Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2212 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 222 ir para página                         

  1 / 2212 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1337594
Autor: Andriolo, Arley(edt).
Título: O campo da estética social: ambiente e alteridade / The field of social aesthetics: environment and otherness
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);v. 12(n. 2):105-118, 20210701. 298 KB.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo busca introduzir o campo da estética social, tanto na tradição fenomenológica quanto na pesquisa acadêmica em psicologia. Propõe um breve retorno à história do movimento fenomenológico e aponta a relevância de conceitos como sensibilidade e intersubjetividade. No contexto da fenomenologia contemporânea, particularmente seguindo o pensamento de Merleau-Ponty, o artigo enfoca o conceito de estética em relação ao meio ambiente (Arnold Berleant) e a questão da alteridade (João Frayze-Pereira). A revisão da ideia de estética como teoria da sensibilidade abre o campo da estética cotidiana e o processo de significado das relações interpessoais. Em suma, a contribuição do campo da estética social em psicologia destaca os aspectos participativos da dimensão sensível na vida social

This paper seeks to introduce the field of social aesthetics, concerning both the phenomenological tradition and psychology academic research. It proposes a brief return to the history of the phenomenological movement and it points out the relevance of concepts like sensitivity and intersubjectivity. In the context of contemporary phenomenology, particularly following Merleau-Ponty's thought, the paper focus on the aesthetics concept in relation to the environment (Arnold Berleant) and the issue of the otherness (João Frayze-Pereira). The revision of the idea of aesthetics as a theory of sensibility opens up the field of everyday aesthetics and the meaning process of interpersonal relationships. In sum, the contribution of the field of social aesthetics in psychology highlight the participatory aspects of the sensitive dimension in social life
Descritores: Estética
-Psicologia Social
Relações Interpessoais
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  2 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-438693
Autor: Kantorski, Luciane Prado; Souza, Jacqueline de; Willrich, Janaína Quinzen; Mielke, Fernanda Barreto.
Título: O cuidado em saúde mental: um olhar a partir de documentos e da observação participante / The care in mental health: a glance starting from documents and participant observation
Fonte: Rev. enferm. UERJ;14(3):366-371, jul.-set. 2006.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo tem como objetivo descrever as práticas de cuidado em saúde mental, estruturadas em Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), a partir dos pressupostos teórico-práticos da reabilitação psicossocial. Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada no CAPS-Castelo, em Pelotas/ RS, em 2004. As técnicas de pesquisa utilizadas foram: análise documental do Projeto Terapêutico desse Serviço e a observação participante. A observação participante totalizou 168 horas, sendo registrada sistematicamente em um diário de campo, e através dela buscou-se apreender a descrição do local, das atividades e eventos especiais desenvolvidos no Serviço. Os dados foram agrupados nas seguintes temáticas: as diretrizes da organização institucional do serviço, a equipe, o cuidado em saúde mental no cotidiano do serviço, os registros. Conclui-se ser necessário conhecer as práticas cotidianas do serviço visando problematizá-las para que se possa de fato promover a superação das práticas asilares.
Descritores: Enfermagem Psiquiátrica
Enfermagem em Reabilitação
Política de Saúde
Psicologia Social
Reabilitação
Saúde Mental
-Brasil
Observação/métodos
Pesquisa Qualitativa
Pessoas Mentalmente Doentes/psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1314643
Autor: Cespedes Camacho, Elena.
Título: Estudio comparativo de las necesidades bio-psicosociales y espirituales de pacientes oncológicos hospitalizados / Comparative study of the bio-psychosocial and spiritual needs of hospitalized oncological patients.
Fonte: Cochabamba; s.n; dic. 1988. 116 p. ilus.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Católica Boliviana San Pablo. Facultad de Enfermería Elizabeth Seton para obtenção do grau de Licenciada en Enfermería.
Descritores: Enfermagem Oncológica
Pacientes Incuráveis
Psicologia Social
Religião e Psicologia
Serviço Hospitalar de Oncologia
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BO79.1 - Biblioteca Mirna Salinas
BO79.1; 503, C46e


  4 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1295163
Autor: Cespedes Camacho, Elena.
Título: Estudio comparativo de las necesidades bio-psicosociales y espirituales de pacientes oncológicos hospitalizados / Comparative study of the bio-psychosocial and spiritual needs of hospitalized oncological patients.
Fonte: Cochabamba; s.n; dic. 1988. 116 p. ilus.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Católica Boliviana San Pablo. Facultad de Enfermería Elizabeth Seton para obtenção do grau de Licenciada en Enfermería.
Descritores: Enfermagem Oncológica
Pacientes Incuráveis
Psicologia Social
Religião e Psicologia
Serviço Hospitalar de Oncologia
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BO79.1 - Biblioteca Mirna Salinas
BO79.1; 503, C46e


  5 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1098510 LILACS-Express
Autor: Silva, Rodrigo Lages e.
Título: Exercícios ambulatórios para uma reflexão acerca das psicologias sociais e da cidade* / Ambulatory exercises for a reflection upon social psychologies and the city / Ejercicios ambulatorios para una reflexión acerca de las psicologías sociales y urbanas
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39:e187957, jan.-mar.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Penso a relação entre diferentes psicologias sociais e as cidades. Para tanto, caracterizo tais psicologias como manifestantes que foram às ruas em 2013 nas chamadas "jornadas de junho". Faço, a partir desse experimento ficcional, uma reflexão acerca do compromisso ético e dos desafios práticos e epistêmicos que as psicologias sociais enfrentam em diferentes campos empíricos, tais como: a luta por direitos humanos; as políticas públicas; a prática científica e acadêmica; e os movimentos sociais. Neste processo, destaca-se a cidade em sua radical heterogênese como potência de desacomodação das formações estereotipadas que assombram as práticas e as pesquisas em Psicologia Social. Por fim, este texto relaciona estas reflexões com a temática do Encontro Regional Sul da ABRAPSO de 2014, em Londrina, que foi "O clamor das ruas", problematizando a dialética rua x interioridade que é constituinte da subjetividade contemporânea, com vistas à problematização de uma dimensão comum que tem na cidade seu modo de expressão por excelência.

Abstract I think on the relation between different social psychologies and the cities. In order to do that, I figure those social psychologies as demonstrators who took the streets in the so -called June Journeys in 2013. From this fictional experiment I make a reflection about the ethical engagement and the practical and epistemic challenges faced by social psychologies in different empirical fields: human rights struggle; public policies; scientific and academy practices; and social movements. By doing so, the city in its radical hetero engenderment is highlighted as a potential inconvenience to the stereotyped formations that haunts Social Psychology in praxis and research. By the end, this text relates those reflections with the theme from de Regional South Encounter of ABRAPSO in 2014, at Londrina, "The claim from the streets", questioning the dialectics street x interior which is constitutive of the contemporary subjectivity, in order to analyse a common dimension which has in the city its expression par excellence.

Resumen Pienso acerca de la relación de las distintas psicologías sociales y las ciudades. En este objetivo caracterizo estas distintas psicologías sociales como manifestantes que salieron a las calles en las llamadas "días de junio" en 2013. Pienso en la relación entre diferentes psicologías sociales y ciudades. Con este fin, caracterizo tales psicologías como manifestantes que salieron a las calles en 2013 en los llamados "viajes de junio". A partir de este experimento ficticio, reflexiono sobre el compromiso ético y los desafíos prácticos y epistémicos que enfrentan las psicologías sociales en diferentes campos empíricos, tales como: la lucha por los derechos humanos; políticas públicas; práctica científica y académica; y movimientos sociales. En este proceso, la ciudad se destaca en su heterogénesis radical como un poder desencadenante de formaciones estereotipadas que persiguen las prácticas e investigaciones de la Psicología Social. Finalmente, este texto relaciona estas reflexiones con el tema de la Reunión Regional del Sur ABRAPSO 2014 en Londrina, que fue "El clamor de las calles", problematizando la dialéctica calle x interioridad que es un componente de la subjetividad contemporánea, con miras a problematizar una dimensión común que tiene en la ciudad su modo de expresión por excelencia.
Descritores: Psicologia Social
Cidades
-Psicologia
Política Pública
Apoio Social
Sistema Único de Saúde
Capacitação Profissional
Direitos Humanos
Movimento
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  6 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1292490
Autor: Pinto, Mariana de Almeida(edt); Paiva, Fernando Santana de(edt).
Título: Conscientização para Transformação social: Apontamentos para a Psicologia Social Comunitária / Conscientization for social transformation: appointments for community social psychology
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);v. 12(n. 2):12-24, 20210701.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo trata-se de um estudo teórico que objetivou analisar a incorporação da categoria "conscientização" no campo da Psicologia Social Comunitária (PSC), de modo a refletir sobre o complexo arcabouço teórico que constitui tal pressuposto e os desafios que são colocados para a prática profissional da(o) psicóloga(o) comunitário(a) inserida(o) no atual contexto social brasileiro. Para tanto, buscamos delinear as bases teóricas da categoria conscientização a partir de Paulo Freire e sua adoção por percussores da psicologia social latino-americana, como Ignácio Martín-Baró e Maritza Montero. Em seguida, discorremos sobre os possíveis impasses teórico-metodológicos enfrentados por profissionais da psicologia para a concretização de ações de conscientização nos espaços de atuação profissional e comunitária. Consideramos que os limites e possibilidades colocados para a tarefa de conscientização perpassam por uma análise histórica dos fenômenos sociais e subjetivos, em sua relação dialética, tornando-se cada vez mais necessário o resgate e fortalecimento de perspectivas críticas de atuação que assumam, em sua radicalidade, o ideário ético-político de Libertação

This article is a theoretical study that aimed to analyze the incorporation of the category "conscientization" in the field of Community Social Psychology (PSC), in order to reflect on the complex theoretical framework that constitutes such an assumption and the challenges that are posed for the professional practice of the community psychologist in the current Brazilian social context. Therefore, we seek to delineate the theoretical bases of the category of conscientization based on Paulo Freire and its adoption by latin american social psychology, such as Ignácio Martín-Baró and Maritza Montero. Then, we discuss the possible theoretical-methodological impasses faced by professionals in psychology to implement the conscientization in the spaces of professional and community action. We considers that the limits and possibilities placed on the task of conscientization involve a historical analysis of social and subjective phenomena, in their dialectical relationship, making it increasingly necessary to rescue and strengthen critical perspectives of action that they assume, in their radicality, the ethical-political perspective of Liberation
Descritores: Psicologia Social
-Prática Profissional
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  7 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154248
Autor: Fonseca, Lázaro Batista da.
Título: Narrativas e políticas de um sertão e suas vidas severinas / Narrativies and policies of a wildness and their severinas lives
Fonte: Fractal rev. psicol;32(3):246-252, set.-dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Como no histórico poema de João Cabral de Melo Neto, ainda hoje muitos severinos - maridos, pais, filhos e irmãos - saem do Nordeste brasileiro, motivados pelo sonho de prosperar na labuta e encontrar um sentido para suas existências, fugindo de um lugar de morte e indo em busca de outra vida. Considerando esses fluxos migratórios em sua forma sazonal, o presente texto é fruto de dissertação de mestrado que buscou problematizar os encontros dos moradores do semiárido do estado de Sergipe com as novidades e vicissitudes que o trabalho desses homens lhes propiciou e as alterações que produziu na vida do lugar e das pessoas. Para tanto, são apresentados fragmentos narrativos que buscam ilustrar alguns aspectos do cotidiano e dos processos sócio-históricos experimentados no lugar e pelas pessoas que nele moram ou moraram. Ademais, e especialmente, destaca-se a importância das mulheres severinas, que na sua potente capacidade de reinventar a vida em meio às adversidades, alargaram sua rede de sociabilidade.(AU)

As the historical text by João Cabral de Melo Neto, even today many severinos - husbands, fathers, sons and brothers - leave the Northeast, motivated by dreams of thriving in toil and find a meaning for their existence, fleeing from a place that feels like death and going in search of another life. This work aims to discuss the meetings of inhabitants of a village in the semi-arid region of Sergipe state with news and vicissitudes that the work of these men gives them and the changes it produces in the life of the place and people. To this end, narrative fragments are presented that demonstrate some aspects of the daily life and socio-historical processes of the village and the people who live or lived there. In addition, and especially highlights the importance of women, severinas, who in their powerful ability to reinvent their lives in the midst of adversity that migration establishes, it also benefits by extending its network of sociability.(AU)
Descritores: Psicologia Social
Narração
Migração Humana
-Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR13.2 - Biblioteca Central de Gragoatá


  8 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154247
Autor: Pulido-Martínez, Hernán Camilo; Burbano-Valente, Johanna.
Título: La crítica de la psicología, trabajo y la pandemia de Covid-19* / The criticism of psychology, work, and the Covid-19 pandemic
Fonte: Fractal rev. psicol;32(3):318-327, set.-dez. 2020.
Idioma: es.
Projeto: Vicerrectoría de Investigación Pontificia Universidad Javeriana.
Resumo: Ante la pandemia de Covid-19 causada por el vírus SARS-CoV-2 que puso a los trabajadores de la región lationamericana en una condición de mayor vulnerabildad, en este artículo se consideran algunas de las respuestas proporcionadas por la psicología convencional de corte industrial-organizacional, las cuales han estado caracterizadas por su enfasis técnico y acrítico dirigido a responsabilizar a los trabajadores de la actual situación. Tambien son analizadas las propuestas construidas por la psicología crítica descritas como soluciones colectivas que convocan instancias Estatales, organizacionales, sindicales y gremiales para diseñar intervencinoes que contribuyan a mitigar la situacion de mayor vulnerabilidad laboral. Por último, son consideradas las respuestas derivadas de perspectivas externas a la psicologia que examinan criticamente esta disciplina para mostrar las operaciones de gobierno que son posibles gracias a las intervenciones psicológicas referidas a la contencion de la pandemia. Se señala que la llamada crisis de la crítica estaría permeándose tanto en aquellas psicologías que asumen perspectivas no hegemónicas, como en la crítica misma de la psicología cuando consideran la situación actual.(AU)

Diante da pandemia da Covid-19 causada pelo vírus SARS-CoV-2, que colocou os trabalhadores da região latino-americana em uma condição mais vulnerável, neste artigo se considera algumas das respostas fornecidas pela psicologia convencional, que tem se caracterizado por sua ênfase técnica e acrítica no sentido de responsabilizar os trabalhadores pela situação atual. Também se analisam as propostas construídas pela psicologia crítica descritas como soluções coletivas que apelam às instâncias estatais, organizacionais, sindicais e grupais para conceber intervenções que ajudem a mitigar a situação de maior vulnerabilidade no trabalho. Por fim, são consideradas as respostas derivadas de perspectivas externas à psicologia que examinam criticamente essa disciplina para mostrar as operações de governo que são possíveis por meio de intervenções psicológicas relacionadas à contenção da pandemia. Ressalta-se que a chamada crise da crítica estaria permeando tanto aquelas psicologias que assumem perspectivas não hegemônicas, como a própria crítica da psicologia em si ao se considerar a situação atual.(AU)

Faced with the Covid-19 pandemic caused by the SARS-CoV-2 virus that put workers in the Latin American region in a more vulnerable condition, this article considers some of the responses provided by conventional industrial-organizational psychology, which have been characterized by their technical and uncritical emphasis aiming at holding workers accountable for the current situation. Also, the proposals constructed by critical psychology are analyzed to indicate that these collective solutions appeal to State, organizational, union and group instances to design interventions that contribute to mitigate the situation of greater vulnerability at work. Finally, the responses derived from perspectives external to psychology that critically examine this discipline are considered to show the government operations that are possible through psychological interventions related to the containment of the pandemic. It is pointed out how the so-called crisis of criticism is permeating those psychologies that assume non-hegemonic perspectives, as well as in the criticism of psychology itself when they consider the current situation.(AU)
Descritores: Psicologia Social
Trabalho/psicologia
COVID-19
Limites: Humanos
Responsável: BR13.2 - Biblioteca Central de Gragoatá


  9 / 2212 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050744
Autor: Galeano, Giovana Barbieri; Guareschi, Neuza Maria de Fátima; Scisleski, Andrea Cristina Coelho.
Título: Políticas de pesquisa e resistências em tempos de acirramento dos processos de violência / Research policies and resistance policies in times of incitement of violence processes / Políticas de investigación y resistencia en tiempos de intensificación de los procesos de violencia
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):19-32, ago.-nov. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo, tomamos os estudos de Hannah Arendt, Walter Benjamin e Giorgio Agamben para problematizar a Psicologia e as demandas que lhe são dirigidas em termos de empreender a produção de estratégias contra práticas violentas que tem crescido no contexto brasileiro contemporâneo. Para a presente discussão, designamos três analisadores principais: o primeiro é uma cena vivenciada em um parque da cidade de Porto Alegre - RS, cuja função como cenário é discutir como a Psicologia aborda questões relacionadas ao cotidiano no que tange a produção de conhecimento; o segundo considera os movimentos realizados por diversos grupos em todo o Brasil sob a hashtag "#elenão"; finalmente, o terceiro focaliza o período após o primeiro turno das eleições presidenciais de 2018, quando o espaço público foi usado para dialogar sobre as propostas presidenciais dos candidatos para o segundo turno. A aposta ético-epistemológica e política de nossa pesquisa está ligada às lutas que constituem um espaço de resistência em relação às práticas violentas incitadas cotidianamente. Argumentamos que as lutas não dizem respeito apenas à afirmação da possibilidade de existência/vida, mas, principalmente, sobre a impossibilidade de não lutar...(AU)

In this article, we take Hannah Arendt, Walter Benjamin and Giorgio Agamben's studies to problematize psychology and the direct demands to produce strategies against violent practices that have been escalating in the contemporary Brazilian context. We designate three main analyzers to the present discussion: the first is a scene experienced in a park in the city of Porto Alegre - Rio Grande do Sul, which serves as an example to discuss how psychology approaches these daily-life issues of vulnerability related to knowledge production; the second regards to movements performed by several groups throughout Brazil, during the election period, under the hashtag "#elenão"; finally, the third analyzer focuses on the campaign period for the second term of the 2018's presidential election when the public space was used to discuss candidates' presidential proposals. The ethical-epistemological and political bet of our research is linked to daily struggles that constitute a space of resistance to violent practices incited on a daily basis. We argue that struggles are not only related to the affirmation of the possibility to exist in society, but also to the impossibility of not struggling...(AU)

En este artículo, tomamos los estudios de Hannah Arendt, Walter Benjamin y Giorgio Agamben para problematizar la psicología y las demandas que se le dirigen en términos de emprender la producción de estrategias contra prácticas violentas que han crecido en el contexto brasileño contemporáneo. Para la presente discusión, designamos tres analizadores principales: el primero es una escena vivida en un parque de la ciudad de Porto Alegre ­ Rio Grande do Sul, cuya función como escenario es discutir cómo la psicología aborda temas relacionados con la vida cotidiana en términos de producción de conocimiento; el segundo analizador considera los movimientos realizados por diversos grupos en todo Brasil bajo el hashtag "#elenão"; Por último, el tercer analizador se centra en el período posterior a la primera votación de las elecciones presidenciales de 2018, cuando se utilizó el espacio público para dialogar sobre las propuestas presidenciales de los candidatos para la segunda votación. La apuesta ético-epistemológica y política de nuestra investigación está vinculada a las luchas que constituyen un espacio de resistencia en relación a las prácticas violentas incitadas cotidianamente. Argumentamos que las luchas no se refieren sólo a la afirmación de la posibilidad de existencia/vida, sino principalmente a la imposibilidad de no luchar...(AU)
Descritores: Psicologia
Psicologia Social
Comportamento Social
Violência
Poder Psicológico
Estado
Populações Vulneráveis
Marginalização Social
Relações Interpessoais
-Política
Relações Raciais
Violência Étnica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 2212 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025767
Autor: Marques, Camilla Fernandes; Roberto, Nathalia Leardini Bendas; Gonçalves, Hebe Signorini; Bernardes, Anita Guazzelli.
Título: O que significa o desmonte? desmonte do que e para quem? / What does dismantling mean? dismantling of what and for whom? / ¿Qué significa el desmontaje? ¿desmontaje qué y para quién?
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):6-18, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem como objetivo discutir o desmantelamento das políticas públicas, em específico, das políticas de saúde e da assistência social. A discussão situa-se no campo da Psicologia Social e inspira-se no pós-estruturalismo para análise desta problemática, tendo como questionamento norteador como se constitui o desmonte, considerando-o como processo dinâmico e inerente à produção das políticas. Por meio do método cartográfico, foi possível percorrer materialidades que emergem como pistas para compreender tal processo. Entende-se que há uma tensão na própria construção dessas políticas, com o intuito de substituir modelos anteriores que não se extinguem pela incorporação do SUS e do SUAS à Constituição. Esta se caracteriza pelo esvaziamento de conceitos norteadores das políticas, como as noções de território e vulnerabilidade. Esse esvaziamento potencializa a emersão de uma nova lógica de governo dentro das políticas públicas, não somente por via da regulação, normatização das condutas e criminalização de certa categoria da população, mas também por uma necropolítica, que visa a colocar no jogo democrático uma política de morte....(AU)

This paper aims to discuss the dismantling of public policies, particularly those related to health and social assistance. With a post-structuralist inspiration, and situated in the field of Social Psychology, this discussion questions how that dismantling has occurred, considering it as a dynamic process that is inherent to the production of policies. By means of the cartographic method, it has been possible to address materials that have emerged as hints to understand that process. There is a tension in the very formulation of those policies aiming at replacing previous models that have not been extinguished with the incorporation of SUS and SUAS to the Constitution. The latter is characterized by the emptying of guiding concepts of those policies, such as the notions of territory and vulnerability. This emptying potentiates the emergence of a new governmental logic within the public policies, by means of not only regulation, conduct normalization, and criminalization of a certain population category, but also through necropolitics, aiming at introducing a death policy in the democratic game....(AU)

El artículo tiene como objetivo discutir el desmantelamiento de las políticas públicas, específicamente las políticas de salud y de asistencia social. La discusión se ubica en el campo de la Psicología Social y se inspira en el postestructuralismo para el análisis de este problema, teniendo como cuestionamiento orientador cómo se constituye el desmantelamiento, considerándolo como un proceso dinámico e inherente a la producción de políticas. A través del método cartográfico, fue posible transitar por materialidades que emergen como pistas para comprender este proceso. Se entiende que existe una tensión en la propia construcción de estas políticas, para sustituir modelos anteriores que no se extinguen por la incorporación del SUS y del SUAS a la Constitución. Esto se caracteriza por el vaciado de los conceptos que orientan las políticas, como las nociones de territorio y vulnerabilidad. Ese vacío potencializa la emergencia de una nueva lógica de gobierno dentro de las políticas públicas, no sólo mediante la regulación, normalización de conductas y criminalización de una determinada categoría de la población, sino también a través de una necropolítica, que busca colocar una política de muerte en el juego democrático....(AU)
Descritores: Psicologia
Psicologia Social
Política Pública
Serviço Social
Sistema Único de Saúde
Vulnerabilidade Social
Política de Saúde
-Vulnerabilidade a Desastres
Democracia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central



página 1 de 222 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde