Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.263.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 30 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 30 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135779
Autor: Sampaio, Débora da Silva; Magalhães, Andrea Seixas; Machado, Rebeca Nonato.
Título: Motivações para adoção tardia: entre o filho imaginado e a realidade / Motivos para la adopción tardía: entre el hijo imaginado y la realidad / Motivations for late adoption: between the imagined child and reality
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e44926, 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO. O presente artigo é parte de pesquisa mais ampla sobre o vínculo parento-filial nas adoções tardias. O objetivo deste estudo foi investigar as motivações para adoção tardia, buscando analisar o papel do trabalho dos Grupos de Apoio à Adoção no momento da escolha do perfil. Foram entrevistados dez sujeitos independentes, três homens e sete mulheres, que adotaram crianças maiores de dois anos e as entrevistas analisadas pelo método de análise de conteúdo. O desejo por vivenciar a parentalidade se apresentou como motivação imperativa no momento da escolha por uma adoção. De modo geral, as motivações para adoção tardia se apresentaram permeadas por mitos que se constituem como crenças, produzindo efeitos impeditivos ou impulsionadores. O altruísmo como motivação para adoção tardia emergiu no presente estudo como um complicador na medida em que prevalece o desejo de ser o salvador e não o de salvar. Destaca-se o trabalho realizado nos Grupos de Apoio à Adoção como fator fundamental na desconstrução de mitos e fantasias dos pretendentes, na conscientização sobre o real perfil das crianças abrigadas e sobre a adoção tardia como possibilidade.

RESUMEN. El presente artículo forma parte de una investigación más amplia sobre el vínculo pariente-hijo en las adopciones tardías. El objetivo de este estudio fue investigar las motivaciones para las adopciones tardías, buscando analizar el rol del trabajo de los Grupos de Apoyo a la Adopción en el momento de la selección del perfil. Se entrevistaron 10 sujetos independientes, 3 hombres y 7 mujeres, que adoptaron niños mayores de dos años y las entrevistas analizadas por el método de análisis de contenido. El deseo de vivir la parentalidad se presentó como motivación imperativa en el momento de optar por una adopción. De modo general, las motivaciones para la adopción tardía se presentaron permeadas por mitos que se constituyen como creencias, produciendo efectos impeditivos o impulsores. El altruismo como motivación para adopción tardía emergió en el presente estudio como un factor que complica, en la medida en que prevalece el deseo de ser el salvador y no el de salvar. Se destaca el trabajo realizado en los Grupos de Apoyo a la Adopción como factor fundamental en la deconstrucción de mitos y fantasías de los pretendientes, generando conciencia sobre el real perfil de los niños albergados y sobre la adopción tardía como posibilidad.

ABSTRACT The present article is part of a broader research on the parent-child bond in late adoptions. This study aimed to investigate the motivations for late adoption, seeking to analyze the role of the work done by the Adoption Support Groups in the moment of choosing the profile. The authors interviewed ten independent subjects, three men and seven women, who adopted children older than two years, and they analyzed the interviews using the content analysis method. The desire to experience parenthood proved to be the imperative motivation in the moment of seeking for an adoption. In general, the motivations for late adoption presented themselves permeated by myths that are established as beliefs, producing impeditive or driving effects. Altruism as motivation for late adoption emerged in the present study as a complicating factor since what prevails is the desire to be the savior and not the desire to save. The authors highlight the work done by the Adoption Support Groups as a fundamental factor in the deconstruction of the myths and fantasies of the applicants, in raising awareness both on the true profile of the sheltered children and late adoption as a possibility.
Descritores: Adoção/psicologia
Criança Adotada/psicologia
-Grupos de Autoajuda
Conscientização
Família/psicologia
Defesa da Criança e do Adolescente/psicologia
Poder Familiar/psicologia
Família de Pais Solteiros
Acolhimento
Relações Familiares/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089515
Autor: Campos, Jussara Maysa; Akutsu, Rita de Cássia Coelho de Almeida; Silva, Izabel Cristina Rodrigues; Oliveira, Karin Savio; Monteiro, Renata.
Título: Gênero, segurança alimentar e nutricional e vulnerabilidade: o Programa das Mulheres Mil em foco / Gender, food and nutrition security and vulnerability: the Thousand Women Program in focus
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1529-1538, abr. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A desigualdade de gênero se revela nas questões de educação, renda e acesso a Segurança Alimentar e Nutricional. No Brasil, o Programa Nacional Mulheres Mil tem como objetivo intensificar o processo de desenvolvimento regional e institucional, pela melhoria do acesso de mulheres em situação de vulnerabilidade social à educação e ao mundo do trabalho. O objetivo é analisar a contribuição do Programa para redução da vulnerabilidade à insegurança alimentar dos domicílios chefiado por mulheres. Aplicou-se um questionário semiestruturado para 384 participantes contendo as variáveis demográficas e socioeconômicas e a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. Constataram-se diferenças significativas em relação à renda, especialmente, entre aquelas em situação de insegurança alimentar, variando o número de participantes da faixa de renda superior a um salário mínimo. O avanço na renda não foi suficiente para intervir na Insegurança Alimentar. Mais pesquisas devem ser realizadas com objetivo de aprofundar a compreensão das relações entre renda, educação e Segurança Alimentar e Nutricional, sobretudo sob a ótica das ações direcionadas ao gênero feminino.

Abstract Gender inequality is revealed in the issues of education, income and access to Food and Nutrition Security. In Brazil, the National Women Thousand Program aims to intensify the process of regional and institutional development by improving the access of women in situations of social vulnerability to education and the world of work. The objective is to analyze the contribution of the Programa Nacional Mulheres Mil's to reduce vulnerability to food insecurity of households headed by woman. A semi-structured questionnaire was applied to 384 participants, which contained the demographic and socioeconomic variables as well as the Brazilian Food Insecurity Scale. It was observed that, although there was no change in the Food Security situation, there were significant differences in relation to income, especially among women in situation of food insecurity, varying from 20.5% to 46% the number of participants with an income range higher than one minimum wage. The advance in the identified income was not enough to intervene in Food Insecurity. Further research should be carried out in order to deepen the understanding of the relationships between income, education and food and nutritional security, especially from the point of view of actions directed at the female gender.
Descritores: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Fatores Sexuais
Abastecimento de Alimentos
Abastecimento de Alimentos/economia
-Brasil
Estudos Prospectivos
Família de Pais Solteiros
Populações Vulneráveis
Economia
Escolaridade
Renda
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1001985
Autor: Ribeiro, Karla Cristina Rocha; Abrão, Jorge Luís Ferreira.
Título: Quem sou eu, quem é você? O lugar da infância na contemporaneidade / Who am i, who are you? The place of childchood in contemporaneity / ¿Quién soy yo, quién eres tú? El lugar de la infancia en la contemporaneidad
Fonte: Estilos clín;23(3):574-589, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é discutir o cenário atual da infância a partir da reconfiguração familiar em dois aspectos principais: a monoparentalidade feminina e a diminuição do papel exercido pelo pai. Trata-se de uma pesquisa teórica qualitativa, cuja finalidade é refletir as condições necessárias para que o processo de subjetivação infantil ocorra contemporaneamente.

The aim of this article is at discussing the current scenario of childhood from the reconfiguration of the family, in two main aspects: the female single parenting and the diminished role played by the father. This is a qualitative theoretical research, whose purpose is to reflect on the available place for the process of child subjectivation to occur contemporaneously.

Este artículo se propone discutir el escenario actual de la infancia a partir de la reconfiguración familiar en dos aspectos principales: la monoparentalidad femenina y la disminución del papel ejercido por el padre. Se trata de una investigación teórica cualitativa, cuya finalidad es reflexionar sobre las condiciones necesarias para que el proceso de subjetivación infantil ocurra contemporáneamente.
Descritores: Desenvolvimento Infantil
Poder Familiar/psicologia
Família de Pais Solteiros
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  4 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1123181
Autor: Bahamón Muñetón, Marly Johanna; Duque Araméndez, Luisa Fernanda; Giraldo Ortiz, Ángela María; Zapata Ramírez, María Cristina.
Título: Relaciones existentes entre características afectivas, psicosociales y cognitivas de niños y niñas entre los 7 y 11 años de edad, hijos de padres separados y no separados, de una institución educativa de la ciudad de Pereira / Relationships between emotional, psychosocial and cognitive characteristics of children between 7 and 11 years old, children of separated and non-separated parents, of an educational institution in the city of Pereira
Fonte: Poiésis (En línea);20(Dic.):1-13, 2010.
Idioma: es.
Resumo: Esta investigación tuvo por objeto establecer cuales son las relaciones existentes entre las características psicosociales, cognitivas, afectivas de niños y niñas entre los 7 y 11 años de edad hijos de padres separados y no separados de una institución educativa de la ciudad de Pereira, para ello se aplicó el Test de Bender, la escala de comportamiento pro-social Coprag y una ficha de caracterización. El análisis fue realizado haciendo uso de la herramienta sistematizada SPSS 15.0, para la realización de correlaciones estadísticas.

This study was designed to establish what are the relationships between psychosocial characteristics, cognitive, affective children between 7 and 11 years of age whose parents separated and removed from a school in the city of Pereira, this will Bender test applied, the scale of pro-social behavior and a form COPRAG characterization. The analysis was done using SPSS systematic tool for conducting statistical correlations. The results obtained indicate no significant correlations between the variables measured in children of separated parents and child of separated parents. One of the main conclusions drawn from the results is that after the past some years of separation, both children and parents achieve a restructuring of family dynamics.
Descritores: Psicologia da Criança
-Comportamento Infantil/psicologia
Família de Pais Solteiros
Relações Familiares/psicologia
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: CO191.1 - Biblioteca


  5 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-469853
Autor: Yunes, Maria Angela Mattar; Mendes, Narjara Fernandes; Albuquerque, Beatriz de mello.
Título: Percepções e crenças de agentes comunitários de saúde sobre resilência em famílias monoparentais pobres / Perceptions and beliefs of health community agents about resilience in single parent poor families
Fonte: Texto & contexto enferm;14(n.esp):24-31, 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo teve por objetivo investigar que idéias, crenças e percepções de resiliência em famílias monoparentais emergem dos discursos dos agentes comunitários de saúde. Tomou-se como base a noção vigente de resiliência aplicada à Psicologia. Seis agentes de diferentes bairros de Rio Grande - RS foram entrevistados e solicitados a caracterizar as famílias que compõem sua experiência cotidiana e famílias monoparentais que superam as dificuldades da pobreza. A maioria descreveu as famílias pobres como carentes, desestruturadas e acomodadas à pobreza. Apesar de alguns relatos apresentarem as transformações positivas das famílias após a monoparentalidade, o trabalho dos agentes parece focar apenas as questões das doenças físicas em detrimento dos aspectos de saúde psicológica do grupo familiar. Portanto, as percepções e crenças sobre resiliência são freqüentemente pessimistas. Estes resultados sugerem a necessidade de programas de formação que possibilitem que os profissionais realizem um trabalho psico-educacional que ofereça condições para o desenvolvimento saudável das famílias...

The present study aimed to investigate which ideas, beliefs and perceptions of resilience in single-parent families emerge from the discourses of health community agents. The notion of resilience used in Psychology was taken as a reference. Six health community agents from different neighborhoods in Rio Grande - RS were interviewed and asked to describe families according to their everyday experience and single-parent families that ôovercome poverty adversitiesõ. Most of them described poor families as ôneedy, unstructured and passive to povertyõ. Although some narratives presented the positive changes that followed the familiesã single-parent condition, the agentãs work seemed to focus more on the questions related to physical diseases than the psychological health aspects. Therefore, the perceptions and beliefs about resilience are frequently pessimistic. These results suggest the need for educational programs to facilitate the professionalsã work with a psychological and educational emphasis towards conditions for the healthy development of families...

El estudio tuvo por objetivo investigar que ideas, creencias y percepciones de resiliencia en familias monoparentales afloran de los discursos de los agentes comunitarios de salud. Para ello, se ha apoyado en la noción vigente de resiliencia aplicada a la Psicología. Seis agentes de distintos barrios de Río Grande - RS fueron entrevistados e invitados a caracterizar las familias que hacen parte de su experiencia cotidiana y familias monoparentales que superan las dificultades de la pobreza. No obstante, algunos relatos presentaren las transformaciones positivas de las familias luego que la monoparentezes, el trabajo de los agentes parece destacar solamente cuestiones sos enfermedades frágis, en perjuicio de los aspectos de la salud psicológica del grupo familiar. Por lo tanto, las percepciones y creencias sobre resiliencia son frecuentemente pesimistas. Estos resultados sugieren la necesidad de programas de formación que posibiliten que los profesionales realicen un trabajo psico-educativo que enfatice condiciones para el desarrollo saludable de las familias...
Descritores: Agentes Comunitários de Saúde
Família
Família de Pais Solteiros
Pobreza
Psicologia Educacional
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  6 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-654122
Autor: Ribeiro, Juliane Portella; Silva, Mara Regina Santos da; Cezar-Vaz, Marta Regina.
Título: Compreendendo o exercício das competências parentais nafamília monoparental chefiada pelo pai / Understanding the practice of parental skills in a single parentfamily headed by the father / Comprendiendo el ejercicio de las competencias parentales en lafamilia monoparental dirigida por el padre
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;10(3):490-497, jul.-set. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho consiste em um estudo de caso desenvolvido com o objetivo de aprofundar a compreensão acerca do exercício das competências parentais no contexto de uma família monoparental constituída por pai efilho. Os dados foram coletados entre março e julho de 2010, através de entrevistas não estruturadas, realizadascom ambos os integrantes da família e, depois, submetidas à análise temática. Os resultados apontam osdesafios enfrentados pelo pai no exercício de seus papéis e tarefas relacionados à educação do filho, as necessidades prioritárias da família do ponto de vista do pai e do filho e os recursos da família para criar um ambiente favorável ao desenvolvimento do filho. O estudo ilustra as dificuldades enfrentadas pelo pai paraconciliar as mudanças sociais e os novos valores com o exercício das competências parentais. A problemáticas e estende para além dos contextos familiares, pois antigos valores coexistem no meio social e influenciam pensamentos e atitudes das pessoas, os quais geralmente são expressos por preconceitos, julgamentos emarginalização dos indivíduos, famílias ou comunidades que possuam características predominantemente contemporâneas, como é o caso da família monoparental chefiada pelo pai.

Case study developed with the purpose of deepening the understanding concerning the practice of parentalcompetences in a context of a single parent family consisting of father and child. Data was collected betweenMarch and July, through non-structured interviews, done with both members from the family and later submittedto thematic analysis. The results point to the challenges faced by the father when facing the practice and tasksconcerning child raising; the priority necessities of the family according to both father and child points of view; thefamily resources to have a favorable environment for the children growth. The study illustrates the difficultiesfaced by the father in order to balance the social changes and the new values with the practice of parentalcompetences. It is a problematic which extends beyond the family context, as old values co-exist in the socialenvironment and influence people's thoughts and attitudes, being, usually, expressed in prejudice, judgments andthe marginalization of individuals, families or communities which have predominantly contemporarycharacteristics, such as a single-parent family led by the father.

Estudio de caso desarrollado con el objetivo de profundizar la comprensión acerca del ejercicio de lascompetencias parentales en el contexto de una familia monoparental constituida por el padre e hijo. Los dadosfueron recolectados entre marzo y julio de 2010, a través de entrevistas no estructuradas, realizadas con amboslos integrantes de la familia y después sometidas al análisis temático. Los resultados apuntan los desafíosenfrentados por el padre en el ejercicio de sus papeles y tareas relacionadas a la educación del hijo; a lasnecesidades prioritarias de la familia según el punto de vista del padre y del hijo y a los recursos de la familiapara crear un ambiente favorable al desarrollo del hijo. El estudio ilustra las dificultades enfrentadas por el padrepara conciliar los cambios sociales y los nuevos valores al ejercicio de las competencias parentales. Unaproblemática que se extiende para más allá de los contextos familiares, pues antiguos valores coexisten en elmedio social e influyen pensamientos y actitudes de las personas, siendo, generalmente, expresos en prejuicios,juicios y marginalización de los individuos, familias o comunidades que poseen características predominantemente contemporáneas, como es el caso de la familia monoparental dirigida por el padre.
Descritores: Enfermagem
Família de Pais Solteiros
Saúde Mental
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-845209
Autor: Teixeira, Carolina de Castilhos; Guimarães, Luciano Santos Pinto; Echer, Isabel Cristina.
Título: Fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares / Factores asociados con el inicio del tabaquismo en los adolescentes escuela / Factors associated with smoking initiation among school-aged adolescents
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(1):e69077, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Identificar os fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares. Método Estudo transversal realizado em 2014 com 864 adolescentes do ensino médio do sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de instrumento com questões sociodemográficas, da aplicação da Escala de Fagerström e do Inventário de Depressão de Beck, sendo analisados por estatística descritiva, testes Exato de Fisher, Qui-quadrado, Mann-Whitney, T e Regressão de Poisson. Resultados Cinquenta e quatro adolescentes iniciaram o comportamento tabágico, desses 35 continuam fumando, com elevada dependência de nicotina. Estiveram associados ao tabagismo: cor parda (p=0,020), famílias monoparentais (p=0,006), regular relação familiar (p=0,003) e familiares usuários de drogas (p=0,04). Apresentaram razão de prevalência significativamente maior: masculino (p=0,038), maior renda familiar (p>0,001), morar com um membro da família (p>0,001), relação familiar regular (p>0,001). Conclusões Os fatores identificados como associados à iniciação tabágica, demonstram que existe a necessidade de construir apoio para estratégias de educação em saúde a fim de mudar esta realidade.

RESUMEN Objetivo Identificar los factores asociados con el inicio del tabaquismo en adolescentes estudiantes. Método Estudio transversal en 2014 con 864 adolescentes de la escuela secundaria en el Sur de Brasil. Recoge instrumento con preguntas sociodemográficas, aplicando el test de Fagerström Inventario de Depresión de Beck, analizados por estadística descriptiva, prueba exacta de Fisher, Chi-cuadrado, Mann-Whitney, T y de regresión de Poisson. Resultados Cincuenta y cuatro comenzaron el hábito de fumar, entre ellos, 35 permanecen fumando, con una alta dependencia de la nicotina. Se asociaron con el hábito de fumar personas pardas (p = 0,020), los padres solteros (p = 0,006), relación regular de la familia (p = 0,003) y los usuarios de drogas de la familia (p = 0,04). Ellos tenían significativamente más alta razón de prevalencia: masculino (p = 0,038), mayor ingreso familiar (p> 0,001), que viven con un miembro de la familia (p> 0,001), relación familiar normal (p> 0,001). Conclusiones Se identificaron como factores asociados con el inicio del tabaquismo mostrando que hay una necesidad de incrementar el apoyo a las estrategias de educación sanitaria para cambiar esta realidad.

ABSTRACT Objective To identify factors associated with smoking initiation in adolescent secondary school students. Method This is a cross-sectional study conducted in 2014 with 864 adolescents at a secondary school in southern Brazil. Data were collected using an instrument with sociodemographic questions, application of the Fagerström Nicotine Dependence Scale, and Beck Depression Inventory, and analysed using descriptive statistics, Fisher’s Exact test, Chi-square test, Mann-Whitney’s test, and the Poisson Regression test. Results Fifty-four of the adolescents started smoking, of which 35 continued smoking and exhibited high nicotine dependence. Smoking was associated with brown skin (p = 0.020), single-parent household (p = 0.006), a fair family relationship (p = 0.003), and drug users in the family (p = 0.04). A significantly higher prevalence ratio was detected for boys (p = 0.038), higher family income (p> 0.001), living with one family member (p> 0.001), and a fair family relationship (p> 0.001). Conclusions We identified factors associated with smoking initiation, revealing the importance of supporting health education strategies to change this reality.
Descritores: Fumar/psicologia
Comportamento do Adolescente
-Tabagismo/psicologia
Tabagismo/epidemiologia
Brasil/epidemiologia
Grupos Étnicos
Fumar/epidemiologia
Fatores Sexuais
Saúde da Família
Educação em Saúde
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia
Família de Pais Solteiros
Prevenção do Hábito de Fumar
Renda
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1040875
Autor: Ferreira, Marilise; Smeha, Luciane Najar.
Título: The experience of being a mother of a child with autism in the singleparenthood context / La experiencia de ser madre de un hijo con autismo en el contexto de la familia monoparental
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);24(2):462-481, maio-ago. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou conhecer a experiência de ser mãe de um filho com autismo no contexto da monoparetalidade. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, na qual participaram quatro mães de filhos com transtorno do espectro autista. Utilizou-se de entrevista semiestruturada. Posteriormente, os dados foram submetidos à análise textual qualitativa. Os resultados revelaram que os sentimentos e desafios são semelhantes aos de mães de filhos com autismo que não vivem no contexto monoparental. Acredita-se que a diferença possa estar na intensidade, isto é, na monoparentalidade, as dificuldades podem ser agravadas pela ausência de um companheiro. Sobre a possibilidade de um novo relacionamento afetivo, quando há, mesmo que remota, não está centrada na necessidade de auxílio nos cuidados com o filho, mas no apoio emocional. Entre os fatores que contribuem para a manutenção da monoparentalidade, destacam-se a priorização do papel materno, a adolescência do filho, além de uma rede de apoio restrita.

This study aimed to learn about the experience of mothering a child with Autism in a single-parent context. Four mothers of children diagnosed with Autism Spectrum Disorder were the subjects of a qualitative research. A semi-structured interview was used. Afterwards, the data were submitted to qualitative textual analysis. The results revealed that the feelings and challenges they experience are similar to those from mothers who are not in the single-parent context. It is believed that the difference might be concerning the intensity, that is, in the single-parent context, as the difficulties might be enhanced due to the absence of a partner. About the possibility of a new emotional relationship, when there is one, though remote, it is not centered on the need for help to provide childcare but to gain emotional support. Among the factors that contribute to the maintenance of singleparenting, we can highlight the prioritization of the mother role, the child's adolescence in addition to a restrict supportive back-up.

El objetivo de este estudio fue conocer la experiencia de ser madre de un niño con autismo en el contexto de familias monoparentales. Fue realizada una investigación cualitativa, en la cual participaron cuatro madres de hijos con trastorno del Espectro Autista. Fueron utilizadas entrevistas semiestructuradas y posteriormente, los datos fueron sometidos al análisis textual cualitativo. Los resultados revelaron que los sentimientos y desafíos son semejantes a los de madres de niños con autismo que no viven en contexto monoparental. Se cree que la diferencia pueda estar en la intensidad, esto es, en la monoparentalidad, las dificultades pueden ser agravadas por la ausencia de un compañero. Sobre la posibilidad de una nueva relación afectiva, cuando existe, aunque sea remota, no está centrada en la necesidad de auxilio en los cuidados con el hijo, pero sí en el apoyo emocional. Entre los factores que pueden contribuir al mantenimiento de la monoparentalidad, destacamos la priorización de la función materna y la adolescencia del niño, además de una red de apoyo restringida.
Descritores: Poder Familiar
-Apoio Social
Família de Pais Solteiros
Transtorno do Espectro Autista
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  9 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-765860
Autor: Verza, Fabiana; Sattler, Marli Kath; Strey, Marlene Neves.
Título: Mãe, mulher e chefe de família: perspectivas de gênero na terapia familiar / Mother, woman and householder: perspective of gender in family therapy
Fonte: Pensando fam;19(1):46-60, jun. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho buscou compreender como se organizam as famílias monoparentais chefiadas por mulheres e de que forma questões de gênero se atravessam nas intervenções em Terapia Familiar. Buscou-se a partir dessa investigação, contribuições para subsidiar o entendimento de tais configurações familiares em um nível clínico e psicossocial. Trata-se de um estudo com enfoque qualitativo e delineamento exploratório-descritivo. A partir do levantamento da literatura acerca da temática da monoparentalidade feminina e da Terapia Familiar, procurou-se encontrar associações entre os aspectos teóricos e os relatos de uma mãe monoparental em atendimento clínico na modalidade de Terapia Familiar em uma instituição de Terapia Familiar de Porto Alegre-RS. Utilizou-se a Análise de Discurso proposta por Gill (2002) como técnica de análise de dados. Os resultados indicam que o protagonismo feminino na condução de uma família envolve aspectos voltados à administração da vida social, afetiva e profissional das mulheres e é atravessado por questões de gênero.(AU)

This study aimed at comprehending how monoparental families headed by women are organized, and in which ways gender questions influence interventions in family therapy. From this investigation, we intended to seek contributions that help to understand such family configurations at a clinical and psychosocial level. This study has a qualitative approach and an exploratory-descriptive design. Based on a research in the literature about female monoparenting and family therapy, our objective was to find associations between the theoretical framework and the accounts of a monoparental mother in clinical care in a family therapy institute from Porto Alegre-RS. We used the discourse analysis method proposed by Gill (2002) to evaluate the data. The results indicate that the female leading role in a family involves aspects related to the managing of social, affective and professional life of women and it is crossed by gender issues.(AU)
Descritores: Família de Pais Solteiros/psicologia
-Epidemiologia Descritiva
Pesquisa Qualitativa
Terapia Familiar
Relações Mãe-Filho/psicologia
Mães/educação
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 30 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-895230
Autor: Leão, Flávia Elso; Porta, Daniele Dalla; Pauli, Cassiele Gomes; Antoniazzi, Marina Peripolli; Siqueira, Aline Cardoso.
Título: Reflexões teóricas sobre maternidade e adoção no contexto da monoparentalidade feminina / Theoretical reflections on maternity and adoption in the context of female single parenthood
Fonte: Pensando fam;21(2):45-59, dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: As diversas conquistas das mulheres no decorrer da história e os avanços das leis sobre a adoção possibilitaram que uma mulher, sem a presença de um cônjuge, conquistasse o direito de adotar uma criança, surgindo um novo arranjo familiar. Essa revisão assistemática de literatura objetivou discutir a monoparentalidade feminina constituída através da adoção. A partir dos estudos nacionais e internacionais encontrados, os resultados apontam que as mães solteiras por escolha têm aproximadamente 30 anos, possuem elevada escolaridade e estabilidade no mercado de trabalho, e não apresentam dificuldades em trabalhar e cuidar do filho adotivo. As mães são vistas como "atípicas" e enfrentam problemas morais que envolvem o exercício da parentalidade sem um cônjuge. A ausência do cônjuge leva a uma maior proximidade com a mãe segundo os filhos. Finalmente, o apoio social, especialmente da família extensa, é esperado e necessário. Reflexões sobre a singularidade desse arranjo familiar são propostas.(AU)

The many achievements of women in the course history and the advance of the laws about adoption made it possible that a woman, without a spouse, conquered the right to adopt a child, resulting in a new family arrangement. This unsystematic review of literature aimed to discuss the female single parenthood constituted through the adoption. The national and international studies found show that single mothers by choice are approximately 30 years old, have high schooling and stability in the job market, and do not present difficulties in working and taking care of adopted child. This mothers are seen as "atypical" and face moral problems which involve the exercise of parenthood without a spouse. The absence of the spouse leads to greater proximity to the mother according to the children. Finally, social support, especially extended family, is expected and necessary. Reflections on the singularity of this family arrangement are proposed.(AU)
Descritores: Pais Solteiros
Adoção/legislação & jurisprudência
Poder Familiar/tendências
-Família de Pais Solteiros
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde