revisão sistemática nas bases: Scielo, Web of Science, Lilacs, Pubmed, Medline e Scopus. O arco temporal foi de 2005 a 2015, nos idiomas português e inglês. Foram selecionados 14 artigos. Os resultados apontam a carência de estudos e a preferência pelo método qualitativo. Foi realizada a análise de conteúdo, que permitiu elencar três categorias: O empoderamento como luta, O empoderamento como negação e; o empoderamento como conformação. Concluímos a falta de um consenso "mínimo" em torno dos entendimentos construídos no debate. É necessária a realização de mais pesquisas sobre as questões de gênero vivenciadas nos contextos esportivos e de lazer.

This article aims to analyze the academic production on the empowerment of women in corporal practices. A systematic review was performed on the bases: Scielo, Web of Science, Lilacs, Pubmed, Medline and Scopus. The time frame was from 2005 to 2015, in Portuguese and English. A total of 14 articles were selected. The results indicate the lack of studies and the preference for the qualitative method. Content analysis was carried out, which allowed the inclusion of three categories: Empowerment as a struggle, Empowerment as a negation and; Empowerment as conformation. We conclude the lack of a "minimal" consensus around the understandings built in the debate. It is necessary to carry out more research on the gender issues experienced in sports and leisure contexts.
Descritores: Esportes
Poder Psicológico
Características Culturais
Estudos de Gênero
Atividades de Lazer
Grupos Minoritários
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047501
Autor: Viana, Géssica de Castro Silva; Carrera, Fernanda Ariane Silva.
Título: A (in)visibilidade da mulher negra youtuber / The (in)visibility of the black female youtuber / La (in)visibilidad de la mujer negra youtuber
Fonte: RECIIS (Online);13(4):707-724, out.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Discutindo sob o viés interseccional, o artigo busca expor a problemática da invisibilidade midiática das mulheres negras youtubers dentro do contexto da cultura participativa. Identificamos e observamos canais de mulheres youtubers a partir do recorte das temáticas do feminismo e empoderamento feminino, e realizamos um estudo descritivo com abordagem quanti-qualitativa, analisando as aproximações e distanciamentos dos canais a partir das categorias de alcance, interação e temática. Conclui-se que as youtubers negras interagem de forma mais significativa do que as youtubers não negras, o que não interfere no alcance dos canais, visto que as youtubers negras possuem dados de alcance inferior às youtubers não negras. Observamos que mesmo podendo atingir todas as mulheres, as falas das youtubers negras podem ser entendidas com enfoque na questão racial, enquanto isso, identificamos um discurso universal do 'ser mulher' nas falas das youtubers não negras, fator que pode contribuir para o alcance expressivo.

Discussing under the intersectional bias, the article seeks to expose the problem of media invisibility of black women youtubers within the context of participatory culture. We identified and observed channels of female youtubers from the cut of the themes of feminism and female empowerment, and we conducted a descriptive study with quantitative and qualitative approach, analyzing the approximations and distances of the channels from the reach, interaction and thematic categories. It is concluded that black youtubers interact more significantly than non-black youtubers, which does not interfere with the range of the channels, as black youtubers have lower range data than non-black youtubers. We note that even though it can reach all women, the black youtubers' speeches can be understood with focus on the racial issue, meanwhile, we identified a universal discourse of 'being a woman' in the non-black youtubers speeches, a factor that can contribute to the expressive reach.

Discutiendo bajo el sesgo interseccional, el artículo busca exponer el problema de la invisibilidad mediática de las youtubers negras en el contexto de la cultura participativa. Identificamos y observamos canales de youtubers mujeres a partir del corte de los temas del feminismo y el empoderamiento femenino, y realizamos un estudio descriptivo con enfoque cuantitativo y cualitativo, analizando las aproximaciones y distancias de los canales desde el alcance, la interacción y las categorías temáticas. Se concluye que las youtubers negras interactúan de manera más significativa que las youtubers no negras, lo que no interfiere con el rango de los canales, ya que las youtubers negras tienen datos de rango más bajos que las youtubers no negras. Observamos que, aunque puede llegar a todas las mujeres, los discursos de las youtubers negras se pueden entender con un enfoque en el tema racial, mientras que identificamos un discurso universal de 'ser mujer' en los discursos de las youtubers no negras, un factor que puede contribuir al alcance expresivo.
Descritores: Poder Psicológico
Feminismo
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Iniquidade de Gênero
Interseccionalidade
-Mulheres
Epidemiologia Descritiva
Webcast
Mídia Audiovisual
Mídias Sociais
Racismo
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  3 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050744
Autor: Galeano, Giovana Barbieri; Guareschi, Neuza Maria de Fátima; Scisleski, Andrea Cristina Coelho.
Título: Políticas de pesquisa e resistências em tempos de acirramento dos processos de violência / Research policies and resistance policies in times of incitement of violence processes / Políticas de investigación y resistencia en tiempos de intensificación de los procesos de violencia
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):19-32, ago.-nov. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo, tomamos os estudos de Hannah Arendt, Walter Benjamin e Giorgio Agamben para problematizar a Psicologia e as demandas que lhe são dirigidas em termos de empreender a produção de estratégias contra práticas violentas que tem crescido no contexto brasileiro contemporâneo. Para a presente discussão, designamos três analisadores principais: o primeiro é uma cena vivenciada em um parque da cidade de Porto Alegre - RS, cuja função como cenário é discutir como a Psicologia aborda questões relacionadas ao cotidiano no que tange a produção de conhecimento; o segundo considera os movimentos realizados por diversos grupos em todo o Brasil sob a hashtag "#elenão"; finalmente, o terceiro focaliza o período após o primeiro turno das eleições presidenciais de 2018, quando o espaço público foi usado para dialogar sobre as propostas presidenciais dos candidatos para o segundo turno. A aposta ético-epistemológica e política de nossa pesquisa está ligada às lutas que constituem um espaço de resistência em relação às práticas violentas incitadas cotidianamente. Argumentamos que as lutas não dizem respeito apenas à afirmação da possibilidade de existência/vida, mas, principalmente, sobre a impossibilidade de não lutar...(AU)

In this article, we take Hannah Arendt, Walter Benjamin and Giorgio Agamben's studies to problematize psychology and the direct demands to produce strategies against violent practices that have been escalating in the contemporary Brazilian context. We designate three main analyzers to the present discussion: the first is a scene experienced in a park in the city of Porto Alegre - Rio Grande do Sul, which serves as an example to discuss how psychology approaches these daily-life issues of vulnerability related to knowledge production; the second regards to movements performed by several groups throughout Brazil, during the election period, under the hashtag "#elenão"; finally, the third analyzer focuses on the campaign period for the second term of the 2018's presidential election when the public space was used to discuss candidates' presidential proposals. The ethical-epistemological and political bet of our research is linked to daily struggles that constitute a space of resistance to violent practices incited on a daily basis. We argue that struggles are not only related to the affirmation of the possibility to exist in society, but also to the impossibility of not struggling...(AU)

En este artículo, tomamos los estudios de Hannah Arendt, Walter Benjamin y Giorgio Agamben para problematizar la psicología y las demandas que se le dirigen en términos de emprender la producción de estrategias contra prácticas violentas que han crecido en el contexto brasileño contemporáneo. Para la presente discusión, designamos tres analizadores principales: el primero es una escena vivida en un parque de la ciudad de Porto Alegre ­ Rio Grande do Sul, cuya función como escenario es discutir cómo la psicología aborda temas relacionados con la vida cotidiana en términos de producción de conocimiento; el segundo analizador considera los movimientos realizados por diversos grupos en todo Brasil bajo el hashtag "#elenão"; Por último, el tercer analizador se centra en el período posterior a la primera votación de las elecciones presidenciales de 2018, cuando se utilizó el espacio público para dialogar sobre las propuestas presidenciales de los candidatos para la segunda votación. La apuesta ético-epistemológica y política de nuestra investigación está vinculada a las luchas que constituyen un espacio de resistencia en relación a las prácticas violentas incitadas cotidianamente. Argumentamos que las luchas no se refieren sólo a la afirmación de la posibilidad de existencia/vida, sino principalmente a la imposibilidad de no luchar...(AU)
Descritores: Psicologia
Psicologia Social
Comportamento Social
Violência
Poder Psicológico
Estado
Populações Vulneráveis
Marginalização Social
Relações Interpessoais
-Política
Relações Raciais
Violência Étnica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  4 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984589
Autor: Obregón, José Miguel Viscarra; Anjos, Marcio Fabri dos.
Título: Nephrologists between power and vulnerability in times of technology / O Nefrologista entre o poder e a vulnerabilidade em tempos tecnológicos
Fonte: J. bras. nefrol;40(4):403-409, Out.-Dec. 2018.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The doctor-patient relationship is often discussed from the perspective of patient vulnerability. Little attention is given to the vulnerability of nephrologists in their professional practice, a reality often affected by profound cultural transformation arising from technological development. Nephrology is based on research and procedure instrumentalization, both permeated with technology. In addition, the relationship between nephrologists and institutions is governed by market rules. Recent data showed a shortage of new nephrologists and the need to improve the technical training of new professionals, foster the establishment of interventional nephrology, and attract more graduating physicians to this medical specialty. Bioethics offers a different perspective on the issue, since it takes the subjective concerns of medical doctors and the social environments they participate in into consideration in order to enhance their ethical autonomy. These ideas may be discussed as part of undergraduate or specialization programs, thus reinforcing the acknowledgement of vulnerability as a condition and of the relevance of adopting a reflective attitude toward the events of everyday life that interact with the morality of nephrologists, so that risks are adequately faced having bioethical parameters as a reference.

RESUMO A vulnerabilidade do paciente é sempre foco de maior atenção quando se analisa a relação médico-paciente. Pouca ênfase é dirigida à vulnerabilidade do nefrologista em relação à própria prática profissional, frequentemente afetada pelas profundas transformações culturais decorrentes do desenvolvimento tecnológico. A atividade da Nefrologia é embasada na pesquisa e na instrumentalização dos procedimentos, ambos permeados pela tecnologia. Além disso, os relacionamentos com instituições são regidos por regras mercadológicas. Dados recentes constatam a escassez de novos nefrologistas, fato que mobiliza a proposta de melhorar a capacitação técnica de novos nefrologistas, favorecendo o estabelecimento da Nefrologia Intervencionista e o implemento durante a graduação médica de ferramentas que aumentem a atratividade por tal especialidade. A Bioética lança um olhar diferente sobre essa questão, pois considera aspectos subjetivos relacionados ao profissional e ao seu entorno social com o intuito de potencializar sua autonomia ética. Essa proposição pode ser considerada durante a graduação e a especialização para o reconhecimento da sua condição de vulnerabilidade e da importância de uma atitude reflexiva que levaria a perceber as incidências cotidianas que agem sobre a moral do nefrologista, para ser possível enfrentar adequadamente os riscos baseado em parâmetros bioéticos.
Descritores: Tecnologia Biomédica
Nefrologia/estatística & dados numéricos
-Poder Psicológico
Mão de Obra em Saúde
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058816
Autor: Correia, Priscilla Costa; Zamora, Maria Helena Rodrigues Navas; Bicalho, Pedro Paulo.
Título: Em nome da proteção de crianças, adolescentes e seus direitos violados / In the name of protection of the children, adolescents and their rights violated / En nombre de la protección de los niños, adolescentes y sus derechos violados
Fonte: Rev. polis psique;8(3):180-209, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo pretende analisar as práticas e discursos que atravessam o fazer dos profissionais do sistema de justiça que, em nome da proteção e do cuidado, governam e culpabilizam a vida das crianças, dos adolescentes e de suas famílias empobrecidas. Através do método da pesquisa-intervenção e da experiência profissional em uma Vara da Infância e da Juventude, utilizamos a técnica do diário de campo para analisar partes do caso de uma família que teve seus direitos violados por membros do próprio núcleo familiar e pelo Estado. Importante considerar para esta análise os conceitos da Análise Institucional, das obras de Michel Foucault e dos demais autores implicados com a garantia de direitos de crianças e adolescentes, para que possamos verificar os discursos e práticas que surgem na justiça e podem promover sutis ou devastadoras violações de direitos do grupo familiar. (AU)

This article intends to analyze the practices and discourses that cross the activities of professionals of the justice system who, in the name of protection and care, govern and blame the lives of children, adolescents and their impoverished families. Through the method of research-intervention and the experience as a psychologist in a Childhood and Youth Court, we used tool, technique of field diary to analyze parts of the case of a family that had their rights violated by members of the family nucleus itself, and also by the State. It is important to consider for this analysis the concepts of Institutional Analysis, the works of Michel Foucault and other authors involved in the issue of the guarantee of children and adolescents rights, so that we can verify the discourses and practices that arise in justice and can promote subtle or devastating right violations against the family group. (AU)

El presente artículo pretende poner en análisis las prácticas y discursos que atravesan el hacer de los profesionales del sistema de justicia que, en nombre de la protección y del cuidado, gobiernan y culpabilizan la vida de los niños, de los adolescentes y de sus familias empobrecidas. A través del método de la investigación-intervención y de la experiencia como psicóloga en una Vara de la Infancia y de la Juventud utilizamos, técnica del diario de campo para analizar partes del caso de una familia que tuvo sus derechos violados, por miembros del propio núcleo familiar, y por el Estado. Es importante considerar para este análisis los conceptos del Análisis Institucional, de las obras de Michel Foucault y de los demás autores implicados con la garantía de derechos de niños y adolescentes, para que podamos verificar los discursos y prácticas, que surgen en la justicia y pueden promover sutiles o devastadoras violaciones de derechos frente al grupo familiar. (AU)
Descritores: Poder Psicológico
Família/psicologia
Defesa da Criança e do Adolescente/psicologia
Poder Judiciário
Violações dos Direitos Humanos/psicologia
-Pobreza/psicologia
Controle Social Formal
Violência Doméstica/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  6 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Vargens, Octávio Muniz da Costa
Araujo, Luciane Marques de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947715
Autor: Pinto, Janaina Janini; Santos, Rosângela da Silva; Vargens, Octavio Muniz da Costa; Araújo, Luciane Marques de.
Título: A medicalização e patologização na perspectiva das mulheres transexuais: acessibilidade ou exclusão social / The medicalization and pathologization in the perspective of transgender women: accessibility or social exclusion / La medicalización y patologización desde la perspectiva de mujeres transgénero: accesibilidad o exclusión social
Fonte: Rev. enferm. UERJ;25:[e29009], jan.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: descrever a percepção das mulheres transexuais acerca do acesso e tratamento no processo transexualizador e discutir a visão das mesmas em relação à patologização e medicalização. Método: pesquisa descritiva, qualitativa, com 40 mulheres transexuais, realizada entre dezembro de 2016 e abril de 2017, utilizando entrevistas semiestruturadas. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo. Projeto aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa, CAAE 64975517.9.0000.5266. Resultados: Emergiu a categoria: Identidades, despatologização e desmedicalização: interfaces e dissidências da autonomia da mulher transexual, com subtema: Medicalização identitária: entrave ou garantia do direito trans? A visão patologizada e medicalizada predomina na assistência às mulheres transexuais. Elas vivenciam a dominação médica e não participam das decisões sobre o tempo cirúrgico e demais elementos do tratamento. Conclusão: as mulheres transexuais não entendem a transexualidade como patologia. Percebem a visão patológica do profissional como algo naturalizado e se submetem a essa condição para ter acesso ao processo transexualizador

Objectives: to describe the transsexual women's perception about access and treatment in the process of transsexualization, and to discuss their vision regarding pathologization and medicalization. Method: descriptive, qualitative research with 40 transsexual women, performed between December 2016 and April 2017, using semi-structured interviews. Data were submitted to content analysis. The Research Ethics Committee approved the project (CAAE 64975517.9.0000.5266). Results: a category emerged Identities, depathologization and demedicalization - interfaces and dissidences of the autonomy of transsexual women, with subtheme: Medicalization of identity: hindrance or guarantee of transsexual rights? The pathologized and medicalized view predominate in the assistance to transsexual women. They experience medical domination and do not participate in decisions about surgical time and other elements of treatment. Conclusion: transsexual women do not understand transsexuality as pathology. However, they perceive the pathological view of the professional as something naturalized and submit themselves to this condition in order to get access to the process of transexualization

Objetivos: describir la percepción de mujeres transexuales sobre el acceso y el tratamiento en el proceso de transexualizador y discutir su visión con respecto a la patologización y la medicalización. Método: investigación descriptiva, cualitativa con 40 mujeres transexuales, realizada entre diciembre de 2016 y abril de 2017, mediante entrevistas semiestructuradas. Se utilizó el análisis de contenido. El Comité de Ética en Investigación aprobó el proyecto (CAAE 64975517.9.0000.5266). Resultados: surgió una categoría Identidades, despatologización y desmedicalización - interfaces y disidencias de la autonomía de mujeres transexuales, con el subtema Medicalización de la identidad: ¿obstáculo o garantía de los derechos transexuales? La visión patologizada y medicalizada predomina en la asistencia a mujeres transexuales. Experimentan dominación médica y no participan en las decisiones sobre el tiempo quirúrgico y otros elementos del tratamiento. Conclusión: las mujeres transexuales no entienden la transexualidad como patología. Sin embargo, perciben la visión patológica del profesional como algo naturalizado y se someten a esta condición para acceder al proceso transexualizador.
Descritores: Poder Psicológico
Medicalização
Pessoas Transgênero
Serviços de Saúde para Pessoas Transgênero
Identidade de Gênero
-Patologia Clínica
Transexualidade
Estudos de Avaliação como Assunto
Epidemiologia Descritiva
Acesso aos Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  7 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058811
Autor: Lasta, Letícia Lorenzoni; Guareschi, Neuza Maria de Fátima.
Título: Políticas de assistência social: entre a produção/governo da vida / Social assistance policies: between the production/government of life / Políticas de asistencia social: entre a producción/gobierno de la vida
Fonte: Rev. polis psique;8(3):70-87, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem por objetivo mostrar como a vida humana, em tempos de neoliberalismo, se tornou recurso importante que afeta os interesses e interfere na eficiência das instituições sociais. Para isso, realiza-se uma análise das classificações em diferentes níveis de complexidade do Sistema Único de Assistência Social (proteção social básica, proteção social média e alta complexidade) descritas na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (2014). Tendo isto em vista, fundamentamo-nos no conceito de classes interativas de Ian Hacking e na noção de governamento dos estudos foucaultianos para apontarmos como o processo de produção de sujeitos e o governo da vida humana têm sido atravessados pelas políticas socioassistenciais do presente. Para tal, organizamos esta discussão em três pontos: introduzindo a discussão; políticas de assistência social e a produção das classes interativas; e o governo da vida. (AU)

This paper aims to show how human life, in neoliberal times, has become an important resource that both affects the interests of and interferes with the effectiveness of social institutions. In order to do that, we have performed an analysis of the classifications of different levels of complexity of the Unified Social Assistance System (basic social protection, medium social protection, and high complexity) as described in the National Categorization of Social Assistance Services (2014). The analysis has been supported by the concept of interactive kinds by Ian Hacking, and the notion of government from the Foucauldian studies to point out how the process of production of subjects and the government of human life have been crossed by the present social assistance policies. With this purpose, we have structured this discussion on three points: introduction of the discussion; social assistance policies and the production of the interactive kinds; and the government of life. (AU)

El artículo tiene por objetivo mostrar como la vida humana, en tiempos de neoliberalismo, se ha tornado recurso importante que afecta los intereses e interfiere en la eficiencia de las instituciones sociales. Para eso, se realiza un análisis de las clasificaciones en diferentes niveles de complejidad del Sistema Único de Asistencia Social (protección social básica, protección social media y alta complejidad) descritas en la Tipificación Nacional de Servicios Socio-asistenciales (2014). Teniendo eso en vista, nos hemos fundamentado en el concepto de clases interactivas de Ian Hacking y en la noción de gubernamentalidad de los estudios foucaultianos para poder apuntar como el proceso de producción de sujetos y el gobierno de la vida humana han sido atravesados por las políticas socio-asistenciales del presente. Así, organizamos esta discusión en tres puntos: introducción a la discusión; políticas de asistencia social y la producción de las clases interactivas; y el gobierno de la vida. (AU)
Descritores: Controle Social Formal
Serviço Social/legislação & jurisprudência
Poder Psicológico
Populações Vulneráveis
Economia
-Classe Social
Brasil
Estado
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  8 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-991135
Autor: Matos Filho, Silvio Arcanjo; Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira; Gonçalves, Francisco Gleidson de Azevedo; Pires, Ariane da Silva; Varella, Thereza Christina Mó Y Mó Loureiro.
Título: Micropoderes no cotidiano do trabalho de enfermagem hospitalar: uma aproximação do pensamento de Foucault / Micro-powers in the daily work of hospital nursing: an approximation to the thinking of Foucault / Micropoderes en el cotidiano del trabajo de enfermería hospitalaria: una aproximación del pensamiento de Foucault
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e30716, jan.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: discutir e analisar os micropoderes existentes no cotidiano do trabalho de enfermagem hospitalar, de acordo com o pensamento de Foucault. Conteúdo: o ponto de partida é a análise histórica da divisão do trabalho, na área hospitalar e da enfermagem, em que se evidenciam características comuns aos conceitos de micropoderes discutidos por Foucault. Constata-se a existência de padrões de comportamento e disciplina na atuação da enfermagem hospitalar que são compatíveis com os pressupostos teóricos foucaultianos. Conclusão: é necessário aprofundamento das discussões sobre esta temática com intuito de ampliar o entendimento acerca da prática profissional da enfermagem hospitalar, bem como estabelecer mecanismos que possibilitem a análise pelos trabalhadores de seu cotidiano visando à transformação de posturas e comportamentos. São necessários mobilização e envolvimento coletivo para que processos de mudança aconteçam nas relações de poder que permeiam a profissão de enfermagem.

Objectives: to examine and discuss micro-powers in the daily work of hospital nursing, in the light of the thinking of Foucault. Content: the point of departure was a historical analysis of the division of labor at hospitals and in nursing, which evidenced features in common with the concepts of micro-powers discussed by Foucault. Patterns of behavior and discipline were found to exist in the practice of nursing that are compatible with Foucault's theoretical assumptions. Conclusion: this issue needs to be discussed in greater depth for a broader understanding of the professional practice of hospital nursing, as well as to establish mechanisms that enable workers to examine their daily activities with a view to modifying postures and behavior. Mobilization and collective involvement are also necessary for processes of change to take place in the power relations that permeate the nursing profession.

Objetivos: discutir y analizar los micropoderes existentes en el cotidiano del trabajo de enfermería hospitalaria, de acuerdo con el pensamiento de Foucault. Contenido: el punto de partida es el análisis histórico de la división del trabajo, en el área hospitalaria y de la enfermería, en que quedan evidentes las características comunes a los conceptos de micropoderes discutidos por Foucault. Se constata la existencia de patrones de comportamiento y disciplina en la actuación de la enfermería hospitalaria que son compatibles con los presupuestos teóricos foucaultianos. Conclusión: es necesario profundizar las discusiones sobre esta temática con el propósito de ampliar el entendimiento acerca de la práctica profesional de la enfermería hospitalaria, así como establecer mecanismos que posibiliten que los trabajadores hagan el análisis de su cotidiano con vistas a la transformación de posturas y comportamientos. Se apunta, además, la necesidad de movilización e implicación colectiva para que procesos de cambio ocurran en las relaciones de poder que impregnan la profesión de enfermería.
Descritores: Condições de Trabalho
Poder Psicológico
Capitalismo
Relações Interprofissionais
Serviço Hospitalar de Enfermagem
-Teoria de Enfermagem
Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  9 / 695 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058805
Autor: Montenegro, Francisco Valberdan Pinheiro.
Título: O dispositivo das drogas nas políticas públicas / The dispositive of drugs in public policies / El dispositivo de las drogas en las políticas públicas
Fonte: Rev. polis psique;8(2):263-287, maio-ago. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo aborda a emergência do dispositivo das drogas nas políticas públicas em suas facetas mais contemporâneas no governo da vida e produção de subjetividade. No início desta década observa-se um significativo crescimento do papel do dispositivo das drogas nas políticas públicas. Postas como problema social, as drogas têm sido acionadas sob a forma de ameaça à vida e à sociedade, bem como operacionalizadas enquanto tecnologia de governo. Nesse sentido, depois de uma discussão sobre a produção de conhecimento, o artigo enseja uma problematização sobre o dispositivo das drogas em sua interface com as políticas públicas partindo da análise de documentos, notícias e registros do diário de campo de um estágio em psicologia no Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas (CAPS-AD). Por fim, faz-se apontamentos sobre as formas de disputa e resistência a partir dos jogos de forças que atuam no interior do dispositivo das drogas. (AU)

This article discusses the emergence of the dispositive of drugs in public policies in its most contemporary aspects in the government of life and production of subjectivity. Earlier this decade there has been a significant growth of the dispositive of drugs role in public policies. Put as a social problem, the drugs have been triggered in the form of threat to life and society, as well as operationalized while government technology. This way, after a discussion about the production of knowledge, the article leads to a problematization of the dispositive of drugs in its interface with public policies, starting from the analysis of documents, news and records of the field diary of a psychology internship in the Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas (CAPS-AD). Observations were also made about the forms of dispute and resistance from the mechanisms of power operating inside the dispositive of drugs. (AU)

Este artículo aborda la emergencia del dispositivo de las drogas en las políticas públicas en sus facetas más contemporáneas en el control de la vida y producción de subjetividad. En esta década se observa un crecimiento del papel del dispositivo de las drogas en las políticas públicas, las drogas han sido puestas como un problema social que amenaza la vida y la sociedad valiéndose como una tecnología de control. Después de una discusión sobre la producción de conocimiento, el presente artículo plantea una problematización sobre el dispositivo de las drogas en su interfaz con las políticas públicas partiendo del análisis de documentos, noticias y registros del diario de campo de una pasantía en psicología en el Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas (CAPS-AD). Finalmente, se hace un registro sobre las disputas y resistencias a partir de las fuerzas que actúan en el interior del dispositivo de las drogas. (AU)
Descritores: Comunidade Terapêutica
Poder Psicológico
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia
Redução do Dano
Políticas Públicas de Saúde
-Segurança
Brasil
Governo
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  10 / 695 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058802
Autor: Lemos, Flávia Cristina Silveira; Costa, Nathália Dourado Frazão; Franco, Ana Carolina Farias; Côrrea, Michelle Ribeiro.
Título: Uma crítica às estratégias de comunicação na campanha do UNICEF "Está em suas mãos proteger nossas crianças" / A critical communication strategies in the UNICEF campaign "It's in your hands to protect our children" / A las estrategias de comunicación críticos en la campaña de UNICEF "Está en sus manos para proteger a nuestros hijos"
Fonte: Rev. polis psique;8(2):185-206, maio-ago. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: No contexto dos megaeventos no Brasil, foi lançada uma campanha pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) - "Está em suas mãos proteger nossas crianças" -, com o objetivo de prevenir e denunciar casos de exploração e violência contra crianças e adolescentes. As estratégias de comunicação utilizadas nos dão pistas de como os efeitos de poder circularam nesse processo, sendo importante uma análise mais minuciosa de algumas considerações genealógicas ancoradas em algumas ferramentas de Michel Foucault. Interrogamos que as estratégias usadas articularam o marketing às práticas de judicialização da vida, caindo em um denuncismo que opera a defesa e punição e pouco a rede de garantia de direitos dessas crianças e desses adolescentes. Ao dar uma resposta mais imediata, esses serviços tornam-se uma política de emergência e uma ferramenta de luta midiatizada, baseada na denúncia, na lógica penal e no negócio do social. (AU)

In the context of mega-events in Brazil, a campaign was launched by the United Nations Fund for Children (UNICEF): It's in your hands to protect our children, aiming to prevent and report instances of exploitation and violence against children and adolescents. Communication strategies used give us clues as to how the effects of power circulated in this process, an important closer examination of some genealogical considerations anchored with some tools of Michel Foucault. Questioned that the strategies articulated the marketing practices of judicialization of life; falling into a denunciation which operates the defense and punishment and little by network ensuring the rights these children and adolescents. To give a more immediate response, these services become a political emergency and tool mediated struggle, based on the complaint, the criminal and the logic of social business. (AU)

En el contexto de los megaeventos en Brasil, se lanzó una campaña por el Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF): Está en tus manos para proteger a nuestros niños, con el objetivo de prevenir y denunciar los casos de explotación y la violencia contra los niños, niñas y adolescentes. Las estrategias de comunicación utilizadas nos dan pistas sobre cómo los efectos del poder circular en este proceso, un importante examen más detallado de algunas consideraciones genealógicas anclados con algunas herramientas de Michel Foucault. Cuestionaron que las estrategias articulan las prácticas de comercialización de la judicialización de la vida, cayendo en una denuncia que opera la defensa y castigo y poco a la red para garantizar los derechos de estos niños y adolescentes. Para dar una respuesta más inmediata, estos servicios se convierten en una emergencia política y herramienta mediada lucha, basado en la denuncia, la penal y la lógica de negocio social. (AU)
Descritores: Política
Nações Unidas
Poder Psicológico
Defesa da Criança e do Adolescente
Marketing Social
-Discurso
Responsável: BR574.2 - Biblioteca



página 1 de 70 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde